PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE (PPGBIO)

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (CCA)

Telefone:
33621737

Notícias


Banca de DEFESA: ANDERSON DANTAS LEAL

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDERSON DANTAS LEAL
DATA: 28/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DE AULAS PPGBio/CCA/UFPB
TÍTULO: EFEITO DA PALMEIRA Acrocomia intumescens DRUDE SOBRE A BIODIVERSIDADE DE FORMIGAS EM UM FRAGMENTO DE MATA ATLÂNTICA DO NORDESTE DO BRASIL
PALAVRAS-CHAVES: Formigas, Comunidades e Ecologia.
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
RESUMO: Sabe-se que várias espécies de palmeiras arbóreas se aproveitam das condições criadas nas florestas pós fragmentação e aumentam suas taxas de recrutamento, afetando a estrutura de comunidades de plantas. Hipoteticamente, esse efeito pode ser estendível para comunidades de formigas, visto que formigas e plantas são intimamente correlacionadas. Com isso nos propomos a avaliar o efeito da palmeira Acrocomia intumescens Drude sobre a estrutura de comunidades de formigas em um fragmento de Mata Atlântica do Nordeste do Brasil. Selecionamos 10 palmeiras (distantes entre si a no mínimo a 100m), medimos a área da clareira de cada palmeira, traçamos um raio de 10m no entorno de cada palmeira considerada unidade experimental e contabilizamos o número de palmeiras dentro desse raio. Selecionamos um número igual de unidades experimentais no sub-bosque florestal a uma distância mínima de 20m de qualquer palmeira. Adicionamos um conjunto de armadilhas de queda (pitffal), tanto nas clareiras, como no sub-bosque. Categorizamos a diversidade taxonômica com base nos números de Hill. Caracterizamos a diversidade funcional com base na Riqueza funcional, Equabilidade funcional, e Entropia quadrática de Rao. Geremos uma série de modelos estatísticos para entender o efeito das palmeiras sobre a diversidade taxonômica e funcional. Nossos resultados indicam que a diversidade taxonômica é equivalente entre clareiras e o sub-bosque. Do mesmo modo, a riqueza e divergência funcional se mantém equáveis entre os habitats, entretanto, a equabilidade funcional é maior nas clareiras em relação ao sub-bosque florestal. Houve substituição de espécies entre os habitats, porém a composição funcional não variou. Por fim, ao avaliar o efeito da área das clareiras e o número de palmeiras (e a interação entre os fatores) encontramos efeitos negativos sobre a diversidade taxonômica. Em síntese, nossos resultados estão em parte de acordo com nossas expectativas iniciais, redução de diversidade e alteração na composição de espécies.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FERNANDA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA
Interno - 711.644.861-60 - FREDY ALEXANDER ALVARADO ROBERTO - UFPB
Presidente - 1539079 - JOSE DOMINGOS RIBEIRO NETO