UFPB › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas João Pessoa, 16 de Setembro de 2021

BIOMEDICINA (BACHARELADO)/CCS - João Pessoa(João Pessoa)

 

curso  Nível  Graduação

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE (CCS) - CCS

Projeto Político Pedagógico


Perfil Profissional:

O Bacharel em Biomedicina deverá apresentar o seguinte perfil profissional:

       O Biomédico é um profissional dotado de conhecimentos e habilidades que lhes possibilitam comunicação, liderança, gestão administrativa, atenção à saúde em todos os seus níveis, educação permanente, podendo intervir para a transformação da realidade em benefício da coletividade, utilizando o rigor científico e intelectual.
      Neste aspecto, o profissional biomédico está preparado para: atuar em programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o; atuar multiprofissionalmente, interdisciplinamente e transdisciplinamente com extrema produtividade na promoção da saúde baseado na convicção cientifica, de cidadania e de ética; reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e continuo de ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos em todos os níveis de complexidade do sistema; emitir laudos, pareceres, atestados e relatórios técnico-científicos-administrativos; conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos; atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de produtos biotecnológicos, de hemocomponentes e hemoderivados, incluindo a realização, interpretação de exames e responsabilidade técnica de serviços de hemoterapia; realizar analises físico-químicas e microbiológicas para o saneamento do meio ambiente, como as análises de água, ar e esgoto; contribuir para a manutenção da saúde, bem –estar e qualidade de vida das pessoas, famílias e comunidade, considerando aspectos éticos, políticos, sociais, econômicos, ambientais e biológicos; gerenciar laboratórios clínicos, toxicológicos e bromotológicos; assimilar as constantes mudanças conceituais e evolução tecnológica apresentadas no contexto mundial; atuar na seleção, desenvolvimento e controle de qualidade de metodologias, de reativos, reagentes e equipamentos; ser dotado de espírito crítico e responsabilidade que lhe permita uma atuação profissional consciente, dirigida para a melhoria da qualidade de vida da população humana; avaliar e responder com senso crítico as informações que estão sendo oferecidas durante a graduação e novo exercício profissional; exerce além das atividades técnicas pertinentes a profissão, o papel de educador, gerando e transmitindo novos conhecimentos para a formação de novos profissionais e para a sociedade como um todo.

Área de Atuação:

          De acordo com o Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), órgão que regulamenta a profissão do Biomédico, ao final do curso de bacharelado em Biomedicina, o discente egresso pode atuar em todos os níveis de atenção à saúde. Entre os campos de atuação profissional estão:


