PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA E COOPERAÇÃO INTERNACIONAL (PGPCI)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: DELANNEY VIDAL DI MAIO NETO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DELANNEY VIDAL DI MAIO NETO
DATA: 29/10/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Plataforma Meet: http://meet.google.com/ryo-vjpt-mnx
TÍTULO: COOPERAÇÃO TÉCNICO-CIENTÍFICA ESPACIAL SINO-BRASILEIRA: o Programa China-Brazil Earth Resources Satellite (CBERS) e o planejamento estatal
PALAVRAS-CHAVES: Política Pública. Grande Estratégia. Cooperação Internacional. CBERS.
PÁGINAS: 337
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
RESUMO: A presente dissertação analisa a cooperação sino-brasileira da perspectiva nacional, enquanto um desdobramento da macropolítica pública estratégica de potências emergentes, no Sistema Internacional. O estudo considera que esta cooperação, na área espacial, surge como uma oportunidade, para que ambos os países se aproximassem e formulassem soluções compatíveis, entre suas semelhanças e seus desafios; todavia, que evolui paulatinamente de forma assimétrica entre os atores, a partir de dinâmicas domésticas. Neste contexto, evidencia-se a distinção na atuação entre o Brasil e a China, ao longo da cooperação, em prol de seus objetivos, conforme as assimetrias se concretizavam. O que permite a avaliação da cooperação, como ato de interesse da res publica, apontando seus erros e acertos e possíveis melhorias, na atuação brasileira. Uma vez que, o CBERS foi o primeiro programa tecnicamente exitoso de cooperação internacional, na área espacial, entre países emergentes. Para tanto, lança-se mão de uma abordagem que interaja com as perspectivas dos agentes primários da Política Pública, das instituições executoras e do Estado, enquanto coordenador das ações dos atores domésticos. O que permite sublinhar, no Brasil, atuações personalíssimas, disputas domésticas institucionais e contingências econômicas, como fatores extrínsecos importantes, nesta cooperação. Com isso, é possível verificar os meandros desta cooperação e a atuação dos atores envolvidos. Porquanto, analisa-se o caso do Programa China Brazil Earth Resources Satellite, no contexto do war-peace continuum, sob a ótica do planejamento estatal de médio e longo prazo.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 735.632.006-10 - ALEXANDRE CESAR CUNHA LEITE - UEPB
Externo à Instituição - CRISTINA CARVALHO PACHECO
Interno - 2991390 - ELIA ELISA CIA ALVES
Externo à Instituição - JOSÉ BEZERRA PESSOA FILHO