PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: JUAREZ NOBREGA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JUAREZ NOBREGA DA SILVA
DATA: 30/08/2013
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Biologia Molecular/CCEN
TÍTULO: Análise do perfil de metilação dos genes CDH1, APAF1 E CASP9 em amostras de câncer gástrico
PALAVRAS-CHAVES: Câncer gástrico, metilação, CDH1, APAF1 e CASP9
PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Genética
RESUMO:

O câncer reúne todas as condições para se tornar a principal causa de mortes nas próximas décadas, sobretudo nos países pobres. O câncer gástrico é o tipo de neoplasia maligna mais frequente e um grande problema de saúde em todo o mundo. No Brasil o câncer de estômago é o quinto tipo de neoplasia maligna mais frequente e estimativas para o ano de 2013 apontam para o aparecimento de aproximadamente 20.000 casos deste tipo de câncer. A sua etiologia é multifatorial e diversos fatores como: fatores genéticos e epigenéticos, dieta, consumo de álcool e sal e, a infecção gástrica por Helicobacterpyloriestão associados a essa doença. Alterações epigenéticas tais como a metilação das regiões promotoras de genes envolvidos na homeostase celular podem contribuir para carcinogênese gástrica. No presente estudo foi avaliado o perfil de metilação dos genes CDH1, APAF1 e CASP9 em 44 amostras de origem gástrica, sendo 16 amostras de câncer gástrico do tipo difuso, 23 do tipo intestinal e 15 amostras de tecido gástrico normal, através da técnica de MSRE-PCR (Methylation-SensitiveRestrictionEnzyme PCR). Foi avaliada aindaa associação entre o perfil de metilação dos genes com o grau de estadiamento e gênero. Os resultados obtidos a partir da técnica de Methylation-SensitiveRestrictionEnzyme PCR revelou a hipermetilação do gene CDH1 62% (n= 24) e a hipometilação dos genes APAF1 3% (n=1) e CASP9 5% (n=2)das amostras de câncer gástrico, respectivamente. No entanto, não houve significância estatística entre o perfil demetilação destes genes, com as características histopatológicas e estadiamento das amostras de adenocacinomas gástricos e normais (p≥0,05).


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1860244 - DARLENE CAMATI PERSUHN
Presidente - 1525893 - ELEONIDAS MOURA LIMA
Externo ao Programa - 338029 - HILZETH DE LUNA FREIRE PESSOA