PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: FRANCIANNE MEDEIROS AMORIM

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCIANNE MEDEIROS AMORIM
DATA: 31/05/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Sistemática e Ecologia/CCEN
TÍTULO: Infectividade e sensibilidade a drogas de isolados de Leishmania (Viannia) braziliensis obtidos de pacientes com diferentes formas clínicas de leishmaniose tegumentar
PALAVRAS-CHAVES: Leishmania (Viannia) braziliensis. Macrófagos. Citocinas. Glucantime®. Aduto de Morita-Baylis-Hillman
PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
RESUMO:

A infecção humana por Leishmania (Viannia) braziliensis pode levar a diferentes formas clínicas de leishmaniose tegumentar: cutânea localizada, mucocutânea e disseminada. Neste trabalho foram estudados seis isolados de L. (V.) braziliensis obtidos de pacientes com diferentes formas clínicas de leishmaniose tegumentar. Estes isolados foram avaliados quanto à infectividade in vitro e modulação da produção de citocinas por macrófagos de camundongos BALB/c; a sensibilidade à atividade microbicida de macrófagos estimulados por IFN-γ; sensibilidade ao Glucantime® e ao aduto de Morita-Baylis-Hillman metil-2-{2-[hidroxi(2-nitrofenil)metil]acriloiloxi} benzoato. Os isolados apresentaram similar infectividade, aumentaram a produção de TNF-α e diminuíram a produção de IL-6 por macrófagos.  Contudo, foram observadas diferenças quanto à modulação da produção de IL-10. A sensibilidade dos isolados à atividade microbicida estimulada pelo IFN-γ foi semelhante, observando-se uma redução no índice de infecção, associada ao aumento na produção de óxido nítrico. Todos os isolados foram sensíveis ao Glucantime®, com valores de EC50 variando entre 118,30 μg/mL e 210,50 μg/mL. Entretanto, um dos isolados, obtido de paciente com leishmaniose cutânea disseminada, foi menos sensível ao tratamento antimonial que os demais. Quando avaliada a sensibilidade dos isolados ao aduto de Morita-Baylis-Hillman, foi visto que tantos as formas promastigotas quanto as amastigotas foram igualmente sensíveis à droga. Diferenças observadas entre os isolados de L. (V.) braziliensis podem contribuir para a diversidade de manifestações clínicas apresentadas após a infecção por estes parasitas, bem como para a falha ou sucesso do tratamento das enfermidades por eles causadas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1678418 - LUCIO ROBERTO CANCADO CASTELLANO
Interno - 1117945 - MARCIA REGINA PIUVEZAM
Presidente - 338028 - MARCIA ROSA DE OLIVEIRA