PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA (PPGE)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Phone:
83 3216-7482
http://www.ufpb.br/pos/ccsa/ppge

Dissertations/Thesis


Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPB

2019
Description
  • ANDREA FERREIRA DA SILVA
  • Ensaios sobre Economia Aplicada: Doações eleitorais e compras públicas e análise de políticas afirmativas e reprovação no Ensino Superior
  • Advisor : ALESSIO TONY CAVALCANTI DE ALMEIDA
  • Data: Sep 6, 2019
  • Show Summary
  • Esta tese e composta por tres ensaios nao relacionados em microeconomia aplicada. O primeiro avalia o impacto de doacoes eleitorais sobre um possivel favorecimento em compras publicas. Foram utilizados dados longitudinais de empresas e prestadores de servicos para as gestoes municipais da Paraiba durante o periodo de 2004 a 2016, cuja as estimativas de impacto sobre os valores de contratos foram realizadas a partir do estimador de diferencas em diferencas, com controle para a heterogeneidade especifica das empresas e prestadores de servicos com recortes amostrais para corrigir o vies de autosselecao. Os resultados centrais da pesquisa validam a hipotese que os financiamentos de campanhas politicas por agentes privados geram um retorno para os doadores de candidatos eleitos, em media, de 42% nos valores contratados, sendo essa taxa de retorno maior para as empresas do que para prestadores de servicos. Por sua vez, o segundo ensaio avalia os efeitos de uma acao afirmativa de reserva de vagas no ensino superior sobre indicadores educacionais de abandono e desempenho academico. Para tanto, utilizou-se informacoes dos estudantes que ingressaram na Universidade Federal da Paraiba (UFPB), nos anos de 2010 e 2011. A metodologia adotada consistiu em duas etapas: (i) primeiramente, foram adotadas tres tecnicas de pareamento, Propensity Score Matching (PSM), Mahalanobis Distance Matching (MDM) e Classification Tree Analysis (CTA), para avaliar os efeitos da intervencao sobre o desempenho, captado pelo coeficiente de rendimento academico (CRA) relativo; (ii) em seguida, fez-se uso de dados longitudinais dos estudantes, contemplando os anos de 2011 ate 2018, para estimar modelos de duracao de risco proporcional de Cox, ponderado pelo PSM, a fim de avaliar o efeito do aluno ser cotista sobre a probabilidade de sobrevivencia na UFPB. Os resultados apontam que a existencia do sistema de cotas reduziu o nivel de desempenho dos discentes, independente do modelo de pareamento empregado, principalmente na distribuicao que capta as melhores medias do CRA relativo. Ja a estimacao do modelo survival analysis aponta que a probabilidade de sobrevida dos alunos nao cotistas e inferior aos dos alunos cotistas, o que permite concluir que estes ultimos tendem a persistir mais no ensino superior. Por fim, o terceiro ensaio propoe identificar o risco de reprovacao de discentes do ensino superior usando algoritmos de Machine Learning (ML). Com base nos registros administrativos e academicos da UFPB e da Plataforma Lattes, para o periodo de 2010 a 2016 da disciplina de calculo diferencial e integral I, foi verificado que os modelos com a melhor performance de previsao foram Penalized Methods Lasso e Regressao Logistica. A partir da modelagem sobre os dados de treinamento (2010 a 2014), os resultados encontrados explicitam que, das 1.532 observacoes que compoem um novo conjunto de dados (2015 e 2016), a frequencia dos alunos com status (reprovados e aprovados) previstos corretamente pela Accuracy foi de 67%, em ambos os modelos. Por sua vez, 72,5% dos discentes foram previstos corretamente como reprovados (Sensitivity). Esses achados ratificam que os algoritmos de ML podem ser instrumentos viaveis para auxiliar acoes pedagogicas e gerenciais preventivas que visem a reducao dos indices de reprovacoes no ensino superior.
  • BRUNO FELIPE LENIN SOUZA BEZERRA
  • Análise dos Efeitos dos Choques de Petróleo nas Variáveis Macroeconômicas da América-Latina: Uma abordagem PVAR e GVAR para Amostras de Países Exportadores e Importadores de Petróleo.
  • Advisor : CASSIO DA NOBREGA BESARRIA
  • Data: Aug 30, 2019
  • Show Summary
  • Esta dissertacao investiga os impactos causados pelos choques de petroleo sobre a economia dos paises latino-americanos durante o periodo de 2000 ate 2016, utilizando uma base trimestral. Os choques do petroleo foram separados em 4 tipos de choques distintos: choque de oferta, relacionado a producao do petroleo; choque de demanda global; choque de demanda especifica e; choque especulativo, atrelado aos estoques de petroleo. As variaveis macroeconomicas utilizadas no modelo foram o produto interno bruto real, a taxa de juros de curto prazo, o indice geral de precos e a taxa de cambio real. Afim de detectar resultados distintos entre os paises da america-latina, dado um determinado choque de petroleo, os paises foram separados entre exportadores (Brasil, Mexico e Colombia) e paises importadores (Argentina, Chile e Peru), para tanto foi utilizado o modelo Var Painel para a agregacao desses paises. Para a deteccao dos efeitos individuais dos choques, foi utilizado a modelagem Var Global, onde pode-se visualizar a trajetoria das variaveis macroeconomicas de cada pais, com intuito de dar robustez aos resultados encontrados no Var Painel. Os resultados indicaram que os paises exportadores estao mais vulneraveis aos choques de petroleo do que os paises importadores, alem disso, no modelo GVAR, os paises latino-americanos respondem mais a um choque de demanda, seja o choque de demanda global ou o choque de demanda especifica, enquanto que o modelo Var Painel identificou que, ao se analisar os paises em conjunto, os choques de oferta e especulativo tambem sao sentidos por exportadores e importadores.
  • BRENO DA SILVA ARAUJO PEREIRA
  • Reforma previdenciária em um modelo de gerações sobrepostas com habilidades heterogêneas
  • Advisor : CASSIO DA NOBREGA BESARRIA
  • Data: Feb 27, 2019
  • Show Summary
  • Esta pesquisa tem como foco analisar os impactos de reformas previdenciarias em variaveis macroeconomicas como o consumo, o beneficio previdenciario, o saldo do sistema previdenciario e o nivel de bem-estar dos individuos. Utilizando, para tal, um modelo de geracoes sobrepostas com duas geracoes ativas e uma de aposentados, com caracteristicas da economia brasileira. Contribuindo com a literatura nacional ao implementar individuos com habilidades heterogeneas e que alocam uma parte do tempo no desenvolvimento de capital humano. Dentre os resultados obtidos, destaca-se que mudancas parametricas no sistema de reparticao nao sao suficientes para resolver o deficit previdenciario, enquanto que a mudanca para o sistema de capitalizacao e responsavel por neutralizar o saldo previdenciario, entretanto, ao analisar o nivel de bem-estar, foi encontrado que a mudanca para o sistema de capitalizacao resulta em maior perda de bem-estar do que reformas parametricas da regra previdenciaria, de modo que, individuos como menor nivel de habilidade sao mais impactados por estas reformas.
  • CAIO OLIVEIRA AZEVEDO
  • Efeitos da Rotatividade de Treinadores sobre o Desempenho das Equipes de Futebol no Brasil
  • Advisor : ALESSIO TONY CAVALCANTI DE ALMEIDA
  • Data: Feb 27, 2019
  • Show Summary
  • Este trabalho objetiva avaliar os efeitos das mudancas de treinador sobre o desempenho de equipes da primeira divisao do Campeonato Brasileiro de Futebol, durante nove temporadas (2009 a 2017). Para tanto, foram combinados metodos de pareamento com estimadores de diferencas em diferencas como estrategia empirica para avaliacao da rotatividade gerencial, considerando indicadores de desempenho com diferentes graus de maturacao. A partir das estimativas obtidas, foram percebidas melhora em varias medidas de desempenho apos a substituicao de treinador, considerando o jogo seguinte a mudanca (curtissimo prazo). No entanto, esse efeito acaba sendo estatisticamente nao significativo, quando analisado sobre uma maior maturidade de tempo, ou sobre uma maior quantidade de jogos apos a mudanca. Dessa forma, verifica-se que a mudanca de treinador nao se mostra uma estrategia efetiva de melhoria de resultado, visto nao ser capaz de alterar de forma substantiva os indicadores de performance do clube no campeonato nacional.
  • FERNANDA BRAGA TAVARES
  • TRÊS ENSAIOS SOBRE ECONOMIA DA SAÚDE
  • Advisor : MARIA DA CONCEICAO SAMPAIO DE SOUSA
  • Data: Feb 26, 2019
  • Show Summary
  • Essa tese e composta por tres ensaios sobre economia da saude. O primeiro ensaio, procurou analisar os determinantes da escolha da nova classe media brasileira, sem plano de saude, pelos servicos de consultorios particulares/clinicas privadas, a partir da base de dados da Pesquisa Nacional de Saude (PNS, 2013). De uma forma geral, os resultados indicaram o perfil de tais individuos: pertencem a familias menores, escolhem os servicos privados de saude se o atendimento e encontrado na mesma cidade em que residem, ja receberam o diagnostico de alguma doenca cronica, sao casados, brancos, alem de fazerem tal escolha quanto maior o nivel de escolaridade, melhor a autopercepcao do estado de saude e melhor a qualidade em relacao a estrutura e ao atendimento medico. Os testes de robustez indicam o tempo de espera e de duracao da consulta como primordiais na determinacao desta demanda. Alem disso, a analise da variancia residual apontou para uma menor variabilidade no tempo de espera e uma variabilidade de cerca de 0,32% menor para o grupo de individuos que reside na mesma cidade em que e feito o atendimento, indicando uma menor heterogeneidade na escolha. Fazendo uso da mesma base de dados, o segundo ensaio verificou os determinantes da autopercepcao de saude em presenca de heterocedasticidade. A partir do Modelo Linear Generalizado Ordinal, sugere-se que a variabilidade residual na autopercepcao de saude diferiu por diagnostico de doenca cronica, por uso de cigarro, acesso a plano de saude, exposicao a violencia, de acordo com a idade e por condicao de ocupacao, em que as analises das variancias residuais indicam que a maior presenca de heterogeneidade se encontra entre os individuos que ja sofreram violencia, fumam e que ja receberam diagnostico de alguma doenca cronica, em relacao a seus opostos, respectivamente. Ja os individuos que tem acesso a um plano de saude sao menos heterogeneos do que o grupo que nao tem. Ainda fazendo uso da PNS, com base em analises descritivas e econometricas, o terceiro ensaio visou avaliar o impacto da depressao sobre a autopercepcao de saude do individuo, em presenca de heterocedasticidade e verificando o impacto das variaveis explicativas dentro de cada grupo (depressivos e nao depressivos). A maioria das variaveis que foram significantes em ambos os modelos geram maior impacto sobre a percepcao de saude dos individuos diagnosticados com depressao relativamente aos que nunca foram diagnosticados. Destaca-se que alem dos desocupados depressivos terem uma maior probabilidade de perceberem a saude pior que os que estao ocupados, aquele grupo tambem e mais heterogeneo, apresentando uma maior variabilidade na autopercepcao do estado de saude.
2018
Description
  • LUCAS LUCIO GODEIRO
  • Ensaios sobre Modelos de Previsão Econômica
  • Data: Dec 12, 2018
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta tese compreende 3 capitulos sobre o tema Modelos de Previsao Economica. Abaixo seguem os resumos individuais de cada capitulo. Capitulo 1: Medindo Incerteza Macroeconomica para o Brasil Este capitulo propoe uma nova medida de incerteza macroeconomica para o Brasil. O indice foi construido com base na metodologia de Jurado et al. (2015), utilizada na construcao do indice para a economia americana. Mostramos que o aumento no nivel de incerteza precede as duas ultimas recessoes no Brasil e que a mudanca na politica macroeconomica ocorrida em 2010-2011, elevou de forma substancial o nivel de incerteza na economia brasileira. Nosso trabalho sugere que a medida proposta de incerteza possui potencial para analisar politicas macroeconomicas e prever recessoes. Capitulo 2: Identificando o Poder Preditivo das Minutas do FED Este capitulo propoe um novo metodo para extrair as informacoes mais preditivas das minutas do FED. Em vez de considerar um dicionario (conjunto de palavras) com um conteudo fixo, construimos um dicionario cujo conteudo pode mudar com o tempo. Especificamente, utilizamos o aprendizado de maquina(Machine Learning) para identificar as palavras mais preditivas (o conteudo mais preditivo) de uma determinada minuta e usa-las para derivar novos preditores. Mostramos que os novos preditores melhoram a acuracia da previsao do crescimento do Produto por uma margem estatisticamente significativa, sugerindo que a combinacao de aprendizado de maquina e regressao de texto(Text Regression) pode ser interpretada como um dispositivo poderoso para a previsao macroeconomica fora da amostra. Capitulo 3: Previsao do Premio de Risco:Identificando o Poder Preditivo das Noticias Financeiras Este capitulo propoe um novo metodo para extrair as informacoes mais preditivas das noticias financeiras do Wall Street Journal e do The New York times. Em vez de considerar um dicionario (conjunto de palavras) com um conteudo fixo, construimos um dicionario cujo conteudo pode mudar com o tempo. Especificamente, utilizamos o aprendizado de maquina(Machine Learning) para identificar as raizes de palavras/termos mais preditivos (o conteudo mais preditivo) de uma determinada noticia e usa-las para derivar novos preditores. Mostramos que os novos preditores melhoram a acuracia da previsao do premio de risco por uma margem estatisticamente significativa. Tambem encontramos que as noticias aumentam a utilidade e os ganhos financeiros para um investidor com funcao utilidade media-variancia
  • RENNAN KERTLLY DE MEDEIROS
  • Mudanças nas preferências do Banco Central: um estudo empírico para o Brasil.
  • Data: Aug 30, 2018
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Nos usamos um modelo de otimizacao intertemporal do banco central, restrito a um modelo macroeconomico com expectativas backward-looking, para estimar as preferencias capturadas pelo parametro variando no tempo que considera o peso dado a inflacao em relacao ao hiato do produto. Nossos resultados indicam que houve instabilidade nas preferencias do banco central ao longo do tempo, com flutuacoes apos posses de presidentes do BCB e durante a crise internacional de 2008. A serie de preferencia estimada foi utilizada para avaliar as regras monetarias otimas de curto e longo prazos.
  • BARBARA CORREIA TEIXEIRA
  • Um estudo sobre a ilusão fiscal para os Estados brasileiros
  • Advisor : JEVUKS MATHEUS DE ARAUJO
  • Data: Jul 26, 2018
  • Show Summary
  • Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, Almicare Puviani, em 1903, citou o termo ilusao fiscal pela primeira vez, desde entao, apesar dos apesar dos apesar dos apesar dos apesar dos apesar dos apesar dos apesar dos apesar dos diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema diversos trabalhos desenvolvidos sobre o assunto, a definicao do tema nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal nao e consensual entre os autores, entretanto, toda vez que o termo ilusao fiscal citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os citado, esta se referindo a uma consequencia da assimetria de informacao entre os contribuintes e o go contribuintes e o gocontribuintes e o go contribuintes e o gocontribuintes e o gocontribuintes e o go contribuintes e o go contribuintes e o go contribuintes e o gocontribuintes e o go contribuintes e o go contribuintes e o governo.verno.verno. verno.
  • ALLYNE DE ALMEIDA FERREIRA
  • ENSAIOS SOBRE A ROTATIVIDADE DOS TRABALHADORES SOB A ÓTICA DO TRABALHADOR, DA EMPRESA E DO GOVERNO
  • Advisor : PAULO AGUIAR DO MONTE
  • Data: Feb 28, 2018
  • Show Summary
  • Essa tese e composta por tres ensaios sobre a rotatividade dos trabalhadores no mercado de trabalho brasileiro. O primeiro ensaio, sob a otica do trabalhador, procurou analisar se a mudanca de emprego dos trabalhadores trouxe ganhos/beneficios em termos salariais para os trabalhadores do mercado de trabalho formal da Regiao Metropolitana de Recife (RMR), durante o periodo de 2010 a 2015, a partir da base de dados da RAIS divulgada pelo Ministerio do Trabalho e Emprego. Mediante as metodologias econometricas (Nopo, CFM e RIF-regression), foram encontrados dois resultados diferentes, quando os trabalhadores rotativos voluntarios (por decisao do trabalhador) sao comparados com os trabalhadores nao rotativos e quando os trabalhadores rotativos involuntarios (por decisao da empresa) sao comparados com os trabalhadores nao rotativos. De uma forma geral, os resultados indicaram que os trabalhadores rotativos voluntarios (por decisao do trabalhador) obtiveram ganhos salariais, enquanto os trabalhadores rotativos involuntarios (por decisao da empresa) tiveram perdas salariais, em relacao aos trabalhadores nao rotativos. Ademais, a decomposicao do diferencial total de salarios dos trabalhadores rotativos e nao rotativos foi devida principalmente ao efeito dos coeficientes (retorno das caracteristicas consideradas). O segundo ensaio, sob a otica da empresa, procurou analisar o impacto da rotatividade dos trabalhadores sobre a produtividade das empresas para o setor secundario da Regiao Metropolitana de Sao Paulo, utilizando-se de dados da RAIS de 2014, divulgada pelo Ministerio do Trabalho e Emprego. A partir do uso de metodos de regressoes lineares e de pareamento por escore de propensao binario, os resultados indicaram um impacto negativo da rotatividade dos empregados sobre a produtividade das empresas do setor industrial. No entanto, os resultados do metodo do pareamento por escore de propensao generalizado apontaram para uma relacao nao linear e nao totalmente negativa entre a rotatividade dos trabalhadores e a produtividade das empresas, sugerindo uma relacao em formato de “u” entre as variaveis, sendo inicialmente negativa, apresentando um ponto de minimo, e em seguida positiva. Logo, a rotatividade alem de ocasionar prejuizos, pode tambem trazer ganhos de produtividade a algumas empresas. O terceiro ensaio, sob a otica do Governo, buscou avaliar se a alteracao da multa do FGTS (Lei Complementar 110/2001) de 40% para 50% aplicada para os trabalhadores demitidos sem justa causa em 2002 modificou os desligamentos dos trabalhadores no mercado de trabalho formal da Regiao Metropolitana de Recife, utilizando-se de dados da RAIS de 2001 e 2002, divulgada pelo Ministerio do Trabalho e Emprego. Com base em analises descritivas e econometricas atraves dos metodos de dados em painel, modelo linear generalizado e equacao de estimativa generalizada (generalized estimating equation - GEE), os resultados sugerem que a implementacao da Lei Complementar 110/2001 nao contribuiu para a diminuicao nas demissoes sem justa causa, indicando assim que a dinamica do mercado de trabalho (demissao/contratacao) e um fenomeno conjuntural influenciado pela trajetoria da economia.
  • MILENA PEREIRA DE MENDONÇA
  • Trabalho Infantil e Pronaf: Evidências do Paradoxo da Riqueza no Brasil Rural
  • Advisor : SHIRLEY PEREIRA DE MESQUITA
  • Data: Feb 27, 2018
  • Show Summary
  • Essa dissertacao investiga a relacao do trabalho infantil rural do Brasil com a riqueza familiar, sendo esta determinada pelo numero de contratos de credito obtidos pelo Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). Dessa forma, a analise desta relacao permitiu inferir que o numero de horas trabalhadas pelas criancas aumentou quando a riqueza da familia esteve atrelada a atividade produtiva, apontando para evidencias da hipotese do "paradoxo da riqueza” no Brasil rural. O metodo utilizado de Regressao para dados de contagem, proposto por Silva et al (2013) e dados do Censo demografico 2010.
  • DIEGO PITTA DE JESUS
  • POLÍTICA MONETÁRIA SOB RESTRIÇÃO FISCAL: TRATANDO O CASO BRASILEIRO
  • Data: Feb 23, 2018
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O proposito deste trabalho e analisar os efeitos dos choques de politica monetaria sob restricao fiscal. Para isso, foi desenvolvido um modelo DSGE calibrado para a economia brasileira que inclui restricoes no gasto do governo agregado e desagregado (consumo do governo, transferencias sociais e subsidio imobiliario). Alem disso, foram realizadas simulacoes que levaram em consideracao a Emenda Constitucional no 95/2016 (EC 95) e outras duas regras fiscais alternativas. Os resultados indicaram que quanto mais austera for a politica fiscal menor sera a resposta da divida publica as elevacoes da taxa de juros. Alem disso, os exercicios que levaram em consideracao a EC 95 mostraram que essa possui resultados piores, do ponto de vista de resposta de variaveis fiscais aos choques monetarios, que as demais regras. Por outro lado, a EC 95 gerou um maior nivel de bem-estar agregado, para o mesmo choque, quando comparada com as outras regras fiscais.
  • VINÍCIUS PHILLIPE DE ALBUQUERQUEMELLO
  • Mercado imobiliário, crédito e o Ciclo Real de Negócios: evidências a partir de um modelo DSGE para economia estadunidense
  • Data: Feb 22, 2018
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho tem o proposito de investigar os efeitos de friccoes financeiras sobre o mercado de imoveis brasileiro. Para responder o citado objetivo, sera construido um modelo de Equilibrio Geral Dinamico Estocastico (DSGE) contendo familias pacientes detentores de moradia, impacientes que podem ou nao ter habitacao, locatarias, firmas, bancos e Banco Central. Nesse sistema economico, serao modelados os principais tipos de emprestimos concedidos no Brasil (imobiliario e para consumo) e suas restricoes. com o intuito de dar mais realidade ao mercado de credito. E esperado que mudancas na taxa de cobertura de capital exigida para concessao de emprestimos (Loan-to-value ou LTV), por exemplo, gera variacoes na restricao orcamentaria dos agentes, consequentemente, forcando a substituicao entre consumo e ativos imobiliarios.
  • MARIA EDUARDA DE LIMA E SILVA
  • ENSAIOS SOBRE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA FARMÁCIA POPULAR DO BRASIL: EQUIDADE E SOBREVIVÊNCIA EMPRESARIAL
  • Data: Feb 8, 2018
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • A presente dissertacao e composta por dois ensaios que objetivam avaliar o Programa Farmacia Popular do Brasil (PFPB), destinados ao tratamento farmacologico de doencas cronicas nao transmissiveis (DCNT) de elevada prevalencia entre a populacao brasileira, como hipertensao e diabetes. O primeiro ensaio analisa a alocacao regional dos recursos do PFPB e do Componente Basico da Assistencia Farmaceutica (CBAF), considerando a disponibilidade relativa do programa e as necessidades potenciais da regiao. A abordagem utilizada foi Analise Envoltoria de Dados Multipla e os dados da Pesquisa Nacional de Saude e da base administrativa e financeira do Programa e da Sala de Apoio a Gestao Estrategica do Ministerio da Saude. Os resultados demonstram uma desigualdade regional de acesso a medicamentos no pais, visto que as regioes com maior cobertura do PFPB sao as localidades mais ricas. A comparacao entre a distribuicao dos recursos destinados ao Programa e ao CBAF evidenciam a priorizacao do PFPB em detrimento da assistencia farmaceutica convencional do SUS. Por sua vez, o segundo ensaio avalia o efeito do programa Aqui tem Farmacia Popular sobre a probabilidade de sobrevivencia empresarial das farmacias e drogarias. Para tanto, foram usados dados de 2004 a 2014 de todos os estabelecimentos formais do setor e abordagem de analise de sobrevivencia por meio do modelo de risco proporcional de Cox. Os resultados demonstram uma associacao positiva entre o acrescimo de sobrevida dos estabelecimentos farmaceuticos e a participacao no Programa. De forma que, em media, a adesao ao Programa reduz em 53,3% o risco de morte das farmacias, sendo os estabelecimentos de pequeno porte, os mais beneficiados. Ademais, a estimacao da taxa de sobrevida por regiao demonstra a estabilidade dos efeitos encontrados.
2017
Description
  • VINICIUS BARBOSA GODINHO
  • BALANÇA COMERCIAL DO ESTADO DA PARAÍBA: ANÁLISE PARA OS ANOS DE 2007 A 2016
  • Advisor : PAULO FERNANDO DE MOURA BEZERRA CAVALCANTI FILHO
  • Data: Aug 31, 2017
  • Show Summary
  • O objetivo principal desse estudo e o de detalhar e discutir a evolucao da Balanca Comercial do Estado da Paraiba entre os anos de 2007 e 2016, desse modo, especificar e dimensionar a participacao dos setores desagregados por natureza de atividade economica. Como era esperado, a balanca comercial apresentou-se deficitaria ao longo do periodo analisado. A proporcao do deficit comercial paraibano pelo PIB estadual oscilou, de 2007 a 2010, entre 16,77% e 21,06%. Em 2012, observou-se, a menor proporcao relativa do deficit pelo PIB, essa foi igual a 13,45%. Entretanto, em 2013 e 2014, essa proporcao subiu para o patamar de 20%, atingindo 22,84% em 2014. Analisando a origem e destino, por municipios da Paraiba, das exportacoes e importacoes confirmou a concentracao desses fluxos em poucas regioes do estado. Cerca de 85% das compras, e quase 90% das vendas, de bens e servicos sao realizadas pelos municipios da Mata Paraibana e por Campina Grande. Pelo lado das entradas, ao longo dos dez anos, mais de 30\% dessa pauta foi ocupada por atividades comerciais. Ja pelo lado das saidas, mais de 40% das vendas do estado foram relacionadas a atividades da industria de transformacao. Porem, 60\% dessas ultimas atividades foram relacionadas com a industria de couro e calcados mais a textil. Conjuntamente, a regiao Nordeste e Sudeste, representaram cerca de 70% da origem das importacoes totais. Pelo lado das exportacoes, o Nordeste e o Sudeste foram destino de, respectivamente, cerca de 50% e 30% dessa pauta. Olhando os parceiros comerciais por unidades federativas, pode-se perceber o destaque do estado pernambucano, este foi responsavel por cerca de 25% do total das compras e vendas da Paraiba. Especificamente para os APL's de Couro e Calcados, a origem das importacoes foram, em grande peso, do estado de Sao Paulo, apenas o arranjo Campinense apresentou uma participacao consideravel de Pernambuco nas entradas. Pelo lados das exportacoes, o arranjo de Joao Pessoa e de Campina Grande apresentaram uma ligacao maior com os estados do Sudeste, com destaque para Sao Paulo e Minas Gerais, ja o arranjo de Patos teve a maioria dos destinos das saidas os estados do Norte e Nordeste, com destaque para o Para. Desse modo, quanto a especializacao produtiva e a distribuicao espacial das relacoes comerciais paraibanas, as conclusoes principais desse estudo foram de que essas demonstram uma baixa diversificacao, tanto produtiva, como geografica da economia estadual .
  • CELINA SANTOS DE OLIVEIRA
  • ENSAIOS EM ECONOMIA INTERNACIONAL E MERCADO DE TRABALHO
  • Data: Jul 28, 2017
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo geral da presente tese e o de investigar como o acesso ao comercio internacional afeta alguns aspectos do mercado de trabalho brasileiro. De modo especifico, objetiva-se em primeiro lugar investigar empiricamente os determinantes da mobilidade ocupacional ascendente para o Brasil em um periodo entre 2003 e 2013, destacando o efeito do setor exportador sobre essa mobilidade em relacao aos seus custos, bem como, sobre a sua profundidade. Com os dados da RAIS e do SECEX aplicou-se o Logit e o Logit Ordenado como metodo econometrico para dois grupos amostrais, interfirmas e intrafirmas. Alem disso, com o intuito de minimizar o vies de selecao amostral sobre o matching dos trabalhadores com as firmas exportadoras, aplicou-se o metodo de Escores de Propensao balanceado por Entropia. Como resultado encontrou-se que o nivel mais alto de educacao, ser branco e um diferencial salarial positivo entre as ocupacoes, aumentam a probabilidade de um trabalhador mudar de ocupacao para um nivel maior. Enquanto a idade, ser homem e estar em uma regiao com migrantes estrangeiros altamente escolarizados reduzem essa probabilidade. Juntamente a isso, destaca-se o efeito positivo do ambiente exportador quando a mobilidade e acompanhada por uma mudanca de empregador e por reducoes nos custos dessa mobilidade quando na presenca do setor exportador. Isto ocorre, principalmente, se este trabalhador proveniente desse setor e atraido por uma empresa nao exportadora. Acrescenta-se ainda o efeito desse ambiente sobre a profundidade da mobilidade ocupacional. Em um segundo momento, pretende-se responder se ha diferencas na realizacao do matching com trabalhadores entre empresas exportadoras e nao exportadoras brasileiras. Utilizou-se tambem os mesmos dados fornecidos pela RAIS para um periodo apos a abertura comercial, entre 2003 e 2013. Partiu-se do modelo teorico de Bombardini, Orefce e Tito (2015) que considera a realizacao do matching em um ambiente com trabalhadores e firmas heterogeneos e com friccoes de busca no mercado de trabalho. Foi construido uma variavel de tipos de trabalhadores usando tres metodologias. A primeira utilizou a abordagem do modelo teorico que reduziu-se ao uso da variavel salario como proxy para tipos de trabalhadores e a segunda e terceira utiliza-se uma regressao salarial tradicional que foi estimada seguindo Guimaraes e Portugal (2010) e Zou (2006) com o Lasso Adaptativo. Em seguida, construiu-se as medidas de media e dispersao do tipo de trabalhadores a nivel de firma e, sobre estas, investigou-se o efeito dessas firmas estarem no setor exportador. Como resultado encontrou-se que as empresas exportadoras selecionam uma media mais alta de tipos de trabalhadores, ao mesmo tempo que esses tipos sao menos dispersos em relacao a essa media. Assim, os exportadores pagam salarios mais altos porque, entre outros fatores, empregam os melhores trabalhadores.
  • JOSE CARLOS ARAUJO AMARANTE
  • IMPACTOS DOS INCENTIVOS POLÍTICOS INSTITUCIONAIS SOBRE A MELHORIA DOS SERVIÇOS MUNICIPAIS: EVIDÊNCIAS A PARTIR DO PROCESSO DE REELEIÇÃO DOS PREFEITOS NO BRASIL.
  • Advisor : ALESSIO TONY CAVALCANTI DE ALMEIDA
  • Data: May 29, 2017
  • Show Summary
  • Esta dissertacao objetiva investigar os impactos dos incentivos politicos institucionais, captados pelo processo de reeleicao para prefeito, sobre o uso efetivo dos recursos publicos nos indicadores de cobertura e qualidade dos servicos de educacao e saude no Brasil. Tendo como base o modelo de construcao da reputacao, testa-se a hipotese de que o agente politico na tentativa de maximizar seu capital politico e, assim, aumentar as chances de permanencia em cargos eletivos tende, em um sistema de reeleicao, alinhar seus interesses as preferencias do eleitorado em detrimento de suas proprias preferencias. Usando o metodo de regression discontinuity design (RDD), fez-se a comparacao do desempenho dos prefeitos em primeiro mandato, durante a gestao 2009-2012, com os resultados dos prefeitos em segundo mandato em igual periodo. As evidencias encontradas indicam que prefeitos sob incentivos de reeleicao apresentam melhor desempenho nos indicadores educacionais, com destaque para o crescimento da cobertura da educacao infantil e, em menor magnitude, do indice de desenvolvimento da educacao basica dos anos iniciais do ensino fundamental. Por outro lado, na area da saude nao foram identificados resultados robustos que sugiram que prefeitos em primeiro mandato apresentem melhor desempenho frente aos que estao na segunda gestao.
  • JOSE CARLOS ARAUJO AMARANTE
  • IMPACTOS DOS INCENTIVOS POLÍTICOS INSTITUCIONAIS SOBRE A MELHORIA DOS SERVIÇOS MUNICIPAIS: EVIDÊNCIAS A PARTIR DO PROCESSO DE REELEIÇÃO DOS PREFEITOS NO BRASIL.
  • Advisor : ALESSIO TONY CAVALCANTI DE ALMEIDA
  • Data: May 22, 2017
  • Show Summary
  • Esta dissertacao objetiva investigar os impactos dos incentivos politicos institucionais, captados pelo processo de reeleicao para prefeito, sobre o uso efetivo dos recursos publicos nos indicadores de cobertura e qualidade dos servicos de educacao e saude no Brasil. Tendo como base o modelo de construcao da reputacao, testa-se a hipotese de que o agente politico na tentativa de maximizar seu capital politico e, assim, aumentar as chances de permanencia em cargos eletivos tende, em um sistema de reeleicao, alinhar seus interesses as preferencias do eleitorado em detrimento de suas proprias preferencias. Usando o metodo de regression discontinuity design (RDD), fez-se a comparacao do desempenho dos prefeitos em primeiro mandato, durante a gestao 2009-2012, com os resultados dos prefeitos em segundo mandato em igual periodo. As evidencias encontradas indicam que prefeitos sob incentivos de reeleicao apresentam melhor desempenho nos indicadores educacionais, com destaque para o crescimento da cobertura da educacao infantil e, em menor magnitude, do indice de desenvolvimento da educacao basica dos anos iniciais do ensino fundamental. Por outro lado, na area da saude nao foram identificados resultados robustos que sugiram que prefeitos em primeiro mandato apresentem melhor desempenho frente aos que estao na segunda gestao.
  • ALEXANDRE RODRIGUES LOURES
  • MODELOS EMPÍRICOS DE ECONOMIA INTERNACIONAL
  • Data: Apr 4, 2017
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho de tese aborda dois problemas relacionados a literatura empirica de comercio internacional. No primeiro estudo busca-se uma solucao para o problema da endogeneidade (relacao simultanea) presente na estimacao dos modelos da Teoria dos Termos de Comercio. A alternativa proposta passa pela consideracao da dinamica nas relacoes comerciais e e robusta a presenca de endogeneidade, observacoes de comercio iguais a zero e a inclusao de multiplos efeitos fixos. Os resultados sugerem a validade da hipotese dos termos de comercio, indicando que o GATT/WTO nao atende aos seus objetivos secundarios de promover um comercio livre de discriminacao e capaz de inserir paises em desenvolvimento. No segundo artigo, analisa-se os efeitos do comercio internacional sobre o crescimento economico e a acumulacao de capital para um grupo de paises em desenvolvimento e, consequentemente, sobre o bem-estar. Dessa forma, empregou-se uma nova abordagem empirica em que se combina o modelo gravitacional estrutural com os modelos de crescimento. O principal resultado demonstrou que os custos do comercio internacional afetam negativamente tanto o crescimento economico quanto a acumulacao de capital. Por sua vez, exercicios contrafactuais reportaram que mudancas nos custos de comercio resultariam em variacoes do bem-estar, lancando mais questionamentos sobre o resultado do primeiro artigo.
  • JAILSON DA CONCEICAO TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • DINÂMICA ECONÔMICA DA ZONA MONETÁRIA DO EURO E SUA TRANSMISSÃO PARA OS PAÍSES AFRICANOS
  • Advisor : BRUNO FERREIRA FRASCAROLI
  • Data: Mar 14, 2017
  • Show Summary
  • O presente trabalho e composto por tres ensaios que visam verificar a dinamica da economica da Zona Monetaria do Euro (ZME) e sua transmissao para paises africanos que mantem regime cambial fixo em relacao ao Euro. O primeiro ensaio consiste em analisar a interacao entre a politica monetaria e fiscal, durante o periodo de 2002 a 2016 na ZME. Analisa tambem como instrumentos fiscais se transmitem para os varios agregados economicos, utilizando o modelo de Dinamico Estocastico de Equilibrio Geral (DSGE), semelhante ao desenvolvido em Davig e Leeper (2011). Questoes como o controle da inflacao, taxas de juros adequadas e sustentabilidade da divida tem sido o centro das discussoes sobre a politica macroeconomica, sobretudo, nos paises com economias relativamente abertas, como os aqui investigados. Os resultados sugerem que a politica fiscal foi passiva durante o periodo, porem, com mudancas no seu grau de passividade. No caso da politica monetaria, verificou-se que em 2009 mudou-se de um regime no qual a politica e ativa para um regime caracterizado pela passividade da politica monetaria. A trajetoria das variiaveis macroeconomicas derivadas dos incentivos fiscais mostrou ser sensivel a interacao entre esses regimes. No segundo ensaio investigativo, por meio de um Global Vector Autoregressive (GVAR), desenvolvido por Pesaran, Schuermann e Weiner (2004), foi identificado como os choques no nivel de atividade, em especial da ZME, afetam o referido grupo de paises africanos. Esses efeitos foram analisados e comparados aos derivados por choques advindos das economias dos Estados Unidos (USA) e da China. Os resultados apontam para maior vulnerabilidade dessas economias relativamente aos valores dos parametros estimados para os choques registrados na ZME. Ademais, foi possivel perceber que a China, que tem buscado os mercados africanos como fontes de materias-primas, necessarias para a sua seguranca alimentar e energetica, tambem apresenta possivel fonte de flutuacao para as economias africanas com as caracteristicas anteriormente descritas. Verificou-se, ainda, a passividade da politica monetaria diante dos choques externos, concentrando na politica fiscal os incentivos economicos. Finalmente, no terceiro ensaio e estimada a relacao de dependencia entre as inflacoes dos paises africanos, com relacao a inflacao observada na ZME. Para fins comparativos, utilizou-se a inflacao de paises africanos que nao adotaram esse regime cambial. Adotou-se a metodologia empirica de Copulas, popularizada por Nelsen (2006), que tem sido recorrentemente utilizada na analise da dinamica da inflacao. Observou-se que os paises que possuem regime cambial fixo apresentaram um processo de dependencia mais evidente, em relacao aqueles paises que nao adotaram tal regime. Alem disso, foi verificado defasagens na transmissao desse canal externo. Os resultados sinalizam, ainda, que alem da inflacao externa, que outros fatores que incorporam as caracteristicas intrinsecas dos sistemas economicos desses paises, devem ser introduzidos na investigacao da dinamica da inflacao. Conjuntamente, os tres ensaios investigativos levantam informacoes relativamente importantes para orientacao das politicas macroeconomicas dos paises africanos estudados. E necessario para os desenhos de politicas otimas nesses paises, conhecer os regimes de politicas economicas na Europa, alem daqueles predominantes na China, conforme apontado.
