PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: ZHILBELLY DA MOTA NUNES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ZHILBELLY DA MOTA NUNES
DATA: 28/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Biologia Molecular
TÍTULO: DETECÇÃO DO PAPILOMAVÍRUS HUMANO 16 (HPV 16) EM AMOSTRAS DE CARCINOMA MAMÁRIO TRIPLO NEGATIVO (TNBC) DE MULHERES DO ESTADO DA PARAÍBA
PALAVRAS-CHAVES: Palavras-chaves: Câncer de mama, Papilomavírus humano (HPV), TNBC, qPCR, Papilomavírus humano de alto risco (HR HPV).
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Genética
RESUMO: Resumo: O câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em várias populações. Diversos fatores endógenos e exógenos estão associados a progressão da doença. Muitos estudos demonstram o possível envolvimento do HPV na carcinogênese mamária, porém essa correlação ainda é controversa e, neste sentido, a identificação do HPV como um possível agente etiológico relacionado a carcinogênese tem sido uma grande motivação para os pesquisadores há décadas. Assim, o objetivo do estudo foi 1)Detectar o DNA do HPV em amostras parafinadas de câncer mama Luminal A, Luminal B, HER-2- positivo e TNBC, oriundos de pacientes do Estado da Paraíba, Brasil; 2) Detectar o DNA do HPV16 em amostras TNBC de pacientes oriundos do Estado da Paraíba, Brasil; 3) Realizar um estudo de associação do tipo caso-controle entre as amostras TNBC-positivo para o HPV16 e amostras TNBC-negativo para o HPV. Para tanto, a detecção do DNA viral, foi utilizado em reação do tipo qPCR os primers GP5 e GP6 que pode amplificar um fragmento de L1 de cerca 25 tipos de HPVs. Para a genotipagem, foi utilizado os primers da região consenso E6 do HPV16 e como controle foram utilizadas diluições do genoma completo de HPV 16 clonado no vetor pBR-322. Um total de 60% das 100 amostras de carcinoma mamário invasivo sem outra especificação (SOE) foi detectado o DNA do HPV e 100% das 60 amostras detectadas com o vírus, eram o HPV do tipo 16. Dentre as 15 amostras TNBC estudadas, 10 (67%) apresentaram o DNA do HPV16. Portanto, os resultados deste estudo sugerem que o vírus esteja em atividade nas células mamárias tumorais e provavelmente desempenhem papel na carcinogênese mamária.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2322688 - ANA PAVLA ALMEIDA DINIZ GURGEL
Externo à Instituição - ANDRÉ LUIZ SANTOS DE JESUS
Interno - 1525893 - ELEONIDAS MOURA LIMA