PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DAS RELIGIÕES (PPGCR)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
Não informado
http://www.ufpb.br/pos/ppgcr

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNO BRUNNETT VASCONCELOS MANGUEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO BRUNNETT VASCONCELOS MANGUEIRA
DATA: 28/09/2018
HORA: 16:00
LOCAL: Centro de Educação, UFPB
TÍTULO: A ATEOLOGIA DE JEAN MESLIER: UM PADRE MATERIALISTA E ATEU
PALAVRAS-CHAVES: Ateísmo; Agnosticismo; Padre Ateu; Jean Meslier
PÁGINAS: 60
RESUMO: Etimologicamente o termo ateísmo é usado com as mais variadas formas, em sua grande maioria com o sentido pejorativo para denegrir outro indivíduo. Com o passar dos anos, o termo vai tomando um sentido mais filosófico. A forma como conhecemos atualmente, como afirmação da inexistência de deuses, do infinito, ou a não afirmação da existência de deuses, deve-se principalmente à um padre francês chamado Jean Meslier, tido por diversos autores como “O Primeiro Ateu” em sentido explícito e filosófico. O ateísmo filosófico tem grandes contribuições graças a este padre, posteriormente sendo utilizada suas ideias durante o Século das Luzes (Iluminismo) francês. Com a queda da bastilha francesa, uma das exigências era a separação entre Igreja x Estado, fortalecendo a liberdade de pensamento pertinentes a este posicionamento. O Padre francês Jean Meslier, nascida na província de Mazerny, viveu a maior parte de sua vida em uma província chamada Étrépigny, onde atuava no clero cristão. Em vida, Jean Meslier escrevia sobre seus pensamentos acerca das religiões, do cristianismo e da existência de Deus, nunca expondo à público suas ideias peculiares. Após sua morte, foi encontrada diversos livros e manuscritos em sua casa, estes manuscritos foram, posteriormente, transcritos por alguns filósofos da época, um deles é Voltaire, no qual possui grandes controvérsias acerca de alguns posicionamentos feitos por ele sobre o padre francês. Voltaire, além do Barão d’Holbach, transcreveu uma compilação com extratos do testamento de Jean Meslier, trazendo a público várias indagações sobre o padre. Alguns posicionamentos claramente intencionais de Voltaire, na tentativa de afirmar que padre francês era deísta (e não ateu), são recuperados através de algumas cartas escritas na época, estas afirmações de Voltaire criam um longo debate entre Deísmo x Ateísmo em Jean Meslier, na qual diversos autores e filósofos especializados no tema, afirmam um ateísmo explícito por parte do cura francês.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1353258 - FABRICIO POSSEBON
Interno - 1774137 - DILAINE SOARES SAMPAIO
Externo à Instituição - AUGUSTO CÉSAR DIAS DE ARAUJO

Notícia cadastrada em: 13/09/2018 12:01