  • BIANCA GUARACY CARVALHO DA CRUZ LIMA
  • O IMPACTO DOS ACORDOS DO TIPO SUL-SUL SOBRE O COMÉRCIO DOS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO.
  • Data: Mar 6, 2017
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este estudo tem como objetivo avaliar qual tipo de acordo promove maior impacto sobre o comercio de um pais em desenvolvimento, os acordos do tipo Sul-Sul ou do tipo Norte-Sul, considerando os seus niveis de integracao e a regulacao sob a qual estao submetidos. Para tanto, foram utilizadas equacoes gravitacionais para estimar os coeficientes de trade creation e o trade diversion de acordos do tipo Sul-Sul e Norte-Sul, introduzindo efeitos fixos para controlar os termos de resistencia multilateral e a heterogeneidade nao observada. Os resultados demonstram que quando controlados somente os termos de resistencia multilateral, os acordos do tipo Sul-Sul com maior nivel de integracao e submetidos ao GATT Art. XXIV sao os que proporcionam maior impacto sobre o crescimento do comercio, mas quando sao incluidos efeitos fixos que controlam para heterogeneidade nao observada, os acordos com grande quantidade de paises apresentam resultados semelhantes, independentemente seu grau de integracao e do nivel de desenvolvimento dos paises membros. Sendo assim, em geral, os acordos do tipo Sul-Sul promovem maior impacto que os do tipo Norte-Sul somente quando ambos envolvem um pequeno numero de paises membros.
  • GUILHERME CEMIN DE PAULA
  • PRÊMIO SALARIAL DO SETOR PÚBLICO NO BRASIL: UMA ANÁLISE DE EQUILÍBRIO GERAL DINÂMICO E ESTOCÁSTICO.
  • Data: Mar 2, 2017
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Motivada pela ausencia de trabalhos referentes a dinamica do premio salarial pago aos trabalhadores do setor publico, bem como a analise dos fluxos de trabalhadores entre os setores publico e privado e suas consequencias na economia, a presente dissertacao apresenta os dois modelos de equilibrio geral dinamico e estocastico (DSGE) disponiveis na literatura que permitem essa investigacao [(CORDOBA; PEREZ; TORRES, 2009),(VASILEV, 2013)] e os aplica para a economia brasileira, considerando os dados de 2002 a 2014. Alem de se realizar simulacoes atraves das funcoes de resposta ao impulso, analisou-se a qualidade do ajuste de cada modelo, comparando os segundos momentos teoricos das series simuladas com suas contrapartes empiricas. O modelo de Vasilev apresentou boa capacidade de predicao dos momentos. As excecoes sao relacionadas a subestimacao da volatilidade do fator trabalho, o que pode ser parcialmente explicado pelo fato de os trabalhadores serem consideradores homogeneos dentro de cada setor nos dois modelos.
  • MARCELLA BRAGA TAVARES DUTRA
  • COMPETIÇÃO, DESEMPENHO ESCOLAR E QUALIDADE DO PROFESSOR: UMA ABORDAGEM PARA AS ESCOLAS DO ENSINO FUNDAMENTAL NO BRASIL.
  • Advisor : MARIA DA CONCEICAO SAMPAIO DE SOUSA
  • Data: Feb 24, 2017
  • Show Summary
  • Esta tese e composta por tres capitulos que objetivam identificar como o processo de competicao entre escolas afeta o desempenho do aluno e os mecanismos por meio dos quais a competicao afeta, via aumento da qualidade dos professores, a qualidade da escola do ensino fundamental no Brasil. O capitulo 1 concentrou-se em examinar a mudanca da demanda do ensino publico para o ensino privado dentro classe media baixa, mediante de um modelo composto por duas equacoes, uma funcao de producao educacional e a outra que mostra os determinantes das matriculas das escolas privadas. Para tanto, esse modelo foi estimado por meio dos metodos: Minimos Quadrados em Dois Estagios, SUR e Minimos Quadrados em Tres Estagios aplicados aos microdados do SAEB, para o ano de 2013. Os resultados sugerem uma relacao negativa entre as matriculas das escolas privadas e o desempenho dos alunos das escolas publicas, intuindo-se que esta havendo um processo de substituicao, e este afetando negativamente a eficiencia das escolas publicas. O mesmo resultado foi verificado quando a estimacao foi realizada com o indice de concentracao. O segundo capitulo, teve como objetivo principal fazer uma analise exploratoria para tentar identificar a possivel relacao entre concentracao escolar, nas regioes metropolitanas (RM) do Brasil, e o provavel impacto sobre o desempenho do aluno. Para tanto, realizou-se duas estimacoes, a primeira por meio do efeito fixo entre as escolas nas RM, nas cinco maiores RM, regiao Norte-Nordeste e Centro-Sul e em seguida o modelo semi parametrico de Yatchew. Os resultados mostraram que em todas as estimacoes ha uma relacao negativa entre concentracao e desempenho escolar, sugerido que um ambiente menos concentrado, ou seja, mais competitivo, pode corroborar com uma melhora nas notas dos testes padronizados dos alunos, afetando positivamente a eficiencia do setor publico educacional. Verificado as evidencias do capitulo 2, o capitulo seguinte busca identificar os mecanismos por meio dos quais a competicao afeta, via aumento da qualidade dos professores, a qualidade da escola, nas RM do Brasil. Para tal, testou-se a hipotese de que uma competicao mais acirrada conduzira a menores variacoes na qualidade do ensino dentro das escolas. A abordagem empirica deste trabalho baseou-se na metodologia desenvolvida em Rivkin, Hanushek e Kain (2001, 2010). O modelo foi estimado, atraves de um “falso painel”, construido por meio de coortes utilizando o modelo de efeitos fixos, estimado por LSDV (Least Squares Dummy-Variable Model) e por GLM (com residuos de OLS). Utilizou-se como principal efeito da variacao dentro da escola na qualidade do professor e (rotatividade), o termo de interacao que identifica como a variacao na qualidade do professor e afetada por diferentes graus de concentracao nas areas metropolitanas. Um dos principais resultados sugerem que o aumento na qualidade media do professor, para um dado grau, aumenta as notas medias dos estudantes no mesmo grau.
  • JOSE SERGIO CASE DE OLIVEIRA
  • ENSAIOS EM MACROECONOMETRIA
  • Data: Feb 24, 2017
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta tese desenvolve tres ensaios em macroeconometria. No primeiro ensaio busca investigar se o Banco Central do Brasil leva em consideracao o mercado acionario ao determinar a taxa de juros Selic. Baseado em Nistico (2012) e Funke, Paetz e Pytlarczyk (2011), e proposto um Modelo Dinamico Estocastico de Equilibrio Geral (DSGE) para uma pequena economia aberta com mercado de ativos e sao usados metodos bayesianos para estimacao dos parametros desse modelo. Os resultados apontam que a autoridade monetaria brasileira responde a inflacao e hiato do produto, mas nao reage aos precos das acoes. Isso esta de acordo com a visao teorica de que o banco central deve reagir apenas indiretamente aos precos dos ativos, na medida em que esses precos impliquem em variacoes nas expectativas inflacionarias e inflacao corrente. E observado ainda que choques nos precos dos ativos tem pouca influencia sobre as variaveis macroeconomicas. O segundo ensaio investiga os determinantes da independencia de um conjunto de 89 bancos centrais. Como o indice de independencia do banco central e definido no intervalo [0, 1], sao utilizamos diferentes modelos parametricos e semi-parametricos que consideram a natureza limitada dessa variavel. Mais especificamente, e proposto modelar o indice de independencia atraves de regressao quantilica com funcoes de ligacao baseadas nas distribuicoes Cauchy e Logistica. Alem disso, o indice de independencia e modelado atraves de regressao beta inflacionada em um, proposta por Ospina e Ferrari (2012). Os resultados indicam que a participacao na Uniao Europeia e a variabilidade da taxa de desemprego afetam positivamente a independencia dos bancos centrais. E observado tambem que o indice de independencia esta diretamente associado as caracteristicas politicas de federalismo e democratizacao. No terceiro ensaio sao estimados os parametros da Curva de Phillips Novo Keynesiana (CPNK) hibrida com o objetivo de avaliar os determinantes da inflacao brasileira. Para isso, foram utilizadas tecnicas derivadas de Anderson e Rubin (1949) adaptadas ao metodo de Minima Distancia (MD) por Magnusson e Mavroeidis (2010) e que nao exigem qualquer hipotese sobre a identificacao. Sao estimados conjuntos de confianca dos parametros estruturais da CPNK hibrida utilizando a especificacao parametrica trabalhada por Magnusson e Mavroeidis (2010). Alem disso, e feita uma analise de robustez dos resultados obtidos utilizando diferentes proxies para custo marginal real. Os resultados sao compativeis com a literatura, indicando alto grau de rigidez de precos e consideravel grau de indexacao dos precos na economia brasileira, o que leva a rejeicao da hipotese de que a CPNK e puramente forward-looking.
  • VANESSA GRUDTNER
  • MULTIPLICADOR DOS GASTOS DO GOVERNO EM PERÍODOS DE EXPANSÃO E RECESSÃO: EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS PARA O BRASIL.
  • Data: Feb 23, 2017
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertacao procura estimar um vetor autorregressivo de transicao nao-linear com a finalidade de verificar se o multiplicador dos gastos do governo brasileiro sao dependentes do ciclo economico. O periodo de analise vai do primeiro trimestre de 1999 ao quatro de 2015. Alem dos gastos consolidados do governo, foi calculado o multiplicador de consumo, investimento e salarios pagos pelo governo aos servidores publicos. Os resultados mostram que os multiplicadores dos gastos do governo se comportam da mesma maneira em periodos de recessao e expansao. Esse resultado e robusto a choques nos gastos do governo dados em periodos de expansao forte e recessao profunda, ao multiplicador de gastos do governo controlado pelo investimento, a razao divida/PIB e ao grau de abertura economica e taxa de cambio.
  • PATRICIA ARAUJO AMARANTE
  • ECONOMIAS DE AGLOMERAÇÃO NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: UMA ABORDAGEM UTILIZANDO NASCIMENTO DE FIRMAS, MOBILIDADE DOS TRABALHADORES E EQUAÇÕES DE SALÁRIOS.
  • Data: Feb 23, 2017
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta tese teve como objetivo verificar, por meio de tres ensaios, como as economias de aglomeracao afetam as decisoes de localizacao das empresas, a mobilidade de trabalhadores e os salarios nos municipios brasileiros. O primeiro ensaio analisa, com base no nascimento de firmas na Industria de Transformacao, como os mecanismos de aglomeracao propostos por Marshall (1920) atuam como causas subjacentes das economias de localizacao e urbanizacao. Para tanto, foi realizando um procedimento em duas etapas: i) estimacao de modelos de regressao para dados de contagem, Poisson e Binomial Negativo, os quais identificaram, para cada setor industrial considerado, qual tipo de economia de aglomeracao contribui para a localizacao das novas empresas; e ii) utilizando-se os coeficientes obtidos no primeiro estagio, verificou-se quais caracteristicas das industrias relacionadas aos mecanismos de aglomeracao de Marshall (1920) podem contribuir para as diferencas de intensidades dessas economias. Pelos resultados auferidos, as economias de localizacao e urbanizacao podem ser consideradas determinantes importantes das decisoes de localizacao das firmas. As economias de localizacao sao mais intensas nas industrias que empregam trabalhadores com habilidades especificas do setor, podendo, assim, compartilhar um pooling comum de trabalhadores especializados. Da mesma forma, os spillovers de conhecimento atuam de forma a impulsionar as economias de localizacao, proporcionando um ambiente propicio a transmissao de conhecimentos e novas ideias. Contudo, as economias de localizacao sao menos intensas nas industrias que possuem uma maior dependencia por insumos manufaturados e dos setores primarios e de fornecimento de energia em seus processos produtivos. Alem disso, tendem a decrescer em industrias mais intensivas tecnologicamente e a se elevar quanto maior o tamanho da empresa em termos de numero de trabalhadores. As economias de urbanizacao estao negativamente relacionadas como o pooling do mercado de trabalho e os spillovers de conhecimento, indicando que as empresas em setores que utilizam trabalhadores com habilidades especificas da industria e possuem altas proporcoes de trabalhadores qualificados tendem a apresentar baixas economias de urbanizacao. Por outro lado, os efeitos do compartilhamento de insumos (input sharing) e a dependencia de insumos primarios (input sharing setores primarios e de energia) sobre as economias de urbanizacao sao positivos e estatisticamente significantes, sugerindo a presenca de elevadas economias de urbanizacao em industrias que utilizam insumos manufaturados e dos setores primario e de fornecimento de energia mais intensamente. Ademais, as evidencias indicam que as economias de urbanizacao sao maiores em industrias intensivas tecnologicamente e com menor tamanho, em termos de numero de trabalhadores. O segundo ensaio teve como objetivo investigar como a densidade espacial do emprego afeta a mobilidade dos trabalhadores interfirma no mercado de trabalho brasileiro. Para tanto, foram produzidas evidencias por meio de modelos Probit com efeitos aleatorios e Probit dinamico aplicados a um painel de dados empregador-empregado que captura as diferencas regionais, alem de caracteristicas relacionadas aos trabalhadores e as empresas, construido por meio da RAIS identificada. Os resultados apontam que os individuos que trabalham em regioes mais densa sao mais propensos a mobilidade interfirma. Em geral, a densidade do emprego afeta a mobilidade interfirma com maior intensidade se os trabalhadores estao na faixa etaria entre 18 e 29 anos de idade e sao mais qualificados. Alem disso, os resultados obtidos para os modelos dinamicos por meio dos estimadores de Heckman (1981) e Stewart (2006) apontam que a mobilidade interfirma defasada temporalmente e estatisticamente significante, sugerindo que a mobilidade interfirma no periodo t depende potencialmente da mobilidade interfirma no periodo t-1. Contudo, essa relacao e negativa, indicando que os individuos que mudaram de um emprego para outro no periodo t-1 sao menos propensos a realizar nova mudanca no periodo t. Por fim, o proposito do terceiro ensaio e verificar, por meio de equacoes salariais associadas a Economia Urbana e a Nova Geografia Economica, como se comporta a relacao entre economias de aglomeracao e produtividade. O quadro teorico e fundamentado em Fingleton e Longhi (2013), e a estrategia empirica considera os diferentes niveis de agregacao dos dados, assim como a possivel evidencia de autocorrelacao espacial nos dados regionais, por meio da abordagem hierarquica espacial com formulacao baseada em Morenoff (2003). Os resultados sugerem que os salarios individuais tendem a ser maiores quanto a maior densidade do emprego e menor a distancia ao centro economico municipal (maior potencial de mercado). Alem disso, a inclusao das defasagens espaciais dessas variaveis sugere que os salarios medios podem ser influenciados tambem pela densidade do emprego e o potencial de mercado dos municipios vizinhos.
  • EMANUELLE ALICIA SANTOS DE VASCONCELOS
  • DESEMPENHO ESCOLAR NO BRASIL: EFEITOS DO TAMANHO DA TURMA, IMPACTOS DA QUALIFICAÇÃO DOCENTE E A RELAÇÃO COM OS CUSTOS EDUCACIONAIS.
  • Advisor : IGNACIO TAVARES DE ARAUJO JUNIOR
  • Data: Feb 22, 2017
  • Show Summary
  • Esta tese e composta por tres ensaios, inerentes a Economia da Educacao, que buscam fornecer abordagens alternativas para as analises das relacoes existentes entre alguns fatores escolares e o desempenho educacional discente. No primeiro ensaio, buscou-se investigar os efeitos decorrentes do tamanho da turma, segundo as composicoes das salas das aulas. Mediante as estrategias metodologicas de pareamento, o Propensity Score Matching (PSM) e o Generalized Propensity Score (GPS), aplicadas aos microdados do SAEB, para o ano de 2011, encontraram-se indicios de uma relacao negativa entre as notas dos alunos e o tamanho da turma, especialmente a partir de 25 estudantes. Os resultados tambem sugerem que os impactos negativos, decorrentes do aumento do numero de alunos por sala de aula, tendem a ser suavizados em turmas formadas pelo criterio de homogeneidade de notas, ao tempo em que as turmas mais heterogeneas registram um acirramento desses efeitos nocivos. No segundo ensaio, visando estimar o impacto da qualidade do professor sobre os resultados escolares discentes em Matematica, recorreu-se aos estimadores de efeitos fixos da escola (estimadores within) aplicados os microdados do SAEB para o ano de 2011. Os principais achados apontam que dentre as variaveis que compoem o vetor de qualidade docente, as praticas pedagogicas adotadas em sala de aula mostram-se mais relevantes do que atributos como a formacao academica e a experiencia, por exemplo, que sao tradicionalmente considerados como medidas de “qualidade docente”. Ademais, identificou-se que as estrategias de ensino consideradas mais tradicionais, baseadas na repeticao e memorizacao, parecem nao oferecer contributos para o desenvolvimento das habilidades cognitivas discentes, no ensino da Matematica. Os achados tambem apontam que os efeitos dessas praticas sao mais perceptiveis em estratos sociais mais elevados, em detrimento dos grupos inseridos em contextos socioeconomicos menos favorecidos. No terceiro ensaio, apresenta-se um estudo de caso aplicado ao sistema de ensino publico do estado da Paraiba. O objetivo principal da pesquisa foi identificar a existencia de economias de escala e escopo na estrutura produtiva dos servicos educacionais ofertados pelo estado. Para tanto, mediante uma base de dados fornecida pela Secretaria do Estado de Educacao da Paraiba (SEE-PB), adotou-se como abordagem metodologica a estimacao de uma funcao de custo multiprodutos, do tipo transcendental logaritmica. Um dos principais achados sugere que, na producao de matriculas, as escolas paraibanas estao operando em um trecho de economias de escala e que as mesmas poderiam economizar custos ofertando mais de um nivel de ensino em uma mesma unidade escolar. Ademais, os resultados dao indicios de que os custos educacionais apresentam correlacoes estatisticas apenas com os produtos quantitativos, como o numero de matriculas, nao apresentando correlacoes com os produtos que visam captar a qualidade do ensino ofertado, como taxa de aprovacao e proficiencia, por exemplo.
2016
Description
  • KASSYA KAROLINE FRAGA DOS SANTOS
  • A NOVA POLÍTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL: CONSTRUÇÃO, CONCEPÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO.
  • Data: Aug 29, 2016
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Resumo: O objetivo desse estudo e fazer uma analise da Nova Politica Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR II), com foco na sua construcao, concepcao, organizacao e implementacao, levando em consideracao o Programa Rotas de Integracao Nacional, que foi pensado como forma de concretizar os objetivos tracados pela PNDR II. A relevancia do estudo e nitida, dado o fato de que foram constituidos nos ultimos anos alguns planos/politicas, de forma explicita ou implicita, persistindo na tematica da desigualdade regional socioeconomica. No entanto, e necessario saber se as diretrizes e linhas de acao da Nova Politica Regional estao alinhadas ao problema da desigualdade regional, visto os resultados muitas vezes insatisfatorios alcancados por politicas anteriores. Como base teorica esse trabalho tomou o pensamento Neo Schumpeteriano de Sistemas de Inovacao e a Estruturalista da Cepal, sob a figura de Raul Prebisch e Celso Furtado. A escolha das duas teorias se deu pela observacao de pontos de convergencia encontrados nos dois pensamentos. Como destaque dessas convergencias pode-se destacar o tratamento dado ao progresso tecnico, tais teorias consideram esse progresso como parte fundamental para o desenvolvimento de um pais ou mesmo de uma regiao. Outro ponto de destaque e quanto as especificidades, cada teoria ve como fator chave saber respeitar as potencialidades locais, repudiando tentativas de tratar o desenvolvimento como uma “receita de bolo”. Para realizar o trabalho, alem da pesquisa bibliografica, utilizou-se tambem da pesquisa documental, analisando os documentos referentes a PNDR I, PNDR II, Programa Rotas de Integracao Nacional, estudo macrorregional elaborado pela RedeSist para o Programa Rotas. Tambem foi realizada uma pesquisa de campo, com questionario semi-estruturado com atores considerados relevantes dentro do cenario economico brasileiro. Do ponto de vista metodologico a pesquisa tomou como base a elaboracao da politica economica como um ciclo, onde de forma macro se divide em: Analise Situacional (reconhecimento do problema), Formulacao (alternativas para solucao do problema), Tomada de Decisao (tracar metas – sao os principios e diretrizes), Implementacao e Avaliacao. Dado que tanto a Politica quanto o Programa Rotas estao em sua fase de implementacao, tal projeto de pesquisa ateve-se apenas as quatro primeiras fases do ciclo. A pesquisa demonstrou que ha de fato uma questao regional a ser debatida e a ser tratada com uma maior postura, e que ha um alinhamento entre as diretrizes e principios propostos pela Politica e o que ela elege como problema regional. Se tratando do Programa Rotas foi observado, como um programa promissor para atingir os objetivos da PNDR II, tendo em vista o sucesso da Rota do Cordeiro que vem conseguindo fazer uma estruturacao produtiva, bem como a integracao economica de produtores de ovinos e caprinos no semi-arido nordestino.
  • ELISEU MARQUES FERREIRA DE OLIVEIRA
  • O ARRANJO PRODUTIVO E INOVATIVO LOCAL DO CINEMA DE JOÃO PESSOA.
  • Data: Aug 29, 2016
  • Show Summary
  • Utilizando-se da abordagem sistemica da Teoria Neo-Schumpeteriana de Sistemas de Inovacao, esta dissertacao identifica, mapeia e analisa sistematicamente o arranjo produtivo inovativo local do Audiovisual de Joao Pessoa. A atividade cinematografica de Joao Pessoa possui diversos atores nas formas de organismos culturais, instituicoes de ensino, de apoio e promocao, etc. Busca-se identificar como estes atores interagem entre si nas formas de cooperacao e apoio, como tambem a maneira como o conhecimento, em forma de aprendizado, se propaga pelos atores do arranjo. Para o processo de identificacao e mapeamento do arranjo, foi utilizada a metodologia proposta pela Rede de Pesquisa em Sistemas Produtivos e Inovativos Locais, REDESIST, que consiste na aplicacao de um questionario dividido em dois blocos: informacoes coletadas em instituicoes locais e outras fontes estatisticas oficiais; Bloco B – informacoes obtidas atraves de agentes economicos empresariais inseridos dentro do contexto do ASPIL. Ademais, para o processo de analise sistemica do ASPIL foi aplicada a tipologia apresentada por Cavalcanti Filho (2011). A aglomeracao economica e classificada como arranjo e nao como sistema, uma vez que a atividade depende de atores externos a dimensao territorial do arranjo, tais como fornecedores, empresas de distribuicao, etc. Como caracteristica marcante da atividade economica no Brasil, este arranjo encontra-se num estagio incipiente de cooperacao e parceria, embora sem esta a atividade nao se sustente. O arranjo e classificado como Dinamicamente dependente uma vez que apenas as dimensoes de producao e inovacao encontram raizes locais.
  • PATRICIA SOARES DE ARAÚJO CARVALHO
  • ENSAIOS EM ECONOMIA AMBIENTAL
  • Data: Jul 26, 2016
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho se dedica a estudar empiricamente temas relacionados a area de Economia Ambiental em que a variavel de interesse e qualitativa. Para tanto, o mesmo foi dividido em tres ensaios. O primeiro ensaio teve por objetivo averiguar a percepcao dos agentes economicos a partir de seu grau de interesse por questoes ambientais no entorno do estuario do rio Paraiba. Com a aplicacao do modelo econometrico logit ordenado, verificou-se que a percepcao ambiental e influenciada por variaveis socioeconomicas, bem como pela forma como o agente avalia o esforco da sociedade, das empresas e o individual para conservacao do meio ambiente. Percebe-se que a execucao de politicas publicas que elevem o acesso a informacoes, a conscientizacao e a execucao de acoes sobre a problematica ambiental correspondem ao caminho mais eficaz para aumentar a percepcao ambiental. O objetivo do segundo ensaio, utilizando o Metodo de Valoracao Contingente (MVC) foi verificar a possibilidade de elaboracao de uma proposta de Pagamento por Servicos Ambientais (PSA) para o Parque Cabo Branco. O intervalo de confianca da Disposicao a Pagar (DAP) media/mediana estimada seguindo a abordagem de Hanemann foi determinado pelo metodo de Krinsky-Robb (1986) e estimado com a aplicacao do modelo econometrico logit, permitindo assim o computo de uma DAP individual pela visitacao no valor de R$ 15,14. De maneira geral, os resultados desta pesquisa sugerem que, baseada no servico ecossistemico prestado pela falesia do Cabo Branco, a elaboracao de uma proposta de PSA para o Parque Cabo Branco se configura como uma acao importante para solucionar possiveis problemas relacionados a escassez recursos financeiros para o financiamento de atividades de conservacao no local. O objetivo do terceiro ensaio, utilizando o Metodo de Valoracao Contingente foi estimar a Disposicao a Pagar e identificar os fatores determinantes da (in) certeza em relacao a DAP por imoveis residenciais com certificacao ambiental na cidade de Joao Pessoa (PB). O intervalo de confianca da DAP media/mediana estimada seguindo a abordagem de Hanemann foi determinado pelo metodo de Krinsky-Robb (1986) e estimado com a aplicacao do modelo econometrico logit, permitindo assim o computo de uma DAP individual pelo selo no valor de R$ 23.913,93 (com a retirada dos votos de protesto). Sobre os fatores determinantes da certeza total (superior a 80%), os resultados econometricos estimados com a utilizacao do modelo logit ordenado, sugerem as pessoas do sexo masculino, com maior escolaridade e com maior interesse por questoes ambientais, possuem um maior nivel de certeza em relacao ao pagamento pelo selo ambiental em imoveis residenciais. Percebe-se, a partir dos resultados da pesquisa que na cidade de Joao Pessoa existe uma demanda por imoveis residenciais detentores de selos ambientais.
  • DANIEL LINS BATISTA GUERRA
  • OS CICLOS POLÍTICO-ECONÔMICOS E OS GASTOS DOS ESTADOS NO BRASIL: 1995-2013
  • Data: Jun 3, 2016
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • A contaminacao da gestao das economias por interesses politicos e partidarios e a manifestacao de ciclos economicos induzidos pelo calendario eleitoral vem sendo alvo de variados estudos nacionais e internacionais. O objetivo deste trabalho e verificar se existem evidencias empiricas de Ciclos Politico-Economicos para os governos estaduais do Brasil, analisando-se as politicas fiscais e os resultados eleitorais no periodo de 1995 a 2013. Busca-se averiguar se os governos estaduais manipulam os gastos publicos como medida de sinalizar competencia diante dos eleitores para com isso ampliar as chances de vitoria eleitoral do governante/partido no poder. Secundariamente sera verificado se os gastos sao afetados por razoes ideologico-partidarias. Foi utilizado como referencial teorico os postulados propostos na Teoria de Ciclos Politicos Economicos assentados fundamentalmente por Nordhaus (1975), Rogoff (1990), Hibbs (1977) e Alesina (1987). A base fundamental da fundamentacao teorica utilizada e a vinculacao das politicas economicas e seus consequentes resultados a interesses eleitorais e de projetos de poder politico. Foram realizadas estimacoes econometricas utilizando-se Dados em Painel, na tentativa de verificar se houve manipulacoes dos instrumentos fiscais em periodos eleitorais, conforme prescrito pelos Modelos Teoricos Oportunistas. Os resultados evidenciaram a presenca de CPE nos gastos publicos a nivel estadual no Brasil, seguindo, em termos gerais, os pressupostos delineados pelo modelo oportunista. Os gastos publicos sao ampliados nos anos eleitorais em comparacao com os demais anos dos mandatos, confirmando-se a hipotese adotada. A presenca da influencia do calendario eleitoral na evolucao dos gastos publicos foi observada de forma mais contundente em algumas funcoes despesas especificas, quais sejam, despesas de capital, investimentos, obras e urbanismo. Observou-se que nao ha uma diferenca importante que distinga grupos ideologicos na politica fiscal dos Estados no Brasil. A conclusao e de que a realizacao dos gastos publicos estaduais no Brasil e afetada pelo calendario eleitoral, oscilando de maneira ciclica conforme previsto na teoria dos Ciclos politicos Economicos. Tal comportamento ocorre de forma indistinta entre os governos, independentemente do grupo ideologico-partidario que estejam inseridos os seus governantes.
  • FERNANDA LEITE SANTANA
  • Três Ensaios em Economia Social
  • Data: Mar 21, 2016
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho é composto por três artigos na área de Economia Social, que se dedicam a estudar três identificações empíricas sob o escopo de estimadores com controles individuais para efeitos individuais. Para tanto, constroem-se painéis quantílicos para cada desenho empírico conforme a literatura existente e o arcabouço teórico. No primeiro ensaio investigam-se os efeitos do tamanho da turma no desempenho acadêmico dos universitários que ingressaram na UFPB no período de 2001 à 2010. Para estimadores condicionais a mediana, os resultados sugerem uma relação negativa entre o tamanho da classe e o desempenho acadêmico, levando a concluir que políticas de redução de turma teria um efeito benéfico no desempenho acadêmico dos alunos da UFPB. Contudo, ao utilizar o estimador QR(FE), averígua-se um valor superestimado desse efeito decorrente do viés do estimador padrão por não captar a heterogeneidade não observada. Além disso, a análise ao longo da distribuição condicional de desempenho evidencia que existe heterogeneidade de efeitos. Os resultados aqui evidenciados além de trazer novos elementos para as politicas públicas, também abrem uma agenda de pesquisa relevante em virtude da falta de consenso na literatura do efeito da variável de interesse. Por sua vez, o segundo ensaio traz a luz questões sobre os determinantes do desempenho acadêmico dos universitários ao analisar a relação causal entre a disponibilidade de água pluvial no período gestacional dos indivíduos nascidos no semiárido brasileiro e o resultado educacional individual. O pressuposto é de que as chuvas em ano de nascimento tem relação positiva com o desenvolvimento das habilidades cognitivas e não cognitivas dos indivíduos quando adultos. Neste cenário, análogo a análise anterior, o estimador condicional à mediana superestima o efeito da variável de interesse, à qual consiste no log-desvio das chuvas 12 meses antes do nascimento do indivíduo. No geral, tem-se que o efeito é positivo, bem como persistente ao longo da distribuição condicional de desempenho acadêmico. Tais constatações são relevantes às políticas públicas, pois evidenciam que investimentos em idades precoces têm efeito maior do que investimentos feitos mais tarde, o que levanta questões sobre o papel de políticas de acesso ao ensino superior, sistema de cotas, entre outros. Por fim, o terceiro ensaio contribui para as políticas públicas ao ressaltar a importância das questões climáticas nos resultados de saúde. Para avaliar os efeitos das chuvas, realizaram-se três exercícios empíricos: i) estimador de regressão quantílica com efeitos fixos ii) estimador de regressão quantílica com efeitos fixos e variáveis instrumentais; iii) dados de precipitação observacional. Os resultados sugerem que: i) quanto maior a precipitação antes da concepção, durante o período gestacional e nos primeiros anos de vida dos indivíduos menor é a taxa de mortalidade infantil nesta região; ii) quando controlada a heterogeneidade não observada e a endogeneidade existente na relação, a precipitação tem menor peso indicando que métodos condicionais à média superestimam essa relação. Em síntese, os resultados corroboram com a literatura de que os bebês nascidos nas zonas áridas e que passam por períodos de seca quando no útero de suas mães enfrentam risco maior de morte, especialmente quando as secas comprometem os períodos antes e após a concepção dos indivíduos.
  • WELLINGTON CHARLES LACERDA NOBREGA
  • INTERAÇÃO ENTRE A POLÍTICA FISCAL E MONETÁRIA: UMA ANÁLISE SOBRE O REGIME DE DOMINÂNCIA VIGENTE NA ECONOMIA BRASILEIRA.
  • Data: Feb 26, 2016
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta pesquisa tem o propósito de investigar o regime de dominância (monetária ou fiscal) vigente na economia brasileira no período de 2003 a 2015. Para isso, empregou-se o modelo de vetores autorregressivos (VAR) como primeiro exercício. Os resultados obtidos nessa etapa sugerem a existência de uma relação de dominância monetária, conforme descrito por Sargent e Wallace (1981) e Blanchard (2004). Entretanto, verificou-se uma mudança estrutural na relação entre as variáveis no ano de 2011. E, por meio de regressões múltiplas da equação da dívida com inclusão de variáveis dummies, foi possível verificar que a oferta monetária passou a apresentar relação negativa com a dívida, sugerindo que a expansão da base monetária foi utilizada para estabilizar as contas públicas. Esse resultado sugere que há indícios de um regime de dominância fiscal para o período recente. Fato corroborado pelo método de vetores autorregressivos com mudança markoviana (MS-VAR), onde este identificou a existência de dois regimes bem definidos no período analisado.
  • MARINA MONTEIRO TORRES
  • Migração de cérebros e acumulação de capital humano dos municípios brasileiros
  • Data: Feb 26, 2016
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Desde o final dos anos 60, quando a migração de indivíduos altamente qualificados em direção aos países desenvolvidos foi acelerada, o termo "fuga de cérebros" ganhou amplo uso. Embora haja um consenso na literatura sobre o efeito benéfico do brain drain para a economia de regiões receptoras de mão-de-obra qualificada, os efeitos para as regiões emissoras são um assunto controverso. Especialmente no Brasil, esse tema ainda é pouco explorado. Assim, o objetivo principal dessa dissertação foi analisar os efeitos da migração de trabalhadores com elevada instrução sobre a produtividade e o acúmulo de capital humano nos municípios de origem do migrante. A dissertação foi escrita em 2 ensaios. Abaixo seguem-se os resumos individuais de cada capítulo.
  • FABRICIA JOISSE VITORINO CARVALHO
  • DETERMINANTES DA DEMANDA POR EXAME PREVENTIVO DE CÂNCER DE PRÓSTATA NO BRASIL E SUAS REGIÕES
  • Data: Feb 19, 2016
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O câncer de próstata é um dos tumores mais comuns na população masculina; provocando mortes prematuras, bem como, custos para os familiares, o sistema público de saúde, e para toda a sociedade. Diante disso, o presente trabalho busca analisar os determinantes da demanda pelo exame preventivo de câncer de próstata no Brasil e suas Regiões. A partir das informações da Pesquisa Nacional da Saúde (PNS, 2013), foi organizada a amostra desse estudo; caracterizada por homens acima de 40 anos, que responderam à pergunta sobre o exame de Toque Retal (TR), e que foram pelo menos uma vez ao médico. Vale denotar que, esse último corte foi realizado com o intuito de dirimir o viés relacionado ao acesso aos serviços de saúde. A análise dos dados indica que, mais de 50% dos homens brasileiros nunca realizaram o exame preventivo do câncer de próstata; sendo que, os principais motivos citados para a não realização foram à falta de orientação, não achar necessário, e a vergonha. Às três alegações descritas sinalizam a existência de preconceito e desinformação com a prevenção da patologia. Ademais, com a estimação do modelo logit ordenado de chances proporcionais parciais, foi possível verificar que, a idade, o nível de escolaridade, a presença de um cônjuge, ter acesso a informação e aos serviços de saúde, interferem na probabilidade do homem realizar a prevenção do câncer de próstata. Tais características persistem, como determinantes da prevenção, para os indivíduos acima de 50 anos, faixa-etária que mais acomete os homens com o cancro; bem como para os homens que têm melhor e mais eficiente acesso ao exame. Já quando examinada as cinco regiões brasileiras, percebe-se que, o nível de escolaridade e o acesso a informação foram as únicas variáveis que interferem na probabilidade da realização do exame para todas as regiões. Neste mote, percebe-se que, a falta de informação dos brasileiros, interfere na realização do exame, mesmo para os indivíduos que possuem plano de saúde, e residem em regiões mais desenvolvidas. E como mais da metade dos homens não realizaram o exame por não achar necessário, ou por vergonha; conclui-se que, os determinantes da demanda pelo exame preventivo do câncer de próstata, podem ser elencados pela falta de orientação, e pelo preconceito. De modo que, é preciso dirimir o déficit de conhecimento quanto à neoplasia, e para que se possa aumentar o diagnóstico precoce do referido cancro.
2015
Description
  • LAERCIO DAMIANE CERQUEIRA DA SILVA
  • TAMANHO DOS CLUBES, FUNÇÕES DE CONGESTIONAMENTO E ECONOMIAS DE ESCALA NA PROVISÃO DE BENS PÚBLICOS LOCAIS NO BRASIL.
