PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: GIOVANA CRISTINA SANTANA VIANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GIOVANA CRISTINA SANTANA VIANA
DATA: 28/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPARTAMENTO DE SISTEMÁTICA E ECOLOGIA
TÍTULO: Avaliação dos efeitos terapêuticos de Lactococcus lactis carreadora do vetor de expressão eucariótica que codifica para scFv anti-TNFα em modelo de colite induzida por TNBS
PALAVRAS-CHAVES: : Lactococcus lactis. Entrega na mucosa. Anti-TNFα. Colite. TNBS.
PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Imunologia
RESUMO: Resumo: A doença de Crohn (DC) pertence ao grupo das Doenças inflamatórias intestinais (DII), e é caracterizada por ser uma inflamação intestinal crônica que leva à destruição grave da mucosa, não curável por tratamento clínico ou cirúrgico e que pode acometer todo trato gastrointestinal. O TNF-α desempenha um papel fundamental na patogênese da doença, sendo considerado como o melhor alvo terapêutico. Entretanto, a via de administração intravenosa de imunoterapias convencionais causa imunogenicidade e efeitos colaterais sistêmicos. Para contornar estas limitações, a entrega local destes medicamentos poderia beneficiar os pacientes, restringindo a terapia no sítio inflamatório. O desenvolvimento de cepas de Lactococcus lactis capazes de fornecer um vetor de expressão eucariótico que codifique um fragmento variável de cadeia única (scFv) de anticorpo representa uma nova estratégia para a elaboração de uma terapia alternativa mais efetiva para expressão diretamente no intestino, contra DC. Desse modo, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos terapêuticos dos fragmentos de anticorpos scFv anti-TNF-α produzidos localmente na mucosa intestinal utilizando L. lactis como veículo para a entrega de vetores na mucosa intestinal, em modelo de doença de Crohn experimental induzida por ácido 2,4,6-trinitrobenzenosulfônico (TNBS). Assim, foi analisado o efeito da produção desses anticorpos diretamente sobre a mucosa intestinal. Foram utilizados camundongos BALB/c, fêmeas, com indução da colite experimental por TNBS por quatro semanas. A cultura de L. lactis foi administrada oralmente nos 5 últimos dias de protocolo. No dia seguinte ao último dia de tratamento, os animais foram eutanasiados e diferentes parâmetros avaliados. Observou-se uma melhora no grupo tratado com L. lactis FnBPA+ (pValac::anti-TNFα) nos parâmetros macroscópicos da doença em relação aos grupos não tratados. Na análise histológica, o efeito benéfico do tratamento foi melhor observado na região proximal com redução do infiltrado inflamatório e manutenção da camada da mucosa. Com esses resultados, conclui-se que o tratamento com pValac::anti-TNFα possui um efeito atenuante em modelo de colite experimental, sendo que mais estudos são necessários para elucidar os mecanismos moleculares responsáveis por este efeito e, demonstrando assim a eficácia desta nova estratégia baseada na entrega de DNA. Orientador(a): Profa Dra Juliana Franco Almeida
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DANIELA SANTOS PONTES
Presidente - 1110112 - JULIANA FRANCO ALMEIDA
Interno - 1956521 - RAFAEL DE ALMEIDA TRAVASSOS