UFPB › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas João Pessoa, 07 de Julho de 2020

LETRAS (LÍNGUA ESPANHOLA) (LICENCIATURA)/CCHLA - João Pessoa(João Pessoa)

 

curso  Nível  Graduação

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES (CCHLA) - CCHLA

Projeto Político Pedagógico


Perfil Profissional:

O aluno egresso do Curso de Letras-Espanhol, como agente social, deve estar capacitado/a a incentivar, no âmbito de ensino de línguas, a reflexão sobre a sociedade da qual faz parte. Isso significa que deve contribuir tanto para o desenvolvimento das competências de uso da linguagem e a ampliação das perspectivas culturais e históricas de seus alunos, quanto para sua autopercepção como cidadão. Desta forma, esse aluno egresso se configura como formador crítico-social que favorece o desenvolvimento de um senso de cidadania na sala de aula de Língua Espanhola.

Esse profissional deverá, portanto, mobilizar e reconfigurar saberes acerca dos usos da língua e das suas manifestações literárias e culturais, constituindo-se como um agente de letramento. Além disso, deverá promover a sensibilidade e compreensão dos vínculos entre o uso da língua e de sua variação e, por conseguinte, a ressignificação da cidadania. Finalmente, ele deverá compreender sua formação profissional como prática reflexiva e como processo contínuo e autônomo.

Dessa forma, o perfil do graduado em Letras-Espanhol deverá incluir a capacidade de:

a) reflexão teórica e descritiva sobre a língua estrangeira nos planos fonológico, morfossintático, semântico e pragmático-discursivo;

b) análise, descrição e explicação da língua estrangeira levando em conta a vertente descritiva e normativa da análise linguística;

c) (re)conhecer a variação linguística, bem como dos vários níveis e registros de linguagem;

d) compreender diversos fenômenos linguísticos e literários no âmbito do ensino e aprendizagem de língua estrangeira, levando em conta que língua e literatura se configuram como práticas sociais;

e) formar leitores críticos e produtores de diferentes gêneros textuais que circulam em diversas esferas discursivas;

f) aplicar os conhecimentos teórico-metodológicos da linguística aplicada e dos estudos literários em trabalhos de pesquisa e na prática docente, a fim de contribuir para o processo contínuo de construção do conhecimento na área de atuação;

g) exercer sua prática docente de maneira reflexiva para a (re)construção de saberes na sala de aula de Língua Espanhola;

h) usar de elementos didáticos e procedimentos metodológicos que permitam transformar conteúdos teóricos em objeto de ensino;

i) fazer uso efetivo de tecnologias de informação e comunicação (TICs) na prática docente;

j) promover a educação inclusiva através do respeito às diferenças, reconhecendo e valorizando a diversidade étnico-racial, de gênero, sexual, religiosa, de faixa geracional, entre outras.

Área de Atuação:

Conforme a LDBEN (1996; 2013) e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial e Continuada em Nível Superior de Profissionais do Magistério para a Educação Básica (Resolução CNE/CP nº 02/2015 e Parecer CNE/CP nº 01/2015), o(a) profissional formado(a) em curso de Licenciatura em nível superior deverá ser capaz de atuar na educação infantil, no ensino fundamental e no ensino médio e nas seguintes modalidades de educação (Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial, Educação Profissional e Tecnológica, Educação do Campo, Educação Escolar Indígena, Educação a Distância e Educação Escolar Quilombola) (Art 2º.).

Competências e Habilidades do Profissional:

      O graduado em Letras-Espanhol deverá demonstrar as seguintes competências e habilidades:

a) uso efetivo da Língua Espanhola através de diferentes gêneros textuais adequados às diversas esferas discursivas;

b) reflexão analítica e crítica sobre a linguagem como atividade cognitiva, sociohistórica, cultural, estética, política e ideológica;

c) visão crítica das perspectivas teóricas adotadas nas investigações linguísticas e literárias, que fundamentam a formação profissional;

d) mobilização constante de saberes para uma atualização profissional contínua;

e) construção de relações entre diferentes contextos interculturais e seus desdobramentos no ensino de Língua Espanhola e de suas literaturas;

f) inserção das tecnologias de informação e comunicação (TICs) na prática pedagógica;

g) adequação didática dos conteúdos adquiridos durante a formação à Educação Básica;

h) compreensão dos processos de ensino e aprendizagem nas dimensões neurológica, cognitiva, sociointerativa e afetiva.

Metodologia:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Sistema de Gestão do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Avaliação do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Projeto Político Pedagógico:
Baixar Arquivo

SIGAA | STI - Superintendência de Tecnologia da Informação da UFPB / Cooperação UFRN - Copyright © 2006-2020 | producao_sigaa-2.sigaa-2 | v20200629191053-master