  • Data: Dec 4, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • A tese versa, em três capítulos, sobre a provisão de bens públicos nos municípios brasileiros. O primeiro capítulo coloca em competição duas especificações alternativas, uma do lado da demanda e outra do lado da oferta, para um conjunto de dados de 5285 municípios brasileiros para 2010, a fim de testar a hipótese de que a relevância dos modelos que explicam o comportamento das despesas públicas locais pode depender do tamanho da população das jurisdições. A metodologia econométrica usa a combinação do Teste J, proposto por Davidson e MacKinnon (1981), com o Threshold, sugerido por Hansen (2000), como um método de triagem de dados capaz de testar se a resposta dos governos locais aos seus eleitores é estável entre os municípios de pequeno e de grande porte. Os resultados permitem inferir que o modelo do eleitor mediano aplica-se às cidades menores, com tamanho ótimo populacional variando entre 13604 e 13661 habitantes, dependendo da função de congestionamento utilizada. Não obstante, é rejeitado em 2293 municípios, para os quais o modelo orientado para a oferta apresenta melhor ajuste. No segundo capítulo, aplica-se os referidos modelos alternativos de determinação da provisão pública a fim de mensurar o impacto do tamanho das cidades sobre a qualidade dos serviços públicos - via análise da publicidade e da rivalidade dos bens – em 5268 municípios brasileiros baseado na Teoria dos Clubes. Para os dois modelos, os resultados apontam a existência da correlação espacial entre os municípios, sugerindo que os padrões de gastos em determinada localidade influencia nas decisões fiscais de vizinhos. Comprova-se a hipótese de que o tamanho dos clubes, e o custo dos serviços públicos diferenciam os resultados da ação de provisão, corroborando com a literatura sobre o tema a qual defende que em jurisdições menores a proximidade dos eleitores com seus agentes públicos exerce maior pressão e controle sobre seus atos políticos, e que preferências individuais agregadas apresentam menor heterogeneidade e podem representar a comunidade como um todo. Este resultado gera um efeito congestionamento maior para as maiores cidades, o que vai de encontro à literatura internacional. Por fim, usando um conjunto de dados de localidades brasileiras que formam Consórcios Públicos Intermunicipais de serviços públicos, o terceiro capítulo visa estabelecer evidências empíricas para um fenômeno denominado por Oates (1988) como “efeito-zoo”. De acordo com esse efeito, o nível mais baixo de despesas em cidades menores não deve ser explicado pela menor aglomeração, mas simplesmente pelo fato de que certas categorias de gastos - como um zoológico - precisam de um tamanho mínimo populacional para serem fornecidos. Destarte, a relação positiva entre o tamanho da população e o gasto local em serviços públicos não leva em conta o fato de que nos municípios mais populosos, a cesta de serviços ofertados é mais ampla e mais diversificada, e por essa razão, as estimativas de congestionamento existentes tendem a ser superestimadas. Através da estatística espacial confirmou-se a hipótese do efeito zoo nos municípios brasileiros, e que a maior diversificação na gama de serviços expande a oferta de serviços em áreas vizinhas, justificando a interação entre os municípios como forma de se obter melhor e maior nível de serviços públicos para seus cidadãos. As evidências apontam que a intensidade do efeito depende do gradiente urbano-rural, sendo o fenômeno maior em áreas urbanizadas, devido às economias de escala mais substanciais nessas localidades.
  • THIAGO CARVALHO PINTO
  • ASPECTOS INOVATIVOS DO BITCOIN, MICROESTRUTURA DE MERCADO E VOLATILIDADE
  • Data: Aug 28, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este estudo buscou identificar e quantificar alguns dos aspectos determinantes da volatilidade do Bitcoin, moeda digital que passou a circular em 3 de janeiro de 2009. Buscou-se caracterizar o bitcoin como inovacao financeira e compreender em que aspectos a microestrutura de mercado se assemelha a teoria do Mercado de Dois Lados. Foram consideradas variaveis financeiras para explicar a volatilidade nos seus precos e utilizadas modelagens GARCH e MGARCH para estimar essas relacoes. Os resultados apontaram a existencia dos efeitos ARCH e GARCH.
  • VALDECIR TEOFILO MORENO
  • FLUXOS MIGRATÓRIOS PARAIBANOS E INSERÇÃO DO MIGRANTE DE RETORNO NO MERCADO DE TRABALHO ESTADUAL.
  • Data: Aug 27, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O trabalho traz informações sobre os fluxos migratórios, o saldo migratório e a migração de retorno do estado da Paraíba, com observações extraídas dos dados censitários a partir de 1970 até 2010. Em relação ao mercado de trabalho, são considerados aspectos relacionados ao perfil e à inserção produtiva das populações em idade ativa (PIA) e economicamente ativa restritiva (PEA-R). A possibilidade de seletividade positiva para os migrantes interestaduais e para os migrantes de retorno também é analisada a partir de regressões em relação ao não migrante. Os resultados confirmam a hipótese de redução nos fluxos de longa distância, colocando a Paraíba como um dos estados que vem progressivamente reduzindo o saldo migratório negativo. Observa-se também que o migrante de retorno paraibano apresenta pressupostos de seletividade positiva em relação aos trabalhadores imigrantes não naturais e os não migrantes.
  • OTONIEL RODRIGUES DOS ANJOS JUNIOR
  • ANÁLISE ESPACIAL DA CRIMINALIDADE NOS MUNICÍPIOS PARAIBANOS ENTRE OS ANOS DE 2011 E 2013.
  • Data: Aug 25, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo geral desta dissertacao e analisar os determinantes da criminalidade nos municipios paraibanos entre os anos de 2011e 2013. Tal analise tem como base teorica o trabalho de Becker (1968). Portanto, considera-se o agente como otimizador de suas acoes e, sendo assim, pode tomar decisoes racionais entre crime e nao crime ao longo da vida. Os dados de crime foram fornecidos pela Secretaria de Seguranca e da Defesa Social do Estado Paraiba, enquanto os demais foram do Censo do IBGE (2010). Inicialmente, nota-se que na ultima decada as taxas de criminalidade que afetaram o Estado da Paraiba foram relevantemente superiores aquelas observadas no Nordeste e no Brasil. Verifica-se com base na estatistica descritiva dos dados que os criminosos seguem determinado padrao de acao no que diz respeito ao dia do ocorrido, turno e armas mais utilizadas nos delitos. Por outro, os dados foram capazes de demonstrar caracteristicas das vitimas como, por exemplo, a idade e o genero mais afetado. Os resultados foram suficientes para identificar as dez maiores concentracoes de crimes no Estado entre os anos de 2011 e 2013. Nota-se, por exemplo, que a criminalidade esta concentrada em um grupo de municipios que se repetem ao longo dos anos, no entanto, apresentam mudancas na ordenacao em que aparecem. Construiu-se uma analise do sistema penitenciario paraibano nos anos recentes, considerando-se, para tanto, o tempo de prisao e a idade dos apenados. Por fim, foram realizadas as analises espaciais dos dados. Efetuou-se a Analise Exploratoria dos Dados Espaciais (AEDE), no intuito de descrever e visualizar distribuicoes espaciais atraves das estatisticas de Moran Global e Local (LISA). Tais procedimento tem como finalidade testar a existencia de dependencia espacial na taxa media de criminalidade que atinge os municipios paraibanos entre os anos de 2011 e 2013. Os resultados dos modelos estimados sugerem a presenca de dependencia espacial nos dados. Logo, tal resultado impossibilita a utilizacao do MCRL. Sendo assim, partiu-se para a estimacao de modelos espaciais globais: SAR, SEM e SAC. No entanto, criterios estatisticos sugerem que a melhor forma de tratamento da dependencia espacial e encontrada na especificacao SAR. Neste contexto, notou-se que as variaveis independentes utilizadas no modelo (grau de urbanizacao, densidade demografica urbana, densidade de religiosos, densidade do PIB, indice de concentracao de renda de Gini e IDH) se mostraram significantes para explicar a problematica da criminalidade paraibana dos anos recentes.
  • JULIANE DA SILVA CIRÍACO
  • A SITUAÇÃO OCUPACIONAL DOS JOVENS NO BRASIL: 2002 a 2012
  • Data: Jun 26, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • No que concerne à transição escola-trabalho, observa-se no país um acentuado contingente de jovens fora do mercado de trabalho e da rede de ensino, denominado de geração “nem-nem”. Frente a isso, esta dissertação se propõe a investigar a partir de dois ensaios independentes este subgrupo populacional, considerando a faixa de idade de 18 a 25 anos, utilizando como fonte de dados a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). O primeiro ensaio tem como objetivo determinar os principais condicionantes da condição “nem-nem" no Brasil, no período compreendido entre 2002 e 2012, exceto por 2010 (ano do Censo). Para este fim, será aplicado o modelo Logístico, considerando o plano amostral complexo da PNAD. Os resultados das estimações apontaram que ter outro jovem “nem-nem” com mesma faixa de idade na família tende a aumentar em mais de 2/5 a probabilidade do jovem estar na condição “nem-nem”. Ademais as variáveis de background familiar e escolaridade do jovem foram fundamentais na determinação do grupo “nem-nem”, reforçando a ideia de que uma conjuntura familiar favorável é primordial para redução das taxas de inatividade laboral e educacional entre os jovens. Outro resultado interessante está relacionado ao número de idosos aposentados na família, pouco explorado nas demais pesquisas atuais observadas na área. Observa-se que, a maior existência de idosos aposentados no meio familiar tende a aumentar a probabilidade do jovem de estar simultaneamente fora do mercado de trabalho como também da rede de ensino. O segundo ensaio, por sua vez, tem como proposta analisar empiricamente os principais condicionantes da condição “nem-nem” no Brasil (representado aqui por um indicador denominado de taxa de exclusão juvenil) considerando o diferencial de sexo, enfatizando a influência do efeito do contexto social na determinação do status ocupacional do jovem. Para isto, utiliza-se de forma inovadora o arcabouço metodológico logístico Multinível para o ano 2002 e 2012, incorporando à natureza hierárquica dos dados a nível individual e agregado. Os principais resultados indicaram a importância do meio social na determinação da condição “nem-nem” no país, permitindo avaliar o grau de extensão dessa influência entre os ambientes, verificado pelo valor do coeficiente de correlação intraclasse (ICC), que embora reduzido, não deve ser desconsiderado. No último ano, o valor encontrado do ICC no modelo vazio para homens e mulheres na devida ordem corresponde a 0,184 e 0,571 indicando que 1,84% e 5,71% da variância na taxa de exclusão juvenil podem ser atribuídos ao nível do ambiente. Infere-se que para os homens as variáveis contextuais mostraram-se importantes na determinação da condição “nem-nem”, representado pela variável índice de Gini e Total de “nem-nem”, ambos com efeitos positivos. Já para as mulheres, os resultados mostraram que a condição “nem-nem” está diretamente associada à renda familiar, escolaridade e existência de crianças na família. Diante disso, este estudo reforça a importância nítida e visível em se desenvolver políticas públicas juvenis consistentes, que podem ser potencializados através de investimentos para criação de creches e geração de maior nível de emprego e renda para a população brasileira.
  • BRUNO TADEU LOPES SIQUEIRA DE MOURA
  • POLÍTICA MONETÁRIA E PREÇOS ATIVOS NO BRASIL.
  • Advisor : EDILEAN KLEBER DA SILVA BEJARANO ARAGON
  • Data: Apr 27, 2015
  • Show Summary
  • Este ensaio pretende investigar se o Banco Central do Brasil (BCB), ao fazer política monetária, leva em consideração às oscilações nos hiatos dos preços dos ativos, particularmente, das ações e do câmbio, além de buscar indícios de uma possível assimetria na resposta, por parte do BCB, em relação à essas variáveis econômicas. A base de dados utilizada tem periodicidade mensal e se situa entre janeiro de 2002 e julho de 2014, período posterior à implantação do regime de metas de inflação para a economia brasileira. A abordagem utilizada para se atingir os objetivos preconizados se baseia no modelo forward-looking de política monetária apresentado em Hoffman (2013). A estratégia empírica se desenvolve a partir da utilização do Método dos Momentos Generalizados (GMM) e do uso de Variáveis Instrumentais. Posteriormente, são realizadas especificações alternativas do modelo, objetivando-se uma robustez maior dos resultados encontrados. Os principais resultados mostram que: i) não há evidências empíricas de que o BCB inclua em sua função de reação as variações no hiato do preço de ações; ii) o BCB reage fortemente às oscilações do hiato da inflação esperada; e iii) as respostas de curto prazo da taxa Selic ao hiato da taxa de câmbio são significativas, mas inferiores às respostas à inflação esperada e hiato do produto. Por fim, os resultados mostram que, em geral, a resposta de longo prazo da taxa Selic ao hiato do produto não é significativa.
  • SHIRLEY PEREIRA DE MESQUITA
  • ENSAIOS SOBRE O TRABALHO INFANTIL
  • Data: Mar 30, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Capítulo 1: Trabalho Infantil, Paradoxo da Riqueza e Altruísmo: O caso do Paquistão Utilizando dados do Paquistão e a técnicas de regressão quantílica, esse capítulo analisa o efeito da riqueza familiar na utilização de trabalho infantil. As evidências apontam uma relação positiva entre riqueza da terra e trabalho infantil apenas nas crianças que estão no quantil superior da distribuição de horas trabalhadas. Dessa forma, a hipótese derivada desse estudo é de que o chamado “paradoxo da riqueza” do trabalho infantil documentado na literatura é impulsionado por preferências dos pais. Capítulo 2: Trabalho Infantil e Riqueza Familiar: Uma análise para o Brasil Rural O capítulo investiga o efeito da riqueza familiar sobre o trabalho infantil no meio rural do Brasil. Para tanto, foram utilizados dados da PNAD 2012 e o Censored Quantile Instrumental Variable (CQIV), que permite captar heterogeneidades ao longo da distribuição de horas trabalhadas, e, ainda, lida com os problemas de censura e endogeneidade nos dados. Os resultados mostraram uma relação negativa entre riqueza, medida pelo tamanho da terra, e trabalho infantil no quantil inferior de horas de trabalho infantil, enquanto nos quantis médio e superior, uma relação não linear, corroborando a hipótese do “U invertido”. Destaca-se que o turning point é maior no quantil superior, onde as famílias tem menor nível de altruísmo. Em geral, os resultados apontam as preferências dos pais como principal determinante do trabalho infantil. Capítulo 3: Trabalho infantil no Brasil urbano: Qual a importância da estrutura familiar? O capítulo investiga a importância da estrutura familiar na determinação do trabalho infantil no Brasil urbano. Para tanto, foram utilizados dados do Censo Demográfico de 2010 e modelos de determinação da probabilidade de trabalhar (Probit, IV-Probit e Probit Bivariado e a decomposição de Yun para captar o diferencial de probabilidade de trabalho infantil atribuído à diferença de comportamento entre os tipos de famílias. Os resultados mostraram que meninos, com 15 anos de idade e cujo pai (mãe) não tem instrução são mais propensos à entrada precoce no mercado de trabalho. Também foram achadas evidências que crianças em lares monoparentais têm maior chance de trabalhar quando comparadas com crianças em domicílios biparentais sob responsabilidade do pai, destacando que o cenário de maior vulnerabilidade para a criança é viver em um lar monoparental com mãe não viúva. E, ainda, a diferença de probabilidade de trabalho infantil entre os grupos de análise é explicada principalmente por diferenças de comportamento entre os tipos de família.
  • JULYAN GLEYVISON MACHADO GOUVEIA LINS
  • UM ESTUDO SOBRE A CONCENTRAÇÃO ESPACIAL DO EMPREGO INDUSTRIAL NOS SETORES DE CONFECÇÕES E COURO-CALÇADISTA NO NORDESTE DO BRASIL.
  • Data: Feb 26, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • A partir de dois ensaios independentes, esta dissertação procurou verificar a concentração espacial do emprego industrial dos setores de confecções e de couros e calçados nos municípios do Nordeste. Para atingir este objetivo, partiu-se da fundamentação teórica da Nova Geografia Econômica de que a concentração espacial das atividades produtivas gera efeitos benéficos para os agentes econômicos locais. O primeiro ensaio, que é de caráter descritivo, utilizou a Análise Espacial de Concentração para a identificação e verificação da evolução espacial dos clusters produtivos dos dois setores entre 1997 e 2012. Os resultados encontrados sugerem que o setor de confecções apresenta concentração espacial dos clusters produtivos nos Estados de Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. O setor de couros e calçados, por sua vez, apresenta maior concentração nos Estados do Ceará e da Bahia. Além disso, percebe-se transbordamento espacial dos clusters nos dois setores entre os municípios no período em estudo. O segundo ensaio, por sua vez, objetivou testar, a partir das externalidades marshallianas, a clusterização horizontal do emprego das micros, pequenas e médias empresas dos setores para os municípios da região entre 2002 e 2012. Para isso, foi utilizado o modelo espacial proposto por Fingleton, Igliori e Moore (2005), que testa variáveis explicativas do crescimento do emprego setorial das micros, pequenas e médias empresas controlando as estimativas da oferta e da demanda, isolando o efeito da intensidade inicial do cluster, bem como possível estágio de efeitos de congestão. Os resultados encontrados sugerem que há uma clusterização horizontal no setor de confecções. Em couros e calçados, por outro lado, parece não haver tal clusterização.
  • STELIO COELHO LOMBARDI FILHO
  • ENSAIOS SOBRE EDUCAÇÃO NA REDE PÚBLICA DE ENSINO FUNDAMENTAL: ANÁLISES A PARTIR DOS MICRODADOS DA PROVA BRASIL.
  • Data: Feb 20, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertação é composta por dois ensaios que buscam responder duas questões centrais. No primeiro ensaio o objetivo principal é verificar a ocorrência de desigualdade de contingência, no sentido descrito por Rawls (1971), entre os estudantes do 5º e 9º ano da rede pública de João Pessoa – PB. Desse modo, tenta-se explicar o porquê de estudantes com características observáveis semelhantes obterem resultados tão diferenciados. Para alcançar esse objetivo foram utilizados os Microdados da Prova Brasil de 2011. A estratégia empírica adotada consistiu em combinar o método de Pareamento por Escore de Propensão com a Decomposição de Oaxaca-Blinder. Assim, foi possível obter uma amostra mais homogênea em termos de fatores observáveis dos discentes e separá-los em dois grupos: aqueles com desempenho acima e abaixo da média. Criado esses dois grupos, utilizou-se da decomposição de Oaxaca-Blinder para decompor o diferencial de média entre fatores observáveis e não observáveis. O diferencial decorrente de fatores não observáveis foi atribuído ao efeito contingência, ou seja, às características inatas, particulares, de cada estudante. Os resultados obtidos apresentaram evidências favoráveis à ocorrência do referido fenômeno. O segundo ensaio, por sua vez, consiste em um exercício empírico de avaliação de impacto. Buscou-se avaliar os efeitos do Programa Federal Mais Educação, implementado em 2008, sobre cinco variáveis de impacto: o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) das escolas, a nota média das escolas em português e em matemática, a taxa de abandono e um índice de violência construído. Optou-se por avaliar esse programa por dois principais motivos: primeiro porque ele vem sendo cada vez mais adotado nas escolas brasileiras, e segundo porque os gastos com o mesmo são consideravelmente elevados. Para tanto, utilizou-se os Microdados da Prova Brasil de 2007, 2009 e 2011. Dessa forma, foi possível construir uma estrutura de dados em painel contendo informações em um período anterior (2007) e em dois períodos posteriores ao início do programa (2009 e 2011). A mensuração dos impactos do Mais Educação deu-se pela combinação de dois métodos amplamente empregados nesse tipo de análise, a saber: Pareamento por Escore de Propensão e Diferenças em Diferenças. A combinação dessas metodologias fornece estimativas robustas do efeito do programa sobre as variáveis de impacto adotadas, pois permite o controle tanto pelas características observáveis como pelas não observáveis. Os modelos estimados indicam que o programa em questão é eficiente, sobretudo, na redução das taxas de abandono e violência nas escolas.
  • LAURO CESAR BEZERRA NOGUEIRA
  • ENSAIOS SOBRE DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES EDUCACIONAIS E RENDA.
  • Data: Feb 6, 2015
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este estudo propõe uma investigação sobre a clássica teoria de igualdade de oportunidades. Consideram-se informações referentes às oportunidades educacionais e de renda. Para tanto, utilizam-se quatro bases de dados distintas associadas a algumas estratégias empíricas. Este estudo foi dividido em três etapas: i) na primeira, verifica-se o nível de transmissão intergeracional da educação em diversas economias. Adicionalmente, mensura-se a influência indireta de fatores circunstânciais sobre o esforço individual despendido. Além do mais, apura-se qual o efeito de um incremento socioeconômico no resultado do teste; ii) na segunda etapa, destaca-se o papel das características sociais e econômicas no desempenho educacional. Em especial, verifica-se a influência indireta da educação parental sobre o resultado individual. E, por fim, em iii) investiga-se se a denominada sorte opção tem influência determinística no resultado individual. Os resultados encontrados apontam diferentes padrões de transmissão intergeracional da educação. Em síntese, apuram-se baixos níveis de transmissão educacional nos países sul-americanos. Por outro lado, observa-se um efeito significativo das circunstâncias sobre o esforço individual empregado e uma forte participação das características sociais e econômicas no desempenho educacional. Por último, constatou-se uma parcela substancial da sorte opção na determinação da renda, como também, uma importante contribuição das características não observáveis no resultado econômico individual.
2014
Description
  • ALESSIO TONY CAVALCANTI DE ALMEIDA
  • HÁBITOS PREJUDICIAIS À SAÚDE: DEMANDA E SEUS EFEITOS NO ATRASO ESCOLAR E NO MERCADO DE TRABALHO.
  • Data: Nov 27, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta tese é composta por três ensaios relacionados à demanda por produtos não saudáveis e ao papel de fatores comportamentais de risco à saúde nos resultados escolares e no mercado de trabalho.O primeiro ensaio analisa a demanda das famílias brasileiras por bebidas alcoólicas e cigarros, com ênfase nas elasticidades preço e dispêndio e nas simulações de mudanças nos preços destes itens sobre o bem-estar. A abordagem QuadraticAlmost Ideal Demand System e os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 e do Suplemento de Tabagismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2008 são usados neste estudo. Pelos resultados auferidos, cigarro e bebidas alcoólicas possuem elasticidade-dispêndio positiva e relação de substitutibilidade independentemente do nível de renda domiciliar per capita e da macrorregião de residência. Choques positivos nos preços desses itens possuem um baixo ajustamento de demanda, assim como a taxa de compensação de renda requerida em função de mudanças nos preços do cigarro é maior para as famílias e regiões mais ricas.Por sua vez, o segundo ensaio objetiva avaliar o papel da exposição de alunos aos fatores de risco comportamentais à saúde – cigarro, bebida alcoólica e excesso de peso –no resultado educacional no Brasil. Para tanto, os microdados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2012 e técnicas paramétricas e não-paramétricas são utilizados para a estimação do efeito da exposição a esses fatores sobre o indicador de atraso escolar de discentes no 9º ano do ensino fundamental. Os principais resultados da pesquisa confirmam a hipótese de que a exposição aos fatores de risco se relaciona de forma direta com o atraso escolar, sendo os efeitos mais intensos para os estudantes com pior nível socioeconômico. Esses achados ratificam a importância de políticas públicas que promovam a prevenção desses fatores de risco desde a infância, pois as consequências dessas exposições geram desdobramentos não apenas na saúde mas também no componente educacional do capital humano.Por fim, o propósito central último ensaio é explorar a heterogeneidade da repercussão de hábitos pessoais não saudáveis, expressa pelo o uso do cigarro, sobre a produtividade do trabalho e no trade-off salário-risco. Com base na Pesquisa Especial de Tabagismo integrante da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2008 e no Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho 2008, os modelos empíricos são desenvolvidos por meio de regressoresquantílicos com variáveis instrumentais. Os resultados encontrados explicitam que a penalização salarial do cigarro com controle para endogeneidade é estatisticamente significativa ao longo da distribuição dos rendimentos individuais, com perdas salariais variando de 15,2% a 36,5%. Os fumantes também recebem um menor prêmio ao risco no comparativo ao recebido pelos não-usuários do cigarro nas atividades econômicas com maior incidência de acidentes do trabalho não-fatais. Conforme essas estimativas, o valor estatístico de um acidente do trabalho por ano é, na mediana, para os não-fumantes de aproximadamente R$ 6,4 mil por acidente e R$ 3,5 mil para os fumantes, com diferenças também nesses valores nos outros quantis da distribuição condicional do salário.
  • THIAGO LIMOEIRO RICARTE
  • UMA ANÁLISE DO IMPACTO DA EXPERIÊNCIA OCUPACIONAL ENTRE OS JOVENS BRASILEIROS: 2003 A 2012
  • Data: Aug 29, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertação procurou avaliar o impacto da experiência ocupacional entre os jovens brasileiros como determinante nas chances de inserção do mercado de trabalho brasileiro, bem como, sobre as diferenças de salários entre os indivíduos jovens. Para atingir este objetivo adotaram-se os modelos de pareamento por escore de propensão (PSM) proposto por Rosenbaum e Rubin (1983) e a Análise Contrafactual por Regressões Quantílicas proposto por Chernozhukov, Fernández-Val e Melly (2013), tendo como base de dados a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), de 2003 a 2012. A dissertação foi composta de dois ensaios (capítulos) independentes cuja hipótese traçada é a de que a experiência ocupacional, ou seja, o fato de já ter exercido uma ocupação anterior, pode ser considerada uma variável determinante de distinção entre os trabalhadores jovens (16 a 24 anos), tanto na busca pelo emprego quanto na sua remuneração salarial. O primeiro ensaio analisou o impacto da experiência ocupacional nas chances de inserção ocupacional no mercado de trabalho através da metodologia econométrica Propensity Score Match enquanto o segundo ensaio avaliou o impacto da experiência ocupacional na diferenciação salarial dos trabalhadores (com experiência e sem experiência ocupacional) através do método de Chernozhukov, Fernández-Val e Melly (2013). Os resultados confirmam a experiência ocupacional como um fator de impacto determinante que influencia positivamente as chances de inserção dos trabalhadores no mercado de trabalho, como também, indicaram que os trabalhadores que já exerceram uma atividade ocupacional anterior possuem um rendimento salarial superior comparativamente aos trabalhadores sem experiência anterior em todos os anos da amostra, e que este diferencial é mais significativo quando analisamos os trabalhadores localizados nos quantis mais baixos da distribuição de rendimentos. Embora com as ressalvas metodológicas e amostrais citadas ao longo da dissertação, as análises finais sugerem que a experiência ocupacional no mercado de trabalho é um critério utilizado pelos demandantes de mão de obra tanto na contratação quanto na remuneração do trabalhador.
  • KAYO CICERO QUIRINO DE SOUZA
  • Integração econômica, crise e emprego na Espanha.
  • Data: Aug 18, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho tem como tema central as transformações sobre a economia espanhola ao longo da segunda metade do século XX e as primeiras décadas do século XXI até a crise de 2008. Analisam-se como o modelo de desenvolvimento econômico baseado no setor imobiliário resultou sobre o seu nível de emprego e renda, tendo uma análise ampla sobre as consequências que tal modelo resultou sobre a dinâmica competitiva do país ocasionando em maior vulnerabilidade às crises econômicas. Como será ainda ressaltado, o setor da construção civil passou ao longo de décadas como sendo o setor que maior recebeu incentivos governamentais desde o período da ditadura franquista até a grande crise de 2008. Além desses fatos, será destacada a importância que o setor financeiro exerceu para o aprofundamento deste modelo de desenvolvimento, ao promover condições propícias para a aquisição de vivendas por parte das famílias, gerando um processo inovador que possibilitou converter a valorização dos preços dos imóveis em liquidez para o consumo. Para reforçar como o nível de emprego estava associado ao desempenho do setor da construção civil, foi realizado uma estimação econométrica para verificar tal comportamento para o período de 1996 até 2012.
  • MARIA RENATA BEZERRA MELO
  • RENDIMENTOS E DESIGUALDADE DE RENDA NO BRASIL NO PERÍODO 2004-2012: A CONTRIBUIÇÃO DA RENDA DO TRABALHO DA MULHER NA REDUÇÃO DA DESIGUALDADE
  • Data: Mar 11, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertação teve como objetivo avaliar a contribuição dos rendimentos salariais da mulher na renda domiciliar e o impacto desses rendimentos na redução da desigualdade da renda domiciliar per capita no Brasil e nas macrorregiões. A base de dados utilizada foi a da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), no período de 2004 a 2012. Para atingir este objetivo serão utilizadas as metodologias de decomposição do índice de Gini em parcelas do rendimento proposta por Kakwani, Wagstaff e Doorslaer (1997), assim como a metodologia de decomposição da mudança no índice de Gini por efeito-composição e efeito-concentração desenvolvida por Hoffmann (2006) e Soares (2006), a partir da decomposição proposta por Shorrocks (1982). A metodologia de Kakwani, Wagstaff e Doorslaer (1997) proporciona os erros-padrão, possibilitando a construção de intervalos de confiança, sendo exequível, consequentemente, verificar se as mudanças na desigualdade foram ou não estatisticamente significantes. Os resultados apontam que enquanto no Sudeste, Sul e Centro-Oeste as mudanças ocorridas de 2004 a 2012 nos componentes trabalho do homem, previdência pública e trabalho da mulher, principalmente na questão da desconcentração destas rendas, foram as grandes responsáveis pela queda da desigualdade brasileira, no Nordeste e no Norte, a renda do Programa Bolsa Família teve um papel crucial, principalmente através do efeito-composição. Tais achados reforçam a importância de políticas econômicas visando a desconcentração da renda proveniente do trabalho, incluindo no contexto a renda do trabalho da mulher, já que esta tem uma participação bastante significativa na renda dos domicílios e sua dinâmica reflete, de maneira expressiva, a trajetória rumo a uma sociedade mais igualitária.
  • MARIA RENATA BEZERRA MELO
  • RENDIMENTOS E DESIGUALDADE DE RENDA NO BRASIL NO PERÍODO 2004-2012: A CONTRIBUIÇÃO DA RENDA DO TRABALHO DA MULHER NA REDUÇÃO DA DESIGUALDADE
  • Data: Mar 11, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertação teve como objetivo avaliar a contribuição dos rendimentos salariais da mulher na renda domiciliar e o impacto desses rendimentos na redução da desigualdade da renda domiciliar per capita no Brasil e nas macrorregiões. A base de dados utilizada foi a da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), no período de 2004 a 2012. Para atingir este objetivo serão utilizadas as metodologias de decomposição do índice de Gini em parcelas do rendimento proposta por Kakwani, Wagstaff e Doorslaer (1997), assim como a metodologia de decomposição da mudança no índice de Gini por efeito-composição e efeito-concentração desenvolvida por Hoffmann (2006) e Soares (2006), a partir da decomposição proposta por Shorrocks (1982). A metodologia de Kakwani, Wagstaff e Doorslaer (1997) proporciona os erros-padrão, possibilitando a construção de intervalos de confiança, sendo exequível, consequentemente, verificar se as mudanças na desigualdade foram ou não estatisticamente significantes. Os resultados apontam que enquanto no Sudeste, Sul e Centro-Oeste as mudanças ocorridas de 2004 a 2012 nos componentes trabalho do homem, previdência pública e trabalho da mulher, principalmente na questão da desconcentração destas rendas, foram as grandes responsáveis pela queda da desigualdade brasileira, no Nordeste e no Norte, a renda do Programa Bolsa Família teve um papel crucial, principalmente através do efeito-composição. Tais achados reforçam a importância de políticas econômicas visando a desconcentração da renda proveniente do trabalho, incluindo no contexto a renda do trabalho da mulher, já que esta tem uma participação bastante significativa na renda dos domicílios e sua dinâmica reflete, de maneira expressiva, a trajetória rumo a uma sociedade mais igualitária.
  • MARCUS VINÍCIUS AMARAL E SILVA
  • POLITICA MONETÁRIA NO BRASIL: QUEBRAS ESTRUTURAIS E ENDOGENEIDADE
  • Data: Mar 10, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertação é composta por dois ensaios. O primeiro ensaio tem como objetivo realizar testes de quebra estrutural na função de reação do Banco Central do Brasil para avaliar possíveis mudanças na condução da política monetária no Brasil, levando-se em conta que os regressores da função de reação são potencialmente variáveis endógenas. Para isto, é utilizada a metodologia desenvolvida por Hall et al. (2012) que, utilizando uma extensão da estrutura desenvolvida por Bai e Perron (1998), elaboram um método capaz de identificar múltiplas quebras estruturais em períodos desconhecidos. Os principais resultados apontam para a presença de quebras estruturais nas três funções de reação estudadas. Além disso, as ações da política monetária, por meio da taxa de juros Selic, parecem sofrer maior influência dos desvios da inflação em torno de sua meta, comparativamente a variações no hiato do produto e na taxa de câmbio. O segundo ensaio estima uma curva de Phillips novo-keynesiana com regressores endógenos e parâmetros variando no tempo para avaliar possíveis impactos de mudanças na condução das políticas econômicas no Brasil, sob a estabilidade dos parâmetros associados, no período de 2002.02 a 2013.12. A estratégia econométrica é baseada no estudo de Hall et al. (2012), os quais utilizam uma extensão da estrutura desenvolvida por Bai e Perron (1998) para modelos lineares com regressores endógenos, estimados via variáveis instrumentais, que possibilita a identificação de múltiplas quebras estruturais desconhecidas. A estimativa dos parâmetros do modelo é realizada pelo método de Mínimos Quadrados em Dois Estágios (MQ2E). Os resultados para os modelos utilizados mostram que há ao menos uma quebra estrutural na curva de Phillips estimada, entre setembro e outubro de 2003. Período este de recondicionamento das expectativas dos agentes, dado um fator inicial de imprevisibilidade quanto ao comportamento do novo governo. Neste período, a resposta da taxa de inflação à expectativa de inflação apresentou forte elevação, Em outras palavras, a taxa de inflação pareceu ter se tornado mais sensível às expectativas dos agentes acerca da inflação futura.
  • DANYELLA JULIANA MARTINS DE BRITO
  • ENSAIOS SOBRE DESLOCAMENTOS PENDULARES: UMA ANÁLISE PARA A REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE
  • Data: Feb 24, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente estudo objetiva avaliar o padrão da mobilidade urbana na Região Metropolitana do Recife (RMR), identificando os fluxos e características socioeconômicas do comportamento pendular intrametropolitano. Para tanto, pretende-se: examinar os fluxos pendulares dos indivíduos que trabalham e/ou estudam em município diferente daquele que residem; identificar o perfil dos indivíduos que trabalham em município diferente daquele que reside e realizam o movimento pendular intermunicipal, e compará-lo com aqueles trabalhadores que fazem esse deslocamento na esfera intramunicipal; e investigar, empiricamente, os principais determinantes conjuntos da migração intermunicipal (mudança de domicílio – data fixa) e dos deslocamentos pendulares urbanos na RMR em razão do trabalho. A metodologia empregada para análise dos determinantes chaves dos fluxos pendulares é a abordagem de equações gravitacionais, visando identificar forças de atração e repulsão dos fluxos pendulares. A segunda abordagem refere-se a determinação conjunta da migração e dos movimentos pendulares, cuja estrutura de dependência em fatores não observados é estimada de forma flexível com o uso de funções cópulas. A ideia subjacente à esta abordagem é a de que os processos migratórios, ou seja, o fato do indivíduo ser migrante intermunicipal, altera as chances deste realizar o deslocamento pendular, visto que o fato dele já ter realizado a migração pode torná-lo mais propenso à realização de deslocamentos urbanos intermunicipais. Os principais resultados observados para RMR apontam que: (1) a distância entre os municípios de residência e de trabalho/estudo atua como uma força de repulsão sobre os fluxos pendulares, isto é os fluxos pendulares são, em média, maiores entre regiões mais próximas; (2) o IDH municipal mostrou-se determinante para os fluxos pendulares, de modo que quanto maior o IDH no município de origem menores serão os fluxos pendulares; (3) e a experiência de migração passada parece influenciar o deslocamento pendular, os resultados indicam que o impacto estimado da condição de migrante sobre a probabilidade de realização do movimento pendular para um indivíduo aleatório na amostra analisada é de 13,4 p.p..

