PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGUÍSTICA E ENSINO (MPLE)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167280

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIANA VASCONCELOS DE ANDRADE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULIANA VASCONCELOS DE ANDRADE
DATA: 17/05/2021
HORA: 15:30
LOCAL: Plataforma virtual
TÍTULO: A LEITURA DE EBOOK ATRAVÉS DO APLICATIVO KINDLE COMO PRÁTICA DE LETRAMENTO DIGITAL NA EDUCAÇÃO BÁSICA
PALAVRAS-CHAVES: Ebook. Letramento Digital. Hipertexto.
PÁGINAS: 51
RESUMO: As últimas décadas têm sido vivenciadas com intensas transformações sociais em virtude do desenvolvimento e do avanço das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, que têm modificado muito mais que as interações humanas em tempo real, pois têm se tornado essenciais para a vida no século XXI. Comunicar-se, realizar transações bancárias, fazer compras e buscar emprego através da tela de computadores, hoje são tarefas cotidianas dos letrados digitais. Sendo assim, pensar em como as escolas de educação básica têm estruturado as suas ações em busca do desenvolvimento do leitor do século XXI é tarefa primordial para todos que compõem a comunidade escolar. A fim de refletir sobre isso, partindo de um estudo qualitativo com base na netnografia, propomos estudar a leitura com base nas práticas de Letramento Digital com crianças de 7 a 11 anos de idade e, para isso, objetivamos, especificamente, compreender a transmutação intergenérica ocorrida com os gêneros discursivos/textuais em decorrência do surgimento e do avanço das TDICs, avaliar a atuação e a compreensão leitora de hipertextos disponibilizados através de Whatsapp e Google Forms e analisar a vivência de leitura literária disponibilizada no suporte digital. Assim, neste trabalho, discutimos a leitura na perspectiva dos gêneros discursivos/textuais com base nas premissas de Bakthin (1929), de Marcuschi (2002), de Rodrigues (2005), de Motta-Roth (2011), dentre outros, como também elucidamos as discussões de Rojo (2005), de Coscarelli (2007), de Moran (2012), de Trevisani (2015), de Bacich (2015), de Ribeiro (2016) e outros. acerca das práticas de Letramento Digital e dos processos de leitura mediados pelas TDICs. Com isso, apresentamos os resultados preliminares do nosso estudo realizado com base na vivência de leitura hipertextual através dos aplicativos WhatsApp, Google Forms e Kindle com crianças participantes do estudo. Através das investigações realizadas até o momento, concluímos, de maneira preliminar, que os participantes têm apresentado bom desempenho na execução das propostas, além de demonstrar engajamento para a realização das situações de leitura mediadas pelas TDICs.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1716297 - JOAO WANDEMBERG GONCALVES MACIEL
Interno - 3142189 - MARINEUMA DE OLIVEIRA COSTA CAVALCANTI
Externo ao Programa - 3334167 - LAURENIA SOUTO SALES