1. Análises clínicas, cuja competência é de executar a coleta e análise de materiais, o processamento de sangue, urina ou outros fluidos biológicos, suas sorologias, exames pré-transfussionais, incluindo a análise de biologia molecular, sua interpretação, emissão e assinatura de laudos assumindo a responsabilidade técnica, assessorias e direção destas atividades, atuando em clínicas, hospitais e centros diagnósticos;
2. Citologia oncótica, exercendo coleta de material cérvico vaginal, exceto a coleta de material por meio da técnica de Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina (PAAF), e sua interpretação, exame citológico de raspados, aspirados e biópsias de lesões e cavidades corpóreas por meio das técnicas de imunohistoquímica e imunocitoquímica, referente ao diagnóstico citológico, atuando também em clínicas, hospitais e centros diagnósticos;
3. Genética e biologia molecular, realizando a extração de ácidos nucleicos para fins de identificação e caracterização de paternidade e patógenos na pesquisa básica, aplicada e no diagnóstico clínico, com competência para realizar exames de citogenética humana e genética humana molecular, realizando cultura celular, preparações citológicas e análises, elaborando e firmando os respectivos laudos e transmitindo os resultados dos exames laboratoriais a outros profissionais, como consultor, ou diretamente aos pacientes, como aconselhador genético, atuando também em clínicas especializadas de reprodução, hospitais e centros diagnósticos;
4. Reprodução humana, encarregando-se da identificação e classificação oocitária e embrionária, da manipulação de gametas e pré-embriões, do processamento seminal e do espermograma, da criopreservação seminal, e do Hatching atuando em clínicas especializadas de reprodução, hospitais e centros diagnósticos;
5. Análises ambientais, responsável pelas análises físico-químicas e microbiológicas para o saneamento do meio ambiente, atuando em empresas públicas ou privadas com foco na
manutenção da qualidade do meio ambiente de forma que possa auxiliar na detecção de poluição do ar, água e solo, e consequentemente no tratamento da água e do esgoto;
6. Análises bromatológicas, encarregando-se das análises físico-químicas e microbiológicas para aferição da qualidade e contaminação de alimentos, desde a produção, coleta, transporte até o armazenamento, atuando em empresas do ramo alimentício ou emitindo laudos através de laboratórios especializados na análise de alimentos;
7. Banco de sangue, com a competência para executar o processamento de sangue e suas sorologias, realizar exames pré e pós transfusionais, processamento semi-industrial e industrial do sangue e correlatos, e realizar todos os procedimentos técnicos de banco de sangue, transfusão, infusão de sangue, hemocomponentes e hemoderivados, estocagem, distribuição e aplicação do sangue, à exceção do ato transfusional cuja responsabilidade técnica deve ficar a cargo de um médico especialista em hemoterapia e/ou hematologia, podendo ainda o Biomédico assumir chefias técnicas, assessorias e direção de unidades, atuando em hospitais , hemocentros e agências transfusionais;
8. Imagenologia, atuando em tomografia computadorizada, ressonância magnética, medicina nuclear, radioterapia e radiologia médica, excluída a interpretação de laudos, e novas tecnologias e aplicações que por ventura sejam aplicadas à área do diagnóstico por imagem e terapia, encarregando-se da operação de equipamentos, do desenvolvimento de novas técnicas e de protocolos de estudo, do gerenciamento de sistemas de armazenamento de imagens médicas de diagnóstico, atuando em clínicas, hospitais e centros diagnósticos;
9. Indústria, atuando em áreas químicas e biológicas na elaboração de soros, vacinas, reagentes, atuando também na indústria de equipamentos e serviços ligados à engenharia biomédica, bem como no campo da informática médica, exercendo atividades no produto final dos estudos realizados, seja o conteúdo de dados ou armazenamento das imagens adquiridas.
10. Biomedicina estética, por meio do uso de biotecnologias e de procedimentos invasivos não-cirúrgicos como carboxiterapia, intradermoterapia capilar, corporal e facial, preenchimentos injetáveis e toxina botulínica, atuando em clínicas estéticas;
11. Acupuntura, por meio das técnicas de aplicação de agulhas seguindo a medicina tradicional chinesa, atuando em clínicas e hospitais; e
12. Docência, nas áreas contempladas pela formação atuando tanto no ensino superior quanto no ensino básico e tecnológico.
13. Pesquisa, com a formação na área da saúde, o profissional Biomédico pode realizar pesquisas na área básica ou aplicada.
É importante destacar que estão contempladas 35 áreas de atuação do Biomédico sendo: Patologia Clínica (Análises Clínicas), Biofísica, Parasitologia, Microbiologia, Imunologia,
Hematologia, Bioquímica, Banco de Sangue, Virologia, Fisiologia, Fisiologia Geral, Fisiologia Humana, Saúde Pública, Radiologia, Imagenologia, (excluindo interpretação), Análises Bromatológicas, Microbiologia de Alimentos, Histologia Humana, Patologia, Citologia Oncótica, Análise Ambiental, Acupuntura, Genética, Embriologia, Reprodução Humana, Biologia Molecular, Farmacologia, Psicobiologia, Informática de Saúde, Histotecnologia Clínica / Anatomia Patológica, Toxicologia, Perfusão Extracorpórea, Sanitarista, Auditoria e Biomedicina Estética.
Para isso, o curso de Bacharelado em Biomedicina da UFPB almeja uma formação sólida e diversa nas disciplinas básicas de tal forma que fomente o desenvolvimento das disciplinas aplicadas nas áreas de atuação já consolidadas bem como nas áreas em consolidação.
É importante destacar que experiências profissionais durante a graduação serão priorizadas pelas observações e execuções de atividades práticas. Neste contexto, a inserção no Núcleo de Medicina Tropical (NUMETROP) pode demonstrar um importante campo de atuação do Biomédico com relevância à saúde pública e consequentemente à sociedade. O curso de Bacharelado em Biomedicina tem o Hospital Universitário Lauro Wanderley como hospital escola, no qual poderão ser desenvolvidas as atividades acadêmicas com o objetivo da fundamentação teórico-prático para a profissionalização dos alunos egressos.