  • ANA CLÁUDIA ANNEGUES DA SILVA
  • MOBILIDADE INTERGERACIONAL QUALIFICADA: UMA ABORDAGEM DE MENSURAÇÃO UTILIZANDO REGRESSÕES QUANTÍLICAS
  • Data: Feb 10, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho se propõe a analisar empiricamente a mobilidade intergeracional de resultado à luz do conceito de Igualdade de Oportunidades Qualificada. Para isso, são realizados dois testes empíricos com dados de educação de pais e filhos do Canadá e do Brasil. O procedimento metodológico consiste em: 1) estimar a relação entre a escolaridade dos filhos e dos pais e 2) analisar o comportamento do erro da regressão através do status socioeconômico dos pais; espera-se que a variância do erro reduza para os pais com maior nível de instrução. Optou-se, ainda, pelo método de regressão por quantil, dado o problema de identificação do modelo, apontado por Figueiredo, Lima e Schaur (2014), presente nas estimações por mínimos quadrados. Os resultados mostraram que no Canadá a educação dos pais tem influência significativa sobre a educação dos filhos. Além disso, constatou-se que a mobilidade qualificada é verificada, uma vez que a variância do erro é negativamente relacionada com a escolaridade dos pais. Os resultados para o Brasil mostraram uma variância crescente com o nível de instrução dos pais, de forma que a mobilidade intergeracional não correspondeu às características de uma mobilidade qualificada.
  • WALLACE PATRICK SANTOS DE FARIAS SOUZA
  • O IMPACTO DO BACKGROUND FAMILIAR SOBRE O ESFORÇO E SUA INFLUÊNCIA NO RESULTADO ECONÔMICO DOS INDIVÍDUOS: UMA APLICAÇÃO DO MODELO DE ROY
  • Data: Feb 10, 2014
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este estudo mensura a influencia que a educação dos pais exerce sobre o esforço e sobre o nível de rendimento auferido pelos indivíduos. O esforço será aproximado através do nível de escolaridade, dividindo os indivíduos em dois grupos, i.e, sem nível superior (“Baixo”) representando indivíduos que desempenham um menor esforço e com nível superior (“Alto”) indicando um esforço mais elevado. A estratégia empírica de estimação foi baseada em três passos: i) a estimação do efeito de tratamento médio convencional por diferentes métodos, seguindo Heckman e Honoré (1990) e Heckman e Vytlacil (1999); ii) os bounds de variação de Shaikh e Vytlacil (2004) para o impacto do tratamento e iii) um teste de robustez para as estimativas que inclui a variável instrumental taxa de desemprego como forma de endogeneizar os anos de estudo dos indivíduos. Os resultados, tendo como base os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do ano de 1996, indicam um efeito significativo da educação do pai e da mãe, sobretudo nos indivíduos menos escolarizados. Isso pode ser explicado, entre outros fatores, pelo menor nível de renda e consequentemente um maior grau de dependência desses indivíduos do seu background familiar, seguindo os pressupostos da desigualdade de oportunidades. Por fim, a não utilização da variável instrumental tende a superestimar os coeficientes do efeito de tratamento, sobretudo a educação do pai em detrimento da educação da mãe.
2013
Description
  • TATIANA LOSANO DE ABREU
  • Tipificação dos Agricultores Familiares do Agreste do Estado da Paraíba segundo a Modernização
  • Data: Dec 13, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo geral do trabalho é tipificar os estabelecimentos de agricultura familiar, na Mesorregião do Agreste Paraibano, de acordo com o padrão de modernização. Além deste objetivo geral, pretende-se atingir os seguintes objetivos específicos: traçar um perfil da agricultura familiar no Agreste Paraibano; discutir o processo de modernização da agricultura na Paraíba e no Agreste Paraibano; e estudar a importância das políticas públicas nesse processo de modernização, particularmente, das políticas de crédito e de assistência técnica. Para atingir os objetivos especificados, foram adotados os seguintes procedimentos metodológicos: a) pesquisa bibliográfica; b) levantamento de informações censitárias que permitiram caracterizar a produção familiar rural no Agreste Paraibano; c) aplicação da Teoria da Resposta ao Item (TRI) nos dados coletados através de pesquisa direta em 314 estabelecimentos de agricultura familiar que representam as especificidades das oito microrregiões do Agreste Paraibano. Os resultados da aplicação da TRI permitem afirmar que boa parte dos agricultores familiares do Agreste Paraibano ainda podem ser considerados agricultores de subsistência embora com níveis de diferenciação de acordo com o grau de modernização. As políticas públicas têm desempenhado um papel importante nesse processo.
  • TATIANA LOSANO DE ABREU
  • Tipificação dos Agricultores Familiares do Agreste do Estado da Paraíba segundo a Modernização
  • Data: Dec 13, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo geral do trabalho é tipificar os estabelecimentos de agricultura familiar, na Mesorregião do Agreste Paraibano, de acordo com o padrão de modernização. Além deste objetivo geral, pretende-se atingir os seguintes objetivos específicos: traçar um perfil da agricultura familiar no Agreste Paraibano; discutir o processo de modernização da agricultura na Paraíba e no Agreste Paraibano; e estudar a importância das políticas públicas nesse processo de modernização, particularmente, das políticas de crédito e de assistência técnica. Para atingir os objetivos especificados, foram adotados os seguintes procedimentos metodológicos: a) pesquisa bibliográfica; b) levantamento de informações censitárias que permitiram caracterizar a produção familiar rural no Agreste Paraibano; c) aplicação da Teoria da Resposta ao Item (TRI) nos dados coletados através de pesquisa direta em 314 estabelecimentos de agricultura familiar que representam as especificidades das oito microrregiões do Agreste Paraibano. Os resultados da aplicação da TRI permitem afirmar que boa parte dos agricultores familiares do Agreste Paraibano ainda podem ser considerados agricultores de subsistência embora com níveis de diferenciação de acordo com o grau de modernização. As políticas públicas têm desempenhado um papel importante nesse processo.
  • ALTAMAR ALENCAR CARDOSO
  • POLÍTICA DE INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA ELETRÔNICA: UMA ANÁLISE NACIONAL DO PROGRAMA PRIME E UMA APLICAÇÃO PARA O APL DE TIC DE CAMPINA GRANDE (PB)
  • Data: Oct 7, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho teve como objetivo analisar a evolução da política de inovação e o Programa PRIME nacional e sua aplicação local no APL de TIC de Campina Grande. A metodologia empregada consiste: na aplicação da tipologia para arranjo e sistemas produtivos e inovativos locais conforme Cavalcanti Filho (2013) para caracterizar o APL de TIC de Campina Grande; na aplicação do modelo sistêmico de análise de políticas públicas em conjunto com o modelo de ciclo de políticas públicas conforme Rua (2009) para analisar a processo de formação e implementação do Programa PRIME. Para aquisição de dados foi utilizado pesquisa documental, aplicação de questionários e entrevistas. Observou-se uma evolução na concepção da política industrial e de inovação, em resposta a evolução da economia, em especial ao processo de globalização. Com relação ao programa PRIME, ele apresentou entraves para implementação derivados das inconsistências na fase de concepção do programa, contudo seu objetivo foi alcançado em 85% das empresas participantes no caso do PaqTc. Um efeito relevante foi ter conseguido incutir nas empresas a importância do desenvolvimento das competências de gestão e mercadologia, ambas consideradas fracas nas empresas do APL de TIC de Campina Grande. Essas novas empresas com perfil empresarial diferenciado do padrão das empresas do APL é um importante fator variante dentro do arranjo, podendo impactar no aumento do faturamento, um dos gargalos encontrados pela analise do APL. Portanto, o Programa PRIME foi um importante mecanismo de variação dentro de APL de TIC de Campina Grande (PB).
  • ALTAMAR ALENCAR CARDOSO
  • POLÍTICA DE INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA ELETRÔNICA: UMA ANÁLISE NACIONAL DO PROGRAMA PRIME E UMA APLICAÇÃO PARA O APL DE TIC DE CAMPINA GRANDE (PB)
  • Data: Oct 7, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho teve como objetivo analisar a evolução da política de inovação e o Programa PRIME nacional e sua aplicação local no APL de TIC de Campina Grande. A metodologia empregada consiste: na aplicação da tipologia para arranjo e sistemas produtivos e inovativos locais conforme Cavalcanti Filho (2013) para caracterizar o APL de TIC de Campina Grande; na aplicação do modelo sistêmico de análise de políticas públicas em conjunto com o modelo de ciclo de políticas públicas conforme Rua (2009) para analisar a processo de formação e implementação do Programa PRIME. Para aquisição de dados foi utilizado pesquisa documental, aplicação de questionários e entrevistas. Observou-se uma evolução na concepção da política industrial e de inovação, em resposta a evolução da economia, em especial ao processo de globalização. Com relação ao programa PRIME, ele apresentou entraves para implementação derivados das inconsistências na fase de concepção do programa, contudo seu objetivo foi alcançado em 85% das empresas participantes no caso do PaqTc. Um efeito relevante foi ter conseguido incutir nas empresas a importância do desenvolvimento das competências de gestão e mercadologia, ambas consideradas fracas nas empresas do APL de TIC de Campina Grande. Essas novas empresas com perfil empresarial diferenciado do padrão das empresas do APL é um importante fator variante dentro do arranjo, podendo impactar no aumento do faturamento, um dos gargalos encontrados pela analise do APL. Portanto, o Programa PRIME foi um importante mecanismo de variação dentro de APL de TIC de Campina Grande (PB).
  • ALTAMAR ALENCAR CARDOSO
  • POLÍTICA DE INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA ELETRÔNICA: UMA ANÁLISE NACIONAL DO PROGRAMA PRIME E UMA APLICAÇÃO PARA O APL DE TIC DE CAMPINA GRANDE (PB)
  • Data: Oct 7, 2013
  • Show Summary
  • O presente trabalho teve como objetivo analisar a evolução da política de inovação e o Programa PRIME nacional e sua aplicação local no APL de TIC de Campina Grande. A metodologia empregada consiste: na aplicação da tipologia para arranjo e sistemas produtivos e inovativos locais conforme Cavalcanti Filho (2013) para caracterizar o APL de TIC de Campina Grande; na aplicação do modelo sistêmico de análise de políticas públicas em conjunto com o modelo de ciclo de políticas públicas conforme Rua (2009) para analisar a processo de formação e implementação do Programa PRIME. Para aquisição de dados foi utilizado pesquisa documental, aplicação de questionários e entrevistas. Observou-se uma evolução na concepção da política industrial e de inovação, em resposta a evolução da economia, em especial ao processo de globalização. Com relação ao programa PRIME, ele apresentou entraves para implementação derivados das inconsistências na fase de concepção do programa, contudo seu objetivo foi alcançado em 85% das empresas participantes no caso do PaqTc. Um efeito relevante foi ter conseguido incutir nas empresas a importância do desenvolvimento das competências de gestão e mercadologia, ambas consideradas fracas nas empresas do APL de TIC de Campina Grande. Essas novas empresas com perfil empresarial diferenciado do padrão das empresas do APL é um importante fator variante dentro do arranjo, podendo impactar no aumento do faturamento, um dos gargalos encontrados pela analise do APL. Portanto, o Programa PRIME foi um importante mecanismo de variação dentro de APL de TIC de Campina Grande (PB).

