PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA (PPGQ)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal:
Não informado
http://www.ufpb.br/pos/ppgq

Notícias


Banca de DEFESA: MAÍSA CAVALCANTI COELHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAÍSA CAVALCANTI COELHO
DATA: 19/02/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reuniões do Núcleo de Pesquisa e Extensão - LACOM/REITORIA/UFPB
TÍTULO: Triagem virtual e síntese de dímeros de lapachol e isatina com potencial atividade antitumoral.
PALAVRAS-CHAVES: Hibridização molecular; docking molecular; atividade antitumoral.
PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Orgânica
RESUMO: Uma das doencas com impacto consideravel na humanidade e o cancer, que provavelmente atingira 18,1 milhoes de pessoas no mundo em 2018. As celulas tumorais apresentam caracteristicas que as tornam danosas ao organismo, mas diferencas bioquimicas sutis com as saudaveis. Isso faz com que os tratamentos antitumorais em geral atinjam ambas, provocando efeitos colaterais redutores da qualidade de vida do paciente. Por estas razoes, faz-se imperioso a busca por novos compostos antitumorais, com alvos especificos e cujo risco-beneficio seja o menor possivel. Nesta investigacao, uma estrategia da quimica medicinal promissora e a hibridizacao molecular, em que duas entidades farmacologicas sao reunidas em uma unica molecula, podendo trazer grandes beneficios a sua bioatividade e toxicidade. Aliado a esta estrategia, as ferramentas da quimica computacional, como o docking molecular, se bem utilizadas, podem otimizar este processo. No docking molecular, e calculada a afinidade de um ligante em uma macromolecula, prevendo a tendencia de atracamento dele neste alvo. O presente estudo objetivou a avaliacao in silico de uma biblioteca de hibridos e seus intermediarios com estruturas baseadas na isatina e no lapachol, moleculas que apresentam atividade antitumoral. Outro objetivo foi sintetizar os compostos mais promissores, com a perspectiva de futuros estudos in vitro. Na metodologia, a NQO1 (cod. 5EAI) foi escolhida como proteina alvo, por ser altamente expressa em celulas tumorais. O AutoDock4 foi utilizado no estudo de docking molecular. Para a sintese, foram escolhidos os dimeros de lapachol 31a-31c e 33a-33c e os heterodimeros lapachol-isatina 35a-35c, alem dos dimeros de isatina 23a-23c e 26g-26i. O lapachol foi extraido por Soxhlet e extracao acido-basica. Os intermediarios foram sintetizados de acordo com protocolos da literatura, mas tambem foi testado o uso de micro-ondas. No estudo de docking, a validacao do sistema foi feita pelo redocking, com RMSD = 0,51. Em geral, os dimeros testados apresentaram otimo potencial antitumoral frente a NQO1, com energias de ligacao (EL) proximas a do dicumarol e de E6A, sendo 31a-31c e 35a-35c os mais promissores. A sintese destes compostos nao levou aos produtos finais, apenas aos intermediarios. Em contrapartida, 23a-23c e 26g-26i foram sintetizados com sucesso, assim como os intermediarios potencialmente ativos 32a-32c. A perspectiva e que estes produtos sejam enviados para testes in vitro de atividade antitumoral, a fim de confirmar seu potencial e relacionar os dados obtidos in silico e in vitro.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDILSON BESERRA DE ALENCAR FILHO
Externo ao Programa - 2767868 - JAILTON DE SOUZA FERRARI
Interno - 1724468 - KAREN CACILDA WEBER
Presidente - 1124446 - MARIO LUIZ ARAUJO DE ALMEIDA VASCONCELLOS

Notícia cadastrada em: 11/02/2019 15:12