PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS (PPGCC)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167285

Notícias


Banca de DEFESA: JOSELIA FERNANDES DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSELIA FERNANDES DO NASCIMENTO
DATA: 19/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de videoconferência do CCSA
TÍTULO: RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL EM EMPRESAS FAMILIARES BRASILEIRAS
PALAVRAS-CHAVES: Responsabilidade Socioambiental Corporativa. Empresas Familiares. Teoria da Legitimidade.
PÁGINAS: 53
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Ciências Contábeis
RESUMO: O objetivo deste estudo consiste em verificar se as empresas familiares brasileiras são mais propensas a serem socioambientalmente responsáveis do que as empresas não familiares. Para atingir esse objetivo, realizou-se uma pesquisa caracterizada como descritiva e de abordagem quantitativa, com utilização dados secundários. A amostra do estudo corresponde as instituições de capital aberto listadas na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), no período de 2010 a 2018. Para mensurar a Responsabilidade Socioambiental Corporativa (RSC) foi utilizada como proxy a divulgação de relatório de sustentabilidade pelo padrão do Global Reporting Initiative (GRI), ou a participação da empresa no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). As informações sobre a adoção do padrão GRI foram coletadas nos relatórios de sustentabilidade divulgados nos sites das companhias e a participação no ISE foi observado no site da B3. Quanto a variável que representa a classificação das empresas como familiar foi estimada pelo envolvimento de membros da família na propriedade, controle e gestão da organização, simultaneamente. Para realizar esta classificação foram consultados os Formulários de Referência disponibilizados no site da B3. Com relação às variáveis de controle que compõem o modelo, a coleta de dados foi realizada por meio da base de dados da Thomson Reuters Eikon. Para a análise dos dados, foi estimado um modelo de dados em painel com variável dependente binária utilizando-se assim a regressão logística, ou seja, painel logit. Os resultados encontrados evidenciaram que existe uma relação inversa entre a RSC e empresa familiar, ou seja, o fato da empresa ser familiar diminui as chances desta se apresentar socioambientalmente responsável em comparação a uma empresa não familiar. Além disso, em termos de razão de chances proporcional tem-se que se a empresa for familiar a probabilidade de apresentar comportamento socioambiental diminui em média 50%. Assim, pode-se inferir que, as empresas familiares brasileiras de capital aberto apresentam menor desempenho de RSC do que as empresas não familiares, sendo assim, estão menos preocupadas em buscar a legitimar suas ações, contrapondo o que propõe a Teoria da Legitimidade.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1331488 - ALDO LEONARDO CUNHA CALLADO
Externo à Instituição - MÁRCIO SAMPAIO PIMENTEL
Presidente - 1030203 - PAULO AMILTON MAIA LEITE FILHO