PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL (PPGECAM)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167393

Dissertações/Teses


Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPB

2022
Descrição
  • NAYLA KELLY ANTUNES DE OLIVEIRA
  • INFLUÊNCIA DA LIXIVIAÇÃO DO CONCRETO PARA ANÁLISE DE ENSAIOS NÃO-DESTRUTIVOS E MODIFICAÇÕES NA PASTA DE CIMENTO ENDURECIDA
  • Orientador : SANDRO MARDEN TORRES
  • Data: 30/09/2022
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • O concreto apresenta-se como o material de construção mais utilizado no mundo e atrelada a sua importância no mercado, está a relevância de estudar sua composição assim como os processos de degradação que o atingem. Dentre esses fenômenos está a reação álcali agregado (RAA) que é conhecida como uma reação de expansão deletéria que afeta o desempenho à longo prazo do concreto. Além desta, ressalta-se também a degradação química que ocorre devido a lixiviação do concreto, manifestação que ocorre principalmente em estruturas de concreto em contato constante com a água e promove o transporte de partículas da matriz cimentícia para o meio externo. Essas patologias são muito recorrentes em barragens de concreto devido as condições agressivas do ambiente e existem evidências da ocorrência de RAA em várias barragens brasileiras, dentre elas, na Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso IV. Neste contexto, o objetivo do presente estudo é avaliar os efeitos da lixiviação nas propriedades mecânicas e características microestruturais de testemunhos de concreto extraídos da usina de PA IV, através de ensaios não destrutivos, além de analisar as modificações das fases da pasta de cimento e identificar fases deletérias. Foram utilizadas 10 amostras, referentes a três furos distintos, as mesmas foram submetidas aos ensaios de velocidade de propagação do pulso ultrassônico e frequência de ressonância forçada antes e após a etapa de estocagem, e foram condicionadas em duas soluções distintas observando as variações de pH, massa e comprimento, posteriormente, foi analisada a microestrutura do material através de imagens microscópicas e espectroscópicas. Os resultados obtidos através do estudo mostram que houve decaimento das propriedades mecânicas analisadas, havendo diminuição do módulo de elasticidade obtidos tanto através da VPU, como da frequência de ressonância. Ademais ressalta-se que houve lixiviação de fases do concreto, principalmente a dissolução de portlandita, nas extremidades das amostras no primeiro período de estocagem, comprovada através da análise do comportamento do pH ao longo do ensaio.
  • GLAUCO FONSÊCA HENRIQUES
  • CARACTERIZAÇÃO DA MICROESTRUTURA DE CONCRETOS ESTRUTURAIS ANTIGOS DE BARRAGEM: ESTUDO DE CASO DA HIDRELÉTRICA DE PAULO AFONSO IV - PA IV
  • Orientador : SANDRO MARDEN TORRES
  • Data: 30/09/2022
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • Dentre os diversos materiais da construção, o concreto destaca-se como o mais utilizado em todo o mundo. Historicamente, dentre os principais tipos de obras com uso de concreto, sobressaem-se as estruturas hidráulicas, como barragens e hidrelétricas. A durabilidade e desempenho do concreto nessas obras é afetado pelo acúmulo de dano induzido pelo carregamento externo em conjunto com efeitos ambientais, tais como desgaste de superfície, lixiviação de cálcio, ataque de sulfato, reações álcali-agregado, corrosão do aço, etc. Vários estudos sobre a capacidade do concreto para resistir à deterioração foram realizados em condições laboratoriais padronizadas, no entanto se torna complexo comparar seus resultados com o desempenho do concreto de campo, visto que os períodos de tempo dessas pesquisas são curtos em comparação à vida útil de obras hidráulicas. Dessa forma, no intuito de analisar e caracterizar antigos concretos retirados da barragem de Paulo Afonso IV (PA IV), o objetivo deste trabalho é avaliar a microestrutura dos testemunhos da barragem por meio de microscopias (MEV), espectroscopias (EDS), análises de zoneamento superficiais (MAZE) e difrações de raios X (DRX) comparativas, destacando fases, composições, produtos encontrados, diferenças em relação à profundidade de extração, etc. Foram analisadas cinco amostras de três furos de extração diferentes da barragem PA IV, estes com no mínimo 40 anos de existência. Os resultados e discussões microestruturais mostram a presença de fases agregado alcalinas, matriz cimentícia com cálcio aluminatos e cálcio silicatos diversificados, fissuração e poros de variados tamanhos, além de regiões de concentração de etringita.
  • DAMARES DE SÁ RAMALHO NETA
  • ANÁLISE MECÂNICA DA INTEGRIDADE ESTRUTURAL EM TESTEMUNHOS DE CONCRETO A PARTIR DE ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS COM DIFERENTES SOLICITAÇÕES FREQUENCIAIS
  • Orientador : SANDRO MARDEN TORRES
  • Data: 30/09/2022
  • Hora: 08:00
  • Mostrar Resumo
  • A degradação do concreto é um dos principais problemas que afetam a segurança e a operabilidade de estruturas, podendo gerar perdas econômicas e, até mesmo, falhas catastróficas e fatalidades. O concreto tem uma estrutura bem complexa, e sua própria composição está associada ao surgimento de diversos tipos patologias. Um dos maiores desafios de problemas de durabilidade das estruturas de concreto é a reação álcali-agregado. Inúmeras manifestações desse fenômeno têm ocorrido em todo mundo em obras de engenharia civil, e o caso do complexo hidroelétrico de Paulo Afonso é a área de estudo da presente pesquisa. Esse estudo pretende combinar três métodos não destrutivos distintos, que trabalham em diferentes faixas de frequência, para analisar a sensibilidade dessas técnicas na avaliação da integridade estrutural de testemunhos de concreto da barragem de Paulo Afonso IV (PA IV). Foram analisadas 15 amostras dos testemunhos de concreto de PA IV, referentes a 3 furos distintos. Essas são submetidas aos ensaios de velocidade de propagação do pulso ultrassônico (UPV), frequência de ressonância forçada (FR) e compressões axiais cíclicas (histerese). As amostras submetidas aos ensaios em diferentes frequências obtiveram resultados referentes ao Módulo de elasticidade dinâmico e de amortecimento (dissipação de energia). Contudo, o parâmetro de amortecimento mostra-se mais adequado para obter análises mais consistentes, visto que esse apresenta uma maior variabilidade de suas componentes quando no plano vetorial.
  • SIDNEY DE OLIVEIRA BARBOSA
  • INVESTIGAÇÃO SOBRE O ROMPIMENTO DA BARRAGEM DE REJEITOS DO FUNDÃO, EM MARIANA/MG, A PARTIR DE UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR
  • Orientador : TARCISO CABRAL DA SILVA
  • Data: 29/09/2022
  • Hora: 16:00
  • Mostrar Resumo
  • Na tarde do dia 05 de novembro de 2015, a barragem de disposição de rejeitos do Fundão, de propriedade da empresa mineradora SAMARCO, localizada no Complexo Minerário de Germano, município de Mariana, Estado de Minas Gerais, Brasil, entrou em colapso, despejando grande parte de seu conteúdo de cerca de 60 milhões de metros cúbicos, constituído por rejeito arenoso e lama, nos riachos a jusante da referida barragem e em seguida no Rio Doce. O desastre provocou a perda de 19 (dezenove) vidas humanas, a devastação do Distrito de Bento Rodrigues, a interrupção do fornecimento de água em 39 (trinta e nove) municípios nos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo, e a destruição de bens e propriedades no seu caminho de mais de 650 km, até chegar ao Oceano Atlântico, vindo a tornar-se o maior desastre ambiental da história do Brasil. As instituições responsáveis por identificar as causas do colapso, de forma praticamente unânime, chegaram à conclusão de que o rompimento da barragem teve como causa imediata a liquefação dos rejeitos granulares saturados depositados no seu reservatório, processo que teria sido deflagrado por um conjunto de causas, dentre as quais a elevação da superfície freática, em função da presença de lama junto ao dique de recuo; existência de camada de rejeitos constituídos de finos (lama), de baixa capacidade de suporte, subjacente aos alteamentos do dique de recuo; taxa de alteamento do dique de recuo superior à recomendada na literatura sobre o assunto; e, finalmente, a ineficiência do sistema de drenagem interna da barragem. A aplicação da técnica Análise de Constelação permitiu, entretanto, identificar que os fatores que teriam contribuído para a ocorrência do fenômeno de liquefação, foram provavelmente decorrentes, direta ou indiretamente, de ações e/ou omissões de diversos atores envolvidos no processo, que incluem projetistas, consultores, responsáveis pela construção e operação da barragem, gestores da empresa, órgãos responsáveis pelo licenciamento ambiental e pela licença de funcionamento da atividade minerária no local, entre outros, tendo sido constatadas também lacunas existentes na legislação e instrumentos normativos, muitas vezes omissos em relação a aspectos importantes que devem ser levados em conta na implantação desse tipo de obra, de forma segura.
  • RAFAELA DE SOUSA MEDEIROS
  • MODELOS PARA AVALIAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO URBANO
  • Orientador : RICARDO ALMEIDA DE MELO
  • Data: 28/09/2022
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O espaço urbano é composto por diversos sistemas de infraestrutura, que interagem entre si para permitir o funcionamento da cidade. No sistema viário, diferentes modos de transporte compartilham a via, com diferentes necessidades em relação a esse espaço. Devido a isso, é necessário entender a percepção dos usuários, de modo a permitir que as vias ofereçam boas condições de serviço a todos os modais. Este trabalho buscou desenvolver modelos para avaliar a qualidade do sistema viário urbano, de acordo com a percepção de motoristas de automóveis, pedestres e ciclistas. A percepção desses usuários foi coletada a partir de questionários aplicados na cidade de João Pessoa-PB, de modo a classificar a importância de aspectos do ambiente urbano para a qualidade das viagens feitas na cidade. As respostas foram usadas para definir os pesos dos critérios e subcritérios dos modelos de avaliação, a partir de uma regressão logística multinomial. A condição do pavimento da via e da calçada foram os elementos considerados mais importantes para os motoristas de automóveis e os pedestres, respectivamente. Para os ciclistas, os elementos de controle de tráfego representaram o fator mais relevante para a qualidade da viagem. Ainda, os modelos foram aplicados na avaliação de três vias de João Pessoa-PB, para testar sua aplicabilidade. Viu-se que o uso dos modelos, associado aos critérios de avaliação para a atribuição das notas, facilitaram e agilizaram a análise da condição das vias, oferecendo um panorama da qualidade de serviço existente.
  • LUCAS MOURA DELFINO
  • RCD COMO COMPONENTE DE UM SISTEMA CIMENTÍCIO HÍBRIDO EM UMA ARGAMASSA ÁLCALI-ATIVADA UTILIZADA COMO MATERIAL DE REPARO
  • Orientador : GIVANILDO ALVES DE AZEREDO
  • Data: 28/09/2022
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A construção civil impacta o meio ambiente de diversas formas e em qualquer estágio, seja no início com o uso de matérias-primas não-renováveis e emissão de gases poluentes na fabricação de cimento Portland, seja no fim com a demolição, geradora de um alto volume de resíduos indevidamente rejeitados. Diante disso, esta pesquisa buscou contribuir através da obtenção e caracterização estratégica do RCD como precursor em argamassas álcali-ativadas aplicadas como material de reparo. Para isso, foi explorado um sistema cimentício híbrido formado pela substituição parcial em 40%, 50% e 60% do metacaulim (MC) por resíduo de cerâmica vermelha (RCV) como precursor suplementar de Al e Si, e adição de 10%, 20% e 30% de resíduo de concreto e argamassa (RCA) avaliados como fonte de Ca. Os precursores híbridos foram ativados alcalinamente por um silicato de sódio alternativo ao comercial, e, junto com o agregado miúdo, argamassas foram dosadas, investigadas microestruturalmente e submetidas a análises de resistência (compressão e tração), trabalhabilidade, porosidade e aderência sob a perspectiva de um material de reparo. Os resultados mostraram que a inserção do RCD como componente de um precursor híbrido nas proporções estudadas, preservam as propriedades analisadas em sua maioria quando comparadas com uma referência de 100% metacaulim. De maneira geral, o sistema de proporção 60%MC/40%RCV/30%RCA foi o que apresentou melhor desempenho, em destaque nas propriedades mecânicas, alcançando 29,0 MPa em 3 dias e 41 MPa em 28 dias. Como material de reparo, os traços analisados atenderam requisitos de trabalhabilidade e porosidade, e através dos modos de ruptura, observou-se a devolução da integridade monolítica dos corpos de prova de concreto nos testes de aderência ao cisalhamento na flexão e cisalhamento oblíquo, diferente do cisalhamento direto que apresentou resultados inconclusivos devido ao método de rugosidade aplicado.
  • FRANCISCO JUDIVAN CELESTINO DE SOUSA
  • EFEITO DA RESOLUÇÃO ESPACIAL NA SIMULAÇÃO HIDROLÓGICA COM O MODELO HIDROPIXEL-DLR
  • Orientador : ADRIANO ROLIM DA PAZ
  • Data: 23/09/2022
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A utilização de modelos hidrológicos vem sendo impulsionada pela crescente disponibilidade de dados oriundos do sensoriamento remoto nas mais diversas resoluções espaciais. Com isso, tem-se buscado incorporar abordagens distribuídas a esses modelos a fim de que as características das bacias possam vir a ser apropriadamente representadas nos modelos. Contudo, a escolha da resolução espacial é uma fase fundamental do processo de modelagem, pois a utilização de resoluções grosseiras pode prejudicar a representação espacial das características das bacias, enquanto a utilização de resoluções mais finas acarreta grandes quantidades de dados a serem processados e armazenados, bem como a aquisição desses dados pode elevar o custo do processo. Diante desse quadro, diversos estudos tem buscado investigar o efeito do uso de resoluções mais grosseiras na modelagem hidrológicas. Esse trabalho tem por objetivo avaliar o efeito da resolução espacial na simulação hidrológica distribuída chuva-vazão a partir do modelo Hidropixel-DLR. O Hidropixel é um modelo hidrológico distribuído chuva-vazão que utiliza uma abordagem a nível de pixel para estimar o hidrograma de escoamento superficial. A chuva excedente é estimada em cada um desses pixels com base no método SCS-CN, e a vazão gerada é transladada ao exutório com base no tempo de viagem do pixel analisado. A área de estudo alvo dessa pesquisa foi a bacia hidrográfica do Alto Medway (250 km²), localizada no sudeste da Inglaterra. A partir de pesquisas anteriores, realizadas utilizando a resolução espacial de 10m, os planos de informação foram reamostrados para as resoluções alvo desse estudo: 30, 50, 90, 250, 500 e 1000m. Ao todo foram simulados 15 eventos de precipitação na bacia do Alto Medway utilizando o Hidropixel-DLR com o uso dos parâmetros de calibração desenvolvidos em pesquisa anterior utilizando a resolução de 10m. Os hidrogramas de resposta dos eventos foram analisados a partir de parâmetros característicos, como volume total escoado, vazão de pico e tempo de pico. As métricas utilizadas para avaliar os hidrogramas simulados foram o coeficiente de Nash-Sutcliffe (NSE) e o percentual de viés (PBIAS). Também foi realizada uma análise do efeito da resolução espacial na simulação hidrológica a partir de outros aspectos, como avaliação das mudanças de características topográficas da bacia, avaliação do traçado e comprimento dos rios, qualidade das redes de drenagem e delimitação de bacias. Por fim, realizou-se também um processo de calibração específico para cada resolução trabalhada a fim de avaliar o desempenho dessas na representação da resposta hidrológica dos eventos. Os resultados mostraram que o modelo apresentou um bom desempenho ao simular os eventos de precipitação para as resoluções mais finas (30, 50 e 90m), obtendo valores de NSE médios para essas resoluções de 0.85, 0.74 e 0.58, respectivamente. Por outro lado, as resoluções mais grosseiras apresentaram resultados insatisfatórios para todos os eventos. Em aspectos gerais, o aumento do pixel utilizado pelo modelo promoveu encurtamento das redes de fluxo de drenagem, acarretando na redução dos tempos de viagens dos pixels pertencentes à bacia. Consequentemente, os hidrogramas tiveram o parâmetro de tempo de pico antecipado, bem como as vazões de pico aumentadas. A calibração específica melhorou bastante o NSE associado aos hidrogramas, indicando que o processo pode ser utilizado para habilitar o uso de até mesmo resoluções mais grosseiras para o processo de modelagem hidrológica.
  • IRIS REBECA DANTAS LEITE
  • TESTE DE FITOTOXICIDADE: PROCEDIMENTO METODOLÓGICO E CURVA DE SENSIBILIDADE PARA LIXIVIADOS DE ATERROS SANITÁRIOS
  • Orientador : ELISANGELA MARIA RODRIGUES ROCHA
  • Data: 02/09/2022
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • Os testes de fitotoxicidade, que utilizam sementes de hortaliças como organismos testes são uma solução rápida, eficiente e de baixo custo para essa avaliação. Dessa forma o objetivo do presente estudo foi investigar as condições operacionais do teste de fitotoxicidade para análise da sensibilidade de sementes de hortaliças ao lixiviado de aterros sanitários. Para isso, foram realizadas quatro etapas: padronização metodológica de testes de fitotoxicidade utilizando sementes de hortaliças (tomate, agrião, rúcula, alface e pepino); Construção da curva de distribuição de sensibilidade de espécies; Seleção do grupo controle positivo e Aplicação do protocolo metodológico em efluente real. Como resultados foram definidas as seguintes condições operacionais: a utilização da água destilada como controle negativo, um volume de amostra por placa de Petri de 6 mL e10 sementes por placa. Dentre as espécies, as mais sensíveis foram alface, tomate e rúcula. Também foram definidas concentrações do controle positivo, para cada espécie de sementes: cloreto de sódio (0,0799M, 0,1021M e 0,1061M) e sulfato de zinco (0,000521M, 0,000571M e 0,000665M). Observou-se que a aplicação do protocolo metodológico, para as sementes de alface e tomate, culminou em resultados fitotoxicológicos representativos e significativos, que garantiram a confiabilidade do teste. Além disso, a geração de um protocolo, possibilitará a geração de mais segurança para os ensaios ecotoxicológicos de lixiviados de aterros sanitários utilizando sementes de alface e tomate como organismos teste.
  • MARIANA MOREIRA DE OLIVEIRA
  • ESTRATÉGIAS DE REDUÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES A SEREM DISPOSTOS EM ATERROS SANITÁRIOS: REDUÇÃO NA FONTE, COLETA SELETIVA E METANIZAÇÃO
  • Data: 25/08/2022
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Os resíduos sólidos domiciliares (RSD) constituem uma fração representativa dos resíduos sólidos urbanos. Conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a gestão dos resíduos sólidos deve obedecer a seguinte hierarquia: não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos. Assim, a presente pesquisa objetivou analisar o efeito de estratégias de redução de RSD por meio da sua minimização na fonte e pelo tratamento específico da fração seca reciclável (FSRSD) e orgânica facilmente biodegradável (FORSD), a fim de reduzir a quantidade de resíduos encaminhados aos aterros sanitários e os impactos envolvidos. Para mensurar tais estratégias, foram analisados os RSD de quatro condomínios residenciais verticais. Primeiramente, foi analisado taxa de geração e composição dos RSD e em seguida foram realizadas campanhas de sensibilização com os moradores e analisadas as medidas de minimização mais adotadas. Para mensurar o efeito da sensibilização na redução da geração dos RSD, foi determinada a taxa de geração dos mesmos antes e após a realização de tal atividade. A mensuração dos efeitos da reciclagem na FSRSD foi realizada por meio da quantificação dessa fração, separada pela coleta seletiva implementada. Para a FORSD, inicialmente foi realizado um estudo prévio de pré-tratamento da FORSD antes de submetêlos à metanização e posteriormente foi realizado a caracterização dessa fração dos condomínios. Por fim, foi determinado cenários de gestão. Acerca dos parâmetros do RSD, verificou-se valores distintos para a taxa de geração do RSD nos períodos analisados, de 0,526 (I), 0,491 (II) e 0,470 (III) kg.hab-1 .dia-1 , e foi observado a predominância da FORSD (59%), que juntamente com a FSRSD (21%), totaliza 80% de resíduo aproveitável. Identificou-se uma redução de 16% na taxa de geração após a sensibilização da população. Dentre as medidas de minimização, a mais adotada foi evitar o uso de embalagens e o desperdício, e doar/vender objetos desnecessários. Quanto à FSRSD, foi obtido uma taxa de separação média de 0,07 kg.hab-1 .dia-1 e observado a separação de 19% e 14% do RSD no coletor seco, para os condomínios C e D, respectivamente, representando um índice de participação de 82% e 57% nesses condomínios, respectivamente. Dentre os obstáculos apontados pelos moradores, a dificuldade em mudar os hábitos próprios foi a mais observada. Quanto à FORSD, o estudo prévio apontou que o bioresíduo de Voiron (França) apresentou características adequadas para o tratamento por meio da digestão anaeróbia, com BMP médio de 407,2 mL.g-1SV; e ao ser submetido ao pré-tratamento, observou-se que a adição de água à razão de 10g água.g-1ST desse resíduo, aumentou a produção de metano na fração líquida. A FORSD dos condomínios também apresentou características semelhantes. Observou-se que o tratamento da totalidade da FSRSD e FORSD é capaz de reduzir potencialmente 87% e 86% do resíduo enviado ao aterro sanitário, respectivamente, pelo conjunto dos condomínios e o município de João Pessoa. Nesse sentido, os resultados apresentados podem auxiliar os órgãos públicos do município a aumentarem a abrangência da coleta seletiva de João Pessoa, visando tanto o tratamento da FSRSD quanto da FORSD.
  • THIAGO GALVÃO CORREIA LIMA
  • ETRINGITA SINTÉTICA EM SOLUÇÕES CONTENDO ÍONS CLORETO
  • Data: 30/06/2022
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • A etringita, Ca6Al2(SO4)3(OH)12·26H2O, é um mineral de estimada importância para a construção civil por ser um dos constituintes do concreto. Esse mineral pode ser encontrado na natureza de forma natural, bem como pode ser um dos resultantes da hidratação do cimento. Esse mineral é um dos primeiros minerais formado no endurecimento do cimento e sua formação durante o endurecimento é muito importante para o controle da pega e do tempo de uso do material até o seu endurecimento final, porém esse mineral pode ser formado tardiamente após o já endurecido concreto quando há falhas no controle tecnológico ou através de infiltração de sulfato por fontes externas levando a expansões indesejadas na sua estrutura. Devido a dificuldade de encontrar esse mineral de forma pura na natureza, foram desenvolvidos métodos de sintetização desse mineral que traz uma facilidade no seu desenvolvimento, bem como facilidade em substituir alguns elementos constituintes para os mais diversos fins. Este trabalho buscou analisar o papel do cloro em diferentes concentrações na estrutura da etringita, bem como a sua influencia na sua estabilização através do método de sacarose. A síntese da etringita foi bem sucedida e o cloro foi adsorvido na sua estrutura. Foi observado que quanto maior a concentração do íon cloro, maior era a estabilização da etringita e que a presença do íon cloro influenciou nos parâmetros da estrutura cristalina desse mineral. A partir da pesquisa apresentada e discutida nessa dissertação, podemos concluir que o cloro influencia na estabilização do mineral etringita.
  • MATEUS RODRIGUES DA COSTA
  • ESTUDO EXPERIMENTAL E NUMÉRICO DE CONECTORES DE CISALHAMENTO EM CHAPA XADREZ DISCRETOS
  • Orientador : HIDELBRANDO JOSE FARKAT DIOGENES
  • Data: 02/06/2022
  • Hora: 08:00
  • Mostrar Resumo
  • O uso de estruturas mistas de aço-concreto já se mostra bastante consolidado em diversas aplicações, entretanto, destaca-se ainda a escassez e relevância de trabalhos que abordem novas alternativas de conectores lineares de cisalhamento, adicionados de outros mecanismos resistentes, ou ainda de novas disposições e geometrias que contemplem os modelos construtivos mais difundidos no país. Este trabalho avaliou experimentalmente uma nova alternativa de conector de cisalhamento linear discreto, formado por chapas com ranhura xadrez, por meio de revisão sistemática e programa experimental. Foram captados 2976 trabalhos por meio de uma pesquisa sistêmica e direcionada na base de dados Scopus, dos quais, após a aplicação de diversos filtros de relevância e adequação, 18 trabalhos compuseram uma metanálise acerca das conexões lineares de cisalhamento em estruturas mistas. Como resultado, apesar da heterogeneidade dos dados, mostrouse um perfil de resistência e comportamento dúctil bastante satisfatório, sendo 563 kN, 1808 kN/m, 511 kN, 9,73mm e 2,13 as medianas para resistência por conector, por metro, por abertura, capacidade de ductilidade e coeficiente de deslizamento, respectivamente. As análises de correlação e variância expuseram a influência dos vários parâmetros no comportamento dos conectores lineares, com destaque ao impacto da espessura, formato dos furos e presença de reforço na resistência e ductilidade dos modelos. Ao fim, foi possível a construção de modelos de regressão para o estudo de resistências de conectores lineares, com coeficiente de determinação ajustado (R²) de superiores e 0,96 e erros padrão na ordem de 140 kN, sendo considerados satisfatórios. Ademais, realizou-se uma prática experimental por meio de ensaios de cisalhamento do tipo Push-out, avaliando a tipologia das lajes e adição dos mecanismos resistentes. Os ensaios mostraram que os conectores propostos apresentaram um bom comportamento estrutural, apresentando resistência médias ao cisalhamento de 484,80 kN, 468,60 kN e 212,95 kN, respectivamente, para os modelos MAC-X, TRE-X e MAC-L. Os conectores se apresentaram com ductilidade dentro dos padrões normativos. Se tratando da lei cinemática, percebeu-se características de modelos perfurados e conexões por aderência. Em última análise, as lajes treliçadas mostraram-se mais susceptíveis aos padrões de fissuração, do que os modelos com lajes maciças, e isto deve-se à sua baixa taxa de armadura.
  • YSA HELENA DINIZ MORAIS DE LUNA
  • EFICIÊNCIA VOLUMÉTRICA DE RESERVATÓRIOS PARA APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA EM EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS
  • Data: 18/04/2022
  • Hora: 08:00
  • Mostrar Resumo
  • Na atualidade, inúmeras ferramentas (índices, equações, eficiências) têm sido aplicadas ao dimensionamento dos reservatórios de sistemas de captação e aproveitamento de água de chuva (SCAAC), de modo a torná-los mais viáveis técnica e economicamente. Esta tese tem por objetivo apresentar coeficientes que possibilitam a análise do volume potencialmente aproveitável anualmente e da eficiência de reservatórios utilizados para aproveitamento de água de chuva em residências, quais sejam: coeficiente de eficiência volumétrica (CEV), coeficiente de eficiência volumétrica específica (CEVE) e coeficiente de correção de aproveitamento volumétrico (CCAV). Os coeficientes foram calculados com a utilização de séries diárias de precipitação, para todo o território brasileiro e por meio de geoprocessamento houve a elaboração de imagens consultivas. O CEV exprime o quantitativo de água pluvial que se pode aproveitar em um ciclo anual por unidade de volume de reservatório e alcançou valores mais elevados para cenários combinando maiores áreas de captação e menores volumes de reservatórios, sendo mais elevados na região amazônica, centro-oeste e sul e apresentando valores mais baixos nas regiões nordeste e sudeste, acompanhando a disponibilidade da precipitação pluviométrica. O CEVE foi proposto para melhor comparação da eficiência volumétrica dos reservatórios entre localidades com pluviosidade distintas, atenuando os efeitos da precipitação, e apresentou valores elevados na região nordeste, principalmente na região semiárida, possibilitando uma análise mais justa da eficiência volumétrica para localidades com baixos índices pluviométricos. Estes coeficientes podem ser utilizados como critério para priorizar alocação de recursos para implantação de SCAACs. Por sua vez, o CCAV permite a correção do volume aproveitável, quando da utilização de médias mensais de precipitação, reduzindo os erros na estimativa do volume aproveitado em um ciclo anual, e alcançou valores baixos na região norte e no semiárido nordestino e valores elevados na região sul, demonstrando maior relevância na aplicação e correção dos volumes nesta última região. O CEV e o CEVE se correlacionam fortemente com o índice de precipitação anual média, e O CCAV apresentou maior correlação com o coeficiente de variação da série diária de precipitação. A espacialização dos valores dos coeficientes, apresentada na forma de imagens, revelou-se uma ferramenta de fácil usabilidade para consumidores finais dos SCAACs e as correlações dos coeficientes com parâmetros pluviométricos permite expandir a abrangência da aplicação desses coeficientes por usuários fora do território abordado nesse estudo.
  • MARIA SILVA FREITAS
  • AVALIAÇÃO DO FATOR DE IDADE EM CONCRETOS COM ADIÇÕES MINERAIS
  • Data: 31/03/2022
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O fator de idade é um parâmetro que rege o cálculo de predição da vida útil de estruturas de concreto armado, entretanto, referências desse dado ainda são escassas. Portanto, este trabalho tem como objetivo avaliar o fator de idade do concreto com base no coeficiente de difusão de cloretos na resistividade elétrica superficial do concreto. Para isso dois grupos de misturas utilizando Cimento Portland de alta resistência inicial (CP V ARI) e diferentes relações a/mc (0,45 e 0,55) foram confeccionadas. Além do concreto de referência, cada grupo continha concretos produzidos a partir da substituição de 25% de cinza volante, 10% de metacaulim e 8% de sílica ativa (em massa). Os corpos de prova foram submetidos a ensaios de difusão pura, seguindo as recomendações da NT BUILD 443 e medidas de resistividade elétrica superficial pelo método de Wenner. Ensaio de resistência à compressão e absorção total de água por imersão foram utilizados para caracterização do concreto nas idades de 28 dias e 90 dias após moldagem. Como resultado destaca-se que os valores para o fator de idade "n" e "q" encontram-se dentro dos intervalos publicados de acordo com o material empregado. Quanto ao concreto com metacaulim inexistem referencias na literatura para o fator de idade “n”. Neste trabalho os valores obtidos variaram de 0,321 a 0,720 dependendo da relação a/mc e da solução matemática empregada. Verificouse ainda que o fator de idade (n, q) sofre influência da relação a/mc, adições, pela solução matemática empregada e da base de dados admitida (coeficiente de difusão ou resistividade).
  • TAINÁ GOMES DOS SANTOS COSTA
  • A INFLUÊNCIA DA ILUMINAÇÃO NATURAL NO AMBIENTE ESCOLAR: O IMPACTO DO OFUSCAMENTO EM CRIANÇAS NAS SALAS DE AULA DE ESCOLAS MUNICIPAIS DE JOÃO PESSOA
  • Orientador : SOLANGE MARIA LEDER
  • Data: 31/03/2022
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O ofuscamento é uma perturbação visual causada quando uma parte do ambiente tem excesso de luz se comparada com o restante, e é um incômodo frequente em salas de aula. Problemas de ofuscamento são comuns em escolas brasileiras e não há uma uniformidade na distribuição da iluminância na maioria das salas, porque há uma padronização na quantidade de lâmpadas, independentemente do tamanho do ambiente. O objetivo geral deste trabalho é analisar a probabilidade de ofuscamento em crianças em salas de aula de três escolas de ensino fundamental em João Pessoa, PB, segundo suas diferentes posições nas carteiras, em horários distintos. O trabalho foi desenvolvido a partir de simulações computacionais de iluminação dando ênfase nas salas de aula das escolas, e de análises comparativas com medições in loco, utilizando métodos estatísticos coerentes com os dados levantados. Os resultados confirmam as influências da orientação das salas, dos horários e das posições dos alunos nos contrastes de ofuscamento, concluindo-se que as mudanças projetuais na situação atual das escolas reduziram a incidência lumínica nas salas e o contraste de iluminâncias.
  • GUENTHER CARLOS COUTO VIANA
  • PRODUÇÃO, CARACTERIZAÇÃO E APLICAÇÃO DE FOTOCATALISADORES HETEROGÊNEOS A PARTIR DE PILHAS ALCALINAS PÓS CONSUMO
  • Orientador : ELISANGELA MARIA RODRIGUES ROCHA
  • Data: 30/03/2022
  • Hora: 10:30
  • Mostrar Resumo
  • Os complexos impactos negativos gerados pelos contaminantes de preocupação emergente ao ambiente tem se tornado um desafio ao tratamento de água e efluentes, e com isso novas estratégias eficientes precisam ser estudadas, como a fotocatálise heterogênea. Na busca por tornar este processo econômico e ambientalmente viável, a utilização da radiação solar e a inserção de resíduos, como as pilhas alcalinas pós consumo, em substituição aos insumos utilizados na produção de catalisadores têm sido estudados. O presente trabalho teve por objetivo investigar o uso da pasta eletrolítica de pilhas pós consumo diretamente como catalisadores, bem como, caracterizá-los e aplicá-los em processos fotocatalíticos solares. Foram estudadas as pastas eletrolíticas de duas pilhas diferentes, Panassonic Super Hyper (SH) e Panassonic Alkaline (AK), que foram calcinadas a 500°C e caracterizadas por Espectroscopia no Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR) e Espectroscopia de Refletância Difusa na região do UV-Visível (DRS). Iniciou-se com a utilização de um catalisador misto de dióxido de titânio (TiO2) e a pasta eletrolítica das pilhas SH, e devido os resultados insatisfatórios neste teste buscou-se determinar as condições ótimas para aplicação direta das pastas eletrolíticas das pilhas SH e AK na degradação do azul de metileno - considerado como composto modelo - através da associações de diferentes metodologias do Design of Experimentes (DoE). A condição ótima obtida para SH foi uma concentração de catalisador de 1,6g/L e um pH de 11,2, alcançando 72,2% de remoção, enquanto que para AK obteve-se 1,5g/L de catalisador e pH 11,2, alcançando uma eficiência de 96,6%, destaca-se que ambos os materiais apresentaram boa atividade fotocatalítica até o terceiro reciclo. Com o objetivo de verificar se o tratamento agregava toxicidade realizou-se um teste de fitotoxicidade em sementes de Lactuca Sativa (alface), onde não foi constatado aumento na inibição da germinação. Por sua superioridade, o catalisador obtido a partir da pilha AK foi utilizado na degradação do fármaco, Diazepam. Investigou-se, no pH ótimo da etapa anterior (11,2) e no pH natural da solução (6,8), tendo uma remoção, após 2 horas, de 70,7% e 79,7%, respectivamente. Ante o exposto, conclui-se que a aplicação direta das pastas eletrolíticas das pilhas estudadas em processos de fotocatálise heterogênea solar, foram eficientes no tratamento de contaminantes de preocupação emergente.
  • ELDA KAROLINE VIDERES FERRAZ
  • RELAÇÃO ENTRE O COEFICIENTE DE EFICIÊNCIA VOLUMÉTRICA E INDICADORES DE VIABILIDADE ECONÔMICA EM SISTEMAS DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA EM EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS
  • Orientador : GILSON BARBOSA ATHAYDE JUNIOR
  • Data: 30/03/2022
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O Coeficiente de Eficiência Volumétrica (CEV) é definido como o quociente entre o volume de água de chuva que se pode aproveitar em um ciclo anual e o volume do reservatório e tem como finalidade a identificação da eficiência de um volume unitário do reservatório em aproveitar água de chuva ao longo de um ciclo anual. O presente trabalho tem como objetivo delinear modelos matemáticos que relacionem o CEV a indicadores de viabilidade econômica em sistemas de captação e aproveitamento de água de chuva em edificações residenciais. O estudo foi realizado em 6 cidades brasileiras, sendo elas Cuiabá – MT, Feira de Santana – BA, Manaus – AM, Porto Alegre – RS, Recife – PE e São Paulo – SP. Foi realizado o estudo orçamentário da implantação do sistema de captação de águas pluviais em residências nas cidades para diferentes volumes de reservatório, áreas de captação, padrões socioeconômicos, tarifas de água e taxas de juros, para posterior avaliação econômica através dos indicadores de VPL e B/C e então foi relacionado esses indicadores com os CEVs das cidades, escolhendo apenas o indicador que melhor se associa ao CEV. Observou-se que a tarifa de água cobrada pelas concessionárias de abastecimento, a taxa de juros aplicada e o padrão socioeconômico são variáveis relevantes no estudo da viabilidade econômica. Do ponto de vista do benefício direto para o usuário final, para a maioria (84,4%) dos cenários estudados a captação e aproveitamento de água de chuva em residência não é uma alternativa viável. A viabilidade ocorre com mais frequência quando se tem tarifas de água mais altas, padrão socioeconômico da residência (atrelado ao padrão de consumo de água) mais alto, taxas de juros mais baixas e reservatórios menores. O CEV é fortemente relacionado à relação B/C em sistemas de captação de água de chuva em residências. Quanto maior o CEV, maior é a ocorrência de cenários economicamente viáveis. Dessa forma, este coeficiente pode ser utilizado para previsão de viabilidade econômica em tais sistemas. Modelos para estimativa da relação B/C a partir do CEV foram delineados e foram calculados os valores mínimos de CEV para um dado cenário, que resulte em relação B/C igual a 1.
  • LEANE PRISCILLA BONFIM SALES
  • CINÉTICA DE ENDURECIMENTO, MICROESTRUTURA E REOLOGIA DE PASTAS DE CAL-METACAULIM COM AGENTES ACELERADORES
  • Data: 29/03/2022
  • Hora: 16:00
  • Mostrar Resumo
  • Argamassas de cal são indicadas para intervenções de restauração e conservação de edifícios históricos, entretanto, o endurecimento lento dessas argamassas não favorece a sua utilização e disseminação no cenário construtivo atual. Esse tempo de endurecimento tende a ser menor quando se mistura a cal com pozolanas, porém os resultados alcançados não se aproximam dos encontrados nas argamassas convencionais de cimento Portland. Além disso, poucos trabalhos voltados para reologia de pastas de cal são encontrados. Por isso, essa pesquisa se propôs a avaliar o desempenho de pastas de cal hidratada e dois diferentes metacaulins, sendo um metacaulim comercial (MC) e outro proveniente da calcinação do caulim em laboratório (CC). Com o intuito de diminuir o tempo de endurecimento, três aditivos foram testados: aditivo comercial do tipo acelerador de pega, cloreto de cálcio (CaCl2), e cimento Portland. As misturas foram estudadas no estado fresco quanto ao tempo de endurecimento pelo ensaio de Vicat e calorimetria semiadiabática, e quanto ao comportamento reológico, por meio dos ensaios de mini-slump e reometria. Quanto ao estado endurecido foram investigadas características microestruturais por meio de DRX e MEV nas idades de 3 e 7 dias. As pastas sem aditivo e com CaCl2 foram reproduzidas em argamassas para análise do desempenho mecânico. Dos resultados obtidos de caracterização reológica observa-se que as pastas de cal e CC resultaram em pastas mais fluidas que aquelas com MC e que o CaCl2 também aumentou a fluidez das pastas. No geral, as pastas se ajustaram ao comportamento Herschel-Bulkley, entretanto as mais fluidas se aproximaram do modelo de Bingham. Em relação ao tempo de endurecimento, o CaCl2 acelerou o processo de endurecimento nas pastas de cal e MC diferentemente daquelas com CC. Os demais aditivos não apresentaram mudanças significativas quanto a isso. O principal produto de hidratação observado nos difratogramas de todas as pastas foi o monocarboaluminato. As resistências mecânicas das argamassas de cal e CC foram maiores que aquelas de cal e MC, e a resistência à compressão atingiu o valor de 19,96 MPa. O CaCl2 melhorou a resistência na argamassa com MC e reduziu naquela com CC.
  • EDUARDO MORAIS DE MEDEIROS
  • ANÁLISE DE CONFIABILIDADE DEPENDENTE DO TEMPO USANDO MODELOS DE SÉRIES TEMPORAIS
  • Data: 29/03/2022
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • Nesta tese é realizada a comparação conceitual e computacional entre o método da Expansão da Estimativa Linear Ótima (EOLE) e o modelo de série temporal Autoregressivo de Média Móvel (ARMA) para a representação de processos estocásticos no contexto da análise de confiabilidade dependente do tempo. É demonstrado que resultados semelhantes para a confiabilidade dependente do tempo podem ser obtidos usando as duas abordagens. Embora as técnicas de expansão, como o EOLE, sejam adequadas para problemas onde as propriedades dos processos estocásticos são explicitamente conhecidas, tais informações raramente estão disponíveis em casos práticos. Por outro lado, os modelos de séries temporais, como o ARMA, são muito populares para representar processos estocásticos a partir do monitoramento em tempo real ou através de dados históricos disponíveis. Nesta tese são propostas duas novas abordagens complementares às anteriores: i) obtenção de um modelo ARMA apropriado quando as propriedades do processo estocástico são explicitamente conhecidas, mas amostras de dados não estão disponíveis; ii) aplicação do EOLE a partir de informação que pode ser obtida com amostras de dados reais, mas sem conhecimento explícito das propriedades dos processos estocásticos envolvidos. Estas duas novas abordagens complementam as abordagens existentes até então, contribuindo com o avanço do conhecimento da área e possibilitando que os modelos ARMA e EOLE possam ser utilizados em casos nos quais até então não eram possíveis. Com estas abordagens, modelos ARMA e EOLE foram aplicados em quatro problemas de confiabilidade dependente do tempo. Os resultados são notavelmente consistentes, demonstrando que as novas abordagens propostas são válidas e que problemas de confiabilidade dependente do tempo podem ser analisados usando ambas as técnicas.
  • WESLEY VÍTOR DANTAS DE CARVALHO BEZERRA
  • TEOR CRÍTICO DE CLORETOS PARA O AÇO GALVANIZADO EM MATRIZES DE CONCRETO COM DISTINTAS COMPOSIÇÕES E ALCALINIDADES
  • Data: 28/03/2022
  • Hora: 16:00
  • Mostrar Resumo
  • Em estruturas de concreto armado localizadas próximas à ambientes com elevadas concentrações de íons cloretos (ambiente marinho, por exemplo), as armaduras estão propensas à ocorrência da corrosão localizada. O teor crítico de cloretos é a quantidade mínima de cloretos necessária para que ocorra a despassivação dessas armaduras. Embora já existam diversas publicações sobre teor crítico de cloretos, a literatura ainda carece de dados sobre esse teor para o aço galvanizado. Amostras de diferentes tipos de concreto (variando o tipo de cimento – de alta resistência inicial, pozolânico e com escória granulada de alto forno) armado com diferentes tipos de aço (galvanizado com diferentes tempos de imersão em banho de zinco e aço carbono CA-50) foram submetidas à ciclos de imersão e secagem em solução aquosa de cloreto de sódio (3,5% Clem massa). A partir de potencial de circuito aberto e resistência de polarização linear, o momento da despassivação foi identificado em cada barra. Foi possível notar que o aço galvanizado apresenta maior resistência ao ambiente de cloretos em comparação com o aço carbono, no âmbito de corrosão das armaduras. Entretanto, o uso de matrizes com alta alcalinidade pode comprometer seu desempenho. Nesse estudo, as barras galvanizadas apresentaram desempenho inferior ao aço carbono quando embutidas no concreto de alta resistência inicial (pH = 13,01). A substituição de 15% do cimento referência (VARI RS) por metacaulim mais do que dobrou o tempo necessário para iniciação da corrosão, independentemente do tipo de aço. Tal fato deve-se a alta capacidade de ligação de cloretos do metacaulim. Por fim, para as titulações, foram selecionadas as barras galvanizadas com o maior tempo de imersão no banho de zinco (GS6). Os teores críticos de cloretos livres e totais do GS6 foram 0,76% e 1,37% para o concreto com escória granulada de alto forno (III) e 0,74% e 1,19% para o concreto de alta resistência inicial (V), respectivamente, sendo essas porcentagens em relação à massa de ligantes. As barras GS6 embutidas no concreto pozolânico (IV) ainda se encontram passivas, mesmo após 283 dias de exposição.
  • FILIPE CARVALHO LEMOS
  • CARACTERIZAÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL DA PRECIPITAÇÃO NAS ESCALAS SUB-HORÁRIA E SUBDIÁRIA NO BRASIL
  • Data: 21/03/2022
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O estudo das propriedades dos eventos de chuva em várias escalas espaço temporais é de grande importância para a compreensão de processos e variáveis ambientais, bem como atividades socioeconômicas. Esses estudos sobre as características das chuvas, principalmente em resoluções sub-horárias, não são realizados em grandes áreas da América do Sul devido à falta de dados. O Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN) implementou gradativamente desde 2011 uma rede de monitoramento sub-horário, composta por aproximadamente 3.500 pluviômetros automatizados distribuídos no Brasil, abrindo novas oportunidades para estudos hidrológicos nesse vasto país tropical. Para preencher essa lacuna de conhecimento, este estudo analisou a dinâmica e a correlação espaço-temporal da chuva e suas características no Brasil em escalas temporais subdiárias e sub-horárias, utilizando sete anos de dados (de 2014 a 2020) fornecidos pelo CEMADEN. O tempo mínimo entre eventos (MIT) e a lâmina mínima (MRD = 1 mm) foram usados para definir os eventos de chuva. Sete MIT’s (i.e., 30, 60, 120, 180, 360, 720 e 1440 min) foram considerados para avaliar as características dos eventos de chuva e sua inter-relação. O algoritmo de agrupamento Gaussian Mixture Models (GMM) foi aplicado para identificar regiões com padrões de chuva semelhantes de acordo com o MIT considerado. Foram identificados 6 grupos com padrões pluviométricos semelhantes no Brasil, e, mesmo havendo proximidade de alguns grupos em uma propriedade específica, eles são consideravelmente diferentes em outras. Os resultados mostram que o MIT tem forte influência sobre as propriedades da precipitação, sendo o tempo seco (variação de 4.812%) e o número de eventos (variação de 45%) as variáveis mais sensíveis a variação de tal parâmetro. A costa do Nordeste é a região onde mais ocorrem eventos de precipitação, com mais de 200 eventos por ano (MIT < 60 min). Em oposição, a região Semiárida apresentou o menor número de eventos do Brasil, com uma média de 69 por ano e chegando a apenas 38 eventos com MIT de 1440 minutos. As regiões Central (principalmente), Semiárida, Norte e a costa Sudeste possem chuvas muito intensas, podendo provocar, com maior facilidade; inundações, alagamentos e enchentes. A Costa do Nordeste, o Sul e o Sudeste possuem o volume de chuva acumulada como principal fator de alerta. Em termos da correlação espacial entre as estações, quanto menor o intervalo de medição, menor é a correlação para uma mesma distância. Em termos de correlação espacial entre os dados das estações, considerando a resolução de 10 minutos, em média, 2,5 km é a distância necessária para garantir uma correlação de 0,7 entre as estações pluviométricas do Brasil. Os resultados deste estudo fornecem uma melhor compreensão da precipitação e suas características no Brasil.
  • LUCAS GIOVANNI COSTA DE ARAÚJO E ARAÚJO
  • COMPÓSITO DE TERRA AUTOADENSÁVEL ATIVADO ALCALINAMENTE PARA A CONSTRUÇÃO DE PAREDES MONOLÍTICAS
  • Orientador : GIVANILDO ALVES DE AZEREDO
  • Data: 10/03/2022
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • A terra, utilizada pelas civilizações há mais de 9000 anos, vem voltando ao foco na comunidade científica devido sua baixa energia incorporada na construção. Por outro lado, materiais ativados alcalinamente surgem como potenciais substitutos para derivados do cimento Portland, sendo também utilizados como estabilizantes na terra. Há poucos estudos que tratam de matrizes de terra autoadensáveis, de modo que o presente trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de um compósito de terra autoadensável estabilizado com ativação alcalina, voltado para a construção de paredes monolíticas. Após um estudo de dosagem por planejamento fatorial, foi selecionada a melhor composição para a produção do compósito, sendo realizada a caracterização física, ensaios de difração de raio-x (DRX) e espectroscopia infravermelho, resistência à compressão e à tração na flexão, além da construção de pequenas paredes para o ensaio de ruptura por compressão. O compósito atingiu uma resistência à compressão de 8,12 MPa com 3 dias e 9,75 MPa com 28 dias. A parede apresentou fissuras de retração, mas suportou uma tensão de 3,30 MPa, apresentando um bom comportamento estrutural. Foi avaliado ainda a adição de fibras para mitigação das fissuras de retração. Por fim, o compósito apresentou um bom comportamento reológico, podendo ser empregado na construção de paredes monolíticas.
  • ROBSON ARRUDA DOS SANTOS
  • DOSAGEM E DESEMPENHO DE CONCRETOS COM ELEVADAS SUBSTITUIÇÕES DE CIMENTO POR FILER DE RESÍDUOS CERÂMICOS FRENTE A CORROSÃO DE ARMADURAS
  • Data: 24/02/2022
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O concreto é o material de construção mais utilizado e assim, sendo o cimento uma parte significativa deste material, também é amplamente utilizado em todo o mundo. A produção de cimento é responsável por mais de 5% das emissões globais de CO2, que vem aumentando continuamente. Uma solução para reduzir o teor de cimento em concretos sem a perda de desempenho passa pela otimização do empacotamento de partículas. Este trabalho utiliza simulações numéricas por meio de programação linear e o modelo de Alfred para reduzir o teor de vazios de misturas de agregados e produzir concretos com diferentes níveis de empacotamento e consumo de cimento, sendo este substituído por resíduo de tijolo moído (RTM). Após o período de cura, os concretos foram submetidos a ensaios acelerados de penetração de cloretos e CO2. Uma ampla faixa de valores de módulo de distribuição “q” foi testada. Desvios entre as curvas de distribuição de tamanhos de partículas foram calculados em cada etapa do processo, gerando correlações entre misturas virtuais e reais. Para esqueletos granulares de concreto compostos por areias e britas, existe um valor de “q” abaixo do qual a areia é o maior contribuinte do desvio e acima do qual a brita é o maior contribuinte do desvio. Além disso, há um limite para o módulo de distribuição após o qual o teor de vazios dos esqueletos agregados tende a aumentar. Neste estudo, foi de 0,30. Os concretos com empacotamento superior e com o menor fator de distribuição (q = 0,25) apresentaram melhor desempenho em relação aos demais concretos estudados, com maior resistência à compressão aos 91 dias e com intensidade de ligante, em torno de 6 kg.m-3 .Mpa-1 aos 28 dias e inferior 5 kg.m-3.Mpa-1 aos 91 dias. Os resultados de durabilidade mostraram que as armaduras dos concretos em todos os níveis de empacotamento e substituição de cimento por RTM, consumos de cimento finais de 215, 258 e 301 kg/m³, ainda se encontram passivas, com 171 dias de ciclos de imersão e secagem em solução a 1M de NaCl. O concreto de referência (430 kg/m³) teve suas armaduras despassivadas aos 150 dias de ensaio. Com relação à carbonatação, a reserva alcalina prevaleceu em relação ao empacotamento; os concretos com menores consumos de cimento apresentaram os maiores coeficientes de carbonatação.
  • PALOMA SANTOS XAVIER DE ALCANTARA
  • CONCRETOS GEOPOLIMÉRICOS REFRATÁRIOS SINTETIZADOS COM DIFERENTES SILICATOS (SÓDIO E POTÁSSIO) E AGREGADO DE RESÍDUO DE CERÂMICA VERMELHA
  • Orientador : NORMANDO PERAZZO BARBOSA
  • Data: 23/02/2022
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • Embora os geopolímeros sejam materiais refratários, suas características mecânicas são prejudicadas quando submetidos a altas temperaturas. Os silicatos mais utilizados para produção da solução alcalina ativadora desses materiais são os de Sódio e de Potássio. Nesse cenário, este trabalho teve como objetivo desenvolver formulações de matrizes geopoliméricas refratárias à base de metacaulim (MK) preparadas com hidróxido de Sódio e diferentes silicatos (de Sódio e de Potássio), comparando propriedades. Resíduo de cerâmica vermelha (RCV) foi incorporado como agregado e reforço estrutural. Buscou-se empacotar granulometricamente três tamanhos de grãos (9,5mm, 6,3mm e 4,8mm) através da metodologia das misturas sucessivas. A mistura ótima encontrada apresentou índice de vazios de 58,24%. Foram desenvolvidas formulações de pastas para produção de concretos geopolímeros, divididos em dois grupos, G1 e G2. O primeiro possui utilizou em sua composição silicato de Sódio. Já o segundo, silicato de Potássio. Testaram-se propriedades das pastas no estado fresco e endurecido, bem como resistência à temperatura. A partir de então, escolhidas as duas melhores formulações, uma de cada grupo, com a adição de RCV, realizaram-se os testes refratários nos concretos. As formulações das pastas de G1 e G2 respectivamente em proporção de massa relativamente ao MK são: 1,00:0,98:0,11:0,07 (MK, silicato de Sódio, hidróxido de Sódio, água) e 1,00:0,98:0,11:0,00 (MK, silicato de Potássio, hidróxido de Sódio, água). Os concretos G1 e G2 (pasta geopolimérica mais RCV) foram moldados, curados e calcinados para avaliação de propriedades mecânicas, mineralógicas e microestruturais residuais pós-exposição às temperaturas ambiente (TA), 200°C, 600°C, 800°C e 1000°C. Quanto à variação linear, G1 apresentou comportamento expansivo em altas temperaturas, o que não aconteceu com G2 que retraiu. Ambos os concretos sofreram perda de massa associada à saída de água e desidroxilação. A sinterização viscosa e densificação iniciaram a 800°C. As matrizes de G2 foram mais resilientes à recristalização, marcando maior estabilidade térmica, confirmada pela menor deterioração de microestrutura na condição pós-queima a 800°C. As densidades aparentes de G1 e G2 na condição seca foram de 1,84g/cm³ e 1,77g/cm³, respectivamente, sendo classificados como semi-isolantes. Apesar de G1 ter apresentado menor índice de vazios em relação a G2, manifestou menor condutividade térmica (ou maior refratariedade). De uma maneira geral, tanto G1 quanto G2 possuem baixas resistências mecânicas, porém boas propriedades térmicas.
  • PABLO RAMON RODRIGUES FERREIRA
  • MODELAGEM PROBABILÍSTICA PARA PREVISÃO DO TEMPO DE INICIAÇÃO DA CORROSÃO POR CLORETOS EM ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO EXPOSTAS EM ZONAS DE ATMOSFERA MARINHA
  • Data: 18/02/2022
  • Hora: 13:00
  • Mostrar Resumo
  • A deterioração de estruturas de concreto armado é um problema recorrente em áreas costeiras. Este tipo de ambiente é caracterizado pela atuação dos íons cloretos, que depois de transportados pelo ar, penetram o concreto e se acumulam nas proximidades da armadura, dando início ao processo de corrosão. A crescente necessidade por manutenções preventivas, reparos e construções eficientes reforça a carência de um modelo confiável de predição da penetração de cloretos, capaz de estimar a vida útil destas estruturas. Sendo assim, este trabalho propõe um modelo probabilístico para previsão do tempo de iniciação à corrosão em estruturas de concreto armado expostas em zonas de atmosfera marinha. Levando em consideração a natureza estocástica do processo de corrosão, a variação sazonal das condições climatológicas, a capacidade de fixação de cloretos da matriz cimentícia, as condições de transporte de cloretos em meio não saturado, radiação solar, o processo de lavagem da superfície devido a chuva dirigida e o processo de hidratação do concreto. Através de um exemplo ilustrativo, os fatores que governam o processo de degradação foram estudados. Os resultados mostram a importância de levar em consideração a imprevisibilidade relacionada aos parâmetros de projeto, as propriedade dos materiais, as simplificações do modelo matemático e as condições ambientais de exposição em estruturas de concreto armado não saturação. Por fim, os resultados foram validados por análise comparativa com dados da literatura e um modelo generalista para concretos em zona de atmosfera marinha é apresentado.
2021
Descrição
  • THIAGO VICTOR MEDEIROS DO NASCIMENTO
  • MODELAGEM HIDROLÓGICA MENSAL CHUVA–VAZÃO UTILIZANDO MAPAS AUTO-ORGANIZÁVEIS E DADOS DE PRECIPITAÇÃO TRMM PARA A BACIA DO ALTO RIO SÃO FRANCISCO
  • Data: 14/12/2021
  • Hora: 19:00
  • Mostrar Resumo
  • O bom gerenciamento de recursos hídricos é uma atividade essencial para a realização de uma boa gestão e controle do mesmo na sociedade, e assim, estudos e pesquisas na área são essenciais, e para as quais é requerida a existência de séries de dados hidrológicos longas e confiáveis (e.g. precipitação, vazão etc.). Entretanto, é comum a existência de séries históricas com dados faltosos, como as de chuva e vazão em bacias hidrográficas. Entretanto, dentro desse aspecto de monitoramento de variáveis hidrológicas, a modelagem chuva-vazão é uma alternativa para o preenchimento, e até a previsão de dados de vazão afluente em rios e reservatórios onde há a limitação de dados disponíveis. E nesse aspecto, como uma alternativa para a modelagem chuvavazão, existe também a utilização de Redes Neurais Artificias (RNA). O presente trabalho utiliza uma RNA chamada de mapas auto-organizáveis (do inglês Self-Organizing Maps – SOM), na modelagem chuva-vazão, utilizando produtos de precipitação do satélite Tropical Rainfall Measurement Mission (TRMM), evazões naturais afluentes de em um reservatório da bacia do Alto São Francisco. São trabalhados com três conjuntos de dados, sendo realizadas três modelagens distintas, com períodos para treinamento e teste dos resultados diferentes, dentro do período total de dados disponíveis 1998-2019. E por fim, são calculadas métricas estatísticas para os resultados, como objetivo de analisar o desempenho dos modelos, bem como também analisar a influência da homogeneidade dos dados na calibração e teste de uma rede SOM. Os resultados mostraram que a homogeneidade dos dados influenciou na modelagem chuva-vazão. Para a etapa de calibração, os modelos apresentaram índices de eficiência relativamente bons, e para a de teste, os resultados variaram a depender do dataset e do tipo da modelagem. Os piores valores das métricas encontradas foram para a modelagem que fez uso de 70% dos dados iniciais da série na calibração, e 30% dos finais no teste para o dataset #1, que é o não homogêneo. As demais oito modelagens apresentaram métricas relativamente de boas a ótimas, sendo as melhores encontradas para os três datasets na modelagem que faz uso dos 70% de dados de calibração divididos no início e no fim da série, i.e.,NSE e CD > 0,90, e VR e NRMSE próximos de 0. Portanto, fica clara a possibilidade de utilização de redes SOM na modelagem chuva-vazão a nível mensal, bem como na possibilidade de utilização dedados de precipitação TRMM como uma alternativa aos dados tradicionais como pluviômetros.
  • JOSÉ ANSELMO DA SILVA NETO
  • PROPOSTA DE MODELO OTIMIZADO PARA DOSAGEM DE CONCRETO ÁLCALI-ATIVADO COM BASE EM METACAULIM
  • Data: 14/12/2021
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • No âmbito da procura de novos materiais sustentáveis que possuam maior desempenho mecânico, estabilidade e durabilidade que os aglomerantes tradicionalmente usados na produção de concretos Portland, surgem como opção os materiais Álcali-Ativados. Essas propriedades e atributos dos compósitos álcali-ativados estão fortemente relacionadas a reações químicas entre o aluminossilicato e o poliassilato alcalino que implicam diretamente nas propriedades da mistura. Neste trabalho foram identificadas as principais variáveis que afetam as propriedades frescas, endurecidas e microestruturais desses concretos com metacaulim a sua concentração alcalina (NaOH) e razão dos reagentes alcalinos (Na2SiO3/NaOH). Apesar disso, não existe um método de dosagem padrão para concretos álcaliativados, a exemplo do concreto Portland (ABCP, IPT, entre outros), sendo algumas das poucas abordagens existentes na literatura baseadas no método de tentativa e erro. Nesse ínterim, a presente dissertação objetiva apresentar uma proposta de modelo otimizado para dosagem de concreto álcaliativado com base em metacaulim usando o método de superfície de resposta. A fase experimental foi dividida em 5 (cinco) etapas, sendo estas: caracterização dos materiais (aspectos físicos, químicos e mineralógicos); planejamento de misturas (revisão sistemática de literatura com auxílio do software VOSviewer para melhor combinação das matérias-primas e delineamento fatorial (2k ) para as duas variáveis (NaOH e Na2SiO3/NaOH) com amparo do software STATISTICA 10.0; preparação das misturas em conformidade com a NBR 5738 (ABNT, 2015); análise das propriedades frescas (tempos de pega e slump test), endurecidas (resistência à compressão, tração por compressão diametral, elasticidade e amortização dinâmico, absorção de água, índice de vazios e massa específica real) e microestruturais (MEV e DRX); e, por fim, a modelagem estatística detectando os efeitos e interações entre as variáveis e sua confiabilidade numérica com intervalo de confiança de 95%. Diferentes combinações para o NaOH (8, 10, 12, 14 e 16 M) e Na2SiO3/NaOH (1,0, 1,5, 2,0, 2,5 e 3,0) foram avaliadas. O efeito das propriedades frescas em referência aos tempos de pega foi mais significativo ao incrementar uma maior concentração alcalina de 8 para 16 M para uma mesma razão Na2SiO3/NaOH, reduzindo o tempo de pega inicial e final em 120 e 130 minutos mutuamente. Já em alusão a trabalhabilidade desses concretos, o aumento das dissoluções alcalinas de forma combinada levou a compósitos menos trabalháveis, especialmente ao intensificar a proporção Na2SiO3/NaOH de 1,0 a 3,0 para uma mesma concentração alcalina, limitando-se em aproximadamente 63 mm. Por outro lado, a ampliação pactuada na taxa das dissoluções alcalinas melhoraram drasticamente as propriedades endurecidas, porém ao ultrapassar o limite de 14 M para uma mesma razão Na2SiO3/NaOH, atenuaramse a resistência à compressão e tração aos 28 dias em 14,3% e 12,4% de modo respectivo, assim como a elasticidade em 9,3% e a massa específica real em torno de 5%. Simultaneamente, percebeu-se que o aumento da resistência mecânica resultou em um comportamento inversamente proporcional em relação ao amortecimento dinâmico, assim como na absorção de água e no índice de vazios. A análise microestrutural comprovou que os compósitos álcali-ativados no tocante ação da concentração alcalina não pode exibir valor baixo e tampouco alto esse álcali, pois em ambos os casos é irrealizável a eficácia por completo da dissolução dos aluminossilicatos, resultando assim em propriedades reduzidas. Sincronicamente, o aumento da razão Na2SiO3/NaOH associou à maior constituição da rede tridimensional, indicando um maior grau de geopolimerização para qualquer concentração alcalina. Sob outra perspectiva, no que se refere a modelagem estatística, os modelos de superfície de resposta – ANOVA em todas as propriedades frescas e endurecidas foram avaliados e validados estatisticamente. Logo, essa técnica de otimização pode reduzir o tempo para encontrar uma dosagem adequada, aumentando a confiabilidade e atingindo a robustez do processo.
