PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA (PPGQ)

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA (CCEN)

Telefone/Ramal:
Não informado
http://www.ufpb.br/pos/ppgq

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: LEANDRO SEVERINO DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEANDRO SEVERINO DE OLIVEIRA
DATA: 20/07/2016
HORA: 15:00
LOCAL: Sala_PPGQ
TÍTULO: Sistemas baseados em bentonitas com aminas cíclicas e amilorida - rotas de síntese e ensaios de emissão
PALAVRAS-CHAVES: Bentonitas, aminas, híbridos inorgânico-orgânicos, intercalação e fármaco
PÁGINAS: 89
RESUMO: RESUMO O termo bentonita designa as argilas brutas contendo pelo menos 50% de esmectitas e particu-larmente montmorillonita. As esmectitas possuem características como estruturas lamelar, capa-cidade de troca iônica, variabilidade da composição química e da carga elétrica das lamelas, que determinam as propriedades nas interações com substâncias orgânicas e inorgânicas. As alte-rações nas propriedades físicas e químicas desses materiais após a intercalação de compostos orgânicos tem chamado atenção devido a vasta aplicabilidade apresentada por esses híbridos. Moléculas orgânicas polares, como aminas, podem substituir as moléculas de água, que ocupam o espaço interlamelar, resultando em materiais organofílicos. Dentro dessa perspectiva, foram obtidos híbridos de intercalação bentonitas/aminas utilizando bentonitas trocadas com cátions de sódio e cálcio. Neste caso foram utilizadas duas diaminas cíclicas de importância farmacológica, uma alifática, piperazina (PPZ) e uma aromática, pirazina (PRZ) para a formação de híbridos por diversas rotas de síntese. Em seguida o fármaco cloridrato de amilorida, que tem em sua estrutura o anel pirazínico, foi carregado na amostra cálcica da bentonita para consequentes en-saios de emissão. As técnicas de caracterização como, DRX, IV, TG, MET, entre outros, com-provaram a eficiência em todos os casos. Sendo assim, os resultados indicam uma possível aplicação desses híbridos para obtenção de complexos metálicos, bem como o uso destes sistemas para ensaios de emissão controlada tendo em vista que a PPZ tem propriedades farmacológicas, enquanto a PRZ é uma molécula base para diversos fármacos, como a amilorida, por exemplo.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1353946 - MARIA GARDENNIA DA FONSECA
Interno - 377634 - ARY DA SILVA MAIA
Interno - 1227933 - PETRONIO FILGUEIRAS DE ATHAYDE FILHO

Notícia cadastrada em: 08/07/2016 10:40