PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA (PPGE)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
83 3216-7482
http://www.ufpb.br/pos/ccsa/ppge

Notícias


Banca de DEFESA: THIAGO LIMOEIRO RICARTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THIAGO LIMOEIRO RICARTE
DATA: 29/08/2014
HORA: 14:00
LOCAL: CCSA PPGE
TÍTULO: UMA ANÁLISE DO IMPACTO DA EXPERIÊNCIA OCUPACIONAL ENTRE OS JOVENS BRASILEIROS: 2003 A 2012
PALAVRAS-CHAVES: Experiência ocupacional. Mercado de trabalho. Inserção ocupacional. Salário. Avaliação de impacto.
PÁGINAS: 92
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Economia
RESUMO: Esta dissertação procurou avaliar o impacto da experiência ocupacional entre os jovens brasileiros como determinante nas chances de inserção do mercado de trabalho brasileiro, bem como, sobre as diferenças de salários entre os indivíduos jovens. Para atingir este objetivo adotaram-se os modelos de pareamento por escore de propensão (PSM) proposto por Rosenbaum e Rubin (1983) e a Análise Contrafactual por Regressões Quantílicas proposto por Chernozhukov, Fernández-Val e Melly (2013), tendo como base de dados a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), de 2003 a 2012. A dissertação foi composta de dois ensaios (capítulos) independentes cuja hipótese traçada é a de que a experiência ocupacional, ou seja, o fato de já ter exercido uma ocupação anterior, pode ser considerada uma variável determinante de distinção entre os trabalhadores jovens (16 a 24 anos), tanto na busca pelo emprego quanto na sua remuneração salarial. O primeiro ensaio analisou o impacto da experiência ocupacional nas chances de inserção ocupacional no mercado de trabalho através da metodologia econométrica Propensity Score Match enquanto o segundo ensaio avaliou o impacto da experiência ocupacional na diferenciação salarial dos trabalhadores (com experiência e sem experiência ocupacional) através do método de Chernozhukov, Fernández-Val e Melly (2013). Os resultados confirmam a experiência ocupacional como um fator de impacto determinante que influencia positivamente as chances de inserção dos trabalhadores no mercado de trabalho, como também, indicaram que os trabalhadores que já exerceram uma atividade ocupacional anterior possuem um rendimento salarial superior comparativamente aos trabalhadores sem experiência anterior em todos os anos da amostra, e que este diferencial é mais significativo quando analisamos os trabalhadores localizados nos quantis mais baixos da distribuição de rendimentos. Embora com as ressalvas metodológicas e amostrais citadas ao longo da dissertação, as análises finais sugerem que a experiência ocupacional no mercado de trabalho é um critério utilizado pelos demandantes de mão de obra tanto na contratação quanto na remuneração do trabalhador.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1646137 - MERCIA SANTOS DA CRUZ
Presidente - 1524258 - PAULO AGUIAR DO MONTE
Externo à Instituição - RAQUEL MENEZES BEZERRA SAMPAIO

Notícia cadastrada em: 27/08/2014 12:55