PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA (PPGS)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167204

Notícias


Banca de DEFESA: GLADSON PAULO MILHOMENS FONSECA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GLADSON PAULO MILHOMENS FONSECA
DATA: 29/10/2020
HORA: 14:00
LOCAL: por videoconferência (https://meet.google.com/aji-ydrc-bmc) conforme Portaria 90/GR/REITORIA/UFPB
TÍTULO: Cavalo do Vingador: Ethos da garimpagem na fronteira da Amazônia franco-brasileira - uma análise sociológica em Oiapoque
PALAVRAS-CHAVES: Fronteira; Amazônia e Amapá; Ethos; Oiapoque e Garimpagem.
PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO: O presente trabalho analisa a cultura e vivências da garimpagem na fronteira amazônica entre Brasil e Guiana Francesa. A pesquisa baseia-se na análise empírica de experiências constituídas por grupos distintos e suas respectivas formas de sociabilidade encontradas na fronteira. Argumenta-se que esta relação de proximidade, conforme observado, imbui-se de um Ethos local, capaz de agregar diferentes modos de sociabilidade imersos em sua constituição sócio-econômica, cujas bases referenciais estão ligadas aos garimpos clandestinos do território guianense. Ao longo de décadas, o norte amapaense tornou-se foco central da corrida do ouro em terras guianenses como principal referência econômica em Oiapoque, alijada às redes informais de exploração de ouro. A escolha metodológica baseou-se na observação participante (através de contatos diretos/indiretos) com os grupos sociais existentes e entrevistas realizadas a partir do contexto circunstancial de com homens e mulheres ligadas(os) em suas formas distintas ao universo garimpeiro vivenciadas nas áreas clandestinas da Guiana Francesa. De um modo geral, entende-se que a extração mineral faz parte da constituição histórica, social e econômica da Amazônia brasileira. De todo modo, a fronteira não pode ser pensada como um espaço compacto, mas como disruptura, um lugar capaz de neutralizar as funções institucionais do Estado, criando formas de sociabilidades peculiares, capazes de operar pelas vias da informalidade em suas mais variadas práticas.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1363922 - SIMONE MAGALHAES BRITO
Interno - 2679192 - ROGERIO DE SOUZA MEDEIROS
Externo à Instituição - DANIELI MACHADO BEZERRA
Externo à Instituição - FABIO GOMES DE FRANCA
Externo à Instituição - JESUS MARMANILLO PEREIRA