PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA (PPGE)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal:
83 3216-7482
http://www.ufpb.br/pos/ccsa/ppge

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: ERYKA FERNANDA MIRANDA SOBRAL

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ERYKA FERNANDA MIRANDA SOBRAL
DATA: 21/07/2017
HORA: 12:00
LOCAL: SALA PPGE
TÍTULO: Ensaios em Economia da Saúde
PALAVRAS-CHAVES: Economia da Saúde. Política Pública. Absenteísmo. Poluição.
PÁGINAS: 66
RESUMO: Este projeto de tese é composto por três propostas de ensaios no âmbito de economia da saúde, envolvendo elementos presentes na economia do trabalho e de questões ambientais. O primeiro ensaio se propõe a avaliar o impacto dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) nas condições de saúde da população que sofre de transtorno mental e comportamental. Para tanto, como objetivos específicos, pretende-se estimar o impacto dos CAPS nos seguintes indicadores: taxas de internação hospitalar por causas como doenças mentais e comportamentais; taxas de internação hospitalar por tentativa de suicídio; óbitos por transtornos mentais; óbitos por suicídio; tempo médio de permanência na internação; valor médio da internação. A hipótese a ser testada é a de que a criação de centros de atenção à saúde especializados e de referência na área de saúde mental pode contribuir com a prevenção e redução de internações e óbitos por causas relacionadas. Como estratégia empírica sugere-se o método de Diferenças em Diferenças. Em seguida procede-se a realização de um teste de robustez o qual consiste na estimação de um modelo em primeiro estágio, para mensurar a probabilidade de adesão ao CAPS considerando diferentes período de gestão municipal, dado que o risco de seleção pode variar mediante o perfil do gestor ao longo do tempo. O segundo ensaio pretende investigar os principais determinantes da duração de afastamento de trabalhadores por motivo de doença. Mais especificamente, busca-se: testar se há diferenças de risco de afastamento entre trabalhadores do setor privado e setor público; analisar se o absenteísmo no trabalho responde a mudanças no risco de demissão por meio de ciclos econômicos; averiguar se a mudança ocorrida da Lei de seguro doença afetou as taxas de absenteísmo nos municípios brasileiros; por fim, verificar se há heterogeneidade de comportamento de ausência de trabalho por motivo de doença segundo empregadores privados de pequeno e grande porte e/ou por natureza do trabalho (cargo ocupacional, trabalhador temporário, e flexibilidade de horários). Para a consecução desses objetivos, propõe-se a estimação de modelo de duração. No terceiro ensaio, o objetivo é estimar o efeito do grau de exposição à poluição sobre as condições de saúde da população no município de São Paulo. São considerados os seguintes indicadores de saúde: mortalidade infantil; peso ao nascer; internação por doenças respiratórias; internação por doenças cardiovasculares; mortalidade por doenças respiratórias; mortalidade por doenças cardiovasculares. Estima-se um Mínimos Quadrados Ordinários em Dois Estágios (MQ2E) considerando o tráfego de veículos como instrumento da poluição, tendo em vista que essa variável não é determinada de forma exógena.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1813840 - ALESSIO TONY CAVALCANTI DE ALMEIDA
Presidente - 2476028 - HILTON MARTINS DE BRITO RAMALHO
Interno - 1524258 - PAULO AGUIAR DO MONTE

Notícia cadastrada em: 19/07/2017 14:56