PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: BEATRIZ DANTAS GUIMARÃES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BEATRIZ DANTAS GUIMARÃES
DATA: 27/02/2020
HORA: 10:00
LOCAL: SALA DE AULA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR
TÍTULO: ASSOCIAÇÃO DE POLIMORFISMOS DE NUCLEOTÍDEO ÚNICO (SNPs) DOS GENES PSCA, TP53 e NQO1 E SUA RELAÇÃO COM O DESENVOLVIMENTO DE CARCINOMA MAMÁRIO EM MULHERES NO ESTADO DA PARAÍBA
PALAVRAS-CHAVES: Câncer de mama. SNP. PSCA. TP53. NQO1
PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Genética
RESUMO: Resumo: GUIMARÃES, B. D. Associação de Polimorfismos de Nucleotídeo Único (SNPs) dos genes PSCA, TP53 e NQO1 e sua relação com o desenvolvimento de câncer de mama em mulheres no estado da Paraíba. 2019. 57p. Dissertação. (Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular) – UFPB/CCEN/ João Pessoa –PB O câncer de mama é um problema de saúde pública mundial, principalmente para mulheres, com elevada taxa de incidência e mortalidade. Além da alta incidência, o câncer mamário é a quinta causa de mortalidade mais prevalente dentre os cânceres em geral entre as mulheres. Polimorfismos de nucleotídeo único (SNP – Single Nucleotide Polymorphism) são variações genéticas em sequências de DNA, onde ocorrem substituições em um único nucleotídeo, que podem ser geradas devido a falhas na replicação do DNA ou por modificações químicas específicas. Alterações no genoma são uma das características típicas dos cânceres e estudos têm sido realizados para explorar variações gênicas ocasionadas por SNPs e sua associação com o aumento da susceptibilidade ao desenvolvimento de cânceres. Deste modo, o presente estudo teve como objetivo analisar polimorfismos (SNPs) nos genes NQO1, PSCA e TP53, de forma a descobrir uma possível relação destes no desenvolvimento do câncer de mama. Foi realizada a genotipagem dos SNPs rs2976392 no gene PSCA, rs368771578 no gene TP53 e rs1800566 no gene NQO1 em 100 amostras de tecido parafinado de pacientes diagnosticadas com câncer de mama. Os resultados foram obtidos pelo método de genotipagem, Dideoxy Unique Allele Specific - PCR (DSASP). Foram aplicados os testes Qui-quadrado e Teste Exato de Fisher com nível de significância de 5% para as análises estatísticas. O SNPs rs2976392 não se mostrou estatisticamente significante. No entanto, os SNP rs368771578 e rs1800566, dos genes TP53 e NQO1, respectivamente apresentaram associação estatística significativa, sugerindo, dessa forma, que estão possivelmente relacionados ao aumento da susceptibilidade do desenvolvimento do câncer de mama.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1525893 - ELEONIDAS MOURA LIMA
Externo ao Programa - 1889778 - JOAO RICARDO GONCALVES DE OLIVEIRA
Interno - 395.523.574-20 - LEONARDO FERREIRA SOARES - UEPB