PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DAS RELIGIÕES (PPGCR)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
Não informado
http://www.ufpb.br/pos/ppgcr

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: VICTOR BRENO FARIAS BARROZO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VICTOR BRENO FARIAS BARROZO
DATA: 27/07/2018
HORA: 00:00
LOCAL: sala 319
TÍTULO: A ÉTICA PENTECOSTAL E O “ESPÍRITO” DA MODERNIDADE: PERMANÊNCIAS, ACOMODAÇÕES E REIVENÇÕES NO CAMPO ASSEMBLEIANO BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO – O CASO DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS EM FORTALEZA - CE
PALAVRAS-CHAVES: Modernidade religiosa; Pentecostalismo no Brasil; Assembleias de Deus; Cultura brasileira.
PÁGINAS: 105
RESUMO: O presente trabalho se propõe a pesquisar as relações de afinidades eletivas entre os assembleianismos contemporâneos e a modernidade religiosa brasileira a partir do estudo de caso das modernas Assembleias de Deus na cidade de Fortaleza/CE. As ADs surgiram no contexto histórico da formação de uma certa “modernidade” nacional com os influxos da industrialização e urbanização, desenvolvendo-se ao longo de todo o século XX paralelamente aos processos de modernização do país, seguindo com ela às contradições e ambiguidades próprias desse conturbado processo. Nossa hipótese é que o crescimento, êxito e consolidação das ADs no cenário hegemônico do campo religioso brasileiro se deve, especialmente, por suas propriedades modernas e afinidades à cultura brasileira que, garantiram imbricações plásticas com a sociedade moderna nacional, acomodando diversas formas de relação com essa modernidade, mas também, recompondo produções religiosas-pentecostais “abrasileiradas”. Para o desenvolvimento desta perspectiva, iremos primeiramente realizar um breve incurso genealógico da noção de modernidade religiosa, passando dos clássicos aos autores contemporâneos, suas especificidades no caso latino-americano do modelo europeu, até nos acercamos de uma interpretação dos pensadores nacionais sobre uma modernidade religiosa à brasileira. Em seguida, apresentaremos as relações entre pentecostalismos e modernidade assumidas pelos autores das ciências sociais da religião acerca dos matizes teóricos dessas relações, a mirada destas em contexto no plano global distintos e, pensando que dinâmicas e mutações atravessam o campo pentecostal moderno brasileiro. Logo após, discutiremos as representações e discursos das ADs no Brasil com respeito à sociedade moderna brasileira a partir de uma tipologização histórica dos diferentes modelos que essa relação foi assumida. Num quarto momento, analisaremos as modernas ADs brasileiras, suas permanências, acomodações e reinvenções, a partir da análise de cinco igrejas na cidade de Fortaleza: AD Templo Central, AD Canaã, AD Bela Vista, Betesda, AD Madureira. Por fim, discutiremos a respeito da ética pentecostal assembleiana e suas relações com o “espírito” da modernidade religiosa brasileira, dando destaque à influência e impacto desse habitus religioso com o espaço público, mídia e política, bem como particularmente na orientação de uma religiosidade moderna-tradicional que recompõe a cultura e sociedade nacional no contexto da modernidade religiosa-pentecostal tupiniquim.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1774137 - DILAINE SOARES SAMPAIO
Externo à Instituição - FLÁVIO AUGUSTO SENRA RIBEIRO
Externo à Instituição - GEDEON FREIRE DE ALENCAR

Notícia cadastrada em: 09/07/2018 19:18