  • ARYELLE NAYRA AZEVEDO SILVA
  • AVALIAÇÃO DA RELAÇÃO ENTRE CAMINHABILIDADE E SAÚDE: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE DOIS BAIRROS DE JOÃO PESSOA – PB
  • Data: 11/12/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O desenho urbano é capaz de influenciar o comportamento humano. Essa influência pode se manifestar através da caminhabilidade, um atributo do meio urbano capaz de incentivar o transporte ativo e a atividade física, e que tem sido comumente associada a doenças e fatores e risco. Em vista disso, este estudo em como objetivo geral avaliar como a caminhabilidade reflete na saúde dos residentes de João Pessoa - PB a partir de uma amostra formada por dois bairros da cidade com características morfológicas distintas. Para isso, foi realizada uma revisão sistemática seguindo a metodologia PRISMA, em oito bases de dados, sem restrição temporal, que buscou mapear e analisar a literatura sobre os efeitos da caminhabilidade na saúde humana. Após essa etapa, foram escolhidos dois bairros da cidade de João Pessoa, Miramar e São José, onde foram selecionados recortes urbanos, através do método de Amostragem Estratificada Proporcional (AEP). Realizou-se então a avaliação da caminhabilidade nas áreas de estudo recortadas, utilizando o iCam 2.0, ferramenta desenvolvida pelo Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil). Foram coletados dados de saúde dos residentes dos bairros avaliados, a fim de comparar e analisar de forma descritiva os resultados de caminhabilidade e saúde nos dois cenários. Os resultados da aplicação do iCam revelou que a caminhabilidade é insuficiente em diversos trechos de ambos os bairros. Entretanto, a nota geral da caminhabilidade do bairro Miramar foi mais alta e considerada suficiente pelo índice, já o bairro São José obteve a pior avaliação de caminhabilidade e o maior número de moradores com problemas de saúde. Os resultados dessa pesquisa podem contribuir na construção da literatura sobre o tema e no entendimento dos aspectos do desenho urbano que favorecem a caminhabilidade, colaborando assim para que gestores públicos e planejadores urbanos direcionem esforços e investimentos que visam promover melhores condições de caminhada aos pedestres, e consequentemente, incentivam a adoção de uma forma de transporte ativa e mais saudável.
  • GERALDO MOURA RAMOS FILHO
  • PERFORMANCE OF RAINFALL THRESHOLD FOR HYDROLOGICAL DISASTERS IDENTIFICATION FROM GROUND - AND SATELLITE - BASED (SUB)DAILY DATA
  • Data: 27/10/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • Grande esforço está sendo realizado durantes as últimas décadas para desenvolvimento e aprimoramento de métodos para previsão e alertas de desastres. Dentre eles, os limiares de precipitação ganham destaque devido à sua simplicidade para aplicação em diferentes regiões. Alguns fatores dificultam a determinação dos limiares de chuva, como a qualidade dos dados de chuva e desastres, e as grandes distâncias entre as estações pluviométricas e os desastres. Para superar essas limitações, o uso de produtos de precipitação por satélite é uma saída para caracterizar os eventos de chuva que desencadeiam desastres. Consequentemente, esta tese tem como objetivo apresentar um método melhorado para a delimitação de limiares de picos de intensidade de chuva para avaliação e alerta dos desastres, através da aplicação de métodos baseados em probabilística e levando em consideração as condições antecedentes ao desastre. Além disso, avaliar a qualidade dos produtos de precipitação baseados em satélite para criar limites de precipitação para prever e alertar desastres naturais. O Estado de São Paulo foi escolhido por ser uma região típica para ocorrências de deslizamentos, inundações e erosão do solo. Além disso, São Paulo é o estado mais rico do Brasil, com o maior número de registros de inundações e enxurradas, bem como dados pluviométricos subdiários disponibilizados por órgãos públicos. Os resultados mostram que as melhorias propostas neste estudo ajudaram a reduzir significativamente incertezas provocadas por um número considerável de ocorrências e não ocorrências entre os limiares superior e inferior. Além disso, o delineamento do limiar intermediário também apresentou melhorias para quase todos os intervalos de tempo considerados. Já, a avaliação dos produtos baseados em satélite mostrou que eles apresentam menor acurácia em relação aos pluviômetros, tendendo a subestimar as medidas observadas in-situ, principalmente, para escalas subdiárias. No entanto, eles podem ser aplicados como fonte alternativa para o desenvolvimento de sistemas de alerta, principalmente, em áreas com menor densidade de pluviômetros. De forma geral, conclui-se que os resultados encontrados devem ser úteis na tomada de decisão, na implementação de sistemas de monitoramento e alerta precoce de inundações, e na contribuição para o desenvolvimento de modelos mais robustos e/ou complexos para minimizar os impactos, seja utilizando dados in-situ ou baseados em satélite.
  • ARICSON GARCIA LOPES
  • OS DESMATAMENTOS E QUEIMADAS NA AMAZÔNIA ENTRE 2001 - 2020: IMPACTOS NAS ÁREAS DE PROTEÇÃO INDÍGENA E NA VARIABILIDADE CLIMÁTICA
  • Orientador : RICHARDE MARQUES DA SILVA
  • Data: 30/09/2021
  • Hora: 19:00
  • Mostrar Resumo
  • As mudanças climáticas e no uso e cobertura da terra são graves problemas que interferem em áreas de proteção indígenas e na variabilidade climática na Amazônia. Nas últimas décadas, a área do bioma Amazônia vem sofrendo constantes queimadas e desmatamentos, causando severos problemas ao meio ambiente, porque impactam consideravelmente a paisagem, o ciclo hidrológico, acarretam perdas de biodiversidade da fauna e da flora, além de afetar a vida humana. Essas alterações vêm ocorrendo de forma acelerada desde a década de 2000, em virtude da pressão do agronegócio pela demanda de grãos alimentícios, mineração, uso de madeira, e pecuária bovina. Assim, o objetivo deste projeto é analisar a influência dos desmatamentos e queimadas nas alterações do uso e cobertura da terra e na variabilidade da precipitação e da temperatura da superfície na Amazônia. Para realizar esta pesquisa foram utilizados os seguintes métodos e procedimentos metodológicos: (a) mapeamento do uso e cobertura da terra, (b) análise da degradação da cobertura vegetal usando índices de vegetação, (c) análise das mudanças da cobertura vegetal, (d) mapeamento das queimadas, (e) análise da variabilidade climática (precipitação e temperatura da superfície), e (f) análise da influência climática e da cobertura da terra nos processos hidrológicos. A gravidade do problema é confirmada quando se analisa os dados sobre o desmatamento e o avanço de novos cultivos temporários na bacia, que podem afetar os fatores naturais, como: produção de água, qualidade dos solos, aumento do escoamento superficial, perdas de solo e produção de sedimentos. Os resultados mostraram grandes mudanças no uso e cobertura da terra entre 2001 e 2020 e os principais locais onde ocorreram queimadas no período analisado. O estudo mostrou ainda que as áreas desmatadas vêm aumentando nas últimas décadas. Os resultados mostraram ainda que no período estudado, a precipitação apresentou uma diminuição, enquanto a temperatura da superfície se caracterizou pelo aumento dos valores. Pode-se concluir que as áreas de proteção indígenas vêm sofrendo com ações antrópicas e o bioma Amazonia vem perdendo uma considerável área de floresta entre 2001 e 2020.
  • JOSYVERTON GOMES FERREIRA
  • VIGAS COMPOSTAS FEITAS DE AÇO FORMADO A FRIO USANDO CONEXÕES POR ADERÊNCIA
  • Data: 30/09/2021
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • As estruturas mistas pré-moldadas, principalmente as de aço e concreto, têm ganhado destaque, pois buscam soluções mais racionalizadas para construção civil, apresentando vantagens como redução do desperdício de materiais, redução do tempo de execução e melhor controle de qualidade das construções. No entanto, para garantir uma transferência eficiente de esforços entre os materiais, é necessária uma conexão eficaz, capaz de gerar um alto grau de interação. Assim, este trabalho foi dividido em 3 etapas a fim de estudar novos arranjos de ligação por aderência em vigas mistas de aço e concreto constituídas por perfil formado a frio utilizando lajes pré-moldadas. A primeira etapa consistiu na realização de uma revisão sistemática com o objetivo de estudar quantitativamente e qualitativamente os principais parâmetros de estruturas compostas que utilizaram perfil formado a frio, a fim de avaliar qual conexão foi mais eficaz na transferência de esforços. Na segunda etapa, a partir de ensaios experimentais de flexão e ensaios dinâmicos, foram estudados dois arranjos distintos de ligação de aderência utilizando chapa xadrez e um terceiro modelo com um conector liso, com o objetivo de comparar e identificar a real contribuição das ranhuras da chapa xadrez. Além disso, modelos numéricos foram criados para calibrar as interfaces propostas nos testes experimentais, a fim de validar e permitir uma melhor avaliação do comportamento mecânico das interfaces. Por fim, observou-se que os arranjos com ligação de aderência apresentaram desempenho suficiente para garantir a eficácia da ligação entre a laje e o perfil de aço, sendo que as ranhuras participaram significativamente dessa contribuição.
  • JOSÉ AUGUSTO GOMES NETO
  • DESEMPENHO ESTRUTURAL E TÉRMICO DE PAINÉIS MODULARES INTERTRAVADOS DE MATRIZ CIMENTÍCIA COM REFORÇO ESTRUTURAL DE BAMBUSA VULGARIS
  • Data: 30/09/2021
  • Hora: 13:00
  • Mostrar Resumo
  • O processo de industrialização utilizado na produção de materiais de construção como o cimento e o aço, por exemplo, por serem grandes consumidores de energia e geradores de poluentes, afeta o meio ambiente e a vida das pessoas, tanto na zona rural como nos grandes centros urbanos. Como consequência desse processo, está-se voltando a estudar o uso da terra crua, do bambu e das fibras naturais, materiais disponíveis nas regiões tropicais, inclusive no Brasil. O bambu tem grande potencial a ser explorado na construção civil, contribuindo para a arquitetura sustentável. Entre suas vantagens está o fato de ser renovável, usar a energia solar para crescer, absorver CO2 em vez de liberá-lo para a atmosfera e crescer mais rapidamente que a madeira. Um dos principais objetivos dessa pesquisa foi viabilizar o uso do bambu como material de construção, aplicando-o como reforço estrutural em painéis modulares pré-moldados de matriz cimentícia com adição de partículas de bambu. Esse painel apresenta grande capacidade de carga podendo ter uso estrutural na construção de habitações urbanas ou rurais. O painel de 40 cm x 240 cm e 12 cm de espessura, consta de 4 colmos de bambu paralelos, imersos em uma matriz cimentícia com 45% de partículas de bambu triturado. Foram moldados painéis em laboratório e realizados ensaios de desempenho estrutural e térmico. Foram desenvolvidas formas metálicas com as laterais pensadas de maneira a permitir o encaixe longitudinal dos painéis entre si. Mostra-se o processo de produção das partículas de bambu e o proporcionamento das misturas com o Cimento Portland. Foram realizados nos painéis os ensaios de corpo duro, corpo mole, carga suspensa, resistência à compressão e resistência à flexão. Também foi estudado o desempenho térmico em câmara de ensaio apropriada para isso. Os resultados indicam que o painel proposto apresentou comportamento adequado em todos os testes realizados, e mostram que é possível desenvolver projetos arquitetônicos com seu emprego, atendendo aos requisitos mínimos de desempenho nas edificações.
  • AMANDA GONDIM CABRAL QUIRINO
  • INVESTIGAÇÃO DO PROCESSO FENTON HETEROGÊNEO NO TRATAMENTO DE LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO
  • Data: 28/09/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • Os lixiviados são efluentes de elevada complexidade resultantes da combinação entre a degradação dos resíduos e o ciclo da água em um aterro sanitário. O processo Fenton heterogêneo é um tipo de Processo Oxidativo Avançado (POA) caracterizado por utilizar peróxido de hidrogênio (H2O2) e catalisadores sólidos contendo ferro para gerar radicais hidroxila. O objetivo do trabalho consistiu em investigar o processo Fenton heterogêneo (Ni0,5Zn0,5Fe2O4/H2O2) no tratamento do lixiviado do Aterro Sanitário Metropolitano de João Pessoa (ASMJP). Para isso, inicialmente, foi conduzido um estudo bibliométrico e sistemático sobre a aplicação dos processos Fenton heterogêneos no tratamento de lixiviados de aterros sanitários, considerando-se o período de publicação de 2015-2020, de acordo com a metodologia ProKnow-C (Knowledge Development Process – Constructivist). As investigações práticas foram conduzidas segundo um Delineamento Composto Central Rotacional (DCCR) associado a Metodologia de Superfície de Resposta (MSR). As variáveis de entrada adotadas foram o pH (2,98 a 8,02), a concentração de catalisador (0,66 a 2,34 g/L) e o fator de H2O2 (0,33 a 1,17), onde [H2O2] = fator de H2O2 x 2,125 x DQO lixiviado bruto. A variável resposta para mensurar a eficiência do tratamento foi a descoloração do lixiviado bruto. Como resultado, foi gerado um modelo matemático com R2 de 0,9597 e a MSR possibilitou a determinação do ponto ótimo (pH: 8,02, concentração de catalisador: 0,66 g/L, fator de H2O2: 1,1450) para descoloração, que correspondeu a uma eficiência de 89,7%. O modelo gerado pela regressão dos dados experimentais foi validado experimentalmente na condição otimizada, em triplicata, e o mesmo apresentou ajuste satisfatório entre a resposta teórica e as obtidas experimentalmente. Ademais, na condição otimizada, foi investigada a resposta espectral do lixiviado ao Fenton heterogêneo e a processos isolados (apenas H2O2 ou Ni0,5Zn0,5Fe2O4), onde verificou-se que houve remoção dos picos das absorbâncias de compostos aromáticos simples (228,254 e 284 nm) e conjugados (310 nm), como também a redução da área espectral integrada de 200 a 800 nm, tendo sido obedecida a ordem de eficiência: Ni0,5Zn0,5Fe2O4/H2O2 > H2O2 > Ni0,5Zn0,5Fe2O4, o que elucidou a efetividade do processo Fenton heterogêneo na descoloração de lixiviado de aterro sanitário e na remoção de compostos recalcitrantes presentes no lixiviado bruto.
  • BRUNO RAMALHO PINTO
  • DESEMPENHO TÉRMICO DE ALVENARIA DE ADOBE ATIVADO ALCALINAMENTE E REFORÇADO COM FIBRA DE SISAL
  • Data: 27/09/2021
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • A construção com adobes, uma técnica milenar, é uma das que produz menor impacto ambiental no Planeta Terra. Mas o uso "moderno" de adobes, ou construção de terra em geral, requer estabilização com cal ou cimento Portland para melhorar sua propriedade. Neste trabalho, apresenta-se outra possibilidade que é a estabilização da terra por um “ligante alcalino”, que também utiliza produtos químicos impactantes, mas em uma quantidade muito pequena apenas 2,2% do peso do solo e curado à sombra. Seu potencial já foi mostrado em trabalhos anteriores na UFPB, algumas composições em certos tipos de terra chegam a tornar o adobe resistente à ação da água, com apenas 1% do ligante alcalino em relação à massa da terra. Agora pretende-se melhorar ainda mais as propriedades dos blocos com a introdução de fibra de sisal, capazes de aumentar sua resistência à flexão e lhes dar ductilidade. A composição do ligante alcalino utilizada envolve metacaulim como precursor e silicato de sódio mais hidróxido de cálcio como ativadores. Foram obtidas as resistências mecânicas à compressão dos tijolos de adobe referência e alcalinamente ativados, com e sem a fibra de sisal. Como não existem informações sobre as propriedades térmicas desse produto, foi feito ensaio em paredes de 1,0 m x 1,0 m em câmara desenvolvida para tal, permitindo estudar o desempenho dos adobes não reforçados e reforçados com fibras de sisal. As mesmas paredes testadas termicamente foram ensaiadas à compressão para se obter seu comportamento estrutural e comparadas com a literatura. Os resultados mostraram que ativação alcalina tornou o adobe estável por 24 horas em água, houve diminuição no tempo de secagem para utilização e acréscimo de resistência a compressão. A fibra de sisal permitiu aumento na deformação, significativo para blocos e a parede sem perda de resistência; no âmbito térmico a presença de sisal diminuiu a temperatura na face fria da parede.
  • RAQUELINE CALDAS DO NASCIMENTO
  • MAPEAMENTO QUALI-QUANTITATIVO DO PROCESSO DE FOTOCATÁLISE HETEROGÊNEA: UMA ANÁLISE DO FOTOTRATAMENTO DE ANTIBIÓTICOS, ANTIHIPERTENSIVOS E ANTI-INLFAMATÓRIOS (AINE’s)/ANALGÉSICOS
  • Orientador : ELISANGELA MARIA RODRIGUES ROCHA
  • Data: 21/09/2021
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • A contaminação das águas por meio do lançamento de compostos orgânicos persistentes/recalcitrantes em matrizes aquáticas é um problema recorrente da sociedade. Um dos tratamentos utilizados é o processo de fotocatálise heterogênea, que é capaz de destruir e mineralizar diversos tipos de contaminantes persistentes no meio. Com isso, o objetivo desta pesquisa foi realizar um mapeamento quali-quantitativo das produções cientificas a cerca da fotocatálise heterogênea aplicada ao tratamento de fármacos, a partir da revisão sistemática e bibliométrica do portfólio bruto e bibliográfico final, seguida de uma análise sistêmica a respeito das lacunas e tendências futuras sobre o tema, utilizando o método construtivista PROKNOW-C. Os artigos foram localizados em duas bases de dados, Scopus e WoS, por meio de dois eixos norteadores que geraram a string de busca ("emerging pollutants" OR "emerging contaminants" OR pharmaceuticals OR caffeine) AND (photocatalysis OR “photocatalytic degradation”), no período de 2010 a 2020. O total de artigos encontrados foi de 3.498. No cenário internacional observou-se que a China, os Estados Unidos e a Espanha constituem os países que mais publicam sobre essa temática, sendo que o Brasil ocupa a 8º posição no ranking. O periódico que mais se destacou é o Chemical Engineering Journal, com a área de Ciências Ambientais concentrando a maioria das publicações no mundo, seguida da área de química e engenharias. Também foi possível identificar que os principais autores que constituíram o portfólio bruto foram Faria, J.L., Dionysiou, D.D., e Silva A.M.T. Já o Portfólio Bibliográfico Final obtido após a seleção foi composto de 40 artigos alinhados ao objetivo desta pesquisa, para os quais foram escolhidas 4 lentes norteadoras para a análise dos dados obtidos em seus experimentos. O estudo de metanálise incluiu quatro trabalhos e os resultados confirmaram a constatação de que a utilização do TiO2 aliado a outros compostos em diversas formas mostrou uma notável eficiência na degradação dos fármacos estudados em mais de 80%. Entre as lacunas estudadas destacaram-se: (1) o número limitado de estudos das interações das variáveis de entrada; (2) o grande número de experimentos realizados em efluentes sintéticos e com concentrações de fármacos fora da realidade dos efluentes reais; (3) a falta de estudos sobre os coeficientes de biodegradabilidade, de forma a constatar a viabilidade de sistema combinado de tratamento biológico e fotoquímico; (4) a inexistência de resultados relativos à análise de custos do processo de fotocatálise heterogênea aplicada ao tratamento de fármacos; (5) o pouco emprego de novos tipos catalisadores estáveis e pouco investigados para sintetização e uso no tratamento de fármacos a partir de resíduos alternativos e sustentáveis.
  • SUÊNIO ANDERSON FELICIANO DA SILVA ALVES
  • POTENCIAL PARA APLICAÇÃO DA RECARGA GERENCIADA DE AQUÍFERO NA BACIA DO RIO GRAMAME E PARTE DO BAIXO CURSO DO RIO PARAÍBA
  • Data: 20/09/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • As mudanças climáticas e o aumento da demanda de água têm levado à superexploração das águas subterrâneas em várias localidades do planeta. O descompasso entre a disponibilidade e a demanda desse recurso tem levado planejadores e comunidade técnico-científica a buscar estratégias para aumentar a segurança hídrica em bacias hidrográficas que sofrem com o déficit hídrico. Assim, a Recarga Gerenciada de Aquíferos (RGA) representa uma alternativa viável de engenharia que pode conferir uma maior resiliência à seca com a recarga intencional de água para uso futuro. Nesse sentido, esse estudo teve como objetivo encontrar áreas com potencial para RGA com águas de rios e de efluentes domésticos tratados na bacia hidrográfica do rio Gramame e parte do baixo curso do rio Paraíba (BRG-BRP) a partir de uma análise de decisão multicritério em Sistema de Informação Geográfica (SIG). Utilizou-se a abordagem de tomada de decisão de grupo AHP (Processo de Análise Hierárquica) com cinco especialistas locais para gerar os pesos de um conjunto de critérios e, consequentemente, usá-los mediante uma combinação linear ponderada (CLP) em SIG para encontrar essas áreas. Realizou-se a análise de sensibilidade do peso dos critérios no modelo espacial, para verificar quais critérios influenciavam no mapeamento de adequação e para observar a robustez das áreas de classe muito alta sugeridas pelo modelo. O modelo multicritério espacial para RGA com águas de rios na BRG-BRP sugeriu que 7,39% (76,26 km2) são de classe de adequação muito alta, 44,15% (455,63 km2) alta, 15,45% (159,44 km2) moderada e 1,04% (10,73 km2) baixa. O mapeamento de adequação para RGA com águas de efluentes domésticos tratados das cinco Estações de Tratamento de Efluentes (ETE) mostrou uma área de classe de adequação muito alta e alta de, respectivamente, 1,30% (13,43 km2) e 3,64% (37,61 km2) para ETE1 - Mangabeira, 0,003% (35.100 m2) e 1,90% (19,62 km2) para ETE2 - Pedras de Fogo, 0,003% (36.000 m2) e 0,53% (0,55 km2) para ETE3 - Roger, 0,001% (13.500 m2) e 1,05% (10,88 km2) para ETE5 - Santa Rita e, 6,40% (66,12 km2) classificada como alta para ETE4 -Odilândia. As áreas classificadas com adequação muito alta estão situadas em geral ao leste da BRG-BRP, onde estão presentes os depósitos aluvionais. Áreas consideradas de classe de adequação alta e muito alta também ocorrem sobre a Formação Barreiras, situadas em terrenos agrícolas que são ideais para RGA. Os critérios como distância dos rios (RGA com águas de rios) e distância da planta de tratamento (RGA com efluente tratado) se mostraram sensíveis às mudanças de pesos nos modelos, sendo o menos sensível o uso e cobertura do solo nos dois modelos espaciais. A análise de sensibilidade feita também permitiu observar as áreas incertas e mais robustos a depender do peso de decisão do critério. Os resultados apresentados neste estudo são promissores para implementação de esquemas de RGA por método difuso como bacias de infiltração usando águas de rios e/ou efluente tratado. Os mapas de adequação gerados podem ser uma ferramenta útil para tomada de decisão. Na prática, eles podem compor o plano de gestão de águas e ser utilizados como uma diretriz de política para melhorar a gestão das águas na BRG-BRP que é marcada pelo déficit hídrico.
  • MARCELA ANTUNES MEIRA
  • Quality Control Procedures for Sub-Hourly Rainfall Data: An Investigation in Different Spatio-Temporal Scale
  • Data: 26/07/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A intensidade dos eventos extremos de precipitação vem crescendo a cada ano. Esses eventos têm grande contribuição sobre desastres naturais em áreas urbanas, como enchentes, deslizamentos de terra e erosão excessiva, o que leva a danos sociais, econômicos e ambientais. Os dados sub-horários de precipitação um papel crítico na avaliação de tais desastres; no entanto, as redes de monitoramento nos países em desenvolvimento ainda carecem de dados de alta qualidade. Portanto, este estudo tem como objetivo apresentar um novo procedimento de controle de qualidade para dados sub-horários de precipitação no Brasil, analisando 6 anos (2014-2019) de dados na escala sub-horária (10min) da rede de monitoramento do CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais). O método proposto é feito separadamente a cada ano. O procedimento é composto por uma série de testes. As estações são primeiramente consideradas de forma independente, passando por procedimentos para avaliar possíveis erros de medição através dos seus dados. Posteriormente os medidores são analisados em conjunção com seus vizinhos mais próximos para comparar realizar uma análise espacial e detecção de outliers, através do indicador espacial Índice Local de Moran (ILM). Os dados de entrada para este procedimento final são as propriedades de cada pluviógrafo, calculadas com base em eventos separados pelo critério MIT (Tempo mínimo entre eventos), bem como suas medições, e a saída é uma lista de pluviômetros de alta qualidade para o Brasil a cada ano. O desempenho do procedimento é analisado considerando os resultados do ILM, por meio de uma Matriz de Confusão, em que o conjunto de “valor verdadeiro” foi obtido por inspeção visual do conjunto de dados CEMADEN.
  • MONALIZA ARAUJO PARNAIBA
  • Análise espaço-temporal das precipitações máximas diárias anuais no Estado da Paraíba
  • Orientador : CRISTIANO DAS NEVES ALMEIDA
  • Data: 29/06/2021
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O propósito desse estudo foi analisar o comportamento espaço-temporal da série de precipitações máximas diárias anuais no Estado da Paraíba utilizando dados observados para o período de 1962 a 2017. Além de analisar a série mais longa (1962 – 2017), foram definidos dois intervalos temporais de 30 anos de dados pluviométricos (1962 – 1991) e (1988 – 2017) para estudar seus comportamentos. A pesquisa consistiu de cinco etapas foram elas: seleção dos postos pluviométricos, estimativa das precipitações máximas diárias anuais para vários períodos de retorno (e.g., 2, 5, 10, 20, 50 e 100 anos) utilizando a distribuição de probabilidade de Gumbel, aplicação do teste de aderência Kolmogomoff - Smirnoff (KS), espacialização das precipitações máximas diárias anuais utilizando o software ArcGis Pro com aplicação do algoritmo de interpolação chamado Krigagem e utilização da técnica de agrupamento para identificação de zonas pluviométricas homogêneas através do algoritmo k-means. Como resultados, tem-se que as precipitações máximas diárias anuais estimadas pela função de probabilidade de Gumbel aderiram bem a distribuição de probabilidade ao nível de significância de 5%. Após a espacialização dos dados, pode-se inferir que os maiores valores de precipitações máximas diárias anuais se encontram na mesorregião do Sertão Paraibano, o que confronta o senso comum, porém esse resultado é justificado pelo mapa da precipitação média anual do estado. E por último, a técnica de agrupamento foi eficaz na caracterização de regiões pluviometricamente homogêneas, pois apresentou similaridade do volume pluvial da Paraíba e pode-se inferir que a cota altimétrica influenciou em algumas formações dos grupos. Além disso, a variabilidade da precipitação pluvial na Paraíba foi menor no Litoral e Brejo e maior no Sertão em se tratando da série longa de dados. Já na subsérie de 1962 a 1991, os postos pluviométricos pertencentes a mesorregião do Sertão paraibano possuíra o menor desvio padrão em relação a região metropolitana do Vale do Piancó. Este último cenário também foi mostrado na subsérie de 1988 a 2017, onde os postos pluviométricos pertencente ao Sertão, possuiu o menor desvio padrão em relação aos postos pertencentes a região metropolitana. Logo, a abertura de intervalos temporais dentro da série longa foi de suma importância para verificar tendências e realizar inferências.
  • DÁRIO MACEDO LIMA
  • ABORDAGENS DISTRIBUÍDAS PARA SIMULAÇÃO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL BASEADAS NO MODELO DIGITAL DE ELEVAÇÃO
  • Data: 06/05/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O Hidropixel é um modelo chuva-vazão distribuído relativamente simples, utilizado para estimar o hidrograma do escoamento superficial em eventos de precipitação. No Hidropixel, o tempo de viagem do escoamento até o exutório é determinado para cada pixel do Modelo Digital de Elevação (MDE) que pertence à bacia. Em seguida, a chuva excedente é estimada em cada um desses pixels com base no método SCS-CN. O hidrograma final para toda a bacia é a superposição dos hidrogramas gerados por cada pixel. Neste trabalho foram desenolvidos dois métodos com o objetivo de incrementar o modelo: Hidropixel – TUH+ e Hidropixel – DLR. No primeiro deles, um hidrograma unitário triangular é estimado para cada pixel, assim como a versão original, mas é transladado até o exutório de acordo com o tempo de viagem do pixel avaliado. No segundo método, a vazão gerada por um bloco de chuva excedente é transladada até o exutório com base no tempo de viagem do pixel e o hidrograma final do pixel é atenuado por um reservatório linear hipotético presente em cada pixel da bacia, de forma a considerar os efeitos do armazenamento temporário da água. Para avaliar os métodos, foi utilizada como área de estudo a Bacia Hidrográfica do Alto Medway (250 km²), localizada no sudeste da Inglaterra. Os resultados mostraram que os dois métodos melhoraram substancialmente as estimativas de vazão obtidas com o Hidropixel. O Hidropixel – DLR apresentou um bom desempenho na maioria dos eventos (coeficiente de Nash-Sutcliffe médio igual a 0,93) e obteve uma boa performance nas estimativas de vazão de pico e tempo de pico. O Hidropixel – TUH+ também apresentou um bom desempenho (coeficiente de Nash-Sutcliffe médio igual a 0,84), mas ainda assim teve uma performance pior em relação ao Hidropixel – DLR, subestimando as vazões de pico e adiando a ocorrência dessas vazões máximas.
  • CINTHIA MARIA DE ABREU CLAUDINO
  • Estimativa do rendimento específico e quantificação da recarga subterrânea em aquífero sedimentar não confinado da região litorânea do Nordeste do Brasil por método do balanço hídrico e flutuação do lençol freático
  • Data: 31/03/2021
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O conhecimento da recarga das águas subterrâneas é necessário para um melhor gerenciamento desse recurso, mas ainda é um grande desafio. Um dos métodos mais utilizados para a estimativa da recarga subterrânea é o Water Table Fluctuation (WTF), que necessita o conhecimento do rendimento específico (Sy) do aquífero para a sua aplicação. O Sy é um parâmetro muito difícil de ser obtido devido a sua alta variabilidade espacial. Diante disso, esta pesquisa busca quantificar a recarga subterrânea de um aquífero sedimentar não-confinado na região costeira do Nordeste do Brasil utilizando valores de Sy estimados espacialmente. Para isso, foram aplicados o método do balanço hídrico e o método WTF para estimar espacialmente os valores do Sy e da recarga subterrânea. A aplicação dessas metodologias foi feita para a bacia hidrográfica do rio Gramame e o baixo curso do rio Paraíba considerando dados de flutuação do nível estático de 27 poços para três anos hidrológicos (2015-2018). Por meio dos processamentos realizados foi possível obter os resultados dos parâmetros que compõem as estimativas, de modo que a demanda média foi de 4426,60 mm, o fluxo de retorno foi de 101,54 mm, o fluxo de base foi de 533,82 mm, as variações dos níveis de água foram de 2,14 m (∆h) e 65,54 m (∆h_dry), e o fluxo de entrada e saída foi considerado insignificante com base no método de degradação da resolução espacial. Assim, foi possível estimar um valor global de Sy de 0,131 e de recarga de 180,22 mm, o que corresponde a 12,37% do valor de precipitação para o período estudado. Com isso, essa pesquisa gera dados importantes e necessários para busca de uma estimativa do Sy e da recarga subterrânea com maior precisão, considerando as suas variações espaciais.
  • CASSIO LEMOS DUTRA MARCAL
  • Influência da fonte de dados na elaboração de curvas Cota-Área-Volume a partir de Modelos Digitais de Elevação
  • Orientador : ADRIANO ROLIM DA PAZ
  • Data: 29/03/2021
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Os reservatórios de água são essenciais para a sociedade moderna e o bom gerenciamento dessa água necessita de informações básicas como a curva cota-área-volume (CAV), e essa informação é gerada através de levantamentos topográficos ou varreduras batimétricas. Esse tipo de levantamento é relativamente caro o que deixa a maioria dos pequenos e médios reservatórios sem essa informação importante. Com o sensoriamento remoto diferentes tipos de Modelos Digitais de Elevação (MDE) foram disponibilizados e com eles é possível estimar curvas CAV. Este trabalho propôs analisar as influências de diferentes MDEs para a estimativa de curvas CAV comparando as estimativas com dados LiDAR e batimetrias disponibilizadas para esta pesquisa. Os MDEs utilizados nesta pesquisa foram o TanDEM-X (TAND - 90m), Bare Earth SRTM (BEST – 90m), MERIT DEM (MERIT 90m), ALOS WORLD 3D (AW3D 30m), ASTER (30m) e SRTM (30m) e suas estimativas foram comparadas com estimativas geradas a partir de Modelo Digital do Terro (MDT) LiDAR. Foram simulados 39 reservatórios com diferentes alturas de barragens (5m, 7m, 10m e 15m) distribuídos pelo estado de Pernambuco e mais 12 reservatórios reais com batimetria disponível. Os resultados mostraram que o TAND sistematicamente possui valores de elevação menores que os outros 5 MDEs quando comparados com os dados LiDAR. Na geração dos perfis topográficos o TAND representou bem a variação da curva de referência, mas sempre com valores menores, enquanto o SRTM, BEST e MERIT tiveram valores sempre próximos, com esses dois últimos apresentando valores de elevação um pouco menores em alguns pontos, provavelmente pelo processo de remoção do efeito da vegetação. O AW3D também representou bem os perfis topográficos. Para a representação da área alagada máxima, os melhores MDEs foram o AW3D, BEST e MERIT que tiveram os melhores resultados de interseção e pequenos erros de comissão e omissão. Observou-se que o TAND é levemente deslocado para a esquerda o que pode ter piorado as suas métricas nesse quesito. A comparação das curvas CAV geradas pelo MDE e comparadas com os dados LiDAR mostrou que nem sempre um único MDE apresenta os melhores resultados inviabilizando a indicação de um único MDE para analisar esta métrica, no entanto, o AW3D apresentou os menores erros com estimativas entre 0 e 20% maiores de volume para 50% dos reservatórios analisados com altura da barragem de 15m. Em geral quanto maior a altura da barragem melhores são as métricas, isso acontece porque para áreas maiores os erros e acertos são mais compensados. Na análise dos reservatórios reais apenas 4 dos 12 reservatórios tiveram boa representação na curva CAV o que pode indicar inconsistências na aquisição das informações batimétricas ou inclusão de áreas alagadas a mais pelo nível de detalhamento do LiDAR.
  • RAYANNE MARIA GALDINO SILVA
  • PROPOSIÇÃO DE INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE PARA ANÁLISE DO GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELETROELETRÔNICOS (REEE)
  • Data: 26/03/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A intensa geração de Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos (REEE), acelerada nos últimos anos, tornou-se um desafio para a sustentabilidade, uma vez que produz inúmeros impactos de ordem ambiental, social e econômica. No entanto, através de um gerenciamento adequado, com tratamento e disposição final adequados, os riscos à saúde humana e ao meio ambiente são minimizados significativamente. Neste sentido, o uso de indicadores tem mostrado grande utilidade na avaliação e no acompanhamento das metas a serem atingidas no gerenciamento dos REEE nos municípios. O objetivo dessa pesquisa é o desenvolvimento de indicadores de sustentabilidade para avaliação do sistema de gerenciamento de REEE em municípios brasileiros. Para isso, utilizou-se do Método Delphi para validação de um conjunto de indicadores, selecionados da literatura, adaptados e criados, propondo um modelo de relatório que dispõe dos dados necessários ao cálculo dos indicadores propostos. Inicialmente obteve-se uma matriz composta por 31 indicadores que após realização de duas rodadas do referido método, resultou um total de 22 indicadores separados em cinco dimensões da sustentabilidade: Política/Institucional, Conhecimento/Cobertura, Econômica, Social e Ambiental. Na matriz final contém o nome do indicador, sua forma de mensuração, seus descritores e suas respectivas notas atribuídas. Além disso, foi analisada a disponibilidade de dados necessários à alimentação dos indicadores segundo a opinião dos especialistas. A partir da aplicação da Matriz gerada em municípios, espera-se obter um diagnóstico da sustentabilidade do gerenciamento dos REEE, podendo ser utilizado como instrumento de política de saneamento ambiental, por parte do Poder Público e, no subsídio para implantação de medidas que promovam o progresso no manejo desses resíduos.
  • MATHEUS VIEIRA CARVALHO
  • Análise econômica das opções de biometanização, compostagem e reciclagem para tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos no Brasil
  • Data: 25/03/2021
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Esta Dissertação de Mestrado se propôs a analisar economicamente as opções de biometanização e compostagem para tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) putrescíveis gerados em todo o Brasil e a opção da reciclagem para reaproveitamento de outros RSU produzidos em nosso território nacional. Para o desenvolvimento deste trabalho acadêmico, primeiramente, angariou-se os dados da ABRELPE sobre a situação dos RSU no Brasil, realizando, em seguida, projeções futuras dos parâmetros alusivos aos RSU pelo método da regressão linear. Logo após, estimou-se um valor médio de taxas de juros e inflação para anos futuros de nosso país, além de se encontrar uma composição gravimétrica média dos RSU produzidos no Brasil. Ainda na metodologia, buscou-se calcular os estimadores dos processos de tratamento de RSU por tonelada de resíduo, utilizando-se novamente do método da regressão linear, a fim de usá-los durante o procedimento das análises econômicas, que foram realizadas para os cenários de 5, 10, 15 e 20 anos de tempo de vida útil de projeto. Como resultado, ao longo de 20 anos de tempo de vida útil, encontrou-se a necessidade de se aplicar R$ 276,966 bilhões em recursos para coleta total de RSU e para os demais serviços de limpeza urbana, em Valor Presente (VP) para o ano de 2022. Para os processos de tratamento de RSU putrescíveis, calculou-se que o Brasil teria um potencial de arrecadar recursos, em Valor Presente Líquido (VPL) para o ano de 2022, da ordem de R$ 65,442 bilhões com a biometanização e R$ 28,318 bilhões com a compostagem, para 20 anos de tempo de vida útil de projeto. Já para a reciclagem, apontou-se que, para os tempos de vida útil de 5 e 10 anos, os RSU das subcategorias de ‘Plástico Rígido / Duro’, ‘Plástico Maleável / Mole’, ‘Papel’ e ‘Alumínio’ têm exploração economicamente viável; enquanto que, para os tempos de 15 e 20 anos de vida útil de projeto, há a inclusão da subcategoria ‘Papelão’ na lista de RSU com viabilidade econômica para a reciclagem.
  • GRACIELLE FERREIRA DE SOUZA
  • IMPACTO DA TENSÃO TRATIVA ADOTADA NO DIMENSIONAMENTO SOBRE OS CUSTOS CONSTRUTIVOS DA REDE COLETORA DE ESGOTO SANITÁRIO
  • Data: 24/03/2021
  • Hora: 13:30
  • Mostrar Resumo
  • No Brasil, existe um déficit nos serviços de coleta e tratamento de esgotos e para que ocorra a universalização dos sistemas de esgotamento sanitário, fazem-se imprescindíveis investimentos em infraestrutura. No entanto, um dos principais obstáculos para expansão do sistema de esgotamento sanitário no país é o alto custo da implantação da rede coletora de esgoto. Um parâmetro de projeto que pode influenciar nos custos da rede coletora de esgotos é a tensão trativa. Nesse sentido, esta pesquisa objetiva analisar os efeitos da adoção de valores mínimos de tensão trativa para o dimensionamento de rede coletora de esgoto sanitário sobre os custos associados para variados cenários topográficos. Para efeito de estudo, com o auxílio do software CEsg, foi realizado o dimensionamento de 50 cenários, com traçados idênticos da rede coletora e com diferentes configurações de topografia e tensão trativa mínima adotada no dimensionamento. Os resultados indicaram que o diâmetro dos coletores se manteve constantes com a variação da tensão trativa, atingindo o valor mínimo de 150 mm e que não existe diferença de custo entre as tensões trativas 0,6 e 1,0 Pa para todos os cenários estudados. Verificou-se que a partir da tensão trativa de 1,0 Pa, o custo apresentou crescimento com o aumento da tensão trativa adotada em projeto, sendo que para as topografias com relevo mais ondulado, ocorre aumento de custo irrisório. De uma forma geral, constatou-se que quanto menos inclinado o terreno, maior é o custo de implantação da rede coletora de esgoto.
  • AMANDA FARIAS BAPTISTA
  • APLICAÇÃO DE MODELO NRCS-CN MODIFICADO DISTRIBUÍDO INCORPORANDO DADOS DE UMIDADE DO SOLO NA BACIA HIDROGRÁFICA EXPERIMENTAL DO RIACHO GUARAÍRA
  • Orientador : CRISTIANO DAS NEVES ALMEIDA
  • Data: 24/03/2021
  • Hora: 08:30
  • Mostrar Resumo
  • A estimativa da relação chuva-vazão é uma das importantes bases para estudos hidrológicos. O modelo NRCS é um dos mais difundidos na literatura para o cálculo do escoamento superficial de bacias hidrográficas em resposta a chuvas, por ser simples e utilizar poucos parâmetros de entrada. Todavia, algumas simplificações como a fixação do coeficiente de abstração inicial igual a 0,20 e o conceito da umidade antecedente medido pelo volume de chuva dos 5 dias anteriores, podem acarretar graves inconsistências. Nesse contexto, muitos pesquisadores têm tentado contornar essas limitações, seja através de fórmulas adaptadas do NRCS ou da calibração dos parâmetros de entrada. No presente trabalho, parte da Bacia Experimental do Riacho Guaraíra (2,77 km²) foi tomada como estudo de caso. Foram utilizados dados de umidade do solo e nível estático de água subterrânea como critério para classificar a umidade antecedente do solo, sendo simulados 49 eventos observados de chuva e vazão nos anos de 2014 a 2018. Assim como foram simulados eventos em abordagem concentrada e distribuída pixel a pixel (HIDROPIXEL). Os resultados demonstraram melhores ajustes para o modelo HIDROPIXEL, com valores de coeficiente de abstração inicial abaixo de 0,20. A calibração dos coeficientes de abstração inicial se deu a partir de três parâmetros dos dados observados: o volume da precipitação excedente, a vazão de pico e o tempo de pico. Entretanto, não houve um único valor do coeficiente de abstração inicial que atendesse a todos os eventos chuva-vazão adequadamente, pois as perdas iniciais dependem de fatores físicos do ambiente, sendo a umidade do solo um dos mais relevantes. Os dados de umidade do solo e nível estático da água subterrânea foram mais coerentes que a precipitação dos cinco dias anteriores na representação da condição de umidade antecedente do solo. Então, foi proposta uma nova classificação, a qual foi confrontada com o critério tradicional que leva em consideração a precipitação dos cinco dias anteriores, mostrando-se uma aplicação robusta.
  • ANA CECÍLIA NOVAES DE SÁ
  • Proposta de Indicadores de Sustentabilidade para Avaliação da Coleta Seletiva de João Pessoa-PB
  • Data: 23/03/2021
  • Hora: 14:30
  • Mostrar Resumo
  • Os indicadores de sustentabilidade são ferramentas promissoras para a avaliação e monitoramento de um sistema, sendo capazes de fornecer informações que possibilitam a identificação dos avanços e retrocessos no viés sustentável. O presente estudo buscou analisar o desempenho do programa de coleta seletiva do município de João Pessoa-PB, por meio de indicadores de sustentabilidade. 28 indicadores foram previamente selecionados na etapa de revisão bibliográfica, e 4 indicadores foram construídos, totalizando 32 ferramentas que foram agrupadas por dimensões (Política/Institucional, Econômica, Social, Ambiental, Saúde e Segurança do Catador e Desastres, Epidemias e Pandemias) em uma matriz preliminar que seguiu para validação pelo Método Delphi. Duas rodadas Delphi foram estabelecidas com o intuito de reduzir incertezas e refinar os indicadores para o estudo. Os especialistas avaliaram o grau de importância dos indicadores por meio da escala Likert de 5 pontos e a concordância com as gradações estabelecidas para cada tendência a sustentabilidade. Após as rodadas, a matriz final foi aplicada ao programa de coleta seletiva de João Pessoa-PB, para determinar o grau de sustentabilidade (GS). A etapa de validação resultou em 25 indicadores finais, sendo 7 políticos/institucional, 3 econômicos, 3 sociais, 5 Ambientais, 2 da Saúde e Segurança do Catador e 5 da Dimensão Desastres, Epidemias e Pandemias. Os resultados indicam que a coleta seletiva do município é vulnerável no aspecto ambiental, social e econômico, e que as principais lacunas existentes estão relacionadas à problemas de ordem operacional, estrutural, organizacional e de percepção ambiental da população. O grau de sustentabilidade encontrado para o sistema foi de 3,4, apontando baixa sustentabilidade do programa. Pode-se concluir que apesar do progresso gradual da coleta seletiva de João Pessoa-PB, investimentos devem ser realizados para promover a sustentabilidade do sistema. Recomenda-se que os indicadores sejam utilizados continuamente pelos gestores como instrumento de monitoramento e controle dos principais fatores que afetam a eficiência do sistema.
  • JULIE EUGENIO DA SILVA FRANCISCO MEDEIROS
  • AVALIAÇÃO DE UM CONJUNTO DE ÍNDICES NA IDENTIFICAÇÃO DO RISCO DE OCORRÊNCIA DE DESERTIFICAÇÃO NA SUB-BACIA TAPEROÁ-PB
  • Data: 18/03/2021
  • Hora: 13:30
  • Mostrar Resumo
  • Encontrar uma metodologia que seja aplicável em várias regiões do mundo, de forma que haja condições de identificar áreas com propensão à desertificação, é um desafio que a comunidade científica vem encarando desde os anos 70. A desertificação é um fenômeno complexo que compreende uma grande extensão territorial e populacional, pois envolve problemas ambientais, sociais e econômicos. Indicadores que integram as atividades humanas, o meio ambiente e o clima, junto com a tecnologia do sensoriamento remoto, são uma alternativa para identificação da desertificação, pois podem ser aplicados de forma simples e não onerosa. Entre as metodologias abordadas na literatura, o Índice de Risco de Tendência à Desertificação (IRTD) que envolve um conjunto de índices espectrais de solo e vegetação, índices climático e de impacto humano se mostra prático, adaptável, de baixo custo e satisfatório. Outra abordagem que vem sendo estudada é a identificação de áreas degradadas através de análises multitemporais para fazer a Análise do Vetor de Mudanças (AVM), podendo indicar degradação. Neste contexto, esta tese se propõe a aplicar a AVM através dos índices Soil Adjusted Vegetation Index (SAVI) e Bare Soil Index (BSI) e avaliar os resultados quando aplicados, diferenciando período chuvoso e seco. Além disso, a proposta é examinar, validar e adaptar a metodologia do IRTD em uma região do semiárido brasileiro, na subbacia Taperoá, localizada no estado da Paraíba, com uma análise temporal compreendida entre os anos de 1995 e 2015. Para os dados espectrais, as imagens foram selecionadas para os anos de 1995, 1999, 2005 e 2015, levando em consideração a sazonalidade. Março, abril e maio compõem o período considerado chuvoso, enquanto setembro, outubro e novembro formam o período seco. As imagens correspondentes a cada mês do respectivo período tiveram remoção das chamadas contaminações por nuvens e foram mescladas de acordo com os respectivos períodos sazonais. Para a AVM, os melhores resultados foram obtidos quando aplicada no período chuvoso. O IRTD também foi testado de acordo com a sazonalidade e classificação de melhor intervalo de distribuição de classes, utilizando intervalo igual e quartil, além de considerar a variação do parâmetro L do SAVI (0,8, 0,9 e 1). Ademais, foram validados os resultados por dados coletados em campo (43 pontos em 5 campanhas realizadas de 2016 a 2019), incluindo a identificação e categorização do grau de desertificação por profissionais técnicos experientes. Foram realizadas análises comparativas pixel/ponto por índices de performance, identificando as áreas com tendencia, ou não, à desertificação segundo o levantamento de campo e segundo as estimativas deste trabalho. A aplicação do IRTD com distribuição de classes segundo intervalo quartil, no período seco, com parâmetro do SAVI igual a 1, apresentou melhor desempenho do que as outras variações do método. A estimativa de força motriz dos índices aplicados indicou que os parâmetros relacionados ao solo e vegetação foram determinantes quanto ao nível da classificação do risco de tendência à desertificação.
  • VANINE ELANE MENEZES DE FARIAS
  • AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DAS RESOLUÇÕES ESPACIAIS DE MDE NA ESTIMATIVA DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL DE BACIA HIDROGRÁFICA DO SEMIÁRIDO USANDO O MODELO SWAT+
  • Data: 05/03/2021
  • Hora: 14:30
  • Mostrar Resumo
  • O efeito que diferentes resoluções espaciais de Modelos Digitais de Elevação (MDE) têm sobre a simulação do escoamento superficial no modelo Soil and Water Assessment Tool+ (SWAT+) ainda são pouco conhecidas, sobretudo em ambiente semiárido. Este estudo tem como objetivo analisar a influência que diferentes resoluções espaciais de MDE (30 a 1500 m) e fontes de obtenção (SRTM, ALOS, ASTER) exercem sobre as previsões de vazão do modelo hidrológico, para a bacia hidrográfica do rio Taperoá, no estado da Paraíba. O SWAT+ é uma versão completamente revisada do modelo SWAT e vem sendo aplicado em diversos estudos hidrossedimentológicos de bacias hidrográficas, onde a topografia do terreno pode ter grande influência nas variáveis simuladas do modelo. Os resultados mostram que as resoluções espaciais do MDE influenciam na representação topográfica e na extração da rede de drenagem, onde quanto mais alta a resolução, mais delineados são seus contornos, maior o número de sub-bacias e de unidades de respostas hidrológicas. Quanto as fontes de MDE, todos apresentaram comportamento semelhante na discretização da bacia hidrográfica. É possível observar que as diferenças que as resoluções do MDE causam na discretização da bacia influenciam na simulação do escoamento superficial. O modelo apresentou resposta para cada evento de chuva que gerou escoamento e as resoluções influenciam principalmente nas vazões de pico. Para as simulações utilizando as resoluções mais altas, o modelo tende a superestimar a vazão e, para as resoluções mais baixas, a vazão de pico tende a ser subestimada. Os valores de R² são considerados bons e muito bons, variando de 0.89 a 0.75, a medida em que a resolução vai decrescendo. Os valores do NS foram insatisfatórios para as resoluções mais altas (30 a 500m), variando de 0.31 a 0.45, que apresentaram uma superestimação dos picos de vazão. Para os demais (800 e 1500 m), foi considerado satisfatório, variando de 0.5 a 0.52, que apresentaram um melhor ajuste do hidrograma. Quanto as fontes SRTM, ALOS e ASTER, as simulações apresentaram comportamento semelhante na estimativa da vazão, com hidrogramas parecidos e índices estatísticos aproximados, sendo o R² muito bom de 0.89 e um NS insatisfatório de 0.26 a 0.31.
  • MARIA INGRIDY LACERDA DINIZ
  • Compatibilização da Gerência de Sistemas de Infraestrutura: Importância e Necessidade de sua Aplicação em Cidades
  • Data: 01/03/2021
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A existência de redes de infraestrutura que integram o espaço urbano são essenciais para o fornecimento de um ambiente adequado para a sociedade. Para que a infraestrutura urbana possa cumprir com a sua finalidade é necessário haver a implantação de diversos sistemas de gestão para as redes que a compõem. Porém, em quase que sua totalidade, esses sistemas são geridos por órgãos ou empresas distintas, não havendo a integração da administração ocasionando adversidades indesejadas. O objetivo desta pesquisa foi analisar, a partir de um estudo de caso, a necessidade e a possibilidade da integração da gerência de quatro sistemas de infraestrutura urbana da cidade de João Pessoa – PB: o sistema de gerência de pavimentos, o sistema de distribuição de água, a rede de coleta de esgoto e o sistema de drenagem urbana, além de verificar como a condição de cada um dos sistemas influenciava no funcionamento dos demais. O estudo foi realizado a partir da análise de 67 trechos, cada um possuindo 80 metros de extensão, espalhados pelas quatro zonas da cidade com o intuito de alcançar uma amostra significativa. O levantamento da condição de cada sistema presente no trecho foi tabulado e posteriormente qualificado. A partir da qualificação foi possível elaborar planilhas com a condição de cada sistema, podendo evidenciar quando estes se enquadravam ou não nas condições ideais. A partir da análise dos resultados obtidos foi possível verificar que a qualificação concomitante dos quatro sistemas avaliados se mostrou muito útil perante a investigação sobre a influência da condição em que cada sistema se encontrava, e em relação a influência nos demais sistemas. Tal avaliação conjunta apresentou resultados positivos no que diz respeito a facilidade na gerencia, assim como o auxílio na futura tomada de decisões dos gestores responsáveis. Por fim, foi possível evidenciar os benefícios bem como a necessidade da gestão concomitante dos sistemas perante a realidade estudada.
  • IVANHOE SOARES BEZERRA
  • ANÁLISE DA VULNERABILIDADE AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE LUCENA NA ZONA COSTEIRA NORTE DO ESTADO DA PARAÍBA RELACIONADA ÀS MUDANÇAS NO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO E SEUS IMPACTOS NA EROSÃO E NO ARMAZENAMENTO DE CARBONO
  • Orientador : TARCISO CABRAL DA SILVA
  • Data: 25/02/2021
  • Hora: 13:30
  • Mostrar Resumo
  • O município de Lucena, na zona costeira Norte do estado da Paraíba, tem sido objeto de transformações do seu espaço geográfico nas últimas décadas, referentes ao intenso processo de desmatamento da Mata Atlântica (MA), para a implantação da agricultura e da urbanização. Este processo pode ser explicado com base na influência do processo de desenvolvimento ocorrido nas últimas décadas e, por outro lado, pela regulação relativa aos Instrumentos de Ordenamento Territorial (IOT) brasileiros. Os impactos derivados das transformações foram avaliados por meio das mudanças na capacidade de armazenamento de carbono e consequente contribuição para o aquecimento global, e na vulnerabilidade à perda de solo por processos erosivos. Nesse sentido, essa tese refere-se a uma pesquisa sobre a vulnerabilidade ambiental no município de Lucena, utilizando geotecnologias como sensoriamento remoto, Sistema de Informação Geográfica (SIG), modelos autômatos celulares e estatística descritiva e indutiva de variáveis influentes, utilizando levantamentos detalhados dos recursos naturais e de áreas antropizadas. Teve como objetivo investigar o grau dos impactos ambientais negativos no município, relativos aos fenômenos referidos, decorrentes da dinâmica do uso e ocupação do solo, considerando cenários pretéritos e futuros. Como resultados principais observou-se que 63,77% da área do território do município de Lucena foi modificado no período de 1972 a 2018, onde os IOT relacionados ao desenvolvimento agrícola foram os grandes responsáveis pela evolução das áreas para a exploração agrícola, principalmente no período de 1972 a 2005, e, de maneira indireta, pela expansão urbana do município. A análise preditiva realizada para os anos de 2030 e 2040 indicou uma tendência de crescimento da área urbana, destacando-se a ocupação ao longo da planície litorânea e na porção mais oriental do Tabuleiro Costeiro. Esta tendência deverá trazer como consequência a redução da capacidade de retenção por hectare do estoque total de carbono, estimando-se que até o ano de 2040 haverá uma redução de 37,65% do armazenamento referido ao ano de 2018. Contudo, até o ano de 2040 não deverá haver mudanças significativas dos níveis de vulnerabilidade à perda do solo em relação aos observados no ano de 2018, estimando-se a manutenção dos níveis de vulnerabilidade em 90% da área. Concluiu-se também que o município foi fortemente impactado pelo desmatamento da Mata Atlântica no período de 1972 a 2018 e cuja tendência até o ano de 2040 é de manutenção desse processo, mesmo que em ritmo mais lento, o que suscita a necessidade do desenvolvimento de políticas públicas para minimização das consequências ambientais.
2020
Descrição
  • WEBER GEOVANNI MENDES MACIEL
  • O MÉTODO DOS ELEMENTOS DE CONTORNO APLICADO ÀS TEORIAS DE PLACAS DE REISSNER, MINDLIN E REDDY
  • Data: 10/12/2020
  • Hora: 08:00
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho o Método dos Elementos de Contorno (MEC) é aplicado às teorias de deformação de placas por cisalhamento de primeira e terceira ordem. Em um primeiro momento a teoria de primeira ordem é discutida, onde uma formulação pura do MEC é proposta extendendo a aplicação do Método da Reciprocidade Múltipla (MRM) a placas espessas regidas pelas hipóteses de Reissner quando submetidas a cargas distribuídas polinomiais de alta ordem. Além disso, soluções fundamentais de alta ordem que são essenciais na técnica MRM são deduzidas recursivamente e de forma explícita para todas as ordens requeridas. Em um segundo momento uma formulação regular do MEC para placas por cisalhamento terceira ordem é proposta, onde as hipóteses de Reddy são levadas em conta. Além disso, as equações integrais e soluções fundamentais, em deslocamentos e esforços, são deduzidas assim como a descrição da formação do sistema algébrico do MEC para o problema utilizando elementos lineares e circulares. Exemplos numéricos de placas com geometria linear e circular são apresentados de modo a validar a implementação computacional realizada nas duas teorias de placas. Os resultados apresentados para diferentes casos de carregamento e condições de contorno validam a formulação do MEC apresentada para as teorias de placa de Reissner e de Reddy.
  • CICERO DE SOUZA NOGUEIRA NETO
  • Avaliação de Equações para Cálculo do Escoamento Uniforme em Canais Lisos e Rugosos
  • Data: 16/10/2020
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem como objetivo mostrar a avaliação realizada sobre o desempenho de equações explícitas, clássicas e contemporâneas, para o cálculo das vazões em canais de diferentes seções transversais para escoamento uniforme. Buscou-se também avaliar os melhores desempenhos das equações considerando os critérios de escoamento relativamente raso e profundo, hidraulicamente liso e rugoso e nos regimes subcrítico e supercrítico. Um grande conjunto de dados experimentais foi utilizado para as avaliações. A metodologia empregada consistiu em comparar as vazões calculadas com as medidas utilizando as formulações clássicas, baseadas na expressão de Chézy, que foram desenvolvidas no século XIX, por Ganguillet e Kutter, Manning e Bazin, e no século XX por Pimenta. Também foram avaliadas as equações desenvolvidas na década atual por Cheng e por Cabral da Silva, baseadas na correção do fator de atrito de Darcy-Weisbach e na teoria da turbulência de Prandtl. O desempenho de cada equação foi determinado por meio dos indicadores, frequência dos menores desvios, coeficientes angular e de determinação, e o Mean Absolute Relative Error (MARE). Os resultados apontaram que as equações mais recentes, de Cheng para canais retangulares lisos, e a de Cabral da Silva, para as demais seções transversais, foram as que produziram os melhores indicadores de desempenho, destacando-se os menores MAREs com médias iguais a 0,83% e 2,66%, respectivamente.
  • CAMILA DE MELLO SILVA
  • Otimização Multiobjetivo de Bacias de Detenção em Sistemas de Drenagem Urbana Utilizando Algoritmos Genéticos
  • Orientador : GUSTAVO BARBOSA LIMA DA SILVA
  • Data: 30/09/2020
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • A excessiva impermeabilização do solo, como consequência da urbanização, leva a um aumento substancial do escoamento superficial, que coloca grandes cidades sobre situações de frequente vulnerabilidade frente a ocorrência de inundações. Para lidar com esse problema, adaptações no sistema de drenagem urbana se fazem cada vez mais necessárias. Dentre essas alterações, a implantação de bacias de detenção se mostra uma solução eficiente ao armazenar temporariamente as águas pluviais e reduzir picos de vazão em áreas com ocupação já consolidada. Entretanto, propor um sistema de detenções que diminua o volume de inundação à medida que a solução seja a de menor custo financeiro envolve diferentes critérios e decisões complexas, muitas vezes inviável de ser obtida através de métodos tradicionais de tentativa e erro. Neste sentido, as técnicas de otimização, sendo mais especificamente as de otimização multiobjetivo, junto aos modelos de simulação hidrológica, surgem como uma ferramenta interessante na busca por soluções ótimas que atendam a múltiplos objetivos conflitantes. Com isso, o presente trabalho teve como objetivo testar a integração entre um algoritmo genético e o modelo de simulação hidrológica SWMM para otimizar a localização e as dimensões de um conjunto de bacias de detenção, visando minimizar simultaneamente o volume total de inundação (VTI) e o volume total de detenção (VTD), considerando que o volume de detenção refletirá nos custos envolvidos para implantação da estrutura de armazenamento. Para tanto, foram propostos 8 casos com o intuito de analisar a interferência de se incorporar diferentes restrições e variáveis de decisão, a fim de obter um modelo de otimização mais completo para auxiliar os tomadores de decisão. O modelo foi aplicado a uma área urbana localizada na cidade de Brasília e avaliado para três níveis de eficiência na redução do volume de inundação (30 %, 60 % e 90%). Os resultados indicaram que incorporar a variável correspondente a localização das detenções forneceu Frentes de Pareto com melhores soluções em termos de eficiência na redução das inundações. Também foi possível perceber que existem pontos chave para implantação das detenções, capazes de reduzir mais o VTI. Isso também foi percebido ao incorporar a restrição de uma vazão máxima de saída no exutório do sistema de drenagem, que impôs às soluções a necessidade de estruturas de armazenamento com diâmetros de saída menores em pontos mais à jusante da rede. De forma geral, o trabalho apresentou soluções ótimas consistentes que, ao serem avaliadas individualmente, mostraram vantagens na integração entre otimização e modelagem hidrológica.
