PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS (PPGCC)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167285

Notícias


Banca de DEFESA: VANESSA KARLA REBOUÇAS DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANESSA KARLA REBOUÇAS DA SILVA
DATA: 28/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 07 do Bloco de Pós-Graduação do CCSA
TÍTULO: INTERCONEXÃO ENTRE AS ABORDAGENS ACADÊMICAS E DE GESTÃO SOB A ÓTICA DAS PRÁTICAS DE RESPOSTA À FRAUDE CONTRA O SETOR PÚBLICO BRASILEIRO
PALAVRAS-CHAVES: Corrupção. Administração Pública. Medidas anticorrupção.
PÁGINAS: 105
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Ciências Contábeis
RESUMO: As fraudes cometidas contra a Administração Pública, sejam elas apropriação indébita, fraude nas demonstrações financeiras ou corrupção, despertam a preocupação de acadêmicos e profissionais de forma multidisciplinar e interconectada, inclusive na contabilidade, especialmente pelos impactos econômicos e sociais delas decorrentes. Na academia, estudos são realizados com a utilização de abordagens variadas para o entendimento do fenômeno e ampliação das possibilidades de sua dissuasão, prevenção, detecção e punição no contexto das organizações públicas. Simultaneamente, o setor público no Brasil vem envidando amplos esforços para a contenção e detecção da fraude em suas diversas manifestações, com destaque para a corrupção, com a implementação e positivação de práticas que pretendem alcançar tal intento. O objetivo desta pesquisa é analisar a interconexão das abordagens acadêmicas e das práticas de gestão utilizadas por profissionais no setor público do Brasil quanto aos conceitos e ações de resposta à corrupção. Para o seu alcance, a análise das abordagens dos grupos envolvidos nos cenários acadêmico e profissional foi realizada por meio da utilização de métodos mistos, com a revisão de escopo da literatura sobre a temática da corrupção como abordagem qualitativa e a aplicação de dois questionários survey, um para cada grupo, como abordagem quantitativa. Enquanto a revisão da literatura verificou os conceitos e procedimentos abordados ou indicados pelos pesquisadores e fundamentou a seleção dos construtos centrais, os questionários verificaram a existência de consenso ou gap entre os grupos quanto às classificações de práticas de coibição à fraude a eles apresentadas. Os resultados indicam a existência de consenso entre os grupos ao nível de 61,43%, sendo a classificação a atribuição de eficiência às práticas apresentadas a questão que obteve o maior número de consenso, seguida pelas classificações de importância dadas às práticas da etapa de Prevenção. Assim, os resultados obtidos indicam que as visões acadêmicas são coerentes e interconectadas àquelas referenciadas pela classe profissional quanto às ações anticorrupção. Entretanto, ressalta-se que o consenso identificado para os grupos não significa, necessariamente, que as práticas apresentadas são as melhores e mais eficazes, uma vez que o consenso também leva em consideração a classificação de práticas como ‘Pouco Importantes’ ou ‘Pouco Eficientes’ por ambos os grupos.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1859411 - DIMAS BARRETO DE QUEIROZ
Externo à Instituição - LUIZ CARLOS MARQUES DOS ANJOS
Presidente - 2204250 - ROSSANA GUERRA DE SOUSA