  • JOAO BERTONI NETO
  • PRECARIZAÇÃO E DETERIORAÇÃO DO TRABALHO NO BRASIL: CARACTERÍSTICAS HISTÓRICAS E O CENÁRIO ATUAL
  • Data: Aug 20, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este estudo tem como objetivo principal analisar o processo de precarização, deterioração e reestruturação do mercado de trabalho brasileiro durante as décadas de 1990 e 2000. Entretanto, antes de abordar o período mais recente do mercado de trabalho nacional, foi feito um retrospecto sobre a formação e evolução do mercado de trabalho brasileiro e sua relação com a precarização do trabalho. A proposta de pesquisa está calcada na utilização de fontes secundárias, incluindo: a) pesquisa bibliográfica para analisar a formação e evolução do mercado de trabalho brasileiro e sua relação com a precarização da força de trabalho; e b) pesquisa em banco de dados para dar sustentação à discussão sobre a organização do mercado de trabalho brasileiro nos anos 1990 e 2000. A base de dados utilizada foi a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Observou-se que a deterioração e a precarização do trabalho se fazem presente no Brasil desde antes da formação do mercado de trabalho nacional, assim como está presente na atualidade. Portanto, as características atuais do mercado de trabalho brasileiro estão relacionadas com a formação e evolução das relações e condições de trabalho presentes no país, bem como com as novas condições de funcionamento da economia brasileira instauradas na década de 1990 subordinadas aos interesses do capital estrangeiro.
  • JOAO BERTONI NETO
  • PRECARIZAÇÃO E DETERIORAÇÃO DO TRABALHO NO BRASIL: CARACTERÍSTICAS HISTÓRICAS E O CENÁRIO ATUAL
  • Data: Aug 20, 2013
  • Show Summary
  • Este estudo tem como objetivo principal analisar o processo de precarização, deterioração e reestruturação do mercado de trabalho brasileiro durante as décadas de 1990 e 2000. Entretanto, antes de abordar o período mais recente do mercado de trabalho nacional, foi feito um retrospecto sobre a formação e evolução do mercado de trabalho brasileiro e sua relação com a precarização do trabalho. A proposta de pesquisa está calcada na utilização de fontes secundárias, incluindo: a) pesquisa bibliográfica para analisar a formação e evolução do mercado de trabalho brasileiro e sua relação com a precarização da força de trabalho; e b) pesquisa em banco de dados para dar sustentação à discussão sobre a organização do mercado de trabalho brasileiro nos anos 1990 e 2000. A base de dados utilizada foi a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Observou-se que a deterioração e a precarização do trabalho se fazem presente no Brasil desde antes da formação do mercado de trabalho nacional, assim como está presente na atualidade. Portanto, as características atuais do mercado de trabalho brasileiro estão relacionadas com a formação e evolução das relações e condições de trabalho presentes no país, bem como com as novas condições de funcionamento da economia brasileira instauradas na década de 1990 subordinadas aos interesses do capital estrangeiro.

  • Weskla Barbosa dos Santos
  • ENSAIOS SOBRE MIGRAÇÃO INTERNA DE PESSOAS COM ALTA INSTRUÇÃO NO BRASIL.
  • Data: Jul 15, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertação tem por finalidade investigar as características e tendências das migrações internas de pessoas com alta instrução no Brasil, buscando-se especificamente identificar os padrões regionais da migração qualificada, seus principais determinantes e o comportamento do salário-hora auferido pelos migrantes e não migrantes. Utilizando o Censo Demográfico do IBGE para os anos de 2000 e 2010, a pesquisa em questão foi distribuída em dois ensaios. O primeiro avalia as rotas realizadas pelos migrantes qualificados em meio a diferentes âmbitos territoriais (regional, estadual, mesorregional e microrregional) entre os quinquênios de 1995-2000 e 2005-2010. A partir dele, as evidências mostram que, em todos os âmbitos analisados, as regiões Sul e Sudeste apresentam maior quantidade de qualificados em meio aos seus residentes, assim como também registraram maior recepção e emissão de qualificados no território brasileiro em ambos os períodos considerados. No tocante as rotas averiguadas, ainda foi possível apurar que grande parte dos qualificados que retornaram aos seus locais de origem saíram das regiões Nordeste e Sudeste e teve como principal destino a região Sudeste. Destacam-se também aglomerações do tipo alto-alto em meio às regiões Norte e Nordeste ao realizar uma análise espacial das microrregiões brasileiras no período de 2010, à medida que aglomerações do tipo baixo-baixo são observadas entre as regiões Sul e Sudeste. O segundo ensaio, por sua vez, tem por objetivo analisar a determinação conjunta da decisão de migrar e dos salários auferidos por trabalhadores de alta instrução no Brasil. Nesse sentido, notou-se que o migrante qualificado é positivamente selecionado em atributos produtivos não observados. Ademais, ao analisar o grupo de migrantes, verifica-se que homens ganham, em média, mais que as mulheres (categoria omitida), que aqueles que se declararam de cor preta e parda possuem rendimento inferior quando comparado com os que se declararam de cor branca (categoria omitida), que o trabalhador com pós-graduação possui um salário-hora maior quando confrontado ao trabalhador graduado e que os empregados sem carteira assinada, assim como os de conta própria, possui um rendimento inferior ao que é adquirido pelo empregado com carteira assinada. Quanto as variáveis de localização consideradas, pode-se averiguar que aqueles que residem na zona urbana ganham, em média, um salário-hora maior que os que residem na zona rural (categoria omitida). Assim como os que residem na zona metropolitana e nos estados da região Norte possuem um rendimento maior que os que moram em zona não metropolitana (categoria omitida) e no estado de São Paulo (categoria omitida), respectivamente. Já no que tange a probabilidade de migrar, observou-se que ser homem, detentor de pós-graduação, residentes nos estados do Norte e Sudeste do país e possuidor de redes sociais aumentam as chances de trabalhadores qualificados efetuarem a migração. Além disso, realizou-se um exercício contrafatual sobre o rendimento auferido pelos migrantes e não migrantes qualificados, de modo a averiguar a racionalidade das decisões de ambos os grupos. Com isso, os resultados conferidos apontam que o migrante possui seletividade positiva, uma vez que os trabalhadores qualificados que migraram registraram um salário-hora maior do que aqueles que não migraram. Ainda com base no exercício contrafatual realizado, averiguou-se que as escolhas tomadas por ambos os grupos foram racionais, haja vista que o rendimento auferido se mostrou maior ao considerar as decisões fatuais (migrante – migrou e não migrante – não migrou) do que quando observado as análises contrafatuais (migrante – não migrou e não migrante – migrou). Por fim, ainda se pode verificar que os trabalhadores qualificados que decidiram migrar possuem tipicamente as seguintes características: homens, branco, com 36 anos de idade (em média), empregado com carteira assinada, residente na zona urbana, em área metropolitana e na região sudeste.

  • CLARISSA BENATTI SILVA
  • OS DETERMINANTES DO CUSTO DO VOTO: UMA ANÁLISE PARA AS ELEIÇÕES DE 2006 A 2010.
  • Data: May 10, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Diversos estudos sustentam a ideia de que os gastos de campanha têm papel decisivo nos resultados eleitorais. No Brasil é comum o uso de obras públicas e de recursos por políticos como instrumentos clientelísticos (pork-barrelling). Objetivou-se com este trabalho analisar se o custo do voto varia nas grandes regiões, nos estados e nas microrregiões e se essas variações são afetadas por características socioeconômicas. As informações constantes no repositório do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foram utilizadas como base de dados, além de indicadores socioeconômicos das mesorregiões e das microrregiões brasileiras. As análises foram feitas para os candidatos aos cargos de deputados federal, estadual e distrital no pleito de 2010. Os resultados obtidos por meio de testes não paramétricos indicaram que as eleições brasileiras não podem ser avaliadas considerando o Brasil como um todo, pois as médias dos custos por voto são estatisticamente diferentes entre as grandes regiões e entre os estados. Por meio do coeficiente de correlação de Spearman, concluiu-se que essas diferenças não estão relacionadas ao quociente eleitoral. O estudo também revelou, por meio de regressões log-lineares, que os votos são mais caros em microrregiões mais pobres, isto é, quanto maior a desigualdade socioeconômica da região, maior tende a ser o valor que o candidato deve gastar para conquistar seus votos.
  • AMBROSIO SILVA DE ARAUJO
  • CONCENTRAÇÃO ESPACIAL E ESPECIALIZAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL DO RIO GRANDE DO NORTE NO PERÍODO (2000 – 2010)
  • Data: Apr 30, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Na década de 2000-2010, houve forte criação de empregos com carteira assinada
    no Brasil, no Nordeste e no Rio Grande do Norte. Entretanto, como é típico em
    Economia Regional, este processo de aumento do emprego e do próprio
    desenvolvimento social, ocorreu de maneira distinta entre as microrregiões e os
    setores econômicos. Diante disso, objetivando analisar sob a ótica da concentração
    espacial e da especialização do emprego formal no RN, utilizou-se o quociente
    locacional e o coeficiente de especialização para estudar esse fenômeno nas
    dezenove microrregiões do Estado potiguar, e nos oito setores econômicos, de
    acordo com a classificação fornecida pelo IBGE. A variável emprego formal foi obtida
    na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS, providos pelo Ministério do
    Trabalho e Emprego – MTE. Os resultados obtidos pelo quociente locacional
    sinalizam para a ocorrência de concentração espacial do emprego formal em alguns
    setores econômicos dentro das microrregiões do RN, porém, os valores obtidos no
    coeficiente de especialização indicam não haver especialização econômica nas
    microrregiões do Estado.
    Na década de 2000-2010, houve forte criação de empregos com carteira assinadano Brasil, no Nordeste e no Rio Grande do Norte. Entretanto, como é típico emEconomia Regional, este processo de aumento do emprego e do própriodesenvolvimento social, ocorreu de maneira distinta entre as microrregiões e ossetores econômicos. Diante disso, objetivando analisar sob a ótica da concentraçãoespacial e da especialização do emprego formal no RN, utilizou-se o quocientelocacional e o coeficiente de especialização para estudar esse fenômeno nasdezenove microrregiões do Estado potiguar, e nos oito setores econômicos, deacordo com a classificação fornecida pelo IBGE. A variável emprego formal foi obtidana Relação Anual de Informações Sociais – RAIS, providos pelo Ministério doTrabalho e Emprego – MTE. Os resultados obtidos pelo quociente locacionalsinalizam para a ocorrência de concentração espacial do emprego formal em algunssetores econômicos dentro das microrregiões do RN, porém, os valores obtidos nocoeficiente de especialização indicam não haver especialização econômica nasmicrorregiões do Estado.
  • AMBROSIO SILVA DE ARAUJO
  • CONCENTRAÇÃO ESPACIAL E ESPECIALIZAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL DO RIO GRANDE DO NORTE NO PERÍODO (2000 – 2010)
  • Data: Apr 30, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Na década de 2000-2010, houve forte criação de empregos com carteira assinada
    no Brasil, no Nordeste e no Rio Grande do Norte. Entretanto, como é típico em
    Economia Regional, este processo de aumento do emprego e do próprio
    desenvolvimento social, ocorreu de maneira distinta entre as microrregiões e os
    setores econômicos. Diante disso, objetivando analisar sob a ótica da concentração
    espacial e da especialização do emprego formal no RN, utilizou-se o quociente
    locacional e o coeficiente de especialização para estudar esse fenômeno nas
    dezenove microrregiões do Estado potiguar, e nos oito setores econômicos, de
    acordo com a classificação fornecida pelo IBGE. A variável emprego formal foi obtida
    na Relação Anual de Informações Sociais – RAIS, providos pelo Ministério do
    Trabalho e Emprego – MTE. Os resultados obtidos pelo quociente locacional
    sinalizam para a ocorrência de concentração espacial do emprego formal em alguns
    setores econômicos dentro das microrregiões do RN, porém, os valores obtidos no
    coeficiente de especialização indicam não haver especialização econômica nas
    microrregiões do Estado.
    Na década de 2000-2010, houve forte criação de empregos com carteira assinadano Brasil, no Nordeste e no Rio Grande do Norte. Entretanto, como é típico emEconomia Regional, este processo de aumento do emprego e do própriodesenvolvimento social, ocorreu de maneira distinta entre as microrregiões e ossetores econômicos. Diante disso, objetivando analisar sob a ótica da concentraçãoespacial e da especialização do emprego formal no RN, utilizou-se o quocientelocacional e o coeficiente de especialização para estudar esse fenômeno nasdezenove microrregiões do Estado potiguar, e nos oito setores econômicos, deacordo com a classificação fornecida pelo IBGE. A variável emprego formal foi obtidana Relação Anual de Informações Sociais – RAIS, providos pelo Ministério doTrabalho e Emprego – MTE. Os resultados obtidos pelo quociente locacionalsinalizam para a ocorrência de concentração espacial do emprego formal em algunssetores econômicos dentro das microrregiões do RN, porém, os valores obtidos nocoeficiente de especialização indicam não haver especialização econômica nasmicrorregiões do Estado.