  • LAIRANE COSTA DE OLIVEIRA
  • PREVISÃO DOS NÍVEIS DE ÁGUA SUBTERRÂNEA EM POÇOS DO AQUÍFERO OGALLALA UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS
  • Orientador : CELSO AUGUSTO GUIMARAES SANTOS
  • Data: 25/09/2020
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O Aquífero Ogallala, situado nos Estados Unidos da América, é o maior da América do Norte e serve como principal fonte de abastecimento de água agrícola e pública. Entretanto, devido a décadas de bombeamento para irrigação combinadas com recarga limitada, o Aquífero Ogallala vem enfrentando o declínio contínuo nos níveis de água subterrânea. A previsão dos níveis de água subterrânea surge como uma alternativa capaz de viabilizar um planejamento mais eficaz em relação ao uso dos recursos hídricos. Nesse sentido, as RNAs tem sido utilizadas por diversos autores para modelagem de águas subterrâneas. Diante do exposto, o presente estudo visa prever os níveis de água, em poços localizados na porção do Aquífero Ogallala contida no Texas, através da utilização de redes neurais artificiais. Para isso, foram obtidos dados de águas subterrâneas a partir da plataforma do Texas Water Development Board (TWDB) e, após um processo de seleção, foram escolhidos 403 poços para realizar a previsão dos níveis da água. A análise hierárquica de clusters foi realizada nas séries temporais dos 403 poços estudados, de modo a classificá-los em grupos de acordo com suas semelhanças nas flutuações dos níveis de água. A partir da análise de clusters, foram selecionados trinta grupos. Neste estudo, foram desenvolvidos três diferentes modelos de RNAs para realizar a previsão dos níveis de água subterrânea nos poços. O primeiro modelo consistiu em desenvolver 403 RNAs, uma para cada poço analisado, para realizar a previsão do nível d’água para um ou até dez anos à frente. O segundo modelo definiu uma RNA para cada um dos clusters selecionados, para prever os níveis d’água, nos poços pertencentes a cada cluster, para um ano à frente. O último modelo proposto estabeleceu uma única RNA, para todos os poços estudados no aquífero, para previsão dos níveis d’água para um ano à frente. O desempenho, de todos os modelos de RNA desenvolvidos nesse trabalho, foi avaliado a partir dos seguintes índices estatísticos: coeficiente de correlação linear de Pearson (R), a eficiência de Nash-Sutcliffe (NSE), erro de porcentagem absoluta média (MAPE), raiz do erro quadrático médio (RMSE) e o Bias. Ao analisar os resultados é possível concluir que os resultados das previsões, de todos os modelos propostos, mostram-se, no geral, satisfatórios, obtendo coeficiente de correlação e NSE próximos a 1, e MAPE e RMSE próximos a zero. O primeiro modelo foi o que apresentou, de modo geral, o melhor desempenho. Já o modelo que definiu uma única RNA, para todos os poços estudados, foi o que teve o menor desempenho, na maior parte dos casos, quando comparado aos demais.
  • VICTOR SANTOS GALVAO BAPTISTA
  • Performance of different configurations of rooftop rainwater harvesting used for managed aquifer recharge: a stormwater management approach in an urbanized area
  • Orientador : CRISTIANO DAS NEVES ALMEIDA
  • Data: 17/09/2020
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O processo de urbanização em áreas urbanas costeiras tem levado ao consumo intenso de água subterrânea enquanto tem reduzido as áreas permeáveis e aumentado a frequência e a magnitude das inundações. Para compensar esses efeitos adversos, essa pesquisa investigou o rendimento de diferentes configurações de sistemas de captação de água de chuva em telhados como uma ferramenta para recarga gerenciada de aquíferos na fonte e gestão sustentável do escoamento superficial, em uma cidade brasileira costeira, localizada em um sistema-aquífero sedimentar. Variadas combinações de área de captação e capacidade de caixa d’água foram testadas. Os sistemas se encontravam conectados à Formação Barreiras, não-confinada, através de um poço de injeção de seis polegadas de diâmetro. Processos de chuva-vazão e de balanço hídrico foram simulados a partir de dados de chuva monitorados, com alta resolução espacial, e de percepções adquiridas após resultados de testes experimentais (testes de bombeamento e testes de injeção). Os resultados indicam que esses sistemas podem prover taxas médias anuais de retenção de água de chuva maiores que 50% para a maioria das configurações estudadas (tanques com capacidade superior a 3 m³ e áreas de captação variando de 10 até 5.000 m²). Quando a recarga gerenciada do aquífero é a prioridade de um sistema de coleta de água da chuva, os resultados indicam que taxas de retenção de água da chuva de 75% ou mais devem ser buscadas. Taxas mais baixas produziriam apenas aumentos substanciais no transbordamento do escoamento para a rede de drenagem a jusante. Quando se busca o controle e mitigação de enchentes, a eficiência do sistema deve ser próxima a 100%, fato que também produz taxas de retenção de água da chuva próximas a 100%. Este estudo mostra a importância da coordenação de soluções de drenagem urbana sustentável e esquemas de recarga gerenciada de aquíferos, uma abordagem que pode contribuir para aumentar o abastecimento de água subterrânea em áreas urbanas, ao mesmo tempo que reduz o risco e a gravidade das inundações.
  • MOANA DUARTE LOPES
  • APLICAÇÃO DE ALGORITMOS GENÉTICOS NA OTIMIZAÇÃO DE SISTEMAS DE DRENAGEM URBANA COM A UTILIZAÇÃO DE CONTROLES LIDs - LOW IMPACT DEVELOPMENT
  • Data: 20/08/2020
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Elevadas taxas de impermeabilização do solo, intensificadas pela urbanização, vêm contribuindo fortemente para a ocorrência de alagamentos e inundações ao redor do mundo. De forma a mitigar esses impactos, as técnicas de Desenvolvimento de Baixo Impacto (LID) buscam preservar as condições hidrológicas de uma bacia próximas àquelas de pré-urbanização a partir do uso de sistemas de controles distribuídos. Porém, a utilização dessas técnicas está associada a diversos desafios de planejamento, incluindo o dimensionamento das estruturas de controle, devido a grandes quantidades de variáveis envolvidas e à necessidade de atender a múltiplos objetivos simultaneamente. Neste contexto, a aplicação de modelos de simulação hidrológica integrados a técnicas de otimização vem sendo recentemente explorada como uma maneira de auxiliar no planejamento desses cenários. Esse trabalho se propôs a verificar a aplicabilidade de uma adaptação do Algoritmo Genético NSGA-II, junto ao modelo hidrológico SWMM, para subsidiar o dimensionamento ótimo de cenários LIDs, buscando reduções do escoamento superficial e dos custos de implantação e manutenção para diferentes tempos de retorno. Os cenários consideraram a implementação de pavimentos permeáveis, telhados verdes e células de biorretenção de forma individual e combinada. Os resultados mostraram que o modelo foi capaz de encontrar uma grande variedade de soluções ótimas para diversos níveis de redução do escoamento superficial, a diferentes custos associados, para todos os casos avaliados. Cada cenário apresentou diferentes relações de custo-eficiência entre as soluções ótimas obtidas e de trade-off entre as funções objetivo definidas, de acordo com as limitações e potencialidades dos LIDs utilizados e da complexidade envolvida no cenário. Com relação à aplicabilidade do modelo como método de dimensionamento das estruturas de controle, percebeu-se que diversas soluções ótimas apresentaram espessuras das camadas de substrato e armazenamento superdimensionadas e que o modelo apresentou dificuldades em considerar áreas iguais a zero em todos os cenários. Neste sentido, sugeriu-se maneiras de aperfeiçoar o modelo buscando contornar esses problemas. Por fim, para os parâmetros de projeto definidos, a inclusão ou exclusão dos custos de manutenção na otimização não alterou de forma significativa a configuração geral das soluções ótimas. No entanto, a importância desses custos não deve ser subestimada pois pode levar a prejuízos econômicos bastante graves.
  • AURÉLIA LUNGUINHO FIGUEIREDO
  • MAPEAMENTO DA CADEIA DOS RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS E SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA EM UMA UNIDADE ACADEMICA DA UFPB.
  • Orientador : ELISANGELA MARIA RODRIGUES ROCHA
  • Data: 21/07/2020
  • Hora: 14:30
  • Mostrar Resumo
  • O desenvolvimento tecnológico dos últimos anos vem movimentando, consideravelmente, o mercado eletroeletrônico no mundo. O consumo de Equipamentos Eletroeletrônicos (EEE), cada vez mais modernos e tecnológicos, ocasionam um aumento de Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos (REEE) que, devido a sua composição, pode acarretar sérios danos aos seres humanos e ao meio ambiente se descartados inadequadamente. As Instituições de Ensino Superior (IES) para desenvolver suas atividades necessitam de EEE, principalmente de informática, tendo assim uma alta geração de REEE devido à grande demanda por novas tecnologias. Diante disso, esse trabalho terá como objetivo o mapeamento da cadeia reversa dos resíduos de equipamentos e suprimentos de informática em uma unidade acadêmica, visando a implementação do sistema de logística reversa. No CT/UFPB foram quantificados e pesados os resíduos de equipamentos e suprimentos de informática - RESI do depósito e das salas dos professores, coordenações e laboratórios do CT/UFPB, além de análises qualitativas com a aplicação de questionário e a elaboração da Matriz FOFA. No CT/UFPB foram contabilizadas 1.107 unidades de RESI com um 5.732,05 para os 694,03 Kg possíveis de reciclagem. A análise FOFA apontou que a UFPB tem um grande potencial para desenvolver práticas sustentáveis, como a logística reversa dos RESI, pois os fatores positivos superam os fatores negativos, porém necessitando de colaboração dos gestores da instituição, dos servidores e dos discentes. Portanto, conclui-se que a UFPB precisa de um melhor gerenciamento de seus RESI e a implementação de um sistema de logística reversa com a criação de uma central de triagem e uma unidade de recuperação, pois traria benefícios econômicos, sociais e ambiental para a instituição, além de cumprir melhor a legislação vigente no país.
  • REGIANE APARECIDA DE SOUZA E SILVA
  • AS MUDANÇAS NO USO E COBERTURA DA TERRA E SUA INFLUÊNCIA NA GERAÇÃO DE ILHAS DE CALOR URBANA DA SUPERFÍCIE E CONFORTO TÉRMICO EM JOÃO PESSOA, PARAÍBA
  • Data: 30/06/2020
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • As alterações na paisagem urbana provocadas pela urbanização nos centros urbanos provocam mudanças no uso e cobertura da terra, que impactam o microclima urbano e geram problemas para o bem-estar da população. Dentre as mudanças decorrentes da urbanização, pode-se citar que a formação de ilhas de calor urbanas de superfície é um dos fenômenos mais estudados no que diz respeito ao clima urbano. A ocorrência deste fenômeno está relacionada as mudanças no tipo de uso e cobertura da terra, como a substituição de áreas verdes por materiais impermeáveis, a exemplo do concreto, do vidro, e dos pavimentos, que possuem maior absorção de calor, o que eleva as temperaturas nos centros urbanos em relação a áreas naturais. Assim, o objetivo deste estudo é analisar a dinâmica espacial de longo prazo do impacto das mudanças recentes da urbanização na geração de ilhas de calor urbanas de superfície na cidade de João Pessoa, Paraíba, Brasil. Para este fim, foram utilizados os seguintes métodos e produtos: (a) classificação do uso e cobertura da terra de três imagens de satélite do Landsat 5 (1991, 2006 e 2010) e uma do Landsat 8 (2018), (b) assinatura térmica para cada categoria de uso da terra determinada mediante imagens de satélite do MODIS para os anos de 2011 a 2018 obtidos pela plataforma Google Earth Engine (GEE), (c) determinação do índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI) e do índice de vegetação ajustado ao solo (SAVI) para determinar uma relação entre o comportamento térmico e as características de cada categoria de uso da terra, (d) dados observados de temperatura e umidade do ar coletados em 9 estações climatológicas e do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) para o período de 2011 (janeiro-março; junho-agosto) e 2018 (janeiro-setembro), e (e) cálculo do desconforto térmico utilizando o Índice de Desconforto de Thom (IDT). Os resultados obtidos mostram que durante os 27 anos estudados ocorreu um aumento da área urbana, no qual o período de 2006 a 2010 foi o período onde ocorreu maior acrescimento nesta classe de uso do solo. Em relação a temperatura do ar obtidas em campo, obteve-se maiores valores para o ano de 2018, nos períodos secos (verão) e durante o dia. Com base nos resultados observa-se um aumento considerável no desconforto para o período diurno nas áreas urbanizadas da cidade no intervalo 2011 2018. Em relação as formações das ilhas de calor, a observação espaço-temporal mostra uma concentração junto as áreas construídas e de modo oposto as áreas verdes e corpos hídricos funcionaram como ilhas de frescor. Para avaliar a aproximação dos dados de campo com dados de satélites foram utilizados parâmetros estatísticos, resultando em um melhor desempenho dos dados Landsat em comparação a dados MODIS na microescala.
  • ARTHUR COUTINHO DE ARAUJO PEREIRA
  • ANÁLISE DE PLACAS DUPLAS DELGADAS ELASTICAMENTE CONECTADAS: UMA ABORDAGEM PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS DE CONTORNO.
  • Data: 31/03/2020
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Investigações sobre o comportamento de estruturas elasticamente conectadas têm despertado o interesse da comunidade científica, uma vez que tais estruturas podem ser encontradas nos mais diversos ramos da engenharia como, por exemplo, na engenharia civil, aeroespacial e mecânica. Este trabalho tem como objetivo analisar o comportamento de duas placas paralelas e conectadas por camada elástica de Winkler, propondo soluções baseadas no Método dos Elementos de Contorno (MEC) direto utilizando a teoria clássica de placas para representar o comportamento das placas. São apropriadamente apresentados todos os passos do MEC: dedução das soluções fundamentais, das equações integrais e sistemas algébricos. Alguns casos de placas com diferentes propriedades, condições de contorno e carregamento são estudados e seus resultados obtidos via MEC são validados por meio de respostas analíticas. Os resultados do MEC para sistema de placas duplas recuperaram os resultados analíticos de forma satisfatória.
  • NATALIA DE SOUZA GUEDES
  • MINIMIZAÇÃO DA GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES E DE SUA DISPOSIÇÃO EM ATERROS SANITÁRIOS: ESTUDO DE CASO EM CONDOMÍNIO VERTICAL NA CIDADE DE JOÃO PESSOA-PB
  • Data: 31/03/2020
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Diante do crescente aumento da geração de resíduos sólidos domiciliares e, levando em conta o potencial poluidor desses resíduos, os custos associados e o aspecto social, medidas que visem garantir a gestão dos resíduos sólidos tem se tornado cada vez mais importantes. Práticas de educação ambiental, redução, reutilização, separação na fonte, reciclagem e compostagem são ferramentas importantes para diminuir o volume de RSD destinado a aterros e, por sua vez, encaminhar apenas material rejeitado para esses depósitos. Diante do exposto, a presente pesquisa teve como objetivo analisar, em um condomínio residencial localizado no município de João Pessoa-PB, o impacto de estratégias de minimização na geração de resíduos sólidos domiciliares e no fluxo a ser disposto em aterros sanitários. Inicialmente foi determinada a geração per capita de resíduos sólidos domiciliares do condomínio e a composição gravimétrica dos resíduos gerados, depois disso foi dado início a etapa de mobilização da população do edifício para implantação de estratégias de redução, as práticas adotadas no condomínio foram a coleta seletiva, a educação ambiental e a compostagem. Por fim, para a comparação entre as médias da geração de resíduos sólidos domiciliares no condomínio sem intervenção e após a aplicação de cada estratégia, foi utilizada a análise de variância segundo o método gráfico GT-2, com nível de significância de 5%. Os resultados obtidos mostram que taxa de geração per capita de RSD do condomínio, calculada diariamente, antes da aplicação das estratégias foi de 490 kg/hab.dia e a maior parte desses resíduos é composta por matéria orgânica (58,42%), já os materiais recicláveis representam 26,59% dos resíduos gerados. Após a adoção da coleta seletiva no condomínio, a quantidade de RSD enviada para o aterro foi de 0,346 kg/hab.dia, podendo ser observada uma redução de 29% com relação a taxa de geração sem intervenção. Já com a implantação da educação ambiental, essa quantidade caiu para 0,329 kg/hab.dia. Com uma redução de 32,85% nos resíduos enviados ao aterro sanitário na ausência de estratégias (0,490 kg/hab.dia). E uma redução de 5% em relação a taxa de geração per capita após a coleta seletiva (0,346 kg/hab.dia). Com a compostagem, taxa média de geração de rejeito foi de 0,327 kg/hab.dia, resultando numa redução de 33,26% com relação a taxa de geração calculada sem nenhuma intervenção (0,490 kg/hab.dia). Porém com relação a etapa anterior (0,329 kg/hab.dia) a diminuição da taxa de rejeitos foi de apenas 0,61%. Com a análise de variância foi possível observar que com a implantação da coleta seletiva, da palestra e da compostagem houve uma redução significativa na taxa de geração per capita de RSD que são efetivamente destinados ao aterro sanitário no edifício.
  • ANTONIO DIAS DE LIMA TERCEIRO NETO
  • AVALIAÇÃO DO CONFORTO EM INFRAESTRUTURAS CICLOVIÁRIAS COM BASE EM IRREGULARIDADE LONGITUDINAL, VIBRAÇÕES MEDIDAS POR SMARTPHONES E PERCEPÇÕES DOS CICLISTAS.
  • Data: 31/03/2020
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A utilização da bicicleta, como meio de transporte, vem crescendo, e, desse modo, é importante o Poder Público ampliar e manter em boas condições a infraestrutura cicloviária. Diante disso, é importante realizar periodicamente avaliações para identificar o estado atual e definir estratégias de intervenções, visando manter um nível de qualidade aceitável, pois vias deterioradas podem desencorajar o uso da bicicleta. Entretanto, a literatura mostra que as avaliações realizadas são predominantemente subjetivas, dependendo estritamente da opinião dos avaliadores, de modo que existe uma lacuna sobre avaliações objetivas em infraestruturas cicloviárias. Neste sentido, esta pesquisa teve como objetivo utilizar medidas físicas para avaliar o conforto em infraestruturas cicloviárias de forma prática, confiável e com baixo custo. Para isso, foram coletadas medidas de irregularidade longitudinal dos pavimentos com o equipamento Machine for Evaluating Roughness Using Low-cost Instrumentation (MERLIN), medidas de aceleração vertical com o auxílio de aplicativos pré-instalados em um smartphone fixado em uma bicicleta e, por fim, foi realizada uma avaliação subjetiva com ciclistas, tratando sobre o conforto na infraestrutura cicloviária. Os dados obtidos passaram por análises estatísticas que permitiram o estabelecimento de escalas de conforto em termos de Índice Internacional de Irregularidade (IRI) e de média quadrática (Root Mean Square-RMS), com base na percepção dos ciclistas, possibilitando enquadrar a infraestrutura em um intervalo entre “Extremamente inconfortável” (0) e “Extremamente confortável” (5). Foi verificada uma correlação entre a irregularidade longitudinal, a vibração e a avaliação subjetiva com coeficientes R² ajustados em torno de 0,9; assim um pavimento mais irregular causa maiores vibrações e é mais inconfortável. Pode-se constatar que os ciclistas tendem a não aceitar as infraestruturas cicloviárias com IRI acima de 6,74 m/km e com RMS acima de 3,1 m/s², valores que podem servir como gatilho para intervenções de manutenção e reabilitação. Após, os limites encontrados com o método foram aplicados, em um estudo de caso, sobre um trecho de ciclovia da cidade de João Pessoa-PB, dos quais foram obtidos mapas de conforto, o que possibilitou uma melhor visualização das condições atuais da ciclovia. Por fim, conclui-se que medidas de irregularidade longitudinal e de vibração, e mapas de conforto podem auxiliar a tomada de decisão dos planejadores de transportes e dos administradores, quanto às intervenções necessárias para manter a qualidade do passeio para os ciclistas, incentivando indiretamente o uso da bicicleta.
  • IGOR DO NASCIMENTO QUARESMA
  • RESÍDUOS SÓLIDOS GERADOS EM UM HOTEL: ESTRATÉGIAS DE REDUÇÃO DO MONTANTE A SER DESTINADO AO ATERRO SANITÁRIO
  • Data: 30/03/2020
  • Hora: 13:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) classifica tais itens, quanto sua origem, em onze categorias e, dentre elas, estão os provenientes de estabelecimentos comerciais. Entre esses estabelecimentos, tem-se os hotéis, que são reconhecidos como grandes geradores de resíduos. O objetivo desta pesquisa foi analisar a redução da quantidade de resíduos sólidos gerados em um hotel, a serem dispostos em aterro sanitário, decorrente da implantação das seguintes medidas: coleta seletiva, compostagem e vermicompostagem. Foi realizada a caracterização e quantificação dos resíduos sólidos gerados pelo hotel, possibilitando o cálculo de sua taxa de geração per capita e fundamentando a aplicação de estratégias de minimização. Os resultados mostraram que, durante sete meses, o hotel gerou aproximadamente 227,62 kg/dia de resíduos sólidos, com uma taxa de geração per capita de 1,343 kg/pessoa.dia. Os resíduos gerados eram constituídos de orgânicos (76,12%), rejeitos (14,83%) e resíduos recicláveis – secos (9,05%). A coleta seletiva para a reciclagem de resíduos secos foi capaz de destinar 100% dos resíduos gerados à cooperativa de catadores, a uma taxa de 20,60 kg/dia. Esse resultado atende à Política Nacional de Resíduos Sólidos, destinando de forma ambientalmente adequada os resíduos secos gerados no empreendimento. A unidade de vermicompostagem conseguiu dar destinação ambientalmente adequada para até 2,2% dos resíduos orgânicos gerados no estabelecimento, a uma taxa de 3,44 kg/dia. A compostagem descentralizada foi capaz de destinar de forma ambientalmente adequada 17,15% dos resíduos orgânicos gerados pelo hotel, a uma taxa de 33,31 kg/dia. Logo, com a adoção dessas estratégias de minimização, o hotel pode evitar o envio de até 19,35% de resíduos orgânicos para o aterro sanitário da cidade de João Pessoa. Assim, as estratégias de minimização conseguiram dar destinação ambientalmente adequada para os resíduos orgânicos gerados no hotel, atendendo a Política Nacional de Resíduos Sólidos. As estratégias aqui aplicadas podem apresentar impacto positivo na redução de resíduos sólidos a serem destinados ao aterro sanitário da cidade de João Pessoa, uma vez que a taxa de geração per capita pode ser reduzida em mais de 85%, passando de 1,343 para 0,199 kg/pessoa.dia, caso a totalidade dos resíduos orgânicos seja processada através da compostagem e/ou vermicompostagem.
  • LAYS RAIANNE AZEVEDO DA COSTA
  • ESTUDO NUMÉRICO, ANALÍTICO E EXPERIMENTAL DE NOVA INTERFACE PARA UMA LIGAÇÃO POR ADERÊNCIA AÇO-CONCRETO
  • Data: 27/03/2020
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A procura por sistemas que proporcionem a execução de obras e/ou reformas cada vez mais rápidas vem sendo priorizada. Diante disto, pré-moldagem surgiu como uma forma de buscar a redução do atraso observado em tradicionais obras da construção civil. Este tipo de estrutura possui como principal característica o fato de produzir parte dos elementos construtivos fora do canteiro de obra, o que favorece o maior controle do processo produtivo e a escolha dos materiais constituintes do sistema. Assim como os elementos pré-fabricados, as estruturas metálicas também podem ser produzidas fora do canteiro de obras e depois transportadas e montadas com soldagem, diante disto, a combinação das duas soluções pode resultar em uma estrutura com mais qualidade, executada com maior rapidez e economia. Mas para que se obtenha um comportamento monolítico aço-concreto se evidencia a necessidade da presença de conectores. A maioria dos conectores já estudados não estão completamente adaptados à realidade da pré-moldagem e diante disto, o emprego de conexões por aderência, cuja resistência é devido ao atrito entre interfaces, pode ser uma alternativa frente a esta problemática. O estudo das ligações por aderência é baseado na investigação do comportamento das interfaces, que são o objeto resultante do contato entre dois materiais, sujeitas a tensões de confinamento e cisalhamento. Alguns tipos de interfaces aço-concreto nas ligações por aderência já foram estudados, mas o desenvolvimento de novas possibilidades de interfaces pode representar um avanço neste campo de pesquisa. Neste sentido, esta pesquisa teve por objetivo estudar o comportamento da interface aço-concreto – sendo esta primeira composta por chapas de aço do tipo “Xadrez” – experimentalmente, analiticamente e numericamente, a fim de propor novos ou calibrar leis de interface disponíveis na literatura, que considere na resistência da ligação parâmetros relacionados à geometria e propriedades constituintes dos materiais que estarão em contato. Para tanto, foi realizada uma revisão sistemática, ensaios de caracterização, ensaios de cisalhamento direto e Pull Out, simulação numérica utilizando o pacote computacional ABAQUS® e calibração de leis para descrever o comportamento da interface. Os resultados mostraram que a resistência das interfaces é proporcional à tensão de confinamento e à resistência do material cimentício. Tanto a simulação numérica, quanto a leis analíticas calibradas apresentaram boa correlação com os resultados obtidos experimentalmente.
  • FABIANNE AZEVEDO DOS SANTOS
  • AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DA COMPRESSÃO DE PLACAS CIMENTÍCIAS COM RESÍDUO DE EVA COMO MATERIAL RESILIENTE ALTERNATIVO NO ISOLAMENTO AO RUÍDO DE IMPACTO
  • Data: 27/03/2020
  • Hora: 08:00
  • Mostrar Resumo
  • Os ruídos de impactos nos pisos de edifícios multipavimentos tem se caracterizado como algo que compromete, cada vez mais, a convivência entre vizinhos de unidades autônomas sobrepostas. As medidas práticas para enfrentar tal problemática recorrem a execução de pisos flutuantes, ainda durante as obras do edifício, no qual se utiliza um material resiliente entre a laje estrutural e o contrapiso. A problemática em foco no presente estudo está centrada na alteração da rigidez dinâmica do material resiliente, durante sua vida útil, e na possível variação da capacidade de isolamento acústico do sistema de piso. O objetivo foi avaliar em que medida a alteração da rigidez dinâmica compromete o desempenho acústico do material. Os estudos experimentais avaliam materiais resilientes diferentes, sendo comparadas amostras alternativa e comercial, ambas confeccionadas com aproveitamento de resíduos: os resíduos de EVA da indústria de calçados, transformados em agregados leves e utilizados na produção de placas cimentícias (PEVA1,8); e a manta composta por fibras recicladas a partir de resíduos de garrafas PET (MantaPET). O destaque das análises é para a placa PEVA1,8, produzida em laboratório, através de um processo diferente de moldagem, visando obter características adequadas para um material resiliente alternativo. A avaliação desses materiais baseou-se num procedimento de envelhecimento natural, até três anos com o material resiliente confinado entre duas placas (simulação do material entre laje e contrapiso), e numa estimativa de comportamento para dez anos, buscando relacionar o desempenho acústico e a vida útil, quando aplicados em sistemas de pisos flutuantes. Os indicadores adotados foram rigidez dinâmica e isolamento ao ruído de impacto, com avaliações parciais a cada 12 meses, sendo uma das amostras com placas PEVA1,8 avaliada sem interromper o processo de envelhecimento nos três anos. Os ensaios acústicos com os materiais resilientes foram realizados numa câmara que contém uma laje pré-moldada convencional. Os procedimentos de análise adotados nos testes de ruído de impacto no sistema de piso, de rigidez dinâmica e de fluência à compressão dos materiais resilientes se apoiaram em normas vigentes. A variação do capacidade de isolamento acústico inicial da placa PEVA1,8 foi de apenas 1 dB (61 dB/60 dB) após três anos de envelhecimento natural, mantendo a mesma classificação de desempenho intermediário, segundo a NBR 15575:2013, enquanto a sua rigidez dinâmica variou de 20,0 MN/m³ para 17,7 MN/m³ e para 13 MN/m³, quando não interrompeu envelhecimento. Ou seja, ao longo de três anos, a placa PEVA1,8 tende a perder rigidez, mas praticamente sem correspondência com aumento no isolamento acústico. A MantaPET variou sua rigidez dinâmica de 2 MN/m³ para 3,5 MN/m³ após dois anos de envelhecimento natural. O fato notável é que enquanto a placa PEVA1,8 tende a perder rigidez durante o envelhecimento, a MantaPET tende a aumentar sua rigidez, embora tal manta ainda se mantenha bastante eficiente na capacidade de isolamento acústico. Na estimativa de comportamento para dez anos, foi possível verificar uma deformação menor para PEVA1,8 (média de 0,56 mm; 2,65 %), comparado com a MantaPET (média de 2,75 mm; 34,46 %), bem como se confirmaram as tendências semelhantes relativas às variações da rigidez dinâmica: redução para PEVA1,8 e aumento para MantaPET. Contudo, tais estimativas, calculadas com base em modelos teóricos, mostraram que não se teria comprometimento na capacidade de isolamento de ambos os materiais resilientes estudados, depois de dez anos de aplicados em piso flutuante. Logo, pode-se afirmar que placa PEVA1,8 não possui a mesma eficiência de isolamento ao ruído de impacto no piso, comparado com a MantaPET, mas a placa tem potencial para ser utilizada como material resiliente em sistemas de piso flutuantes, uma vez que em sua composição o EVA, em combinação com cimento Portland, confere uma interessante característica, que devido à pouca deformação das placas ao longo do tempo, pode propiciar maior estabilidade para suportar o peso dos materiais adicionados sobre elas, após a execução do piso flutuante.
  • FABIO MARIZ MAIA NETO
  • Microstructural investigation of alkali silica and geopolymer gels
  • Data: 25/03/2020
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • Durante as últimas décadas, a reação álcali sílica (RAS) tem sido considerada como uma séria preocupação para estruturas de concreto. Caracterizada pela interação química entre minerais silicatos reativos presentes no agregado e álcalis liberados pelo cimento Portland, este processo deletério resulta na formação de um produto hidrofílico conhecido como gel de álcali sílica (A-SG). Para fins de mitigação dos efeitos nocivos desta patologia, é de conhecimento geral o efeito benéfico da incorporação de adições minerais sobre a mistura do concreto. Além disso, entende-se que as adições ricas em alumínio, como cinza volante e metacaulinita, apresentam desempenho superior àquelas constituídas apenas de sílica, entretanto, não há consenso quanto ao seu mecanismo de ação. Em paralelo à problemática, uma nova classe de materiais cimentícios conhecida como geopolímeros vem sendo desenvolvida, a qual é caracterizada pela formação de um gel aluminossilicato alcalino (N-A-S-H) que é responsável por suas propriedades ligantes. Devido à semelhante composição química e ordenamento atômico destes géis, abre-se a porta para um estudo comparativo. Desta maneira, o presente trabalho tem por objetivo investigar a microestrutura de géis cuja composição química esteja entre a do A-S-G e a do N-A-S-H. Para tanto, foi utilizado o método de síntese hidrotérmica, no qual soluções com quantidades apropriadas de Al(OH)3, Na2SiO3 e NaOH foram misturadas e reagidas à 60 ºC por 30 dias. Logo após, o gel resultante foi seco à 90 ºC por 15 dias e o processado em um moinho de bolas cerâmicas. O produto final foi caracterizado por meio de DRX, MEV/EDS, FTIR, FRX e TG/DSC. O resultado do DRX verificou a formação de géis predominantemente amorfos, principalmente nas amostras com baixo teor de aluminío, enquanto minerais zeolíticos e Na2CO3.H2O foram encontrados em amostras com alto teor de alumínio. O MEV/EDS constatou uma clara divisão de fases nas amostras com teor intermediário de alumínio, indicando que o gel aluminossilicato formou-se preferencialmente e precipitou no fundo do reator. Além disso, para as mesmas amostras, observou-se a incorporação de alumínio em géis de sílica a uma taxa entre 0,025 e 0,05 da relação Al/Si. Este último dado indica que o alumínio pode ser incorporado em géis de álcali sílica em concretos afetados pela RAA.
  • RAISSA BARRETO LINS
  • ANÁLISE AMBIENTAL E ECONÔMICA DE SISTEMA DE COLETA SELETIVA. ESTUDO DE CASO: JOÃO PESSOA- PB
  • Data: 25/03/2020
  • Hora: 09:30
  • Mostrar Resumo
  • Embora compostos por uma enorme heterogeneidade, tem-se que a maior parte dos resíduos sólidos domiciliares (RSD) são de matéria orgânica e recicláveis, sendo a correta gestão dos mesmos, respectivamente, compostagem e coleta seletiva. Assim, a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) e Custo do Ciclo de Vida (CCV) são possíveis alternativas para identificação dos impactos gerados pela gestão de resíduos sólidos e de possíveis soluções que busquem minimizá-los, ou até mesmo eliminá-los. O presente estudo tem como objetivo a análise ambiental e econômica do ciclo de vida do sistema de coleta seletiva de resíduos sólidos domiciliares do Município de João Pessoa/PB, no período de 2015 a 2018, utilizando as metodologias ACV e CCV. Para isso, a análise ambiental utilizou-se o software SimaPro 9.0.0.49, com a base de dados da Ecoinvent 3.5 e método de avaliação do impacto CML, adotando-se as categorias de impacto aquecimento global, destruição da camada de ozônio, oxidação fotoquímica, acidificação e eutrofização. A análise econômica elencou os custos e benefícios oriundos do programa de coleta seletiva da área de estudo adotada, considerando como custos o aluguel de imóveis, mão-de-obra, serviços e transporte e combustível. Como benefício direto considerou-se a venda de recicláveis e, como indiretos, os pagamentos evitados pela Prefeitura Municipal de João Pessoa com o não aterramento e com a coleta regular. Por fim, fez-se uso da ferramenta Análise Benefício/Custo. Os resultados obtidos determinaram que durante o período estudado 99,53% das emissões geradas pelo programa de coleta seletiva de João Pessoa é proveniente da categoria de impacto aquecimento global e que as etapas que mais geraram impactos foram os atravessadores e o aterro sanitário, sobretudo os processos de transporte e funcionamento do aterro sanitário. A única etapa que produziu benefícios líquidos foi empresas, devido aos processos de reciclagem nela inseridos, porém as mesmas não superaram os impactos ambientais gerados. No âmbito econômico, a coleta seletiva de João Pessoa, mesmo com o pequeno quantitativo coletado, possui resultados favoráveis, sendo sua receita superior as suas despesas. Entretanto, medidas que busquem a redução dos seus custos e maior captação de recicláveis a serem atendidos pelo programa, tornam-se essenciais para a melhoria nas remunerações e qualidade de vida dos associados e ganhos monetários para a Prefeitura de João Pessoa, implicando assim em ganhos para o ambiente, a infraestrutura, a economia e a sociedade da capital paraibana.
  • JEFFERSON THIAGO MACEDO
  • Avaliação do desempenho térmico de forros produzidos com adição de resíduo EVA
  • Data: 24/03/2020
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O setor calçadista no seu processo de produção gera enorme volume de resíduos, dentre eles o etileno acetato de vinila (EVA), que têm potencial para ser aproveitado em componentes pré-fabricados, utilizados na construção de edificações. Os componentes para forro representam uma das possibilidades para o destino desses resíduos, podendo explorar a leveza do material no aumento da capacidade de isolamento térmico do sistema. Este trabalho teve por objetivo verificar a eficácia da inserção do resíduo EVA na produção de placas de gesso para execução de forros em habitações de padrão popular. A pesquisa experimental foi dividida em três estudos complementares, partindo da definição do compósito (gesso modificado com EVA) com condutividade térmica mais baixa, passando pela produção das placas em tamanho real e, por último, pela instalação destas como um forro num protótipo em escala real, no qual foram realizados registros mensais (com data loggers) de temperatura e umidade, em períodos característicos do clima local: chuvoso (inverno) e seco (verão). Os dados obtidos foram ainda comparados com os registros feitos em ambientes semelhantes com e sem forro de gesso comum instalado. Os resultados mostraram que o forro de gesso modificado com EVA teve desempenho similar ou melhor, conforme o período analisado, com relação ao isolamento térmico (redução de cerca de 1,8 ºC), quando comparado ao forro de gesso comum. O estudo permitiu concluir que as placas de gesso modificadas com EVA apresentam potencial para serem utilizadas como forros.
  • REGINALDO MOURA BRASIL NETO
  • Avaliação da seca e de suas características sobre o estado da Paraíba utilizando dados TRMM e de pluviômetros (1998–2017).
  • Data: 20/03/2020
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A seca é um fenômeno natural originado a partir da ausência de precipitação ao longo de certo período capaz de causar danos ao desenvolvimento de diferentes atividades da sociedade. Para analisar esses fenômenos, as estimativas de chuvas oriundas de satélites de sensoriamento remoto têm aparecido como alternativa viável para monitorar as secas nas áreas mais remotas e complexas do mundo. Nesse sentido, este trabalho objetiva avaliar o comportamento espaço-temporal das secas em múltiplas escalas temporais e das suas características sobre o estado da Paraíba, com base no índice Standardized Precipitation Index (SPI), utilizando dados de postos pluviométricos e estimativas de precipitação do satélite TRMM (Tropical Rainfall Measuring Mission) (1998–2017). Para tanto, foram utilizados dados mensais de 78 postos pluviométricos e de 187 grids TRMM e foram desenvolvidas análises de secas pontuais e por mesorregiões em múltiplas escalas temporais. A precisão estatística do satélite foi avaliada a partir de 11 métricas e os eventos de seca foram caracterizados quanto à duração, severidade, intensidade, frequência e percentual de área atingida. Além disso, foram realizadas análises de tendências com base nos testes não paramétricos de MannKendall e Sen e análises de clusters hierárquicas para zonear o estado em diferentes zonas homogêneas. Por fim, propôs-se um índice composto geoespacial que mensura o risco a ação das secas em várias escalas de tempo a partir das características das secas, o NIDS-Trend. Os resultados indicam que nas mesorregiões próximas ao litoral o satélite é menos preciso ao captar o padrão das secas, e que os resultados das secas de médio prazo são os mais expressivos dentre as demais escalas temporais. Por outro lado, tendem a ocorrer mais eventos de seca de curto prazo e esses são menos duradouros e severos do que ao avaliar os de longo prazo, apesar de não ter sido possível identificar alteração relevante quanto a intensidade média dos eventos. No tocante a análise de tendências, percebeu-se que quanto maior a escala temporal, mais expressivas e significantes foram as declividades das linhas de tendência e além disso, há indícios de que os eventos de seca tendem a ser mais secos, duradouros e severos em grande parte do estado. O zoneamento quanto ao padrão das secas indica que há forte tendência em dividir o estado em duas grandes regiões, sendo uma formada pela Mata Paraibana e Agreste e outra pelo Sertão e Borborema. Quanto ao NIDS-Trend, percebeu-se que os valores das secas de curto prazo foram maiores, enquanto que o risco à ação das secas foi menor para as secas de longo prazo. Por fim, conclui-se que as estimativas do TRMM são uma fonte de dados útil no processo de caracterização das secas sobre o estado da Paraíba e que estudos multidisciplinares desse tipo devem ser feitos para monitorar esses fenômenos de maneira mais precisa.
  • GLAUCIENE JUSTINO FERREIRA DA SILVA
  • MODELAGEM DOS COMPONENTES DO BALANÇO HÍDRICO E MONITORAMENTO DA SECA EM BACIA HIDROGRÁFICA NO BIOMA CAATINGA
  • Data: 13/03/2020
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Na região semiárida do Brasil, as secas levam ao déficit hídrico e a falta de água doce, o que torna um desafio importante a determinação do balanço hídrico. No balanço hídrico, a estimativa confiável da evapotranspiração real (ETr) é essencial para modelos hidrológicos e ecológicos, principalmente em regiões áridas e semiáridas que sofrem com secas. A dinâmica da ETr em bacias hidrográficas semiáridas fornece informações importantes para o gerenciamento hídrico durante eventos extremos de seca. Entretanto, a modelagem da ET e do balanço hídrico nesses ambientes é um desafio ainda maior. Nesse contexto, o objetivo geral desse estudo é estimar os componentes do balanço hídrico e a ET para compreender a dinâmica espaço-temporal da seca na bacia do Alto Rio Paraíba. O modelo hidrológico SWAT foi aplicado para estimar os componentes do balanço hídrico. O período de simulação foi de janeiro 1994 a dezembro de 2016. O algoritmo SEBAL foi aplicado para determinar a ET para o período entre 2005 e 2016. Para a determinação e análise das secas foram utilizados os índices de seca Standardized precipitation index (SPI), Standardized soil index (SSI), Nonparametric multivariate standardized drought index (MDSIe), e o Parametric multivariate standardized drought index (MSDIp) para o período de 2005 a 2016. Os resultados obtidos da modelagem hidrológica foram satisfatórios, apresentando Nash-Sutcliffe (NS) = 0,68 e coeficiente de determinação R² = 0,69 (calibração), e NS = 0,7 e R² = 0,4 (validação). Com relação aos resultados do balanço hídrico (escoamento superficial – SQ, e quantidade de água final no solo – SW), as áreas mais vulneráveis da bacia são as que apresentaram altas taxas de SQ e baixa quantidade de SW. Essas áreas são também as mais degradadas, e estão presentes nas porções central e leste da bacia. Como esperado a estimativa de ET apresentou alta variabilidade em toda a série de dados, os valores mais elevados de ET real ocorreram nas tipologias vegetais caatinga arbórea e arbustiva-arbórea. Alterações no comportamento evapotranspiração, temperatura da superfície e SAVI foram observadas mediante modificações fenológicas da vegetação de caatinga de acordo com o regime de precipitações. A utilização das variáveis obtidas com SWAT e SEBAL para análise da seca apresentou bons resultados tanto na espacialização das anomalias de evapotranspiração real (aETR), e quantidade de água final no solo (aSW) quanto nos gráficos nos quais as anomalias negativas acompanharam os períodos de déficit de precipitação na bacia. O comportamento do IAC, dos índices de seca SSI, SPI e MSDI identificaram satisfatoriamente a dinâmica da seca durante o período 2012-2016. Os índices de seca foram capazes de monitorar a evolução de eventos de seca. Além disso, com a aplicação dessa metodologia gestores públicos podem entender perspectivas futuras de eventos de seca, portanto, essas informações podem ajudar as autoridades no gerenciamento de secas.
  • LUÍS ROMERO BARBOSA
  • Groundwater Recharge in tropical wet regions via GIS-based methods and Cosmic-Ray Neutron Sensing
  • Data: 11/03/2020
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Estudos sobre o uso insustentável dos recursos hídricos subterrâneos ainda são considerados incipientes, por se tratar de um recurso natural pouco compreendido e gerenciado, desvalorizado e mal protegido. A Recarga de Água Subterrânea (GWR) é um dos elementos mais desafiadores para estimar, pois raramente pode ser medido diretamente e não pode ser facilmente derivado dos dados existentes. Para superar essas limitações, muitos hidro(geo)logistas têm combinado diferentes abordagens para estimar a GWR em larga escala, a saber: produtos de sensoriamento remoto, como o produto IMERG; Equação do Balanço Hídrico, também em combinação com modelos hidrológicos no solo, e; Sistema de Informação Geográfica (GIS), com o uso de fórmulas de estimativa. Para as estimativas de GWR em escala intermediária, existem: Detecção Não-invasiva de Nêutrons de Raios Cósmicos (CRNS); redes sem fio a partir de sondas locais inseridos no solo; e modelos hidrológicos, como o HYDRUS. Neste contexto, a tese de doutorado visa, por um lado, demonstrar um acoplamento de modelo baseado em GIS para estimar a distribuição da GWR em larga escala em bacias tropicais úmidas. Por outro lado, visa utilizar as séries temporais de CRNS e de umidade do solo de sondas invasivas para calibrar inversamente as propriedades hidráulicas do solo, e com base nisso, estimar a GWR em escala intermediária usando um modelo hidrológico do solo. Para tanto, foram selecionadas duas bacias hidrográficas úmidas tropicais, localizadas em um aquífero sedimentar complexo na região costeira do Nordeste do Brasil. Estas são a Área de Estudo de Caso de João Pessoa e a Bacia Experimental do Guaraíra. Vários produtos de satélite foram usados na primeira área como entrada no modelo de balanço hídrico baseado em GIS para estimar os componentes do balanço hídrico e a GWR em 2016 e 2017. Além disso, as medições em escala pontual e os dados de CRNS foram usados na segunda área para determinar as propriedades hidráulicas do solo, e estimar GWR nos anos hidrológicos 2017-2018 e 2018-2019. Os valores resultantes de GWR em escala larga e intermediária foram então comparadas e validadas pelas estimativas obtidas pelas flutuações do lençol freático. As taxas de GWR para os cenários baseados no IMERG e em medidores de precipitação mostraram correlações semelhantes entre 68% e 89, erros médios semelhantes entre 30% e 34%, e viés ligeiramente diferentes entre -13% e 11%. Os resultados das taxas de GWR para os cenários de umidade do solo para sensores inseridos no solo e CRNS variaram de -5,87 a -61,81 cm ano-1, o que corresponde a 5% e 38% da precipitação. Os cálculos das taxas médias de GWR em grande escala, com base em dados de sensoriamento remoto, e em média escala, com base em dados de CRNS, apresentaram resultados semelhantes para o tipo de solo Espodossolo, a saber 17,87% e 17% da precipitação. Conclui-se então que as metodologias propostas permitiram estimar realisticamente a GWR nas áreas de estudo, o que pode ser um passo inovador no tocante ao aprimoramento do gerenciamento e tomada de decisão da água no Nordeste do Brasil.
  • CÉLIA SOARES DE BRITO
  • MONITORANDO A SECA METEOROLÓGICA USANDO DADOS DE PRECIPITAÇÃO ESTIMADOS DE ALTA RESOLUÇÃO ESPACIAL E DE LONGO PRAZO.
  • Data: 03/03/2020
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • O monitoramento hidrológico requer um conjunto de dados de chuvas com precisão espacial e temporal, entretanto, esses dados nem sempre estão disponíveis em quantidade e qualidade satisfatórias. Para investigar a ocorrência de seca hidrológica na bacia do Rio Piranhas, Brasil, três conjuntos de dados de precipitação por satélite mensais de longo prazo chamados Climate Hazards Group Infrared Precipitation with Stations data (CHIRPS), Precipitation Estimation from Remotely Sensed Information using Artificial Neural Networks – Climate Data Record (PERSIANN-CDR), e Climate Forecast System Reanalysis (CFSR) foram avaliados e comparados com medições in situ de 38 postos pluviométricos para o período 1994−2017. Para avaliação entre os dados observados e estimados foram utilizados os índices estatísticos R², COE, BIAS, ME e RMSE. Os resultados obtidos mostraram uma superioridade dos valores do CHIRPS e o PERSIANN-CDR em relação ao CFSR. O CHIRPS é ligeiramente mais preciso em escala mensal e em distribuição espacial quando comparados aos demais conjuntos de dados. Por fim, o estudo aponta os dados CHIRPS e PERSIANN-CDR como boas alternativas para estimar a precipitação na Bacia do Rio Piranhas. O SPI detectou satisfatoriamente as principais secas ocorridas no período avaliado. Quanto aos dados de satélites, o CHIRPS e PERSIANN-CDR foram superiores ao CFSR na representação desses eventos na bacia hidrográfica do Rio Piranhas.
  • ARETUZA KARLA ARAUJO DA ROCHA
  • DESEMPENHO DE ARGAMASSAS PARA CONCRETOS AUTOADENSÁVEIS COM BAIXOS TEORES DE CIMENTO PORTLAND.
  • Data: 28/02/2020
  • Hora: 14:30
  • Mostrar Resumo
  • A busca pela sustentabilidade na indústria do concreto passa pelo uso cada vez mais intensivo de materiais de substituição do cimento Portland. Esses materiais, comumente chamados de adições minerais, quando utilizados em grande quantidade podem reduzir a alcalinidade da água dos poros do concreto, o que favorece à corrosão de armaduras no concreto armado. Este trabalho procura dar uma contribuição neste campo, tendo-se estudado argamassas autoadensáveis em que o cimento Portland foi substituído em 40%, em massa, por cinzas do bagaço de cana-de-açúcar (SCBA), cinzas de casca de arroz (RHA) e metacaulim (MK), além de misturas binárias entre as adições. Foi verificado também o efeito da substituição de mais 10% do cimento por cal, no processo conhecido como realcalinização. Assim, além da argamassa de referência, foram feitas 12 composições envolvendo os materiais citados, sendo seis sem cal e seis com cal. A relação ligante:areia foi de 1:1,64, e a relação água/ligante igual a 0,44. Foi otimizada a percentagem de aditivo através de medições do espalhamento do mine-cone e medido o teor de ar incorporado das misturas no estado fresco. No estado endurecido foi obtida a resistência à compressão aos 3, 7, 28 e 70 dias e absorção de água por capilaridade aos 28 dias. Foi estudado o efeito da carbonatação acelerada nas diferentes composições, através de corpos de provas cúbicos, imersos em uma câmara de carbonatação com concentração de 10% de CO2. Através da aspersão de fenolftaleína, foram obtidas as profundidades de carbonatação, aos 3, 7, 14 e 28 dias após os corpos de prova serem colocados na câmara. A microestrutura das treze composições foi analisada através de ensaio de difratometria de raios X (DRX) e termogravimetria (TG), destacando-se a presença e o teor de hidróxido de cálcio e de carbonato de cálcio. As análises foram feitas antes de os corpos de prova entraram na câmara de carbonatação e após 28 dias dentro dela. Os resultados indicaram que todas as misturas com adições reduziram significativamente a absorção de água por capilaridade, o metacaulim apresentando o melhor desempenho. As misturas binárias conduziram a maiores valores de resistência à compressão e a incorporação da cal interferiu muito pouco nesta propriedade. No entanto, a argamassa de referência apresentou maior valor da resistência, chegando a 66 MPa aos 70 dias de idade. Quanto à penetração da frente de carbonatação, a referência foi a que apresentou menor valor. As misturas binárias conduziram a maior profundidade de carbonatação. A presença da cal não reduziu esse efeito. Nos ensaios de DRX e TG, as adições reduziram a quantidade de hidróxido de cálcio disponível, antes da carbonatação acelerada. Após ela ocorrer, o hidróxido de cálcio não se faz presente. Apesar de em alguns parâmetros o desempenho das argamassas com adições ser inferior ao da referência, as argamassas aqui desenvolvidas podem ter aplicação prática na fabricação de concretos auto adensáveis, com notáveis benefícios ambientais.
  • LEOVEGILDO DOUGLAS PEREIRA DE SOUZA
  • ABORDAGEM ESTATÍSTICA E EXPERIMENTAL PARA A DETERMINAÇÃO DO DANO EM CONCRETO SOB ALTAS TEMPERATURAS
  • Data: 28/02/2020
  • Hora: 08:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O concreto possui um largo uso em várias aplicações ao redor do mundo ao longo dos tempos. O equacionamento de como se comporta, especialmente a relação entre tensões e deformações é deveras importante para o desenvolvimento e aperfeiçoamento do uso do material. Quando submetido à altas temperaturas, o concreto, por sua vez, apresenta um comportamento complexo, tendo alteradas suas propriedades mecânicas e relação constitutiva. Existem na literatura diversos modelos constitutivos para o concreto submetido aos mais diversos tipos de ações mecânicas, modelos para o concreto submetido à altas temperaturas e poucos modelos que tentam avaliar conjuntamente as ações mecânicas e térmicas. Este trabalho parte de uma formulação da mecânica do dano contínuo com plasticidade e, utilizando dados experimentais de ensaios de compressão simples e com cargas cíclicas em corpos de prova 50x100mm, promove a formulação matemática do desenvolvimento do parâmetro de dano (D) em função das variáveis de temperatura (T) e deformação máxima experimentada (κ). Utilizando métodos de regressão estatística, o modelo matemático encontrado descreve a relação constitutiva de σ(ε,T) com coeficiente de ajustamento estatístico de 96,81%. Foram realizados ainda ensaios de termogravimetria e ataque ácido a fim de elucidar as alterações químicas e microestruturais que refletem alterações mecânicas sensíveis nos ensaios de compressão e, assim, compor um espectro de causa e efeito entre todas as variáveis envolvidas. Ao final, o modelo estatístico é comparado de forma adaptada com outros modelos existentes na literatura.
2019
Descrição
  • JULIANA CLAUDIA BEZERRA CAMPOS
  • ÁREAS VERDES E QUALIDADE DE VIDA: UMA ANÁLISE SOBRE A PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS DE PARQUES URBANOS EM JOÃO PESSOA-PB, BRASIL.
  • Data: 03/12/2019
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O panorama atual das discussões sobre problemáticas urbanas evidencia, cada vez mais, questões vinculadas à diminuição ou ao comprometimento da qualidade de vida e bem estar das pessoas. Entretanto, considera-se que as áreas livres e verdes desempenham papel relevante na qualidade de vida e bem estar urbanos. Partindo dessa perspectiva, o presente trabalho teve como objetivo, além de ampliar discussões como essas, investigar a influência desses espaços para a qualidade de vida e bem estar urbanos a partir da percepção dos seus usuários. Tem como objeto empírico de pesquisa o Parque Urbano, a partir do qual são considerados os recortes espaciais do Parque Solon de Lucena e do Parque Zoobotânico Arruda Câmara – PZAC, parques urbanos municipais localizados na cidade de João Pessoa, PB. A metodologia da pesquisa refere-se ao Índice de Bem Estar em Áreas Verdes – IBEAV, adaptado a partir do Índice de Bem Estar Urbano – IBEU e de indicadores presentes no Índice de Qualidade de Vida Urbana de João Pessoa – IQVU/JP. A metodologia adotada é composta por 21 indicadores distribuídos em cinco dimensões: D1 - Mobilidade e acessibilidade, D2 - Condições ambientais urbanas, D3 - Condições habitacionais urbanas, D4 - Serviços coletivos urbanos e D5 - Infraestrutura urbana. Os resultados aqui capturados são apresentados segundo a metodologia adotada, onde apontam para valores de 0,80155 para o Parque Solon de Lucena e 0,7716 para o Parque Zoobotânico Arruda Câmara – PZAC, indicando dois espaços que apresentam condições boas e médias no que se refere a qualidade de vida e bem estar, respectivamente O estudo também demonstrou que os indicadores aqui aferidos encontram-se condizentes com os resultados apontados no último estudo realizado pelo Observatório das Metrópoles para a cidade de João Pessoa, PB. Entende-se, portanto que o método, adaptado e utilizado na pesquisa, apresentou-se como ferramenta adequada para avaliar a qualidade de vida e o bem estar dos usuários dos dois parques.
  • WESLEY RAMOS NOBREGA
  • SISTEMA DE DADOS ESPACIAIS EM NUVEM: UMA PROPOSTA DE INFRAESTRUTURA DE BIG DATA HABILITADA PARA O PLANEJAMENTO URBANO NO MUNICÍPIO DE CONDE (PB).
  • Orientador : RICHARDE MARQUES DA SILVA
  • Data: 08/11/2019
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A dinâmica das cidades tem exigido dos administradores públicos novos instrumentos e modelos de gestão, principalmente pela diminuição de recursos financeiros e pelo crescimento de suas responsabilidades. Os problemas derivados da cidade informal, dos assentamentos precários e ocupações por aglomerados subnormais têm crescido sem nenhum controle dos municípios. As consequências causadas acabam por demandar ainda mais investimentos em infraestrutura que a administração pública municipal não pode custear. Partindo deste problema e da necessidade da gestão municipal aderir a ferramentas que garantam um adequado planejamento urbano de seu território, este trabalho teve como objetivo desenvolver uma proposta de Modelo de Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE) baseada em nuvem, para auxiliar no planejamento urbano do município de Conde, localizado no Estado da Paraíba, Brasil. O motivo pelo qual o município de Conde foi escolhido se deve em razão das inúmeras peculiaridades que este município apresenta, tais como: área de grande fragilidade ambiental, especulação imobiliária, inúmeros problemas sociais e ausência da utilização de sistemas computacionais para gerir seu extenso território. Para o desenvolvimento deste trabalho foram coletados inúmeros dados ambientais, urbanos e cadastrais do município do Conde, assim como de órgãos vinculados a outras esferas de governo, que possuem informações geográficas do respectivo município, como: SUDEMA, Superintendência do Patrimônio da União, INTERPA, INCRA, IBGE, AESA, SUDENE, entre outros. O modelo de infraestrutura de dados desenvolvido neste trabalho realizou a devida configuração dos metadados, criou a configuração e disponibilização dos catálogos de consultas (CSW), escolheu e disponibilizou a plataforma WebGIS, que possui distintos tipos de acessos para usuários comuns (população) e usuários com acessos restritos (servidores), i.e., seguiu estritamente as normas definidas pela Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais – INDE. A IDE criada baseada em nuvem demonstrou ser uma ferramenta de baixo investimento, rápida e de fácil implantação, uma vez que não necessita de uma infraestrutura complexa de informática como necessitava o modelo tradicional de IDE. Este modelo de IDE mostrou-se relevante e eficaz para municípios que são carentes de recursos, pessoal qualificado e de infraestrutura computacional para implementação de modelos robustos de IDE. Pode-se concluir que essa ferramenta permite compartilhamento de dados geoespaciais pertinentes e transparência de informações, sendo, portanto, de grande valia não somente para o governo municipal, mas para a população local, órgãos de outras esferas do governo, para instituições de ensino e para fomentar dados para uma possível base de dados nacional que tem como objetivo principal agregar todas estas informações em uma base nacional de dados.
  • WESLLEY IMPERIANO GOMES DE MELO
  • CONTRIBUIÇÕES À ANÁLISE DINÂMICA DA AÇÃO DO VENTO EM PILARES DE PONTES VIA TÉCNICA DO MEIO CONTÍNUO E MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS.
  • Data: 05/11/2019
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O aprimoramento da análise estrutural vem se acelerando nas duas últimas décadas, primordialmente sob modelagem pelo Método dos Elementos Finitos. No caso especial de pontes, mediante tal modelagem, os efeitos dinâmicos são computados com maior rigor e confiabilidade e devido à grande agilidade de processamento imposta pelo mercado, a utilização de softwares comerciais tornou-se corriqueira. Em face da utilização de tais programas de análise e dimensionamento, o engenheiro estrutural ganha a praticidade de simular diversos estados de carga, porém deve sempre possuir mecanismos de validação e verificação de tais resultados. Daí, nessa tese, a Técnica do Meio Contínuo (TMC) será abordada, resgatada e aplicada na análise dinâmica de pilares de pontes. objetivando-se fomentar ferramenta de corroboração das simulações em softwares comerciais (geralmente via MEF). Os efeitos dinâmicos considerados nos mencionados pilares através da TMC foram obtidos com precisão excelente, o que permitiu a validação quanto aos seguintes aspectos: fenômeno da flexo-torção, teoria dos painéis-paredes, vibrações em núcleos estruturais contraventados por lintéis e estabilidade elástica. Além da exposição da TMC na análise dinâmica, evidencia-se a postulação de fluxogramas e marchas de cálculo sob a ótica de processamentos matriciais de equações diferenciais, bem como procedida a Generalização da Teoria do Painéis – Parede (GTPP) para ocorrência de paredes não ortogonais. A inovação ocorre no seguinte: desacoplamento dinâmico da vibração de painéis-paredes metálicos e de concreto armado, amortecimento proporcional para rigidez estrutural particionada no núcleo e nos lintéis de contraventamento, equações de Maney no equilíbrio dos lintéis e na condensação matricial. Por fim, para seções de paredes finas de concreto armado, submetidas ao bimomento, é postulada a marcha de cálculo e apresentadas tabelas adimensionais para obtenção da armadura resistente.
  • MARIE EUGENIE MALZAC
  • AVALIAÇÃO DA DINÂMICA ESPACIAL E TEMPORAL DA VULNERABILIDADE AMBIENTAL DA ZONA COSTEIRA SUL DO ESTADO DA PARAÍBA.
