PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS (PPGCC)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167285

Notícias


Banca de DEFESA: JEFFERSON PEREIRA DE ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JEFFERSON PEREIRA DE ANDRADE
DATA: 06/02/2019
HORA: 10:00
LOCAL: Universidade Federal da Paraíba
TÍTULO: ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE O EXCESSO DE CONFIANÇA DE GESTORES DE EMPRESAS BRASILEIRAS E A ESTRATÉGIA EMPRESARIAL
PALAVRAS-CHAVES: Estratégia. Vieses cognitivos. Excesso de confiança. Tomada de decisão. Competitividade.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Ciências Contábeis
RESUMO: A confianca excessiva dos gestores, lideres e empreendedores compreende um vies que pode constituir uma possivel ameaca a estrategia corporativa, uma vez que ela pode influenciar o processo decisorio, subestimando os riscos envolvidos na tomada de decisoes. O objetivo da presente pesquisa consistiu em analisar a influencia do excesso de confianca dos gestores de companhias abertas brasileiras na estrategia corporativa. Foram estudadas seis dimensoes estrategicas (o capital de giro e ciclo de producao; intensidade publicitaria; intensidade de pesquisa e desenvolvimento; estrutura de despesa; planta industrial e equipamentos e a estrutura de capital), as quais foram relacionadas a tres diferentes indicadores de excesso de confianca (o indice geral de confianca; o indice de excesso de confianca e a variavel dummy gestor empreendedor), por meio de analise de regressoes multiplas estimado pelo metodo dos minimo quadrados ordinarios (OLS). Foram utilizados dados em painel desbalanceado referentes a 244 empresas de capital aberto, referentes ao periodo de 2011 a 2017, atraves dos quais se chegou aos seguintes resultados: os indicadores evidenciaram que nem todos os gestores estudados sao excessivamente confiantes (segundo o indice geral de confianca esse total chega a 85,9%, enquanto que a variavel gestor empreendedor indica 54,1%). Entre as dimensoes analisadas, apenas a intensidade de P&D e a estrutura de despesas nao demonstraram ser influenciadas pelo excesso de confianca do gestor. Com relacao a intensidade publicitaria, a gestao de capital e giro e estrutura de capital, os resultados demonstraram uma influencia negativa do excesso de confianca dos gestores nessas decisoes, contrariando assim a literatura existente acerca do tema. Ja no que se refere ao investimento em planta industrial e equipamento, assim como a mudanca estrategica, os resultados demonstram uma influencia positiva do vies cognitivo do excesso de confianca, demonstrando-se consistentes com trabalhos anteriores.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1331488 - ALDO LEONARDO CUNHA CALLADO
Externo à Instituição - JOSEILTON SILVEIRA DA ROCHA
Presidente - 1526402 - WENNER GLAUCIO LOPES LUCENA