UFPB › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas João Pessoa, 11 de Agosto de 2020

JORNALISMO (BACHARELADO)/CCTA - João Pessoa(João Pessoa)

 

curso  Nível  Graduação

CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES (CCTA) - CCTA

Projeto Político Pedagógico


Perfil Profissional:

 O egresso do Curso de Graduação Jornalismo deverá ser um profissional capaz de produzir, analisar e disseminar diversos processos midiáticos, numa perspectiva multidisciplinar, considerando a complexidade do contexto em que tais processos estão inseridos. Perfil que se caracteriza:

 a) pela capacidade de criação, produção, distribuição, recepção, e análise crítica referente às mídias, às práticas profissionais e sociais relacionadas ao Jornalismo, e as suas inserções políticas e econômicas;

 b) pela habilidade em refletir a variedade e mutabilidade de demandas sociais da sociedade, relacionando se com a complexidade e velocidade do mundo contemporâneo;

c) pela visão integradora e horizontalizada, genérica e ao mesmo tempo especializada de seu campo de trabalho, possibilitando o entendimento da dinâmica das diversas modalidades jornalísticas e de suas relações com os processos sociais que as originam e que destas decorrem;

 d) por poder utilizar criticamente o instrumental teórico-técnico oferecido pelo curso, sendo, portanto competente para posicionar-se ético, político a respeito dos malefícios que a profissão pode causar sobre a realidade da sociedade que atua.

 O perfil específico do profissional egresso do curso em Jornalismo é caracterizado:

 a) pela produção de informações relacionadas a fatos, circunstâncias e contextos do momento presente;

b) pelo exercício da objetividade na apuração, interpretação, registro e divulgação dos fatos sociais;  c) pelo exercício da tradução e disseminação de informações de modo a qualificar o senso comum;

d) pelo exercício de relações com outras áreas sociais, culturais e econômicas com as quais o jornalismo faz interface no processo de recepção das mensagens e seu impacto sobre os diversos setores da sociedade

Área de Atuação:

 O Bacharel Graduado em Jornalismo atua:

a) Na gestão e administração de empreendimentos jornalísticos tradicionais;

b) Na área de multimídia e em novas tecnologias da comunicação, planejamento e produção de materiais gráficos, eletrônicos e on-line dirigidos à mídia;

c) Nas interfaces de seu campo com áreas afins, consolidando novos espaços no mercado de trabalho;

d) Em consultorias, na docência e na pesquisa, atendendo à demanda de crescimento de ensino superior na região;

e) Em assessorias a sindicatos, partidos políticos, Organizações Não-Governamentais, etc;

f) Em mercados alternativos como Rádios e TV comunitárias.

Competências e Habilidades do Profissional:

 Para exercer a profissão de jornalista, o egresso deve demonstrar as seguintes habilidades de acordo com as Diretrizes Nacionais:

 Competências gerais

 a) Compreender e valorizar, como conquistas históricas da cidadania e indicadores de um estágio avançado de civilização, em processo constante de riscos e aperfeiçoamento: o regime democrático, o pluralismo de ideias e de opiniões, a cultura da paz, os direitos humanos, as liberdades públicas, a justiça social e o desenvolvimento sustentável;

b) Conhecer, em sua unicidade e complexidade intrínsecas, a história, a cultura e a realidade social, econômica e política brasileira, considerando especialmente a diversidade regional, os contextos latino-americano e ibero-americano, o eixo sul-sul e o processo de internacionalização da produção jornalística;

c) Identificar e reconhecer a relevância e o interesse público entre os temas da atualidade;

d) Distinguir entre o verdadeiro e o falso a partir de um sistema de referências éticas e profissionais; e) Pesquisar, selecionar e analisar informações em qualquer campo de conhecimento específico;

f) dominar a expressão oral e a escrita em língua portuguesa;

g) Ter domínio instrumental de, pelo menos, dois outros idiomas – preferencialmente inglês e espanhol, integrantes que são do contexto geopolítico em que o Brasil está inserido;

h) Interagir com pessoas e grupos sociais de formações e culturas diversas e diferentes níveis de escolaridade;

i) Ser capaz de trabalhar em equipes profissionais multifacetadas;

j) Saber utilizar as tecnologias de informação e comunicação;

k) Pautar-se pela inovação permanente de métodos, técnicas e procedimentos;

l) Cultivar a curiosidade sobre os mais diversos assuntos e a humildade em relação ao conhecimento;

m) Compreender que o aprendizado é permanente;

n) Saber conviver com o poder, a fama e a celebridade, mantendo a independência e o distanciamento necessários em relação a eles;

o) Perceber constrangimentos à atuação profissional e desenvolver senso crítico em relação a isso; p) Procurar ou criar alternativas para o aperfeiçoamento das práticas profissionais;

q) Atuar sempre com discernimento ético.

