PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICAS PÚBLICAS, GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (MPPGAV)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone:
Não informado

Notícias


Banca de DEFESA: LUCIANE BARCIA BRASIL SIQUEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCIANE BARCIA BRASIL SIQUEIRA
DATA: 02/04/2020
HORA: 10:00
LOCAL: VIDEOCONFERÊNCIA - GOOGLE HANGOUTS
TÍTULO: A INCLUSÃO NO TRABALHO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS COM DEFICIÊNCIA: UMA ANÁLISE NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
PALAVRAS-CHAVES: Inclusão, Pessoa com Deficiência, Servidor Público Federal
PÁGINAS: 178
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
RESUMO: Esse estudo buscou analisar o processo de inclusão e do acompanhamento do trabalho dos servidores técnico-administrativos com deficiência na Universidade Federal da Paraíba, no Campus I, nomeados entre 2009 e 2019, ingressos pelo sistema de reserva de vagas nos últimos quatro concursos públicos de provimento de cargos. Para tal, o referencial teórico foi ancorado nos ensinamentos de Vivarta (2003) e Sassaki (2005, 2009), trazendo definições inclusivistas e de acessibilidade, dando ênfase às dimensões arquitetônica, comunicacional, metodológica, instrumental, programática e atitudinal. Além disso, levou-se em consideração o desenvolvimento da abordagem dada às pessoas com deficiência, seus significados, valores e terminologia usada para defini-las. Abordou-se, ainda, os aspectos conceituais e legais acerca da provisão e condições de trabalho dos servidores públicos, especialmente, daqueles com deficiência, tendo em vista que, o exercício laboral se mostra como um dos caminhos para a inclusão social. Em termos metodológicos, optou-se pela realização de uma pesquisa de abordagem qualitativa, exploratória e descritiva. Trata-se de uma pesquisa participante e um estudo de caso, considerando que reflete a escrevivência de uma pesquisadora que integra o rol dos sujeitos avaliados, por ser servidora pública com deficiência da instituição pesquisada. A coleta dos dados foi bibliográfica, documental, entrevista com gestores e questionário com servidores técnico-administrativos com deficiência. Na análise de dados foi utilizado o método de análise de conteúdo (BARDIN,1977), onde foi possível concluir que, na percepção dos servidores técnico-administrativos com deficiência, não há acessibilidade na maioria das dimensões, exceto na dimensão atitudinal. Na perspectiva dos gestores entrevistados foi possível perceber que a gestão tem ciência dos problemas existentes, em relação à inclusão e às dimensões de acessibilidade, mas que não são sanados devido primeiramente a ausência do banco de dados com informações desses servidores que dificultam as atuações, além de as ações inclusivas serem dificultadas por questões orçamentárias e administrativas da instituição, assim como pela inexistência de uma política orçamentária mais específica, oriunda do governo federal, que cria obstáculos à efetivação de tais ações. Desta forma, o presente estudo traz contribuições para melhoria da provisão e inclusão dos servidores técnico-administrativos com deficiência da universidade estudada, através da sugestão de criação de um Programa de Inclusão, cujo objetivo principal é a implementação de uma política que permita a utilização integral e autônoma das instalações e dos recursos institucionais, de maneira presencial e/ou por intermédio de seus canais de interação, independentemente do tipo de deficiência e das condições específicas de cada servidor para o desempenho de suas atividades laborais.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1023321 - ANA PAULA FURTADO SOARES PONTES
Externo ao Programa - 3116045 - BERNARDINA MARIA JUVENAL FREIRE DE OLIVEIRA
Interno - 268015 - EDINEIDE JEZINI MESQUITA ARAUJO