PROGRAMA EM MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL (PROFMAT)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
(83)981559755

Notícias


Banca de DEFESA: SANDRO ANTONIO GODEIRO DE ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SANDRO ANTONIO GODEIRO DE ANDRADE
DATA: 20/08/2013
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de Reuniões do DM
TÍTULO: A pirâmide e seu volume
PALAVRAS-CHAVES: Geometria Espacial, Pirâmide, Volume
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Matemática
RESUMO:

 

Nesse trabalho, objetiva-se apresentar alternativas didáticas que facilitem e possibilitem ao professor, ao aluno de matemática e ao aluno do ensino básico, o aprendizado de métodos de justificar e demonstrar a validade da fórmula do volume da pirâmide. Procede-se a uma abordagem dessas justificativas e demonstrações dentro de perspectivas de ordens geométrica, algébrica e lúdicas no cálculo da fórmula volume da pirâmide.
Assim, em cinco capítulos, no primeiro, discorre-se acerca dos aspectos históricos e algébricos da pirâmide. No segundo capítulo foi feita uma pesquisa com professores sobre como é abordado o volume da pirâmide em sala de aula. Já no terceiro, vamos descrever alguns dos principais métodos usados para demonstrar a validade da fórmula do volume da pirâmide. No quarto capítulo vamos apresentar o uso de material concreto como ferramenta para verificação intuitiva da fórmula do volume da pirâmide, e, no quinto capítulo, são apresentados alguns problemas que envolvem o estudo do tema pirâmide presentes no ensino básico.

Nesse trabalho, objetiva-se apresentar alternativas didáticas que facilitem e possibilitem ao professor, ao aluno de matemática e ao aluno do ensino básico, o aprendizado de métodos de justificar e demonstrar a validade da fórmula do volume da pirâmide. Procede-se a uma abordagem dessas justificativas e demonstrações dentro de perspectivas de ordens geométrica, algébrica e lúdicas no cálculo da fórmula volume da pirâmide.Assim, em cinco capítulos, no primeiro, discorre-se acerca dos aspectos históricos e algébricos da pirâmide. No segundo capítulo foi feita uma pesquisa com professores sobre como é abordado o volume da pirâmide em sala de aula. Já no terceiro, vamos descrever alguns dos principais métodos usados para demonstrar a validade da fórmula do volume da pirâmide. No quarto capítulo vamos apresentar o uso de material concreto como ferramenta para verificação intuitiva da fórmula do volume da pirâmide, e, no quinto capítulo, são apresentados alguns problemas que envolvem o estudo do tema pirâmide presentes no ensino básico.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEKSANDRE SARAIVA DANTAS - IFRN
Presidente - 2181173 - PEDRO ANTONIO GOMEZ VENEGAS
Interno - 1071485 - PEDRO ANTONIO HINOJOSA VERA