MÚSICA (LICENCIATURA)/CCTA - João Pessoa(João Pessoa)

 

curso  Nível  Graduação

CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES (CCTA) - CCTA

Projeto Político Pedagógico


Perfil Profissional:

O egresso do Curso de Licenciatura em Música da UFPB será essencialmente um professor de música, estando apto a atuar em escolas de educação básica, escolas especializadas da área, atividades de ensino não-formal e demais contextos de ensino e aprendizagem da música. Esse profissional será dotado de formação intelectual e cultural, crítica e competente em sua área de atuação, com capacidade criativa, reflexiva e transformadora, nas ações culturais e musicais inerentes ao seu mercado de trabalho e ao mundo contemporâneo. Além da docência, o licenciado em música poderá exercer atividades como músico, pesquisador, agente-cultural e outras especificidades do campo da música.

Área de Atuação:

O campo de atuação do Licenciado em Música é constituído por escolas de educação básica, escolas especializadas no ensino de música, ONGs (terceiro setor), associações comunitárias, igrejas, produtoras de eventos culturais, emissoras de rádio e televisão, espaços não-formais de ensino da música, bem como empresas e demais instituições que ofereçam projetos de Educação Musical e outras atividades musicais (musicalização, ensino de instrumento, formação de corais e de grupos instrumentais, musicoterapia etc.).

Competências e Habilidades do Profissional:

O Curso de Licenciatura em Música proporcionará ao seu egresso um vasto conhecimento musical, possibilitando o desenvolvimento de competências que lhe permitirão, enquanto profissional, além da atuação como professor, desenvolver atividades mais amplas no campo da música. Assim, os egressos desse Curso terão, principalmente, as seguintes competências e habilidades:

. Enquanto Professor de Música (vertente central)

· Planejar e administrar atividades sistemáticas de ensino de música;

· Ministrar cursos de formação musical em escolas de educação básica e/ou escolas especializadas da área, contemplando as distintas possibilidades educativas desse campo;

· Ensinar conteúdos fundamentais da música no que se refere à história, apreciação, teoria, execução instrumental e/ou vocal, e percepção;

· Elaborar e implantar projetos de ensino da música, bem como projetos de formação musical continuada de professores não especialistas;

· Trabalhar com a diversidade de faixa etária, incluindo desde a Educação Musical de bebês até idosos;

· Desenvolver estratégias metodológicas que possibilitem novos caminhos para a inclusão social no ensino da música;

· Lidar com a Educação Musical nas suas distintas possibilidades de ensino, considerando as diferenças culturais e os diferentes sujeitos e objetivos presentes no ensino e aprendizagem da música;

· Estimular e orientar o desenvolvimento da musicalidade e potenciais correlatos humanos, tanto em procedimentos formais de ensino quanto em oportunidades alternativas, tendo por base conhecimentos consistentes e atualizados;

· Elaborar e/ou adaptar técnicas de ensino, estratégias de formação e metodologias de Educação Musical;

· Conceber e desenvolver material didático musical original, adequado à faixa etária, região, contexto de ensino e condições de trabalho;

· Valer-se tanto de oportunidades pedagógicas em sala de aula quanto de realizações musicais de manifestações culturais presentes na realidade social, a fim de promover um trabalho de conscientização e desenvolvimento de potencialidades humanas, dirigido para a educação e melhoria da qualidade de vida do indivíduo;

· Realizar pesquisas voltadas para a área do ensino da música, tendo como base a realidade cultural e as necessidades do mundo contemporâneo;

· Ser capaz de conduzir sua formação em processos de aprendizagem contínua, que lhe permita “aprender a aprender”, para que assim possa construir as bases necessárias para as particularidades de sua prática educacional.

. Enquanto Músico

· Possuir domínio dos fundamentos da música, tendo um conhecimento amplo de sua história e de suas principais manifestações em diversas culturas;

· Ter os domínios necessários para se expressar musicalmente com um instrumento ou com a voz, sendo capaz de atuar em performance e atividades musicais;

· Elaborar e implantar projetos de formação de grupos musicais;

· Dirigir e acompanhar grupos musicais;

· Compor músicas, sonorizações e trilhas sonoras, bem como fazer arranjos e adaptações de músicas e canções;

· Coordenar apresentações musicais para grupos diversos (regionais, duos, trios, quartetos, orquestra de cordas, big-bands, bandas, coral, conjuntos vocais e solistas), voltados para a Educação Musical dos participantes e formação artística/estética do público ouvinte.

. Enquanto Agente e Produtor Cultural, e outras possibilidades profissionais

· Participar como responsável e coordenador musical de oficinas culturais, escolas livres de arte, instituições de formação sócio-pedagógica e/ou arte-terapêuticas;

· Produzir, assessorar e realizar crítica especializada de processos musicais enquanto fenômeno de educação e comunicação social;

· Registrar e divulgar bens culturais musicais, tendo como base o conhecimento e o manuseio de recursos desenvolvidos pelas novas tecnologias;

· Criar alternativas para a prática e vivência musical de grupos de amadores;

· Desenvolver trabalhos em equipes multidisciplinares, elaborando e implantando projetos que abordem aspectos musicais para a formação do ser humano;

· Atuar em ONGs, igrejas, associações comunitárias e demais contextos que possibilitem o desenvolvimento de atividades educativo-musicais.


Metodologia:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Sistema de Gestão do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Avaliação do Curso:
Nenhum conteúdo disponível até o momento
Projeto Político Pedagógico:
Baixar Arquivo

SIGAA | STI - Superintendência de Tecnologia da Informação da UFPB / Cooperação UFRN - Copyright © 2006-2021 | producao_sigaa-2.sigaa-2 | v20210514085635-master