PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR (PPBCM)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: RAYNER ANDERSON FERREIRA DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAYNER ANDERSON FERREIRA DO NASCIMENTO
DATA: 26/02/2015
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Departamento de Biologia Molecular
TÍTULO: Relação entre parâmetros clínicos, marcadores inflamatórios e de estresse oxidativo e polimorfismos dos genes VDR e MTHFR e retinopatia em diabetes melitus tipo 2
PALAVRAS-CHAVES: diabetes mellitus tipo 2; retinopatia diabética; VDR; MTHFR
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Genética
RESUMO: A retinopatia diabética (RD) constitui importante causa de cegueira adquirida entre diabéticos. Fatores clínicos estão relacionados ao risco para RD, entretanto, marcadores genéticos têm sido investigados, dentre eles, polimorfismos do VDR e MTHFR. Atividade defeituosa desses genes podem atenuar mecanismos implicados na patogenia da RD. A relação dos polimorfismos rs1544410, rs1801131 e rs1801133 com RD foi investigada por meio de estudo seccional em amostra de 109 indivíduos com tempo de duração de diabetes mellitus tipo 2 (DM2) entre 5 e 10 anos. Após avaliação oftalmológica foi constituído um grupo de 40 afetados e 69 não afetados por RD. DNA genômico foi extraído de células bucais. Os dados genéticos foram obtidos por PCR-RFLP e analisados utilizando o teste exato de Fisher. Coleta de sangue e urina para determinações de marcadores metabólicos foi feita em 62 indivíduos e as médias dos valores foram comparados à distribuição alélica e genotípica do rs1544410. Não houve associação entre alelos ou genótipos dos polimorfismos rs1801131 e rs1801133 com RD. O alelo polimórfico b e o grupo genotípico Bb+bb do rs1544410 foram mais frequentes no grupo de afetados apresentando leve significância: [OR 0.5 (95% IC 0.31-0.98) p=0,0478] e [OR 3.4 (95% IC 1.07-10.9) p=0,496] respectivamente. Nenhuma das variáveis clínicas estiveram associadas com rs1544410 embora uma tendência para valores maiores de proteína C-reativa em portadores do alelo b tenha sido identificada mas sem significância estatística. Em conclusão este estudo sugere que na amostra estudada o polimorfismo rs1544410 do VDR esteve relacionado ao risco de RD, mas não o rs1801131 e rs1801133 do MTHFR. Para que esses resultados se confirmem são necessários estudos com amostras maiores.
MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2338179 - ALEXANDRE SERGIO SILVA
Presidente - 1860244 - DARLENE CAMATI PERSUHN
Interno - 1812740 - NAILA FRANCIS PAULO DE OLIVEIRA