  • Data: 25/10/2019
  • Hora: 09:30
  • Mostrar Resumo
  • A evolução da ocupação do espaço geográfico costeiro brasileiro tem se constituído em uma importante questão a ser enfrentada pelos planejadores ambientais, na medida em que há necessidade de compatibilização entre as atividades antrópicas e a capacidade de suporte da terra, buscando a minimização da vulnerabilidade ambiental nos seus diversos ecossistemas. O conhecimento da vulnerabilidade ambiental deve ser estendido ao longo do tempo, analisando-se as tendências espaciais de crescimento, visando o adequado estabelecimento de políticas de zoneamento ambiental. A zona costeira Sul do estado da Paraíba (ZC-Sul/PB), objeto desse estudo, tem sofrido ao longo dos séculos com a destruição da Mata Atlântica, substituída pela ocupação majoritária da atividade agrícola, com destaque para a cana de açúcar, além da expansão urbana. Este trabalho teve como objetivo elaborar cartogramas dos graus de vulnerabilidade ambiental à perda de solos destinados à avaliação da estabilidade relativa às categorias morfodinâmicas do solo na ZC-Sul/PB para cenários pretéritos e preditivos. Foram abordadas questões ligadas à Zona Costeira (ZC) com destaque para a delimitação do seu espaço geográfico no contexto internacional e brasileiro. A gestão integrada, no âmbito das bacias hidrográficas e da ZC, apresenta diretrizes determinadas nas políticas do meio Ambiente, recursos do mar e de recursos hídricos. Por conseguinte, foi apresentado um diagrama conceitual relativo às zonas de planejamento de recursos hídricos e a zona costeira bem como a delimitação da ZC-Sul/PB, à luz de critérios estabelecidos na literatura, tendo sido considerado o critério arbitrário relativo ao traçado da rodovia BR-101 como o mais adequado. Realizou-se o mapeamento da dinâmica das alterações das classes de uso e ocupação do solo (UOS) na ZC-Sul/PB, nos cenários pretéritos para os anos de 1988, 2001 e 2013, com uso de imagens de satélites para o processamento através de softwares de técnicas de interpretação e classificação automática supervisionada. Também foram feitas predições dos UOS para os anos de 2023 e 2033 com o modelo Land Change Modeler (LCM), possibilitando prever as mudanças. Devido à carência de banco de dados de UOS, a aplicação do modelo LCM para a ZC-Sul/PB, foi feita com base nos parâmetros de transição para o município de Pitimbu, no qual foi feita a validação, e considerando também as semelhanças observadas entre a evolução do UOS em Pitimbu e na ZC-Sul/PB. As análises temporais e espaciais, dos cenários pretéritos e preditivos, identificaram resultados de grandes mudanças de áreas dos subsistemas da Mata Atlântica, equivalente à classe Áreas florestadas, para as classes Culturas diversas, Cana de açúcar e Áreas urbanas. Para as avaliações da vulnerabilidade ambiental na ZC-Sul/PB em cenários futuros, como dependente apenas das mudanças do uso e ocupação do solo, foi necessário assegurar a inexistência de tendências nas séries temporais de precipitação da região. Assim, foram aplicados dois métodos não paramétricos para verificação de ocorrência de tendências das séries de precipitação, e os resultados, foram indicativos da ausência de tendências. A análise da evolução da vulnerabilidade ambiental à perda de solos mostrou a ocorrência de quatro graus de classificação para a vulnerabilidade ambiental na ZC-Sul/PB: Moderadamente estável, Medianamente estável/vulnerável, Moderadamente vulnerável e Vulnerável. Do exame dos cartogramas de vulnerabilidade ambiental pôde ser inferida uma clara repercussão das mudanças do UOS, com o decrescimento de áreas florestadas, e no aumento dos níveis de vulnerabilidade na ZC-Sul/PB, uma vez que os demais planos temáticos foram considerados invariáveis na escala temporal referida. A comparação dos cenários pretéritos e preditivos permitiu concluir que a categoria morfodinâmica intermediária prevaleceu em equilíbrio pedogenético/morfogenético nos cenários referentes aos anos de 2001 e 2013, com grau Medianamente Estável/Vulnerável, equivalentes a 56,83% e 52,99% respectivamente. O cenário para o ano de 2033 aponta uma mudança para a situação de categoria instável, prevalecendo à morfogênese, somando 53,22%, com graus Moderadamente Vulnerável e Vulnerável, indicando assim propensão à perda de solo. A categoria morfodinâmica intermediária, observada entre os anos 2001 – 2013, com o reconhecimento do equilíbrio pedogenético/morfogenéticos para a maior parte da ZC-Sul/PB, passa a para a previsão da condição de morfogênese, categoria instável, a partir de 2025.
  • KILDENBERG KAYNAN FELIX NUNES
  • NEW ALTERNATIVES FOR CONNECTIONS BY ADHERENCE: COMPOSITE BEAM TESTS.
  • Data: 10/10/2019
  • Hora: 08:00
  • Mostrar Resumo
  • In the last years, it was observed a great process of industrialization of construction and the growing demand for infrastructure in countries with emerging markets that triggered the search for building systems with a high level of prefabrication. In this context, steelconcrete composite structures seem to be a formidable candidate to attend this demand, once they can provide very competitive solutions. Another relevant question is the types of concrete slabs, one that is usually used in small buildings in the Brazilian market are the precast ribbed slabs, thus deserving also a detailed investigation on how this type of slab behaves in the context of composite structures. The connection mode between the concrete slab and the steel girder is important for the durability and mechanical behavior of the steel-concrete composite structures. Because it considered a monolithic behavior for this structure, it is evident, then the need of the presence of connectors that can guarantee the most efficient connection between them. Thus, the need to develop new types of connections is evident. Adherence connection, where the resistance is due to friction between several interfaces, is a particularly promising solution. Therefore, the indepth study of the bonding behavior in composite structures has the potential to improve the calculation models for design, as well as the establishment of experimental analysis and numerical modeling procedures for the evaluation of existing structures. Thus the scope of this research is to evaluate the applicability of connection between steel and concrete in the context of ribbed slabs type in regard to its flexural behavior, using an adherence connection obtained by means of a continuous linear metallic connector with checkered grooves. For that, it will be done a systematic literature review to better understand the flexural behavior and functioning of adherence connections. Furthermore, experimentally evaluate the structural behavior of distinct composite beams based only on the slab typology by means of flexural test and dynamic tests and Validate a numerical model in finite elements using a FEM by the software ABAQUS®, which satisfactorily represents the proposed experimental models. With that, it is expected, at the end of this work, to provide a better understanding of the flexural behavior of adherence by means of a checkered plate.
  • CICERO MARCIANO DA SILVA SANTOS
  • DOSAGEM DE CONCRETO AUTO-ADENSÁVEL COM ADIÇÕES MINERAIS POR MEIO DE PLANEJAMENTO DE MISTURAS.
  • Orientador : GIVANILDO ALVES DE AZEREDO
  • Data: 09/10/2019
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa tem como objetivo aprimorar e validar o método de dosagem do pseudo simplex duplo para concretos auto adensáveis com três diferentes tipos de adição mineral (metacaulim, pozolana da casca de arroz e filler calcário). Para atingir tal objetivo, foi feita uma análise da trabalhabilidade e resistência mecânica dos concretos produzidos por meio desse método de dosagem. Primeiramente, foram definidos limites de utilização para os componentes das pastas e em seguida, foram produzidas 17 composições de pastas. Foram realizados testes de mini cone que geraram resultados de espalhamento e T115. Estes foram submetidos ao teste F e à análise de variância para averiguar a confiabilidade dos resultados obtidos, e assim, representar esses dados em coordenadas simplex para obter a região com grande probabilidade de ocorrência de pastas auto adensáveis. Foram realizados teste de viscosidade (cone Marsh) e exsudação (método de decantação na proveta), para verificar a resistência à segregação das pastas. Na sequência, a dosagem seguiu com a composição de argamassas auto adensáveis para obter o teor de agregado miúdo e compor três misturas de CAA, cada uma com sua respectiva adição mineral e teor de pasta (fraco, médio e forte). Além disso, foram produzidos diretamente da pasta constitutiva 7 misturas de CAA para cada adição mineral por meio de um planejamento fatorial 2² com três pontos centrais, no qual se configuraram como variáveis de entrada para o sistema o volume de pasta e a relação B/A, sendo esses parâmetros definidos e comparados com a EFNARC (2005) para se enquadrar ou ao menos chegar próximo do que determina a norma. As 30 misturas de CAA foram submetidas à testes de capacidade de preenchimento (slump flow e anel J), viscosidade (T500 e Funil V), habilidade de passagem (caixa L) e resistência à segregação pelo método da peneira. Em seguida, foram feitos ensaios de resistência à compressão aos 3, 7, 28 e 90 dias, e velocidade de pulso ultrassônico e absorção por capilaridade aos 28 e 90 dias. Como resultados da pesquisa, foi possível representar o resultados do teste de mini cone (espalhamento e T115) em coordenadas simplex e, por meio da intersecção entre essas variáveis, obter uma região com grande probabilidade de ocorrência de pastas auto adensáveis. Além disso, a partir de pastas constitutivas escolhidas nessas regiões, foi possível obter argamassas e concreto auto adensáveis, de acordo com os parâmetros da EFNARC (2005). No tocante a resistência mecânica, todas as misturas de CAA alcançaram resistência superior a 40 Mpa aos 28 dias, conforme os objetivos estabelecidos inicialmente no projeto associados a ótima velocidade de pulso ultrassônico e baixa absorção capilar, que indicam boa durabilidade para os concretos produzidos com esse método. Por fim, o método de dosagem atendeu aos objetivos propostos de: flexibilidade, universalidade, aplicação, sustentabilidade e custo. A viscosidade das pastas teve seus resultados mais coerentes com a literatura por meio do ensaio de cone Marsh, apesar da análise estatística indicar excelente correlação para o teste de mini cone (T115). Com relação à governança da pasta e argamassa sobre o comportamento do concreto, constatou-se que nas propriedades de fluxo a pasta governa e no estado endurecido a argamassa cumpre esse papel, resultados esses obtidos por meio de análise estatística.
  • LEONARDO PEREIRA E SILVA
  • “EFEITO DA VARIABILIDADE DE CENÁRIOS CLIMÁTICOS FUTUROS E USO E COBERTURA DA TERRA NOS PROCESSOS HIDROSSEDIMENTOLÓGICOS: O CASO DA BACIA DO RIO TAPEROÁ”
  • Data: 27/09/2019
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • As ações antrópicas sobre o uso e cobertura da terra e a variabilidade climática são os fatores controladores do meio ambiente, esses fatores são ainda mais impactantes na região semiárida do Brasil que se caracteriza pela alta variabilidade espaço-temporal da precipitação e valores elevados de evapotranspiração. A bacia hidrográfica do Rio Taperoá possui uma área de aproximadamente 5.660 km², está inserida na mesorregião da Borborema e inserida na região do cariri paraibano. O presente trabalho tem como objetivo central analisar a influência de cenários climáticos futuros pessimista e otimista de precipitação para a bacia do Rio Taperoá. O estudo identificou as mudanças ocorridas no uso e cobertura da terra para a bacia do Rio Taperoá dos anos de t1 (1990), t2 (1999) e t3 (2002), em que as principais alterações no uso e cobertura da terra de 2002 quando comparado com o ano de 1990 foi a diminuição da classe Vegetação arbórea arbustiva para Vegetação arbustiva, esse comportamento foi observado principalmente na porção leste da bacia. A modelagem dinâmica do uso e cobertura da terra baseada em RNMLP mostrou resultados satisfatórios para a bacia do Rio Taperoá com acurácia de 89,69% após 10.000 iterações e índice Kappa de 0,61, classificado por Landis e Koch (1977) como de qualidade muito boa. O cenário previsto para t4 (2060) apresentou aumento considerável da classe de Vegetação arbustiva herbácea, sendo esta a mais representativa com cerca de 38% e diminuição da área ocupada por Vegetação arbórea arbustiva quando comparado com o ano de 2002. O estudo também realizou uma modelagem hidrossedimentológica para estimar a vazão e a produção de sedimentos futuros na bacia do Rio Taperoá, com o auxílio de modelo hidrossedimentológico associado como a modelagem dinâmica do uso e cobertura da terra baseada em RNMLP. No período de calibração o modelo estimou um escoamento superficial médio de 13,38 m³/s, enquanto que no período de validação apresentou um valor de 8,84 m³/s, também superestimando o escoamento superficial médio. Os resultados encontrados para ambos os períodos, tanto o de calibração como o de validação mostram que o SWAT superestimou o escoamento superficial médio observado, que foi 8,87 m³/s na calibração e 2,66 m³/s na validação. O modelo estimou a maior produção de sedimentos no CNRM-CM3 no cenário pessimista em 22,74 t/ha/ano, já a menor produção de sedimentos no MIROC3.2 no cenário pessimista em 5,36 t/ha/ano
  • IANINA GONZALEZ TOSCANO
  • LOGÍSTICA REVERSA DE MEDICAMENTOS VENCIDOS E EM DESUSO NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB
  • Data: 30/08/2019
  • Hora: 16:00
  • Mostrar Resumo
  • Os resíduos de medicamentos são comumente descartados de forma inadequada, em vasos sanitários e pias e ou como resíduo doméstico, o que provoca risco ao meio ambiente e à saúde pública. O gerenciamento de resíduos sólidos apropriado permite minimizar a produção e proporcionar sua disposição final adequada. O presente trabalho objetivou analisar a logística reversa da coleta e descarte de medicamentos vencidos e ou em desuso no município de João Pessoa. O estudo foi desenvolvido a partir da aplicação de questionários em estabelecimentos farmacêuticos do município e na Vigilância Sanitária Municipal. Os resultados mostram que maioria das farmácias e drogarias do município de João Pessoa entrevistadas possuem plano de gerenciamento de resíduos sólidos (99,02%) e praticam a logística reversa de medicamentos vencidos e em desuso (95,1%). Foi verificada a carência de informações disponibilizadas para a população quanto ao descarte correto dos medicamentos e o não cumprimento às legislações que tratam de especificações para a prática da logística de reversa. Esta pesquisa poderá auxiliar na tomada de decisões quanto à logística reversa de medicamentos vencidos e em desuso no âmbito legislativo e operacional, a partir dos resultados obtidos da prática realizada nos estabelecimentos farmacêuticos do município de João Pessoa.
  • KÁSSIA DOS SANTOS SINHORELLI
  • “ESTUDO DAS PROPRIEDADES REOLÓGICAS E TÉRMICAS DE ARGAMASSAS DE REVESTIMENTO CONTENDO ADIÇÕES MINERIAIS E VERMICULITA”
  • Data: 30/08/2019
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • A industria da construcao civil tem cada vez mais buscando se modernizar, bem como atender as exigencias no que diz respeito ao impacto ambiental, alem de atender aos requisitos minimos da norma de desempenho de edificacoes (NBR 15.575, 2013). Dentre os diversos requisitos desta norma destaca-se aquele referente ao comportamento termico da edificacao. Diferentes materiais e solucoes construtivas tem sido utilizados para melhorar o desempenho termico das edificacoes, dentre as solucoes existentes no mercado pode–se destacar o uso de argamassa com propriedade de isolamento termico, podendo promover um ganho tanto ambiental quanto economico atraves da diminuicao da utilizacao de equipamento para arrefecimento do ambiente. Varios estudos envolvendo a utilizacao da vermiculita em argamassas de revestimento vem sendo desenvolvidos, no entanto, seu uso nas argamassas de revestimento convencionais tem resultado em um material com trabalhabilidade insatisfatoria na cidade de Joao Pessoa. Com base nisso, este estudo tem como principal foco avaliar o comportamento na reologia de argamassas no estado fresco, as suas propriedades endurecidas, alem da sua condutividade termica. Os materiais foram caracterizados quanto as suas propriedades fisicas (massa unitaria, massa especifica e granulometria), quimicas (fluorescencia de raios x) e mineralogicas (difracao de raios x). Misturas de argamassa contendo cimento Portland, cal hidratada, vermiculita, areia de rio e adicoes de metacaulim (MC) ou residuo de tijolo ceramico (RTM), na proporcao de 1:1:6, em volume, foram avaliadas. A areia foi substituida parcialmente por vermiculita nas proporcoes de 40%, 60% e 80%, ja as adicoes de pozolana foram introduzidas na proporcao de 10% e 20%, e o teor de agua foi determinado em funcao do espalhamento obtido na mesa de consistencia. No estado endurecido, foram avaliadas a resistencia mecanica, absorcao de agua por capilaridade, densidade de massa, aderencia e desempenho termico. Os resultados mostraram que apesar de apresentar o mesmo indice de consistencia, as argamassas demonstraram um comportamento distinto entre si na analise do Squeeze flow. Pois a estrutura lamelar da vermiculita e o elevado teor de agua nas argamassas que a continha produziu uma mistura com menor viscosidade. A utilizacao da vermiculita diminuiu o desempenho mecanico da argamassa, mas nao ao ponto que impossibilitasse seu uso como revestimento externo, e resultou em argamassas com diminuicao de ate 77,6% da condutibilidade termica em relacao a argamassa de referencia
  • ROMULO THOMAZ DE FIGUEIREDO BORJA
  • “COMPORTAMENTO ESTRUTURAL DE PILARES ARMADOS E NÃO ARMADOS, CONSTRUÍDOS COM BLOCOS DE TERRA COMPACTADOS”
  • Data: 30/08/2019
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • A construcao com bloco de terra compactado (BTC) usa tecnologia que converte a terra em estrutura, trazendo a simplicidade da oferta natural do solo, juntamente com padroes adequados de resistencia e durabilidade. A flexibilidade de projeto de alvenaria portante, permite varios estilos de construcao, desde paredes tradicionais a pilares e arcos. O objetivo deste trabalho foi analisar o comportamento estrutural de pilares armados e nao armados de BTC, submetidos a carregamento centrado. Os blocos foram caracterizados atraves dos ensaios de compressao axial e absorcao. 3 tipos de pilares foram realizados e caracterizados pelo ensaio de compressao axial, analise do modo de ruptura, deslocamentos e fissuracoes no elemento estrutural. Observou-se que os pilares de BTC armados obtiveram melhor desempenho quando comparados aos nao armados. Entretanto, o esmagamento dos blocos foi a principal causa para o colapso estrutural de todos os pilares. Por fim, concluimos que nao podemos considerar o modelo de dimensionamento proposto pela NBR 15812 (2010) para pilares de alvenaria de bloco ceramico, como um modelo representativo para pilares de BTC.
  • FLAVIO SOUZA AZEVEDO
  • “BIORRETENÇÃO: TECNOLOGIA ALTERNATIVA PARA MANEJO DE ÁGUAS PLUVIAIS URBANAS APLICADA A JOÃO PESSOA, PB.”
  • Data: 30/08/2019
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • A Infraestrutura Verde (Green Infrastructure - GI) difere das abordagens convencionais para o planejamento do espaco aberto, pois considera valores e acoes de conservacao em conjunto com desenvolvimento do uso do solo, alem de gerenciamento e planejamento da infraestrutura ja existente. Com 54% da populacao mundial atual habitando em areas urbanas, as consequencias desta urbanizacao na drenagem de aguas pluviais urbanas sao mitigadas coma as chamadas Melhores Praticas de Manejo (BMPs - Best management practices) e Desenvolvimento de Baixo Impacto (LIDs - Low impact development). Considerando a complexidade da gestao de aguas pluviais, o presente trabalho tem como proposta central investigar quais sao os parametros locais que influenciam no dimensionamento e no potencial hidrico de uma estrutura de biorretencao como alternativa complementar as praticas correntes de drenagem urbana. Tal dispositivo e conhecido como Stormwater Planter (canteiro pluvial) ou Street Side Rain Garden (jardim de chuva de lateral de rua). A aplicacao da equacao de Richards para simular o fluxo em perfis de solo com profundidade variavel foi modelada com o software HYDRUS-1D. A analise do solo local permitiu obter as propriedades hidraulicas especificas para o local de estudo e assim permitir a construcao dos Hidrogramas de projeto pelo metodo NRCS/SCS para os cenarios de pre e pos-desenvolvimento. O dimensionamento de um sistema de biorretencao foi verificado com tres metodos distintos: o metodo BIRENICE, o metodo LID Hydrologic Analysis e o metodo do Hidrograma. Com base nos resultados obtidos nesta pesquisa, o dimensionamento da biorretencao com o metodo LID apresentou os maiores volumes, vez que considera os dispositivos de biorretencao como reservatorios como 100% retencao. A variacao do tempo de retorno e da duracao da tormenta de projeto foi investigada e demonstrou que para tempos de duracao da ordem de 60 min a variacao no volume de armazenamento nao e significativa, mesmo quando o Tempo de retorno variou de 5 para 20 anos. Com a modelagem do processo hidrologico com o HYDRUS-1D restou comprovado que a previsao de uma camada de retencao de 0,20 m de altura nos perfis analisados altera positivamente a resposta hidrologica do sistema, ao propiciar menores volumes de escoamento e maximizar a infiltracao da agua no perfil para alem do tempo de duracao da tormenta. A aplicabilidade do sistema de biorretencao foi considerada com a apresentacao de uma proposta de implantacao no local de estudo. A area destinada ao sistema dimensionado foi de 4,08% da area total.
  • AMANDA VIEIRA PESSOA LIMA
  • ORIENTAÇÃO SOLAR E CONFORTO LUMÍNICO. Análise das condições ambientais e opinião dos usuários.
  • Data: 30/08/2019
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Nas edificacoes, o entorno e as orientacoes das fachadas influenciam na iluminacao e qualidade do ambiente interno. Em ambientes de escritorio, a iluminacao e uma das condicoes influentes no conforto visual, na saude, no bem estar e na produtividade dos trabalhadores. Sob essa otica, o trabalho objetiva identificar o impacto da orientacao da fachada principal nos niveis de iluminacao e satisfacao dos usuarios. Para isso realizaram-se medicoes em duas edificacoes com caracteristicas arquitetonicas semelhantes, a principal diferenca entre os dois predios e a orientacao da fachada principal, eles estao localizadas no centro da cidade de Joao Pessoa, cujo clima predominante e o tropical quente-umido. No estudo, foram analisadas variaveis relacionadas ao conforto visual e satisfacao dos usuarios, no total a analise contempla 219 postos de trabalhos medidos, com questionarios respondidos por seus respectivos usuarios. Os resultados demonstram diferencas significativas entre as duas edificacoes, onde o edificio orientado para Leste apresenta niveis de iluminancia (maximo de 2620 lux) e insatisfacao dos usuarios (45,58%) com a luz natural, maior que o edificio com orientacao Norte e Sul, com 18,07% de usuarios insatisfeitos. Foi detectado tambem que apesar dos beneficios da proximidade a janela no conforto dos trabalhadores, no clima tropical quente-umido, quando a janela e localizada na fachada Leste, sao detectados aspectos negativos no conforto luminico. Os resultados evidenciam que as fachadas principais voltadas para a orientacao Norte e Sul apresentam nos ambientes internos, melhores condicoes luminicas.
  • LUCAS MIRANDA ARAÚJO SANTOS
  • DOSAGEM DE CONCRETO AUTOADENSÁVEL COM ADIÇÃO DE FÍLER CALCÁRIO BASEADO NO PLANEJAMENTO EXPERIMENTAL DE MISTURAS.
  • Orientador : GIVANILDO ALVES DE AZEREDO
  • Data: 30/08/2019
  • Hora: 09:30
  • Mostrar Resumo
  • O concreto convencional (CC) é considerado um grande aliado do ser humano ao longo dos anos. No entanto, nem sempre o CC atende aos requisitos de aplicação. Diante disso, o concreto autoadensável (CAA) representa uma evolução do CC, por ser capaz de conferir à construção benefícios econômicos, tecnológicos e ambientais. Atualmente, o uso do CAA é impulsionado pela crescente aplicação no sistema construtivo de parede de concreto. Desse modo, o estudo tem por objetivo aplicar um novo método de dosagem para obter um CAA que atenda aos parâmetros de autoadensabilidade da NBR 15823 (2017), com resistências ditas convencionais (30 a 40 Mpa). O método de dosagem é baseado no planejamento experimental de mistura que foi desenvolvido por Leite (2018). No entanto, serão propostas algumas contribuições ao método com o intuito de simplificar sua utilização. O método de Leite (2018) supõe a otimização da pasta e do esqueleto granular de forma separada. Na produção das pastas, foi constatado que o ensaio T115 é muito sensível a erros de experimentos devido ao curto tempo do ensaio. O ensaio de funil de Marsh substituirá o T115. Dessa forma, será proposto um intervalo de autoadensabilidade da pasta em função do ensaio de funil de Marsh e do flow. Para isso, será fixado um volume de pasta em 40% para produção dos concretos autoadensáveis. Os intervalos de autoadensabilidade das pastas para o Flow é de 20 a 21 cm e para o Marsh é de 20 a 25 segundos. Além disso, foi possível observar uma pequena zona de autoadensabilidade, reforçando, portanto, a hipótese de que o ensaio de espalhamento do CAA já seria suficiente para a determinação da zona de autoadensabilidade juntamente com os ensaios da pasta. Uma vez determinada a zona de autoadensabilidade, qualquer ponto dentro da região terá grande probabilidade de ser autoadensável.
  • NÁDJA MELO DE OLIVEIRA
  • ANÁLISES GEOESPACIAIS DA DINÂMICA DAS SECAS VEGETATIVAS NA BACIA DO ALTO RIO PARAÍBA-PB ENTRE 2001 E 2017.
  • Orientador : RICHARDE MARQUES DA SILVA
  • Data: 30/08/2019
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • A seca e um fenomeno natural muito complexo que afeta o abastecimento de agua e por consequencia impacta nas atividades agricolas e socioeconomicas, causando crises sociais e politicas. Esse fenomeno e um dos fatores mais importantes que causam degradacao na vegetacao. Determinar as areas com vegetacao mais sensivel a seca pode ser eficaz no gerenciamento de risco de seca. Assim, diferentes indices baseados em produtos de sensoriamento remoto vem sendo utilizados para avaliar os impactos da seca na vegetacao. Desta forma, esse estudo utilizou indices de seca baseados em dados oriundos do sensor MODIS abordo dos satelites TERRA-AQUA, referentes ao Normalised Difference Vegetation Index (NDVI) e Land Surface Temperature (LST) para estimar os indices Vegetation Supply Water Index (VSWI) e Vegetation Health Index (VHI) e analisar as secas vegetativas. Este estudo utilizou tambem dados de precipitacao do Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM) para estimar o indice de Anomalia das Chuvas (IAC) e caracterizar o regime de chuvas na bacia do Alto Rio Paraiba para o periodo de 2001 a 2017 e caracterizar espaco-temporalmente as secas vegetativas na bacia. Nesse sentido, o objetivo desse estudo e analisar espaco-temporalmente as secas e seu impacto na cobertura vegetal da bacia do Alto Rio Paraiba. Os resultados do IAC mostraram os periodos secos e umidos da bacia e foram classificados de acordo com suas intensidades. Assim, o IAC definiu a partir da serie de 2001 a 2017 a ocorrencia de secas extremas nos anos de 2012 e 2015, bem como um ano extremamente umido em 2009. Sendo os periodos secos e umidos que ocorreram com intensidades diferentes utilizados para analisar o impacto na vegetacao. Com os valores estimados de VSWI e VHI para analisar as secas vegetativas, observaram-se para os anos de maior umidade e seca condicoes espaciais e temporais de secas diferentes. Esses indices variaram para a bacia entre 0 e > 40, onde os valores mais proximos ou > 40 indicaram condicoes normais de umidade para a vegetacao, e, portanto, ausencia de estresse hidrico, e os valores proximo a zero indicaram condicoes de seca extrema na vegetacao. Com base nas estimativas da seca vegetativas baseadas no VSWI e VHI, o VSWI apresentou melhor a seca na bacia, pois o mesmo refletiu a diminuicao do vigor da vegetacao (NDVI) e o aumento na temperatura da superficie (LST) para indicar a seca e nao subestimou a vegetacao com menor estresse hidrico como ocorreu nas estimativas do VHI.
  • ISABEL DE ARAÚJO MENESES
  • MODELAGEM DE PRECIPITAÇÃO UTILIZANDO NDVI E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS
  • Orientador : CELSO AUGUSTO GUIMARAES SANTOS
  • Data: 27/08/2019
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O sensoriamento remoto tem capacidade de abranger areas longinquas e em condicoes de dificil acesso para postos pluviometricos, contudo essas informacoes podem possuir estimativas consideradas grosseiras para simulacoes hidrologicas (LIU et al., 2013). O refinamento de estimativas de precipitacoes provenientes de satelites possui grande importancia em aplicacoes de estudos sobre o meio ambiente, tendo em vista que cada area possui um nicho ambiental especifico. Neste trabalho, foi desenvolvido um modelo de Rede Neural Artificial (RNA) para modelagem de dados de precipitacao local, utilizando a relacao existente entre o NDVI derivado do MODIS e a precipitacao proveniente do TRMM. O modelo foi treinado sobre a regiao da Sub-40, em uma escala espacial de 0,25 x 0,25, para a obtencao de precipitacao local de 0,125 x 0,125. Os modelos treinados para cada subarea apresentaram valores satisfatorios durante as fases de treinamento da rede e as precipitacoes locais apresentaram limitacoes sobre aplicabilidade em areas nao homogeneas.
  • GABRIEL SOARES FERREIRA
  • EVALUATION OF TWO CRACK MODELS FOR REINFORCED CONCRETE ONE-WAY SLABS SUBJECTED TO BENDING BY MEANS OF MODAL TESTS.
  • Data: 26/08/2019
  • Hora: 08:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A presença de fissuras em uma estrutura é um fato que chama a atenção sobre potenciais problemas de funcionalidade ou perda de capacidade resistente. Em elementos de concreto armado, os padrões de fissuras são influenciados por diferentes fatores tais como o tipo de elemento (viga, coluna, casca, placa), a resistência do material (resistência do concreto, relações de taxa de armadura), e o tipo de funcionamento (flexão, cisalhamento, torção). A identificação da intensidade do dano por inspeção visual das fissuras, embora seja uma prática comum, nem sempre é eficiente devido a limitações de acesso ou informações incompletas fornecidas. As lajes de concreto armado têm um padrão diferente de fissura em comparação com as vigas, onde as fissuras tendem a se espalhar na superfície do elemento, não necessariamente atingindo as bordas da laje, com profundidade visível a partir da mesma. A taxa de armadura também é um fator que pode mudar esse padrão. Para avaliar o efeito do dano no padrão de fissuração, nas freqüências naturais e formas modais em lajes de concreto armado, foram testadas duas dessas estruturas com diferentes dimensões e taxas de armadura em ambas as direções, nas quais foram induzidas fissuras por aplicação de carga estática, seguidas por testes modais usando excitação de impacto. Extraindo frequências e modos usando o software StarModal, diferentes índices de danos foram avaliados para comparar ambas as lajes, atentando que o padrão de fissuração foi diferente para ambas as estruturas. O gradiente da freqüência fundamental natural ao longo do decaimento, a taxa de abertura de fissuras e um índice de dano global baseado nas mudanças da freqüência natural fundamental foram avaliados. O comportamento do gradiente foi distinto para ambas as lajes, aumentando para ambas até 33% da carga de colapso, mas diminuindo a partir deste estágio de carga para a laje com maior taxa de armadura. Ambos os resultados das mudanças de gradiente e do padrão de fissuração trouxeram evidências de que a proporção entre as fissuras open (antigas) e breathing (novas) diferiam entre as lajes, e podem ser responsáveis por tais diferenças. Para entender o motivo de um comportamento diferente (estimado como causado por uma mudança no comportamento isotrópico para ortotrópico devido a fissuras), ambas as lajes foram modeladas numericamente utilizando elementos finitos. O modelo considerando a perda da rigidez no elemento finito que continha a fissura e nos elementos vizinhos mostrou-se mais adequado que o modelo onde a rigidez era reduzida em todos os elementos que atingiam o momento de fissuração, seja na comparação em frequência ou por forma modal através do parâmetro MAC. Modelos isotrópicos e ortrotrópicos não apresentaram diferenças significativas entre si, o que traz resultados inconclusivos sobre a transição de comportamento de isotrópico para ortrotrópico como causa do diferente padrão de fissuração. As tangentes nas curvas experimentais carga versus deslocamento no carregamento e descarregamento apresentaram valores relativamente próximos indicando que os modelos, embora elaborados para o estágio de descarregamento, também podem ser aplicados na fase de carregamento.
  • DARIS CORREIA DOS SANTOS
  • ÍNDICES DE EXTREMOS CLIMÁTICOS BASEADOS NA PRECIPITAÇÃO PLUVIAL E INFLUÊNCIA DE TELECONEXÕES NO NORDESTE DO BRASIL.
  • Data: 22/08/2019
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O Nordeste do Brasil (NEB) e uma area bastante vulneravel a episodios de secas e elevada variabilidade climatica, susceptivel a elevadas temperaturas e chuvas irregulares. Portanto, este estudo investiga a influencia das teleconexoes de escala global que afetam a precipitacao no NEB, proporcionando uma melhor compreensao dos efeitos oceanicos e atmosfericos sobre a variabilidade climatica interna de modo a detectar mudancas no padrao de precipitacao, com base em dados de precipitacao provenientes de 522 pontos de grade do Global Precipitation Climatology Centre- GPCC, de 1901-2013; 512 pontos de grade do satelite Tropical Rainfall Measuring Mission- TRMM 3B42, de 1998-2016 e dados observados de 368 estacoes meteorologicas, provenientes da Agencia Nacional das Aguas (ANA) e Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), de 1965-2017 e dados de teleconexoes atmosfericas oriundas do National Centers for Environmental Prediction (NCEP). Atraves do Rclimdex foram calculados onze indices de extremos climaticos provenientes da precipitacao diaria recomendados pelos Expert Team on Climate Change Detection and Indices (ETCCDI). A Analise de Componentes Principais (PCA) extraiu as variaveis mais relevantes explicando a variancia de cada Cluster para a caracterizacao espacial e temporal e o coeficiente de Pearson averigou o grau de correlacao dos indices de extermos climaticos com as teleconexoes, considerando os niveis de significancia de 0.1, 0.5 e 0.01 e por meio da Transformada de wavelet, do espectro cruzado wavelet e da coerencia wavelet detectou-se periodicidades significantes. Os resultados mostram que o indice Dias Consecutivos Secos (CDD) derivado da precipitacao diaria do satelite TRMM 3B42 correlacionado com a Oscilacao Decadal do Pacifico (PDO), Oscilacao Multidecadal do Atlantico (AMO), Indice de Oscilacao Sul (SOI), Indice Multivariado ENSO (MEI) e Indice Oceanico Nino (ONI) indicam o aumento de periodos de estiagem no NEB. Em periodos mais curtos, a conveccao local, nas regioes homogeneas mais favoraveis a periodos de estiagem, e fortemente impactada pela Oscilacao Quase-Bianual (QBO) e Oscilacao Antarctica (AAO); e as regioes homogeneas mais susceptiveis a precipitacoes extremas, sao impactadas pela SOI, Atlantico Tropical Norte (TNA) e Atlantico Tropical Sul (TSA). A precipitacao anual em dias umidos (PRCPTOT) proveniente do GPCC sugere que a variabilidade climatica do NEB e modulada pela PDO+AMO atuando simultaneamente na fase fria. Os dados observados mostra que as areas mais propicias a estiagem sofrem maior impacto da AAO e Indice da Temperatura Global Terra-Oceano (LOTI). A analise de wavelet identificou diferentes periodicidades significantes entre o acoplamento dos indices de extremos climaticos e os padroes oceanicos e atmosfericos indicando mudancas nos indices climaticos e variabilidade climatica do oceano Pacifico e Atlantico e tambem influencia de forcamentos externos na evolucao dos padroes climaticos nas areas susceptiveis a eventos secos e chuvosos no NEB. As anomalias da Temparatura da Superficie do Mar (TSM) nos indices Nino apresentam grande variabilidade nos ciclos de periodicidade das condicoes climaticas no Pacifico Equatorial e influenciam a variabilidade da conveccao tropical profunda e da circulacao atmosferica. Por fim, essas informacoes se tornam uteis para melhorias nas previsoes climaticas a longo prazo; implantacao de estrategias de adaptacao e mitigacao de eventos extremos, como secas e inundacoes e planejamento agricola.
  • LAÍS COSTA LIMA
  • AVALIAÇÃO DE ÁREAS VULNERÁVEIS A MOVIMENTO DE MASSA NA CIDADE DE JOÃO PESSOA – PB.
  • Orientador : TARCISO CABRAL DA SILVA
  • Data: 21/08/2019
  • Hora: 17:00
  • Mostrar Resumo
  • O movimento de massa e um processo natural e transformador no relevo de uma regiao. Entretanto, quando esses fenomenos ocorrem em areas ocupadas tornam-se perigosos para sociedade. A intensificacao das areas urbanizadas, o exodo rural e a necessidade de moradia por parte da populacao de menor poder aquisitivo nas grandes cidades, tornou-se um fato no processo de crescimento das cidades na sociedade contemporanea, o qual determinou essa populacao a estabelecer suas residencias em areas sem condicoes de ocupacao. Essas pessoas tornam-se mais susceptiveis a sofrer perdas por desastres naturais, ditas assim em situacao de vulnerabilidade. Alem do elevado numero de vitimas fatais, os movimentos de massa podem acarretar tambem prejuizos socioeconomicos significativos. Apesar do fato da humanidade enfrentar essas adversidades nao ser novo, e que historicamente muitos desastres naturais ja foram registrados ao longo da historia, a reacao preventiva para esses eventos ainda e um desafio para a sociedade. Como a importante funcao de subsidiar os processos para a gestao de riscos, a analise da estabilidade de taludes se insere como um importante instrumento nas areas urbanas. Na cidade de Joao Pessoa ha 48 areas susceptiveis a ocorrencia de problemas de movimentacao de massa. Nesse contexto, esse trabalho apresenta uma analise de risco realizada em uma amostra constituida pelas comunidades Ari Barroso, Saturnino de Brito, Terra do Nunca, Minervino Bione e Santa Clara. Utilizou-se um Veiculo Aereo Nao tripulado (VANT) para o mapeamento das areas. Foram aplicados modelos de avaliacao de risco de movimentacao de massa para determinacao de coeficientes de seguranca e de avaliacao dos riscos geologicos relativos a deslizamentos de encostas, classificando-os. Os resultados apontaram riscos geologicos classificados como Alto a Muito Alto em 4 das comunidades estudadas e Medio na comunidade Minervino Bione. Com excecao da Comunidade Ari Barroso, o fator de seguranca indicou riscos variando de Alto a Muito Alto.
  • EVELYN INÁCIO FANK
  • AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DE OFERTA E DEMANDA DE ÁGUA DO RESERVATÓRIO EPITÁCIO PESSOA EM BOQUEIRÃO – PB.
  • Orientador : HEBER PIMENTEL GOMES
  • Data: 16/08/2019
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Dentre as diversas consequencias do aquecimento global, a escassez hidrica em regioes semiaridas e uma das que mais ocasiona prejuizos, afetando o abastecimento de agua local e gerando custos onerosos aos seus gestores. Dessa forma, o planejamento e a gestao eficientes dos recursos hidricos sao necessarios para garantir a alocacao da agua entre seus usos multiplos, visando a obtencao dos maximos beneficios economicos e sociais e a sustentabilidade de seus sistemas. Devido a natureza estocastica do fluxo de agua, um dos obstaculos mais desafiadores e complexos para os gestores e planejadores de recursos hidricos e a operacao de reservatorios. O reservatorio Epitacio Pessoa, que recentemente enfrentou a maior crise hidrica desde sua construcao, localiza-se na Bacia Hidrografica do rio Paraiba do Norte, no estado da Paraiba, em uma regiao semiarida do Brasil. Este trabalho teve como objetivo avaliar a sustentabilidade na oferta e demanda da agua e propor estrategias de operacao, atraves da construcao de Curvas de Aversao ao Risco – CAR, para o reservatorio de abastecimento Epitacio Pessoa, de modo a auxiliar a gestao do mesmo. Para isso, foram definidos oito cenarios com diferentes vazoes de afluencia e de demanda, levando em consideracao as vazoes outorgadas pela ANA e pelo PERH-PB, a vazao da demanda potencial, a vazao de retirada real e a transposicao de agua do PISF. Indices de sustentabilidade (confiabilidade, resiliencia e vulnerabilidade) foram utilizados para auxiliar a analise e comparacao desses cenarios, bem como os valores dos volumes finais do reservatorio e atendimento medio as demandas. Alem disso, as simulacoes das CAR possibilitaram a analise do comportamento do reservatorio para varias vazoes de retiradas em tres cenarios distintos (de seca, de precipitacao media e chuvoso). O modelo utilizado para as simulacoes desse trabalho foi o AcquaNet. Os resultados mostraram que a implementacao de um modelo eficiente de gestao dos recursos hidricos, limitando as retiradas e recebendo agua do PISF, garante que o reservatorio Epitacio Pessoa nao alcance seu volume morto de agua armazenada, evitando o seu colapso. Determinados cenarios obtiveram resultados mais favoraveis quanto a seguranca hidrica do reservatorio, atendendo a demanda durante todo o horizonte da operacao, apresentando maiores valores de confiabilidade e sustentabilidade. Atraves das simulacoes das CAR, foi possivel estabelecer valores maximos de retiradas do reservatorio frente aos varios cenarios adotados.
  • LISARB HENNEH BRASIL
  • New interfaces for a connection by adherence in composite steel-concrete structures.
  • Data: 09/08/2019
  • Hora: 08:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • The technical and economic development of structural alternatives in building construction is a continuous demand. Despite the large number of studies conducted each year, few are dedicated to establishing rigid methodological criteria in order to assess their relevance to the progress of science. Thus, the purpose of a systematic review (SR) may be to discuss data, opinions or practices, provide a survey of previous publications, critique the current work, or make summary projections about future discoveries. In this way, this paper presents a SR related to the structural behavior of Connections by Adherence, aiming discuss concepts, major findings and research methods employed, which allowed us to infer that the connectors present sufficient shear resistance and ductility so that it can be applied to several types of composite structures, mainly in buildings construction. Furthermore, experimentally evaluates the applicability of connection by adherence between steel and concrete in the context of ribbed slabs. For this purpose, Push-out specimens were fabricated and performed in accordance with Eurocode-4 requirements, where the connection behavior is analyzed in terms of its load-slip relation and the failure modes are identified. All the results allow to induce that the Connector by Adherence made with checkered steel plate it is appropriate to use this type of connector in composite structures, as it certainly exhibited satisfactory performance in terms of ultimate shear resistance and ductility.
  • ANA BEATRIZ EGYPTO QUEIROGA DA NOBREGA
  • TRATAMENTO SUPERFICIAL PARA BLOCOS DE TERRA COMPRIMIDA (BTC): AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DA MUCILAGEM DE XIQUE-XIQUE (Pilosocereus gounellei)
  • Data: 08/08/2019
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A arquitetura sustentavel ou bioarquitetura, com enfase nas construcoes em terra crua, apresentam uma vantagem ambiental que as tornam extremamente competitivas, devido as suas propriedades termicas e higrotermicas que contribuem para a regulacao do conforto termico dos ambientes, e, para a exploracao de mecanismos com funcionamento bioclimatico, propiciando ainda, ambientes mais salubres. Porem, um dos principais problemas destas construcoes esta relacionado ao desempenho frente a acao da agua das chuvas, ocasionado o surgimento de patologias. Diante de tais consideracoes, o presente trabalho propoe a utilizacao da mucilagem de cacto xique-xique (Pilosocereus gounellei), como tratamento superficial para blocos de terra comprimida (BTC), a fim de verificar o seu potencial como pelicula protetora. Foram realizados ensaios com diferentes concentracoes de mucilagem e em diferentes escalas amostrais, tais como: corpos de prova cubicos, pequenas paredes e prototipos em escala real, comparando o material proposto (TX) com uma resina acrilica impermeabilizante comercial (TR) e amostras sem tratamento (TC). Com os resultados observou-se que o tratamento TX obteve um desempenho satisfatorio nos testes de absorcao de agua por capilaridade, como tambem nos ensaios de comportamento higrotermico. Com relacao a durabilidade apos ensaios de calor e choque termico, as amostras TX, tambem tiveram desempenho satisfatorio. Com os dados, pode-se concluir que, a mucilagem de xique-xique apresenta potencial para utilizacao para tratamento superficial, como impermeabilizante em BTC, representando possibilidade de aplicacao nesse tipo de material, para construcoes em terra. O presente trabalho proporcionou o deposito de uma patente de invencao, sob o titulo: Processo e produto impermeabilizante a base de mucilagem de cacto (BR 10 2019 008108 2).
  • ELIAMIN ELDAN QUEIROZ ROSENDO
  • VULNERABILIDADE À SECA NAS REGIÕES SEMIÁRIDA BRASILEIRA E PORTUGUESA: UMA AVALIAÇÃO BASEADA EM LÓGICA FUZZY.
  • Orientador : HAMILCAR JOSE ALMEIDA FILGUEIRA
  • Data: 31/07/2019
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • As regioes semiaridas sao caracterizadas por suas variacoes climaticas de alternancia entre periodos com baixa pluviosidade e periodos com elevada precipitacao. Esses locais, quando habitados, tornam-se palcos propicios a ocorrencia de desastres. A presente investigacao tem como objetivo analisar a vulnerabilidade socioambiental a seca das regioes semiarida brasileira e portuguesa, por meio de indicadores de vulnerabilidade. A aplicacao dos indicadores de vulnerabilidade teve como foco aos anos de 2000 e 2010 no territorio brasileiro (municipios do semiarido paraibano) e 2000, 2004 e 2010 no territorio lusitano (municipios inseridos na Regiao da Bacia Hidrografica do Rio Guadiana). A metodologia utilizada consistiu na agregacao de dados socioambientais das regioes alvos do estudo, utilizando-se dos pressupostos da teoria de conjuntos fuzzy e do seu tratamento matematico dado as incertezas envolvidas na analise de termos subjetivos, como e o caso da vulnerabilidade. O indice de vulnerabilidade foi obtido pela analise integrada de tres indicadores: Exposicao, Sensibilidade e Capacidade Adaptativa. Os resultados para a regiao semiarida brasileira mostrou uma diminuicao das vulnerabilidades da maioria dos municipios, tendo em vista as mudancas sociais e economicas ocorridas entre os anos de 2000 e 2010, alguns municipios se destacaram, como por exemplo, o municipio de Princesa Isabel que reduziu sua vulnerabilidade de 0,646 para 0,322 em um espaco temporal de dez anos. Ja O municipio de Cabaceiras, mesmo havendo melhorado seus resultados, apresentou os piores resultados em ambos os anos, (0,679 em 2000 e 0,646 em 2010). A evolucao dos resultados da regiao semiarida portuguesa foi parecida com a da regiao semiarida brasileira, porem, mais discreta, tendo uma reducao da vulnerabilidade na maioria dos municipios, no comparativo entre os anos de 2000 e 2010. Ao se computar os dados do ano de 2004, os resultados foram os mais vulneraveis dos tres anos, tendo em vista a grande seca que a regiao esteve exposta, nos anos de 2004-2005. Apos a obtencao dos resultados, em ambos os paises, com o intuito de referendar os resultados, foi feito um estudo comparativo com diversas fontes historicas (como jornais, sites de pesquisa, bancos de dados sobre desastres e registos em pesquisas cientificas) que relatavam a ocorrencia e magnitude de eventos de seca. Para o Brasil a analise quantitativa/qualitativa da recorrencia de palavras-chave relacionadas a seca, em jornais, refletiu a diminuicao da veiculacao de noticias que versassem sobre a seca e suas intemperies com o passar dos anos. Alem desse fator, para os dois paises, foi analisado o interesse das pessoas que utilizaram o Google® como ferramenta de pesquisa para termos relacionados com a seca, em diferentes periodos. Acredita-se que o metodo empregado permitiu uma analise integrada dos fatores naturais e sociais, de ambas as regioes, e possibilitou uma analise pormenorizada dos aspectos da vulnerabilidade a seca em diferentes anos.
  • GABRIEL FIGUEIREDO DE MELO
  • ANÁLISE NÃO LINEAR DE VIGAS DE CONCRETO ARMADO COM MÉTODO SECANTE
  • Data: 29/04/2019
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem como objetivo desenvolver e implementar rotinas computacionais de um modelo de elementos finitos simples e eficiente para analise nao linear de vigas de concreto armado, considerando a nao linearidade dos materiais atraves do uso das relacoes momento-curvatura das secoes transversais obtidas antes da analise estrutural. Foram desenvolvidas rotinas computacionais para obter as relacoes momento-curvatura de secoes genericas de concreto armado, utilizado um desenvolvimento alternativo ao tradicional metodo das lamelas. As rotinas desenvolvidas sao simples, gerais e flexiveis, permitindo um uso pratico e amplo, podendo ser utilizada com diferentes leis constitutivas do aco e concreto. Em seguida, foi desenvolvido um modelo de elementos finitos para analise nao linear de vigas de concreto armado baseado nas relacoes momento-curvatura, adotando o elemento de viga de Euler-Bernoulli. A fim de resolver as equacoes de equilibrio nao lineares e obter os deslocamentos e esforcos internos da viga, foi adotado o metodo iterativo secante. Neste metodo a matriz de rigidez secante da estrutura e atualizada a cada iteracao, utilizando os valores das curvaturas dos nos e os diagramas momento-curvatura para calcular as matrizes de rigidez dos elementos. O modelo de elementos finitos desenvolvido foi implementado atraves de rotinas computacionais, sendo, entao, validado atraves de comparacoes com resultados de exemplos numericos e experimentais da literatura. Com base nos resultados obtidos nos exemplos, pode-se concluir que as rotinas computacionais para analise nao linear de vigas de concreto armado desenvolvidas neste trabalho se mostraram precisas e eficientes.
  • ANA EMÍLIA DUARTE BARBOSA PAIVA
  • APERFEIÇOAMENTO DO SISTEMA DE COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA BRUTA NA PARAÍBA: ESTUDO DE CASO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DO PEIXE-PB
  • Orientador : CELSO AUGUSTO GUIMARAES SANTOS
  • Data: 29/03/2019
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • As regioes semiaridas, como o Nordeste do Brasil, caracterizadas pela associacao de fatores naturais como baixos indices pluviometricos, temperaturas elevadas durante todo ano, forte insolacao e altas taxas de evapotranspiracao - que na maioria das vezes superam os totais pluviometricos irregulares, configurando taxas negativas no balanco hidrico - apresentam normalmente um contexto de baixa disponibilidade hidrica, agravado pela ocorrencia de rios intermitentes, elevadas demandas de agua - principalmente para abastecimento humano e irrigacao - e ainda a poluicao decorrente da precaria infraestrutura de saneamento das cidades. Logo, a gestao dos recursos hidricos nessas bacias hidrograficas, torna-se mais complexa e desafiadora, sendo necessario usar instrumentos e meios, cada vez mais eficazes para o uso racional dos mesmos. Entre outros instrumentos previstos na Politica Nacional de Recursos Hidricos, tem-se a cobranca pelo uso da agua bruta, que tem, como um dos objetivos, tambem promover o uso racional e estimular investimentos em despoluicao, reuso, protecao e conservacao. O sistema de cobranca pelo uso da agua da Paraiba, regulamentado pelo Decreto Estadual nº 33.613/2012, foi definido de forma simples, sem considerar caracteristicas e aspectos especificos do Estado e da regiao semiarida, ficando sua aplicacao aquem de atender aos propositos da aplicacao do instrumento. Assim, o presente trabalho apresenta o aprimoramento do modelo de cobranca pelo uso da agua, a partir de estudos sobre a valoracao economica ambiental e sobre demais sistemas existentes de cobranca pelo uso da agua bruta, mostrando-se capaz de expressar em sua formulacao, com a insercao do coeficiente de inducao ao reuso, a uniao do uso racional dos recursos hidricos e o incentivo economico a utilizacao de praticas voltadas a maximizacao da eficiencia do uso da agua e minimizacao da poluicao das mesmas, especialmente em regioes semiaridas que sofrem com o estresse hidrico.
  • CAMILA DE ALMEIDA PORTO
  • Desempenho da membrana de ultrafiltração no pós-tratamento de efluente secundário com vistas ao reuso.
  • Data: 27/03/2019
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os processos de separacao por membrana vem sendo aplicados em efluentes secundarios para viabilizar o reuso em diversas modalidades. O presente trabalho avaliou o desempenho de um sistema piloto de ultrafiltracao no pos-tratamento de efluente de lagoa facultativa da Estacao de Tratamento de Esgotos de Mangabeira, em Joao Pessoa/PB. Experimentos de curta e longa duracao foram realizados para avaliar o comportamento da pressao transmembrana com base em planejamento de experimentos. A caracterizacao do efluente de alimentacao e do permeado tambem foi realizada para a avaliacao da potencialidade de reuso. A estabilidade do sistema foi observada em uma taxa de filtracao relativamente baixa, em torno de 32,5 lmh. As condicoes da limpeza fisica nao apresentaram influencia na remocao da incrustacao reversivel. A frequencia da limpeza quimica basica pode ser realizada a cada 20h para a remocao da incrustacao irreversivel. A adicao de coagulante mostrou-se imprescindivel para a manutencao da pressao transmembrana do sistema estudado. O efluente de alimentacao apresenta elevada carga organica em termos de DQO e turbidez, limitando-se a taxa de filtracao. O permeado apresenta baixa carga organica (media de 5 mg. L-1 de DBO5; 26 mg.L-1 de DQO e 0,7 UNT de turbidez), ausencia de coliformes termotolerantes e transparencia, enquadrando-se em diversos padroes de reuso nacionais (ABNT, Estado de Sao Paulo, Estado do Ceara, Prosab) e internacionais (Estados Unidos e Espanha), porem, um tratamento adicional faz-se necessario para reuso industrial (Padrao Aquapolo Ambiental). Sugere-se a remocao previa das algas do efluente estudado para aumentar a taxa de filtracao e viabilizar a combinacao com o processo de ultrafiltracao.
  • Paula Karenina de Macêdo Machado Freire
  • MODELOS ROBUSTOS DE PREVISÃO DE VAZÃO BASEADOS EM WAVELETS E REDES NEURAIS ARTIFICIAIS
  • Data: 26/03/2019
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • O desenvolvimento economico de qualquer regiao esta diretamente ligado a quantidade e qualidade de seus recursos hidricos. Um gerenciamento adequado destes recursos e capaz de minimizar os efeitos de varios fenomenos naturais, tais como as secas que afetam diretamente o setor energetico, o que recentemente tem provocado apagoes. Modelos de previsao sao comumente usados para prover um melhor planejamento e operacao de sistemas de abastecimento de agua. Entretanto, procedimentos que consideram a previsao de curto a longo prazo ainda sao escassos na literatura, principalmente no que diz respeito ao nordeste brasileiro. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi o desenvolvimento de modelos robustos de previsao de vazao para diferentes horizontes (diarios, mensais e anuais). Foram desenvolvidos dezoito modelos robustos, sendo seis para previsao diaria (RNAdQ→Q, RNAdP→Q, RNAdPQ→Q, WRNAdQ→Q, WRNAdP→Q e WRNAdPQ→Q); seis para previsao mensal (RNAmQ→Q, RNAmP→Q, RNAmPQ→Q, WRNAmQ→Q, WRNAmP→Q e WRNAmPQ→Q); alem de seis para previsao anual (RNAaQ→Q, RNAaP→Q, RNAaPQ→Q, WRNAaQ→Q, WRNAaP→Q e WRNAaPQ→Q), os quais foram testados para previsao das vazoes afluentes ao reservatorio de Xingo, a eficiencia desses modelos foram testadas comparadas com os modelos tradicionais baseados em redes neurais artificiais (RNAdX) e com os modelos hibridos wavelet – redes neurais artificiais (WRNAdX). Os resultados mostraram que os modelos hibridos (WRNA) foram superiores aos utilizando apenas RNA, de forma especifica, para previsoes diarias o melhor modelo foi o hibrido WRNAdQ→Q, que utiliza as vazoes transformadas dos reservatorios a montante. Para previsoes mensais e anuais, os modelos ideais foram os hibridos WRNAmPQ→Q e WRNAaPQ→Q, respectivamente, os quais utilizam a precipitacao transformada em Tres Marias e a vazao transformada em Xingo como entrada em cada modelo.
  • CAMILA GONÇALVES LUZ NUNES
  • ESTUDO DO COMPORTAMENTO DE MISTURAS ASFÁLTICAS MODIFICADAS POR BORRACHA DE PNEUS INSERVÍVEIS
  • Data: 26/02/2019
  • Hora: 08:30
  • Mostrar Resumo
  • Diante da necessidade de obtencao de pavimentos com maior durabilidade, estudos vem sendo continuamente desenvolvidos para melhorar o desempenho das misturas asfalticas. Neste contexto, a incorporacao de residuos, como a borracha proveniente de pneus inserviveis as misturas asfalticas convencionais, se mostra como uma alternativa viavel para o descarte desses residuos e como uma possivel forma de melhorar o desempenho das misturas. Assim, neste trabalho buscou-se avaliar o desempenho fisico e mecanico de misturas asfalticas com ligante asfalto-borracha, produzido em laboratorio, e agregados locais de origem granitica. Para a producao do asfalto-borracha foram incorporados teores de 10%, 15% e 20% de borracha ao ligante asfaltico convencional, sob elevada temperatura. Para a escolha da composicao granulometrica das misturas, foi escolhida a Faixa C do DNIT ES 031/2006, com ajustes feitos por meio da metodologia de faixa de agregados dominantes (FAD). Apos a producao do asfalto-borracha e definicao da composicao dos agregados foram realizados os ensaios laboratoriais para avaliacao do desempenho fisico e mecanico das misturas. Para a realizacao dos ensaios mecanicos foram utilizados os metodos de compactacao Marshall e SUPERPAVE, obervando-se a influencia do metodo de compactacao no desempenho das misturas. Por meio dos resultados obtidos pode-se constatar que as misturas com 10% de borracha e metodo de compactacao SUPERPAVE tiveram um melhor desempenho.
  • ADALICE FLÁVIA DUARTE DE MEDEIROS
  • DESEMPENHO ACÚSTICO DE UMA PASSAGEM INFERIOR NA ATENUAÇÃO DO RUÍDO DE TRÁFEGO.
  • Data: 25/02/2019
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As barreiras acusticas sao uma das solucoes usualmente adotadas na reducao do ruido de trafego. Entretanto, da mesma forma que elas sao consideradas um obstaculo ao som, na maioria das vezes, tambem sao percebidas como um obstaculo visual. Sabe-se que passagens inferiores em rodovias vem sendo usadas para evitar cruzamentos em nivel entre as vias. Pressupoe-se que esse desnivel pode funcionar como uma barreira acustica, contribuindo com a reducao do ruido nas areas circunvizinhas com a vantagem de possuir pouco impacto visual. Para avaliar o potencial de isolamento da passagem inferior, foram feitas de medicoes do nivel de ruido em pontos de interesse, previsoes de ruido com expressoes do modelo CoRTN e modelagens computacionais utilizando o software SoundPLAN®, que considera a distribuicao sonora na area urbana como um todo. O modelo matematico do CoRTN utilizado conseguiu prever o ruido no entorno da passagem inferior e quantificou sua atenuacao sonora. Embora simplificado, tal modelo mostrou ser confiavel e possui resultados representativos se comparados a modelagem computacional realizada no SoundPLAN®. Por fim, foi comprovado que o uso da passagem inferior possibilita uma atenuacao significativa no nivel de ruido, confirmando a sua eficiencia como uma solucao para a minimizacao do ruido de trafego.
  • MARIA MARCELLA MEDEIROS MELO
  • SIMULAÇÃO DAS ALTERAÇÕES HIDROLÓGICAS OCASIONADAS POR BARRAMENTOS HIDRELÉTRICOS NA BACIA DO ALTO PARAGUAI
  • Data: 25/02/2019
  • Hora: 13:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A matriz energetica brasileira e predominantemente consistituida por fontes hidraulicas e, considerando cenarios de expansao, e necessario o conhecimento previo de seus impactos para fins de planejamento. A Bacia do Alto Paraguai (BAP), onde esta inserido o Pantanal, possui dezenas de hidreletricas instaladas na regiao do planalto, o que pode resultar em impactos diversos sobre o bioma. Este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da operacao de hidreletricas localizadas a montante da BAP sobre o regime de vazoes e padrao de inundacao do Pantanal. Foram criados cenarios hipoteticos para investigar o efeito isolado da hidreletrica de Manso e da operacao conjunta de todas as hidreletricas existentes e planejados na bacia. A partir de condicoes de contorno de montante obtidas por simulacao na regiao do planalto com o modelo hidrologico distribuido MGB-IPH, o SIRIPLAN, sistema que combina modelos 1D e 2D para simulacao nos canais e na planicie, respectivamente, foi empregado no Pantanal. A quantificacao das alteracoes foi realizada utilizando os Indicadores de Alteracao Hidrologica (IHA) e diferentes abordagens da Abordagem da Faixa de Variabilidade (RVA), sendo tambem proposta uma adaptacao a metodologia tradicional. Os resultados mostram que a hidreletrica de Manso possui forte efeito de regularizacao no rio Cuiaba, alterando a maioria dos indicadores, com predominante aumento das vazoes minimas de diferentes duracoes, de ate 200%, alem da diminuicao das vazoes maximas e no numero de baixos pulsos. Por sua vez, a reducao das vazoes maximas reduziu a frequencia de inundacao e lamina d’agua media nos entornos dos rios Cuiaba e Paraguai. A operacao conjunta das hidreletricas resultou em alteracoes de menor magnitude, inferiores a 2% para a maioria dos indicadores, com maior impacto sobre o numero e a duracao de baixos pulsos. As hidreletricas consideradas tendem a intensificar as condicoes de estiagem, diminuindo as vazoes minimas de diferentes duracoes e as medianas dos meses mais secos e aumentando a duracao de baixos pulsos. Em termos de area inundada, o comportamento predominante foi de reducao, especialmente as margens do trecho superior do rio Paraguai e em toda extensao do rio Taquari, o que pode vir a intensificar o assoreamento na regiao, alem de ter efeitos diversos sobre os ecossistemas locais. A adaptacao proposta a metodologia tradicional do RVA, considerando a existencia de limites de tolerancia, resultou alteracoes menores, embora tenha sido observado pouco efeito sobre os indicadores relacionados a altos e baixos pulsos. A analise do RVA nas as tres categorias (superior, central e inferior) se mostrou mais satisfatoria para representar as alteracoes do que quando comparada a metodologia tradicional. Os resultados obtidos evidenciam as inter-relacoes existentes entre diferentes trechos do Pantanal em razao das trocas laterais e que mesmo localizadas a centenas de quilometros de distancia, as hidreletricas instaladas no planalto possuem efeito sobre seu regime de vazoes e de inundacao.
