PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DAS RELIGIÕES (PPGCR)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
32168321
http://www.ufpb.br/pos/ppgcr

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: JESSICA DE SOUZA LIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JESSICA DE SOUZA LIRA
DATA: 25/11/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Reuniões -CE
TÍTULO: UMA FILOSOFIA DO FUTURO: RELIGIÃO E ATEÍSMO EM LUDWIG FEUERBACH
PALAVRAS-CHAVES: Homem. Natureza. Ateísmo. Filosofia da Religião.
PÁGINAS: 45
RESUMO: Pensar o fenômeno religioso a partir das propostas de Ludwig Feuerbach consiste no desenvolvimento sólido de uma crítica ao cristianismo e suas interferências na cultura ocidental. O objetivo da presente pesquisa consiste em analisar o percurso da filosofia feuerbachiana em direção à reforma da filosofia, que funda a filosofia do futuro, aqui entendida como filosofia da religião. Para tanto, são apresentados elementos basilares para a compreensão do pensamento do filósofo, tais como: os conceitos por ele atribuídos à religião; sua crítica ao cristianismo e o ateísmo antropológico percebido a partir daí; uma breve exposição que versa dos fundamentos das religiões primitivas, bem como do cristianismo; considerações concernentes ao que ele aponta como Deus sob o ponto de vista físico e sob seu aspecto moral; o conceito de natureza e sua primazia em relação ao homem e, consequentemente, à razão; o processo de conscientização e a busca pela essência do gênero humano que indicam o meio pelo qual este se auto afirma para então negar os predicados divinos. Explicitados esses pontos parte-se para o aprofundamento da questão central pesquisada, a filosofia do futuro, seus métodos e objetos. Para a composição da pesquisa foi desenvolvida uma revisão bibliográfica e utilizado o método dedutivo, de modo que a apresentação das teorias está fundamenta em obras do filósofo e de alguns comentadores. As aplicações conclusivas apontam para a nova forma de filosofar proposta por Feuerbach como sendo uma filosofia da religião que inaugura uma perspectiva humana de analisar as religiões, invés de desprezar a corporeidade e materialidade, parte delas como pressuposto para a emancipação do homem por meio da razão livre, que parte do único ser racional e de sua sensibilidade.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2478681 - DEYVE REDYSON MELO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1358899 - RODRIGO SILVA ROSAL DE ARAUJO
Externo à Instituição - LUCIANO DA SILVA

Notícia cadastrada em: 16/11/2016 15:08