PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DAS RELIGIÕES (PPGCR)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
32168321
http://www.ufpb.br/pos/ppgcr

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: REGINA COELI ARAUJO NEGREIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: REGINA COELI ARAUJO NEGREIROS
DATA: 30/11/2017
HORA: 09:30
LOCAL: sala de reuniões - centro de educação
TÍTULO: MARACATUS NA PARAÍBA: As Nações, os Batuques e seus espaços sagrados.
PALAVRAS-CHAVES: Maracatu; Batuques; Religiões afro-brasileiras
PÁGINAS: null
RESUMO: Este trabalho tem como objetivo geral estudar e mapear os principais Maracatus e Batuques no estado da Paraíba. As próprias categorias “maracatus”, “maracatus nação” e “batuques” serão também objeto de investigação dadas as controvérsias que geram, no entanto, entendemos que ambos se situam na confluência das tradições culturais e religiosas afro-brasileiras. Enquanto objetivos específicos, buscaremos analisar, num primeiro momento, as origens do Maracatu enquanto manifestação religiosa advinda dos terreiros a partir da diáspora africana e sua propagação como manifestação cultural e como linguagem musical que transborda para fora dos terreiros. Posteriormente, tomaremos como objeto de análise o Maracatu Pé de Elefante, atualmente único maracatu nação presente na Paraíba. Para estudá-lo, fez-se necessário compreendermos a história e o lugar do Ilê Axe Xangô Ogodô no campo religioso afro-paraibano, terreiro o qual está “assentado” o maracatu nação que compõe nosso objeto de estudo. Também nos dedicamos a trajetória de sua liderança religiosa, Pai Beto de Xangô. Num terceiro momento, trataremos dos Batuques existentes no estado, buscando compreender o lugar que ocupam e as relações distintas que estabelecem com as religiões afro-brasileiras, uma vez que não são “assentados” em espaços religiosos. A perspectiva teórico-metodológica que orienta o trabalho é etnográfica, compreendendo a etnografia não apenas como um método de investigação mas também como uma perspectiva teórica. Dessa forma esta pesquisa se coloca, no âmbito das Ciências das Religiões, no campo dos “estudos empíricos da religião”, particularmente em diálogo com a Antropologia das Religiões. Utilizaremos assim tanto a literatura antropológica especializada, como recuperaremos os folcloristas que trataram acerca dos maracatus de forma pioneira. Ressaltamos ainda que a pesquisa se apresenta como uma forte contribuição a área de Ciências das Religiões, que ainda possui poucos estudos sobre essa temática, bem como para o campo de estudos afro-brasileiros, no qual a dimensão da musicalidade ainda se mostra como um aspecto profícuo de investigação. É também relevante do ponto de vista da história regional, pois diferente de Pernambuco, estado vizinho onde os maracatus já foram objeto de vários estudos, na Paraíba a temática ainda não foi devidamente explorada.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1774137 - DILAINE SOARES SAMPAIO
Externo ao Programa - 2221299 - ANTONIO GIOVANNI BOAES GONCALVES
Externo ao Programa - 1971657 - MATHEUS DA CRUZ E ZICA

Notícia cadastrada em: 16/11/2017 01:15