  • EMERSON DA SILVA FREITAS
  • AVALIAÇÃO DO USO DO GPM (GLOBAL PRECIPITATION MEASUREMENT) PARA DETERMINAÇÃO DE EVENTOS CHUVOSOS E SUAS PROPRIEDADES NO BRASIL: UMA ANÁLISE NA ESCALA SUBDIÁRIA
  • Data: 22/02/2019
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A precipitacao, dentre as variaveis do ciclo hidrologico de bacias hidrograficas, e a mais importante para muitas aplicacoes. Apesar disso, o entendimento das propriedades das chuvas no espaco e no tempo ainda e um desafio em paises em desenvolvimento devido a escassa rede de monitoramento. Este trabalho teve como objetivo analisar e comparar espaco-temporalmente a precipitacao e suas propriedades geradas pelos dados de precipitacao observados do CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais) e dados de precipitacao estimados pela missao Global Precipitation Measurement (GPM). Para isto, utilizaram-se dados de cerca de 3.000 estacoes pluviograficas distribuidas pelo pais, com uma alta resolucao temporal de 10 min, quando ha precipitacao. O periodo de estudo foi de 2015 a 2017. A metodologia consistiu de algumas etapas: foi feita inicialmente uma analise quali-quantitativa dos dados observados. Foram determinados, a partir do criterio do Intervalo Minimo entre Eventos (MIT), os eventos e suas respectivas propriedades medias (lamina precipitada, duracao, intensidade, tempo seco e intermitencia) para cada ano e para cada estacao (dados de campo) e pixel (dados do IMERG). Para os dados observados, aplicou-se a analise dos componentes principais e, posteriormente, de agrupamento para identificar regioes que possuem propriedades semelhantes, para a definicao de grupos para realizacao das analises e comparacoes. Os principais resultados indicaram que, apenas 6 componentes principais de 44 variaveis sao responsaveis por representar mais de 90% da variabilidade dos dados, e com isso foram identificadas 5 regioes com a analise de agrupamento. Com relacao ao Numero de Eventos e a Lamina media precipitada ha uma boa concordancia entre os dados, possuindo um erro relativo absoluto de no maximo 50% e possuindo correlacoes de ate 0,8 para essas propriedades. Com relacao a duracao e a intensidade, para a primeira ha uma superestimacao e para a segunda uma subestimacao. Os erros relativos absolutos sao maiores, chegando a ate 160% e baixos coeficientes de correlacao. Com relacao aos sistemas de precipitacao percebeu-se que, as precipitacoes frontais foram as mais bem representadas e os sistemas convectivos foram os que apresentaram os piores resultados. A principal conclusao desse trabalho e a indicacao que nao se pode utilizar o IMERG para estimar as propriedades da precipitacao sem admissao um erro de pelo menos 50% nos dados.
  • THIAGO SANTOS DE ALMEIDA LOPES
  • AVALIAÇÃO DA REMOÇÃO DE AGROTÓXICOS POR BIORREATOR DE MEMBRANA E PÓS-TRATAMENTOS DE CARVÃO ATIVADO, OSMOSE REVERSA E OZONIZAÇÃO
  • Data: 21/02/2019
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A crescente demanda por alimentos tem gerado um incremento significativo na producao e uso de agrotoxicos nas mais diversas lavouras. Estes produtos tendem a se acumular no meio ambiente e com isso acarretam em diversos problemas de poluicao ambiental e de saude publica. Os sistemas convencionais de tratamento de efluentes nao sao eficazes na remocao destes contaminantes. Por esse motivo, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o potencial de um biorreator de membrana (BRM) em escala piloto, tratando efluentes de uma industria de processamento de frutas, para a remocao de agrotoxicos, de formas individual e combinada com outras tecnologias de tratamento. A estabilidade do BRM foi monitorada por meio de analises de DQO, pH e SST. A adicao de agrotoxicos ocorreu atraves da insercao continua de solucao estoque para gerar concentracoes de 20 µg.L-1 de 2,4-D, carbendazim e diuron e 1,5 µg.L-1 de atrazina no BRM. A determinacao destes compostos foi efetuada por meio da extracao em fase solida (SPE) e da cromatografia liquida acoplada a espectrometria de massas sequencial (LC-MS/MS). A eficacia do BRM para a remocao de agrotoxicos foi avaliada mediante quatro experimentos com variacoes de TDH e adicao de carvao ativado em po (CAP) no biorreator, alem da operacao dos pos-tratamentos de carvao ativado, osmose reversa e ozonizacao. Durante o estudo, foram executadas limpezas quimicas das membranas com acido citrico, hidroxido de sodio, hipoclorito de sodio e acido fosforico. O biorreator demonstrou robustez e estabilidade, ao manter a qualidade do permeado mesmo sob elevadas variacoes de DQO do efluente bruto e do teor de biomassa no lodo. Contudo, proporcionou apenas uma remocao parcial dos agrotoxicos estudados, ressaltando a necessidade de um uso combinado com outras tecnologias de tratamento para uma remocao completa. A introducao de CAP no BRM promoveu remocoes medias superiores a 94% para carbendazim e diuron, contudo, a mesma eficacia nao foi obtida para 2,4-D e atrazina. Dentre os sistemas hibridos, formados pela uniao entre BRM e pos-tratamentos disponiveis na ETE piloto, as alternativas BRM/adsorcao em CAG e BRM/osmose reversa geraram excelentes resultados, mostrando-se eficazes para fins de remocao de agrotoxicos. Com relacao ao sistema BRM/ozonizacao, foi observada uma performance aquem as das supracitadas, mas que pode ser justificada pelo baixo teor de ozonio aplicado.
2018
Descrição
  • ALEX DIAS DA SILVA
  • PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NA CIDADE: UMA ESTRATÉGIA PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL A PARTIR DE EXPERIÊNCIAS EM JOÃO PESSOA-PB
  • Data: 26/10/2018
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • No relatorio Perspectivas da Urbanizacao Mundial, a ONU destaca que 54% da populacao global vive em meio urbano e nas proximas tres decadas serao cerca de 6 bilhoes de pessoas nas cidades. Por evidente, isso implica no risco a atual e futura condicao de desenvolvimento urbano sustentavel dos habitantes nos grandes conglomerados urbanos. Sabe-se que os recursos naturais sao limitados e a partir do momento em que sao retirados, sem uma devida realocacao, tendem a se extinguir. Como alternativa, a populacao busca alimentos mais saudaveis, produzidos de forma sustentavel, particularmente as familias vulneraveis, favorecendo uma dieta alimentar e nutricional rica e digna, ao mesmo tempo em que possibilita o aumento do seu poder aquisitivo e a promocao da agricultura sustentavel. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho e estudar, quantificar e caracterizar as diferentes praticas de Hortas Urbanas como instrumento de desenvolvimento urbano sustentavel, desenvolvidas na cidade de Joao Pessoa-PB. A metodologia empregada no trabalho foi pesquisa quali-quantitativa, desenvolvida em quatro etapas: levantamentos preliminares, analise, sintese/resultados e conclusao. O trabalho revelou um numero expressivo de hortas (comunitarias, escolares, particulares e terapeuticas) espalhadas em 36 bairros da cidade, desenvolvidas em espacos publicos ou privados, sendo a maioria cultivada em grande escala. A identificacao dessas experiencias possibilitou a criacao de um mapa colaborativo, com auxilio do Google My Maps, com a caracterizacao de cada horta. Na pesquisa foram evidenciadas politicas publicas instituidas pelo governo local que fomentam a agricultura urbana. A utilizacao do programa Horta Facil se mostrou eficiente no planejamento, dimensionamento e gerenciamento de uma producao de hortalicas, diante da simulacao empirica em uma area vazia com alto potencial de transformacao em horta. A estimativa do potencial de producao de alimentos nas areas de estudo indicou que nao e possivel alcancar a autossuficiencia alimentar da populacao. As representacoes da comunidade reconstituidas pelo metodo Discurso do Sujeito Coletivo foram heterogeneas e permitiram a percepcao da populacao no que diz respeito ao tema.
  • MARIKO DE ALMEIDA CARNEIRO
  • SISTEMAS INDIVIDUAIS ALTERNATIVOS DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO
  • Data: 22/10/2018
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • : Estima-se que mais de 4,5 bilhoes de pessoas no mundo nao tenha acesso a servico seguro de esgotamento sanitario (WHO, 2017b). O contexto nao e muito diferente no Brasil, onde apesar de avancos significativos no setor de saneamento apenas 51,9% da populacao brasileira possui atendimento por rede de esgoto e 44,9% do esgoto gerado no Pais sofrem algum tipo de tratamento (SNIS, 2018). Para aumentar os indices de atendimento e necessaria a adocao de sistemas de tratamento de esgoto, dentre eles os sistemas individuais (localizados): tecnologias que podem ser implantadas em locais com dificuldade de acesso a rede coletora ou situacoes possam encarecer a implantacao ou manutencao do sistema. Neste contexto, o presente trabalho avaliou o desempenho de dois sistemas individuais alternativos de tratamento de esgoto sanitario bruto: sistema de wetland construidos de fluxo vertical (sistema compacto frances) e um sistema de reator aerado em bateladas sequenciais (RABS/SBR), comparando a eficiencia de remocao de poluentes com sistemas individuais convencionais. Durante 12 meses de monitoramento, o sistema compacto Frances apresentou remocao media de DQO de 87,8% e DBO de 74,3%, enquanto o SBR obteve remocao media de DQO de 94,5% e DBO de 86,6%. Os sistemas individuais alternativos apresentaram desempenho superior a sistemas convencionais como o conjunto tanque septico seguido de filtro anaerobio. Portanto, os sistemas alternativos estudados se mostraram solucoes viaveis para o tratamento de esgoto sanitario de unidades habitacionais e pequenas comunidades.
  • CARLA CAVALCANTE ARAUJO
  • ESTUDO DE CORRELAÇÕES ENTRE PROPRIEDADES DO CONCRETO E ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS
  • Data: 28/09/2018
  • Hora: 14:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os ensaios nao destrutivos sao uma ferramenta importante na avaliacao das propriedades do concreto, tanto durante a execucao de estruturas quanto depois de acabadas. Nesse tipo de avaliacao, podem ser empregadas curvas de correlacoes que possibilitam a determinacao indireta dessas propriedades. No entanto, essas correlacoes devem ser especificas para os materiais e condicoes de aplicacao em analise. Este estudo buscou obter curvas de correlacao entre propriedades de concretos empregados na regiao da grande Joao Pessoa-PB e ensaios nao destrutivos. Para tal, medidas de esclerometria e de resistividade eletrica superficial associadas a medidas de resistencia a compressao e a tracao foram empregadas em concretos de tres classes de resistencia e em cinco idades distintas. Os resultados desta pesquisa forneceram curvas de correlacao com ajustes significativos entre as variaveis analisadas, as quais caracterizam com confiabilidade as propriedades dos diferentes concretos utilizados. As curvas obtidas podem ser utilizadas para avaliar os concretos usinados produzidos na regiao da grande Joao Pessoa-PB, com composicao semelhante (cimento CP V ARI) e com valores de resistencia a compressao dentro o intervalo de 30 MPa a 50 MPa aos 28 dias.
  • THIAGO PIRES BEZERRA
  • CONDIÇÕES DE MORADIA E DE SANEAMENTO BÁSICO EM DOMICÍLIOS ATENDIDOS PELO PROGRAMA P1MC NO SEMIÁRIDO DO ESTADO DA PARAÍBA
  • Orientador : TARCISO CABRAL DA SILVA
  • Data: 28/09/2018
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O semiarido brasileiro possui mais de 22 milhoes de habitantes e tornou-se um dos mais populosos do mundo. Em contrapartida possui o menor potencial hidrico do pais e altas taxas de evaporacao. Para a manutencao da qualidade de vida e necessario a conservacao de bons niveis de salubridade ambiental, entendido como o estado de higidez em que vive a populacao urbana e rural para inibir, prevenir ou impedir a ocorrencia de endemias ou epidemias vinculadas ao meio ambiente e promover o aperfeicoamento das condicoes mesologicas que propiciem saude e bem-estar. Para isso um conjunto de acoes socioeconomicas tais como abastecimento de agua potavel, coleta e disposicao sanitaria de residuos, promocao da disciplina sanitaria de uso do solo, drenagem, controle de doencas transmissiveis e demais servicos e obras especializadas, com a finalidade de proteger e melhorar as condicoes de vida urbana e rural, denominadas saneamento ambiental, sao necessarias. A ausencia dessas estruturas, especialmente em areas rurais, aliadas as condicoes precarias de moradia dificultam a sobrevivencia no semiarido brasileiro. Como instrumento de contribuicao no processo de planejamento e gestao, de forma a proporcionar melhorias nas condicoes de vida iniciou-se o desenvolvimento de indicadores como ferramenta para avaliacao das condicoes ambientais, sociais, economicas e das acoes publicas. Nesse sentido, o presente trabalho teve o objetivo de avaliar as condicoes de moradia e de saneamento basico em domicilios rurais com abastecimento de agua por meio de cisternas do Programa Um Milhao de Cisternas (P1MC). Para isso adaptou-se sistemas de indicadores de saneamento e condicoes de moradia existentes. Os resultados indicaram condicoes de moradia salubres ou com media salubridade indicando condicao superior as condicoes de saneamento basico que variaram de insalubre a condicao de salubridade aceitavel. A partir dos resultados foi possivel inferir a importancia de politicas publicas como o P1MC que atraves de tecnicas simples transformam a condicao de vida das pessoas e sinaliza a ausencia de programas como esse nos demais ramos do saneamento basico.
  • LUANE CÉSAR ESPINOLA GUEDES
  • ESTUDO DO COMPORTAMENTO FÍSICO-MECÂNICO DE BTC ESTABILIZADO UTILIZANDO O PLANEJAMENTO FATORIAL EXPERIMENTAL
  • Data: 25/09/2018
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Sustentabilidade e nos dias de hoje um dos maiores alvos a serem alcancados dentro da construcao civil. E essa necessidade atual de se encontrar mecanismos que sejam boas alternativas para diminuir grandes problemas da atualidade, como a agressao ao meio ambiente, o alto custo das edificacoes e a falta de moradia e a maior justificativa para que estudos voltados para blocos de terra estabilizada com cimento estejam cada dia mais solicitados. E nesse contexto que este estudo e focado, pois e voltado para a adicao de cimento, cal e fibra de sisal (juntos e separados) na mistura feita para a fabricacao de blocos de terra compactada (BTC) ou bloco de terra estabilizada com cimento. Esses materiais sao adicionados com o proposito de analisar e tentar melhorar as propriedades fisicas e mecanicas dos blocos. Essa analise foi comparativa entre os resultados encontrados com os solicitados pelas normas e tambem serviu como um banco de dados para possiveis alteracoes da norma existente acerca do tema. Apesar de ja ter varios estudos dessas adicoes em blocos de terra, nao existe ainda um estudo que tenha sido feito por um planejamento estatistico, como forma de diminuir custo e ganhar tempo, e foi isso proposto por esse trabalho. Foram feitos ensaios de resistencia a compressao, absorcao por imersao e molhagem e secagem com o intuito de analisar o comportamento fisico-mecanico do BTC. Apos feita a analise dos resultados e estatistica (atraves do Statistica 7.0), concluiu-se que o uso do planejamento fatorial experimental para resistencia a compressao obteve sucesso em seus modelos propostos, indicando uma boa qualidade em relacao aos seus efeitos e respostas, alem de serem estatisticamente significativo. Ja o ensaio de absorcao aconselha-se fazer ensaios com mais tracos e utilizar o metodo do DCCR (delineamento composto central rotacional), pois possivelmente para esses fatores o modelo quadratico que sera estatisticamente significativo.
  • VICTOR NATHAN LIMA DA ROCHA
  • Análise espaço-temporal da reflectância e estimativa de sedimentos em suspensão no reservatório Epitácio Pessoa
  • Data: 21/09/2018
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Reservatorios artificiais de agua – regionalmente conhecidos por acudes – sao mananciais imprescindiveis na garantia de oferta de agua, especialmente em regioes de clima de semiarido, suscetivel a escassez hidrica, como e o caso da regiao do Cariri. O acude Epitacio Pessoa (ou Boqueirao) e notoriamente relevante em termos socioeconomicos e ambientais, abastecendo cerca de 1 milhao de habitantes de 19 cidades e 3 distritos paraibanos. Conhecer a qualidade de suas aguas requer um monitoramento robusto e continuo, que usualmente e inconsonante com a realidade, apresentando lacunas de representacao espacial e temporal. Carencias que, crescentemente, vem sendo superadas com uso de sensoriamento remoto e tecnicas de geoprocessamento. Face ao exposto, o objetivo da pesquisa foi analisar a dinamica espaco-temporal da reflectancia de superficie da agua e estimar a concentracao da variavel Solidos Suspensos Totais (SST) no acude Epitacio Pessoa (PB) durante 17 anos (2000-2016), com proposicao de uma metodologia moldada as condicoes do semiarido. Para tanto, foram utilizados produtos MOD09Q1 do sensor MODIS/Terra de resolucao espacial de 250 m, composicao 8 dias, para as bandas do vermelho (RED, 645 nm) e do infravermelho proximo (NIR, 859 nm), assim como dados complementares para viabilizar a extracao de dados e remocao de nuvens na serie historica por meio de programacao. Como principais resultados, a variavel reflectancia demonstrou sensibilidade as alteracoes no regime pluviometricas na perspectiva temporal; os valores de reflectancia para banda NIR quase sempre superiores a da RED e quando o oposto (2004 e 2008) apontou para mudancas no tipo de sedimento como reflexo da subito aumento do volume no acude; a interpolacao espacial dos dados apontou, sinteticamente, na reducao da reflectancia entre a entrada do reservatorio ate a barragem para maioria dos anos, notadamente para a banda RED; dentre os tres modelos de estimativa de SST – o de Robert al. (2017)/M3, a priori, foi o que apresentou melhor desempenho em relacao a analise temporal anual, variando 270 – 961 mg/L, e correlacao de 0,57 com dados observados da SUDEMA. No tocante a metodologia proposta, apresentou promissor desempenho na extracao de dados na analise temporal e parcialmente satisfatoria na analise espacial devido as condicoes geometricas do acude e consideravel remocao de pixels (perfil longitudinal) frente a alta cobertura de nuvens em alguns pixels, o cotejo entre os valores medios de reflectancia por pixels amostrados em dois tramites de extracao distintos (perfil longitudinal e pontos amostrais) indicaram forte correlacao (r > 0,93).
  • CLARA TAVARES GADELHA
  • Simulação de cenários hidrológicos utilizando precipitação observada e de Reanálise em uma bacia do semiárido com dados escassos
  • Data: 21/09/2018
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O maior desafio da modelagem hidrologica distribuida esta relacionado a disponibilidade de dados hidroclimaticos com qualidade e quantidade suficientes capazes de capturar a dinamica hidrologica de uma bacia hidrografica. Nesse sentido, os dados climaticos de reanalise do Climate Forecast System Reanalysis (CFSR) apresenta uma alternativa de dados climaticos sem falhas e tem sido utilizado principalmente em bacias que possuem dados climaticos escassos. Assim, o objetivo desse estudo e analisar a aplicabilidade dos dados de precipitacao CFSR na modelagem hidrologica na bacia hidrografica do Rio do Peixe – PB, que possui dados escassos de clima. Essa bacia hidrografica esta localizada no semiarido do estado Paraiba, apresentando grande variabilidade espaco-temporal da precipitacao, o que torna ainda mais complexa sua modelagem hidrologica. Neste estudo foi utilizado o modelo SWAT na modelagem de tres cenarios hidrologicos para o periodo entre 2002 a 2013: (a) simulacao 1 – com dados observados de precipitacao e estacao meteorologica de Sao Goncalo, (b) simulacao 2 – com dados de precipitacao CFSR e estacao meteorologica de Sao Goncalo e (c) simulacao 3 – apenas com dados climaticos CFSR. Os resultados da modelagem hidrologica para a BHRP foram analisados mediante indices estatisticos (R² e NSE), bem como os parametros mais sensiveis da modelagem hidrologica em tres cenarios. A comparacao da variabilidade espaco-temporal entre os dados de precipitacao observados e do CFSR tambem foram analisados. Os resultados demonstraram que a sazonalidade das precipitacoes foram bem representadas pelos dados CFSR ao identificar o periodo seco e chuvoso da bacia, com medias mensais muito proximas as observadas, com maior dificuldade em representar o periodo chuvoso. Espacialmente considerou o lado oeste com maiores indices pluviometricos, o contrario ocorreu com os dados observados que foi a leste. Os dados CFSR subestimaram com relacao aos postos de maior pluviometria mensal e superestimaram com relacao aos postos com menor pluviometria mensal. Para todas as calibracoes com o posto de vazao de Antenor Navarro, a simulacao 3 obteve resultado satisfatorio com R² ≥ 0,66 e NSE ≥ 0,53, porem nao tao bons como com os dados observados (simulacao 1). Com relacao as validacoes para a simulacao 3 o R² foi maior ou igual a 0,69 e NSE insatisfatorio para a apenas a validacao em 20092013, ja com os dados observados os resultados do NSE foi insatisfatorio para a validacao 20052008. Para o posto de vazao de aparecida, as calibracoes da simulacao 3 obtiveram resultados satisfatorios, proximos ao resultado da simulacao 1. Com relacao as validacoes para a simulacao 3, o menor R² foi 0.48 e o maior 0,78 e o NSE foi menor que 0,5. Com os dados observados as validacoes obtiveram R² ≥ 0,6 e NSE ≥ 0,6, sendo assim as calibracoes e validacoes com dados observados foram ligeiramente melhores do que os dados CFSR. Os resultados das calibracoes e validacoes da simulacao 2 obteve o pior desempenho estatistico. Os parametros mais sensiveis para os dois conjuntos de dados foram Esco e CN2, sendo estes relacionados ao processo de evaporacao de agua no solo e ao escoamento superficial. Portanto, pode-se concluir que os dados de CFSR possuem boa relacao com os dados observados de precipitacao e podem ser utilizados na modelagem hidrologica de bacias do semiarido.
  • MARCUS AURÉLIO COUTINHO BARRETO FILHO
  • GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES E A CRISE HÍDRICA NO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE – PB
  • Orientador : CLAUDIA COUTINHO NOBREGA
  • Data: 06/09/2018
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • Os residuos solidos compoem um dos pilares do saneamento basico, cuja importancia passou a ser definitiva no Brasil com a sancao da Lei Federal n° 12.305/2010, regulamentada pelo Decreto n° 7.404 de 2010, que institui a Politica Nacional de Residuos Solidos (PNRS). Para os efeitos desta legislacao, os residuos solidos urbanos (RSU) englobam os residuos solidos domiciliares (RSD) e os residuos de limpeza urbana. Os residuos de estabelecimentos comerciais e prestadores de servicos se caracterizados como nao perigosos, podem, em razao de sua natureza, composicao ou volume, ser equiparados aos residuos domiciliares pelo poder publico municipal. Para a execucao dos servicos de coleta dos residuos domiciliares, as gestoes municipais costumam cobrar da populacao uma taxa denominada Taxa de Coleta de Residuos (TCR), geralmente proporcional a area do domicilio, gerando muitas vezes injusticas, pois nem sempre a area residencial esta diretamente relacionada com a quantidade de RSD gerada por seus moradores. Ha ainda, na literatura, trabalhos que mencionam outros parametros para verificar a relacao, inclusive sugerindo modelos matematicos, entre a geracao de RSD e outros parametros indiretos, como por exemplo, o consumo de agua residencial, porem ainda sao poucos os estudos que comprovam esse fenomeno, principalmente quando considerado o municipio como um todo. Diante deste contexto, esta pesquisa teve como objetivo analisar o cenario da geracao de RSD no contexto da crise hidrica no municipio de Campina Grande- PB, pois se ha realmente relacao de causa e efeito entre essas variaveis o momento atual foi considerado propicio para avaliar esse comportamento. Esta pesquisa teve como metodologia a coleta de dados nos orgao publicos: Secretaria de Servicos Urbanos e Meio Ambiente (SESUMA) pertencente a Prefeitura Municipal de Campina Grande e Companhia de Agua e Esgotos da Paraiba (CAGEPA) para obtencao da geracao de residuos solidos domiciliares e do consumo de agua residencial mensal, respectivamente, no municipio de Campina Grande-PB referente ao periodo de Janeiro de 2008 a Dezembro de 2017. Com base nos resultados foi possivel observar que o racionamento hidrico gerou decrescimo no consumo de agua residencial, principalmente quando avaliado os consumidores enquadrados na Tarifa Normal de Consumo (acima de 10m³), ja na geracao de residuos solidos domiciliares o efeito nao foi semelhante. Foram observados indicios, mas nada que ratifique uma associacao de causa e efeito neste contexto da crise hidrica. Tambem foi possivel perceber, de modo geral, que questoes politico-administrativas podem influenciar nas gestoes contratuais de residuos solidos domiciliares.
  • ELIZABETH SOUSA DE ARAÚJO
  • AVALIAÇÃO DA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE EM HOSPITAIS DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA - PB
  • Data: 06/09/2018
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O gerenciamento dos residuos de servicos de saude (RSS) busca adequar os procedimentos de manejo as exigencias legais e normativas baseado na segregacao adequada e na minimizacao da geracao. Os RSS sao aqueles gerados em estabelecimentos que prestam assistencia a saude humana e animal e, apesar de representar uma pequena porcentagem do total de residuos solidos gerados em um municipio, se constituem como uma parcela que oferece risco a saude humana e ao meio ambiente quando manejados de maneira inadequada. Com o objetivo de avaliar as condicoes do gerenciamento dos residuos solidos de servicos de saude, subdividido nas etapas de segregacao, identificacao, transporte interno, tratamento e destinacao final, procedeu-se estudo em uma amostra de dezoito (18) estabelecimentos hospitalares localizados no municipio de Joao Pessoa/PB, correspondente a 72,6% dos leitos existentes no municipio, alem da visita as instalacoes de duas empresas incineradoras localizadas no Estado da Paraiba. Foram realizadas entrevistas com responsaveis pelo gerenciamento de RSS a partir de questionario aprovado pelo Comite de Etica em Pesquisa do Hospital Universitario Lauro Wanderley - CEP/HULW (Parecer no 2.101.418) e as etapas de gerenciamento avaliadas a partir de checklist. Os resultados apontaram que as principais dificuldades enfrentadas nos hospitais visitados foram a correta segregacao dos grupos de RSS, cumprimento de elaboracao de plano de gerenciamento de residuos de servicos de saude (PGRSS), armazenamento dos residuos infectantes e as deficiencias estruturais em relacao aos abrigos externos de residuos. Em relacao a coleta externa, os residuos comuns eram coletados pelo orgao de limpeza publica e associacoes de materiais reciclaveis, ja a coleta dos Grupos A, B e E era, em todos os hospitais, terceirizada e realizada por empresa especializada no tratamento de RSS. O tratamento prioritariamente empregado foi a incineracao e a disposicao das cinzas ocorria no Aterro Municipal de Campina Grande e na Central de Tratamento de Residuos de Pernambuco. Concluiu-se que apesar da observacao de praticas adequadas no gerenciamento intraestabelecimento e destinacao final correta dos residuos, os hospitais localizados no municipio ainda devem avancar a fim de se adequar as legislacoes e normas aplicaveis, alem da necessidade de melhorar a base de dados, principalmente em relacao ao controle dos quantitativos de residuos gerados.
  • MARIANE RODRIGUES DE CARVALHO
  • ESTUDO DA EFICIÊNCIA DA REALCALINIZAÇÃO NA REPASSIVAÇÃO DE ARMADURAS
  • Data: 21/08/2018
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • A corrosao de armaduras desencadeada pela carbonatacao do concreto e um dos principais mecanismos de degradacao das estruturas de concreto armado. O tratamento por realcalinizacao e um dos metodos aplicados para restabelecer as condicoes de alcalinidade da matriz cimenticia e, consequentemente, repassivar as armaduras. O presente trabalho buscou analisar o comportamento de armaduras com diferentes graus de corrosao, submetidas ao tratamento de realcalinizacao. Para isso, armaduras de 6,3 mm de diametro foram imersas em dois grupos de celulas, confeccionadas com diferentes tipos solucoes e condicoes de aceleracao da corrosao. Para o primeiro grupo (solucao 01) foi empregada uma solucao saturada de hidroxido de calcio, enquanto que, para o segundo grupo (solucao 02) foi utilizada uma combinacao de hidroxido de calcio, hidroxido de potassio e hidroxido de sodio. Tais solucoes foram utilizadas para simular a fase liquida do concreto carbonatado. Apos um periodo de cerca de 20 dias, essas solucoes foram carbonatadas com CO2 ate atingirem um pH de 8. Em seguida, o grupo solucao 01 permaneceu em ambiente de laboratorio durante 7, 28, 40, 70 e 90 dias, enquanto o grupo solucao 02 permaneceu por 7, 14, 28, 56 e 90 dias para atender diferentes graus de corrosao. Posteriormente, as solucoes carbonatadas foram realcalinizadas atraves da substituicao por solucoes novas. Durante todas as etapas, as armaduras foram monitoradas por meio de medidas eletroquimicas, utilizando a tecnica de resistencia a polarizacao linear. Tais medidas mostraram os momentos em que as armaduras foram despassivadas, a reducao do potencial de corrosao e o aumento da corrente de corrosao, bem como os momentos em que esses parametros alteraram seu comportamento devido a realcalinizacao. Foi possivel concluir que, periodos mais longos de exposicao a carbonatacao dificultou a repassivacao das armaduras.
  • VANESSA NEGREIROS DE MEDEIROS
  • “PREVISÃO DO ÍNDICE PADRONIZADO DE PRECIPITAÇÃO UTILIZANDO REDES NEURAIS ARTIFICIAIS NA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO ALTO SÃO FRANCISCO”,
  • Orientador : CELSO AUGUSTO GUIMARAES SANTOS
  • Data: 17/08/2018
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • Os fenomenos naturais de secas e cheias apresentam significativas repercussoes. Para evitar as consequencias negativas desses fenomenos, faz-se necessario realizar um eficaz acompanhamento, analise e planejamento. Uma ferramenta que esta ganhando destaque na previsao e, consequentemente, alerta nas tomadas de decisao sao as redes neurais artificiais devido a grande capacidade de modelagem de series temporais nao-lineares e nao-estacionarias, caracteristicas da precipitacao. Diante do exposto, o objetivo geral deste trabalho consiste em realizar a previsao espaco-temporal de SPI, parametro de quantificacao da seca e umidade, na sub-bacia Hidrografica do Alto Sao Francisco (sub-bacia 40), atraves da aplicacao de Rede Neural Artificial e avaliar sua eficiencia, sendo os objetivos especificos: (a) Analisar o comportamento espaco-temporal dos indices de precipitacao padronizado, de curto e longo prazo, ao longo do periodo de 1998 a 2015; (b) Desenvolver arquitetura das RNAs, realizar a previsao de SPI para curto e longo prazo, avaliar a qualidade dos resultados e definir o melhor Modelo; (d) Analisar a correlacao espaco-dependente entre os dados observados e os previstos pelo melhor modelo de previsao; e (e) analisar o efeito estocastico nos resultados previstos pelo melhor modelo de previsao para 30 rodadas. O estudo foi realizado em uma malha espacial de 169 (cento e sessenta e nove) pontos, equidistantes 0.25°, compreendendo a sub-bacia 40, localizada na regiao central de Minas Gerais. Os dados de precipitacao utilizados foram adquiridos do produto 3B42 do satelite TRMM e compreendeu o periodo de 1 de janeiro 1998 a 31 de dezembro de 2015. Utilizando RNAs multicamadas feedforward treinadas pelo algoritmo de Levenberg-Marquardt, foram realizadas as previsoes para um ano a frente e o desempenho de cada RNA foi avaliado. A partir dos resultados obtidos, observa-se que as RNAs que apresentaram os melhores desempenhos pertencem ao Modelo 15, com 15 anos de dados de entrada, os anos 2000 a 2014. Os valores de R e kappa, resultantes da previsao utilizando as RNAs do Modelo 15, foram melhores para os SPIs de longo prazo em comparacao com os resultados de SPIs de curto prazo. Os valores R variaram de muito baixa (0 ≤ R < −0,1) a alta (0,7 a 0,9) e muito alta (0,9 a 1), constituindo estes dois ultimos na maioria dos valores de previsao. Ja o kappa variou de otima (0,81–0,99) a sofrivel (0,20–0,40), sendo estes ultimos, resultados pontuais. Dessa forma, a RNA com 15 anos de dados de entrada provou ser uma ferramenta eficaz para previsao de SPI de um ano a frente.
  • LEILANE DE AGUIAR ALMEIDA XAVIER
  • ISOLAMENTO DO RUÍDO DE IMPACTO ENTRE PISOS DE UNIDADES HABITACIONAIS SOBREPOSTAS ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DE NOVO REVESTIMENTO SOBRE O PISO ORIGINAL.
  • Data: 25/07/2018
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os requisitos relativos aos niveis de isolamento do ruido de impacto no sistema de pisos entre unidades adjacentes de edificios habitacionais multi pavimentos, no Brasil, foram estabelecidos na Norma de Desempenho, NBR 15575-3 (ABNT, 2013). Desde entao, as novas construcoes devem se adequar aos limites definidos por tres faixas de desempenho: minimo (entre 66 dB e 80 dB), intermediario (entre 56 dB e 65 dB) e superior (menor ou igual a 55 dB). No presente trabalho, sao discutidos resultados de um estudo que tem como objetivo buscar uma alternativa para corrigir os problemas de ruidos de impacto no piso nas edificacoes ja concluidas, alcancando tambem aquelas construidas antes da vigencia da norma. A ideia e avaliar o isolamento do ruido de impacto entre pisos de unidades habitacionais sobrepostas, atraves da aplicacao de novo revestimento sobre o piso original. Os testes foram simulados em duas camaras acusticas, sendo uma com laje estrutural do tipo pre-moldada convencional e outra com laje nervurada. Tambem foram feitas medicoes em campo em edificio multi-pavimentos, construido com laje pre-moldada trelicada. A simulacao dos ensaios foi com a aplicacao de novos revestimentos (laminado de madeira, porcelanato extra fino ou ceramica) sobre piso de ceramica original. O laminado de madeira foi testado como piso novo, com tipos de materiais resilientes diferentes entre ele e o piso original de ceramica: a manta original do fornecedor do laminado e a manta acustica comercial, produzida com material reciclavel de garrafa PET. Os sistemas de piso sobre piso testados resultou num acrescimo maximo de apenas 1,6 cm na sua espessura total. O porcelanato extra fino ou a ceramica sobre o piso original foram utilizados sem nenhum material resiliente entre eles. A partir dos resultados obtidos com o piso ceramico original, cujo nivel de pressao sonora de impacto padrao ponderado (L’nT,w) foi igual a 81 dB (laje pre-moldada convencional em laboratorio), 79 dB (laje nervurada em laboratorio) e 78 dB (laje pre-moldada trelicada em campo), constatou-se uma reducao de 25 dB no L’nT,w, quando se utilizou a manta acustica comercial e laminado de madeira como novo piso, para ambos os testes em laboratorio com os dois tipos de laje, e reducao de 28 dB no teste em campo. A faixa de desempenho de cada piso original foi alterada de forma diferenciada, quando comparado aos respectivos sistemas de novo piso sobre piso original. O destaque foi a mudanca do desempenho minimo para superior, no ensaio em campo, no qual se utilizou manta entre o laminado de madeira e o piso ceramico original. Quando se utilizou o piso de porcelanato extrafino sobre o piso original, testado apenas em laboratorio a alteracao de desempenho foi para intermediario. Com o piso ceramico sobre o piso original, testado tambem apenas em laboratorio, a reducao do L’nT,w foi tao baixa, que se manteve o mesmo desempenho minimo do sistema de piso. Com base nos resultados, pode-se afirmar que a ideia de execucao de novo revestimento sobre o piso original tem potencial para corrigir problemas de ruido de impacto em piso entre unidades sobrepostas de edificacoes. Os sistemas, testados com uso de materiais resilientes entre o laminado de madeira e o piso ceramico original, se destacam como aqueles com melhor atenuacao acustica ao ruido de impacto, com pequeno acrescimo na espessura final do sistema.
  • PATRICIA BRITO SOUZA DA NOBREGA
  • MAPEAMENTO DOS RESÍDUOS ELETROELETRÔNICOS EM UM HOSPITAL PÚBLICO: INVENTÁRIO E A LOGÍSTICA REVERSA.
  • Data: 23/07/2018
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O quantitativo de residuos de equipamentos eletroeletronicos (REEE) cresce cada vez mais devido a obsolescencia programada, necessitando, portanto, de politicas publicas mais eficazes que instituam estrategias de gerenciamento e de certificacao das destinacoes finais atribuida a esses residuos, bem como estatisticas padronizadas. Nesse contexto, a pesquisa buscou mapear os residuos dos equipamentos eletroeletronicos – REEE em um hospital universitario publico, localizado na regiao nordeste, administrado no momento do estudo pela Empresa X, com o intuito de analisar a gestao dos REEE existentes no referido hospital, a partir da aplicacao do questionario aprovado pelo Comite de Etica em Pesquisa do Hospital Universitario Lauro Wanderley - CEP/HULW, sob o numero CAAE – 79365917.7.0000.5183, alem da catalogacao e quantificacao dos residuos armazenados inapropriadamente em suas dependencias. Posteriormente, devido a carencia de publicacoes abordando residuos da categoria equipamentos medicos e no intuito de conhecer e analisar o cenario dos eletromedicos nos demais hospitais publicos administrados pela Empresa X, foi elaborado e enviado questionario online aos responsaveis pelo setor da Engenharia Clinica de trinta e oito (38) hospitais publicos, localizados por toda a extensao do Brasil. Os resultados encontrados mostraram que o hospital universitario publico da regiao nordeste dispoe de um deposito improvisado contendo um total de 503 residuos, divididos em 5 categorias distintas de residuos de equipamentos eletroeletronicos, tendo a categoria dos equipamentos de informatica e comunicacao com o maior percentual (56,26%), seguido da categoria de equipamentos medicos (40,16%). Tambem foi analisado que os pareceres de obsolescencia se apresentaram vagos e generalistas quanto ao procedimento de alienacao do REEE, do mesmo modo que foi minimo o indice de reutilizacao dos componentes desses residuos. Entre os 38 setores de Engenharia Clinica contatados, apenas 15 responderam, sendo observado que as principais causas de desativacao dos equipamentos medicos consistem no custo para o conserto e na falta de pecas para reparo; nao ha um padrao no espaco destinado ao armazenamento dos EEE inserviveis e que o leilao consiste na principal forma de desfazimento utilizada, constatando-se que a realidade dos demais hospitais se assemelha a verificada no hospital universitario em estudo. Desse modo, apresentou-se algumas proposicoes para melhoria da gestao dos REEE em hospitais publicos gerenciados pela Empresa X, como: definicao de espaco de armazenamento proprio; modificacao nos procedimento administrativo a partir do fluxograma proposto; treinamento dos funcionarios; adocao do sistema de Identificacao por Radio Frequencia (RFID) para catalogacoes mais rapidas e leitura precisa dos bens patrimoniais; implantacao da logistica reversa para os seus REEE, conforme esta previsto na Lei nº 12.305/2010; alem de proporcionar um melhor controle, fiscalizacao e certificacao de seus reais destinos, principalmente para os eletromedicos, o que garantira ganhos ambientais, economicos, sociais e de saude publica.
  • MOHARA ALVES DE MEDEIROS
  • BLOCOS EVA DE VEDAÇÃO: COMPATIBILIZAÇÃO ENTRE ASPECTOS FÍSICOS, MECÂNICOS E TÉRMICOS
  • Data: 20/07/2018
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O Etileno Acetato de Vinila (EVA) e um polimero termofixo e nao biodegradavel muito utilizado na industria calcadista, sendo cerca de 20% desse material transformado em residuos, durante a producao de solas e entressolas. Diversas pesquisas visando a reciclagem desses residuos de EVA tem apontado possibilidades de elaboracoes de compositos de concreto leve com variadas aplicacoes na edificacao. Neste contexto, o presente estudo, objetiva avaliar a compatibilidade entre aspectos fisicos, mecanicos e termicos da alvenaria de vedacao composta por blocos EVA, destacando a questao da aderencia entre a argamassa de revestimento e os componentes. Procura-se investigar a necessidade da camada de chapisco no sistema de revestimento aplicado sobre componentes cimenticios (Blocos EVAi), que tem elevado teor de EVA (80%) e, por isso, tem sua superficie bastante rugosa. O estudo se estruturou em tres etapas experimentais: escolha adequada do residuo/agregado de EVA; caracterizacao/compatibilidade das propriedades fisicas e mecanicas dos Blocos EVAi e das argamassas de assentamento/revestimento; e avaliacao de desempenho mecanico e termico da alvenaria de vedacao com e sem chapisco na execucao do revestimento. Com base nos resultados, pode-se concluir que: o processo de beneficiamento dos residuos/agregados de EVA para produzir os Blocos EVAi favoreceu a compatibilidade entre a maior massa unitaria do agregado de EVA (278,57 kg/m³) e os valores de absorcao de agua (11,98%) e de resistencia a compressao (1,45 MPa) dos blocos, dentro dos requisitos propostos na literatura; as paredes com Blocos EVAi apresentaram boa aderencia entre a argamassa de revestimento e o substrato, apenas no sistema com chapisco; e as avaliacoes termicas (fluxo de calor e choque termico) realizadas nas paredes nao causaram prejuizos nem na aderencia da argamassa de revestimento ao substrato, nem na resistencia a compressao das paredes (1,51 MPa). Desse modo, ficou demonstrada a compatibilidade entre os aspectos fisicos, termicos e mecanicos do sistema de vedacao com Blocos EVAi e confirmada a necessidade de aplicacao da camada de chapisco na execucao do revestimento no caso avaliado.
  • NELY ALEXANDRE MARÇAL
  • Estudo das condições climáticas de praças em áreas do Semi-Árido Paraibano
  • Data: 27/04/2018
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • As pracas inseridas em ambientes bem arborizados, sao essenciais para melhoria da qualidade ambiental e termica de seus usuarios. As condicoes adequadas para o conforto termico em ambientes urbanos podem ser obtidas por meio do investimento adequado desses espacos, que por sua vez incentivam caminhadas, melhora o microclima urbano e reduz as problematicas para a cidade. Dessa forma, este estudo teve como objetivo analisar e correlacionar as condicoes climaticas com a percepcao dos usuarios em pracas nas cidades de Teixeira e Patos no estado da Paraiba. Foram realizadas medicoes em campo com estacao meteorologica Davis e aplicados questionarios em duas pracas no mes de janeiro e junho do ano de 2016. A amostragem considerou os usuarios das pracas, estes que participaram da entrevista com duracao de aproximadamente cinco minutos, e as analises estatisticas realizadas no software Statistic com amostra para populacao finita, utilizando modelo de Regressao Linear Multipla entre a Real Sensation Voto (ASV) e calculado individualmente para os meses de janeiro e julho. Os resultados apresentam a proximidade da diferenciacao entre as comparacoes realizadas nos dois meses do ano para as duas cidades. Tambem revelam as percepcoes para as duas cidades quando no mes de janeiro, a preferencia da populacao por um ambiente termico mais frio e indicam a necessidade de se preservar o sombreamento e a ventilacao proporcionados, respectivamente, pela arborizacao e vento regional que pode ser preservado pela arborizacao das pracas. Assim, a estimativa do intervalo de confianca definiu as variaveis climaticas na cidade de Patos-PB, com temperatura entre 26°C a 35°C; a umidade de 20% a 71% e a velocidade do vento de 0,8 m/s a 1,5 m/s. Ja na cidade de Teixeira para os dois meses do ano, a temperatura com intervalo de 18°C a 30°C; a umidade de 40% a 68% e a velocidade do vento entre 1,5 m/s a 3,6 m/s. Analisando as duas cidades, observa-se que a maioria dos dados se situou em proximidade em ambos os meses do ano, e isso aconteceu tambem com as estimativas do intervalo de confianca.
  • SAMARA TEIXEIRA PEREIRA
  • INVESTIGAÇÃO DE PROCESSOS OXIDATIVOS AVANÇADOS ISOLADOS E CONJUGADOS NO TRATAMENTO DE LIXIVIADO BRUTO E ANTIGO VISANDO REÚSO
  • Data: 27/04/2018
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O tratamento de lixiviado proveniente de aterros sanitarios e considerado um dos maiores desafios em termos de poluicao das aguas e gestao dos residuos solidos, especialmente devido ao seu elevado potencial poluidor, com elevada concentracao de materia organica refrataria. Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo a investigacao do potencial de tratamento para lixiviado bruto e com caracteristicas de antigo, para remocao de materia organica, a partir de combinacoes de processos oxidativos avancados (POAs), assim como, definir as alternativas de reutilizacao do lixiviado tratado. O objeto de estudo foi o lixiviado bruto proveniente do Aterro Sanitario Metropolitano de Joao Pessoa (ASMJP), criado em 05/08/2003. Para isso, avaliou-se a eficiencia da remocao de cor e DQO das rotas de tratamentos compostas por aplicacoes de formas conjugadas e isoladas dos seguintes POAs: TiO2/UV-A; H2O2/UV-C; H2O2/UVsolar; foto-Fenton solar e Fenton. Os POAs foram testados sob diferentes condicoes de tempo e concentracao de reagentes. Os resultados encontrados apontaram que, o lixiviado bruto proveniente do ASMJP, apresentou caracteristicas como elevada cor (9425,22 mg/LPt-Co) e concentracao de materia organica, em termos de DQO (6273,32 mg de O2.L-1). As rotas de tratamento H2O2/UV-C seguido do foto-Fenton solar e H2O2/UV-C seguido do Fenton, ambas com 60 minutos de tratamento, e o foto-Fenton solar aplicado diretamente no lixiviado bruto, com 120 minutos de tratamento, atingiram remocoes superiores a 90% para cor e 70% para DQO. Nessas condicoes, o foto-Fenton direto no lixiviado bruto garantiu a melhor qualidade do efluente tratado, destacando elevada remocao de DQO, menor volume de lodo gerado e menor percentual de peroxido residual. Apos o tratamento pelas tres rotas supracitadas, o lixiviado se enquadrou nos limites impostos pela Resolucao do COEMA 02 de fevereiro de 2017 do estado do Ceara, para o reuso direto de agua nao potavel para fins urbanos, agricolas, ambientais e para aquicultura. Diante disso, os resultados encontrados, destacam e comprovam o importante papel do tratamento e destinacao do lixiviado, os quais podem contribuir para o melhor desenvolvimento da gestao de residuos solidos urbanos. O tratamento do lixiviado seguido do reuso refletira em beneficios, principalmente, referente a reducao de carga poluente em corpos hidricos e no solo, demanda do consumo de agua potavel e aplicacao de agua de reuso para usos menos nobres.
  • CARLOS EDUARDO PEREIRA DE MORAIS
  • BIORREATOR DE MEMBRANAS APLICADO AO TRATAMENTO DE EFLUENTES DE UMA INDÚSTRIA DE PROCESSAMENTO DE FRUTAS
  • Data: 19/04/2018
  • Hora: 13:03
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A disponibilidade de agua esta cada vez mais restrita, seja em decorrencia da deterioracao de sua qualidade pelo lancamento de efluentes nao tratados ou devido a intensificacao da demanda ocasionada pela densidade populacional e incremento da atividade agricola e/ou industrial. A necessidade do tratamento de efluentes para atender padroes cada vez mais restritos, aliado a necessidade de promover uma nova fonte de agua, provocaram o crescimento do mercado em tecnologia de biorreatores de membranas (BRM). Uma das caracteristicas mais atrativas dessa tecnologia e a elevada qualidade do efluente produzido, remetendo a possibilidade de reuso. O objetivo da pesquisa foi avaliar uma estacao de tratamento de efluentes de uma industria de processamento de frutas utilizando BRM em escala piloto para afericao da eficiencia. O tanque onde encontravam-se as membranas possuia 5000L de capacidade. As membranas eram de ultrafiltracao, do tipo porosa, com diametro dos poros variando de 0,035 a 0,1 μm, confeccionadas de polietersulfona (PES), com geometria do tipo placa plana, area de 25m² e configuracao submersa. O efluente produzido pela industria era proveniente da lavagem de frutos, pisos e maquinario, e foi caracterizado por parametros quimicos, fisicos e microbiologicos. O desempenho do BRM foi avaliado a partir da coleta de amostras de tres pontos distintos: efluente bruto, apos eletroflotacao e permeado. Informacoes a respeito do pH, OD, temperatura, nivel de licor misto e vazao do permeado eram coletadas automaticamente por meio de sonda ligada a um computador e por meio do programa ACRON Reporter. Foram realizadas analises laboratoriais para caracterizar os parametros, DQO, DBO5, COT, SST, Nitrogenio Total-Nitrato, Fosforo Total, Coliformes Totais e E. Coli. O efluente bruto, efluente da eletroflotacao e o permeado apresentaram respectivamente, pH (4,94; 5,05; 8,01) Temperatura (31,97°C; 31,8°C; 32,49°C) e condutividade eletrica (2,32 mS; 2,52 mS; 2,15 mS). A temperatura media do licor misto foi 29,7°C, o OD medio foi 3,66 mg O2/L, pH medio 8,21, e vazao media do permeado nos dias em que o reator operou foi de 1600 L/dia. O nivel de licor misto no reator foi de 91% do volume util. Ao longo do tempo de operacao a eficiencia de remocao do sistema para DQO e DBO5 foi respectivamente de 97,93% e 98,69. Para o COT a media de remocao para o sistema foi de 98,82%, o Nitrogenio Total apresentou remocao media de 95,55%, enquanto para o Fosforo Total foi 65,58%. O efluente tratado apresentou qualidade passivel de reuso irrestrito para irrigacao na agricultura, conforme parametros estabelecidos pela Organizacao Mundial da Saude. Atendeu a Resolucao COEMA Nº 2 para reuso agricola. Atendeu parcialmente a NBR 13.969 para enquadramento na classe II e atendeu ao disposto nas classes III e IV. O tratamento proposto apresentou efluente com elevada qualidade sendo passivel de reuso agricola e tambem industrial. Assim, a implantacao do reuso por parte da empresa poderia aumentar a oferta de agua a partir da utilizacao do efluente tratado para fins menos nobres, assim, deixando de consumir uma agua mais nobre para fins menos exigentes.
  • KLISSIA MAGNO DOS SANTOS
  • MODELOS PARA PREVISÃO DA EFICIÊNCIA DE LAGOAS DE ESTABILIZAÇÃO TRATANDO ESGOTO SANITÁRIO NO ESTADO DA PARAÍBA
  • Data: 19/04/2018
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O desenvolvimento de modelos de previsao das eficiencias de sistemas de tratamento de esgoto possibilita melhorar significativamente a qualidade dos projetos a serem desenvolvidos, e da mesma forma os sistemas de gestao (monitoramento) das Estacoes de Tratamento existentes, podendo trazer grandes melhorias para a populacao e diminuindo o risco de contaminacao dos corpos receptores dos efluentes. Neste trabalho foram delineados modelos matematicos para estimativa da eficiencia de remocao de DBO, DQO e Coliformes Termotolerantes em lagoas de estabilizacao considerando a hipotese de que alguns parametros ambientais, fisicos e operacionais, assim como a interacao entre eles, podem descrever o comportamento dessas eficiencias. Para realizar tal analise, foi necessario caracterizar o efluente final de algumas ETE’s do Estado da Paraiba, avaliando a eficiencia de cada uma, comparando com as caracteristicas de cada sistema de tratamento e identificados parametros ambientais, fisicos e operacionais que influenciavam na eficiencia de tratamento, para assim, formular modelos matematicos que descrevessem a eficiencia de Lagoas de Estabilizacao atraves da utilizacao regressao linear. Observou-se que as eficiencias de remocao de DBO, DQO e Coliformes Termotolerantes estao mais relacionadas com os parametros fisicos e operacionais, sendo estas diretamente proporcionais aos parametros TDH, Numero de Celulas e relacao comprimento/largura; e inversamente proporcional a profundidade. Foi possivel delinear modelos para previsao das eficiencias de remocao de DBO, DQO e Coliformes termotolerantes em Lagoas de Estabilizacao com precisao bastante elevada, uma vez que o maior erro medio obtido foi de 6,13% (versao 4). Em alguns casos, a inclusao de parametros ambientais, melhorou o coeficiente de determinacao (R²) dos modelos delineados.
  • WELKY KLEFSON FERREIRA DE BRITO
  • Análise Estática e Dinâmica de Vigas Elasticamente Conectadas: uma Abordagem pelo Método dos Elementos de Contorno
  • Data: 03/04/2018
  • Hora: 08:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Estudos relacionados ao comportamento de estruturas conectadas elasticamente tem atraido o interesse da comunidade cientifica, uma vez que tal problema pode ser encontrado nos mais diversos ramos da engenharia, como por exemplo: engenharia civil, aeroespacial e mecanica. Estudos sobre vibracao dos sistemas de vigas conectadas elasticamente tem tido um foco maior por parte dos pesquisadores, surpreendentemente, o numero de trabalhos encontrados na literatura para analise estatica desses problemas e sensivelmente menor. Este trabalho visa analisar o comportamento de duas vigas paralelas e conectadas principalmente por camada elastica de Winkler, propondo solucoes baseadas no Metodo dos Elementos de Contorno (MEC) direto utilizando as teorias de Euler-Bernoulli, Timoshenko e Bickford-Reddy para representar o comportamento das vigas. Todos os passos do MEC sao apropriadamente apresentados: deducao das solucoes fundamentais, das equacoes integrais e sistemas algebricos. Casos de vigas com diferentes propriedades, condicoes de contorno e carregamento sao estudados, onde os resultados obtidos via MEC sao validados por meio de respostas analiticas. O MEC se mostra como uma otima alternativa para solucao deste tipo de problema uma vez que, alem de recuperar os resultados analiticos com um excelente desempenho, e capaz de obter resultados nas mais diversas consideracoes sobre condicoes de contorno, materiais e carregamentos.
  • TAÍSSA GUEDES CÂNDIDO
  • DESEMPENHO DE CONCRETOS COM BAIXO CONSUMO DE LIGANTES
  • Data: 27/03/2018
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • : A preocupacao do setor da construcao civil com os problemas ambientais vem impulsionando pesquisas voltadas a reducao do consumo de cimento no concreto. Isto porque a industria do cimento e responsavel por mais de 5% das emissoes de CO2, responsavel pelo aumento do efeito estufa. Ja existem trabalhos que comprovam a possibilidade de dosar concretos com menores teores de ligante mantendo ou ate mesmo melhorando o seu desempenho mecanico. Entretanto, ainda ha poucos estudos quanto a avaliacao da durabilidade destes concretos, principalmente, quanto ao seu desempenho frente a acao dos cloretos. Este trabalho apresenta uma metodologia de dosagem de concretos com menores teores de aglomerantes, e avalia o seu desempenho mecanico e de durabilidade. Utilizando conceitos de empacotamento e otimizacao da pasta, foram elaborados concretos com alta resistencia para consumos de aglomerantes inferiores ao do concreto de referencia. Estes concretos apresentaram melhora significativa no desempenho mecanico, bem como na sua resistencia a penetracao de cloretos, quando comparado com o concreto de referencia.
  • CINDY DEINA FARTO
  • Análise comparativa da qualidade da água de chuva e de açudes armazenada em cisternas na região do Cariri Oriental no estado da Paraíba
  • Data: 26/03/2018
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O uso de cisternas para armazenamento da agua de chuva tem sido uma solucao bastante utilizada para promover o acesso a agua em localidades sujeitas a escassez hidrica. Embora construidas com a finalidade de armazenar agua de chuva, as cisternas podem ser abastecidas por meios artificiais, como os carros pipa, com aguas provenientes de acudes ou eventualmente de rios. Isso ocorre, pois as aguas de chuva muitas vezes nao sao suficientes para suprir as necessidades das familias em periodos de estiagem como os que atingem o semiarido brasileiro. Apesar de haver questionamentos, ainda nao ha muitas informacoes em relacao a ocorrencia de agua de qualidade adequada para o consumo humano nas cisternas abastecidas com agua proveniente de acudes. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo comparar 15 parametros de qualidade da agua de chuva e oriunda de acudes, armazenadas em cisternas de concreto, em tres municipios do Cariri Oriental no semiarido do estado da Paraiba. Ademais, busca-se avaliar a evolucao temporal dos parametros em um ano de seca. Tambem sao feitas verificacoes da conformidade da qualidade das aguas em relacao aos padroes de potabilidade estabelecidos pela Portaria 2.914/2011 do Ministerio da Saude. Para isso, foram realizadas analises fisicas, quimicas e microbiologicas durante 9 meses em amostras de agua de 12 cisternas de concreto, sendo 6 com agua de chuva e 6 com agua oriunda de acudes, nos municipios de Barra de Santana, Boqueirao e Caturite. Os resultados obtidos por meio de analise estatistica dos valores dos parametros, indicaram que dos 15 parametros de qualidade da agua analisados, 5 deles, pH, alcalinidade, coliformes totais, coliformes termotolerantes e Escherichia coli, nao apresentaram diferencas significativas entre as suas medias nas aguas dos dois grupos de cisternas. Os parametros se encontraram, em sua maioria, em conformidade com os valores preconizados na Portaria nº 2.914/2011 utilizada para as aguas de chuva com percentual de atendimento de 77% e de 31% para as aguas provenientes de acudes. Para as cisternas com aguas oriundas de acudes foi constatada clara influencia na sua qualidade segundo o aumento do volume desses reservatorios fluviais. Palavras chave:
  • SARAH VEECK
  • MODELAGEM HIDROLÓGICA DE PEQUENAS BACIAS HIDROGRÁFICAS A PARTIR DE DADOS DE ELEVAÇÃO OBTIDOS POR LIDAR
  • Data: 26/03/2018
  • Hora: 08:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As bacias hidrograficas refletem a ocupacao de suas areas tanto na dinamica da qualidade ambiental quanto em sua rede de drenagem, sendo a sua caracterizacao e o entendimento de sua dinamica uma peca chave para que o planejamento e gestao dos sistemas de drenagem sejam feitos de maneira eficiente. Alternativas de obtencao dessas caracteristicas de forma rapida e precisa sao cada vez mais utilizadas para compreender as bacias hidrograficas, como dados topograficos obtidos por perfilamento a laser aerotransportado (LiDAR). Tem-se tambem adaptacoes de metodos consagrados no meio cientifico, como o metodo de estimativa de geracao de escoamento superficial proposto pelo Soil Conservation Service. Amplamente utilizado em projetos de obras hidraulicas, esse metodo, desenvolvido para bacias hidrograficas americanas, nao considera a variabilidade espacial das caracteristicas do local estudado, e vem sendo estudado e melhorado por diversos autores com a intencao de incorporar a distribuicao das caracteristicas fisicas das bacias hidrograficas. Tanto a qualidade das redes de drenagem quanto o resultado da aplicacao de simulacoes hidrologicas, como a do Soil Conservation Service, sao fortemente influenciadas pela qualidade dos Modelos Digitais de Elevacao (MDE) utilizados. Dessa forma, e necessario avaliar a qualidade dos dados utilizados provenientes de MDE, julgando o quao proximos da realidade estao. Esta pesquisa examina o efeito do tamanho do pixel na extracao de caracteristicas hidrograficas e na modelam hidrologica, fazendo uso de MDEs de alta e media resolucao espacial, derivados de LiDAR e SRTM. Alem disso, e proposta uma nova abordagem para o consagrado metodo de obtencao de vazoes do Soil Conservation Service onde as caracteristicas fisicas das bacias hidrografica sao consideradas de forma distribuida pixel a pixel e a taxa de abstracao de inicial (λ) e ajustada em cada evento de chuva-vazao trabalhado. A avaliacao e o modelo propostos foram aplicados na sub-bacia hidrografica Saint Hilaire, localizada nos municipios de Porto Alegre e Viamao, devido a disponibilidade de dados observados de chuva e vazao, e dos MDE SRTM com resolucao espacial de 30m e MDT LiDAR com resolucao espacial de 1m, que foi reamostrado para as resolucoes espaciais de 2, 10 e 30m. Os resultados da extracao das redes de drenagem e geracao das sub-bacias nas diferentes resolucoes espaciais apresentaram poucas diferencas quando comparados entre si e com a hidrografia de referencia utilizada. Na aplicacao do metodo distribuido, o ajuste da abstracao inicial (λ) resultou em valores menores do que o proposto pelo metodo tradicional, confirmando o exposto pela literatura cientifica do assunto. Alem disso, a resolucao espacial exerceu certa influencia no ajuste dos valores ajustados de λ, que diminuiram com o aumento da resolucao. O metodo proposto ainda mostrou a tendencia de subestimar os valores de vazao de pico e volume, alem de antecipar o tempo de pico dos hidrogramas resultantes, apresentando os melhores resultados para os eventos com a abstracao inicial ajustada com o auxilio do MDT LiDAR 1m.