  • ALLEN GARDEL DANTAS DE LUNA
  • A EFICIÊNCIA DO GASTO PÚBLICO COM EDUCAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE OS MUNICÍPIOS DA PARAÍBA
  • Data: Apr 30, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente estudo teve como objetivo avaliar a eficiência relativa dos municípios da Paraíba em relação ao gasto público na área da educação, mais especificamente no Ensino Fundamental. Para isso, foi utilizado como metodologia o índice de Qualidade do Gasto Público (IQGP), que pondera a despesa per capita de cada município com o retorno apresentado na forma de indicadores sociais. Foram analisados 216 municípios da Paraíba e suas 23 microrregiões, sendo que a pesquisa utilizou dados secundários, constituindo indicadores de despesa e de desempenho educacional do ano de 2010. Após a conclusão da pesquisa, os principais resultados apresentados indicam que os municípios e microrregiões que obtiveram maior eficiência relativa foram aqueles que apresentaram um menor gasto per capita com educação por aluno. Os entes que apresentaram melhores índices de resultados foram menos eficientes, pois gastaram muito para chegarem a esta situação. Dessa forma, pode-se averiguar que a elevação da despesa per capita não trouxe, necessariamente, um aumento no bem-estar da população escolar, ocorrendo assim deseconomia de escala, que acontece quando os gastos crescem mais que proporcionalmente aos resultados. Apesar de algumas limitações da pesquisa a serem consideradas, este trabalho poderá servir de base para futuras investigações mais aprofundadas ou como comparação com resultados obtidos em outros estudos.
  • FRANCISCO DE ASSIS PEDROZA
  • ASPECTOS AMBIENTAIS E VALORAÇÃO ECONÔMICA DO MORRO DO CARECA, NATAL - RN
  • Data: Apr 30, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O processo de urbanização das últimas décadas tem gerado problemas de considerável gravidade, relativos ao uso e à ocupação fisicoambiental das cidades. O crescimento econômico e a preservação ambiental são, frequentemente, considerados objetivos antagônicos. A questão não era mais crescer ou não crescer, mas como crescer. As interações existentes entre o homem e o meio ambiente se acentuam em uma perspectiva estritamente utilitária, voltada notadamente para a exploração econômica. O objetivo geral deste estudo é investigar a valoração econômica do recurso ambiental denominado “Morro do Careca”, situado no extremo sul da praia de Ponta Negra em Natal no estado do Rio Grande do Norte – Brasil. Busca-se ressaltar a importância de atribuir um valor monetário aos recursos naturais. O conceito mais usado na valoração de ativos naturais é o de disposição a pagar e refere-se à máxima propensão a pagar que uma pessoa revela ao usar um recurso ambiental, levando em conta seu orçamento, sua preferência e seu altruísmo. No objeto em estudo, considerou-se o valor de uso direto (VUD) ou não uso, pois se analisou o benefício em forma de visitação do Morro do Careca ou não visitação. Questionários foram aplicados junto aos alunos dos cursos de Turismo e de Mecânica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Utilizou-se do Método de Valoração Contingente (MVC) para captar a variável disposição a pagar pelo Morro. Foi identificado que a média de idade dos entrevistados é 22 anos. A maioria está disposta a pagar pela manutenção do Morro, cujo valor médio é de R$ 45,00, constituída principalmente pelos alunos de Turismo; aqueles que não estão dispostos a contribuir alegam já viver sob alta tributação. Em síntese, uma revelação de que as pessoas estão dispostas a contribuir com R$ 8,00 para a manutenção do Morro do Careca leva a inferir que valorizam esse ponto turístico da cidade e assim reconhecem sua importância para o meio ambiente e para a cidade. Observa-se que pessoas desfrutam direta ou indiretamente do Morro com sua preservação, a exemplo de realização de caminhadas, passeios e da valoração econômica que agrega todo seu entorno. Por fim, foi realizado modelo de regressão por meio do qual foram investigados os efeitos das variáveis explicativas sexo, renda familiar e idade, simultaneamente, sobre a disposição a pagar. No ajuste do modelo, somente no caso da turma de Turismo existiu diferença significativa (5%) entre a variável disposição a pagar pela manutenção do Morro do Careca e a variável sexo.
  • PAULO HENRIQUE DE ASSIS BRAZIL
  • QUALIDADE DO EMPREGO FORMAL NO RIO GRANDE DO NORTE: UMA ANÁLISE POR SETORES DE ATIVIDADE NA DÉCADA DE 2000
  • Data: Apr 30, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho se propõe estudar a qualidade do emprego formal no Rio Grande do Norte e na região Nordeste no período de 2001 a 2010. Para tanto foi calculado o Índice da Qualidade do Emprego Formal (IQEF), que consiste no cálculo da média aritmética de quatro indicadores: o grau de instrução, a taxa de rotatividade, a taxa de desconcentração salarial e a média da remuneração salarial. A fonte de dados utilizada para atingir os resultados pretendidos foi a Relação Anual das Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Foi utilizado o programa DARDO do MTE para os cálculos do IQEF. A pesquisa bibliográfica foi feita com o intuito de obter elementos para a construção da abordagem teórica do trabalho bem como para traçar um panorama que servisse para subsidiar as discussões sobre as principais tendências apontadas pela evolução do IQEF do Rio Grande do Norte e do Nordeste. O estudo da dinâmica do mercado de trabalho do Rio Grande do Norte e do Nordeste mostrou que houve uma tendência de aumento do grau de formalização das relações de trabalho que atingiu praticamente todos os setores de atividade. A discussão dos resultados do IQEF entre 2001 e 2010, mostrou que o mercado de trabalho nas duas áreas selecionadas apresentou, também, uma tendência de melhoria da qualidade do emprego formal potiguar e nordestino.

  • PAULO HENRIQUE DE ASSIS BRAZIL
  • QUALIDADE DO EMPREGO FORMAL NO RIO GRANDE DO NORTE: UMA ANÁLISE POR SETORES DE ATIVIDADE NA DÉCADA DE 2000
  • Data: Apr 30, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho se propõe estudar a qualidade do emprego formal no Rio Grande do Norte e na região Nordeste no período de 2001 a 2010. Para tanto foi calculado o Índice da Qualidade do Emprego Formal (IQEF), que consiste no cálculo da média aritmética de quatro indicadores: o grau de instrução, a taxa de rotatividade, a taxa de desconcentração salarial e a média da remuneração salarial. A fonte de dados utilizada para atingir os resultados pretendidos foi a Relação Anual das Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Foi utilizado o programa DARDO do MTE para os cálculos do IQEF. A pesquisa bibliográfica foi feita com o intuito de obter elementos para a construção da abordagem teórica do trabalho bem como para traçar um panorama que servisse para subsidiar as discussões sobre as principais tendências apontadas pela evolução do IQEF do Rio Grande do Norte e do Nordeste. O estudo da dinâmica do mercado de trabalho do Rio Grande do Norte e do Nordeste mostrou que houve uma tendência de aumento do grau de formalização das relações de trabalho que atingiu praticamente todos os setores de atividade. A discussão dos resultados do IQEF entre 2001 e 2010, mostrou que o mercado de trabalho nas duas áreas selecionadas apresentou, também, uma tendência de melhoria da qualidade do emprego formal potiguar e nordestino.

  • ALEXANDRE KLEBER PEREIRA LIRA
  • UM ESTUDO SOBRE O IMPACTO DA EDUCAÇÃO SOBRE A RENDA NO ESTADO DA PARAÍBA
  • Data: Apr 12, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo deste trabalho é mostrar o impacto da educação sobre a renda dos indivíduos no Estado da Paraíba. Será usado como parâmetro para avaliar o nível de capital humano nesta região o comparativo com as regiões Nordeste e Sudeste. Faz parte do objetivo desta pesquisa investigar a existência de discriminação racial e por gênero na Paraíba assim como medir a influência da variável idade e experiência profissional do indivíduo nos retornos em educação . Esse estudo está embasado na utilização de dois métodos: procedimento de Heckman para eliminar os vieses de seleção amostral e o método de regressão quantílica nos percentis 5º, 10°, 25°, 50°, 75° e 90° da distribuição de remunerações nas regiões em análise. Utilizou-se micro-dados do CENSO no ano de 2010 realizado pelo IBGE. Os resultados das regressões mostraram que para indivíduos que se encontram nos quantis inferiores, estar inserido no setor formal, ser chefe de família, e possuir níveis elevados de escolaridade contribui positivamente nos rendimentos. Já para indivíduos que estão nos quantis mais elevados, ser do sexo masculino e possuir cor da pele branca foram atributos que melhor explicaram o rendimento. Conclui que as variáveis comportam-se de forma diferente dependendo do quantil da distribuição de rendimento que o indivíduo está situado. Na aplicação do modelo de seleção amostral ficou evidente que indivíduos com maior nível de capital humano apresentam uma maior chance de ingressar no mercado de trabalho, nas três regiões de estudadas, contudo, na Paraíba verificou-se com maior coeficiente em comparação com a região Nordeste e menor que a região Sudeste. Verificou-se também a presença de discriminação racial na medida em que em todas as regiões o mercado de trabalho apresentou-se mais fechado para indivíduos considerados não brancos. No método de regressão quantílica os indicadores apontam praticamente em todas as variáveis utilizadas, para um comportamento semelhante à metodologia de Heckman. No geral, os resultados apontam para um retorno em educação oriundo do incremento de um ano a mais de estudo em todos os quantis nas três regiões de Estudo. No Estado da Paraíba o impacto que o capital humano exerce sobre os salários é mais forte naquela faixa de renda em que os indivíduos auferem os menores rendimentos. Do ponto de vista da discriminação por gênero o estudo revelou que no Estado da Paraíba aparenta haver um menor nível de discriminação inferior aos da região Nordeste, superando discretamente apenas o Sudeste nos dois primeiros quantis.
  • MURILO MASSARU DA SILVA
  • O MERCADO FUTURO DA BM&BOVESPA: UMA ANÁLISE DE DEPENDÊNCIA SOB A ÓTICA DA TEORIA DE CÓPULAS.
  • Data: Mar 22, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este estudo foi desenvolvido com o objetivo de modelar a relação de dependência entre o mercado futuro de dólar da BM&FBOVESPA e a economia norte-americana,por meio da abordagem de cópulas. O contrato futuro de dólar negociado na bolsa brasileira é um dos cinco contratos futuros de câmbio com maior volume de negociação do mundo, portantotem papel fundamental no mercado financeiro nacional. Após a estimação de uma série de famílias de cópulasconstatou-se que a cópula t-student é apropriada para modelar a dependência entre as variáveis analisadas. Além disso, os testes estatísticos realizados rejeitaram tanto a hipótese de independência entre as séries quanto a de dependência de valores extremos. A pesquisarevelou que as variáveis em estudo possuem dependência negativa moderada, mesmo se tratando de mercados distintos de diferentes países.
  • JAILSON DA CONCEICAO TEIXEIRA DE OLIVEIRA
  • POLÍTICA MONETÁRIA EM CABO VERDE E MUDANÇAS MACROECONÔMICAS: EVIDENCIAS EMPÍRICAS
  • Data: Mar 20, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho teve como intuito investigar aspectos importantes sobre a política monetária em Cabo Verde e sua transmissão à economia, durante o período 1991/2011 com dados trimestrais. Entre eles figuram o produto interno bruto e o índice de preços como variáveis metas, as taxas ativas para operações a 91 dias como instrumento de política monetária e por fim o índice de câmbio efetivo nominal do BCV como o objetivo intermediário da política monetária. A metodologia empregada foi o modelo VAR e o MS-VAR. Como resultado temos que a modificação de um modelo VAR para um MS-VAR, trouxe ganhos de informações por permitir certa não-linearidade no modelo. Para cada metodologia foram estimados dois modelos, sendo que a diferença é porque um deles não inclui o câmbio (modelo simples). Foram identificados dois regimes, sendo que o regime 2 mostrou ser mais persistente e verificou também a sua exclusividade durante todo o período 1993:1 a 2006:2 o que coincide com o período em que houve a separação das funções do banco central e comercial e a criação de duas instituições independentes, bem como a mudança no regime cambial, que ocorreu em 1998. Observou também que a classificação dos regimes é sensível a mudanças em até certo patamar na taxa de juros e que em Cabo Verde a taxa de juros que prevalece é relativamente alta. Tal fato se deve a própria estrutura do mercado financeiro nacional e da fraca poupança interna. No segundo regime os resultados das funções impulso e respostas mostraram-se coerentes com a teoria convencional, no sentido de que choque positivo na taxa de juros leva a redução no produto e nível de preços. Já os resultados obtidos no regime 1 principalmente para a resposta do IPC a um choque na taxa de juros são diferentes, uma vez que tal choque leva a um aumento nessa variável. Ao introduzir o câmbio no modelo, fez com que no regime 1 o impacto da Txjur no IPC se reduza de 3 ponto percentual para 2,5 em relação ao modelo anterior. Outra alteração registrada nos resultados foi o tempo de duração do efeito negativo do choque positivo na taxa de juros sobre o PIB que mostrou ser menor em ambos os regimes.
  • CLAUDIA DA ESCOSSIA COLLACO
  • UMA ESTIMAÇÃO DOS DETERMINANTES DE DEMANDA POR CINEMA NO BRASIL: UM ESTUDO SOBRE O SETOR PARA O ANO DE 2011
  • Data: Mar 18, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O propósito deste trabalho foi analisar o setor cinematográfico no Brasil, qualitativa e historicamente, através dos dispositivos de incentivos promovidos pelas Leis do Audiovisual e Rouanet. A partir da abordagem da microeconomia sobre a demanda por bens culturais, buscou-se estimar a demanda por cinema no Brasil, ao identificar as características individuais que influenciam as preferências do indivíduo, considerando seu comportamento, suas escolhas, os preços médios dos tíquetes e a renda. Através da metodologia foram analisados os parâmetros de estimação em que a variável receita total com exibição é determinada por variáveis socioeconômicas e de mercado. Foram analisados todos os municípios brasileiros que possuem cinema. Utilizando dados do Portal Filme B, da ANCINE e do IBGE, o modelo estimado em cross section, para o ano de 2011, apontou que o dispêndio com cinema é determinado pela renda, população e quantidade de cinemas. Já a variável de educação, proxy do nível cultural dos municípios, não demonstrou significância no modelo, contrariando as expectativas. Conclui-se que a demanda de cinema segue as desigualdades regionais no país. Para que haja uma melhor distribuição e acesso aos bens culturais, as políticas públicas devem ser pautadas no apoio a quem de fato precisa dos incentivos federais.
  • MARILIA AMARAL DE MOURA E. PEROBA
  • ESTUDO DE VIABILIDADE DE PRODUÇÃO DE BRIQUETE E SEUS IMPACTOSSOBRE O MEIO AMBIENTE E O MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO DO BAIXO-AÇÚ - RN
  • Data: Feb 27, 2013
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Noventa e oito por cento do território do Rio Grande do Norte estão incluídos nas chamadas Áreas Susceptíveis à Desertificação do Brasil (ASD). Na região do Baixo-Açu, o desmatamento sistemático e sem critério da mata nativa para atender às necessidades do polo ceramista e de outras pequenas indústrias locais tem intensificado o quadro de devastação ambiental, já considerado grave pelo Ministério do Meio Ambiente. A pesquisa de campo elaborada para dimensionar o consumo de lenha e carvão vegetal na região revelou que a demanda por esses dois combustíveis é oito vezes maior do que a oferta, de acordo com os dados do IBGE sobre a produção extrativista dos nove municípios que compõem a região. Este estudo examinou a viabilidade de implantação de um embrião de Arranjo Produtivo Local de briquetes (lenha ecológica) no Campus Ipanguaçu do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, a fim de contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas que promovam a recuperação de áreas desmatadas e aliviar a pressão antrópica sobre a caatinga. Os briquetes seriam produzidos para substituir a lenha e o carvão vegetal como combustível, especialmente no polo cerâmico da região. A matéria-prima principal são os resíduos da produção de cera de carnaúba, suficientes para garantir a produção de cinco fábricas com capacidade de produzir 4.800 t/ano de briquetes cada. Além da palha de carnaúba, será utilizado capim-elefante para compor 20% do blend dos briquetes. As estimativas de custos de manutenção da biofábrica foram feitas tendo como parâmetros os dados de uma planta industrial idêntica, localizada no Paraná. Esses dados foram sistematizados em planilhas do software Make Money, usado na avaliação da viabilidade econômica a partir de aferidores como Valor Presente Líquido (VPL), Payback e Taxa Interna de Retorno (TIR). Os resultados comprovaram que o empreendimento é viável. Além da análise para a fábrica real, em construção no campus do IFRN, este trabalho gerou dois outros produtos: a análise de viabilidade econômica de outra fábrica, de caráter mais comercial, com custos de implantação menores, e modelos de estimação do VPL, Payback e TIR em cinco, 10, 15 e 20 anos, para quaisquer valores de compra de biomassa e de venda do briquete, sob as mesmas condições das fábricas analisadas. O objetivo foi disponibilizar uma ferramenta de análise de viabilidade econômico-financeira para futuras fábricas semelhantes que venham a se instalar na região, gerando ocupação e renda à população e permitindo a recomposição da mata nativa.

2012
Description
  • VALDEMIRO SEVERIANO JUNIOR
  • DOIS ENSAIOS SOBRE DISTRIBUIÇÃO DE RENDA: DESIGUALDADE INJUSTA E PERSISTÊNCIA DE POBREZA.
  • Data: Nov 30, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Esta dissertação aborda dois temas relacionados à distribuição de renda. Estes temas apresentam-se em dois ensaios. No primeiro mensura-se o nível de justiça associado ao sistema de redistribuição de renda dos países latino americanos. A análise se baseia no cálculo da desigualdade injusta pré e pós taxação. Os resultados indicaram que o sistema de tributação desses países não possui impacto sobre o nível de justiça distributiva. Neste contexto, destacam-se, negativamente, Brasil e Colômbia. O segundo ensaio aborda a persistência da pobreza nos Estados brasileiros. A análise empírica é conduzida de forma a evitar vieses relacionados à presença de outliers e de falácia de Galton. Os resultados demonstram que, ao contrário do que postula a literatura atual, o nível de persistência da pobreza brasileira é elevado.

     

     

  • MARIA DE FATIMA DIOGENES FERNANDES
  • TRANSFORMAÇÕES RECENTES NO EMPREGO FORMAL DA INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO DO BRASIL: EVIDÊNCIAS PARA AS DÉCADAS DE 1990 E 2000
  • Data: Nov 6, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho investiga o comportamento do emprego formal na indústria de transformação brasileira e as alterações no nível de especialização da sua estrutura produtiva, a partir dos anos 1990. As informações utilizadas foram obtidas junto ao banco de dados RAIS. A distribuição regional do emprego e dos salários foi medida pelos índices de participação e Gini; para identificação dos clusters de emprego, segundo as microrregiões, adotou-se o LISA; para medir a especialização das estruturas industriais regionais utilizou-se o K-index. Os resultados mostraram comportamentos distintos do emprego industrial nas décadas de 1990 e na de 2000. Na primeira, as mudanças no contexto macroeconômico interno e externo restringiram a capacidade de gerar ocupações por parte do setor industrial, implicando perda de sua participação relativa no emprego frente ao setor terciário. Na década de 2000, diante de um cenário interno e externo favorável, observou-se uma recuperação do emprego industrial, embora com redução dos níveis salariais apesar da elevação do nível de instrução dos trabalhadores. A partir de 1994, verifica-se um deslocamento do emprego em direção às regiões menos desenvolvidas. A redistribuição espacial das empresas afetou principalmente os segmentos intensivos em recursos naturais e trabalho. Os resultados permitem constatar que boa parte dos ajustes sofridos pela indústria brasileira, no período analisado, foi repassada à classe trabalhadora, seja através de maior risco de desemprego seja por redução nos níveis salariais. Também se conclui que as empresas relocalizadas, ao invés de contribuírem para atenuar as disparidades regionais, beneficiaram-se destas para ampliar sua competitividade. 

     

  • PAULO ROBERTO DE SOUSA FREITAS FILHO
  • EFEITOS DO INVESTIMENTO EM INFRAESTRUTURA E DE SUAS FORMAS DE FINANCIAMENTO NO BRASIL: UMA ABORDAGEM DE EQUILÍBRIO GERAL COMPUTÁVEL
  • Data: Nov 6, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O investimento em infraestrutura tem um papel central no desenvolvimento econômico, porém no Brasil ele caiu muito desde a década de 1980. Embora o nível do investimento tenha melhorado um pouco no período recente, ele ainda é muito baixo. A redução do investimento público no Brasil ocorreu por causa do esforço do governo para obter superávits primários. Portanto existe um dilema entre o equilíbrio orçamentário e o aumento do investimento. Para que os dois objetivos sejam alcançados é preciso que o investimento seja financiado. Nesse trabalho é avaliado o impacto do aumento do investimento em infraestrutura e de seu financiamento na economia brasileira. Para isso, utiliza-se um modelo de equilíbrio geral computável dinâmico. Os resultados mostram que a taxa de crescimento do PIB é maior quando o investimento é financiado pela redução do consumo do governo, é moderada quando o financiamento é feito através do imposto sobre a produção ou da poupança externa e é menor quando o financiamento é feito através do aumento do imposto de renda. Ao longo do período de 15 anos a média de crescimento do PIB é de 1,68, 1,13 e 1,04 ponto percentual, respectivamente. Nos três primeiros anos a taxa de crescimento do PIB é em média 1,02, 0,4 e 0,33 ponto percentual, respectivamente. A redução do consumo do governo é a forma de financiamento que gera maior crescimento econômico e maiores ganhos de bem estar das famílias tanto no curto quanto no longo prazo. Nesse caso o crescimento econômico provoca aumento na receita do governo, tornando o orçamento do governo mais equilibrado no futuro. A contribuição desse trabalho foi obter resultados claros e úteis para a tomada de decisões políticas e ampliar a compreensão dos efeitos do financiamento do investimento em infraestrutura na economia brasileira.


  • JULIANA PATRICIA ALVES PEREIRA
  • PROJOVEM URBANO: ANÁLISE DO DESEMPENHO ESCOLAR NO ANO DE 2009.
  • Data: Nov 5, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Diante da elevada vulnerabilidade social em que se encontra a população mais jovem
    brasileira, o governo vem implementado várias políticas voltadas para juventude. Em 2005, o
    Governo Federal lançou a Política Nacional da Juventude com o desenvolvimento do
    Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem). A partir deste, em 2008 foi criado o
    Projovem Urbano, que é uma reformulação do Projovem, e tem como finalidade a formação
    básica por meio da conclusão do ensino fundamental, da qualificação profissional e do
    desenvolvimento de experiências de atuação social da comunidade. Dessa forma, essa
    pesquisa tem como objetivo analisar o desempenho dos alunos ingressantes no Projovem
    Urbano no ano de 2009 nos testes de proficiência em Matemática e Língua Portuguesa. Para
    tanto, utilizou-se como modelo econométrico o Probit Ordenado, sendo possível relacionar as
    características socioeconômicas dos alunos com as notas obtidas nos exames de proficiência.
    A partir dos resultados obtidos, observou-se que o Programa atende a uma parcela excluída da
    população, como mulheres, não brancos e pessoas fora da idade escolar adequada. Além disto,
    os alunos tiveram um desempenho satisfatório nos testes de proficiência analisados, sendo
    este compatível com os resultados dos alunos concluintes do ensino fundamental regular.
    Entretanto, o programa sofre com altas taxas de evasão e um número reduzido de
    participantes beneficiados.
    Diante da elevada vulnerabilidade social em que se encontra a população mais jovembrasileira, o governo vem implementado várias políticas voltadas para juventude. Em 2005, oGoverno Federal lançou a Política Nacional da Juventude com o desenvolvimento doPrograma Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem). A partir deste, em 2008 foi criado oProjovem Urbano, que é uma reformulação do Projovem, e tem como finalidade a formaçãobásica por meio da conclusão do ensino fundamental, da qualificação profissional e dodesenvolvimento de experiências de atuação social da comunidade. Dessa forma, essapesquisa tem como objetivo analisar o desempenho dos alunos ingressantes no ProjovemUrbano no ano de 2009 nos testes de proficiência em Matemática e Língua Portuguesa. Paratanto, utilizou-se como modelo econométrico o Probit Ordenado, sendo possível relacionar ascaracterísticas socioeconômicas dos alunos com as notas obtidas nos exames de proficiência.A partir dos resultados obtidos, observou-se que o Programa atende a uma parcela excluída dapopulação, como mulheres, não brancos e pessoas fora da idade escolar adequada. Além disto,os alunos tiveram um desempenho satisfatório nos testes de proficiência analisados, sendoeste compatível com os resultados dos alunos concluintes do ensino fundamental regular.Entretanto, o programa sofre com altas taxas de evasão e um número reduzido departicipantes beneficiados.

  • DEBORA IONARA RODRIGUES DE MELO
  • UMA ANÁLISE DO MERCADO DE CARTÕES DE PAGAMENTO UTILIZANDO A METODOLOGIA COVAR
  • Data: Oct 29, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Nos últimos dez anos, de acordo com a ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), o mercado de cartões cresceu, em média, 23% ao ano, registrando um faturamento recorde de R$ 670 bilhões no ano de 2011. O número de cartões em circulação aumentou 504 milhões neste período – de 183 milhões em 2002 para 687 milhões de cartões em 2011. Em contrapartida, os juros dos cartões de crédito no Brasil são os mais altos da América Latina: em média, 238,6% ao ano, bem inferior às taxas cobradas no cheque especial, que são de 162% a.a. Essas taxas também se refletem nos índices de inadimplência dos consumidores, que atinge o patamar de 29,5%, cinco vezes maior que a média das operações com pessoas físicas, que é de 6%. Diante de tal cenário, esta dissertação se propôs a discutir e examinar os efeitos de um aumento na taxa de juros Selic sobre o volume de operações do mercado de cartões, considerando os níveis de risco de inadimplência adotados pelo Banco Central do Brasil. Para tanto, foi utilizado o modelo de Tobias Adrian e Markus Brunnermeier (2010) chamado CoVaR, que simula a contribuição de uma variável sobre um conjunto de variáveis. A presente pesquisa revelou que existe uma correlação entre a taxa Selic e o volume de operações do mercado de cartões de crédito no que diz respeito ao quantis investigados, ou seja, que o volume de operações de crédito com cartões sofre o impacto de uma elevação da taxa de juros. Entretanto, recomendam-se mais estudos para analisar a correlação entre o nível de risco das operações de cartões de pagamentos e a taxa de juros.
  • SABRINA MARTINS DE ARAUJO
  • ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DA POBREZA NO NORDESTE BRASILEIRO E NO ESTADO DA PARAÍBA NO PERÍODO 1995-2009
  • Data: Oct 23, 2012
  • Show Summary
  • O objetivo principal desse estudo é analisar a evolução da pobreza no Nordeste brasileiro e no
    estado da Paraíba no período 1995-2009 e nos sub-períodos 1995-2002 e 2003-2009. Para
    isso, foram utilizados dados secundários sobre a renda mensal domiciliar per capita e a renda
    individual de todas as fontes, obtidos a partir das PNADs do IBGE. O estudo da evolução da
    pobreza foi realizado utilizando-se o grupo de medidas de pobreza FGT e técnicas de
    decomposição da pobreza por setor de atividade econômica, método desenvolvido por
    Ravallion e Huppi (1990; 1991) e entre os componentes crescimento e redistribuição da
    renda, desenvolvido por Datt e Ravallion (1991). Além disso, ainda realizou-se um estudo
    sobre seus determinantes utilizando-se, para isso, um modelo logit. Os resultados obtidos
    apontaram que houve redução da pobreza ao longo dos períodos estudados, salvo a proporção
    de pobres na Paraíba que no subperíodo 1995-2002 aumentou; que os setores de atividades
    com maior contribuição para a redução da pobreza são: agrícola, administração pública,
    indústria de transformação, comércio e reparação e construção; que, de maneira geral, a
    mudança na pobreza dentro dos setores de atividades (efeito intra-setorial) contribuiu mais
    para a redução da pobreza agregada do que o deslocamento da população entre esses setores
    (efeito inter-setorial); que, na maioria dos casos, o crescimento econômico foi o fator que
    mais contribuiu para a redução da pobreza; e que, a partir do modelo econométrico, verificouse
    que ser do sexo feminino, estar ocupado na atividade agrícola e residir na área rural,
    aumentam as chances de um indivíduo ser pobre, que à medida que a idade aumenta, as
    chances de ser pobre diminui, mas que a partir de determinado momento tende a elevar-se,
    evidenciando os efeitos do ciclo de vida, que a educação tem forte influência sobre a condição
    de pobreza, dado que para o maior nível de instrução as chances de ser pobre são menores, já
    as variáveis de localização e cor apresentaram resultados um pouco adversos, sendo na grande maioria
    dos casos não significantes.
    O objetivo principal desse estudo é analisar a evolução da pobreza no Nordeste brasileiro e noestado da Paraíba no período 1995-2009 e nos sub-períodos 1995-2002 e 2003-2009. Paraisso, foram utilizados dados secundários sobre a renda mensal domiciliar per capita e a rendaindividual de todas as fontes, obtidos a partir das PNADs do IBGE. O estudo da evolução dapobreza foi realizado utilizando-se o grupo de medidas de pobreza FGT e técnicas dedecomposição da pobreza por setor de atividade econômica, método desenvolvido porRavallion e Huppi (1990; 1991) e entre os componentes crescimento e redistribuição darenda, desenvolvido por Datt e Ravallion (1991). Além disso, ainda realizou-se um estudosobre seus determinantes utilizando-se, para isso, um modelo logit. Os resultados obtidosapontaram que houve redução da pobreza ao longo dos períodos estudados, salvo a proporçãode pobres na Paraíba que no subperíodo 1995-2002 aumentou; que os setores de atividadescom maior contribuição para a redução da pobreza são: agrícola, administração pública,indústria de transformação, comércio e reparação e construção; que, de maneira geral, amudança na pobreza dentro dos setores de atividades (efeito intra-setorial) contribuiu maispara a redução da pobreza agregada do que o deslocamento da população entre esses setores(efeito inter-setorial); que, na maioria dos casos, o crescimento econômico foi o fator quemais contribuiu para a redução da pobreza; e que, a partir do modelo econométrico, verificouseque ser do sexo feminino, estar ocupado na atividade agrícola e residir na área rural,aumentam as chances de um indivíduo ser pobre, que à medida que a idade aumenta, aschances de ser pobre diminui, mas que a partir de determinado momento tende a elevar-se,evidenciando os efeitos do ciclo de vida, que a educação tem forte influência sobre a condiçãode pobreza, dado que para o maior nível de instrução as chances de ser pobre são menores, jáas variáveis de localização e cor apresentaram resultados um pouco adversos, sendo na grande maioriados casos não significantes.

