PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL (PPGCAN)

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (CCA)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: FRANCISCA MARIA SOUSA BARBOSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCA MARIA SOUSA BARBOSA
DATA: 10/02/2021
HORA: 13:00
LOCAL: WEB CONFERÊNCIA
TÍTULO: ESTUDO RETROSPECTIVO DAS DOENÇAS NEUROLÓGICAS EM ANIMAIS DOMÉSTICOS NO ESTADO DA PARAÍBA.
PALAVRAS-CHAVES: diagnóstico; espécies domésticas; neuropatologia veterinária; patologia.
PÁGINAS: 88
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
RESUMO: Os distúrbios que acometem o sistema nervoso central das espécies domésticas geralmente são irreversíveis e considerados como uma das principais causa de morte, consequentemente, responsáveis por perdas econômicas consideráveis no setor agropecuário. Objetivou-se nesse estudo descrever as doenças nervosas que acometem as espécies domésticas (bovino, ovino, caprino, equino, suíno, cães e gatos) no estado da Paraíba. Foram realizadas avaliações dos Protocolos de necropsia e biópsia de agosto de 2013 a dezembro de 2019 do Laboratório de Patologia Veterinária da Universidade Federal da Paraíba (LPV-UFPB) e avaliados 4. 106 protocolos, destes 243 casos foram confirmados diagnósticos de doenças nervosas. As enfermidades foram classificadas em doenças inflamatórias e parasitárias, tóxicas e toxiinfecções, neoplasmas, degenerativas, distúrbios de desenvolvimentos, lesões causadas por agentes físicos, outros distúrbios e doenças de etiologia não determinada e, foi realizada revisão de literatura de cada doença nervosa. Em seguida as doenças foram agrupadas e adicionadas em ordem decrescente do número de casos: infecciosas e parasitárias 103 (2,50%), tóxicas e toxiinfecções 41 (0,99%), lesões causadas por agentes físicos 28 (0,68%), neoplasmas 21 (0,51%), distúrbios nutricionais e metabólicas 20 (0,48%), outros distúrbios 11 (0,26%), distúrbios de desenvolvimento 10 (0,24%) e degenerativas seis (0,14%). Dentre essas categorias as principais doenças diagnosticadas dentro de cada grupo: infecciosas e parasitárias (cinomose 23,50%, raiva 13,50%, meningite bacteriana ou supurativa 8,73% e mieloencefalopatia por herpesvírus equino tipo 1, 9,70%, encefalomielite equina 7,76%); nas tóxicas e toxiinfecções (enterotoxemia 39,0%, tétano 26,8%, angiopatia cerebral 17,0%, botulismo 7,3%); neoplasmas (tumor maligno da bainha de nervo periférico 61,9%, leucose bovina 14,2%, carcinoma hipofisário 9,5%); lesões causadas por agentes físicos (trauma cranioencefálico 53,5%, trauma na medula espinal 39,2%); distúrbios nutricionais e metabólicas (encefalopatia hepática 20%, toxemia da prenhez 20%, gangliosidose 20%, e encefalopatia urêmica 15%, escoliose cervical associada a deficiência de cobre 15%); degenerativas (polioencefalomalácia 83,33%); distúrbios de desenvolvimento (hidrocefalia 40%, bicefalia ou diprosopia 20%, 228 crânio bífido e meningocele 20%); e outros distúrbios e doenças de etiologia não determinada (síndrome pós-anestésica 52,8%, colesteatoma 14,2%). Ficou evidenciado a importância das doenças infecciosas e parasitárias, sendo o diagnóstico de 2,50% (103/243) dos casos recebidos. Entre as categorias revisadas o grupo das parasitárias e infecciosas destacaram-se, sendo as doenças como cinomose (23,5%/103), a raiva (13,5%/103) e a mieloencefalopatia por herpesvírus tipo 1 (9,7%/103). Conclui-se que as doenças neurológicas representam uma importante causa de morte ou eutanásia nas espécies domésticas. O conhecimento sobre as principais enfermidades diagnosticadas no estado da Paraíba é de suma importância para diagnóstico à campo, isso permite ao veterinário conhecer os possíveis diagnóstico diferenciais.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - HARLAN HALLAMYS DE LIMA NASCIMENTO
Presidente - 2027040 - RICARDO BARBOSA DE LUCENA
Externo à Instituição - TEMISTOCLES SOARES DE OLIVEIRA NETO