  • ANDRE NOBREGA GADELHA
  • ANÁLISE DA MISSÃO GPM (GLOBAL PRECIPITATION MEASUREMENT) NA ESTIMATIVA DA PRECIPITAÇÃO SOBRE TERRITÓRIO BRASILEIRO
  • Data: 21/03/2018
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A precipitacao e uma variavel de fundamental importancia para o ciclos hidrologico, climatologico e energetico da Terra, desempenhando um papel de destaque para a manutencao da vida humana e animal. Medicoes precisas desta variavel sao de grande necessidade para estudos que buscam melhor conhecer estes ciclos. Em algumas regioes ou estacoes, estas medicoes sao de dificil obtencao, prejudicando varias pesquisas neste ambito. O uso de sensores instalados em satelites para estimar eventos chuvosos tem se mostrado uma saida para tais circunstancias nas ultimas quatro decadas e seus resultados tem se tornado cada vez melhor. O Global Precipitation Measurement (GPM) e uma missao espacial com este intuito, lancada em 2014 pelas agencias espaciais NASA (National Aeronautics Space Administration) e JAXA (Japan Aerospace Exploration Agency). Com uma resolucao espacial de 0,1º e temporal minima de 30 minutos, o GPM tem mostrado bons resultados ao estimar a precipitacao ao redor do globo atraves do IMERG (Intercalibrated MErged Retrievals for GPM), produto da missao que obtem dados de varios satelites mesclados. Este estudo tem como objetivo a comparacao dos resultados do IMERG em todo o Brasil, comparando com dados de precipitacao de estacoes pluviometricas interpolados. A comparacao se deu atraves de parametros estatisticos (metricas) para determinar a assertividade, similaridade e precisao da missao espacial, com apresentacao de distribuicao espacial em mapas, tabelas, graficos e dispersao e boxplots. Dai, observou-se que, para todos as metricas aplicadas, em uma comparacao pixel a pixel, exibem valores concentrados e simetricos. E revelada ainda uma falha na costa leste da regiao nordeste, com subestimativas e falhas de deteccao. Ha uma melhora substancial de todas as metricas quando a escala temporal da avaliacao reduz para mes ou ano. Na media dos pixels, o IMERG superestimou a precipitacao anual para 2016, mesmo sem captar precipitacoes maiores que 3.600 mm/ano. A estimativa melhora com o aumento da area avaliada, agregando mais pixels. O IMERG apresentou ainda uma melhor performance nas regioes centro-oeste (CO) e sul (S) quando avaliada a deteccao e similaridade, e a regiao nordeste (NE) para avaliacao da precisao. A regiao norte (N) apresentou a pior estimativa. Na escala anual, comparando-se as regioes do pais, o IMERG mostrou-se melhor nas regioes sudeste e centro-oeste e pior nas regioes norte e nordeste.
  • EULER NOIMAN GONÇALVES
  • Análise estatística e comparativa de eventos chuvosos em escala subdiária em bacias hidrográficas do Brasil
  • Orientador : CRISTIANO DAS NEVES ALMEIDA
  • Data: 19/03/2018
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O entendimento de padroes de chuvas com o foco no posicionamento dos picos ao longo do evento chuvoso e importante para subsidiar estudos hidrologicos e o planejamento de uso dos recursos hidricos. Nesta pesquisa foram utilizados dados subdiarios de precipitacao de nove estacoes localizadas ao longo do territorio brasileiro. A metodologia de classificacao dos padroes (triangular esquerdo, triangular central, triangular direito, retangular bimodal e nao caracterizado) foi baseada em estudos que sugerem a divisao do evento chuvoso em faixas. Apos os padroes estabelecidos, foram analisadas estatisticamente as caracteristicas dos padroes gerados a partir do criterio do Minimo Intervalo de Tempo (MIT) entre eventos, sendo usado para tanto os seguintes MIT’s 15 e 30 minutos, 1, 2, 3, 6, 12 e 24 horas. Portanto, o objetivo desse estudo foi classificar e examinar os padroes dos hietogramas em bacias hidrograficas situadas no Brasil. Os resultados apontam que o tipo triangular esquerdo e o mais frequente, independentemente do minimo intervalo entre eventos e independentemente da localidade. Entretanto, os resultados demonstram que o comportamento dos hietogramas altera com a mudanca do Minimo Intervalo de Tempo entre eventos, bem como, altera as propriedades de um evento chuvoso, existindo a necessidade de um aprofundamento em estudos na escolha dessa metodologia.
  • EDUARDO MORAIS DE MEDEIROS
  • ANÁLISE DE CONFIABILIDADE ESTRUTURAL COM EXPANSÃO POLINOMIAL
  • Data: 26/02/2018
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Toda estrutura de engenharia deve cumprir uma serie de requisitos e criterios, que podem ser relacionados a seguranca estrutural, e a limitacoes no dano de certos elementos ou pecas estruturais a excessivas deformacoes que podem causar desconforto ou inseguranca. Ademais, a forma que a estrutura respondera as acoes externas dependera do tipo e da intensidade das cargas, da sua secao transversal, das propriedades dos materiais, entre outros fatores. Uma das maneiras de avaliar o nivel desses criterios e a seguranca da estrutura e atraves do calculo da probabilidade de falha estrutural. Contudo, de maneira geral, o calculo da probabilidade de falha gera um grande custo computacional. Desse modo, com o objetivo de diminuir o esforco computacional e manter a eficacia nos resultados obtidos, a proposta deste estudo e usar a expansao polinomial na analise de confiabilidade estrutural. Para isso, a funcao performance original e substituida por polinomios, resultando em uma analise com resultados satisfatorios e com baixo custo computacional. Assim, aplicacoes numericas para diferentes tipos de estruturas sao apresentadas e os resultados obtidos sao comparados com outros metodos da literatura, demonstrando convergencia nos resultados e um menor esforco computacional.
2017
Descrição
  • ICARO DE FRANCA ALBUQUERQUE
  • Investigação sobre o uso da formulação transformada de Colebrook White em canais circulares e naturais em escoamento uniforme
  • Data: 29/09/2017
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Sao bastante conhecidos os bons resultados da aplicacao de expressoes para o calculo de escoamento permanente de agua em tubos pressurizados, como a expressao de Colebrook-White. No entanto, essa expressao nao produz, em canais abertos, resultados que possam ser julgados como adequados para aplicacoes praticas. As correntes de circulacao e a presenca de superficie livre, dependentes da forma da secao transversal do canal, sao os fatores atribuidos a nao adequacao das formulacoes de tubos circulares fechados para o escoamento uniforme em canais. Por essas razoes, metodologias que tentam corrigir os efeitos adicionais das perdas de energia no escoamento uniforme em canais tem sido desenvolvidas nas ultimas decadas, com resultados bastante animadores. Dentre essas metodologias e destacada nessa dissertacao a formulacao para calculo do escoamento uniforme em canais, denominada AC-W, que considera os efeitos de forma na resistencia ao escoamento, com uso da equacao de Colebrook-White. A aplicacao da formulacao AC-W, para o calculo da vazao em condicoes de escoamento uniforme em canais de secoes prismaticas, lisos e rugosos, tem produzido resultados melhores do que os derivados da conhecida equacao de Manning. Nesse trabalho, sao feitas aplicacoes das formulacoes AC-W e de Manning para o calculo da vazao em canais circulares lisos e rugosos e de canais naturais, em escoamento uniforme, a partir de dados experimentais obtidos na literatura. Sao feitas comparacoes entre essas formulacoes com base na analise dos resultados produzidos. Como forma de avaliar o desempenho das formulacoes, a comparacao dos resultados calculados com os observados e feita, utilizando-se o criterio do menor erro absoluto relativo medio (MARE), alem de outros indicadores. A equacao AC-W mostrou-se mais eficiente para todos a aplicacoes feitas, tendo atingido apenas 28,1% do MARE obtido com a aplicacao da formula de Manning para os canais naturais e 50,4% para os canais circulares.
  • DIMAS DE ASSIS ALBUQUERQUE TEIXEIRA
  • Blocos de terra comprimida estabilizados com ativação alcalina do metacaulim: aspectos metodológicos.
  • Orientador : GIVANILDO ALVES DE AZEREDO
  • Data: 29/09/2017
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O setor da construcao civil tem importante parcela de contribuicao no consumo dos recursos do planeta Terra, visto que os materiais de construcao industrializados utilizam, alem de um grande volume de recursos naturais, muita energia para a sua producao. Tecnicas e materiais construtivos sustentaveis tem sido mais usados, atendendo aos apelos ambientais e tentando suprir a grande defasagem habitacional mundial. Uma forma de estabilizacao quimica de solo comumente empregada e o bloco de terra-cimento, processo que contribui para a melhoria ambiental, mas que ainda coloca, junto com o cimento, certo valor de energia agregada ao BTC. Varias pesquisas mostram que a adequada combinacao da terra com adicoes minerais e com catalisadores tem obtido efeitos promissores no tocante a durabilidade e resistencia dos produtos resultantes. Este trabalho discorre sobre a metodologia de producao de tijolos de terra comprimida, promovendo a ativacao alcalina do metacaulim misturado, a partir da combinacao das razoes molares de hidroxidos com aluminossilicatos presentes nas substancias de origem, curados em temperaturas variadas. O objetivo e avaliar a resistencia a compressao e a absorcao dos blocos produzidos, cujas caracteristicas fisicas e mecanicas podem ser creditadas as reacoes da ativacao de compostos contidos nas massas elaboradas. O resultado do trabalho conduz a conclusao de que a tecnica tem potencial de gerar tijolos com a qualidade necessaria para serem utilizados como material de construcao.
  • GABRYELA FERREIRA BELO
  • Aderência entre o aço e o concreto fresco em condições de concretagem submetidas a vibrações induzidas pelo tráfego de veículos.
  • Orientador : ROBERTO LEAL PIMENTEL
  • Data: 28/09/2017
  • Hora: 15:45
  • Mostrar Resumo
  • As estruturas de concreto armado necessitam da aderencia entre o aco e o concreto para apresentarem um desempenho satisfatorio. Esta aderencia acontece por meio da transferencia de tensoes do concreto para as armaduras. Reparos, reabilitacao e alargamentos em ponte, com uso de concreto fresco e a colocacao de barras de aco, com as pontes liberadas para uso, causam vibracoes que podem modificar a aderencia entre o aco e o concreto. O objetivo principal dessa pesquisa foi avaliar a influencia do tipo de sinal vibratorio na aderencia entre o aco e o concreto, quando a concretagem e sujeita a vibracoes. Tambem foi avaliada a resistencia a compressao do concreto por ser o principal parametro para os criterios de construcao. Os corpos de prova utilizados foram compostos por barras de 20 mm inseridas em corpos de prova de concreto e a resistencia caracteristica a compressao (fck) do concreto foi de 20 MPa aos 28 dias, sendo utilizado o modelo de acordo com a RILEM RC-6 (1983). As amostras foram vibradas logo apos a moldagem num atuador eletrodinamico simulando PPV’s (Velocidade de Particula de Pico) de pontes de acordo com limites propostos na literatura e frequencias observadas em pontes brasileiras. Os corpos de prova foram vibrados com dois tipos de sinal: senoidal puro e varredura senoidal com frequencias de 8,5 e de 5-12 Hz, respectivamente. A partir dos resultados foi possivel concluir que os concreto vibrado pode ter ganhos de resistencia de aderencia de ate 33,2% quando esta submetido a um sinal de varredura com PPV de 5 cm/s. Resultados contrarios foram obtidos a partir dos ensaios de resistencia a compressao, que sofreram reducao de ate 33% na resistencia a compressao quando esta submetido a um sinal senoidal com PPV de 5 cm/s.
  • SAMIR GONÇALVES FERNANDES COSTA
  • ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DE CHUVAS NA PARAÍBA UTILIZANDO DADOS DO SATELITE TRMM
  • Data: 28/09/2017
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Com o aprimoramento das tecnicas de sensoriamento remoto o uso de satelite tem sido uma alternativa cada vez mais comum no monitoramento e analise espaco-temporal da precipitacao frente a limitacao espacial, erros de coleta e descontinuidades de dados que sao comuns a metodologia de medicao convencional. Levando isso em consideracao e o fato de que nas duas ultimas decadas a area de estudo tem sofrido uma grave crise hidrica. Este trabalho teve por objetivo analisar o comportamento espaco-temporal de chuvas sobre o estado da Paraiba no periodo de 1998 a 2015, com base nas estimativas diarias de precipitacao do produto 3B42-v.7 do satelite Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM). Para isso, os dados de precipitacao foram submetidos a aplicacao dos testes nao-parametricos Mann-Kendall e Sen, o metodo de analise de clusters Ligacao Media e o interpolador espacial Spline regularizado. Ao realizar as analises dos resultados, verificou-se que em um terco dos anos os valores da precipitacao anual estiveram abaixo da media do periodo e que a altimetria se mostrou influente em determinadas localidades da area de estudo. Na avaliacao de tendencias na precipitacao nao se verificou niveis de significancia que pudessem confirmar a hipotese de tendencias na precipitacao anual e sazonal das estacoes verao e outono. No entanto, foi observado a presenca de tendencias significativas com confianca estatistica de 90% na precipitacao das estacoes inverno e primavera, revelando de acordo com a analise de clusters uma maior similaridade no comportamento da precipitacao anual em pontos TRMM que formaram regioes na parte do Agreste Paraibano e Mata Paraibana, com as estacoes verao e outono indicando uma maior correlacao nos valores de precipitacao do que nas estacoes inverno e primavera. Em relacao as analises do numero maximo de Dias Secos Consecutivos (CDD) e de Dias umidos Consecutivos (CWD), percebeu-se que apesar de o ano 2012 ter sido o mais seco no periodo analisado, ele nao necessariamente apresentou o maior numero de dias consecutivos secos, enquanto que o ano 2000, mesmo tendo sido o mais chuvoso nao houve um menor numero de dias consecutivos secos neste ano. Alem disso, ficou evidenciado uma prevalencia de eventos extremos de CDD e CWD na Mata Paraibana e Agreste, que de acordo com os niveis de significancias verificados pode-se confirmar a hipotese de tendencia com uma confianca estatistica superior a 90% para um aumento no numero de dias secos consecutivos e uma estabilidade no numero de dias umidos consecutivos nessas regioes. Quanto a analise de clusters realizada nos valores dos indices CDD e CWD, observou-se que embora os coeficientes de correlacao tenham sido baixos, os resultados indicaram que houve uma maior semelhanca na ocorrencia de eventos de dias umidos consecutivos do que de dias secos consecutivos entre os pontos TRMM da area de estudo, com uma diminuicao da similaridade de comportamento de ambos de oeste para leste. Tendo em vista esses resultados, pode-se concluir que o satelite TRMM se mostrou eficaz na analise espaco-temporal da precipitacao e as metodologias e informacoes produzidas neste trabalho podem ser utilizadas pelos orgaos gestores dos recursos hidricos para fins de monitoramento hidrico no estado da Paraiba.
  • THIAGO ALMEIDA MEDEIROS
  • PROPRIEDADES DE COMPÓSITOS À BASE DE GESSO COM DIFERENTES RESÍDUOS PARA PROTEÇÃO TÉRMICA EM EDIFICAÇÕES
  • Data: 27/09/2017
  • Hora: 14:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O gesso e um material cimenticio de menor impacto ambiental que outros ligantes como cimento ou mesmo cal. Na construcao civil ele tem sido usado em pecas decorativas, placas de forro, blocos para paredes divisorias e agora tambem como revestimento de paredes. Ao endurecer, o gesso, diferentemente do cimento Portland, forma uma matriz de pH quase neutro, o que significa que pode incorporar materiais fibrosos de origem vegetal ou animal sem degrada-los. As recentes normas de desempenho das edificacoes dao bastante destaque ao comportamento termico de paredes e cobertas. O gesso pode servir de matriz para incorporar materiais que promovam a reducao de sua condutividade termica, entre eles diferentes residuos gerados pelas atividades humanas. Este trabalho da continuidade as pesquisas que tem se desenvolvido na UFPB que procuram criar novos usos e difundir o gesso como um material cimenticio com maior aplicacao na construcao civil. Um dos fatores que contribuem para tal sao os aditivos plastificantes e retardadores de pega desenvolvidos em outras dissertacoes que permitem reducao de agua, aumentos de resistencia e de tempo de endurecimento. Nesta dissertacao foram estabelecidas as propriedades termicas e mecanicas de compositos de gesso para a partir delas poderem se desenvolverem diferentes elementos construtivos. Foram usados cinco residuos: de papel Kraft, de papel comum, po de Etileno Vinil Acetado (EVA), de EPS, e da industria de calcados de couro. Para cada um desses residuos foram usadas tres percentagens diferentes. Foram investigados o tempo de pega, a densidade, velocidade de propagacao de onda ultrassonica e modulo de elasticidade, resistencia a compressao e resistencia a flexao dos diferentes compositos. As composicoes que apresentaram os menores valores de velocidade de propagacao de onda ultrassonica e densidade foram selecionados para os ensaios da condutibilidade termica. Os resultados mostraram que o aditivo de sisal influencia no desempenho do material, principalmente, em relacao a resistencia a flexao. Eles tambem indicaram que o melhor composito formado foi o com o po de EVA como fase de reforco, pois este composito apresentou menor velocidade de propagacao de onda ultrassonica, menor massa especifica, menor condutibilidade termica e melhor resistencia a flexao quando foi utilizado com o aditivo de sisal. Porem, os demais compositos tambem apresentam menor condutividade termica que a matriz de gesso, por isso podem ser empregados para producao de placas de protecao termica para as construcoes.
  • CYNTHIA ALVES FELIX DE SOUSA
  • Impactos ambientais negativos provenientes do urban sprawl sobre a bacia hidrográfica do rio Gramame, no município de João Pessoa, PB, Brasil
  • Orientador : JOSE AUGUSTO RIBEIRO DA SILVEIRA
  • Data: 25/09/2017
  • Hora: 17:00
  • Mostrar Resumo
  • A urbanizacao das cidades e as intensas transformacoes no espaco intraurbano, tanto na esfera global quanto na esfera nacional, tem sido associadas a problemas ambientais. Conforme ocorreu a urbanizacao, houve um consequente e constante crescimento populacional que, por sua vez, foi acompanhado de uma reproducao de diversos impactos ambientais. Com isso, as discussoes acerca desses impactos, associadas ao desenvolvimento urbano foram se tornando cada vez mais relevantes. Nesta conjuntura, o fenomeno denominado urban sprawl foi amplamente associado aos impactos ambientais urbanos diagnosticados em inumeras cidades de medio e grande porte, sempre vinculado a falta de planejamento urbano aplicado e baseado nos principios de sustentabilidade. Nessa perspectiva, a urbanizacao de Joao Pessoa- PB ocorreu de maneira rapida e espraiada, direcionada principalmente para a periferia sul do municipio, caracterizada principalmente por grandes espacos naturais, como por exemplo, a Bacia Hidrografica do Rio Gramame. Assim, partindo do pressuposto de que o espraiamento urbano pode ser nocivo no que tange a questao ambiental, esta pesquisa se propos a investigar as associacoes entre os impactos ambientais urbanos diagnosticados na Bacia Hidrografica do Rio Gramame e o modelo disperso de urbanizacao verificado no municipio. A metodologia e aplicada na forma de um estudo de caso, sendo de cunho descritivo, com analises quali-quantitativas, possibilitando a observacao dos impactos ambientais urbanos negativos e suas associacoes com o fenomeno do espraiamento urbano.Os resultados indicaram impactos ambientais urbanos negativos como a poluicao das aguas por efluentes domesticos, devastacao da vegetacao remanescente, descarte inapropriado de residuos urbanos, alem de incidencias de processos erosivos nos solos em toda area de estudo. Tem-se que os impactos diagnosticados advem principalmente de fatos urbanos como: conflitos de uso e ocupacao do solo, falta de infraestrutura de saneamento urbano e carencias nos sistemas de fiscalizacao e monitoramento ambiental. A mensuracao dos impactos aferiu que a area de estudo se encontra classificada em medio grau de impactos ambientais decorrentes do urban sprawl. O fator mais agravante, destes impactos ambientais observados, foi a incidencia de ocupacoes urbanas gradativamente proximas de espacos naturais sensiveis, e as carencias de planejamento e infraestrutura urbana.
  • PEDRO AUGUSTO SILVA SABINO DE FARIAS
  • DESENVOLVIMENTO DE INDICADOR DE DESEMPENHO HIDROENERGÉTICO EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
  • Data: 08/09/2017
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • No contexto dos sistemas de abastecimento de agua, os custos energeticos representam o segundo item mais oneroso nas empresas de saneamento, ficando atras somente dos custos da mao-de obra. Associada a preocupacao com um consumo mais consciente dos recursos naturais, surge a necessidade de indicadores que possam aferir o desempenho dos sistemas de abastecimento em relacao ao consumo energetico, necessario ao transporte de agua nas redes de tubulacoes urbanas. Inexiste, na bibliografia especializada, algum indicador que seja capaz de aferir satisfatoriamente a eficiencia energetica especifica de determinada rede de distribuicao de agua, em relacao a sua capacidade de transporte da agua distribuida. Nesse sentido, este trabalho propoe o desenvolvimento de um indicador, denominado de Indicador de Eficiencia Energetica (IEE), que possibilite, aos operadores das companhias de saneamento, o diagnostico do comportamento hidraulico e energetico de uma rede de distribuicao de agua a partir da comparacao entre a operacao da rede em um cenario de referencia (em geral o de projeto) e o cenario para o qual se deseja analisar essa eficiencia. Para tanto, neste trabalho de pesquisa, duas redes de abastecimento de agua foram estudadas em diversas situacoes operacionais, ao longo das vidas uteis do projeto, com relacao a capacidade de transporte de agua das tubulacoes. Os resultados obtidos foram bastante coerentes, possibilitando a geracao de informacoes aos gestores e tecnicos das concessionarias de abastecimento no tocante a possiveis necessidades de intervencao de reabilitacao nas redes analisadas. Foram elaborados dois estudos de caso: um para a rede de abastecimento da cidade de Itororo (BA), Brasil; e outro para a rede de distribuicao referente aos bairros do Bessa, Jardim Oceania e Aeroclube, em Joao Pessoa (PB), Brasil. Em ambos os casos, os resultados constataram a validade e a pertinencia do indicador proposto.
  • AMANDA PAIVA FARIAS
  • BIORREATOR DE MEMBRANAS DE ULTRAFILTRAÇÃO APLICADO AO TRATAMENTO DE EFLUENTE INDUSTRIAL: AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DE TRATAMENTO E POTENCIAL DE REÚSO DA ÁGUA
  • Data: 04/09/2017
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O elevado indice de crescimento populacional observado ao longo dos anos reflete em uma maior demanda de agua. Por esse recurso natural nao ser encontrado de forma homogenea na natureza, torna-se escasso em muitas regioes, assim a disputa pelo seu uso e uma das consequencias. Diante do delicado cenario, e de grande relevancia a adocao de medidas que proporcionam a conservacao da agua nas diversas atividades. O setor industrial e responsavel por grande parte do consumo de agua potavel, mantendo a proporcao para a geracao e consequentemente lancamento de efluentes. Com isso, o presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a eficiencia da utilizacao do Biorreator de Membranas (BRMs), como uma tecnologia que proporciona uma melhor eficiencia ao tratamento de efluentes industriais, por meio de substituicao ou combinacao dessa nova tecnologia ao tratamento convencional. Para isso o efluente foi caracterizado por meio de parametros fisico-quimicos. Foi instalado no LaCom um biorreator de bancada com capacidade total de 12 L, contendo uma placa plana de uma membrana de ultrafiltracao, sendo preenchido com efluentes ate os 10 L, afim de verificar a eficiencia de remocao e o comportamento de alguns parametros ao longo do tratamento biologico realizado. As analises realizadas foram de pH, Solidos Sedimentaveis, Solidos Suspensos Totais (SST), Demanda Quimica de Oxigenio (DQO) e Demanda Biologica de Oxigenio (DBO). Com a caracterizacao do efluente e do permeado, foi possivel calcular as medias para cada parametro analisado, alem das eficiencias alcancadas dos solidos suspensos totais com 92,4%, DQO analisada com o Pastel UV obtendo 96,5%, DQO analisada de forma convencional chegando a 99% e DBO de 92,2%. Os resultados obtidos permitiram verificar e comprovar a eficiencia do tratamento desse tipo de efluente industrial por meio de uma membrana de ultrafiltracao. A partir dessas analises e com a intensao de aplicar o reuso na industria, foi concluido que o permeado saiu como o esperado, alcancando uma eficiencia de remocao muito satisfatoria, podendo ser reutilizado em alguns processos da industria sempre levando em consideracao o tipo de processo com a qualidade requerida. No entanto, as legislacoes e normas existentes deixam a desejar, quando abordam de forma superficial o reuso. Quando na verdade era para ser uma prioridade a ser discutida e aplicada nas industrias ou em qualquer outro estabelecimento.
  • TAIRONE PAZ E ALBUQUERQUE
  • ÍNDICE DE CONDIÇÃO BASEADO EM DEFEITOS SUPERFICIAIS PARA GERÊNCIA DE PAVIMENTOS URBANOS
  • Data: 10/08/2017
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os governos municipais estao mais preocupados com a manutencao e a reabilitacao dos pavimentos urbanos. Desse modo, a avaliacao funcional atraves de indices de condicao de pavimentos pode ser uma ferramenta para auxiliar na tomada de decisao e otimizacao de recursos financeiros. Varios indices de condicao do pavimento foram desenvolvidos para redes interurbanas rodoviarias. Contudo, para que os mesmos possam ser usados em vias urbanas, precisam ser ajustados e calibrados de acordo com as condicoes locais. Desse modo, e importante analisar o comportamento do pavimento, a fim de coletar os defeitos mais relevantes do pavimento urbano e, com base nisto, desenvolver um Indice de Condicao de Pavimento Urbano que represente os defeitos superficiais mais significativos para uma analise em nivel de rede. Assim, o principal objetivo deste estudo foi calibrar e validar um indice proposto para a cidade de Joao Pessoa e, posteriormente, realizar o comparativo com alguns indices de condicao de pavimento. Para a definicao desse indice, o metodo de trabalho foi proposto em nove etapas: i) revisao da literatura; ii) caracterizacao da area de estudo; iii) definicao da amostragem; iv) definicao de diretrizes de avaliacao; v) treinamento e formacao do grupo de avaliadores; vi) levantamento dos defeitos superficiais e da avaliacao subjetiva do pavimento; vii) tratamento dos dados; viii) desenvolvimento do indice de condicao de pavimento urbano; ix) analise comparativa de indices de condicao de pavimento urbano. Em relacao a homogeneidade do painel de avaliadores, verificou-se que 93% das avaliacoes subjetivas apresentaram coeficiente de variacao inferior a 15%, isto caracteriza como uma baixa dispersao entre as notas atribuidas pelos avaliadores. Dos dezesseis tipos de defeitos superficiais definidos para o levantamento dos dados, apenas seis defeitos foram estatisticamente significante para explicar o valor de serventia atual (VSA) dos segmentos avaliados. O indice de condicao de pavimento urbano foi desenvolvido atendendo os criterios do teste F, teste t-Student e a todos os pressupostos estatisticos para o desenvolvimento do indice de regressao multilinear. Verificou-se que os indices escolhidos para realizar o comparativo, tomando como referencia o VSA, apresentaram grandes variacoes na classificacao dos segmentos de pavimento. O Indice de Condicao de Pavimento Urbano de Joao Pessoa (ICPUJP) apresentou a menor media absoluta do erro relativo (MARE = 16,23%) e a correlacao linear com maior forca (R = 0,93). Os demais indices apresentaram valores elevados na media absoluta de erros relativos na classificacao da condicao de pavimentos regular a pessima; Entretanto, na condicao de pavimento boa e otima os indices (ICPU e DMINL) apresentaram uma media absoluta de erros relativos menores do que os demais, porem proximo ao ICPUJP. Com isso, dentre os indices avaliados, ha evidencias de que o ICPUJP obteve o melhor desempenho na classificacao da condicao do pavimento de Joao Pessoa, sendo, portanto uma poderosa ferramenta para avaliar a condicao do pavimento da rede viaria e auxiliar nas atividades de Manutencao e Reabilitacao.
  • LUCILA ARAUJO FERNANDES
  • Aplicação do método WTF para estimativa da recarga do aquífero livre da região da bacia do rio Gramame e do baixo curso do rio Paraíba – PB.
  • Data: 28/07/2017
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • O objetivo principal deste trabalho foi estimar a recarga do aquifero livre da bacia do rio Gramame e do baixo curso do rio Paraiba, localizados no Nordeste do Brasil, utilizando o metodo Water Table Fluctuation - WTF. Esta area de estudo foi definida no ambito do projeto de pesquisa e cooperacao internacional, o projeto BRAMAR (Estrategias e Tecnologias para Mitigacao da Escassez Hidrica do Nordeste do Brasil). A aplicacao desse metodo e simples e necessita de dados de variacao do nivel estatico (Δh) e do rendimento especifico do aquifero (Sy). A recarga foi estimada para o ano de 2016, no entanto o monitoramento foi iniciado em outubro de 2015. O monitoramento foi realizado manualmente e em alguns pocos foram instalados sensores que medem o nivel da agua em um intervalo de tempo de 15 minutos. Os pocos monitorados sao do tipo tubulares e do tipo amazonas (ou cacimboes), que sao pocos rasos e com diametro, em media, de 1,70 m. Foram monitorados 39 pocos, sendo 20 cacimboes e 19 tubulares. O coeficiente de rendimento especifico, assim como outros parametros hidrodinamicos do aquifero, foram determinados atraves de testes de bombeamento. A analise dos dados obtidos nos testes de bombeamento dos pocos tubulares foi feita atraves do software AQTESOLV Demo, e os dados dos testes realizados em cacimboes foram analisados pelo metodo de Papadopulos & Cooper. Os resultados obtidos dos ensaios de bombeamento apresentaram valores de coeficiente de armazenamento - S variando entre 0,04 e 0,13. Os valores de transmissividade - T oscilaram entre 8,53x10-6 m2/s e 9,51 x10-4 m2/s, que sao valores coerentes com a literatura. A recarga direta anual nos pocos variou entre 41,33 mm e 426,47 mm, com uma media, para a regiao estudada, de 184,88 mm, que representa 13,85% da precipitacao media da regiao estuda, que foi de 1333,4 mm no ano de 2016. Recomenda-se a continuacao do monitoramento do nivel estatico na area de estudo, bem como um aprofundamento das analises dos parametros hidrodinamicos do aquifero, de modo a dar subsidio a gestao sustentavel dos recursos hidricos subterraneos da regiao.
  • GILSON DO NASCIMENTO MELO
  • O uso da vazão de manutenção do rio Gramame (PB) para diluição de cargas poluidoras
  • Data: 20/06/2017
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A agua, recurso de importancia vital para a humanidade, vem tendo suas caracteristicas qualitativas e quantitativas cada vez mais deterioradas, devido aos efeitos negativos das atividades antropicas nas margens dos corpos hidricos e nas bacias hidrograficas como um todo. Na bacia hidrografica do rio Gramame, os cursos d’agua a jusante do reservatorio Gramame-Mamuaba estao submetidos a uma situacao bastante complicada, tendo em vista que sao impactados por atividades agricolas, industriais e domesticas. Este trabalho teve como principal objetivo investigar se a vazao de manutencao do rio Gramame esta sendo ou nao utilizada para diluicao de cargas poluidoras industriais, as quais sao despejadas a jusante do reservatorio citado acima. Os trabalhos de campo foram destinados a medicoes de vazao, assim como a amostragem de agua para analises espaciais e temporais de varios parametros fisicos e quimicos de qualidade da agua, tendo sido realizados em cinco campanhas, as tres primeiras no periodo de estiagem (setembro e dezembro de 2015 e fevereiro de 2016) e as duas ultimas no periodo chuvoso (junho e julho de 2016). Para tal, oito estacoes de amostragem foram posicionadas no rio Gramame e em dois de seus afluentes, o riacho Mussure e o rio Mumbaba, em trechos proximos aos distritos industriais de Joao Pessoa e de Conde. Dados preteritos dos parametros fisicos e quimicos, referentes a uma serie temporal de 12 anos (1999 a 2010), levantados para sete estacoes situadas na mesma area desta pesquisa, foram obtidos junto a SUDEMA, objetivando realizar comparacoes, a fim de verificar se ocorreu ou nao agravamento da poluicao nos cursos d’agua na area de estudo. Na comparacao entre os dados preteritos e os dados levantados nesta pesquisa, verificou-se que houve alguma melhora das condicoes locais para os seguintes parametros: cor, pH, OD e DBO. Agora, considerando-se apenas as estacoes situadas no rio Mumbaba, alem desses parametros, as condicoes tambem melhoraram no que concerne a CE e SDT. Apesar disso, a situacao no riacho Mussure ainda continua muito preocupante. A ma qualidade da agua do referido riacho e decorrente do despejo de efluentes industriais, em grande medida sem tratamento, a montante da estacao de amostragem nele situada. Na area de estudo, as industrias mais impactantes, do ponto de vista da carga organica poluidora estimada, sao as das tipologias bebidas, texteis, alimentos e polpa e papel. A carga poluidora, em termos de DBO, para as 45 industrias em operacao, foi estimada em 19.557,31 kg/dia. Esta carga poluidora total das industrias corresponde a poluicao organica que seria causada por uma populacao de 362.172 habitantes (equivalente populacional). Os calculos efetuados para determinar a carga organica poluidora que chega aos rios Mumbaba e Gramame apontaram que os valores estimados de DBO da mistura sao bastante altos, notadamente nos PM 1, 2 e 3. Em decorrencia disso, as vazoes minimas a serem mantidas nos cursos d’agua pesquisados, de modo a garantir a diluicao das cargas poluidoras estimadas, visando a atender a DBO maxima permitida pela legislacao, usualmente sao muito mais altas do que as vazoes maximas efetivamente medidas. Depreende-se, assim, que os cursos d’agua estudados nao tem vazao suficiente para diluir as cargas poluidoras provenientes do distrito industrial de Joao Pessoa, comprometendo ate a vazao de manutencao (vazao ecologica), a qual, nos trechos abrangidos neste trabalho, e de apenas 58,0 l/s, no rio Mumbaba, e 313,0 l/s, no rio Gramame, a montante da confluencia com o rio Mumbaba. Para fazer cessar a degradacao da qualidade hidrica dos cursos d’agua na area do Distrito Industrial de Joao Pessoa, no entorno dele e alem, e essencial a cooperacao efetiva entre orgaos governamentais de gestao ambiental, empresas e sociedade civil, pois isso permitiria nortear tomadas de decisao no tocante a adequacoes necessarias, tanto nos processos industriais, quanto na forma de diagnosticar, prevenir, monitorar e intervir nas situacoes criticas.
  • PALOMA MARA DE LIMA FERREIRA
  • INFLUÊNCIA DA SELEÇÃO DAS FUNÇÕES OBJETIVO NA CALIBRAÇÃO DO MODELO HIDROLÓGICO DISTRIBUÍDO MGB-IPH
  • Data: 20/06/2017
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Na calibracao automatica multiobjetivo de modelos hidrologicos, os parametros do modelo sao ajustados dentro do espaco de busca, de acordo com dois ou mais objetivos, sendo a escolha das funcoes uma etapa importante. Esse tipo de calibracao geralmente leva a um melhor desempenho do modelo, porem ainda nao e bem compreendido que criterios devem ser utilizados para a selecao das funcoes objetivo (FO). Neste sentido, o objetivo principal desse estudo foi avaliar a influencia de diferentes FO na calibracao automatica multiobjetivo do modelo hidrologico distribuido MGB-IPH e a abordagem de metodos alternativos de calibracao aplicados na regiao semiarida. A aplicacao do modelo abrange parte da bacia hidrografica do rio Pianco com uma area de 4603,39 km². O modelo MGB-IPH foi rodado com passo de tempo diario, com calibracao no periodo de 01/jan/1970 ate 31/dez/1990 e validacao de 1/jan/1991 ate 31/dez/2011. Primeiramente, foi feita uma analise de sensibilidade de 36 FO em dez testes usando series de vazoes sinteticas. Posteriormente, foram realizadas 111 calibracoes com diferentes combinacoes de FO. Tambem foram aplicados dois metodos de calibracao alternativos: o metodo de calibracao do fracionamento do hidrograma de entrada e o metodo de calibracao por periodo do ano (umido e seco). Os resultados mostram que foi possivel identificar em quais fracoes do hidrograma as FO sao mais sensiveis atraves dos testes de sensibilidade. Com a analise sobre as calibracoes multiojetivo com diferentes FO, observou-se que o modelo MGB-IPH simulou satisfatoriamente o regime das vazoes observadas na maioria das calibracoes, com relativamente bom ajuste dos hidrogramas para as doze melhores calibracoes com NS entre 0,70 a 0,75, EKG entre 0,76 a 0,84, EV entre 0,39 a 0,44, entre outras medidas de desempenho. Os metodos de calibracoes automatica alternativos demonstraram relativamente bom desempenho quando comparado ao metodo tradicional de calibracao com valores satisfatorios das medidas de desempenho empregadas. Conclui-se que a calibracao automatica multiobjetivo demonstrou sensibilidade quanto a escolha das FO nos resultados das calibracoes. Os melhores conjuntos de FO foram representados pelas calibracoes CALIB 92 (EKG - NSDlog - EV) e CALIB 111 (NSD - NSlog - FCPerm).
  • FAGNER FRANÇA DA COSTA
  • Abordagem distribuída para simulação chuva-vazão em pequenas bacias hidrográficas
  • Data: 08/06/2017
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As inundacoes urbanas sao um problema recorrente no Brasil, devido principalmente a gestao e ao planejamento inadequado dos sistemas de drenagem de aguas pluviais. Para mitigar tais efeitos, obras hidraulicas sao projetadas com base em dados de precipitacao que, pela sua vez, sao utilizados para estimativa de vazao em modelos hidrologicos. A utilizacao de modelos em-piricos adaptados especificamente para estimativas do escoamento superficial tem sido utilizada com frequencia em regioes onde nao ha informacoes hidrologicas. Recentemente tem sido de-senvolvidos modelos hidrologicos que incorporam a variabilidade espacial das caracteristicas fisicas das bacias hidrograficas. O emprego de ferramentas computacionais para otimizacao dos processos de analise, definicao e gerenciamento dos recursos hidricos sao cada vez mais co-muns. Geralmente, estas ferramentas utilizam uma serie de modelos matematicos e de simula-cao hidrologica e hidrogeologica. Este trabalho analisa a incorporacao das caracteristicas fisicas de uma bacia hidrografica urbana a partir da adaptacao do modelo da curva numero e do hidro-grama unitario sintetico triangular, ambos propostos pelo Natural Resource Conservation Ser-vice (NRCS). As alternativas incorporadas abrangem a utilizacao dessas metodologias de forma a simular os processos hidrologicos em nivel de pixel. O modelo proposto foi aplicado no Ar-roio Cascata I, localizada no municipio de Porto Alegre – RS, escolhida em funcao da disponi-bilidade de dados observados de precipitacao e de vazao. Os resultados apontam que a aborda-gem distribuida apresenta caracteristica de superestimar as vazoes de pico e subestimar os tem-pos de pico. Contudo, a calibracao validou o modelo distribuido, ao gerar boas alternativas para a estimativa de escoamento superficial em nivel de pixel. Apresentando em media seu melhor resultado quando aplicado o hidrograma HUjus, em conjunto com as combinacoes de 0,05 para as perdas iniciais e 0,45 para o fator de tempo de pico. Nao sendo descartado os resultados das simulacoes realizadas pelo o hidrograma distribuido HUexe.
  • ISABELLA CARVALHO DE MEDEIROS
  • MODELAGEM ESPACIAL E TEMPORAL DO BALANÇO HÍDRICO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO AÇUDE EPITÁCIO PESSOA
  • Data: 31/03/2017
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • A problematica da escassez hidrica e uma realidade que vem sendo intensificada em todo o mundo, sobretudo devido ao crescimento populacional e aos fatores climaticos. No Brasil, a regiao semiarida e uma das mais sensiveis a essa problematica. Na Paraiba, a bacia hidrografica do Acude Epitacio Pessoa, de grande importancia social e economica para o Estado enfrenta, constantemente, problemas relacionados a escassez hidrica. Atualmente, o Acude Epitacio Pessoa, responsavel pelo abastecimento de mais de 20 municipios, encontra-se com apenas 3,5% de sua capacidade disponivel. Situacao semelhante vem ocorrendo em diversas outras regioes no Estado. Neste sentido, a presente pesquisa teve como intuito modelar o balanco hidrico da bacia hidrografica do Acude Epitacio Pessoa utilizando o modelo SWAT, a fim de contribuir com a compreensao da dinamica espaco-temporal do balanco hidrico da mesma. Para tanto, utilizou-se o periodo de 1970 a 1990 para a calibracao do modelo e o periodo de 1994 a 2014 para a validacao, sendo a variavel modelada a vazao. Os resultados obtidos pelo modelo SWAT foram satisfatorios, de acordo com os indicadores estatisticos NSE e R², que apresentaram valores, para o posto Poco de Pedras, de 0,69 e 0,69, respectivamente, e, para o posto Caraubas, de 0,64 e 0,65, respectivamente. Estes resultados foram superiores aos valores minimos aceitaveis (NSE = 0,5 e R² = 0,6), mostrando que o modelo foi calibrado. Foi realizada, em seguida, a validacao do modelo que apresentou bons resultados para o posto Poco de Pedras (NSE = 0,8 e R² = 0,87), entretanto o posto de Caraubas apresentou resultados estatisticos ligeiramente abaixo do desejavel (NSE = 0,41 e R² = 0,56). Os resultados da validacao possibilitaram, ainda, uma comparacao entre a vazao afluente ao Acude Epitacio Pessoa e os dados de volume observados do reservatorio, mostrando que os resultados simulados acompanharam o comportamento do volume armazenado ao longo do tempo. Por fim, foram obtidos os valores das componentes do balanco hidrico da bacia hidrografica, com valores medios anuais de evapotranspiracao de 353,3 mm, escoamento superficial de 27,34 mm e percolacao de 131,53 mm. A simulacao do balanco hidrico permitiu uma maior compreensao sobre o comportamento hidrologico da mesma, mostrando resultados coerentes com o que se espera de uma bacia hidrografica em ambiente semiarido.
  • JOSÉ AUGUSTO GOMES NETO
  • Painel modular intertravado de matriz cimentícia com reforço estrutural de Bambusa vulgaris
  • Data: 31/03/2017
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Entre os materiais vegetais que tem potencial para ser aplicado na construcao, destaca-se o bambu. Trata-se de um material renovavel, que apresenta eficiencia energetica e adequada resistencia que permite o desenvolvimento de novos sistemas construtivos eco-eficientes. Nesse estudo buscou-se desenvolver paineis pre-moldados modulares de matriz cimenticia, dentro dos quais existem colmos da especie Bambusa vulgaris. Esses paineis, com 10 cm de espessura e 40 cm de largura tem a altura calculada de sorte a se ter o pe-direito minimo tolerado pela legislacao municipal, 2,60 m. A matriz cimenticia e composta de uma argamassa de cimento Portland, areia, cal, alem de fibras de coco e, com a finalidade de reduzir o peso e o consumo de cimento, agregado de Etileno Vinil Acetato (EVA) oriundo de residuos da fabricacao de calcados. Colmos de bambu da especie em estudo foram caracterizados atraves de ensaios fisicos (densidade, unidade, absorcao de agua em diversas condicoes, variacoes dimensionais, propriedades geometricas) e mecanicos (resistencia a compressao, resistencia a tracao e cisalhamento, todas paralelas as fibras. Para se chegar aos paineis estruturais, foram feitos diversos ensaios em paineis em escala reduzida, com 10 cm de espessura, 20 cm de largura, por 40 cm de altura. O objetivo maior era controlar a fissuracao que tende a se formar paralelamente aos colmos. Dois paineis em tamanho natural foram construidos e ensaiados em portico de laboratorio de estruturas. Eles foram instrumentados com medidores de deslocamentos e submetidos a carga crescente ate a ruptura. Os paineis apresentaram um bom desempenho estrutural, atingindo uma carga maxima linear equivalente de no minimo de 300 kN/m, o que os qualificam para uso em edificacoes de mais de um piso.
  • ANA PAULA XAVIER DANTAS
  • MODELAGEM TEMPORAL DA DINÂMICA DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NAS PERDAS E DEPOSIÇÃO DE SEDIMENTOS NA BACIA DO RIO TAPACURÁ (PE)
  • Data: 30/03/2017
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A erosao dos solos e um dos problemas mais preocupantes em todo o mundo, e uma das principais causas de degradacao ambiental. Este estudo teve por objetivo analisar as mudancas no uso e ocupacao do solo e seus impactos nas perdas de solo e deposicao de sedimentos na bacia do Rio Tapacura, localizada no Estado de Pernambuco. Os cenarios futuros de uso e ocupacao na bacia (2035): (a) Cenario 1: de continuidade das transicoes e (b) Cenario 2: de continuidade das transicoes e intensificacao da classe pecuaria e expansao da area urbana, foram obtidos usando o Land Change Modeler (LCM) e imagens da cobertura do solo dos anos de 1989, 2007 e 2015. Foi realizada a previsao do uso do solo para o ano de 2015, usando tres metodologias: (a) Rede Neural Multi- Layer Perceptron (RNMLP), (b) Similarity- Weighted Instance- Based Machine Learning Algorithm (SimWeight) e (c) Regressao Logistica (RL) e para a metodologia que mostrou melhor desempenho, foi realizada a predicao dos cenarios futuros. Para estimar as perdas de solo e deposicao de sedimentos foi utilizado o Water and Tillage Erosion Model/ Sediment Delivery Model (WaTEM/SEDEM), alem de dados de chuva, elevacao, mapas de uso e tipos de solo. Para os anos de 1989 e 2007, a maior parte da bacia era ocupada pelas classes: vegetacao arbustiva, pecuaria e policultura. Para 2015, verificou-se a reducao (77%) da classe vegetacao arbustiva, quando comparado ao ano de 1989. Os resultados da previsao do uso do solo para 2015 mostraram melhor desempenho usando RNMLP, com indice Kappa= 0,98. A simulacao dos cenarios futuros mostrou intensificacao das transicoes observadas nos anos de 1989, 2007 e 2015, em que os principais usos do solo previstos foram para atividades agropecuarias, sendo a classe policultura a mais representativa. Para todos os anos e cenarios estudados, as maiores perdas de solos e deposicao de sedimentos (>100 t/ha⋅ano) foram encontradas nos locais com maior variabilidade do fator LS e alta erodibilidade dos solos. As sub-bacias Itapessirica, Agua Azul e Bacias das Pacas apresentaram as maiores perdas e deposicao de sedimentos, em torno de 47, 43 e 40 t/ha⋅ano. E a classe, relativa as acoes antropicas, que apresentou maior susceptibilidade aos processos erosivos na bacia foi a policultura.
  • SAMARA GONÇALVES FERNANDES DA COSTA
  • Saneamento Básico e Salubridade Ambiental em cidades do Litoral do estado da Paraíba.
  • Data: 30/03/2017
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A falta de planejamento eficiente no processo de urbanizacao das cidades resultou em um deficit no atendimento a crescente demanda populacional por servicos de saneamento basico de qualidade. A ausencia de infraestruturas basicas torna o ambiente insalubre e afeta diretamente a saude coletiva e o meio ambiente. Esta problematica atinge com maior impacto as cidades litoraneas, que possuem alto potencial turistico devido as suas belezas naturais como e o caso do litoral da Paraiba. Uma forma de avaliar a oferta dessas infraestruturas e com o uso de ferramentas que mensurem a qualidade ambiental como os indicadores ambientais, pois dotam os gestores de informacoes para atuar de forma preventiva e corretiva. O presente estudo analisou componentes do saneamento basico urbano do litoral sul da Paraiba, compreendendo as cidades em contato direto com o oceano Atlantico (Cabedelo, Conde, Joao Pessoa e Pitimbu). Foram caracterizados tres servicos de saneamento basico de suas areas urbanas, avaliando a infraestrutura do sistema de abastecimento de agua, de esgotamento sanitario e de residuos solidos bem como os planos e acoes ambientais que estao sendo desenvolvidos nas cidades. A metodologia empregada foi a utilizacao do Indicador de Salubridade Ambiental (ISA) calculado a partir de dados obtidos no Sistema Nacional de Saneamento Basico. Conclui-se que a situacao de salubridade demonstrada pelo ISA e preocupante em toda a area de estudo e nao existe uma gestao que integra o aspecto litoraneo as politicas publicas existentes. As cidades apresentaram falhas na prestacao do servico e na qualidade ofertada. Suprir esta carencia e essencial para garantir uma boa qualidade de vida e a preservacao do meio ambiente.
  • JOSEFA DAIANA ARAUJO LOPES
  • REMOÇÃO DE COMPOSTOS PERSISTENTES COM BIORREATOR DE MEMBRANA E ADSORÇÃO EM CARVÃO ATIVADO
  • Orientador : RENNIO FELIX DE SENA
  • Data: 30/03/2017
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Uma das maiores preocupacoes ambientais da atualidade e a contaminacao dos corpos hidricos, causada por farmacos, agrotoxicos, hormonios, entre outros. Uma das vias desses contaminantes sao os esgotos sanitarios. Com isso, o presente estudo objetivou-se avaliar a capacidade de remocao de agrotoxicos em um efluente industrial por meio de um biorreator de membrana (BRM) e adsorcao em carvao ativado. Os ensaios foram realizados em um BRM de Ultrafiltracao, em escala de bancada. Adicionou-se ao BRM, 2 mL da solucao padrao de 10 g/L de 2,4-D, Metribuzin e 5 mL de Glifosato, para os respectivos ensaios. Tambem foi adicionado 10 g de NaCl, como tracador visando prever o comportamento do BRM em relacao a remocao desse composto. As aliquotas de permeado foram retiradas em intervalos de tempo pre-determinados e as leituras foram realizadas com um condutivimetro e um Espectrofotometro. Os ensaios de adsorcao do 2,4-D e do Metribuzin, foram feitos em bateladas a temperatura de 25 ± 2°C e pH=6,0, com as amostras secas dos carvoes de (0,5; 1,0; 1,5; 2,0 g) reservadas em Erlenmeyers. Em seguida, se adicionou 100 mL da solucao de 2,4-D e de Metribuzin, respectivamente. Esses foram colocados em uma incubadora sob agitacao de (250 rpm), em intervalos de tempo pre-determinados, retirou-se 3 mL de cada amostra e quantificou no Espectrofotometro. Os resultados mostraram que o BRM nao foi efetivo na remocao do 2,4-D, Glifosato e Metribuzin, sendo detectadas altas concentracoes no permeado. Os carvoes ativados empregados nos ensaios de adsorcao apresentaram elevada eficiencia na remocao dos agrotoxicos investigados. Dos modelos cineticos estudados, a cinetica de pseudo-primeira ordem foi o que melhor se ajustou na adsorcao do 2,4-D. Na adsorcao do Metribuzin o modelo de pseudo-primeira ordem se ajustou para as massas de 0,5 g e 2,0 g. Ja para as massas de 1,0 g e 1,5 g, os dados obtidos na adsorcao, se ajustaram melhor ao modelo de pseudo-segunda ordem, podendo-se afirmar que ocorreu adsorcao quimica do metribuzin.
  • WANESSA ALVES MARTINS
  • AVALIAÇÃO DO CICLO DE VIDA DO PROGRAMA DE COLETA SELETIVA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA- PB, BRASIL.
  • Data: 30/03/2017
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os residuos solidos domiciliares possuem um potencial significativo de gerar impactos ambientais. Dependendo de como sao executadas as etapas do gerenciamento (acondicionamento, transporte, processo, tratamento e disposicao final) os residuos podem provocar impactos atraves das emissoes gasosas, liquidas e solidas nas diversas etapas do sistema. Ao empregar a Avaliacao de Ciclo de Vida – ACV para analisar a gestao dos residuos solidos e possivel identificar os impactos ambientais relativos a sua gestao, bem como eleger modelos que melhor respondam as expectativas locais de maneira que se obtenha resultado que otimize a geracao de energia e minimize os impactos. O objetivo principal desta pesquisa foi analisar o ciclo de vida do programa de coleta seletiva de residuos solidos domiciliares no municipio de Joao Pessoa/PB - Brasil. Foram realizadas pesquisas junto a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana - EMLUR e entrevistas aos presidentes das associacoes de materiais reciclaveis em cada nucleo de coleta seletiva do municipio para a realizacao do diagnostico da estrutura comercial. A analise do ciclo de vida foi realizada seguindo as recomendacoes da norma ISO 14.040 (2014). A Unidade Funcional adotada foi uma tonelada de residuos solidos gerados. O software utilizado foi o SimaPro 8.0 e o metodo de analise de impacto foi o CML, selecionando as categorias de impacto: eutrofizacao, acidificacao, aquecimento global, oxidacao fotoquimica, deplecao da camada de ozonio, toxicidade humana, ecotoxicidade terrestre, ecotoxicidade aquatica em agua doce, ecotoxicidade aquatica marinha, deplecao abiotica (combustiveis fosseis e minerais). Desta forma, quanto ao diagnostico realizado nos nucleos de coleta seletiva, conclui-se que a EMLUR apoia todos os nucleos de coleta seletiva (exceto o nucleo Catajampa), cedendo ou alugando os galpoes, fornecendo almoco, fardas, equipamentos de protecao individual (EPIs), manutencao nos equipamentos, entre outras acoes. Os galpoes dos nucleos possuem uma area adequada para a segregacao e a pesagem dos materiais reciclaveis, exceto o nucleo do Cabo Branco que possui um espaco reduzido e ausencia de cobertura nos locais onde os materiais reciclaveis sao armazenados. Ja a divisao dos lucros com a comercializacao dos materiais reciclaveis e na maioria dos nucleos individual, sendo por partes iguais somente nos nucleos Acordo Verde e Roger. Pode-se perceber tambem que o processo de reciclagem apresentou um crescimento sutil no decorrer dos anos estudados (2005 – 2015), compensando algumas categorias de impacto ambiental. Entretanto, para as categorias de oxidacao fotoquimica, aquecimento global, deplecao da camada de ozonio, toxicidade humana, ecotoxixidade aquatica marinha e eutrofizacao as emissoes dos poluentes foram superiores as contribuicoes negativas geradas pela etapa da reciclagem. Logo, constatou-se que o programa de coleta seletiva do municipio necessita otimizar algumas etapas da sua gestao. Essa otimizacao pode ser realizada aumentando os quantitativos de residuos solidos encaminhados a reciclagem, reducao dos poluentes emitidos a partir da queima de combustiveis fosseis e o reaproveitamentos dos gases produzidos no aterro sanitario.
  • GERALDO MOURA RAMOS FILHO
  • DINÂMICA DA UMIDADE DO SOLO EM BACIA EXPERIMENTAL NO NORDESTE BRASILEIRO
  • Data: 24/03/2017
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como objetivo identificar e caracterizar os diferentes processos de umedecimento do solo atraves de eventos chuvosos na bacia experimental do riacho Guaraira, localizada na regiao litoranea sul do Estado da Paraiba, bem como investigar os fatores que regem estes processos e determinar o minimo intervalo de tempo entre eventos chuvosos mais relevantes. Para isto, utilizaram-se dados das sondas de umidade do solo do tipo TDR (Time Domain Reflectometry), com uma alta resolucao temporal (1 hora) e pluviografos instalados em quatro locais distintos da bacia experimental. O periodo de estudo foi de 2004 a 2015, variando de acordo com a disponibilidade de dados das sondas TDR de cada estacao de monitoramento. Um primeiro estudo realizado revelou que a variacao do minimo intervalo de tempo entre eventos pode reduzir em ate aproximadamente 55% o numero de eventos chuvosos. Em seguida, aplicando um metodo utilizado por Lozano-Parra et al. (2015a), baseado na derivacao temporal da variacao da umidade do solo conhecida como maximum wetting slope, foram classificados e quantificados os tipos de processos de umedecimento do solo. Os resultados indicam um comportamento geral ou padrao da dinamica da umidade do solo na bacia experimental com uma ocorrencia dominante dos processos de umedecimento lento, causado pelo fluxo matricial, e uma pequena ocorrencia dos processos rapidos, fluxo preferencial. A analise estatistica multivariada baseado em tecnicas data mining provaram que os escoamentos lentos estao relacionados com os seguintes fatores: umidade inicial do solo, precipitacao acumulada, precipitacao maxima em 30 minutos e a duracao dos eventos. Enquanto que os escoamentos rapidos estao relacionados principalmente com a vegetacao de cada estacao estudada. Quanto a validacao do modelo, observou-se que para os escoamentos lentos os coeficientes de determinacao foram bastante significativos (46% - 79%), assim como ocorreu uma superestimacao dos valores previstos. Por outro lado, os escoamentos rapidos obtiveram um coeficiente de determinacao igual a 84%, porem para este processo, torna-se necessario uma quantidade maior de informacoes para uma melhor calibracao do modelo. Uma alternativa para este estudo se da atraves do estudo da relacao entre o maximum wetting slope e a variacao da umidade do solo, onde constatou-se que os processos de umedecimento do solo podem ser explicados atraves da variacao total da umidade do solo no evento estudado.
  • MARCIO SANTOS GONCALVES
  • Análise Dinâmica de Laje de Ambiente de Trabalho Submetida a Cargas de Caminhada
  • Data: 02/03/2017
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Vibracoes excessivas em estruturas tem sido investigadas durante decadas. Desde o seculo XIX ate a contemporaneidade, ocorrencias de tal fenomeno tem surpreendido tanto profissionais da engenharia quanto usuarios de estruturas afetadas (pontes, passarelas, arquibancadas). Tal fenomeno pode resultar em varias consequencias negativas, como: insatisfacao dos usuarios; sentimento de inseguranca nas pessoas; prejuizos economicos; perda de produtividade num ambiente de trabalho; etc. A partir das decadas de 1950 e 1960, situacoes de vibracoes excessivas em lajes comecaram a ser relatadas com regularidade e, ate o momento, estudos de caso continuam a ser publicados na literatura cientifica. O comportamento dinamico de Lajes de Ambientes de Trabalho (LATs) e um tema significativo devido ao fato destas estruturas estarem, diariamente, suscetiveis a vibracoes devido a atuacao de cargas de caminhada. Atualmente, criterios normativos para o projeto de lajes recomendam a hipotese de simulacao na qual uma unica pessoa caminha sobre a estrutura, enquanto verificacao deste Estado Limite de Servico (ELS). Entretanto, o recorrente numero de registros de vibracoes excessivas em LATs coloca em duvida a eficiencia de tal recomendacao. Nesse contexto, este trabalho apresenta investigacoes sobre o comportamento dinamico de um modelo numerico (via metodo dos elementos finitos) de uma LAT submetida a cargas de caminhada em diferentes cenarios de movimentacao de pessoas. Nas simulacoes, foi utilizado o modelo de carga expresso pela Serie de Fourier, com recomendacoes da ISO 10137. Foram executadas 100 simulacoes computacionais de cenarios de caminhada nas quais 2 pessoas caminham numa mesma trajetoria e outras 100 simulacoes com 2 pessoas em trajetorias distintas. Valores de aceleracao destes cenarios, captados no centro da laje, foram comparados com cenarios simulados com 1 pessoa em caminhada. Resultados mostram que a maioria dos cenarios de caminhada com 2 pessoas apresentam niveis de aceleracao 60% ou 70% superiores ao maior nivel de aceleracao obtido em cenarios com 1 pessoa, sugerindo a necessidade de revisao da recomendacao normativa atual (1 pessoa). Tal revisao pode contribuir para o aperfeicoamento de criterios normativos de estados limites de servico, resultando na
2016
Descrição
  • LARISSA GRANJEIRO LUCENA
  • Otimização de múltiplas respostas do processo foto-Fenton solar no pós-tratamento de lixiviado antigo de aterro sanitário
  • Data: 09/12/2016
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O tratamento de lixiviados de aterros sanitarios e considerado um dos maiores desafios em termos de poluicao das aguas e gestao dos residuos solidos. Pesquisadores buscam aprimorar processos convencionais e otimizar novas tecnologias de tratamento. Nesse contexto, a presente pesquisa teve como objetivo otimizar o processo foto-Fenton solar (Fe2+/H2O2/UV solar) no pos-tratamento de lixiviado proveniente do sistema de lagoas de estabilizacao do aterro sanitario metropolitano de Joao Pessoa/PB, Brasil. Aplicou-se planejamento fatorial do tipo Delineamento Composto Central Rotacional (DCCR) associado a Metodologia de Superficie de Resposta para investigar tres variaveis operacionais: fator de H2O2, razao de reagentes [H2O2]/[FeSO4.7H2O], e pH inicial de reacao, a fim de maximizar as remocoes da Demanda Quimica de Oxigenio (DQO), turbidez e cor, bem como minimizar a geracao de lodo, em termos de solidos sedimentaveis e totais. De acordo com a Analise de Variancia (ANOVA), todos os modelos das respostas em funcao das variaveis selecionadas foram estatisticamente significativos, com R² variando de 0,756 a 0,976. Por meio da sobreposicao das curvas de contorno, pode-se definir as interacoes por pares entre as variaveis nas respostas e estabelecer suas faixas otimas operacionais: 0,83 - 1,50 (fator de H2O2); 3,70 - 5,40 (razao de reagentes); 2,72 - 3,15 (pH). Constatou-se estreita interacao entre as variaveis operacionais, cujos valores devem alem de atender as faixas otimas, obedecer tais interacoes, a fim de atingir remocoes de DQO>75%, turbidez>90%, cor>97%, e geracao de solidos sedimentaveis<60mL.L-1 e solidos totais<50mg.L-1. Os ensaios de validacao realizados nas condicoes otimas atestaram um ajuste adequado do modelo aos dados experimentais. Concluiu-se que, considerando as respostas investigadas em termos de DQO, turbidez, cor e geracao de lodo, o processo foto-Fenton solar demonstrou-se eficaz como etapa de pos-tratamento de lixiviado antigo de aterro sanitario e que sua otimizacao favoreceu uma melhor qualidade do efluente final.