  • SABRINA MARTINS DE ARAUJO
  • Análise da evolução da pobreza no Nordeste brasileiro e no estado da Paraíba no período 1995-2009
  • Data: Oct 23, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo principal desse estudo é analisar a evolução da pobreza no Nordeste brasileiro e no estado da Paraíba no período 1995-2009 e nos sub-períodos 1995-2002 e 2003-2009. Para isso, foram utilizados dados secundários sobre a renda mensal domiciliar per capita e a renda individual de todas as fontes, obtidos a partir das PNADs do IBGE. O estudo da evolução da pobreza foi realizado utilizando-se o grupo de medidas de pobreza FGT e técnicas de decomposição da pobreza por setor de atividade econômica, método desenvolvido por Ravallion e Huppi (1990; 1991) e entre os componentes crescimento e redistribuição da renda, desenvolvido por Datt e Ravallion (1991). Além disso, ainda realizou-se um estudo sobre seus determinantes utilizando-se, para isso, um modelo logit. Os resultados obtidos apontaram que houve redução da pobreza ao longo dos períodos estudados, salvo a proporção de pobres na Paraíba que no subperíodo 1995-2002 aumentou; que os setores de atividades com maior contribuição para a redução da pobreza são: agrícola, administração pública, indústria de transformação, comércio e reparação e construção; que, de maneira geral, a mudança na pobreza dentro dos setores de atividades (efeito intra-setorial) contribuiu mais para a redução da pobreza agregada do que o deslocamento da população entre esses setores (efeito inter-setorial); que, na maioria dos casos, o crescimento econômico foi o fator que mais contribuiu para a redução da pobreza; e que, a partir do modelo econométrico, verificou-se que ser do sexo feminino, estar ocupado na atividade agrícola e residir na área rural, aumentam as chances de um indivíduo ser pobre, que à medida que a idade aumenta, as chances de ser pobre diminui, mas que a partir de determinado momento tende a elevar-se, evidenciando os efeitos do ciclo de vida, que a educação tem forte influência sobre a condição de pobreza, dado que para o maior nível de instrução as chances de ser pobre são menores, já as variáveis de localização e cor apresentaram resultados um pouco adversos, sendo na grande maioria dos casos não significantes.

     

  • ROBERTO GOMES CAVALCANTE JUNIOE
  • UMA ANÁLISE DO EMPREGO FORMAL DO SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL NAS REGIÕES METROPOLITANAS DO NORDESTE BRASILEIRO: QUALIDADE DO EMPREGO E O RETORNO DA EDUCAÇÃO DOS TRABALHADORES.
  • Data: Sep 28, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O setor da Construção Civil vem ganhando destaque no cenário nacional devido a sua capacidade de geração de emprego, além de absorver uma boa parte da mão de obra pouco qualificada. Nessa perspectiva, esta pesquisa objetiva mensurar a qualidade do emprego formal e quantificar o impacto da escolaridade sobre o rendimento dos trabalhadores do setor da Construção Civil nos estados do Nordeste brasileiro. Para tanto, serão construídos dois ensaios independentes, porém, relacionados. O primeiro propõe a aplicação de um Índice de Qualidade do Emprego Formal - IQEF, visando acompanhar o comportamento da qualidade do emprego no mercado de trabalho formal deste setor. No segundo ensaio busca-se investigar o retorno da escolaridade em relação ao salário do trabalhador. Para tal, serão adotadas as equações de rendimento de Mincer (1974) e dois processos de estimação baseados em modelos empíricos. O primeiro busca excluir possível problema de viés com seletividade amostral e foi estimado baseado no Modelo de Heckman, considerando que o salário dependa não apenas da oferta de trabalho oferecida pelo mercado e o salário contratado, mas também do salário de reserva implícito do agente. O segundo modelo utiliza a técnica de Regressão Quantílica a qual permite analisar a associação contemporânea entre a variável dependente (salário) com as variáveis explicativas (escolaridade e outras características individuais) nos diversos quantis da distribuição condicional. As principais características encontradas nesta pesquisa são que, apesar do crescimento no número de trabalhadores, o setor da Construção Civil não apresentou uma evolução na qualidade do emprego formal nos estados nordestinos e que a escolaridade tem um impacto positivo e significativo nas estimações de todos os estados do Nordeste para o Modelo de Heckman. A técnica de Regressão Quantílica mostrou que tanto para os trabalhadores com salários mais altos quanto para os trabalhadores com os salários mais baixos o retorno da educação é superior do que o retorno dos trabalhadores com salário próximo à média.

  • ISIS MARIA M. DE LIMA VARELA BARCA
  • EXPORTAÇÃO DO RIO GRANDE DO NORTE: ANÁLISE POR VANTAGEM COMPARATIVA REVELADA.
  • Data: Sep 28, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Visto que o Comércio Exterior de uma região está diretamente relacionado com o seu crescimento econômico, este trabalho tem como objetivo geral identificar o comportamento do comércio do Rio Grande do Norte através das vantagens comparativas reveladas no período de 2000 a 2011 e como objetivos específicos estimar os índices dessas vantagens comparativas, além de estudar os setores da pauta de exportações, classificando o tipo de comércio predominante no Estado, apontando os setores fortes da economia potiguar e identificando o grau de concentração de produtos nas exportações. No procedimento metodológico, foi utilizada a estatística descritiva para os dados das exportações do Brasil e do Rio Grande do Norte, obtidos através do Sistema Aliceweb, do Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio e para medir o fluxo comercial calculou-se o índice de vantagens comparativas reveladas entre o Rio Grande do Norte e o Brasil baseado nas exportações (Balassa e Laursen) e no saldo comercial (Lafay); Identificaram-se os pontos fortes da economia potiguar através da associação  da taxa de cobertura e o índice de vantagem comparativa revelada; Por fim, caracterizou-se o fluxo comercial do Rio Grande do Norte, pelo método de Grubel-Lloyd (1975). Os resultados demonstraram que os produtos que apresentaram vantagem comparativa revelada para o Estado neste período foram: peixes, crustáceos, moluscos, etc; frutas, cascas de cítricos e melões; açúcares e produtos de confeitaria; sal, enxofre, terras e pedras, gesso e cal. Estes produtos também foram considerados os pontos fortes da economia norte-rio-grandense porque apresentaram taxa de cobertura superior à unidade. Por fim, concluiu-se que a economia potiguar apresentou fluxo comercial predominantemente do tipo interindustrial, ou de Hecksher-Ohlin, no período estudado, baseado na abundância relativa de fatores.

     

     

  • SYLVESTER STALONE PEREIRA DE AZEVEDO
  • CARACTERIZAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO INDUSTRIAL NO RIO GRANDE DO NORTE ENTE OS ANOS 2000 E 2010.
  • Data: Sep 28, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho busca caracterizar os níveis e padrões de concentração da atividade
    industrial no estado do Rio Grande do Norte no período compreendido entre os anos 2000 e o
    ano 2010. Para isso será realizado o cálculo dos índices de correlação espacial I de Moran
    Global e local (LISA) definidos por Anselin (1995) entre as subdivisões territoriais do estado
    – microrregiões. Foi identificado que o estado só apresenta aglomerados de correlação
    espacial positiva na indústria de transformação e nos setores de capital, trabalho e recursos
    naturais intensivos. Também foi observado que o setor de recursos naturais é o menos
    concentrado em ambos os anos polares considerados e que todos os setores sofreram
    desconcentração das atividades industriais com exceção do setor de trabalho intensivo, que
    ocupa o lugar de setor mais concentrado em 2010, lugar esse ocupado pelo setor de capital
    intensivo no ano 2000. Na estimação do modelo que descreve a influência das variáveis
    definidas na teoria sobre o crescimento foi observado que a quantidade pequena de
    microrregiões do estado não permitiu a obtenção de um modelo muito consistente. Isso
    sugeriu a estimação de modelos considerando as variáveis individualmente, o que permitiu
    entender melhor a influência que o salário pago ao trabalhador, o tamanho médio dos
    estabelecimentos, a distâncias das microrregiões à capital e a participação no emprego
    industrial que cada microrregião tem no estado afetam o crescimento dessa participação,
    indicando tendências à aglomeração. Os resultados são coerentes com os argumentos
    apresentados na Nova Geografia Econômica e com os trabalhos empíricos que vêm sendo
    feitos para testá-los.

  • DANILO REGIS DA CUNHA
  • ESTIMANDO AS PREFERÊNCIAS DO BANCO CENTRAL SOB REGRAS E DISCRIÇÃO: UM ESTUDO PARA O BRASIL E PERU
  • Data: Aug 13, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • As pesquisas recentes em Macroeconomia têm demonstrado um grande esforço na investigação das motivações por trás das ações dos formuladores de políticas, especialmente sobre política monetária, cujo foco está na análise de como o policymaker reage às mudanças em variáveis econômicas relevantes, e na estimação de suas preferências sobre determinadas variáveis tais como inflação e produto.Neste trabalho, procurou-se estimar as preferências do Banco Central do Brasil (BCB) e do Banco Central da Reserva do Peru (BCRP) nos ambientes sob regras, onde a otimização ocorre uma única vez, e sob discrição onde a otimização ocorre período a período, usando um modelo macroeconômico Novo-Keynesiano com política monetária ótima para os dois ambientes. Foram usados dados com frequência trimestral para o período pós-metas de inflação, primeiro trimestre de 2000 ao quarto trimestre de 2011. Os resultados para ambos os países mostram que os dados são mais consistentes para o modelo sob regras e que a política monetária é conduzida de maneira ótima. O BCRP dá maior peso à inflação, seguida pela taxa de juros sem esquecer a estabilidade do produto, o que fora constatado na literatura mais recente sobre o Peru. No caso do BCB, é possível verificar a preocupação com a suavização da taxa de juros e com os desvios da produção em relação ao produto potencial. No entanto, ambos os modelos mostram que o principal objetivo do BCB não foi a estabilização da inflação, o que diverge das evidências empíricas encontradas na literatura mais recente para o Brasil.

  • KENNEDY CARVALHO LOPES
  • PREFERÊNCIAS ASSIMÉTRICAS VARIANTES NO TEMPO NA FUNÇÃO PERDA DO BANCO CENTRAL DO BRASIL.
  • Data: Aug 13, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho estima uma função de reação forward-looking com parâmetros variando no tempo para verificar mudanças na condução da política monetária brasileira sob o regime de metas de inflação. Como a regra de política apresenta regressores endógenos, o filtro de Kalman convencional não pode ser aplicado. Diante disso, um procedimento em dois passos do tipo de Heckman (1976) é utilizado para estimação consistente dos hiperparâmetros do modelo. Os resultados mostram que: i) há forte evidência empírica de endogeneidade dos regressores da regra de política monetária; ii) que a taxa de juros esperada esteve acima de 10% durante todo o período analisado, tendo uma média de 11%; iii) a resposta da taxa Selic à inflação varia consideravelmente ao longo do período e tem mostrado uma tendência decrescente; iv) a resposta da taxa de juros em relação ao desvio da inflação a meta respeita o princípio de Taylor;v) o coeficiente de suavização da taxa de juros foi constante durante todo o período analisado; vi) que o BCB teve em boa parte do período analisado uma aversão recessão, permitindo uma inflação acima da meta.

  • KENNEDY CARVALHO LOPES
  • PREFERÊNCIAS ASSIMÉTRICAS VARIANTES NO TEMPO NA FUNÇÃO PERDA DO BANCO CENTRAL DO BRASIL.
  • Data: Aug 13, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho estima uma função de reação forward-looking com parâmetros variando no tempo para verificar mudanças na condução da política monetária brasileira sob o regime de metas de inflação. Como a regra de política apresenta regressores endógenos, o filtro de Kalman convencional não pode ser aplicado. Diante disso, um procedimento em dois passos do tipo de Heckman (1976) é utilizado para estimação consistente dos hiperparâmetros do modelo. Os resultados mostram que: i) há forte evidência empírica de endogeneidade dos regressores da regra de política monetária; ii) que a taxa de juros esperada esteve acima de 10% durante todo o período analisado, tendo uma média de 11%; iii) a resposta da taxa Selic à inflação varia consideravelmente ao longo do período e tem mostrado uma tendência decrescente; iv) a resposta da taxa de juros em relação ao desvio da inflação a meta respeita o princípio de Taylor;v) o coeficiente de suavização da taxa de juros foi constante durante todo o período analisado; vi) que o BCB teve em boa parte do período analisado uma aversão recessão, permitindo uma inflação acima da meta.

  • FERNANDA BRAGA TAVARES
  • ESTRUTURA ECONÔMICA E DISTRIBUIÇÃO INTERPESSOAL DE RENDA NO NORDESTE
  • Data: Jun 28, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Apesar da desigualdade na distribuição de renda da população brasileira vir caindo ao longo do tempo, o Brasil possui ainda uma das piores distribuições de renda do mundo, principalmente quando se leva em conta outros países com níveis de desenvolvimento semelhantes. Neste contexto, encontra-se a região Nordeste, que possui a desigualdade de renda mais elevada e onde a concentração de renda vem caindo mais lentamente, quando comparada ao restante do Brasil. Uma melhoria mais exacerbada de indicadores tais como de pobreza e de distribuição de renda pode está relacionada à estrutura econômica, fazendo com que nem todas as camadas da população se beneficiem dos frutos gerados por um aumento de renda ou pelo crescimento econômico. Ou seja, os fluxos comerciais, a estrutura setorial do emprego e da produção, o padrão de tecnologia, a estrutura do consumo, entre outros podem influenciar os efeitos causados por mudanças na economia sobre indicadores, como de desigualdade. Nesse sentido, o presente trabalho pretende avaliar como a estrutura econômica da região Nordeste influencia os efeitos de mudanças na economia local sobre a desigualdade, utilizando o modelo de Leontief-Miyazawa. Para isto, foram utilizadas informações contidas na matriz de insumo-produto do Nordeste referente ao ano de 2004, os dados primários da Pesquisa por Amostra de Domicílios – PNAD 2004, além dos dados da Pesquisa de Orçamento Familiar – POF, sendo utilizada a estrutura da POF 2002/2003. Por meio de simulações de impactos em cada setor de atividade econômica obteve-se a distribuição de renda proporcionada por aquele impacto e, consequentemente, os setores responsáveis pelo aumento ou redução da desigualdade. Por meio dos resultados obteve-se que somente nove setores melhoraram o índice de Gini e os setores com maior peso no consumo das familias mais pobres contribuíram para uma maior concentração de renda após o impacto. Além disso, foi feita uma análise dos efeitos das mudanças na estrutura produtiva do Nordeste entre 1997 e 2004 sobre a distribuição de renda. Para isto, foram utilizados os dados da matriz de insumo-produto do Nordeste de 1997 e os dados dos rendimentos das famílias obtidos pela PNAD, referente ao mesmo ano. Os resultados apontam que as menores classes de renda geram mais renda na economia como um todo e absorvem menos. Finalmente, observou-se que as mudanças na estrutura produtiva verificada entre 1997 e 2004 contribuíram para melhorar a distribuição de renda no Nordeste.

  • ALLYNE DE ALMEIDA FERREIRA
  • ENSAIOS SOBRE A MIGRAÇÃO DE RETORNO INTERESTADUAL NO BRASIL
  • Data: Jun 26, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O principal objetivo desse estudo é analisar o efeito da experiência de migração interestadual no Brasil sobre a reinserção produtiva e os rendimentos do trabalhador retornado à região de origem. Os dados utilizados neste estudo foram provenientes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNADs) de 1999 e de 2009. Esse estudo está dividido em três ensaios. O primeiro é reservado à investigação do padrão migratório dentro do território brasileiro e à comparação dos atributos socioeconômicos dos migrantes de retorno com aqueles observados para os não migrantes e migrantes não retornados. Na década de 2000, as evidências mostram que a maioria dos migrantes de retorno voltou para a região Nordeste e também que a região Sudeste emitiu mais pessoas que recebeu, indicando perda de capacidade de atração. O trabalhador remigrado pode ser caracterizado como um indivíduo do sexo masculino, de cor não branca, residente em área urbana e chefe de família; sendo, em média, mais jovem, mais escolarizado e melhor remunerado que o não migrante. Por outro lado, o remigrado é mais velho, menos escolarizado e aufere menor rendimento que o migrante não retornado. No segundo ensaio se analisam a determinação da condição de migração e os diferenciais de salários entre as categorias: migrante interestadual de retorno, migrante interestadual não retornado e não migrante. A metodologia utilizada consistiu na estimativa de um modelo estrutural de determinação conjunta de migração, remigração e salários, com a aplicação do método de Lee (1978) para a correção do possível viés de seleção amostral. Ademais, os diferenciais de salários foram calculados a partir da técnica de Oaxaca-Ramson e Oaxaca-Blinder. Os achados empíricos apontam que trabalhadores homens, mais escolarizados, ocupados como autônomos e empreendedores, foram mais propensos à migração interestadual e à remigração ao estado de nascimento. Ademais, em relação aos rendimentos, mostram que os trabalhadores homens, mais escolarizados, ocupados como funcionários públicos e empreendedores, auferiram maiores valores. Porém, os migrantes não retornados e os migrantes de retorno receberam maiores rendimentos do que os não migrantes, sendo estas diferenças explicadas principalmente pelas características não observadas, indicando uma seleção positiva dos migrantes em atributos não observados em relação aos não migrantes. Por último, o objetivo do terceiro ensaio foi investigar o impacto da acumulação de poupança e/ou riqueza na decisão de ocupação do migrante interestadual de retorno. A metodologia usada na referida averiguação foi a estimação de um modelo probit com regressor endógeno, corrigindo o viés de endogeneidade presente na acumulação de riqueza. As evidências empíricas permitiram observar que a acumulação de riqueza impactou positivamente na escolha por empregar-se como autônomo e empreendedor. Ademais, também foi constatado que os trabalhadores migrantes mais prováveis de se empregar como autônomo ou empreendedor são os homens, de cor branca, mais velhos, com baixa escolaridade e que residem nas regiões do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Em relação à acumulação de riqueza, também foram constatados que os trabalhadores que retornaram antes do ano 2000 foram os que acumularam mais riqueza do que os trabalhadores da década recente e os acúmulos de riqueza foram gerados no período de juventude dos trabalhadores.

  • RAMAILDA BATISTA DE SOUSA
  • DINÂMICA INTERGERACIONAL EDUCACIONAL NO BRASIL: UM ESTUDO SOBRE AS FAMÍLIAS MIGRANTES, SELETIVIDADE E EFEITOS DO AMBIENTE
  • Data: Apr 10, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O principal objetivo deste estudo é analisar a dinâmica da mobilidade intergeracional educacional no Brasil comparando as famílias migrantes e não migrantes das principais regiões de destino e de origem da migração, no ano de 2000. Para tanto, foram utilizados os microdados do Censo Demográfico 2000 do IBGE. A análise empírica foi separada em duas partes. Primeiro utilizou-se as matrizes de transição de Markov para medir o grau de persistência intergeracional e, no segundo momento, foi empregado um modelo logit ordenado com o intuito de estimar os principais determinantes da mobilidade intergeracional educacional. Os resultados apontam que o grau de mobilidade é maior para as famílias migrantes, quando comparadas às famílias nativas da região de origem e da região de destino. Verifica-se que o efeito familiar tem expressiva influência sobre o ritmo de acumulação de capital humano dos filhos. No entanto, quando as famílias migram para áreas onde o efeito local tem menor intensidade que o efeito global ou externo, a persistência educacional de pais com níveis mais baixos de escolaridade se torna menor. Isso poderia estar associado ao fato de que a família teria melhores oportunidades educacionais, uma vez que nos locais de destino haveria uma oferta melhor de serviços públicos, quando comparado ao local de nascimento.

  • CLEITON ROBERTO DA FONSECA SILVA
  • ENSAIOS SOBRE REDISTRIBUICAO DE RENDA NA AMERICA LATINA
  • Data: Mar 29, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este estudo analisa a redistribuic~ao de renda na America Latina a partir

    de dois ensaios. O primeiro modela as prefer^encias redistributivas com foco

    especial no impacto das expectativas de mobilidade sobre a demanda por

    redistribuic~ao. Os resultados sugerem demanda por autointeresse e por considera

    c~oes de justica baseadas na desigualdade de oportunidades. Revela-se

    ainda a import^ancia da mobilidade passada e a rejeic~ao da hipotese de mobilidade

    ascendente (POUM) de Benabou & Ok (2001). O segundo ensaio avalia

    o efeito das polticas de redistribuic~ao sobre o nvel de justica

    responsibilitysensitive

    dos principais pases latino-americanos. Para tanto, adota-se: i) o

    criterio de justica contido em Bossert (1995), Konow (1996) e Cappelen &

    Tungodden (2007) e; ii) a avaliac~ao do mecanismo de redistribuic~ao (poltica

    tributaria) fornecido por Ooghe & Peich (2010). Os resultados indicam que

    o sistema de tributac~ao n~ao possui impacto signi cativo sobre os indicadores

    de injustica latino-americanos. Isso pode ser explicado, entre outros fatores,

    pelo desenho scal implementado, que utiliza altas taxas associadas as

    variaveis de esforco e n~ao diminui a desigualdade de oportunidades. Adicionalmente,

    como a redistribuic~ao n~ao equaliza diferenciais de oportunidades

    e eles constituem importante componente das prefer^encias redistributivas,

    ha uma crescente demanda por redistribuic~ao que inicia um ciclo vicioso

    espec co da regi~ao.

  • EMANUELLE ALICIA SANTOS DE VASCONCELOS
  • DINÂMICA DA INFORMALIDADE NO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO: 1993 - 2009.
  • Data: Mar 2, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Historicamente, a elevada informalidade tem sido uma das características estruturais do mercado de trabalho brasileiro. A partir dos anos 1990, em um contexto de desestruturação do mercado de trabalho, a informalidade atinge elevadas proporções, passando a ser rediscutida com mais ênfase no meio acadêmico. O objetivo desse trabalho é investigar a dinâmica da informalidade no mercado de trabalho brasileiro entre os anos 1993 e 2009, sob a ótica do dinamismo do crescimento econômico. O debate sobre o tema não se apresenta de forma consensual, o que confere à literatura especializada uma forma controversa de apresentar o tema. Desse modo, a revisão da literatura pautou-se na abordagem de algumas concepções acerca da informalidade, ressaltando-se o grande debate que gravita em torno do tema. Os dados referentes à informalidade no mercado de trabalho brasileiro originaram-se dos microdados da Pesquisa Nacional de Amostra Domiciliar (PNAD) e  indicaram que nos anos 1990, em um contexto de baixo dinamismo econômico, o nível de informalização, embora em proporções elevadas, manteve-se praticamente inalterado durante toda a década, o que contraria os resultados apresentados pela literatura nacional. Nos anos 2000, em um contexto de recuperação da economia, os níveis de informalização apresentaram considerável redução. Porém, apesar desse recuo, ainda se tem um elevado contingente de trabalhadores  exercendo atividades informais, em condições precárias de trabalho, que atinge sobretudo, as classes mais pobres da sociedade, mulheres, não-brancos, indivíduos domiciliados na zona rural e com baixos níveis de escolaridade. 

  • FERNANDA LEITE SANTANA
  • O SISTEMA EDUCACIONAL EQUITATIVO E O BACKGROUND FAMILIAR: EVIDÊNCIAS PARA AS MICRORREGIÕES BRASILEIRAS EM 2000 E 2010
  • Data: Mar 2, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • A presente dissertação tem a finalidade de avaliar a oferta dos serviços públicos educacionais no ensino fundamental e médio das microrregiões brasileiras no período de 2000 e 2010, bem como investigar as suas relações com a mobilidade intergeracional educacional. Para tanto, emprega-se duas estratégias empíricas complementares aplicadas aos dados do Censo Escolar e dos Censos Demográficos. Na primeira, por meio da Análise Envoltória de Dados, estimar-se-á o Índice de Cobertura Educacional (ICE), baseado na abordagem de Puig-Junoy (1999), para identificar as regiões com eficiente cobertura educacional, bem como aquelas que apresentem relativos déficits. Através do georeferenciamento, verifica-se que o nível de cobertura educacional do ensino médio apresentou-se melhor do que no ensino fundamental. Além disso, investigam-se os rendimentos de escalas locais e constata-se que ambos os estratos educacionais na maioria das microrregiões analisadas alcançaram rendimentos decrescentes. Na segunda parte, dedicada a averiguar se um ambiente mais favorável para o investimento em capital humano propiciado por uma melhor oferta educacional pode minimizar os efeitos da persistência intergeracional, indicam, a priori, que este pode diminuir a influência dos pais analfabetos na decisão de investir em capital humano, bem como reduzir desigualdades educacionais em termos de país e região. Além disso, os resultados obtidos a partir do modelo econométrico desenvolvido por Ferreira e Veloso (2003) sugerem que a melhora da oferta pública tende a gerar oportunidades ao reduzir a persistência intergeracional e, consequentemente, proporcionar uma melhoria na mobilidade intergeracional educacional.

