PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DAS RELIGIÕES (PPGCR)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
32168321
http://www.ufpb.br/pos/ppgcr

Notícias


Banca de DEFESA: JOAO BERNARDINO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOAO BERNARDINO DA SILVA
DATA: 29/06/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Centro de Educação
TÍTULO: Espiritualidade, Saúde e cuidado: concepções de estudantes de medicina e de enfermagem
PALAVRAS-CHAVES: Espiritualidade; Cuidado; Saúde
PÁGINAS: 109
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO: Nos dias atuais a relação entre espiritualidade e saúde vem se estreitando cada vez mais. Tendo em conta essa perspectiva, o objetivo da presente pesquisa foi compreender os significados e a relação entre espiritualidade, saúde e cuidado, segundo as concepções de estudantes da área de saúde. Foram entrevistados 60 discentes, sendo metade do curso de Medicina e a outra metade do curso de Enfermagem, em uma universidade pública do município de João Pessoa – PB, de ambos os sexos. Para coleta de dados foi utilizado um instrumento composto por duas partes: a primeira consistiu em um questionário sociodemográfico com intuito de apreender a idade, sexo, estado civil, escolaridade, religião, prática religiosa e frequência religiosa dos participantes do estudo; a segunda parte continha quatro questões sobre a temática central do estudo: O que você entende por espiritualidade? Qual a importância da religião em sua vida? Em sua opinião, quais as relações entre espiritualidade e cuidado? Qual importância da espiritualidade do paciente em seu processo saúde-doença? Os dados foram analisados por meio de análise de conteúdo. Verificou-se que estudantes dos cursos de Medicina e de Enfermagem atribuem o conceito de espiritualidade a religiosidade, evidenciando uma visão reducionista da dimensão espiritual do homem. No tocante a relação existente entre a espiritualidade e o cuidado profissional, a maioria dos estudantes de medicina correlacionou-a com a atenção profissional holística, uma vez que eles reconhecem a interferência da espiritualidade na recuperação do paciente. Por outro lado, grande parte dos acadêmicos de enfermagem associou essa relação com o cuidado humanizado, o qual repercute positivamente no prognóstico do ser cuidado. Em relação à interface entre espiritualidade e o processo saúde-doença, notou-se que os estudantes de ambos os cursos reconhecem a influência desses no processo de cura, enfrentamento da doença e aumento da adesão ao tratamento. Concluiu-se que grande parte dos estudantes de medicina quanto os de enfermagem reconhecem a importância da espiritualidade e de sua influência no processo saúde-doença, porém seus discursos evidenciam a carência de discernimento entre o que é espiritualidade, religião e religiosidade.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 330354 - BERTA LUCIA PINHEIRO KLUPPEL
Externo à Instituição - SHIRLEY DE SOUZA SILVA SIMEÃO
Presidente - 1300178 - THIAGO ANTONIO AVELLAR DE AQUINO

Notícia cadastrada em: 26/06/2015 13:38