  • JOBSON TARGINO DIAS
  • AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS E MICROBIOLÓGICOS DA ÁGUA ARMAZENADA EM CISTERNAS DE PLACAS E DE POLIETILENO NO AGRESTE PARAIBANO
  • Data: 30/09/2016
  • Hora: 15:00
  • Mostrar Resumo
  • A captação e o armazenamento de águas de chuvas em cisternas de placas e de polietileno tem sido largamente difundidas no semiárido brasileiro. Na seca iniciada em 2012, cisternas implantadas no âmbito dos programas governamentais receberam aportes frequentes de águas de açudes transportadas por carros pipa. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a qualidade das águas armazenadas em cisternas de placa e de polietileno e sua conformidade para uso doméstico em moradias do Agreste no semiárido paraibano. Buscou-se também verificar se há diferenças entre a qualidade das águas armazenadas nos dois tipos de cisternas. Foi utilizada como referência para conformidade da água para consumo humano a Portaria nº 2.914/2011 do Ministério da Saúde (MS) e seu padrão de potabilidade. Foram realizadas análises físico-químicas e microbiológicas, além da determinação do Índice de Qualidade da Água de Bascarán nas águas armazenadas nas cisternas monitoradas no município de São Sebastião de Lagoa de Roça - Paraíba. As medições foram feitas em 10 cisternas de placas e 9 de polietileno durante 10 meses. Com exceção dos parâmetros alcalinidade, pH e dureza, não houve diferenças que possam ser consideradas como relevantes entre os parâmetros físico-químicos medidos das águas nos dois tipos de cisternas. Os resultados relativos a esses parâmetros, em geral, se encontraram em conformidade com os valores preconizados na Portaria nº 2.914/2011 do MS. Os menores percentuais de atendimento ocorreram nas cisternas de polietileno para o parâmetro pH, com 70,5% de atendimento e para a cor com 89,3% e 90,4% para as cisternas de placa e polietileno respectivamente. Ficou constatado que houve presença de coliformes totais em todas as amostras analisadas, indicando necessidade de tratamento para o consumo humano. O teste de médias realizados entre os valores dos Índices de Qualidade das Águas de Bascarán referentes às águas armazenadas nos dois tipos de cisternas permitiu concluir que não existe significância estatística para afirmar que as médias de IQAb entre as cisternas de placa e as cisternas de polietileno são diferentes.
  • LINCCON DE CARVALHO LIMA
  • Conforto térmico em espaços abertos: Estudo de caso em um parque urbano na cidade de João Pessoa-PB.
  • Data: 30/09/2016
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Estudos de conforto termico em camara climatizada apresentam a limitacao de desconsiderar a adaptacao do individuo as condicoes ambientais. Com objetivo de superar limitacoes dos modelos atuais de conforto termico, pesquisas tem sido realizadas para identificar os limites de conforto em ambientes sem climatizacao e em condicoes naturais, dentre elas, destacam-se os estudos de conforto em espacos abertos. Este estudo investiga a sensacao termica dos visitantes de um parque urbano em Joao Pessoa-PB, uma cidade de clima quente e umido no nordeste do Brasil. Como metodologia utilizou-se de monitoramento microclimatico das variaveis: temperatura do ar, temperatura do globo, umidade, velocidade do vento e radiacao solar. Complementarmente foram aplicados questionarios investigativos em dois periodos climaticos diferentes. Atraves de analise estatistica foi possivel identificar um intervalo de conforto de 23° a 31°C, o modelo de regressao mostrou que tres variaveis climaticas (temperatura do ar, velocidade do vento, temperatura radiante media) tem forte efeito sobre a sensacao termica sentida pelos entrevistados. Quando a sensacao termica foi comparada com o indice de PMV/PPD observaram-se diferencas significativas, a sensacao termica verificada in loco esteve sempre em uma categoria inferior ao PMV.
  • ALINE DE SOUSA SILVA
  • ANÁLISE DA INTEGRAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL COM A POLÍTICA NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS E O ESTATUTO DA CIDADE
  • Data: 30/09/2016
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Com o intuito de fortalecer as acoes de defesa civil, diversos estudos vem sendo desenvolvidos, incluindo os que abordam a Lei N° 12.608/2012, que instituiu a Politica Nacional de Protecao e Defesa Civil. O presente trabalho tem por objetivo analisar a integracao entre a Politica Nacional de Protecao e Defesa Civil, a Politica Nacional de Recursos Hidricos e o Estatuto da Cidade, a partir da inter-relacao de seus instrumentos. O objetivo esta embasado na necessidade apontada pelo art. 3° da Politica Nacional de Protecao e Defesa Civil, a qual aponta que esta deve integrar-se as politicas de ordenamento territorial, desenvolvimento urbano, saude, meio ambiente, mudancas climaticas, gestao de recursos hidricos, geologia, infraestrutura, educacao, ciencia e tecnologia e as demais politicas setoriais, tendo em vista a promocao do desenvolvimento sustentavel. Para tanto, utilizou-se a metodologia baseada na integracao entre politicas proposta por Marinato (2008). O presente estudo buscou expandir a integracao de instrumentos da Politica Nacional de Protecao e Defesa Civil, com a Politica Nacional de Recursos Hidricos e o Estatuto da Cidade. Utilizou-se como referencia o procedimento metodologico de analise, agrupamento e avaliacao da interface entre instrumentos das politicas estudadas. As principais etapas que envolveram o desenvolvimento do trabalho foram: identificacao, analise e agrupamento de instrumentos; avaliacao das interrelacoes entre os instrumentos e grupos de instrumentos da Politica Nacional de Protecao e Defesa Civil, da Politica Nacional de Recursos Hidricos e do Estatuto da Cidade. A analise dos resultados indicou uma grande afinidade entre os instrumentos das politicas estudadas, alem de nortear acoes e estrategias de integracao que poderao ser distintas para cada situacao. Com isso, conclui-se, que ha uma grande relacao entre os instrumentos da Politicas Nacional de Recursos Hidricos, do Estatuto da Cidade com a Protecao e Defesa Civil. Alem disso, o modelo conceitual adaptado mostrou-se propicio para a integracao dos instrumentos da Politica Nacional de Protecao e Defesa Civil, da Politica Nacional de Recursos Hidricos e do Estatuto da Cidade, que podem ser avaliados individualmente ou em conjunto. O diagrama que possibilitou a interrelacao da PNPDEC, da PNRH e do Estatuto da Cidade, permitiu uma analise da integracao com uma abordagem holistica da reducao de risco a desastres.
  • BISMAK OLIVEIRA DE QUEIROZ
  • Avaliação Do Desempenho De Misturas Asfálticas Porosas Modificadas Com Politereftalato De Etileno (PET).
  • Data: 30/09/2016
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A agua acumulada sobre a superficie do pavimento e uma das responsaveis pela ocorrencia de acidentes em rodovias, por reduzir o atrito na interface pneu-pavimento. A adocao de misturas asfalticas porosas pode aumentar a seguranca viaria, pois seu uso favorece a aderencia entre os pneus dos veiculos e o pavimento, especialmente em pista molhada, tendo em vista a sua alta capacidade de drenagem. Diante disso, esta pesquisa objetivou analisar o uso de residuos de politereftalato de etileno (PET) como aditivo para misturas asfalticas porosas. O metodo de trabalho consistiu na realizacao de ensaios de caracterizacao dos materiais utilizados, determinacao do teor de projeto de ligante asfaltico, confeccao de tres tipos de misturas asfalticas (convencional, com adicao de PET e com asfalto polimero) e realizacao de ensaios de escorrimento, dano por umidade induzida, modulo de resiliencia, deformacao permanente, vida de fadiga e permeabilidade para as misturas asfalticas, em seus respectivos teores de projeto de ligante asfaltico. A adicao de PET nas misturas foi realizada via processo seco nas proporcoes 0,00; 0,33; 0,50; 0,75 e 1,00% em relacao ao peso dos agregados. As misturas asfalticas com asfalto modificado por polimero foram tomadas como referencia, tendo em vista a preferencia do uso desse tipo de ligante em misturas porosas. Em termos de dosagem, adicoes de PET em ate 0,75% resultaram na reducao do teor de projeto de ligante asfaltico. Alem disso, o PET contribuiu para a inibicao do escorrimento do ligante e favoreceu o desempenho das misturas em relacao ao dano por umidade induzida. As misturas aditivadas com PET apresentaram um aumento no modulo de resiliencia e uma tendencia de maior vida de fadiga para baixos niveis de tensoes e elevadas repeticoes de carga. Porem, mostraram-se suscetiveis a deformacao permanente, mesmo tendo apresentado um maior enrijecimento. Quanto a permeabilidade, e necessario a realizacao de mais ensaios de modo a garantir uma melhor confiabilidade nos resultados. De todo modo, pode-se verificar que o PET pode apresentar viabilidade de ser utilizado como aditivos em misturas asfalticas porosas.
  • GABRIELA PECORELLI FIGUEIREDO BEZERRA
  • AVALIAÇÃO DE DIFERENTES MODELOS DE BIODIGESTORES PARA TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS GERADOS NO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFPB
  • Data: 30/09/2016
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os residuos solidos urbanos sao um dos principais problemas ambientais observados na atualidade. Ao longo do tempo os modelos de tratamentos e disposicao de residuos mais utilizados foram a incineracao e o aterro sanitario.No caso especifico do aterro, esse gera, a partir da decomposicao da fracao organica dos residuos solidos urbanos, gases que podem ser utilizados na producao de energia. Essa geracao de gas pode se dar tambem em pequena escala,com a utilizacao de biodigestores, podendo atender a pequenas comunidades, como e o caso do Campus I da Universidade Federal da Paraiba. Diante desse contexto, o objetivo desse trabalho foi avaliar e comparar o funcionamento de biodigestores para determinacao da solucao mais adequada para a implantacao no referido Campus utilizando residuos organicos provenientes do Restaurante Universitario. Atualmente, a disposicao dos residuos solidos gerados no RU/UFPB e o Aterro Sanitario Metropolitano de Joao Pessoa, sendo gerado diariamente uma media de 513,77 kg de residuos organicos. Para a analise do modelo de biodigestor mais adequado foram considerados alguns criterios, tais como facilidade e custo para a implantacao, modo de operacao, eficiencia no tratamento, rendimento e tecnologia aplicada, sendo selecionados os seguintes: Biodigestor em Batelada (modelo simplificado), Biodigestor Indiano, Biodigestor Chines, Biodigestor de Ferreira (2015), Biodigestor de Reis (2012) e Biodigestor de Fernandes (2013), os quais foram comparados em funcao do Teor de Umidade e eficiencia de remocao de solidos, Temperatura, Carga Organica Volumetrica, Potencial Hidrogenionico (pH), Alcalinidade, Producao e Concentracao de Metano. Verificou-se que os Biodigestores em Batelada (modelo simplificado), Indiano e Chines nao seriam adequados para atendimento do objetivo proposto. Ao analisar os diversos parametros verificou-se que varios podem ser usados para fins de comparacao. A analise do teor de umidade e da eficiencia da remocao de solidos volateis, bem como temperatura nao se apresentou como parametro de decisao para selecao da melhor opcao, uma vez que todos possuiam caracteristicas semelhantes. A carga organica volumetrica para os biodigestores com abastecimento em batelada nao se apresentou como um fator limitante. No entanto, para o abastecimento continuo, caso do modelo de Ferreira (2015), interferiu diretamente no seu funcionamento. No que diz respeito ao pH, Ferreira (2015) teve ainda dificuldade em sua manutencao, Reis(2012) conseguiu estabiliza-lo e Fernandes (2013), apesar de obter altos valores, entendeu que estava dentro de faixas aceitaveis e favoraveis de pH a producao do biogas. A concentracao de metano no modelo de Ferreira (2015) apresentou valores medios de 59%, enquanto que os modelos de Reis (2012) e Fernandes (2013) obtiveram concentracoes medias de metano proximo a 70%, mostrando-se mais eficientes. Diante disso, o modelo de biodigestor de Reis (2012) se apresentou como o mais viavel para reproducao no Campus I da UFPB com a finalidade de producao de biogas a partir da decomposicao dos residuos gerados no RU, sendo necessaria a implantacao de 13 biodigestores de forma a atender a geracao semestral.
  • LÍDIA PEREIRA SILVA
  • “DOS QUINTAIS ÀS RUAS: estudo de implantação de hortas nos vazios urbanos de João Pessoa como parte da infraestrutura verde urbana”
  • Data: 28/09/2016
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O presente trabalho relaciona-se com a proposta de transformacao de areas desprovidas de construcao em elementos da infraestrutura verde urbana. Sabe-se que os processos desordenados de expansao urbana das cidades brasileiras de porte medio tem ocasionado danos ao meio ambiente natural periurbano e que entre suas implicacoes esta a supressao das areas verdes urbanas. Estas compreendidas como um importante indicador da qualidade de vida nas cidades, devido as diversas funcoes que podem exercer e beneficios que sao capazes de proporcionar a populacao urbana, como o acesso a alimentos de qualidade, quando destinadas ao cultivo. Alem disso, as areas verdes constituem a infraestrutura verde das cidades e sao um dos elementos chaves para a sustentabilidade urbana. Assim, com base nessas observacoes, buscou-se avaliar o potencial de implantacao de hortas em vazios urbanos da cidade de Joao Pessoa, capital do estado da Paraiba, como parte da infraestrutura verde urbana. Por intermedio de ferramentas SIG (Sistema de Informacao Geografico), foram elaborados mapas tematicos, com o objetivo de fornecer as informacoes necessarias para a classificacao, em escala graduada, do potencial de transformacao dos vazios urbanos, a partir da adaptacao e aplicacao de sistematizacao desenvolvida por Sanches (2011). O procedimento metodologico adotado pauta-se nos principios de infraestrutura verde e estabelece indicadores quantitativos e qualitativos, com valores numericos, para cada um dos seus criterios de avaliacao, que sao agrupados em tres categorias distintas – grupo ecologico, grupo hidrico e grupo social –, cuja media aritmetica em cada grupo conforma as notas finais, e a soma destas resulta no grau potencial de transformacao das areas analisadas em espacos vegetados. Apos a aplicacao do procedimento metodologico e de visitas as areas com maior potencial de transformacao, foram lancadas proposicoes com o intuito de viabilizar meios para a implantacao de hortas nesses vazios urbanos e, consequentemente, para a construcao de modelos de producao sustentavel para o cultivo.
  • TULIO DE OLIVEIRA GUEDES
  • AVALIAÇÃO DO ESTADO DE FISSURAÇÃO DE LAJES CONVENCIONAIS UTILIZANDO TESTES MODAIS
  • Data: 26/09/2016
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O estudo do comportamento dinamico das estruturas surge como alternativa para averiguar seu comportamento estrutural. Este trabalho tem como objetivo investigar se testes modais sao eficazes na avaliacao do estado de fissuracao associado a capacidade de carga de lajes convencionais de concreto armado (macica e nervurada). Quatro lajes convencionais (duas macicas e duas nervuradas) foram testadas atraves de testes estaticos e dinamicos, e tiveram seus resultados estudados. Todas as lajes possuem largura e comprimento de 3,00m x 1,35m. A espessura das lajes macicas e de 0,08m e a das lajes nervuradas de 0,26m. Para apoiar as lajes foram utilizados perfis metalicos fixados em blocos de concreto, tais apoios simularam a situacao isostatica, sendo um de primeiro genero e outro segundo genero. Todas as quatro lajes foram submetidas a ciclos de carga e descarga com suas deflexoes medidas e os testes modais eram feitos ao fim de cada ciclo. Inicialmente, testes estaticos foram nas lajes macicas, e nele puderam-se medir as deflexoes sofridas pelas lajes em cada estagio de carga. Foi observado que durante a aplicacao da carga de 16 kN as lajes sairam de seu regime elastico e suas curvas de deflexao mudaram bruscamente de inclinacao. Apos a aplicacao de cada estagio de carga procedeu-se com os testes modais. Os resultados dos parametros modais para as lajes macicas foram obtidos tanto pelo metodo do decaimento em vibracao livre como atraves do software StarModal. Tais resultados mostraram-se em conformidade com a gradual perda de rigidez das lajes ao longo da aplicacao dos ciclos de carga e descarga, uma vez que as frequencias naturais foram diminuindo. Foi aplicado o indice de dano que se baseia na variacao das frequencias naturais. Os resultados deste mostraram que apenas apos o estagio de 8kN a laje sofre um dano que pode ser reparado, e este nivel de dano tambem foi observado pelas fissuras encontradas durante os testes. Para as lajes macicas foi feita uma analise baseada na inclinacao das curvas da frequencia natural ao longo do decaimento e notou-se que o coeficiente angular da reta ajustada as curvas cresce a medida que diminui a rigidez para o caso testado. Os testes estaticos foram feitos tambem para as lajes nervuradas, entretanto, estas apresentaram deslocamentos lineares muito pequenos quando submetidas as cargas aplicadas, isto devido a elevada rigidez das mesmas. Apenas apos o estagio de 28kN algumas curvas de deflexao mostraram a mudanca brusca de inclinacao que representou a saida do regime linear. Os testes modais foram realizados nas lajes nervuradas de forma semelhante ao realizado para as lajes macicas. Nao foi observada significativa queda de frequencia e o indice de deteccao de dano nao apresentou nenhum dano que nao pudesse ser reparado, tudo isso devido a elevada rigidez da laje. Por fim, concluiu-se que os testes modais se mostraram como uma alternativa promissora a ser estudada para deteccao de danos estruturais, principalmente devido aos resultados obtidos para as lajes macicas.
  • MELLYNE PALMEIRA MEDEIROS
  • DESEMPENHO TÉRMICO DE BLOCOS DE VEDAÇÃO COM O USO DE GESSO E DE RESÍDUOS POLIMÉRICOS
  • Data: 23/09/2016
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Nos ultimos anos, houve um crescimento da producao de habitacao popular no Brasil. Nao obstante, as baixas condicoes de habitabilidade e a degradacao ambiental sao caracteristicas de grande parte destas habitacoes. As limitacoes financeiras tem sido o principal argumento que justifica essas deficiencias. Visando solucoes tecnicas, preocupadas no que concerne as questoes ambientais e economicas para o setor da construcao civil, o uso do gesso apresenta vantagens por se tratar de um aglomerante menos agressivo ao meio ambiente. Desta forma, este trabalho pesquisa as alteracoes nas propriedades fisicas e mecanicas, assim como o desempenho termico, de compositos de matriz de gesso com adicoes de residuos polimericos, dos quais sao exemplos o Etileno Acetato de Vinila (EVA) e o Poliestireno Expandido (EPS). Os compositos de gesso e residuos de EVA e de EPS foram utilizados na producao de blocos para alvenaria de vedacao. Tambem se utilizaram garrafas PET (Poli Tereftalato de Etileno) no interior dos blocos produzidos, denominado, neste trabalho, de GESSOPET. Verificou-se que os blocos de compositos de gesso com residuos, tanto de EVA como de EPS, apresentaram melhoria relacionadas ao desempenho termico quando comparados com blocos sem adicoes de residuos, fabricados apenas com gesso. Por fim, este trabalho visa contribuir para o desenvolvimento de tecnologias construtivas, utilizando materia-prima com reduzido impacto ambiental e com melhor relacao entre custo e beneficio.
  • LUARA LOURENÇO ISMAEL
  • ANÁLISE DO CICLO DA CULTURA DE CANA-DE-AÇÚCAR E SEUS POSSÍVEIS IMPACTOS QUANTO AO USO DE AGROTÓXICOS: ESTUDO DE CASO EM UMA USINA SUCROALCOOLEIRA NO MUNICÍPIO DE SANTA RITA-PB.
  • Data: 08/09/2016
  • Hora: 14:30
  • Mostrar Resumo
  • O Brasil e o maior produtor de cana-de-acucar do mundo destacando-se principalmente com a implantacao do PROALCOOL (1975), e aliado a esse crescimento, tem-se o aumento no uso de agrotoxicos na referida cultura. Desta forma, a presente pesquisa objetivou-se analisar o ciclo da cana-de-acucar em uma usina sucroalcooleira localizada no municipio de Santa Rita-PB e investigar os possiveis impactos sobre o meio ambiente resultantes do uso de agrotoxicos na cana-de-acucar. Inicialmente foi feito uma identificacao do ciclo vegetativo da cultura de cana-de-acucar da Usina com enfase no levantamento dos agrotoxicos utilizados. Para isto, foram realizadas visitas tecnicas e entrevistas, alem da obtencao de registros fotograficos. Posteriormente, foi feito uma identificacao dos impactos ambientais com base em duas condicoes: a primeira por meio da analise de residuos de agrotoxicos em 4 amostras de cana-de-acucar correspondentes as fases do ciclo vegetativo, bem como no acucar em duas safras. As amostras foram analisadas pelo LABTOX/ITEP, seguindo os LMR permitidos pela ANVISA. A segunda condicao foi atraves da estimativa do risco potencial de contaminacao das aguas subterraneas (Criterio EPA e Indice de GUS) e aguas superficiais (Metodo de GOSS) com base na analise das propriedades fisico-quimicas dos principios ativos dos compostos investigados. Como resultados, foi identificado na area de estudo o uso de 25 principios ativos presentes em diferentes marcas comerciais, sendo os herbicidas a classe predominante correspondendo a 80% do total dos compostos investigados. As analises de residuos de agrotoxicos na cana-de-acucar e no acucar, tiveram seus pareceres satisfatorios, nao contendo a presenca dos principios ativos investigados. Tais resultados justificam-se em virtude da adocao de boas praticas agricolas ou da permanencia dos compostos no solo. As propriedades fisico-quimicas dos principios ativos: 2,4 D, Glifosato, Picloram e Hexazinona, se destacaram por apresentarem uma maior concordancia quanto a tendencia de transporte de suas moleculas pela agua. Com relacao a estimativa de contaminacao das aguas subterraneas, observou-se que, a maior parte dos compostos avaliados por ambos os metodos apresentam tendencia de contaminacao potencial (CP) contabilizando um total de 13 principios ativos (52%) do total avaliado. Verificou-se quanto ao risco de contaminacao das aguas superficiais, que a maioria dos compostos possuiam uma maior tendencia de transporte de suas moleculas dissolvidas em agua e transportadas por meio do carreamento das aguas da chuva. Assim, pode-se concluir que o levantamento dos agrotoxicos e de suas caracteristicas fisico-quimicas possibilitou a analise dos possiveis impactos ambientais na cultura de cana-de-acucar e nos recursos hidricos, e ainda a necessidade de implantacao de programas de monitoramento ambiental.
  • ADRIANO DA SILVA FELIX
  • ATIVAÇÃO ALCALINA DE BLOCOS DE TERRA CRUA
  • Data: 30/08/2016
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O adobe e um dos primeiros materiais de construcao usado pelo homem e volta a ser procurado nos dias atuais, por ser um produto para a construcao que menos gera impactos ambientais. Porem, esse material de grande potencial tem limitacoes em seu uso por ser susceptivel a acao da agua. Geralmente, para melhorar suas propriedades mecanicas e durabilidade se faz necessario o uso de estabilizantes quimicos como o cimento e a cal, porem como os adobes sao feitos de solos argilosos, tais produtos, para serem efetivos, sao incorporados em relativamente grandes quantidades (6%, 8%, 10 % ou mais) que acabam descaracterizando o carater sustentavel do material. Neste trabalho pretende-se usar um novo metodo de estabilizacao quimica que e conhecida como ativacao alcalina. As percentagens de ligante envolvidas baixam para 2% ou 3%. No processo, componentes mineralogicos, fontes de silica e alumina reagem quando expostos a um ambiente de elevada alcalinidade, formando um ligante alternativo com otimas propriedades mecanicas. Para fornecer alcalinidade necessaria e utilizado silicato de sodio que tem valor bastante elevado. Na pesquisa foram usadas diferentes solucoes alcalinas desenvolvidas para substituirem o material industrializado. Os adobes foram produzidos e submetidos a cura em estufa eletrica, mas tambem foi testado um processo de cura em estufa solar. Foram realizados ensaios de caracterizacao dos materiais como: granulometria, fluorescencia de raio-x, difracao de raio-x e medicao do pH. Para mensurar a viabilidade dos adobes como material para alvenaria foram feitos ensaios de resistencia a compressao simples, resistencia a acao da agua, perda de massa, absorcao por imersao, perda de massa por erosao, caracterizacao quimica (DRX e FRX) e microscopia eletronica de varredura (MEV). Os adobes estabilizados com ativacao alcalina mostraram desempenho satisfatorios, e apresentaram resistencias que variaram de 1,5 MPa a 6,1 MPa. No tocante, a durabilidade as amostras estabilizadas alcalinamente tiveram melhor comportamento que as de referencia e as estabilizadas com cimento Portland. Desta forma, a estabilizacao alcalina se mostrou uma tecnica de grande potencial para o uso em blocos de terra cura, melhorando suas propriedades.
  • GUILHERME URQUISA LEITE
  • USO DE PLANEJAMENTO EXPERIMENTAL DE MISTURAS NA OTIMIZAÇÃO DA PASTA E NO EMPACOTAMENTO DE AGREGADOS PARA PRODUÇÃO DE CAA.
  • Data: 17/06/2016
  • Hora: 16:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O concreto autoadensavel (CAA) foi proposto no final da decada de 80 e desde entao vem sendo tratado como uma grande evolucao na tecnologia do concreto. Muitos estudos vem sendo desenvolvidos desde os materiais componentes, viabilidade tecnica e economica e tambem metodos de dosagem. Este ultimo topico representa uma importante etapa do desenvolvimento deste tipo de concreto, uma vez que o CAA necessita de caracteristicas especificas tanto no estado fresco quanto no endurecido, caracteristicas tais que sao relacionadas exclusivamente a proporcao entre os materiais constituintes. A utilizacao de um planejamento de experimentos de mistura parece incorporar as premissas necessarias para o entendimento da relacao entre as proporcoes dos constituintes e as propriedades do CAA. Dessa forma, um planejamento de experimentos de mistura (PEM) foi utilizado para mapear, em uma regiao experimental simplex, as proporcoes ideais entre os constituintes para se obter um CAA. Considerando o CAA como um material composto por duas fases (pasta e esqueleto granular), foi realizado um PEM para cada uma dessas fases. No caso do esqueleto granular, foi utilizado um planejamento classico em centroide simplex. Ja no caso da pasta, foi desenvolvido um planejamento diferenciado chamado de metodo do Pseudossimplex duplo (PSD). Os resultados evidenciaram a otimizacao do processo de dosagem de CAA atraves do planejamento de misturas, pois foi possivel obter um CAA com uma quantidade minima de ensaios e materiais. A utilizacao dessa ferramenta pode ser extremamente util para a dosagem de CAA, principalmente em grande escala, uma vez que permite prever caracteristicas basicas da producao, garantindo ao gestor mais controle sobre o processo.
  • PAULO VITOR NASCIMENTO DE FREITAS
  • QUALIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO URBANO POR ÔNIBUS: UM ESTUDO SOBRE A PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS E O DESEMPENHO TÉCNICO EM JOÃO PESSOA (PB)
  • Data: 24/05/2016
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Em todo o mundo a questao da mobilidade urbana tem demandado muitos debates. As cidades crescem, e com elas a necessidade de um sistema de transportes mais racional, sustentavel, eficiente e de boa qualidade. Contudo, no Brasil, problemas de mobilidade urbana tem se acentuado cada vez mais nos centros urbanos, resultado principalmente do crescimento espraiado e ineficiente das cidades, de perda de atratividade do transporte publico urbano, em virtude de sua baixa qualidade, e do "culto ao automovel" e sua priorizacao nos deslocamentos intraurbanos. Em Joao Pessoa, cidade media capital da Paraiba, estes fenomenos podem ser observados. Assim, o objetivo geral do presente trabalho e avaliar a qualidade do Sistema de Transporte Publico por Onibus de Joao Pessoa (PB) de acordo com a percepcao dos usuarios e com o desempenho tecnico. Os objetivos especificos sao: discutir a problematica da mobilidade urbana e questoes especificas do transporte publico; descrever a organizacao do Sistema de Transporte Publico por Onibus de Joao Pessoa; verificar a opiniao dos usuarios do sistema e avaliar a percepcao que eles tem acerca da qualidade; e avaliar o desempenho tecnico do sistema de acordo com parametros quantitativos e qualitativos. Os atributos da qualidade estudados sao: acessibilidade, frequencia de atendimento, tempo de viagem, lotacao, confiabilidade, seguranca, caracteristicas dos veiculos, caracteristicas dos locais de parada, sistema de informacoes, conectividade, comportamento dos operadores, custo para o usuario e estado das vias. A metodologia para avaliacao da percepcao dos usuarios esta baseada numa survey, sendo a opiniao dos usuarios captada por meio de questionarios. Para a avaliacao do desempenho tecnico, lancam-se mao de ferramentas de analise estatistica e geoespacial, pesquisas de campo e tecnicas de avaliacao encontradas na literatura nacional e internacional. A avaliacao da percepcao traz evidencias de que, para os usuarios, os atributos mais criticos sao o custo (tarifa), a seguranca com relacao a atos de violencia (como assaltos e agressoes) e a lotacao, enquanto que a acessibilidade e aquele que mais os satisfaz. As avaliacoes feitas pelos usuarios, para os diversos atributos, e mais ou menos endossada pelos estudos tecnicos.
  • CIBELLE DIAS DE CARVALHO DANTAS MAIA
  • FLEXÃO E ESTABILIDADE DE BARRAS USANDO O MODELO DE BICKFORD-REDDY: UMA ABORDAGEM PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS DE CONTORNO
  • Data: 22/04/2016
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Neste trabalho, novas solucoes, baseadas no Metodo dos Elementos de Contorno (MEC), sao estabelecidas para a analise linear de problemas de flexao e estabilidade de barras de Bickford-Reddy. Todos os passos matematicos para estabelecer a representacao do MEC sao apresentados: transformacoes das equacoes diferenciais governantes em equacoes integrais equivalentes, deducao das solucoes fundamentais, obtencao e solucao do sistema alebrico. Alem disso, fundacoes elasticas (Winkler e Pasternak) em barras de Bickford-Reddy tambem sao analisados pelo MEC. E tambem abordada uma conveniente estrategia para de discontinuidades no dominio tais como: mudanca abrupta de geometria da secao transversal (viga escalonada), carga axial intermediaria, apoios rigidos no dominio(viga continua), . Exemplos numericos incorporando varios tipos de condicoes de contorno e discontinuidades no dominio sao apresentadas para validar as solucoes do MEC propostas.
  • CIBELLE DIAS DE CARVALHO DANTAS MAIA
  • FLEXÃO E ESTABILIDADE DE BARRAS USANDO O MODELO DE BICKFORD-REDDY: UMA ABORDAGEM PELO MÉTODO DOS ELEMENTOS DE CONTORNO
  • Data: 22/04/2016
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho, novas solucoes, baseadas no Metodo dos Elementos de Contorno (MEC), sao estabelecidas para a analise linear de problemas de flexao e estabilidade de barras de Bickford-Reddy. Todos os passos matematicos para estabelecer a representacao do MEC sao apresentados: transformacoes das equacoes diferenciais governantes em equacoes integrais equivalentes, deducao das solucoes fundamentais, obtencao e solucao do sistema alebrico. Alem disso, fundacoes elasticas (Winkler e Pasternak) em barras de Bickford-Reddy tambem sao analisados pelo MEC. E tambem abordada uma conveniente estrategia para de discontinuidades no dominio tais como: mudanca abrupta de geometria da secao transversal (viga escalonada), carga axial intermediaria, apoios rigidos no dominio(viga continua), . Exemplos numericos incorporando varios tipos de condicoes de contorno e discontinuidades no dominio sao apresentadas para validar as solucoes do MEC propostas.
  • JANILCI SERRA SILVA
  • ANÁLISE MULTITEMPORAL DO USO E OCUPAÇÃO DA TERRA E IDENTIFICAÇÃO DE ILHAS DE CALOR NO MUNICÍPIO DE PAÇO DO LUMIAR (MA)
  • Data: 31/03/2016
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O processo de urbanizacao recente das cidades tem intensificado o uso e ocupacao da terra ocasionando diversos impactos ambientais oriundos da transformacao do meio natural sem planejamento. Dentre os impactos ambientais destaca-se a reducao das areas com cobertura vegetal, ocorrencia de enchentes, poluicao do ar e aumento das temperaturas. As zonas urbanas das cidades tendem a apresentar temperaturas mais elevadas do que as areas ao seu entorno e na propria area urbana, este fenomeno e denominado de ilhas de calor. Varias tecnicas tem sido utilizadas para analisar a influencia do uso e ocupacao da terra no fenomeno de ilhas de calor, entre elas destaca-se o uso das geotecnologias referentes ao Sensoriamento Remoto e aos Sistemas de Informacoes Geograficas (SIG). Nessa perspectiva, este estudo tem como objetivo analisar a influencia do uso e ocupacao da terra no surgimento de ilhas de calor na cidade de Paco do Lumiar - MA A delimitacao da area de estudo analisada nesta pesquisa se justifica pelo fato de apresentar: (1) crescimento acelerado da populacao urbana, (2) expansao da malha urbana e (3) intensa alteracao do uso e ocupacao da terra. Para desenvolver desta pesquisa foram adotados o uso de tecnicas de sensoriamento remoto, processamento digital de imagens de satelite em ambiente SIG. Essas tecnicas foram utilizadas para a classificacao do uso e ocupacao da terra e estimativa dos parametros biofisicos: indices de vegetacao (IVDN, SAVI e IAF), albedo, temperatura da superficie (°C) e saldo de radiacao (W/m²). Com base nos dados e nas analises realizadas pode-se constatar que entre os anos de 1988 e 2014 tiveram o maior crescimento da area urbana e significativa diminuicao da cobertura vegetal. Os resultados da classificacao de uso e ocupacao da terra mostraram que em 1988 a area urbana ocupava um total de 10,84 km² e em 2014 passou para 22,47 km². No que tange o valores dos parametros biofisicos, os menores valores do albedo foram encontrados em areas com presenca de agua e com cobertura vegetal de maior densidade e os maiores valores em areas mais densamente urbanizada e sem cobertura vegetal. Os valores do albedo variaram entre 0,061,02. A analise da variacao espaco-temporais do IVDN, SAVI e IAF ocorridas a superficie, demonstrou clara diminuicao da classe dos valores mais elevados de vegetacao, evidenciando a substituicao da cobertura vegetal por areas com maior urbanizacao, os menores valores dos indices de vegetacao sao observados principalmente na porcao sudoeste do municipio, area onde estao localizados os bairros mais densamente ocupados, a exemplo o bairro do Maiobao. Pode-se verificar que as temperaturas de superficie apresentaram certo padrao de variacao espacial, sobretudo, temporal. Nas datas analisadas a temperatura de superficie variou de 37°C, os menores valores sao observados na classe de agua e vegetacao de maior densidade, evidenciando que areas com maior disponibilidade de agua e presenca de vegetacao podem contribuir para a amenizacao dos efeitos de anomalias termicas como as ilhas de calor. A estimativa do saldo de radiacao revelou que os maiores valores do saldo de radiacao sao encontrados sobre areas com presenca de vegetacao densa e corpos hidricos e os menores valores nas classes urbano e vegetacao arbustiva/herbacea, com valores variaram de 450 a 736 W/m². Os resultados da analise multitemporal do uso e ocupacao da terra possibilitaram avaliar a influencia da cobertura vegetal e sua fragmentacao sobre o ambiente urbano da area de estudo e contribuiram para aquisicao de dados para monitoramento da qualidade ambiental.
  • MAISA BEATRIZ MARINHO FAUSTO DA SILVA
  • Custos de manutenção em HIS construídas com o sistema inovador de parede de placas moldadas in loco: um estudo de casos no conjunto Mariz I em João Pessoa-PB.
  • Data: 31/03/2016
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As edificacoes sofrem degradacao com o tempo, necessitando, portanto, da realizacao de servicos de manutencao. Esses servicos geram despesas, que sao os custos de manutencao. E quando se fale do estudo dos custos de manutencao em HIS, este e um assunto pouco explorado, e se tratando das que foram construidas com algum sistema construtivo inovador/nao convencional ainda mais. A partir do conhecimento desta lacuna em termos de custos de manutencao em HIS e partindo desse panorama a presente dissertacao aborda a questao dos custos de manutencao em HIS que utilizaram o sistema construtivo inovador de “paredes de vedacao em placas de concreto moldadas in loco” do conjunto Mariz I, localizado na cidade de Joao Pessoa- PB. Para a construcao da supracitada dissertacao o metodo de abordagem utilizado foi o dedutivo, foram utilizadas as tecnicas de documentacao indireta e direta (extensiva) e foi adotado o processo de amostragem probabilista. A pesquisa que foi realizada e tem como produto esta dissertacao, classifica-se quanto a natureza, em quantitativa, quanto a finalidade em aplicada, quanto ao tipo em descritiva e quanto ao delineamento, em pesquisa de levantamento. Este trabalho se propos a detalhar todos os itens que sofreram manutencao ao longo dos anos estudados nas HIS abordadas, bem como os custos oriundos desta atividade, denominados de custos efetivos; buscando a priori com os valores conhecidos dos gastos com manutencao se projetar apenas em termos de custos futuros para um dado periodo em cada caso especifico, a partir do desenvolvimento de uma ferramenta de mensuracao de custo de manutencao que utiliza-se do principio de itens custos significativos (CSI) e auxiliada por mecanismos estatisticos. No entanto, a medida que se deu o andamento do trabalho outros fatores relevantes foram se tornando notorios, tais como: a influencia da situacao socioeconomica dos moradores das edificacoes com os custos de manutencao; o calculo dos custos de itens em que nao foram feitas intervencoes de manutencao, mas que se constatou a necessidade de serem feitas, estes denominados de custos potenciais; a percepcao do estado de conservacao das edificacoes na otica da qualidade da pratica da manutencao, entre outros aspectos. Em linhas gerais constatou-se que a atividade de manutencao, foi realizada informalmente e de maneira corretiva. Foi visto que 22% dos itens de manutencao contribuiram com 95% dos custos efetivos das edificacoes analisadas. O item pintura foi o mais representativo, em termos de custos efetivos de manutencao. Sobre os custos potenciais, na maioria das moradias, ha uma tendencia de inversao proporcional do montante destes, em relacao aos custos efetivos. Os valores dos custos de manutencao foram diretamente proporcionais ao poder aquisitivo dos moradores, as limitacoes de renda destes influenciaram na ausencia/protelacao da manutencao das edificacoes, mas tambem no resultado final da sua execucao.
  • MARIANA MEDEIROS BATISTA
  • EFICIÊNCIA DO PROCESSO FOTO-FENTON SOLAR EM UM FOTORREATOR PILOTO NO POS-TRATAMENTO DO LIXIVIADO DO ATERRO SANITARIO METROPOLITANO DE JOÃO PESSOA
  • Data: 31/03/2016
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O processo foto-Fenton solar surge como uma alternativa atrativa no pos-tratamento de lixiviados de aterros sanitarios capaz de atuar na reducao da carga organica recalcitrante desses efluentes e, ao mesmo tempo, possibilitar a miminizacao dos custos energeticos do tratamento pela utilizacao de uma fonte limpa, renovavel e gratuita de energia. Dessa forma, a presente pesquisa objetivou avaliar a eficiencia do processo foto-Fenton solar na qualidade fisico-quimica e toxicologica final do lixiviado proveniente do sistema de tratamento biologico do Aterro Sanitario Metropolitano de Joao Pessoa (ASMJP) usando um fotorreator em escala piloto. Inicialmente, foram investigadas as condicoes operacionais (vazao, tempo de reacao e ajuste do pH) para o processo foto-Fenton solar, em escala piloto. Para isso, foram realizados tres testes com vazoes diferenciadas (teste1=65L.min-1; teste2=48L.min-1; teste3=35L.min-1). Foi realizado ainda o teste 4, onde o tempo de reacao (60, 120 e 180 minutos) foi investigado, bem como verificou-se a influencia do ajuste de pH (pH8) nas amostras apos o tratamento. Sob as condicoes definidas, a eficiencia do processo foto-Fenton solar foi avaliada em termos de parametros fisicos, quimicos e toxicologicos (teste 5). A influencia da fotolise solar no tratamento tambem foi verificada. Como resultados, pode-se observar que a vazao nao interferiu diretamente na remocao de DQO das amostras, adotou-se entao a vazao minima estudada (35L.min-1). Observou-se ainda que em 60 minutos de reacao ja foi possivel obter elevados percentuais de remocao de DQO (76,1%) e cor (93,45%), sendo portanto o tempo escolhido para o tratamento. O procedimento de ajuste de pH foi adotado para padronizacao das amostras fototratadas, visto que ele elevou a remocao de DQO em torno de 4%. Em geral, nao se verificou alteracao nas caracteristicas fisico-quimicas do lixiviado apos a fotolise solar. O processo foto-Fenton solar proporcionou elevadas eficiencias de remocao de cor (87,5%), DQO (81,7%) e recalcitrancia, em termos de DBO5/DQO (que aumentou de 0,12 para 0,32) e reducao de compostos aromaticos (A254: 87,1% e A280: 87,74%). Alem de que, reduziu em 76% a elevada fitotoxicidade do lixiviado sobre a especie Lactuca sativa (alface), em termos de CE50. Assim, pode-se concluir que o processo foto- Fenton solar foi eficiente quando aplicado em escala piloto sendo uma alternativa de postratamento interessante na reducao de DQO, cor, recalcitrancia e toxicidade do lixiviado.
  • MARIANA MOREIRA DE OLIVEIRA
  • MODELOS PARA A ESTIMATIVA DA GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS A PARTIR DE VARIÁVEIS SOCIOECONÔMICAS EM MUNICÍPIOS BRASILEIROS
  • Data: 31/03/2016
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O aumento da quantidade de residuos solidos gerada, associado a gestao incorreta, causa diversos impactos ambientais e na saude humana. Varios fatores, dentre eles, os socioeconomicos podem estar associados a intensidade de geracao dos residuos solidos urbanos (RSU). A fim de conhecer, bem como, entender a relacao da geracao desses residuos com os aspectos demograficos, economicos e culturais da populacao, por exemplo, modelos matematicos podem ser utilizados. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho e formular modelos matematicos a partir de informacoes disponiveis no banco de dados do Sistema Nacional de Informacoes sobre Saneamento – SNIS, capazes de estimar a geracao de RSU em municipios do Brasil, a partir de indicadores de renda e porte dos municipios. Para tal foi utilizada a analise de regressao multipla. Em funcao da grande heterogeneidade nas caracteristicas dos municipios brasileiros, a amostra foi dividida em diferentes classes de populacao e renda. Formularam-se tres tipos de modelos, com as respectivas variaveis dependentes: massa de RSU, taxa 1 RSU (calculada com base na populacao urbana do municipio) e taxa 2 de RSU (calculada com base na populacao total do municipio). Foi separado aproximadamente 25% do total de dados, em cada classificacao, para validacao dos modelos. Os resultados mostraram que o agrupamento da amostra com base na populacao do municipio apresentou modelos validos para quase todas as classes e que em municipios com ate 3.000.000 habitantes a producao de RSU aumentou em municipios mais populosos. Ao agrupar a amostra com base na populacao e subclasses de renda do municipio observou-se que a classe de municipios com populacao entre 30.001 e 100.000 habitantes, a qual nao possuia um modelo dentro das limitacoes fixadas, apresentou um modelo valido para estimativa da geracao de RSU para municipios com PIB per capita superior a 29 mil reais. Ainda com base no mesmo agrupamento, percebeu-se que para municipios com ate 250.000 habitantes a geracao per capita de RSU e diretamente proporcional a renda. O agrupamento da amostra com base na renda e subclasses de populacao apresentou modelos validos apenas para a massa de RSU, mas nao para as taxas de geracao per capita. No entanto, a analise dos dados de geracao per capita permitiu concluir que o aumento do porte do municipio e acompanhado pelo crescimento da geracao per capita de RSU. Os modelos formulados apresentaram media do erro percentual de 24%, e contemplam um total de municipios que abrangem a 60,4% da populacao (relativa ao ano de 2015) total do Brasil. Diante dos resultados, pode-se concluir que a geracao de RSU esteve relacionada ao porte e a renda per capita do municipio. Percebeu-se ainda que o quantitativo per capita de RSU e mais dificil de ser modelado que a massa total gerada e que a taxa 2 de RSU apresentou comportamento mais estavel que a taxa 1 de RSU, possivelmente devido a menor imprecisao na estimativa da populacao total do municipio, em comparacao com a estimativa da populacao urbana do mesmo.
  • RENAN GOMES DA SILVA
  • Análise de confiabilidade aplicada à estruturas com comportamento não linear
  • Orientador : ANDRE JACOMEL TORII
  • Data: 29/03/2016
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • : Em um projeto estrutural buscam-se solucoes eficazes, com baixo custo e seguranca aceitavel para os padroes normativos. Com o avanco das tecnologias de construcao e a utilizacao de ferramentas computacionais avancadas, e possivel obter estruturas cada vez mais esbeltas, onde a instabilidade e fator a ser considerado no projeto estrutural. Assim, surge a necessidade de analises onde as nao linearidades fisicas e geometricas sao consideradas. Existe tambem, a necessidade de quantificar a seguranca estrutural destes sistemas, o que e obtido atraves da analise de confiabilidade. Neste contexto, o objetivo deste trabalho consiste em aplicar tecnicas de analise de confiabilidade a estruturas com comportamento nao linear e avaliar em quais tipos de estruturas esse tipo de efeito influencia a probabilidade de falha e o indice de confiabilidade. Para alcancar estes objetivos, foram desenvolvidas rotinas computacionais para a simulacao de Monte Carlo, que foram acopladas ao programa de analise estrutural MASTAN. Esta metodologia permitiu que atraves de rotinas eficientes e de baixo custo computacional, fosse possivel aplicar tecnicas de confiabilidade a diferentes exemplos numericos e avaliar em quais casos a utilizacao de modelos lineares e suficientemente precisa e em quais casos torna-se necessaria a utilizacao de modelos estruturais nao lineares. Atraves dos exemplos numericos utilizados e possivel afirmar que as rotinas implementadas sao eficazes e concordam com os resultados obtidos analiticamente. Esses resultados sugerem que, para determinados tipos de estruturas, nao sao observadas diferencas significativas na probabilidade de falha obtida atraves das analises linear e nao linear, enquanto que estruturas onde a instabilidade lateral ou global sao observadas, o modelo linear subestima a probabilidade de falha estrutural, o que pode induzir a um projeto incorreto da estrutura.
  • LEOVEGILDO DOUGLAS PEREIRA DE SOUZA
  • ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ESTRUTURAL DE VIGAS DE CONCRETO ARMADO SUBMETIDAS ÀS ALTAS TEMPERATURAS UTILIZANDO A METODOLOGIA DO PLANEJAMENTO FATORIAL
  • Data: 28/03/2016
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Situacoes de incendio em edificacoes com estruturas de concreto armado sao comuns, dado o vasto uso estrutural do material. Entretanto, a analise e mensuracao dos danos causados por esses sinistros ainda carecem de pormenorizacao e a relacao entre as variaveis que influenciam na capacidade resistente das pecas estruturais precisam ser analisadas conjuntamente. Assim sendo, este trabalho apresenta uma analise de vigas de concreto armado submetidas a altas temperaturas com parametros de cobrimento e fator agua-cimento analisados conjuntamente com os niveis de temperatura atraves do planejamento experimental estatistico 2³ em delineamento composto central rotacional (DCCR). O planejamento experimental aborda desde a selecao das variaveis estudadas, a definicao dos niveis utilizados e o pos-processamento dos dados. Assim, definidos os materiais e suas proporcoes (dosagem), foram confeccionadas 48 vigas reduzidas com diferentes cobrimentos e fatores agua-cimento. Apos o processo de cura e secagem, as vigas foram submetidas a distintos niveis de temperatura e analisou-se a variacao na capacidade resistente das pecas submetidas a flexao simples atraves da sua curva de carga x deflexao. Procedimento analogo foi efetuado para 29 corpos-de-prova que foram ensaiados a compressao simples. Com amostras dos corpos-de-prova e das vigas, foram realizados ainda ensaios de termogravimetria, microscopia eletronica de varredura e difracao de raios-x objetivando detectar o efeito causado nos produtos de hidratacao do cimento e relaciona-los com a perda da capacidade resistente das pecas. Ao cabo, comparando resultados estatisticos e microestruturais, verificou-se a influencia preponderante da variavel fator agua / cimento. E detectada uma faixa de intersecao entre a/c e temperatura para a qual o concreto ganha resistencia e tem seu processo de hidratacao acelerado na formacao da portlandita e C-S-H. As conclusoes abrem caminho para discussao a respeito da protecao de estruturas sob situacao de incendio mediante o controle do fator agua / cimento.
  • THÂMARA MARTINS ISMAEL DE SOUSA
  • AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE REDES DE DRENAGEM PROCESSADAS DE MODELOS DIGITAIS DE ELEVAÇÃO
  • Data: 23/03/2016
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Em muitos estudos e importante saber a qualidade da rede de drenagem gerada pelo processamento de MDE, a exemplo, estudos que trabalham com redes de drenagem derivadas de diferentes procedimentos ou comparam redes de drenagem obtidas de diferentes fontes, estudos que testemnovos algoritmos de obtencao de direcao de fluxo, nesses e em outros casos e preciso avaliar o graude similaridade entre as redes geradas. Para tanto, sao utilizadas tecnicas de avaliacao de redes dedrenagem, citadas na literatura, ocorre que, na maioria das vezes, estas tecnicas sao utilizadas com pouco ou nenhum criterio. Nesse sentido, a presente pesquisa tem por objetivo a avaliacao de tecnicas utilizadas para a analise de redes de drenagem, realizando um levantamento das principais tecnicas e metricas citadas na literatura identificando as principais limitacoes e potencialidades para aplicacao destas tecnicas em redes de drenagem de alta e baixa resolucao. Como estudo de caso e tomada a bacia hidrografica do rio Uruguai. Foram geradas redes de drenagem processadas de MDE em altaresolucao espacial e redes de drenagem de baixa resolucao espacial, obtidas por tracado manual,processadas de MDE por reamostragem e por upscaling de direcoes de fluxo, em cinco diferentesresolucoes espaciais. A avaliacao das redes de drenagem foi realizada de forma qualitativa equantitativa a partir de varios criterios e metricas, tomando como referencia, na maioria dos casos, arede vetorizada das imagens LANDSAT, mas em alguns casos a comparacao ou avaliacao foi feitatomando a rede de baixa resolucao construida manualmente como a rede de referencia. Verificou-seque os melhores resultados, em termos de representacao do tracado da drenagem de referencia,foram apresentados pela rede de drenagem obtida por tracado manual, como esperado, seguindo darede por upscaling de direcoes de fluxo e os piores resultados foram apresentados pelas redes porreamostaregm do MDE. Em relacao as principais metricas analisadas, pode-se constatar que: aanalise visual da rede de drenagem foi fundamental para avaliar criticamente o desempenho dasdiferentes tecnicas de avaliacao da qualidade das redes de drenagem; a comparacao entre valores dearea de drenagem das bacias nao se mostrou uma tecinca adequeda, no entanto, a comparacao entreos valores dos perimetros das bacias conseguiu refletir mais adequadamente a qualidade da rede dedrenagem; a tecnica de determinacao de distancias medias identificou o padrao verificado nainspecao visual, enquanto que os valores de area entre as redes de drenagem, analisadosisoladamente, nao fornecem subsidios para avaliar a qualidade de redes de drenagem; os valores decomprimento da rede de drenagem sao superestimados em relacao a rede tomada como referencia, a medida que a area de drenagem aumenta e sao subestimados nos rios mais estreitos; a tecnica deporcentagem de rede de drenagem dentro do buffer conseguiu refletir o quanto o tracado da redemanual esteve proximo da rede de referencia e o quanto a rede por reamostragem foi a mais distanteda rede de drenagem. Por fim, espera-se que este estudo tenha fornecido resultados que serviraocomo guia para o desenvolvimento de futuros trabalhos que utilizem MDE para obtencao de rede dedrenagem e tenham como etapa intermediaria a qualidade da rede de drenagem processada.
  • HOZANA RAQUEL DE MEDEIROS GARCIA
  • Avaliação do Ciclo de Vida Socioambiental do Programa de Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos Domiciliares do Município de João Pessoa/PB, Brasil. Estudo de Caso: Núcleo do Bessa.
  • Data: 21/03/2016
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O objetivo principal desta pesquisa e avaliar o ciclo de vida do programa de coleta de residuos solidos domiciliares no Nucleo do Bessa, no municipio de Joao Pessoa/PB-Brasil, sob o enfoque ambiental e social. Para tanto, os procedimentos metodologicos adotados pela pesquisa para a utilizacao da ferramenta ACV seguiram as recomendacoes da ISO 14040 (2014) e ISO 14044 (2014). A Unidade Funcional de direcao adotada pelo estudo foi uma tonelada de residuos solidos gerados. Para a analise da ACV, utilizou-se o software SimaPro 8.0 e o metodo de avaliacao de impacto CML, selecionando as categorias de impacto acidificacao, eutrofizacao, aquecimento global, destruicao da camada de ozonio e oxidacao fotoquimica. Para a Avaliacao do Ciclo de Vida Social (ACVS) foram aplicados oito (8) questionarios semiestruturados com perguntas abertas e fechadas aos catadores da Associacao ASCARE/Bessa e a cem (100) residentes do bairro do Bessa, este metodo seguiu as recomendacoes da UNEP/SETAC (2009) e de Ciroth e Franze (2011). Deste modo, o trabalho permitiu analisar que 11% dos residuos solidos domiciliares (RSD) do Nucleo do Bessa, composto pelos bairros Aeroclube, Jardim Oceania, Bessa e parte de Manaira, foram encaminhados para a coleta seletiva no ano de 2014. Resultando, num aspecto positivo para todas as categorias de impacto ambiental analisado nesta pesquisa. Contudo, observou-se que no aspecto social o desempenho da coleta seletiva realizada no Bairro do Bessa foi inadequada, resultando num impacto ligeiramente negativo na maioria das categorias de Stakeholders analisadas, como trabalhador, consumidor e sociedade. Logo, constatou-se que a coleta seletiva contribui de forma positiva para evitar impactos ambientais negativos. No entanto, os seus aspectos sociais ainda precisam ser gerenciados, na perspectiva de proporcionar ao trabalhador, por exemplo, melhoria na qualidade de vida e condicoes de trabalho dignas da verdadeira importancia que implica
  • JOSÉ AUGUSTO
  • Lodo de Estação de Tratamento de Água na composição de substratos para produção de mudas de plantas da Caatinga
  • Data: 18/03/2016
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O processo de tratamento de agua gera como subproduto, uma elevada quantidade de lodo, que deve receber cuidados especificos de modo a garantir protecao ao meio ambiente e a saude publica. Alternativas de disposicao devem ser estudadas em funcao de aspectos tecnicos, economicos, ambientais, sociais e politicos. Com o presente estudo, objetivou-se avaliar a utilizacao do lodo de Estacao de Tratamento de Agua na composicao de substratos para producao de mudas de plantas da Caatinga. Na Fazenda Experimental do Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia da Paraiba-Campus Sousa, no periodo de fevereiro a maio de 2015, realizou-se experimentos consistindo da producao de mudas de angico, aroeira e sabia. Foi realizado para cada uma dessas especies, um experimento em Delineamento de Blocos Casualizados, constituido por 5 substratos (SI: 70% solo + 30% esterco bovino + 0% lodo de ETA; SII: 65% solo + 25% esterco bovino + 10% lodo de ETA; SIII: 60% solo + 20% esterco bovino + 20% lodo de ETA; SIV: 55% solo + 15% esterco bovino + 30% lodo de ETA e SV: 50% solo + 10% esterco bovino + 40% lodo de ETA) e 4 repeticoes. As caracteristicas avaliadas foram: germinacao (G), diametro do coleto (DC), altura da parte aerea (H), comprimento da raiz principal (CRP), massa seca da parte aerea (MSPA), massa seca das raizes (MSR), massa seca total (MST), relacao da altura da parte aerea/diametro do coleto (H/DC), relacao da massa seca da parte aerea/massa seca das raizes (MSPA/MSR) e Indice de Qualidade de Dickson (IQD). Constatou-se para mudas de angico, resultados superiores de DC, H, MSPA, MST e H/DC, quando utilizou-se os substratos II, III, IV e V, enquanto nas demais variaveis observou-se resultados semelhantes. Nas mudas de aroeira, verificou-se resultados superiores de DC ao utilizar os substratos III, IV e V, sendo semelhante as demais caracteristicas estudadas. Ja em relacao as mudas de sabia, nao houve influencia dos substratos em nenhuma variavel. O lodo da Estacao de Tratamento de Agua estudado pode ser utilizado na composicao de substratos para producao de mudas de angico, aroeira e sabia, compondo ate 40%.
2015
Descrição
  • EVELYNE EMANUELLE PEREIRA LIMA
  • CONCRETO AUTO ADENSÁVEL PRODUZIDO COM RESÍDUO DE POLIMENTO DO PORCELANATO – COMPORTAMENTO EM RELAÇÃO À CORROSÃO DE ARMADURAS
  • Data: 03/12/2015
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A busca da sustentabilidade do setor da construcao civil e da preservacao ambiental tem fomentado a realizacao de pesquisas voltadas para o emprego de residuos em concretos e argamassas. Dentro desses residuos industriais encontramos o Residuo de Polimento de Porcelanato (RPP) que e produzido no final do processo de fabricacao da ceramica, decorrente da etapa de polimento. No entanto, para que um produto seja aceito no mercado, e necessario conhecer o seu comportamento fisico e quimico, bem como o seu potencial de utilizacao e impacto que, porventura, possa causar, quando incorporado a outros materiais. Este trabalho estuda os efeitos do fenomeno de empacotamento de agregados e da adicao do RPP em concreto convencional e auto adensavel frente a corrosao de armaduras provocada pela acao de ions cloretos. Para isso foram preparados concretos convencionais (referencia 0%, 10%, 20% de adicao de RPP) e concreto auto adensavel (40% de adicao de RPP) em dois tracos 1:1,6:2,4:0,50 e 1:2,2:3,3:0,60. Observou-se nos ensaios a partir de normas brasileiras e de termogravimetria que o residuo da regiao do estudo nao apresentava propriedades pozolanicas. Como resultados da confeccao de tracos usando o metodo de empacotamento de agregados, foram obtidos concretos com menores indices de vazios e absorcao, a medida que aumentouse a quantidade de RPP nos tracos e com significativos ganhos de resistencia aos 90 dias, com uma variacao de 19,45% a 35,15% no traco 1 e de 44,56% a 83,65% no traco 2. Em relacao aos ensaios de corrosao por cloretos, observouse que o tempo decorrido ate a despassivacao das armaduras incorporadas para concretos de com 10% de adicao de RPP aumentou em 327,00% nos concretos do traco 1 e de 551,5% nos concretos do traco 2 quando comparados aos concretos de referencia. As adicoes de RPP tambem provocam uma reducao na quantidade de cloretos livres e totais da matriz cimenticia e um decrescimo do coeficiente de difusao no concreto, podendo ser justificado pela diminuicao do indice de vazios provocada pelo empacotamento de agregados. Esses resultados mostram que a adicao de RPP em concretos pode ser uma alternativa sustentavel de destinacao desse residuo e, ainda, pode se mostrar um grande aliado no aumento da vida util das estruturas de concreto armado sujeitas a corrosao de armaduras.
  • LEANDRO SANTOS DE OLIVEIRA
  • ESTABILIZAÇÃO DE BLOCOS DE TERRA CRUA ATRAVÉS DE ATIVAÇÃO ALCALINA
  • Data: 01/10/2015
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Para utilizacao da terra na construcao civil, se faz necessario sua estabilizacao. Tal processo e de fundamental importancia para se obter um material em conformidade com as normas vigentes de construcao, atendendo a requisitos como: resistencia mecanica, estabilidade volumetrica, trabalhabilidade e ductilidade. Atualmente, os produtos mais utilizados para estabilizar a terra sao cal, cimento Portland e emulsoes betuminosas. Sendo as argilas de fundamental importancia para a construcao com terra crua, por ser ela o ligante natural, trabalhos tem sido desenvolvidos com intuito de torna-las auto-estabilizantes. Dessa forma, a estabilizacao de blocos de terra por ativacao alcalina tem ganhado especial atencao uma vez que, a eliminacao de agregados, influenciara diretamente no custo do material final alem da eliminacao de processos caros, de tecnologia complexa e de auto grau poluidor em sua elaboracao. Neste trabalho, os resultados obtidos, mostram que e possivel a obtencao de blocos de adobe resistentes a compressao e a acao da agua com uso de ativacao alcalina.
