PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: JONAS EMANUEL GUIMARAES DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JONAS EMANUEL GUIMARAES DA SILVA
DATA: 16/08/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Biologia Molecular
TÍTULO: Produção de nanopartículas de piocianina como cobertura antibiofilme fúngico
PALAVRAS-CHAVES: Palavras-Chave: Biodeterioração, Fenazinas naturais, Nanossistemas, Aspergillus niger, Penicillium sp.
PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Microbiologia
RESUMO: Resumo: Este trabalho teve como objetivo produzir, caracterizar e avaliar uma cobertura contendo nanoparticulas de piocianina como agente antibiofilme frente a especies fungicas isoladas da face externa de uma parede pintada. Inicialmente foram isolados seis fungos de 5 generos, identificados por microscopia: Aspergillus, Penicillium, Fusarium, Tricoderma e Tricophyton. A Concentracao Inibitoria Minima (CIM) da piocianina foi conhecida apenas para os dois primeiros, 140 μg/mL, criterio que os definiu para o prosseguimento do trabalho. As nanoparticulas com e sem piocianina foram preparadas pelo metodo de nanoprecipitacao. Os sistemas foram caracterizados quanto: pH, eficiencia de encapsulacao, morfologia, tamanho de particula, polidispersao e potencial zeta. A avaliacao da atividade antibiofilme ocorreu em corpos de prova de dolomita nas condicoes com e sem imersao em caldo Sabouraud-Dextrose 2%. Apos, o numero de celulas foi estimado pela tecnica dos tubos multiplos e por inspecao visual. As formulacoes desenvolvidas apresentaram bons aspectos morfologicos. Os valores da caracterizacao foram satisfatorios variando de 581,9 a 668,7 (tamanho); 0,33 a 0,57 (polidispersao); -4,40 a -5,37 (potencial zeta) e 6,15 a 6,24 (pH). O melhor resultado da eficiencia de encapsulacao foi 56%. Nos ensaios com os corpos de prova imersos, a populacao fungica atingiu valores de ≈103 -104 NMP/100μL/cm2. Na condicao nao imersa foi observada uma reducao da colonizacao fungica nos corpos de prova que possuiam a cobertura de nanoparticulas de piocianina comparado ao grupo controle, sugestivo de um efeito fungistatico. Os resultados demonstraram a viabilidade da formulacao, em termos biotecnologicos. Contudo, sao necessarios estudos posteriores para otimizacao desta cobertura.
MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2016620 - ADNA CRISTINA BARBOSA DE SOUSA
Interno - 1183873 - AUGUSTO CEZAR VASCONCELOS DE FREITAS JUNIOR
Presidente - 2009494 - ULRICH VASCONCELOS DA ROCHA GOMES