PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: RUBISTENIA MIRANDA SOARES DE ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RUBISTENIA MIRANDA SOARES DE ARAUJO
DATA: 30/08/2013
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Biologia Molecular/CCEN
TÍTULO: Análise de mutações polimórficas dos genes IFNGR, GSTP1, GSTT1 e genotipagem de Helicobacter pylori em câncer gástrico
PALAVRAS-CHAVES: Câncer gástrico, Polimorfismo, IFNGR1, GSTP1, GSTT1, H. pylori
PÁGINAS: 63
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Genética
RESUMO:

O câncer é uma doença multifatorial com alta taxa de mortalidade no Brasil e no mundo. O câncer gástrico é considerado o quarto tipo de neoplasia maligna mais frequente na população mundial, e a segunda principal causa de morte. Envolve fatores genéticos, epigenéticos e ambientais, incluindo dieta e infecção por H. pylori. Algumas alterações genéticas estão associadas a maior suscetibilidade à carcinogênese gástrica, tais como polimorfismos em genes relacionados com a homeostase celular e com a metabolização de xenobióticos. Este trabalho teve como objetivo avaliar mutações polimórficas dos genes IFNGR1, GSTP1 e GSTT1 e a infecção por H. pylori em amostras de câncer gástrico. Foram estudadas 39 amostras de carcinomas gástricos, 16 do tipo difuso e 23 do tipo intestinal, totalizando 78 alelos para cada polimorfismo genético. Para tal análise foram utilizadas as técnicas de PCR e PCR alelo-específico. A presença de H. pylori foi detectada por amplificação de um fragmento de rRNA 16S. As análises estatísticas foram realizadas com o Programa Estatístico R, aplicando-se o teste exato de Fisher e o Qui-quadrado. Os polimorfismos dos genes IFNGR1 e GSTT1 não foram encontrados em nenhuma das amostras estudadas. Já o polimorfismo do gene GSTP1 foi encontrado em 26,9% dos alelos, porém não houve correlação com variáveis clínico-patológicas e presença de H. pylori (P > 0,05). A infecção por H. pylori também não foi associada às variáveis clínico-patológicas estudadas (P > 0.05). 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1525893 - ELEONIDAS MOURA LIMA
Interno - 2305006 - KRYSTYNA GORLACH LIRA
Externo à Instituição - LEONARDO FERREIRA SOARES - UEPB