PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM GERONTOLOGIA (PMPG)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32098789/8789

Apresentação


O Programa de Pós-Graduação Gerontologia – Modalidade Mestrado Profissional – foi aprovado pela CAPES em 2016, vinculado ao Centro de Ciências da Saúde e ao Instituto Paraibano de Envelhecimento da Universidade Federal da Paraíba (IPE-UFPB). A proposta procura atender as necessidades de atendimento à pessoa idosa no contexto dos serviços de saúde, no município de João Pessoa/Paraíba, considerando ser a terceira maior cidade brasileira em número de idosos, capacitando profissionais que possam oferecer um atendimento a essa população conforme preconiza o Ministério da Saúde.

O primeiro processo de seleção ocorreu em abril de 2016, no qual foram aprovados 19 profissionais da área e saúde e afins, contemplando disciplinas obrigatórias e optativas, iniciando no primeiro semestre de 2016. O curso vem se consolidando e tendo em vista a divulgação na região ao estabelecer interações com outros serviços ao procurar atender as demandas sociais contribuindo assim, com estes serviços por meio dos trabalhos desenvolvidos no Mestrado Profissional em Gerontologia.

Procura atender as necessidades de formação de recursos humanos nessa área compatível com a problemática da realidade social local, para minimizar a situação existente privilegiando o papel social da instituição de ensino na região do Nordeste, assim como, destina-se à formação profissionais de saúde da Atenção Básica, do Hospital Universitário Prof. Lauro Wanderley (HULW-UFPB), e de outros hospitais de ensino públicos.

Desenvolve modalidade de formação integral para impactar positivamente na qualidade de vida do idoso, da sua família e comunidade. Esse profissional generalista, integrado à equipe multiprofissional, será capaz de atuar de forma autônoma, responsabilizando-se pela gestão da atenção ao idoso e do processo de envelhecimento em diferentes contextos.

Representa um importante recurso para a organização da atenção à pessoa idosa, atendendo às necessidades físicas, psicológicas e socioculturais. O profissional egresso desse curso terá competência para participar ativamente das transformações no perfil epidemiológico da saúde, político e econômico, em processo de transição, bem como para prevenir os agravos e promover o envelhecimento saudável, ativo e significativo. Nesse sentido, procura valorizar a integração do conhecimento à prática (práxis) a partir das parcerias: instituição de ensino, serviços e comunidade viabilizada ao longo do curso.


Página Alternativa


Coordenação do Programa