UFPB › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas João Pessoa, 08 de Julho de 2020

ODONTOLOGIA (BACHARELADO)/CCS - João Pessoa(João Pessoa)

 

curso  Nível  Graduação

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE (CCS) - CCS

Projeto Político Pedagógico


Perfil Profissional:

             De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia o curso deverá preparar Cirurgião dentista, com formação generalista, humanista,crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor técnico e científico. O profissional deverá ser capacitado ao exercício de atividades referentes à saúde bucal da população, pautado em princípios éticos, legais e nacompreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade

Área de Atuação:

          O campo de atuação profissional para o Cirurgião-Dentista, formado no âmbito das Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Odontologia, as quais permeiam e sedimentam este novel PPC, tem como esfera principal a capacitação dos profissionais para o enfrentamento dos problemas do processo saúde/doença da população. Busca, primordialmente, deslocar o eixo da formação centrada na assistência individual, restrita a clínica privada, para um processo de formação mais contextualizado, que priorize as dimensões sociais, econômicas e culturais da população. Isto implica estimular uma atuação interdisciplinar, multiprofissional, que respeite os princípios do controle social e do Sistema único de Saúde (SUS) e que atue com responsabilidade integral sobre a população brasileira (MORITA et al., 2013).

           É válido ressaltar que a condição de saúde bucal da população brasileira ainda mostra-se deveras precária, havendo uma crescente necessidade de Cirurgiões-Dentistas a serem vinculados a Projetos ou Programas governamentais no contexto do setor público. Entretanto, o número de Cirurgiões -Dentistas inseridos no SUS é ainda insuficiente, o que claramente evidencia a possibilidade de inserção profissional neste segmento específico.

             Dessa forma, Cirurgiões-Dentistas formados com as habilidades necessárias para atuar no SUS podem contribuir para a efetivação de uma proposta que busca melhorar a atenção à saúde por intermédio da inclusão social, da emancipação e da autonomização da população, fortalecendo, sobretudo, a construção de uma consciência sanitária. Afinal, a luta pela conquista cotidiana da saúde é, ao mesmo tempo, a luta pela afirmação do cidadão e dos seus direitosfundamentais (GONCALVES; RAMOS, 2010).

            Noutro diapasão, concursos públicos para ingressar em Instituições de grande credibilidade, como as Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros também são uma possibilidade atrativa para profissionais recém-chegados ao mercado de trabalho.

             Destaque-se, outrossim, que a carreira acadêmica tem se tornado uma opção aprazível para o Cirurgião-Dentista, seja para atuar como professor de Ensino Superior e/ou como pesquisador.

          Pode ainda o Cirurgião-Dentista laborar em Institutos de Medicina e Odontologia Legal, exercendo a função de peritos no âmbito da desafiadora Odontologia Forense.

         O profissional de Odontologia formado em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais atuais e com base no Projeto Pedagógico que ora se constrói deve, em adição, estar preparado para atuar como administrador ou consultor de organizações privadas que prestam atendimento Odontológico ou empresas de Odontologia suplementar e também para exercer sua atividade em indústrias ligadas à produção e distribuição de materiais odontológicos, área que se expande a cada dia no país. Profissionais com espírito empreendedor e alinhados com modernas tecnologias estarão melhor preparados para o competitivo mercado de trabalho que a cada dia incorpora hodiernas técnicas e avanços científicos.

           O Cirurgião-Dentista poderá exercer as seguintes especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia: Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Dentística, Disfunção Têmporo-mandibular e Dor Orofacial, Endodontia, Odontologia Legal, Odontologia em Saúde Coletiva, Odontopediatria, Odontologia do Trabalho, Odontogeriatria, Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais, Ortodontia, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Patologia Bucal, Periodontia, Prótese Bucomaxilofacial, Prótese Dentária, Radiologia Odontológica e Imaginologia, Implantodontia e Estomatologia.

Competências e Habilidades do Profissional:

           Ainda de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais, a formação do Cirurgião-dentista tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

  • Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema desaúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;
  • Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
  • Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;
  • Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumir posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;
  • Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativa, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesmaforma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;
  • Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, proporcionando condições para que haja beneficio mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

           O Curso de Graduação em Odontologia deve assegurar, também, a formação de profissionais com competências e habilidades específicaspara:

  • Respeitar os princípios éticos e legais inerentes ao exercício profissional;
  • Atuar em todos os níveis de atenção à saúde, integrando-se em programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o;
  • Atuar multiprofissionalmente, interdisciplinarmente e transdisciplinarmente com extrema produtividade na promoção da saúde baseado na convicção científica, de cidadania e de ética;
  • Reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;
  • Exercer sua profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;
  • Conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;
  • Desenvolver assistência odontológica individual e coletiva;
  • Identificar em pacientes e em grupos populacionais as doenças e distúrbios bucomaxilo-faciais e realizar procedimentos adequados para suas investigações, prevenção, tratamento e controle;
  • Cumprir investigações básicas e procedimentos operatórios;
  • Promover a saúde bucal e prevenir doenças e distúrbios bucais;
  • Comunicar e trabalhar efetivamente com pacientes, trabalhadores da área da saúde e outros indivíduos relevantes, grupos e organizações;
  • Obter e eficientemente gravar informações confiáveis e avaliá-las objetivamente;
  • Aplicar conhecimentos e compreensão de outros aspectos de cuidados de saúde na busca de soluções mais adequadas para os problemas clínicos no interesse de ambos, o indivíduo e a comunidade;
  • Analisar e interpretar os resultados de relevantes pesquisas experimentais, epidemiológicas e clínicas;
  • Organizar, manusear e avaliar recursos de cuidados de saúde efetiva e eficientemente.
  • Aplicar conhecimentos de saúde bucal, de doenças e tópicos relacionados no melhor interesse do indivíduo e da comunidade;
  • Participar em educação continuada relativa a saúde bucal e doenças como um componente da obrigação profissional e manter espírito crítico, mas aberto a novas informações
  • Participar de investigações científicas sobre doenças e saúde bucal e estar preparado para aplicar os resultados de pesquisas para os cuidados de saúde;
  • Buscar melhorar a percepção e providenciar soluções para os problemas desaúde bucal e áreas relacionadas e necessidades globais da comunidade;
  • Manter reconhecido padrão de ética profissional e conduta, e aplicá-lo em todos os aspectos da vida profissional;
  • Estar ciente das regras dos trabalhadores da área da saúde bucal na sociedade e ter responsabilidade pessoal para com tais regras;
  • Reconhecer suas limitações e estar adaptado e flexível face às mudanças circunstanciais.
  • Colher, observar e interpretar dados para a construção do diagnóstico;
  • Identificar as afecções buco-maxilo-faciais prevalentes;
  • Propor e executar planos de tratamento adequados;
  • Realizar a preservação da saúde bucal;
  • Comunicar-se com pacientes, com profissionais da saúde e com a comunidade em geral;
  • Trabalhar em equipes interdisciplinares e atuar como agente de promoção de saúde;
  • Planejar e administrar serviços de saúde comunitária;
  • Acompanhar e incorporar inovações tecnológicas (informática, novos materiais, biotecnologia) no exercício da profissão.
Metodologia:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Sistema de Gestão do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Avaliação do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Projeto Político Pedagógico:
Baixar Arquivo

SIGAA | STI - Superintendência de Tecnologia da Informação da UFPB / Cooperação UFRN - Copyright © 2006-2020 | producao_sigaa-3.sigaa-3 | v20200706120710-master