PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM JORNALISMO (PPJ)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: MÁRCIA ELISABETH DEMENTSHUK

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MÁRCIA ELISABETH DEMENTSHUK
DATA: 25/09/2015
HORA: 10:00
LOCAL: CCTA
TÍTULO: CAIXAS DE RESSONÂNCIA: estudo dos suplementos jornalísticos infantis na Paraíba e educomunicação promovendo a participação da criança e do adolescente
PALAVRAS-CHAVES: PALAVRAS-CHAVE: Jornalismo infantil. Educomunicação. Cidadania. Participação
PÁGINAS: 54
RESUMO: RESUMO O jornalismo infantil na Paraíba teve três momentos de vitalidade quando circularam suplementos especialmente produzidos para e com crianças e adolescentes. “O Pirralho”, 1976, “Correinho das Artes”,1992 e “Correio Criança”, 2010, circularam em períodos distintos, mas todos convidaram estudantes para participarem do processo de produção. O presente trabalho retoma estes suplementos para averiguar através do método de análise de conteúdo, sob as lentes da Educomunicação, como foi essa participação. Na perspectiva epistemológica dos pesquisadores latino-americanos nesse campo, investigamos quais foram os formatos dessa participação, se através de textos, desenhos, fotografias, ilustrações, ou ou tros, e buscamos a sinalização da ocorrência de uma reflexão sobre temas relevantes para a formação e desenvolvimento de um indivíduo conscientemente crítico. A centralidade do trabalho é a reflexão sobre os suplementos infantis como ferramentas educomunicativas. A pesquisa detectou as estratégias que propiciaram a participação e construíram ecossistemas comunicativos que envolveram instituições, professores, pedagogos e os editores dos suplementos. Foram analisadas todas as páginas de cinco edições de cada suplemento, gerando uma fonte de dados representativa para a análise dos objetivos aos quais nos propomos a alcançar. O levantamento incluiu ainda o gênero textual, o espaço para a participação concedido à criança e a quantidade de crianças que publicaram por página. E ainda, outro ponto que consideramos fundamental para analisar esta participação estava justamente na ausência da criança nas matérias, nas páginas, a qual elas nem produziram e para a qual nem foram entrevistadas. Assim, destacamos ferramentas pedagógicas que podem ser usadas atualmente por educadores em ações de educomunicação, mesmo em tempos em que as tecnologias estão às mãos das crianças.
MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1126202 - ADELAIDE ALVES DIAS
Presidente - 1117793 - JOANA BELARMINO DE SOUSA
Interno - 1120726 - PEDRO NUNES FILHO