Competências e Habilidades do Profissional:

I - respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;
II - atuar em todos os níveis de atenção à saúde, integrando-se em programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o;
III - atuar multiprofissionalmente, interdisciplinarmente e transdisciplinarmente com extrema produtividade na promoção da saúde baseado na convicção científica, de cidadania e de ética;
IV - reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços
preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;
V - contribuir para a manutenção da saúde, bem estar e qualidade de vida das pessoas, famílias e comunidade, considerando suas circunstâncias éticas, políticas, sociais, econômicas, ambientais e biológicas;
VI - exercer sua profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;
VII - emitir laudos, pareceres, atestados e relatórios;
VIII - conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;
IX - realizar, interpretar, emitir laudos e pareceres e responsabilizar-se tecnicamente por análises clínico-laboratoriais, incluindo os exames hematológicos, citológicos, citopatológicos e histoquímicos, biologia molecular, bem como análises toxicológicas, dentro dos padrões de qualidade e normas de segurança;
X - realizar procedimentos relacionados à coleta de material para fins de análises laboratoriais e toxicológicas;
XI - atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de produtos obtidos por biotecnologia;
XII - realizar análises fisico-químicas e microbiológicas de interesse para o saneamento do meio ambiente, incluídas as análises de água, ar e esgoto;
XIII - atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de hemocomponentes e hemoderivados, incluindo realização, interpretação de exames e responsabilidade técnica de serviços de hemoterapia;
XIV - exercer atenção individual e coletiva na área das análises clínicas e toxicológicas;
XV - gerenciar laboratórios de análises clínicas e toxicológicas;
XVI - atuar na seleção, desenvolvimento e controle de qualidade de metodologias, de reativos, reagentes e equipamentos;
XVII - assimilar as constantes mudanças conceituais e evolução tecnológica apresentadas no contexto mundial;
XVIII - avaliar e responder com senso crítico as informações que estão sendo oferecidas durante a graduação e no exercício profissional;
XIX - formar um raciocínio dinâmico, rápido e preciso na solução de problemas dentro de cada uma de suas habilitações específicas;
XX - ser dotado de espírito crítico e responsabilidade que lhe permita uma atuação profissional consciente, dirigida para a melhoria da qualidade de vida da população humana;
XXI - exercer, além das atividades técnicas pertinentes a profissão, o papel de educador, gerando e transmitindo novos conhecimentos para a formação de novos profissionais e para a sociedade como um todo.
Neste contexto, a formação do Biomédico deverá atender ao sistema de saúde vigente no país, a atenção integral da saúde no sistema regionalizado e hierarquizado de referência e contra referência e o trabalho em equipe.

Metodologia:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Sistema de Gestão do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Avaliação do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Projeto Político Pedagógico:
Baixar Arquivo

SIGAA | STI - Superintendência de Tecnologia da Informação da UFPB / Cooperação UFRN - Copyright © 2006-2021 | producao_sigaa-5.sigaa-5 | v20210908062135-master