PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DAS RELIGIÕES (PPGCR)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
32168321
http://www.ufpb.br/pos/ppgcr

Notícias


Banca de DEFESA: JOÃO DEMETRIO DE ALENCAR PINHEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÃO DEMETRIO DE ALENCAR PINHEIRO
DATA: 11/12/2017
HORA: 15:00
LOCAL: PPGCR/CE
TÍTULO: ZHŌNGYĪ NO BRASIL: a inserção da Medicina Chinesa em terras tupiniquins
PALAVRAS-CHAVES: Medicina Tradicional Chinesa, Práticas espirituais, Ciências das Religiões.
PÁGINAS: 98
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Teologia
SUBÁREA: História da Teologia
RESUMO: A Medicina Chinesa a cada dia cresce cada vez mais fora da China. Atualmente e reconhecida como patrimonio cultural imaterial da humanidade pelas Nacoes Unidas. Desde a Declaracao de Alma-Ata, 1978, a Organizacao Mundial de Saude tem formalmente estimulado a praticas de Medicinas Tradicionais no mundo Ocidental. No Brasil, a legitimacao e a institucionalizacao dessas abordagens de atencao a saude se da a partir da decada de 1980, logo apos a criacao do Sistema Unico de Saude (PNPICS, 2006). Isso faz com que cada vez mais pessoas entrem em contato com esse saber milenar. Tanto a formacao de profissionais, quanto o numero de terapeutas da Medicina Chinesa tem crescido bastante no Brasil. Contudo, as pesquisas referentes aos aspectos historicos e filosoficos da Medicina Chinesa, aqui ainda sao escassas. A grande maioria dos estudos realizados no pais ainda se da testando a eficacia da terapeutica, o que torna a Medicina Chinesa uma demanda pouco explorada pela academia brasileira em seus aspectos historicos e filosoficos. Estudar um fenomeno tao antigo e complexo como a Medicina Chinesa, mesmo que focando em um determinado espaco de tempo, e um trabalho arduo. Pois se trata de um objeto de estudo vivo, dinamico, que atualmente nao se restringe ao seu pais de origem. Para que se compreenda o que e a Medicina Chinesa e necessario saber que nunca houve uma unica medicina na China. Em um pais tao grande, as regionalidades sao acentuadas nas praticas medicas de cada local. Minimamente podemos fazer essa divisao em norte e sul. A distincao entre norte e sul nao esta presente somente no tocante as escolas de medicina, mas em varios aspectos da cultura chinesa, como por exemplo nas suas praticas espirituais e artes marciais. E natural pensar essas divisoes no cotidiano chines, pois, na base do pensamento dos chineses ha a dualidade, basta termos em mente um dos conceitos fundantes dessa pratica, o yin e o yang , que, de uma forma resumida, podemos conceituar como as polaridades opostas e complementares de todos os fenomenos do universo.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1814691 - MARIA LUCIA ABAURRE GNERRE
Interno - 1353258 - FABRICIO POSSEBON
Externo ao Programa - 1971657 - MATHEUS DA CRUZ E ZICA

Notícia cadastrada em: 30/11/2017 12:03