Competências cognitivas

a) Conhecer a história, os fundamentos e os cânones profissionais do jornalismo;

b) Conhecer a construção histórica e os fundamentos da cidadania;

c) Compreender e valorizar o papel do jornalismo na democracia e no exercício da cidadania;

d) Compreender as especificidades éticas, técnicas e estéticas do jornalismo, em sua complexidade de linguagem e como forma diferenciada de produção e socialização de informação e conhecimento sobre a realidade;

e) Discernir os objetivos e as lógicas de funcionamento das instituições privadas, estatais, públicas, partidárias, religiosas ou de outra natureza em que o jornalismo é exercido, assim como as influências do contexto sobre esse exercício.

Competências pragmáticas

a) Contextualizar, interpretar e explicar informações relevantes da atualidade, agregando-lhes elementos de elucidação necessários à compreensão da realidade;

b) Perseguir elevado grau de precisão no registro e na interpretação dos fatos noticiáveis;

c) Propor, planejar, executar e avaliar projetos na área de jornalismo;

d) Organizar pautas e planejar coberturas jornalísticas;

e) Formular questões e conduzir entrevistas;

f) Adotar critérios de rigor e independência na seleção das fontes e no relacionamento profissional com elas, tendo em vista o princípio da pluralidade, o favorecimento do debate, o aprofundamento da investigação e a garantia social da veracidade;

g) Dominar metodologias jornalísticas de apuração, depuração, aferição, além das de produzir, editar e difundir;

h) Conhecer conceitos e dominar técnicas dos gêneros jornalísticos;

i) Produzir enunciados jornalísticos com clareza, rigor e correção e ser capaz de editá-los em espaços e períodos de tempo limitados;

j) Traduzir em linguagem jornalística, preservando-os, conteúdos originalmente formulados em linguagens técnico-científicas, mas cuja relevância social justifique e/ou exija disseminação não especializada;

k) Elaborar, coordenar e executar projetos editoriais de cunho jornalístico para diferentes tipos de instituições e públicos;

l) Elaborar, coordenar e executar projetos de assessoria jornalística a instituições legalmente constituídas de qualquer natureza, assim como projetos de jornalismo em comunicação comunitária, estratégica ou corporativa;

m) Compreender, dominar e gerir processos de produção jornalística, bem como ser capaz de aperfeiçoá-los pela inovação e pelo exercício do raciocínio crítico;

n) Dominar linguagens midiáticas e formatos discursivos, utilizados nos processos de produção jornalística nos diferentes meios e modalidades tecnológicas de comunicação;

o) Dominar o instrumental tecnológico – hardware e software – utilizado na produção jornalística; p) avaliar criticamente produtos e práticas jornalísticas.

Competências comportamentais

a) Perceber a importância e os mecanismos da regulamentação político-jurídica da profissão e da área de comunicação social;

b) Identificar, estudar e analisar questões éticas e deontológicas no jornalismo;

c) Conhecer e respeitar os princípios éticos e as normas deontológicas da profissão;

d) Avaliar, à luz de valores éticos, as razões e os efeitos das ações jornalísticas;

e) Atentar para os processos que envolvam a recepção de mensagens jornalísticas e o seu impacto sobre os diversos setores da sociedade;

f) Iimpor aos critérios, às decisões e às escolhas da atividade profissional as razões do interesse público;

g) Exercer, sobre os poderes constituídos, fiscalização comprometida com a verdade dos fatos, o direito dos cidadãos à informação e o livre trânsito das idéias e das mais diversas opiniões.

Metodologia:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Sistema de Gestão do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Avaliação do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Projeto Político Pedagógico:
Baixar Arquivo

SIGAA | STI - Superintendência de Tecnologia da Informação da UFPB / Cooperação UFRN - Copyright © 2006-2020 | producao_sigaa-5.sigaa-5 | v20200811151502-redmine_28024