  • GABRIELA BEZERRA DE MEDEIROS
  • POBREZA ANTROPOMÉTRICA NO BRASIL
  • Data: Feb 14, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho analisa o

    status nutricional das crianças brasileiras menores de cinco anos de idade. Primeiro, são construídos indicadores de pobreza antropométrica e testado se as mudanças ocorridas entre os anos de 1996 e 2006 foram estatisticamente significativas. Os dados utilizados são da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS). Para o período em análise, constatam-se significativas reduções na pobreza antropométrica e, em especial, nos indicadores de desnutrição crônica. Para analisar os determinantes do status nutricional das crianças, estimam-se modelos de regressão multinível e linear. Os resultados encontrados mostram que: i) a educação da mãe afeta positivamente o status nutricional das crianças, sendo este impacto maior no curto prazo; ii) a renda domiciliar per capita tem um efeito positivo e significativo somente para as crianças com mais de 24 meses; iii) a altura da mãe afeta positivamente o status nutricional das crianças com um maior impacto no curto prazo; iv) as crianças que vivem na região Norte tendem a apresentar um status nutricional inferior ao das crianças de outras localidades do país; e v) a realização de pré-natal tem efeito positivo sobre os indicadores de nutrição para as crianças com menos de 24 meses.

     

  • LAERCIO DAMIANE CERQUEIRA DA SILVA
  • A RELAÇÃO ENTRE OS GASTOS PÚBLICOS E O CRESCIMENTO ECONÔMICO: UMA ANÁLISE PARA OS MUNICÍPIOS PARAIBANOS NO PERÍODO 2000 - 2008.
  • Data: Feb 14, 2012
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho tem o intuito de explanar o tema dos gastos públicos e sua relação com o crescimento econômico, trazendo uma revisão da literatura nacional, da internacional e uma análise da influência de algumas despesas por função sobre o crescimento econômico nos municípios paraibanos. Tais despesas seriam com: Assistência e Previdência Social, Saúde e Saneamento, Educação e Cultura, Segurança Pública, Urbanismo e Habitação, Legislativo, Administração e Planejamento. Para essa análise, foram utilizados dados em painel de uma amostra de 212 dos 223 municípios paraibanos no período de 2000 a 2008, em uma abordagem dinâmica por Método dos Momentos Generalizado-Sistema (

    System-GMM), proposto por Arellano e Bond (1991), Arellano e Bover (1995) e desenvolvido por Blundell e Bond (1998). E como modelo teórico, adotou-se uma extensão da função de produção de Barro (1990). A proxy utilizada para o estoque de capital físico é o consumo de energia elétrica industrial e comercial por município paraibano; já o estoque de capital humano foi criado a partir da contagem do número de pessoas com 8 anos de estudo, somado ao fluxo de concludentes do ensino fundamental por município, também, o número de pessoas com 12 anos ou mais de estudo, somado ao fluxo de concludentes do ensino médio a cada ano, por município paraibano. Para a consecução do objetivo proposto, no presente trabalho tentou-se encontrar para os municípios paraibanos, qual a relação entre as despesas públicas e o seu crescimento econômico (PIB per capita municipal). Em termos gerais, os resultados corroboram com a literatura, no ponto em que os gastos públicos influenciam na formação do produto, e investimentos públicos em Capital Físico e Capital Humano podem elevar a produtividade da economia. Os resultados mostram que, apenas o Capital Humano, medido pelo ensino fundamental, se mostrou relevante para o crescimento dos municípios paraibanos e que o impacto deste é maior do que o Capital Físico. Os gastos com Segurança Pública, Assistência e Previdência, e Administração e Planejamento não apresentam relação com o produto. As despesas com Legislativo apresentaram a maior elasticidade-produto, enquanto que os gastos com Educação e Cultura, Saúde e Saneamento, e Habitação e Urbanismo têm baixa elasticidade-produto, influenciando de forma modesta o crescimento econômico.

2011
Description
  • GERALDO BORGES DE MORAIS FILHO
  • DISCRIMINAÇÃO SALARIAL E SEGREGAÇÃO OCUPACIONAL: UMA ANÁLISE DE GÊNERO NO MERCADO DE TRABALHO PARAIBANO (1995 – 2009)
  • Data: Oct 14, 2011
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo deste trabalho é discutir e analisar as características da força de trabalho feminina no mercado de trabalho paraibano, procurando identificar as mudanças no perfil da mão-de-obra feminina e as desigualdades que persistem. Investiga-se o papel da distribuição ocupacional e da discriminação de gênero na determinação do hiato salarial entre homens e mulheres na economia paraibana. Para realizar a mensuração da dinâmica do perfil da mão-de-obra e das desigualdades de gênero utilizam-se taxas de atividade, razões de sexo, índices de segregação e a aplicação da decomposição salarial através da utilização do modelo econométrico de Oaxaca-Blinder (1973), calculados a partir dos microdados, levantadas nas Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios/PNADs, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística/IBGE, no período compreendido entre 1995 e 2009. Os resultados mostram que a segregação ocupacional tem se elevado, enquanto o percentual da diferença de rendimentos provenientes da discriminação está diminuindo, e atualmente é responsável por aproximadamente 66% do hiato salarial. Em geral, no mercado de trabalho paraibano, as mulheres estão segregadas em postos mais precários de trabalho e possuem remuneração inferior aos homens, não explicadas pelos atributos produtivos.

  • DIOGO ARAUJO SAMPAIO
  • Análise Tipológica da Dinâmica dos Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais do Nordeste do Brasil.

  • Data: Oct 14, 2011
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente trabalho tem como objetivo apresentar a dinâmica produtiva e inovativa dos Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais (ASPILs), tendo como foco os ASPILs nordestinos. Para tanto, foi utilizado o arcabouço da teoria evolucionária tendo por base o conceito de Sistema Nacional de Inovação do qual gerou a conceituação de ASPIL. Assim, buscou-se apresentar a dinâmica de arranjos da Região Nordeste a partir de uma tratativa tipológica desenvolvida por Cavalcanti Filho (2011), que busca separar os Sistemas e Arranjos produtivos a partir das variáveis estruturais e funcionais existentes na dinâmica produtiva e inovativa dos arranjos e as variantes delas decorrentes, tendo por base o caráter sistêmico do processo produtivo e inovativo sistema econômico, bem como as dimensões culturais e políticas que influenciam na dinâmica dos arranjos. Deste modo, observou-se dentre os casos selecionados, a presença de dois sistemas e de 14 arranjos produtivos, estes por sua vez são de forma geral dinamicamente dependentes de sistemas localizados fora do seu território, tendo como principais deficiências as dimensões inovativa e financeira. Por sua vez, os arranjos que são endogenamente dinâmicos e os sistemas identificados possuem em geral a cultura local como propulsora da inovação. Apesar de possuírem as dimensões produtivas e comercial presentes no território, estas possuem fragilidades advindas tanto da deficiência das dimensões inovativa e financeira, bem como da própria formação cultual/histórica da região que tem forte influência na dinâmica dos arranjos. Deste modo, foi observado, a necessidade de políticas que visem uma melhor interação dos atores presentes nos arranjos, com fortalecimento do conhecimento dos agentes com o intuito de fortalecer a dimensão inovativa, bem como o direcionamento de linhas de financiamento que se integrem as características dos arranjos.

  • DIOGO ARAUJO SAMPAIO
  • Data: Oct 14, 2011

  • IONARA STEFANI VIANA DE OLIVEIRA
  • OS DETERMINANTES DO DESEMPENHO ACADÊMICO DO CORPO DISCENTE NO ENSINO SUPERIOR: EVIDÊNCIAS A PARTIR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
  • Data: Oct 13, 2011
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo deste trabalho é examinar os fatores que influenciam no desempenho acadêmico dos estudantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) no período de 2000 a 2006. Em particular, é analisado como as características socioeconômicas dos estudantes determinam este desempenho. Para tanto, serão utilizados os dados fornecidos nos questionários socioeconômicos dos estudantes, disponíveis na Comissão Permanente do Concurso Vestibular da UFPB – COPERVE e pelo Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI). Foram consideradas como medidas de desempenho do aluno na UFPB, duas variáveis distintas: o Coeficiente de Rendimento Escolar (CRE) e a evasão. Tomando estas variáveis como dependentes e as características socioeconômicas e escolares como explicativas, realizaram-se estimações através do modelo Probit Ordenado e Probit, respectivamente. Os principais resultados mostram que é fraca a relação entre desempenho acadêmico, medido pelo CRE, e as características socioeconômicas dos alunos. Todavia o CRE é diretamente influenciado quando é relacionado ao número de trancamentos e reprovações que aluno teve durante o curso. Com o intuito de verificar se as variáveis explicativas (características socioeconômicas) utilizadas eram realmente consistentes foi feita uma estimação através do modelo Probit Ordenado, tendo como variável dependente a média no vestibular obtida pelo estudantes. Os resultados foram satisfatórios mostrando que, em média, estudantes do sexo masculino apresentam melhores resultados do que os de sexo feminino, alunos que cursaram o ensino médio em escola pública têm desempenho pior se comparados aos que vieram de escola privada. Com a relação à renda média familiar, os resultados apontam que quanto maior o valor desta variável maior o desempenho escolar e que quanto maior o grau de escolarização dos pais maior o desempenho dos estudantes e aqueles alunos que não trabalham tendem a apresentar melhores resultados relativamente àqueles que trabalham. Com relação a regressão pelo modelo Probit para explicar a evasão, verificou-se que estudantes do sexo masculino têm mais probabilidade de se evadirem dos cursos que as mulheres. Com relação ao estado civil verifica-se que o fato do indivíduo não ser solteiro faz com que ele possua uma chance maior de abandono do curso. No tocante à rede de ensino, estudantes cursaram o ensino fundamental e médio em escolas públicas apresentam uma relação positiva com a evasão, ou seja, têm mais chances de evadirem-se do curso. A mesma perspectiva ocorre com alunos que trabalham. No que tange aos trancamentos parciais, totais e reprovações observa-se que os mesmos apresentam uma relação direta com o nível de evasão, isto é, quanto mais trancamentos e reprovações os alunos realizam, mais chances de evadirem do curso os mesmos possuem.

  • IONARA STEFANI VIANA DE OLIVEIRA
  • Data: Oct 13, 2011

  • PATRICIA ARAUJO AMARANTE
  • ECONOMIAS DE AGLOMERAÇÃO NAS ATIVIDADES ECONÔMICAS DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS NOS ANOS DE 2000 E 2009: EVIDÊNCIAS A PARTIR DE EQUAÇÕES SALARIAIS JOÃO PESSOA-PB
  • Data: Sep 29, 2011
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O presente estudo tem a finalidade de obter evidências empíricas de economias de aglomeração nas atividades econômicas dos municípios brasileiros nos anos de 2000 e 2009. Para tanto, emprega-se duas técnicas complementares aplicadas aos dados da RAIS. Na primeira, por meio da Análise Exploratória de Dados Espaciais, verifica-se a existência de algum tipo de associação espacial nas variáveis analisadas, tais como aglomerações espaciais ou regiões homogêneas (

    clusters) e observações atípicas (outliers). As evidências obtidas apontam para autocorrelação espacial de altos valores nos municípios das regiões Sul e Sudeste e de baixos valores no Norte e Nordeste. Na segunda parte, dedicada à estimação do modelo econométrico, são utilizadas equações salariais com formulação baseada em um modelo microeconômico desenvolvido por Fingleton (2003), sob os preceitos da Urban Economics, cuja principal hipótese aponta para uma relação positiva entre os diferenciais de salários e a produtividade do trabalho. Os resultados obtidos a partir da técnica de variáveis instrumentais via MQ2E e GMM, sugerem que as variações nas taxas salariais dos municípios brasileiro são significativamente e positivamente relacionadas com a concentração espacial da atividade econômica e com os transbordamentos dos níveis de eficiência entre áreas geograficamente próximas, corroborando as teorias de Jacobs acerca das economias de urbanização.

     

  • TATYANNA NADABIA DE SOUZA LIMA
  • FLEXIBILIZAÇÃO DO REGIME DE METAS INFLACIONÁRIAS POR REGRAS DE POLÍTICA MONETÁRIA.
  • Data: Sep 21, 2011
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • O objetivo é obter e sugerir a inclusão de um indicador financeiro na regra de política monetária que capte as oscilações no mercado de capitais, promovendo, assim, a flexibilização do regime de metas inflacionárias de forma a preservar a sua eficácia e transparência. Argumenta-se que em períodos de grande volatilidade, seja conveniente a atuação mais ampla no monitoramento dos ativos financeiros buscando evitar um processo de deflação de ativos que conduzisse a economia à recessão. A base teórica deste trabalho pauta-se nos estudos de Bernanke e Gertler (1999, 2000) que argumentam pró-introdução de uma variável financeira na Regra de Taylor; a política monetária deve levar em consideração as oscilações no mercado de capitais quando estas alteram a previsão de inflação futura. Os modelos de Vetores Auto-Regressivos (VAR) e extensões do modelo ARCH serão utilizados como forma de justificar a inclusão do indicador financeiro no sistema de metas inflacionárias. Observou-se que os modelos de volatilidade apresentaram persistência no período de crise (2007-2009) para a variável financeira enquanto que para a SELIC, a persistência dos choques tem sido em menor intensidade o que implica que a política monetária pode não estar reagindo adequadamente às variações no mercado financeiro. Para o modelo VAR, houve confirmação da hipótese central do trabalho visto que, no período de crise, o efeito do indicador financeiro sobre a SELIC é maior comparado ao período pré-crise. Portanto, os resultados apóiam a hipótese de Bernanke e Gertler (1999) de que o Banco Central deve levar em consideração o mercado financeiro apenas em momentos de grande volatilidade, e apresentar claramente suas estratégias e seus relatórios de comunicação com o mercado.

     

  • MARCELLA BRAGA TAVARES DUTRA
  • Data: Jul 15, 2011

  • SEMIRAMIS MANGUEIRA DE LIMA
  • Data: Apr 29, 2011

  • ALVARO FURTADO COELHO JUNIOR
  • Avaliação das eficiências técnicas das instituições de ensino superior (públicas e privadas) por meio da Data Envelopment Analysis (DEA) no período de 2004 a 2007

  • Data: Mar 1, 2011
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • A educação é um dos pontos relevantes na trajetória de um país rumo ao desenvolvimento, no que diz respeito ao ensino superior, nas últimas décadas, o Brasil se caracterizou por apresentar uma expansão das unidades de ensino superior (públicas e privadas). Nesse cenário torna-se relevante a estimação de indicadores de eficiência para nortear a tomada de decisões. Uma das formas para realizar a estimação de indicadores de eficiência em setores que tenham a participação do agente público é através da modelagem não paramétrica DEA. Dado que, no Brasil, até o presente trabalho não existia a aplicação do modelo DEA clássicos para a Avaliação, simultânea da rede privada e pública, no qual se empregasse um tratamento mais criterioso na seleção das variáveis e DMUs a serem analisadas, buscou-se como objetivo deste presente trabalho preencher tal lacuna por meio da mensuração da eficiência técnica das unidades de ensino superior (públicas e privadas), entre os anos de 2004 a 2007 por meio do modelo DEA BCC-O, e a subsequente avaliação da performance da IES, bem como o cálculo dos valores ótimos das unidades ineficientes que poderão subsidiar o planejamento de metas em busca da eficiência.

  • JORGE HENRIQUE NOROES VIANA
  • Data: Mar 1, 2011

  • SHIRLEY PEREIRA DE MESQUITA
  • Data: Feb 24, 2011

  • KARLA VANESSA B DA SILVA LEITE
  • Data: Feb 11, 2011

2010
Description
  • LUIS EMMANUEL RODRIGUES MONTEIRO
  • Data: Sep 30, 2010

  • LUIZA DANTAS DE SOUZA LIMA
  • Data: Sep 30, 2010

  • LUCAS MILANEZ DE LIMA ALMEIDA
  • Data: Sep 23, 2010

  • DANIELE FERREIRA DE SOUSA
  • Data: Sep 17, 2010

  • ALESSIO TONY CAVALCANTI DE ALMEIDA
  • Data: Aug 23, 2010

  • AYDANO RIBEIRO LEITE
  • Data: Jul 5, 2010

  • DANIEL OLIVEIRA PAIVA DA SILVA
  • Data: Jun 21, 2010

  • DIEGO MENDES LYRA
  • Data: Apr 20, 2010

  • ANA CRISTINA GUIMARAES CARNEIRO
  • Data: Feb 25, 2010

  • CASSIO DA NOBREGA BESARRIA
  • Data: Feb 23, 2010

  • VIVIAN DOS SANTOS QUEIROZ
  • Data: Feb 23, 2010

  • DANILO RAIMUNDO DE ARRUDA
  • Data: Feb 22, 2010

  • JEVUKS MATHEUS DE ARAUJO
  • Data: Feb 22, 2010

  • RODOLFO FERREIRA R DA COSTA
  • Data: Jan 21, 2010

2009
Description
  • AILTON MENEZES CUNHA JUNIOR
  • Data: Dec 15, 2009

  • MARIA CAROLINA COSTA MADEIRA
  • Data: Sep 1, 2009

  • ANA PAULA LOPES DE SOUZA CORREIA
  • Data: Jul 24, 2009

  • WILLEMBERG HARLEY DE LIMA ALVES
  • Data: Jul 1, 2009

  • AUGUSTO SANTANA VERAS DE MEDEIROS
  • Data: Apr 30, 2009

  • PABLO AURELIO LACERDA DE ALMEIDA PINTO
  • Data: Apr 2, 2009

  • ROBERTO WAGNER JUBERT
  • Data: Mar 27, 2009

  • MARIANNE COSTA OLIVEIRA
  • Data: Mar 19, 2009

  • MARCIA CRISTINA SILVA PAIXAO
  • Data: Mar 13, 2009

  • NAYANA RUTH MANGUEIRA DE FIGUEIREDO
  • Data: Mar 5, 2009

  • ELENILDES SANTANA PEREIRA
  • Data: Mar 3, 2009

  • ARIELA DINIZ CORDEIRO
  • Data: Feb 19, 2009

  • MAYRA BEZERRA RODRIGUES
  • Data: Feb 19, 2009

  • GIBRAN DA SILVA TEIXEIRA
  • Data: Feb 10, 2009

  • ISABELA LUCIANA ARAUJO NERI EUSTAQUIO
  • Data: Jan 21, 2009

2008
Description
  • LAURA KELLY ALVES DOS SANTOS
  • Data: Sep 9, 2008

  • TABIRA DE SOUZA ANDRADE
  • Data: Sep 9, 2008

  • MARCIA DE LIMA PEREIRA COUTO
  • Data: Sep 8, 2008

  • MARCIO MICELI MACIEL DE SOUSA
  • Data: May 29, 2008

  • CASSIA KELY FAVORETTO COSTA
  • Data: Feb 28, 2008

  • CARLA CALIXTO DA SILVA
  • Data: Feb 25, 2008

  • JOSE MARCIO DOS SANTOS
  • Data: Feb 21, 2008

  • CASSANDRO MARIA DAVEIGA MENDES
  • Data: Feb 20, 2008

  • FELIPE LACERDA DINIZ LEROY
  • Data: Jan 31, 2008

2007
Description
  • MARCEL CASTRO DE MORAES
  • Data: May 30, 2007

  • ALDOUS PEREIRA ALBUQUERQUE
  • Data: Mar 14, 2007

  • LORAINE MENESES DOS SANTOS
  • Data: Mar 8, 2007

  • PRISCILA MICHELLE RODRIGUES FREITAS
  • Data: Mar 7, 2007

  • ROBERTA MOREIRA WICHMANN
  • Data: Mar 2, 2007

  • CARLOS HENRIQUE COELHO DE ANDRADE
  • Data: Feb 27, 2007

  • RICARDO SCHMIDT FILHO
  • Data: Feb 15, 2007

2006
Description
  • ALBERTO ILHA COUTO
  • Data: Sep 21, 2006

  • ROSA KATO
  • Data: Apr 5, 2006

  • DOUGLAS DE MEDEIROS FRANCO
  • Data: Apr 4, 2006

  • PAULA GIOVANINI BANDEIRA CABRAL
  • Data: Apr 4, 2006

  • LUIZ ANTONIO COELHO DA SILVA
  • Data: Apr 3, 2006

  • RAFAEL LUCIO LOPES DE OLIVEIRA
  • Data: Apr 3, 2006

  • FABIO LUCIO RODRIGUES
  • Data: Mar 7, 2006

  • HELIO DE SOUSA RAMOS FILHO
  • Data: Feb 23, 2006

  • BRUNO FERREIRA FRASCAROLI
  • Data: Feb 22, 2006

  • EDWARD MARTINS COSTA
  • Data: Feb 22, 2006

  • OSVALDO CANDIDO DA SILVA FILHO
  • Data: Feb 21, 2006

2005
Description
  • JOSE VALDECY GUIMARAES JUNIOR
  • Data: Sep 28, 2005

  • GILVANETE DANTAS DE OLIVEIRA PEREIRA
  • Data: Sep 27, 2005

  • ROMINA JULIETA SANCHEZ PARADIZO
  • Data: Sep 2, 2005

  • JOSE TRAJANO BORGE FILHO
  • Data: Aug 30, 2005

  • PATRICK MORAIS BRASIL
  • Data: Jun 20, 2005

  • AGUIDA CRISTINA SANTOS ALMEIDA
  • Data: Jun 17, 2005

  • KEILA SONALLE SILVA
  • Data: Jun 17, 2005

  • VITOR BORGES MONTEIRO
  • Advisor : PAULO AMILTON MAIA LEITE FILHO
  • Data: Mar 11, 2005

  • GERALDO LOPES DE SOUZA JUNIOR
  • Data: Mar 9, 2005

  • MERCIA SANTOS DA CRUZ
  • Data: Mar 7, 2005

  • JANAINA DA SILVA ALVES
  • Data: Mar 4, 2005

  • HILTON MARTINS DE BRITO RAMALHO
  • Data: Mar 3, 2005

  • TANARA ROSANGELA VIEIRA SOUSA
  • Data: Mar 1, 2005

2004
Description
  • ADONIAS VIDAL DE M. JUNIOR
  • Data: Aug 20, 2004

  • JOSE MAXUEL DE FARIAS FERREIRA
  • Data: Aug 20, 2004

  • FLAVIO FRANKLIN FERREIRA DE ALMEIDA
  • Data: Jul 22, 2004

  • ALEX NEYVES MARIANI ALVES
  • Data: Jun 15, 2004

  • MARTA AURELIA DANTAS DE LACERDA
  • Data: May 24, 2004

  • MARCELO JOSE SIMOES DE FRANCA
  • Data: Apr 7, 2004

  • ELAINE CRISTINE ALVES PEGADO
  • Data: Feb 20, 2004

  • ERIK ALENCAR DE FIGUEIREDO
  • Data: Feb 20, 2004

  • EDILEAN KLEBER DA SILVA BEJARANO ARAGON
  • Data: Feb 19, 2004

2003
Description
  • MAIONE ROCHA BEZERRA
  • Data: Mar 12, 2003

  • ANGELO BRIAO ZANELA
  • Data: Mar 11, 2003

  • JOSE LUIS DA SILVA NETTO JUNIOR
  • Data: Mar 11, 2003

  • JULIANA PACHECO BARBOSA
  • Data: Mar 10, 2003

  • SILVANA NUNES DE QUEIROZ
  • Data: Mar 10, 2003

  • CHRISTIANE LUCI BEZERRA ALVES
  • Data: Mar 7, 2003

  • MONICA VANISE ARAUJO DA COSTA
  • Data: Mar 6, 2003

  • ROGERIO PINHEIRO SILVEIRA
  • Data: Feb 5, 2003

2002
Description
  • SIMONE CRISTIANE FUNGHETTO
  • Data: Sep 6, 2002

  • HERBERT DE OLIVEIRA REGO
  • Data: Sep 5, 2002

  • ROSANGELA PALHANO RAMALHO
  • Data: Sep 5, 2002

  • JOSENILDO FERREIRA BARBOSA JUNIOR
  • Data: Mar 11, 2002

  • LEONILDO TCHAPAS
  • Data: Mar 8, 2002

  • VANUZA MARIA PONTES DE SENA
  • Data: Mar 8, 2002

  • ANDRE CASTELO BRANCO ALVES TORRES
  • Data: Mar 5, 2002

  • ADRIANO NASCIMENTO DA PAIXÃO
  • Data: Feb 19, 2002

  • FERNANDO JORGE FONSECA NEVES
  • Data: Feb 18, 2002

  • FRANCISCO PATRICIO ESTEVES
  • Data: Feb 18, 2002

  • ROBERTO VILMAR SATUR
  • Data: Feb 18, 2002

  • DENISON MURILO DE OLIVEIRA
  • Data: Feb 7, 2002

  • JOÃO ROGERIO VILAR DA SILVA
  • A criação do Fundo de Estabilização Fiscal e o impacto nas finanças da Paraíba (1991-1998)
  • Data: Jan 9, 2002
  • Show Summary
  • -
2001
Description
  • ANA PAULA SOBREIRA BEZERRA
  • Data: Jul 30, 2001

  • GLAUDIONOR GOMES BARBOSA
  • Data: Jul 18, 2001

1999
Description
  • FÁTIMA MARIA FERNANDES DE SOUSA
  • EXPANSÃO E CRISE DA AGRICULTURA CANAVIEIRA E SEUS IMPACTOS SOBRE O EMPREGO: O CASO DA PARAIBA (1L975/1995)
  • Data: Aug 24, 1999
  • View Dissertation/Thesis   Show Summary
  • Este trabalho objetiva analisar os momentos recentes de expansao e crise da lavoura canavieira do Estado da Paraiba e seus impactos sobre o emprego. O estudo limita-se ao periodo compreendido entre l975 e 1ll95/96. Os dados utilizados sao basicamente os dados dos censos agropecuarios relativos ao periodo em foco, complementados com dados colhidos juntos a orgaos de representacao patronal e de trabalhadores. Para a recuperacao do processo historico de formatacao e consolidacao do espaco canavieiro paraibano, lancou-se mao de uma bibliografia pertinente. A area objetivo de investigacao (Zona Canavieira Paraibana) e formada por 38 municipios, pertencentes a 4 microrregioes integrantes de duas mesorregioes (Mata Paraibana e Agreste). A pesquisa identifica dois momentos distintos da trajetoria recente da lavoura canavieira: a expansao (1975-1985), impulsionado pela implantacao do PROALCOOL, e a crise (1985-1997), resultantes das mudancas nas politicas publicas para o setor, particularmente a progressiva extincao PROALCOOL, condicionadas as politicas de ajuste macroeconomico. Na fase se expansao, houve tanto mudancas nas relacoes de trabalho com o avanco do assalariamento da forca-de-trabalho, quanto no aumento do emprego. Na fase de crise, reduz-se bastante a demanda por mao-de-obra, agudizando o quadro de pobreza regional.
1995
Description