PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS (PPGCC)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167285

Notícias


Banca de DEFESA: LIVIA MARIA DA SILVA SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIVIA MARIA DA SILVA SANTOS
DATA: 12/12/2016
HORA: 09:00
LOCAL: UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
TÍTULO: EVIDENCIAÇÃO DE INFORMAÇÕES AMBIENTAIS: UM ESTUDO NAS EMPRESAS POTENCIALMENTE POLUIDORAS LISTADAS NA BM&FBOVESPA
PALAVRAS-CHAVES: Evidenciação Ambiental; Empresas Potencialmente Poluidoras; BM&FBOVESPA.
PÁGINAS: 87
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Ciências Contábeis
RESUMO: A presente pesquisa tem como objetivo identificar os fatores determinantes da evidenciacao de informacoes ambientais das empresas potencialmente poluidoras listadas na BM&FBOVESPA. Para tanto, foram utilizadas as Demonstracoes Financeiras Padronizadas (DFPs), Formularios de Referencia, Relatorios Anuais e de Sustentabilidade dessas empresas, no periodo de 2005 a 2015. A amostra da pesquisa e formada por todas as companhias de capital aberto com acoes negociadas na BM&FBOVESPA, e pertencentes aos setores de alto, medio e baixo potencial poluidor, segundo a Lei nº 10.165/2000, que dispoe sobre a Politica Nacional do Meio Ambiente. Com base nas teorias da Legitimidade e dos Stakeholders, e nos estudos anteriores, foram formuladas doze hipoteses sobre os possiveis fatores determinantes da evidenciacao ambiental, sendo que a variavel setores reguamentados foi excluida do modelo devido problemas de multicolinearidade, e a variavel empresas regulamentadas foi omitida por se manter fixa durante todo o periodo estudado. A partir da utilizacao da analise de conteudo, para examinar a evidenciacao de informacoes ambientais, e aplicacao do modelo de regressao com dados em painel desbalanceado, de efeitos fixos com robustez, foi possivel rejeitar ou nao rejeitar as hipoteses de pesquisa. Os resultados mostram, a um nivel de significancia de 1% e 5%, que o tamanho da empresa, a rentabilidade, a internacionalizacao e o relatorio de sustentabilidade sao fatores determinantes da evidenciacao de informacoes ambientais. Apesar do endividamento ter apresentado uma relacao inversa com a variavel dependente, verificou-se que tal variavel tambem explica a evidenciacao ambiental. Por outro lado, a auditoria, o tamanho do conselho de administracao, a independencia do conselho de administracao, a dispersao acionaria e a sustentabilidade nao sao fatores relevantes para explicar a evidenciacao ambiental. Dessa forma, das doze hipoteses, quatro nao foram rejeitadas e seis foram rejeitadas. Tais resultados sao condizentes com os de algumas pesquisas realizadas em ambito nacional e internacional, e estao de acordo com as teorias da Legitimidade e dos Stakeholders. Este estudo visa contribuir com o conhecimento da ciencia contabil, no que se refere a evidenciacao ambiental, preenchendo algumas lacunas nesta area e somando resultados a literatura existente.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1331488 - ALDO LEONARDO CUNHA CALLADO
Presidente - 1526402 - WENNER GLAUCIO LOPES LUCENA
Externo à Instituição - WESLEY VIEIRA DA SILVA