PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGUÍSTICA E ENSINO (MPLE)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167280

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCIONILO JOSE DE VASCONCELOS NETO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCIONILO JOSE DE VASCONCELOS NETO
DATA: 30/04/2021
HORA: 09:30
LOCAL: Ambiente virtual
TÍTULO: O ENSINO DE GRAMÁTICA E A FORMAÇÃO DOCENTE: O CONHECIMENTO DO PROFESSOR SOBRE CONCEPÇÕES LINGUÍSTICAS
PALAVRAS-CHAVES: Gramática; Análise Linguística; Epilinguagem
PÁGINAS: 72
RESUMO: Considerando o conceito de Análise Linguística, bem como as discussões teóricas acerca do ensino da gramática, o presente trabalho busca trazer os principais debates que versam sobre as dificuldades, possibilidades e realidade, no que diz respeito ao espaço da gramática nas aulas de língua portuguesa. Desde os primeiros questionamentos feitos por Franchi (1978), que levanta as concepções de epilinguagem e metalinguagem, como também a concepção de Análise Linguística trazida por Geraldi (1984), até os dias de hoje, vemos que, embora muito tenha se estudado e teorizado sobre o ensino do conteúdo gramatical na escola, ainda encontramos lacunas que podem enriquecer este campo de estudo se forem preenchidas. Nesse sentido, nosso trabalho visa apresentar os principais teóricos que discutiram conceitos em torno da gramática desde o momento em que esta passou a ser objeto de revisão por parte daqueles que desejavam encará-la e efetivá-la dentro das escolas de uma maneira mais significativa. Aliado a esse intuito, a presente dissertação também traz em sua estrutura uma análise dos principais documentos parametrizadores da escola básica no Brasil, tais como os PCN’s, e mais recentemente, a BNCC, para demonstrar de que modo as discussões teóricas têm reverberado dentro destes documentos e de que modo estes podem potencializar (ou não) uma vivência metodológica mais frutífera para o ensino da gramática. Sendo assim, trazemos a realidade de 5 professores que, por meio de uma entrevista estruturada, relatam suas realidades frente ao ensino de conteúdo gramatical em escolas públicas em João Pessoa. Através desses sujeitos, que possuem contato direto com o objeto de pesquisa aqui apresentado, conseguimos traçar um panorama geral que considera as concepções teóricas que eles têm a respeito do ensino da gramática, a influência que a formação desses professores têm sobre sua prática de ensino, bem como as estratégias que eles encontram para construir uma prática de ensino significativa quando se colocam diante do conteúdo gramatical durantes as aulas de língua portuguesa. A fim de subsidiar as nossas discussões, trazemos como principais aportes teóricos Antunes (2003; 2007); Franchi (2006); Geraldi (1984); Perini (2005); Travaglia (2011), entre outros. sumo do Trabalho:
MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3784360 - JOSE WELLISTEN ABREU DE SOUZA
Presidente - 1344825 - MONICA MANO TRINDADE FERRAZ
Interno - 1701396 - TIAGO DE AGUIAR RODRIGUES