PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE (PPGBIO)

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (CCA)

Telefone/Ramal
33621737

Notícias


Banca de DEFESA: RANDSON NORMAN SANTOS DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RANDSON NORMAN SANTOS DE SOUZA
DATA: 19/11/2019
HORA: 14:00
LOCAL: PPGBio – Prédio Ecologia Vegetal, 1º andar, CCA, UFPB – Campus II, Areia – PB
TÍTULO: Ecologia de Bothrops erythromelas Amaral, 1923 (Serpentes: Viperidae: Crotalinae) em área de caatinga arbórea no nordeste do Brasil
PALAVRAS-CHAVES: Conservação; Dieta; Ontogenia; Período de atividade; Reprodução
PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Zoologia
RESUMO: Descrevemos as características ecológicas, reprodutivas e morfológicas de B. erythromelas Amaral. Todos os espécimes analisados foram provenientes da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) localizada no Cariri Ocidental, Nordeste do Brasil. Os espécimes foram analisados durante um período de 13 anos. Obtivemos um total de 85 indivíduos sendo 34 machos e 51 fêmeas. Realizamos dois métodos de coleta de dado com buscas ativas e passivas. Analisamos dados de morfometria, período de atividade, uso de habitat e microhabitats, dieta e reprodução. O estágio embrionário foi classificado em categorias, do estágio 1 ao estágio 37 de acordo com o desenvolvimento do embrião. Percebemos que machos e fêmeas de B. erythromelas registraram atividades tanto no período diurno quanto noturno. Encontramos dimorfismo sexual, com fêmeas possuindo maior tamanho principalmente nas variáveis CRC, CCA e AC. A dieta dos espécimes analisados é generalista e os itens consumidos são espécies dos grupos de Centípede, Anfíbios e Squamata além de insetos e pequenos mamíferos, havendo mudança ontogenética na dieta. Fêmeas reprodutivas apresentaram folículos secundários e ovos nos ovidutos com diâmetro ≥ 10 mm ou embriões desenvolvidos. Machos reprodutivos apresentaram epidídimos enovelados e opacos. O número de ovos por ninhada variou de dois até quarenta e dois ovos e houve relação positiva entre o CRC da serpente com o tamanho da ninhada, indicando que fêmeas maiores têm capacidade de produzir maiores ninhadas. As fêmeas e machos encontrados na área de estudo possuem um período reprodutivo contínuo. Ser uma espécie especialista em habitats de áreas abertas, torna B. erythromelas vulnerável, principalmente devido ao fato do domínio morfoclimático Caatinga atualmente estar extremamente desmatado e sensível a alterações antrópicas. Assim, utilizar o conhecimento aqui apresentado é essencial para o manejo e conservação da espécie B. erythromelas.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - GENTIL ALVES PEREIRA FILHO
Interno - 2677667 - HELDER FARIAS PEREIRA DE ARAUJO
Presidente - 021.866.804-08 - WASHINGTON LUIZ DA SILVA VIEIRA - UFPB