  • BEATRIZ CRISTINA BARBALHO DE MELO
  • Estudo de caso do campo térmico: O caso do Campus IV-UFPB
  • Orientador : ALUISIO BRAZ DE MELO
  • Data: 30/09/2015
  • Hora: 14:30
  • Mostrar Resumo
  • As implicações sobre o microclima de um determinado local demonstram o quão desastrosamente, o crescimento urbano e a exploração dos recursos naturais vêm aumentando. O clima é o componente mais importante na manutenção do equilíbrio ecológico. E seu estudo se torna complexo devido às diversas facetas que o envolvem, tonando imprescindível o estudo interdisciplinar que pode auxiliar, na diminuição e/ou solução mais eficiente das problemáticas do meio urbano. Estudos dessa ordem se tornam relevantes para ordenamento e gestão ambiental, o que desperta interesse, para pesquisas sobre o campo térmico de áreas urbanas. A problemática desta pesquisa está relacionada com a falta de estudos que abordem a forma urbana e as implicações sobre o microclima local. Sabe-se que as ações antrópicas sobre o microclima e a falta de planejamento adequado de um determinado local podem contribui para desconfortos térmicos aos usuários e demandar maiores custos energéticos. A presente pesquisa visa analisar o campo térmico de um recorte geográfico de uma área urbana, especificamente, o Campus IV-UFPB, localizado na cidade de Rio Tinto-PB. Nesse caso procura-se relacionar a configuração morfológica do local, com as principais problemáticas térmicas. Para a obtenção de dados microclimáticos, foram instalados, em dois períodos distintos (seco e chuvoso), durante 35 dias, equipamentos de medição, em seis pontos dentro do campus IV-UFPB. A partir da sistematização dos dados coletados ficou constatada a presença de ilhas de calor dentro da área de estudo. A análise dos resultados permitiu elaborar sugestões com propostas termo ambientais do tipo substituição de telhado cerâmico, nas áreas mais quentes, por telhados verdes que proporcionem a minimização dos efeitos térmicos identificados no Campus IV-UFPB.
  • ALINE GOMES DE SOUSA MONTEIRO
  • DESENVOLVIMENTO DE ADITIVO PLASTIFICANTE E RETARDADOR DE PEGA PARA GESSO A PARTIR DA MUCILAGEM DA PALMA FORRAGEIRA
  • Data: 30/09/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O uso de gesso na construcao civil vem crescendo desde 1990. O revestimento de gesso atual possui rapida e facil aplicacao e esta sendo muito utilizada na construcao civil devido ao seu baixo custo. No entanto, a execucao deste revestimento gera um enorme volume de residuos, ja que possui alta velocidade de endurecimento e ainda nao foram desenvolvidas tecnologias ou aplicacoes economicamente viaveis que possibilitem a sua reutilizacao. Para reduzir os residuos gerados pela confeccao do gesso, e necessario a adicao de um aditivo retardador que propicie aumento no tempo de pega, oferecendo mais tempo de trabalhabilidade do produto. Diante essa situacao, o presente trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de um aditivo retardador plastificante para blocos de gesso a partir da mucilagem da Palma Forrageira Opuntia Ficus Indica e a avaliacao do seu desempenho atraves de testes em laboratorio. Nos procedimentos metodologicos foram seguidas as seguintes etapas: processo de extracao da mucilagem da palma, ensaios de massa especifica do aditivo e determinacao de ph, como tambem a aplicacao na pasta de gesso para os ensaios de tempo de pega, absorcao, compressao e consistencia. Com base nos resultados pode-se concluir que o aditivo para ser utilizado como retardador e plastificante obteve valores satisfatorios para o uso. A avaliacao do tempo de pega confirmou sua acao retardadora no tempo de inicio de pega e final de pega. No ensaio de resistencia a compressao, quanto menor a porcentagem utilizada do aditivo, maior e resistencia. O ensaio de absorcao mostrou que o corpo de prova com maior umidade era o que continha a relacao a/g maior, e o menor valor corresponde a menor quantidade de agua com a adicao do aditivo. Quanto ao ensaio de consistencia, as pastas com a adicao do aditivo possuiram valores satisfatorios comparados aos valores de referencia.
  • RÔMULO WILKER NERI DE ANDRADE
  • ESTUDO DO PROCESSO DE TRATAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS ORGÂNICOS DO RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO DA UFPB- CAMPUS I
  • Data: 30/09/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A produção de resíduos e a poluição do meio ambiente tem se agravado nas últimas décadas devido à industrialização e o crescimento acelerado da população mundial. No Brasil pouco mais de 50% da composição dos RSU, são de resíduos sólidos orgânicos (RSO), que devido à produção de biogás e chorume, devem receber tratamento e disposição final adequado. Os RSO podem ser tratados através de processos aeróbios e anaeróbios. Ressalta-se que no processo anaeróbio tem-se a produção do biogás rico em metano e pode ser aproveitado energeticamente. Assim buscou-se estudar o comportamento do processo de tratamento dos resíduos sólidos orgânicos do restaurante universitário (RU) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – campus I, através da biodigestão anaeróbia, e o aproveitamento do biogás gerado como fonte de energia térmica. O trabalho foi dividido nas seguintes etapas: Caracterização gravimétrica dos RSO do RU; Coleta do RSO e do lodo anaeróbio (inóculo); caracterização física e química do RSO e do inóculo, preparação do RSO e do lodo, inoculação, monitoramento e analise da produção de biogás que foi realizada através de adaptações do método BMP e fizeram-se necessários três ensaios para a realização do procedimento. Para os três ensaios, usou-se uma composição gravimétrica da FORSU padrão, a fim de manter as mesmas características do substrato nos reatores. Os resultados obtidos mediante o teste BMP, mostram a digestão anaeróbia é uma excelente alternativa de tratamento para os resíduos sólidos orgânicos do restaurante universitário da UFPB. A maior produção de biogás observada ocorreu nos reatores que tiveram em sua composição lodo anaeróbio da lagoa anaeróbia (úmido), resíduo sólido orgânico e glicose, utilizando a metodologia adotada nos ensaios I e II, provavelmente, devido à relação resíduo/inóculo ser mais próxima.
  • SAMARA CINTIA ALVES GAMA
  • Análise do gerenciamento dos resíduos de gesso da construção civil no município João Pessoa-PB.
  • Orientador : JOACIO DE ARAUJO MORAIS JUNIOR
  • Data: 30/09/2015
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Ao longo da cadeia produtiva do gesso e possivel observar a geracao de um grande volume de residuos. Esses residuos apresentam caracteristicas quimicas peculiares que exigem um tratamento especial para a destinacao final. Todavia, estudos mostram que a facilidade de reversao da composicao do gesso propicia a sua reciclagem para varias formas de reutilizacao, fazendo-se necessario apenas um gerenciamento eficiente do residuo. Visto que a disposicao irregular e algo notorio no municipio de Joao Pessoa e traz inumeros problemas a sociedade e ao poder publico, o presente estudo buscou identificar a problematica existente no gerenciamento dos residuos de gesso, sob a perspectiva das novas exigencias trazidas pela Resolucao 431/2011 do CONAMA, que reclassificou o gesso como material reciclavel. A analise do processo de gerenciamento foi feita atraves de uma metodologia qualitativa com base em um estudo exploratorio, onde foram feitas pesquisas bibliograficas, analise documental em orgaos publicos, observacao de campo, visitas as empresas e orgaos responsaveis pelo gerenciamento do Residuo da Construcao Civil (RCC) e entrevistas nao estruturadas. O presente estudo constatou que o gerenciamento dos residuos de gesso no municipio de Joao Pessoa e inadequado em praticamente todas as etapas, atendo-se apenas ao preenchimento do Projeto de Gerenciamento de Residuos da Construcao Civil pelos geradores. O estudo apontou varias fragilidades dos orgaos publicos responsaveis pela gestao e fiscalizacao, especialmente no que se refere ao cumprimento da propria legislacao municipal vigente e a fiscalizacao das atividades dos geradores e transportadores. Atraves das entrevistas, foi possivel notar uma disposicao por parte dos transportadores em evitar a deposicao irregular dos residuos de gesso, bem como o interesse dos orgaos publicos em discutir alternativas que busquem solucionar o problema no municipio. A disposicao irregular dos residuos de gesso em Joao Pessoa se da, principalmente, devido a falha na fiscalizacao e a ausencia de um local adequado para a destinacao destes residuos. Embora a legislacao ambiental obrigue a reciclagem dos residuos de gesso, nao ha na cidade uma usina que faca o tratamento deste material e promova a sua destinacao adequada. No entanto, atraves da pesquisa foi constatado que existe solucao viavel para o reaproveitamento dos residuos de gesso no municipio de Joao Pessoa, esta se da atraves da reutilizacao como materia prima para a industria cimenteira. No centro de Joao pessoa esta localizada uma das maiores fabricas de cimento do nordeste que utiliza cerca de 3.000 toneladas de gesso por mes para a producao do cimento. Este material pode ser substituido por residuo de gesso da construcao, desde que o mesmo nao esteja contaminado a outros residuos, dependendo apenas de um correto gerenciamento na
  • JOYCE DE ARAUJO BELTRAO
  • “ANÁLISE DA VARIABILIDADE DA PRECIPITAÇÃO E DOS PROCESSOS HIDROSSEDIMENTOLÓGICOS NA BACIA DO ALTO RIO SÃO FRANCISCO
  • Data: 30/09/2015
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Há na contemporaneidade uma preocupação maior com a gestão sistêmica dos recursos hídricos em virtude do desequilíbrio entre oferta e demanda desse bem. Estudos hidrológicos em bacias hidrográficas são, principalmente, voltados à compreensão do balanço hídrico, dos processos hidrológicos predominantes na região, dos impactos causados por mudanças no uso do solo, ou a respeito da qualidade e quantidade da água disponível para consumo. Nesse contexto o presente estudo teve como objetivo realizar um diagnóstico do escoamento superficial na Sub-bacia 40 do Rio São Francisco, localizada na região do Alto São Francisco, a fim de avaliar a aplicabilidade do modelo SWAT para área. A fim de auxiliar as análises, os procedimentos metodológicos consistiram em (1) entrada de dados no modelo; (2) discretização em sub-bacias e criação das unidades de resposta hidrológica (URH); (3) análise de sensibilidade; (4) calibração e validação do modelo; (5) simulações e análises estatísticas. Foram geradas 20 sub-bacias e 190 URH. A análise de sensibilidade mostrou seis parâmetros mais sensíveis que ao serem aplicados no modelo geraram resultados considerados satisfatórios para a calibração e insatisfatórios para alguns períodos da validação. De forma geral, o modelo apresentou uma boa eficiência para os eventos simulados, apesar de algumas limitações nos resultados finais relacionadas, principalmente, a deficiência nos dados observados para a área de estudo desta pesquisa.
  • CINTHYA SANTOS DA SILVA
  • Confiabilidade volumétrica de reservatórios de acumulação de água de chuva
  • Data: 28/09/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Com o intuito de analisar a diferença entre o volume aproveitável de água calculado com base nas médias mensais e diárias, este trabalho propõe o cálculo de coeficientes de confiabilidade para diferentes volumes de reservatório. Usando como método para obtenção do volume aproveitado um balanço de massa; são considerados reservatórios com capacidade de armazenamento de 5m³, 10m³, 20m³ e 30m³. Foram variados os parâmetros área de captação, e consumo, para que uma maior gama de cenários pudesse ser analisada. Não se pode considerar porém, que em um país com dimensões continentais como o Brasil a chuva se comporte de forma semelhante em todas as regiões. E como a intensidade e variabilidade da mesma influencia na eficiência do reservatório, este trabalho calculou os coeficientes de confiabilidade para cinco cidades brasileiras, com regimes pluviométricos diferentes; considerando uma faixa de dados de 25 anos (de 1990 à 2014), foram elas Manaus, Porto Alegre, Campos do Jordão, Irecê e João Pessoa Chegou-se a conclusão de que a confiabilidade tende a aumentar com a diminuição da área de captação e o aumento do volume do reservatório, ocorrendo porém, exceção para a cidade de Manaus. Maiores volumes captados tenderam a apresentar uma menor variabilidade na confiabilidade com a variação da área de captação. Em contrapartida baixos volumes captados, para padrões de consumo baixos, apresentaram confiabilidade da ordem de 99%, ou seja, o reservatório dimensionado pelas médias mensais de precipitação são quase tão precisos quanto os dimensionados com base em dados diários. Ponto importante observado também é que os coeficientes de confiabilidade não podem ser utilizados sem a devida consideração das condições de precipitação da região, pois os mesmos podem variar de forma considerável dentro de um mesmo país. Assim, em estudo futuros sobre dimensionamento de reservatórios, em que a confiabilidade dos mesmos for buscada, esse fator deve ser levado em conta.
  • ROBSON ARRUDA DOS SANTOS
  • EFEITO DA TAXA DE APLICAÇÃO SUPERFICIAL NA REMOÇÃO DE MATÉRIA ORGÂNICA EM FILTROS DE AREIA
  • Data: 28/09/2015
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa consiste no estudo da taxa de aplicação superficial para dimensionamento do filtro de areia, com efluentes de tanque séptico e filtro anaeróbio. Trata-se de um parâmetro de projeto definido pela NBR 13969/1997 como a relação entre a vazão de esgoto e a área superficial de uma unidade de tratamento. Avaliou-se o efeito da taxa de aplicação na remoção de matéria orgânica pelos filtros de areia, bem como a pertinência da interposição do filtro anaeróbio entre o tanque séptico e o filtro de areia. A pesquisa foi desenvolvida em dois sistemas de tratamento de esgoto, ambos montados na Residência Universitária da UFPB: (1) Tanque Séptico + Filtro Anaeróbio + Filtro de Areia e (2) Tanque Séptico + Filtro de Areia, com a finalidade de obter-se a taxa de aplicação superficial a ser adotada em projetos para as condições da região de estudo (nordeste do Brasil), para ambas as opções. Foram analisadas as taxas de aplicação nos valores de 200, 300, 500 e 600 L/m².dia. As análises de DBO5, DQO e NO3 foram realizadas no equipamento Pastel UV. Os resultados obtidos nesta pesquisa mostram a viabilidade do uso de filtros de areia em um sistema de tratamento individual de esgoto, seja para unidades residenciais, condomínios ou pequenas comunidades, visto os elevados valores de eficiência de remoção de matéria orgânica alcançados.
  • JOSÉ DIEGO FORMIGA DANTAS
  • INFLUÊNCIA DA DEPLEÇÃO NO SISTEMA MACIÇO ROCHOSO – PASTA DE CIMENTO – REVESTIMENTO EM POÇOS DE PETRÓLEO
  • Data: 25/09/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Em reservatorios subterraneos de petroleo, a diminuicao da pressao de poros devido a producao pode ocasionar a compactacao do reservatorio e a consequente subsidencia da superficie, alem de falhas na cimentacao e no revestimento. O estudo e entendimento destes efeitos implicam na reducao dos riscos economicos e ambientais dos projetos de exploracao. A fim de analisar e prever estes problemas foram construidos alguns modelos atraves do simulador de elementos finitos ABAQUS, devido a sua flexibilidade no tratamento da geometria e heterogeneidade topologica, uso de rotinas externas e plugins. Este estudo descreve, atraves de modelos axissimetricos, a influencia das variaveis quantitativas deplecao e coeficiente de atrito entre a formacao rochosa e a pasta de cimento nas seguintes respostas: compactacao do reservatorio, subsidencia da superficie, estado de tensoes de von Mises no revestimento e deslizamento/abertura (falha adesiva) na interface formacao rochosa-pasta cimenticia. Com o objetivo de tratar estatisticamente as respostas, foi realizado um delineamento composto central rotacional (DCCR) 22 com quatro pontos axiais e um ponto central, que possibilitou analisar a significancia das variaveis atraves de superficies de respostas. Alem das variaveis quantitativas, ja indicadas, foi analisada tambem a influencia da variavel qualitativa tipo de rocha reservatorio. Concluiu-se que a deplecao e uma variavel significativa para as respostas tensao de Mises, compactacao e subsidencia, enquanto a variavel coeficiente de atrito e significativa para as respostas tensao de Mises e deslizamento. O tipo de rocha reservatorio influencia diretamente nas respostas tensao de Mises, compactacao e subsidencia. Quanto mais rigida a rocha, menor as tensoes atuantes, compactacao e subsidencia para uma mesma deplecao. Percebeu-se, tambem, uma reducao na tensao maxima atuante no revestimento, para um mesmo nivel de deplecao, coeficiente de atrito e tipo de rocha reservatorio, quando sao executados revestimentos concentricos, devido o aumento da capacidade estrutural.
  • LUANA DE MORAIS E SILVA
  • ESTUDO DA DEGRADAÇÃO DOS PESTICIDASCARBOFURANO, 2,4-D E METRIBUZIM EM SOLUÇÃO AQUOSA ATRAVÉS DO PROCESSO DEOXIDAÇÃO AVANÇADA
  • Data: 25/09/2015
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • O uso de pesticidas é necessário para proporcionar o aumento vertiginoso da produtividade e resiliência agrícola. Entretanto, o uso excessivo destes pesticidas, no país e no mundo, representa um risco permanente de poluição do ambiente. Dentre todos os contaminantes ambientais, os pesticidas têm sido amplamente o mais criticado devido ao seu uso direto em sistemas naturais. Alguns destes compostos, os chamados recalcitrantes ou persistentes, são resistentes à degradação e podem ser carreados por longas distâncias, através da água, provocando diversos danos a saúde humana e do meio ambiente. Os métodos convencionais, físico-químicos ou biológicos sozinhos não são efetivos no tratamento de compostos orgânicos dissolvidos em baixas concentrações, sendo usualmente necessário um pós-tratamento. Neste trabalho, os Processos de Oxidação Avançados UV, UV/H2O2 e UV/Fe2+/H2O2 foram utilizados para avaliar a degradação dos pesticidas 2,4-D, metribuzim e furadan em solução aquosa, que foram mensurados através do espectrofotômetro UV-vis. As fontes de luz utilizadas foram UV de vapor de Hg (UV-C) e LED-UV (UV-A). Foram estudados aspectos cinéticos de degradação para os processos com UV. Os resultados apresentaram que a fotólise UV apresenta contribuições para remoção dos pesticidas de quase 80% de degradação durante 180 min de reação. O processo UV/H2O2 mostrou-se ser mais eficiente que o UV apenas. A partir de 10mg/L de peróxido de hidrogênio verificou-se maiores valores de remoção. E a combinação de Fe2+ e H2O2 para as concentrações estudadas não apresenta valores significativamente melhores em comparação com o processo UV/H2O2 com concentração igual a 40mg/L. A cinética de degradação se comportou como de pseudo-primeira ordem. Para os processos de UV/H2O2 as constantes cinéticas apresentam uma correlação positiva com a concentração do H2O2. Os estudos utilizando LED-UV não contribuem para remoção dos pesticidas provavelmente por utilizar comprimento de onda maior que os reportados na literatura para a degradação dos pesticidas estudados (UV-C).
  • JACQUELINE SOBRAL DE ARAUJO PASSOS
  • Variabilidade Espaço-Temporal da Precipitação do Alto São Francisco (Sub-40) Utilizando Dados do Sensor PR/TRMM
  • Data: 25/09/2015
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A precipitacao, pela sua importancia, e considerada uma das principais variaveis do ciclo hidrologico. Uma alternativa para coletar dados de chuva e utilizar precipitacoes obtidas por sensores/satelites. Dentre estes, a Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM) permite a coleta com resolucao espacial de 0,25º × 0,25º. Com isso, o objetivo do estudo e compreender, de forma mais detalhada, o comportamento e a distribuicao da precipitacao ao longo da bacia do Alto Sao Francisco (Sub-40), em periodo recente (1998−2013). A pesquisa foi realizada nas seguintes etapas: coleta de dados do TRMM para o periodo de 1998 a 2013 organizando-os em acumulados mensais e anuais; coleta dos dados de vazao do reservatorio Tres Marias; coleta de dados de altimetria SRTM; correlacao diaria entre os elementos de precipitacao TRMM; analisar o comportamento da precipitacao anual da Sub-40 frente aos dados altimetricos; identificar a quantidade de dias secos e umidos consecutivos de cada ponto da grade utilizado; extracao do Indice Padronizado de Precipitacao - SPI para cada ponto (169 pontos); espacializacao dos dados de precipitacao acumulada anual e mensal, da correlacao de chuva e vazao, dos dias secos e umidos consecutivos, do Indice SPI e da analise de cluster. De acordo com os resultados obtidos, pode-se concluir que os anos de maior e menor valor de precipitacoes acumuladas anuais foram respectivamente os anos de 2009 e 2012. Os meses mais secos foram os de junho a agosto, sendo julho o mes mais seco. Em contrapartida, os meses mais umidos foram de novembro a janeiro, com maior precipitacao ocorrendo em dezembro. Os dados de precipitacao acumuladas anuais e mensais mostraram que a regiao nordeste da bacia chove menos e que o oeste e sul da bacia sao mais umidos. O tempo de resposta da precipitacao frente a vazao afluente ao reservatorio Tres Marias e de quatro dias apos a ocorrencia de chuvas. A relacao entre a precipitacao e altimetria mostra que a maioria dos dados de precipitacoes acumuladas anuais e diretamente proporcional a altimetria, mas que em alguns casos ela apresenta pouca variabilidade em relacao ao terreno. Com relacao ao SPI, a partir dos mapas, produziram-se informacoes de SPI de maneira espacializada identificando a cada periodo as regioes de maiores e menores valores. Observando os mapas de clusters e dendrograma identificaram-se as regioes com maior e menor similaridade entre os dados de precipitacao acumulada mensal. Por fim, o sensor TRMM se mostrou habil na analise da variabilidade espaco-temporal da precipitacao sobre a bacia, representando de forma satisfatoria os periodos secos e chuvosos. Com facil aquisicao e manuseio, os dados do satelite sao uma alternativa viavel para se coletar informacoes pluviometricas com qualidade espacial e temporal, principalmente em regioes de dificil acesso ou em paises em desenvolvimento.
  • SERGIO RICARDO HONORIO DE ASSIS
  • “UTILIZAÇÃO DE AGREGADOS DE ROCHAS CALCÁRIAS EM MISTURAS ASFÁLTICAS USINADAS A QUENTE".
  • Data: 22/09/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A crescente demanda por agregados na aplicacao em pavimentacao asfaltica torna necessaria a pesquisa de novos materiais, com enfase aos materiais locais, para minimizar impactos ambientais e os custos de transportes. Dessa forma, este estudo investigou a viabilidade de uso de agregados de rocha calcaria em misturas asfalticas para camada de rolamento, por meio de substituicoes na fracao de po de pedra do agregado granitico (mistura C2) e inclusao de filer mineral (mistura C3). Os resultados obtidos foram comparados com a mistura asfaltica de referencia (mistura C1), composta por agregados graniticos, e com as especificacoes da norma DNIT 031/2006 – ES. Os materiais utilizados foram agregados granitico e de calcario (nas fracoes brita 19, brita 12, po de pedra e filer), e ligante asfaltico CAP 50/70. A caracterizacao dos agregados foi feita por analise granulometrica, abrasao Los Angeles, absorcao, massa especifica e durabilidade. A caracterizacao do ligante asfaltico CAP 50/70 foi feita por ensaios de viscosidade Brookfield, dentre outros. O metodo Marshall foi usado para a dosagem das misturas asfalticas e determinacao dos teores de projeto do ligante. Apos, corpos de prova foram compactados pelos metodos Marshall e Superpave, com o intuito de se verificar a influencia do tipo de compactacao no desempenho mecanico. Os ensaios mecanicos aplicados foram: estabilidade Marshall, resistencia a tracao por compressao diametral, modulo de resiliencia, susceptibilidade aos danos por umidade e Flow Number. A partir dos resultados, verificou-se que as misturas atenderam as especificacoes da norma. As misturas C2 e C3 apresentaram melhor comportamento mecanico do que a mistura C1. A incorporacao do calcario contribuiu para o enrijecimento das misturas e no ganho de resistencia, principalmente a deformacao permanente. Com relacao aos danos por umidade, verificou-se que todas as misturas sao sensiveis a agua, o que implica na necessidade de uso de melhoradores de adesividade. Dessa forma, pode-se concluir que misturas asfalticas a quente produzidas com agregados de calcario sao tecnicamente viaveis para uso em camadas de rolamento.
  • FELIPE CORDEIRO DE LIMA
  • ESTABILIZAÇÃO DE SOLOS COM UTILIZAÇÃO DE AGREGADOS DE ROCHAS CALCÁRIAS PARA USO EM CAMADAS DE PAVIMENTOS
  • Data: 22/09/2015
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As obras de pavimentacao requerem uma grande demanda por materiais, principalmente para serem empregados em camadas granulares de pavimentos. Na regiao da grande Joao Pessoa, no estado da Paraiba, tem-se comprovado a necessidade de novos materiais para o uso na pavimentacao. Por outro lado, na regiao existe a grande disponibilidade de jazidas de rochas calcarias. Nesse sentido, esta pesquisa tem por objetivo estudar a estabilizacao granulometrica de um solo abundante na regiao a partir da adicao de agregados calcarios para uso em camadas granulares de pavimentos. O solo utilizado apresenta caracteristicas arenosas com presenca de cascalho, enquanto o agregado calcario e resultante da britagem de matacoes de rochas calcarias. Todos os materiais foram coletados em jazidas localizadas na cidade de Joao Pessoa. As misturas foram determinadas em tres cenarios, sendo adicionados ao solo 25%, 50% e 75% de agregado calcario em relacao a sua massa. As misturas solo-calcario se enquadram nas faixas granulometricas C e D para bases estabilizadas granulometricamente do DNIT. Os materiais e as misturas solo-calcario foram submetidos aos ensaios de analise granulometrica, densidade real, limites de consistencia, compactacao e ensaios de caracterizacao mecanica: Indice de Suporte California, modulo de resiliencia e resistencia a compressao simples, todos na energia modificada. Em relacao aos agregados, analisou-se distribuicao granulometrica, massa especifica e absorcao a agua, quanto a sua resistencia foi avaliado pelo ensaio de abrasao Los Angeles. Os resultados mostraram que as misturas solo-calcario apresentaram comportamento melhor do que o solo e o agregado calcario. Os melhores resultados foram observados para as misturas compostas por 50% de solo e 50% de agregado. Assim, conclui-se que o agregado calcario pode ser empregado em mistura com solo arenoso para uso na pavimentacao, porem seu uso e restrito na construcao de camadas de sub-base.
  • VAGNER DE SOUZA FELIX
  • Representação dos processos hidrológicos em bacia hidrográfica do semiárido paraibano com modelagem hidrológica distribuída
  • Data: 15/09/2015
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A modelagem hidrológica distribuída pode auxiliar na representação espaço-temperal dos processos hidrológicos de uma bacia hidrológica. O modelo hidrológico distribuído para grandes bacias MGB – IPH vem sendo aplicado em diversas bacias hidrográficas brasileiras e da América Sul, porém foi pouco aplicado em bacia de rios intermitentes. A região semiárida é caracterizada por apresentar uma grande variabilidade climática, solo seco, pouco profundo e com afloramento de rochas cristalinas, fatores esses que podem exercer uma enorme influência para a modelagem hidrológica distribuída. Nesse sentido, torna-se necessário desenvolver e aprimorar modelos hidrológicos para simular tamanha complexidade de dados. Além disso, compreender os processos hidrológicos da região semiárida pode ajudar no planejamento e gestão dos recursos hídricos. Dessa forma, o objetivo principal dessa pesquisa é analisar o desempenho do modelo hidrológico distribuído MGB-IPH em representar os padrões espaços-temporais dos processos hidrológicos na bacia do Rio Piancó – PB (área total de 9.205 km²). Neste estudo, a modelagem hidrológica abrange parte da bacia do rio Piancó, aquela situada a montante do posto fluviométrico Piancó, com uma área de 4603,39 km². O modelo MGB-IPH foi rodado com passo de tempo diário, posteriormente, foram geradas vazões com passo de tempo mensal. Foram utilizadas 14 estações pluviométricas e a série de vazões do posto fluviométrico Piancó (Código ANA 37340000). A partir da análise dos dados de vegetação e uso/tipo de solo foram gerados 7 HRUs, são elas: Argissolos/Caatinga, litossolos/caatinga, cambissolos/caatinga, argissolos/atividade agrícola, luvissolos/atividade agrícola, lítossolos/atividade. Para a alta resolução espacial foi considerada a grade de 0,001º e como baixa resolução espacial a grade de 0,05º. O modelo MGB-IPH foi aplicado para o período de 42 anos (1970 a 2011), sendo definidos dois períodos de 21 anos utilizados para calibração e validação. O modelo foi calibrado em duas versões, uma manualmente e outra automaticamente com logaritmo de otimização. Além das funções objetivas padrões do modelo, Nash-Sutcliffe, erro de volume e logaritmo de vazões, foram adotadas, duas outras métricas, o normalized benchmark efficiency (BE) e o coeficiente de eficiência volumétrica (VE), porém tais equações não foram utilizadas para calibrar o modelo. Os resultados mostram que o MGB-IPH representou satisfatoriamente o regime de vazão. O coeficiente de Nash-Sutcliffe (NS) para calibração manual a nível diário foi de 0,70 e para calibração automática foi de 0,72. A validação a nível diário apresentou NS de 0,65. A validação apresentou NS a nível mensal de 0,84. Por outro lado, o coeficiente para o logaritmo das vazões (NSlog) apresentou valores negativos, mostrando que NSlog penaliza bastante vazões abaixo de 1m³/s, não se constituindo, assim, em uma métrica adequada para regiões que apresente variação extrema de vazão.
  • NICHOLAS BORGES DE LIRA
  • ANÁLISE DA VARIABILIDADE ESPAÇO-TEMPORAL DA UMIDADE DO SOLO NA BACIA EXPERIMENTAL DO RIACHO GUARAÍRA - PARAÍBA
  • Data: 10/09/2015
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem como objeto de estudo a variabilidade espaco-temporal da umidade do solo na bacia hidrografica experimental do riacho Guaraira, localizada na regiao litoranea sul do Estado da Paraiba. Tratando-se de uma bacia experimental, e de suma importancia conhecer como funcionam e interagem entre si seus variados elementos, afim de possibilitar inferencias em bacias semelhantes. Nisto, a umidade do solo e responsavel por varios outros fatores na bacia hidrografica, tais quais geracao de vazao, desenvolvimento de secas e recarga de aquiferos, por exemplo. Inicialmente, por ser uma area pequena (5,84 km²), acreditava-se que os seus resultados relativos a umidade do solo seriam bastante homogeneos, entretanto, pensou-se na hipotese de os diferentes solos e vegetacoes de cada estacao poderem influenciar no comportamento da umidade do solo. A pesquisa teve entao como principal objetivo estudar a variabilidade espaco-temporal da umidade do solo na referida area de estudo, de forma a utilizar estas informacoes como subsidio para bacias semelhantes, podendo ate serem de maior porte. Para isto, utilizaram-se dados das sondas de umidade do solo do tipo TDR (Time Domain Reflectometry) e pluviografos instalados em cinco locais da bacia experimental, aliados a coletas manuais para calibracao e validacao dos resultados destas sondas durante o periodo de abril de 2013 ate setembro de 2014. Com isto, aplicaram-se os metodos propostos por Vachaud et al. (1985) e Mittelbach & Seneviratne (2012), que permitem a separacao da umidade do solo em suas parcelas variaveis e invariaveis no tempo, que consistem na analise de variabilidade espaco-temporal da umidade do solo. Como as sondas TDR utilizadas para medicao da umidade fornecem uma resolucao temporal de uma hora, procedeu-se uma avaliacao desta resolucao temporal que permitiu utilizar dados diarios para representar as umidades dos solos, sem variacao significativa de resultados. Os resultados confirmaram a homogeneidade da variabilidade espaco-temporal da umidade do solo na bacia experimental, com a excecao da estacao que possui menor cobertura vegetal, onde a variabilidade espaco-temporal da umidade do solo diferiu significativamente do resto da bacia. Ainda, percebeu-se a semelhanca entre os resultados de umidade do solo das estacoes com cobertura vegetal semelhantes em termos tanto de media temporal quanto de anomalias. Desta forma, concluiu-se que, o fato de os resultados da estacao com pouca cobertura vegetal terem sido tao diferentes na epoca chuvosa deve-se justamente a esta falta de cobertura vegetal, diferente das outras estacoes, reforcando a importancia da cobertura vegetal como um controlador natural da umidade do solo. Quanto a variabilidade temporal, esta e mais sujeita aos efeitos climaticos, como por exemplo a precipitacao, enquanto que a variabilidade espacial esta mais atrelada aos termos invariaveis no tempo. Ainda, a calibracao das sondas foi efetuada com sucesso e representam bem a umidade do solo para a area de estudo, tornando possivel o continuo monitoramento desta bacia experimental.
  • WESLLEY IMPERIANO GOMES DE MELO
  • ANÁLISE DOS DOMÍNIOS DE DEFORMAÇÃO DE SEÇÕES RETANGULARES DE CONCRETO ARMADO SUBMETIDAS À FLEXÃO COMPOSTA NORMAL – SEGUNDO NBR 6118/14
  • Data: 28/08/2015
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • No sentido de acompanhar o desenvolvimento ocorrido no campo da tecnologia do concreto, que tem possibilitado a obtenção de concretos com cada vez maior resistência, a norma brasileira ABNT NBR 6118:2014 incorporou na sua última versão, em vigor há pouco mais de um ano, considerações sobre os concretos das classes de resistência superiores à C-50 limitados à classe C-90. Esses concretos são mais frágeis e as relações constitutivas utilizadas para aqueles até à classe C-50 tiveram que ser modificadas, para levar em conta esse fato. Parâmetros tidos como fixos para o cálculo das solicitações resistentes de cálculo, como por exemplo a deformação última do concreto em flexão, passam a depender da sua resistência característica. Isto faz com que a formulação utilizada para o dimensionamento das seções de concreto armado submetidos a esforço normal e momento fletor tenha que ser atualizada. Neste trabalho foram desenvolvidas tabelas para o dimensionamento a flexo-tração e flexo-compressão de seções de tirantes e pilares de concreto armado, em conformidade com a última versão da NBR 6118. Apresentam-se as expressões e o procedimento empregados na geração destas tabelas, levando em consideração os concretos até C-90. Indica-se o procedimento utilizado para obtenção das solicitações em pilares, com as quais se procede ao dimensionamento. Das classes C-20 à C-50 as tabelas são únicas para todas as classes intermediárias. De C-55 à C-90, a cada classe corresponde uma tabela. Foram utilizadas quatro arranjos de armaduras, e considerados três afastamentos da armadura à borda do concreto. Apresentam-se exemplos de aplicação das tabelas. Os resultados mostraram coerência com o que foi desenvolvido.
  • PATRICIA REGO DE OLIVEIRA
  • AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE PROJETOS RESIDENCIAIS VERTICAIS: PROPOSTA DE UM MÉTODO A PARTIR DE PARÂMETROS DE DESEMPENHO DA NBR 15575 / 2013 PARA A CIDADE DE JOÃO PESSOA-PB, BRASIL
  • Data: 24/08/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A presente dissertacao objetiva elaborar um metodo de avaliacao da qualidade habitacional, desenvolvido com base nos aspectos funcionais e acessiveis da ABNT Coletanea de Normas Tecnicas - Edificacoes Habitacionais - Desempenho: 2013, para edificacoes habitacionais multifamiliares verticais da cidade de Joao Pessoa - PB. A qualidade de projetos de edificacoes baseada no desempenho vem sendo ventilada desde os primordios da civilizacao, mas a forma de abordagem do desempenho mudou com o passar do tempo. Nos primeiros anos do seculo XX, nos Estados Unidos, publicou-se um relatorio abordando o tema “desempenho” nas construcoes; no Brasil, na decada de 1970 foram realizados os primeiros trabalhos sobre o conceito de desempenho e, em 2001, na Europa, foi criada, a rede PeBBu (Performance Based Building). Alinhado ao desempenho das edificacoes, encontra-se o processo de projeto, que deve ser o primeiro a ser elaborado e contribui definitivamente para que a edificacao alcance ou nao um desempenho satisfatorio. Diretamente relacionada ao projeto emerge a qualidade de projetos e sua crescente busca por melhorias dos parametros de qualidade, utilizando medidores de desempenho, os tambem denominados indicadores de qualidade de projetos. A metodologia foi desenvolvida mediante tres vertentes principais:1) Recorte da pesquisa: delimitou-se o tema com que se trabalhou ; 2) Descricao das etapas metodologicas - foram descritas e detalhadas as seguintes etapas metodologicas que nortearam a realizacao da pesquisa: a) concepcao do tema e definicao do objeto de estudo; b) levantamento dos dados; c) compatibilizacao dos dados; d) formulacao dos resultados e e) redacao da dissertacao e 3) Definicao do universo e da amostra. Fundamentou-se o metodo desenvolvido, em Costa (1995); em Pedro (2000) e em parametros da norma de desempenho, que foi estruturado nas hierarquias a seguir listadas: HIERARQUIA 1 - Selecao da Condicao e da Exigencia do usuario; HIERARQUIA 2 - Escolha dos Requisitos e dos Criterios; HIERARQUIA 3 - Definicao dos Criterios de avaliacao; HIERARQUIA 4 - Definicao da Escala de Descritores; HIERARQUIA 5 - Obtencao das notas individuais; HIERARQUIA 6 - Obtencao na nota final (Valor de utilizacao); HIERARQUIA 7 - Obtencao da nota dos requisitos e HIERARQUIA 8 - Obtencao da Nota Global de Qualidade (NGQ). Com a aplicacao deste metodo em projetos residenciais verticais em Joao Pessoa, chegou-se as seguintes constatacoes: A maioria das edificacoes, tomando-se como base a amostra analisada, limitam a acessibilidade ao pavimento terreo e/ou ao primeiro pavimento. Os empreendimentos obtiveram notas variando de 2,54 a 8,03 e a NGQ media foi de 5,25, inferior a 7,0. Isso devido ao fato de que nem todas as edificacoes promoviam acessibilidade a seus usuarios, reducao da nota do empreendimento. Comparando aspectos legais e normativos, foram encontradas algumas divergencias entre a NBR 15575/2013 e o Codigo de Obras de Joao Pessoa, tais como: a largura minima para patamar e as inclinacoes de rampas. Conclui-se que, este metodo, apesar de especifico para o quesito "Funcionalidade e Acessibilidade", pode ser considerado generico se levar-se em conta que, com a modificacao dos parametros de avaliacao, pode ser aplicado a qualquer outros documentos oficiais, que estabelecam parametros legais e normativos sobre premissas para edificacoes habitacionais.
  • ROSIMERY DA SILVA FERREIRA
  • INFRAESTRUTURA URBANA DE BAYEUX/PB: A ANÁLISE DE SUAS ESPECIFICIDADES COMO SUBSÍDIO À PRODUÇÃO DE CENÁRIOS PARA O PLANEJAMENTO URBANO
  • Data: 24/08/2015
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa aborda a situacao da infraestrutura urbana da cidade de Bayeux/PB a partir da analise da provisao a populacao, dos subsistemas estruturantes: abastecimento de agua, esgotamento sanitario, pavimentacao urbana e drenagem pluvial, e coleta dos residuos solidos. Sob o recorte temporal entre os periodos de 2004, ano de instituicao do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (lei 02/2004, que reuniu formalmente as primeiras informacoes da situacao da infraestrutura urbana de Bayeux), ate julho de 2014. Com base no objeto analisado, o metodo de abordagem por cenarios, sobre os quais foram aplicados procedimentos quantitativos e qualitativos, utilizando-se de ferramentas como a coleta e analise de documentos e dados alfanumericos, da legislacao vigente e de mapeamentos existentes. A partir dos produtos analisados, foi diagnosticado o panorama atual da infraestrutura urbana de Bayeux, bem como, os possiveis cenarios desta realidade, sejam estes atuais, tendenciais e espontaneos, alternativos e desejaveis. Os cenarios foram determinados de acordo com o cruzamento de dados dos mapas produzidos e das informacoes levantadas. Os resultados obtidos pela pesquisa quanto aos servicos de infraestrutura urbana foram constatados que o sistema de abastecimento de agua e esgotamento sanitario, atende cerca de 95% e 9,6% da populacao respectivamente, demonstrando uma disparidade entre os indices, refletindo uma realidade que se verifica na maioria das cidades brasileiras. Quanto a cobertura do sistema de drenagem pluvial, esta abrange 13,26% das redes viarias e a coleta de residuos solidos atende a 96,7% da populacao, contudo, apresentando problemas de regularidade, agravado tambem pela deposicao de maneira irregular atrelada ao despejo clandestino destes residuos. A partir da espacializacao das redes de infraestrutura urbana de Bayeux/PB, foi possivel observar uma desigualdade na oferta dos servicos. Verificou-se que a maior concentracao de infraestrutura esta inserida nas areas mais antigas e consolidadas da cidade, onde o crescimento urbano foi impulsionado pela proximidade da capital do Estado, influenciando diretamente o uso e ocupacao do solo e o adensamento urbano, gerando em consequencia a maior oferta de infraestrutura. As areas mais desprovidas de densidade de infraestrutura urbana no municipio estao situadas em areas de preservacao permanente, de risco e ribeirinhas sem a devida regularizacao fundiaria, assim como, as areas de expansao urbana, com baixa densidade construtiva e em areas com crescimento desordenado e ocupacoes irregulares, impossibilitando maiores investimentos no ambito da implantacao e/ou melhoria da infraestrutura urbana, uma vez que os custos sao muito elevados. As politicas publicas para o desenvolvimento urbano esbarram no planejamento das acoes, devido a desarticulacao institucional entre o poder publico e as concessionarias de prestacao dos servicos publicos, alem da carencia de tecnicos, desorganizacao de documentos e deficiencia de dados, como bases cadastrais e um banco de dados, fatores estes que dificultam as tomadas de decisoes nas acoes do planejamento e no desenvolvimento da cidade.
  • CARLOS LIMA DE SANTANA
  • O desempenho das edificações de interesse social construídas com pilares e placas de vedação de concreto armado.
  • Data: 27/07/2015
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A habitacao popular brasileira tem dado passos significativos em relacao a minoracao dos problemas com o deficit habitacional, haja vista o numero elevado de construcao de novas moradias para aqueles que nao possuem casa para morar. Contudo, e preciso planejar antes de executar e buscar a compatibilizacao de todas as etapas da construcao: projeto, materiais, execucao e uso-manutencao, com o intuito de avaliar as reais necessidades da edificacao durante sua vida util. Em Joao Pessoa-PB, foram encontradas 600 Habitacoes de Interesse Social (HIS) no bairro de Mangabeira, construidas atraves de sistemas inovadores. A partir da percepcao da ausencia de assistencia tecnica, por parte dos responsaveis pelo projeto, surgiu o interesse em avaliar o desempenho desses imoveis. Para alcancar esses resultados, foram criados dois instrumentos: 01 formulario de entrevista – aplicado junto aos proprietarios das HIS - e 01 um checklist associado a uma planta-baixa do imovel a fim de realizar as devidas apreciacoes na edificacao. A analise dos resultados obtidos indicou que, a pesar dos moradores realizarem acoes de manutencao, os problemas nos imoveis surgiram ja no primeiro ano de uso e, consequentemente, apresentaram tendencia de ampliacao com o passar do tempo. Ficou evidente que os problemas foram originados da desobediencia as exigencias das normas tecnicas e incompatibilizacao de varias etapas dentro do processo construtivo. Alem disso, nao foram repassadas informacoes, aos usuarios das HIS, relativas a periodicidade e aos procedimentos devidos de manutencao das edificacoes, deixando clara a desconsideracao da etapa de uso-manutencao.
  • GABRIELA CRISTINA SOARES RODRIGUES
  • Cadeia Causal da Degradação de Nascentes na Bacia Hidrográfica do Rio Gramame-Paraíba
  • Data: 13/07/2015
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A bacia hidrográfica do rio Gramame, que abastece 70% da população da área metropolitana da cidade de João Pessoa e várias comunidades ribeirinhas, tem um número significativo de nascentes localizadas no município de Pedras de Fogo. Este trabalho apresenta um estudo realizado na área de três dessas nascentes, sendo uma periurbana (Cacimba da Rosa) e duas rurais (Nova Aurora e Fazendinha), face aos problemas ambientais e de gestão que lá ocorrem. A metodologia do estudo foi baseada na aplicação de matriz de cadeia causal, como etapa que sucedeu ao diagnóstico socioeconômico e ambiental das áreas de abrangência ou em torno das nascentes. Para tanto, foram identificados e classificados, os principais problemas ambientais e de gestão das águas nessas áreas. Entre eles foram destacados: os conflitos pelo uso da água; o nível socioeconômico e as fontes de poluição, a partir de caminhadas exploratórias e registros fotográficos. Esses problemas foram analisados segundo as causas técnicas, gerenciais, político-sociais e econômico-culturais, construindo-se para cada um deles uma matriz de cadeia causal. A análise dessas matrizes revelaram que: os conflitos pelo uso da água, se apresentam como problema de prioridade 1 e com tendência crescente, nível socioeconômico, se apresenta como problema de prioridade 2 e com tendência estável, e as fontes de poluição, são um problema de prioridade 3 e com tendência crescente, nas áreas ao em torno das três nascentes em estudo. Também constatou-se que a construção de matriz de cadeia causal é ferramenta útil à formulação e execução de políticas públicas de conservação dos recursos naturais.
  • ANDRE LUCENA PIRES
  • ANÁLISE DA VULNERABILIDADE AMBIENTAL DE BACIAS HIDROGRÁFICAS DO LITORAL SUL PARAIBANO
  • Data: 13/07/2015
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As bacias hidrográficas da zona costeira Sul do estado da Paraíba são consideradas essenciais, pois nelas se encontram os principais mananciais utilizados para o abastecimento da Região Metropolitana de João Pessoa, nas bacias dos rios Marés, Mumbaba e Gramame e Mamuaba. Mais ao sul foram planejadas mais quatro captações de cursos d’água na bacia do rio Abiaí-Papocas pela Companhia de Água e Esgotos do Estado da Paraíba, visando a ampliação do sistema de abastecimento em operação. Essas bacias hidrográficas localizam-se nas mesorregiões da Mata Paraibana e Pernambucana, onde a agricultura, principalmente a cultura da cana-de-açúcar, é a mais expressiva entre os usos do solo. É desejável que essas bacias hidrográficas contribuintes aos mananciais apresentem as melhores condições relativas às propriedades do solo e do seu uso, no sentido de manter a capacidade de produção hídrica e a qualidade das águas. A análise da vulnerabilidade das bacias considerando as ameaças advindas do antropismo, torna-se indispensável haja vista o leque dessas ameaças representadas principalmente pelo uso inadequado do solo. Reconhecendo a importância de se realizar estudos diagnósticos sobre as condições ambientais de bacias hidrográficas relativas ao uso do solo, incluindo suas propriedades, nessa pesquisa é proposta a construção e aplicação de um sistema de indicadores que represente espacialmente os diversos níveis de vulnerabilidade. O Sistema para Avaliação da Vulnerabilidade de bacias hidrográficas com base em Indicadores de Uso e propriedades do Solo (SAVIUS), proposto nesta pesquisa, abrange a quantidade de áreas florestadas, áreas de matas ciliares dos rios; quantidade de áreas urbanas e indicadores que agregam mais de uma variável como a propensão ao risco à perda de solo e de ocorrência de conflitos de uso. Definiu-se uma escala de classificação da vulnerabilidade com valores variando de zero a um, composta por cinco classes que variam de Muito Baixa a Muito Elevada. A análise resultante da aplicação do sistema proposto de indicadores de vulnerabilidade às bacias contribuintes aos mananciais estudados apontou um percentual de vulnerabilidade Elevada e Muito Elevada em 41,66% dos indicadores calculados. Por outro lado, foi atingido o percentual de 30,56% dos indicadores das bacias com a classificação vulnerabilidade Baixa ou Muito Baixa. A vulnerabilidade classificada como Média atingiu o percentual de 27,78 %. Os resultados das aplicações realizadas para as sete bacias demonstram as possibilidades do sistema que se destina a apoiar os gestores no processo de conhecimento das condições ambientais das bacias hidrográficas e no monitoramento e implementação de programas de gestão do território.
  • EVERTON LEITE VELOSO
  • UTILIZAÇÃO DO RESÍDUO SÓLIDO SANITÁRIO (LODO) COMO MATERIAL CIMENTÍCIO
  • Data: 30/04/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Em paralelo ao crescimento populacional ocorrido nas ultimas decadas, o aumento da quantidade de residuos gerada tem sido um fato preocupante, principalmente ao meio ambiente. O Brasil possui 55,2% de municipios com rede coletora de esgotos, gerando aproximadamente de 150 a 220 mil toneladas de materia seca por ano, a qual em sua grande maioria apresenta metais pesados em sua composicao quimica, merecendo uma atencao especial quanto ao seu descarte. O presente estudo visa dar uma destinacao ao residuo solido sanitario, o lodo, oriundo de estacoes de tratamento de esgoto, na producao de materiais cimenticios, atraves do processo de ativacao alcalina. Os materiais alcali ativados, alem de elevadas propriedades termomecanicas comprovadas, tem a capacidade de imobilizar metais pesados na propria cadeia quimica. Foram realizados processos de beneficiamento nas amostras de lodo in natura e calcinado, com o proposito de se obter um material mais amorfo, ou seja, mais reativo. O processo de extracao de silica (SiO2) foi realizado variando as concentracoes molares do ativador, neste caso NaOH, assim como as temperaturas de sintese, no intuito de se determinar o rendimento (%) de silica extraida sob tais condicoes. As analises de todos os processos, assim como a caracterizacao dos materiais sintetizados, foram realizadas utilizando as tecnicas de Fluorescencia de Raios-X (FRX), Analise Termica Diferencial (DTA) e Termogravimetrica (TG), Difracao de Raios (DRX), Espectroscopia de Infravermelho (IV) e Microscopia Eletronica de Varredura (MEV). As propriedades mecanicas foram avaliadas atraves do ensaio de resistencia a compressao simples. Os resultados mostraram um rendimento de silica extraida de ate 54,53%, como tambem resistencias mecanicas de ate 34,66MPa.
  • TATYANE NADJA MARTINS DE MENDONÇA
  • Telhado verde extensivo em pré-moldado de concreto EVA (Acetato Etil Vinila)
  • Data: 31/03/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As áreas verdes da cidade estão sendo ocupadas, cada vez mais pelas edificações e impermeabilizações de pavimentos, e isto, implica em menor qualidade nos ambientes urbanos, uma vez que o efeito da vegetação nesses espaços vai muito além do paisagístico, sendo ela responsável pela purificação do ar, manutenção da umidade, equilíbrio térmico, entre outros benefícios. Diante da falta do espaço para o verde, e sabendo que os telhados constituem-se em uma porcentagem significativa das áreas impermeabilizadas, defende-se aqui a utilização dos telhados vegetados, a fim de se aumentar o verde das cidades e aproveitar os seus benefícios. Uma tecnologia modular de telhado verde extensivo, desenvolvida à base de um pré-moldado cimentício, que utiliza resíduo da indústria de calçado (EVA) foi investigada aqui, desde sua concepção até a sua avaliação. Nos procedimentos metodológicos foram cumpridas as seguintes etapas: concepção do módulo (denominado bloco TEVA) e do molde para sua fabricação, moldagens experimentais com definição das proporções entre os materiais do compósito cimentício, simulações de sistemas de telhados verdes, instalação do sistema modular em escala real para acompanhamento do desenvolvimento vegetal, e em escala de protótipo para avaliação do comportamento térmico, comparado com quatro outros tipos de coberturas (laje exposta, telhado cerâmico, telhado de fibrocimento, telhado verde com blocos de concreto). Comparando os mesmos protótipos, também foi feita uma avaliação da água pluvial drenada pelos diferentes tipos de coberturas. Com base nos resultados pode-se concluir que o módulo idealizado para ora ser vegetado, ora ser utilizado como piso, tem geometria, resistência mecânica, leveza e permeabilidade à água satisfatórios para o tipo de telhado verde proposto. Os módulos também permitiram um bom desenvolvimento da vegetação. A avaliação térmica confirmou que o telhado verde modular com blocos TEVA promoveu um maior equilíbrio térmico e reduziu a temperatura do ar interno, quando comparado com os outros tipos de coberturas. Quanto à análise da água pluvial drenada por diferentes sistemas, o telhado verde modular com bloco TEVA também foi o que apresentou o melhor desempenho, diminuindo significativamente o volume da água escoada.
  • VIVIANE RANGEL GOMES SILVA
  • ESTUDOS DOS PARÂMETROS AMBIENTAIS, QUÍMICOS E MINERALÓGICOS DOS AGREGADOS RECICLADOS ORIUNDOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL
  • Data: 31/03/2015
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como objetivo analisar os parametros ambientais, quimicos e mineralogicos de Agregados Reciclados (AR), classificados como Agregado Reciclado de Concreto (ARC), gerados na Usina de Beneficiamento de Residuos Solidos da Construcao Civil (USIBEN) em Joao Pessoa/PB, como tambem alguns Agregados Naturais (AN). Foi realizada analise ambiental, atraves de ensaios de lixiviacao e solubilizacao, bem como a caracterizacao da sua composicao quimica e mineralogica, por fluorescencia de raios X, difracao de raios X, analise termica diferencial e termogravimetrica e espectrometria de infravermelho. Na Etapa I, para o extrato solubilizado, os agregados brita 12 AR, brita 25 AR, agregado miudo AR, brita 12 AN e po de pedra AN apresentaram valores superiores ao limite definido no anexo G da ABNT NBR Nº 10004/2004 para alguns parametros quimicos como sulfato (250 mg/L), ferro (0,30 mg/L) e aluminio (0,20 mg/L). Tambem investigou-se a presenca de metais pesados (As, Cd, Pb, Cr, Ni, Al, Cu, Fe, Ni, Se, Zn) e de acordo com a referida norma, a brita 12 AR ultrapassou o limite permitido para o metal cadmio. De acordo com esses resultados, os agregados supracitados mudam sua classificacao de Classe II B - Inertes, para Classe II A - nao Inertes. Na Etapa II foram definidos apenas 4 agregados para continuidade: areia AN e AR; brita 12 AN e AR. Investigou-se o comportamento do pH dos 4 agregados e todos tiveram decaimento, estabilizando-se em pH alcalino (pH > 7). Para as analises quimicas e mineralogicas (FRX, DRX, DTA/TG e IV) observou-se a presenca de quartzo (SiO2) nas 4 amostras sendo em maior quantidade nos AN. Para as amostras AR foram comprovadas a presenca de compostos presentes em argamassa e concreto, como carbonato de calcio (CaCO3), alumina (Al2O3), oxido de ferro (Fe2O3), oxido de magnesio (MgO) e produtos da hidratacao do cimento, como a portlandita [Ca(OH)2] e gesso [CaSO42H2O]. Portanto os AR estudados sao viaveis em relacao a analise ambiental, quimica e mineralogica, para diversas utilizacoes, pois a maioria dos compostos encontrados neles tambem fazem parte dos AN, usados diariamente na construcao civil.
  • LUÍS ROMERO BARBOSA
  • RELAÇÕES PRECIPITAÇÃO-UMIDADE DO SOLO-VAZÃO DE EVENTOS SUB-DIÁRIOS EM BACIAS EXPERIMENTAIS DO NE BRASILEIRO.
  • Data: 27/03/2015
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência dos critérios de definição de evento chuvoso na determinação das características dos hietogramas, bem como investigar as relações hidrológicas dos eventos chuvosos e da umidade antecedente do solo com aquelas dos hidrogramas de escoamento superficial, por meio de técnicas estatísticas, em bacias experimentais do Nordeste Brasileiro. Para tanto, uma parcela dos dados foi adquirida, em escala sub-horária, dos bancos de dados mantidos pelos parceiros da Rede de Hidrologia do Semiárido (REHISA) desde 2003 e a outra foi monitorada e obtida ao longo do hidrológico 2013-2014, por meio de frequentes medições, realização de ensaios e tratamento de dados. Em seguida, técnicas de estatística descritiva, testes de aderência e de hipóteses, métodos exploratórios de dados, análises estatísticas multivariadas e técnicas de regressão linear múltipla foram utilizadas, quer na inspeção visual, quer na investigação estatística dos dados, a fim de estabelecer padrões de variação e avaliar o grau de associação entre variáveis. O primeiro estudo realizado revelou que a variação do critério de mínimo intervalo de tempo entre eventos fez reduzir em até quase 50% o número de eventos, além de subestimar a intensidade média dos eventos 4 vezes, em média. O segundo estudo mostrou que a bacia hidrográfica tropical costeira apresenta aproximadamente 4 vezes mais eventos do que as do semiárido, dos quais 6% da totalidade dos eventos que permanecem não caracterizados, contribuem para 38% do total precipitado, e puderam ser reduzidos em até 97%, transformando-se, sobretudo, em eventos do tipo unimodal com pico à esquerda. O terceiro estudo mostrou que a umidade do solo apresenta um padrão de variação similar até 3 dias de antecedência e exerce uma influência significante, juntamente com a lâmina precipitada e a duração dos eventos chuvosos, sobre o coeficiente de escoamento, o pico e a vazão do hidrograma; por outro lado, a componente responsável pelo pico e intensidades dos hietogramas foi significante apenas sobre o coeficiente de escoamento, este que, por sua vez, foi a característica melhor ajustada pela análise de regressão múltipla, dado o coeficiente de determinação de 0,66. Portanto, este estudo evidencia a importância do monitoramento contínuo e sistemático de dados hidroclimatológicos para a realização de estudos experimentais que venham a dar subsídios à tomada de decisões em medidas de gerenciamento de recursos hídricos.
2014
Descrição
  • ELIANA DE FÁTIMA DA COSTA LIMA
  • ELEMENTOS VEGETAIS NA SIMULAÇÃO DIGITAL DA LUZ NATURAL: Contribuição ao desenvolvimento de modelos tridimensionais virtuais
  • Data: 30/09/2014
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Sao diversos os fatores que influenciam a disponibilidade da luz natural, dentre eles destaca-se a obstrucao causada pelo entorno edificado ou natural. Elementos naturais, como a vegetacao arborea, podem provocar uma obstrucao consideravel, que se traduz na alteracao da quantidade de luz natural disponivel no interior dos ambientes. Por outro lado, a vegetacao pode proporcionar sombras e melhorar a qualidade da luz que incide atraves das aberturas, reduzindo a intensidade da componente direta do sol, bem como o brilho vindo do ceu. Contudo, a vegetacao e um elemento de dificil insercao no projeto da iluminacao natural. Considerando por exemplo, a pratica da simulacao computacional, todos os elementos intervenientes na reproducao da luz devem ser modelados tridimensionalmente. Idealmente, variaveis como a altura, a geometria da copa, a quantidade, dimensao e espacamento das folhas, dimensao do tronco, ramos e galhos, indice de refletancia, indice de opacidade, entre outras, devem ser reproduzidos no modelo tridimensional. Entretanto, essa modelagem e impraticavel, nao somente devido a complexidade de todas as variaveis envolvidas no processo, como tambem, na sobrecarga do modelo. A partir destas consideracoes e com base em estudos anteriores sobre o tema, esta pesquisa toma como objeto de estudo a iluminacao natural interceptada pela vegetacao arborea. Neste sentido, o objetivo geral e caracterizar um metodo para a representacao e modelagem da vegetacao arborea na simulacao computacional da luz natural. Para tanto, atraves do metodo de fotografia hemisferica, foi possivel obter dados de fracao de lacuna de copas arboreas. Estes dados ajudaram a desenvolver tres diferentes configuracoes de modelos tridimensionais virtuais de copas, os quais foram usados para simular o efeito da intercepcao da arvore na luz do dia. Por meio de metodos graficos e estatisticos, avaliou-se o grau de ajuste desses modelos com as arvores reais. Os resultados obtidos com os indicadores estatisticos MBE e RMSE e considerando ainda a variabilidade da luz e os niveis de dispersao, representado pela mediana, demonstraram que todos os tres modelos testados nesta pesquisa podem ser representantes adequados das arvores reais. Contudo, ressalta-se que, possivelmente, o tipo de modelo representante de cada especie arborea esteja intrinsicamente ligado as caracteristicas proprias de cada arvore.
  • WELLINTANIA FREITAS DOS ANJOS
  • DISPERSÃO URBANA X ÁREAS VERDES: UM ESTUDO SOBRE A ZONA ESPECIAL DE PRESERVAÇÃO NATURAL DA BACIA DO RIO CUIÁ, NA CIDADE DE JOÃO PESSOA-PB.
  • Data: 19/09/2014
  • Hora: 14:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As aglomerações humanas, ao assumirem a forma espacial dispersa e fragmentada, devido ao crescimento acelerado das cidades, tem provocado a ocupação de extensas áreas intercaladas por vazios. Essaforma contemporânea de ocupação urbana implica numa série de impactos estéticos, econômicos, sociais e na principal dimensão do debate deste trabalho: ambientais. À vista disso, essa pesquisa buscou analisar os impactos ambientais decorrentes do processo de urbanização da Zona Especial de Preservação -ZEP da bacia do rio Cuiá, localizada no setor sul-sudeste da cidade de João Pessoa-PB. O interesse pela referida área, como objeto de estudo, se deu pelo fato da bacia, no período de 1970 a 2013, ter passado por um intenso processo de adensamento populacional, o que ocasionou, entre outros problemas, a supressão das áreas verdes. A urbanização ocorrida na bacia do rio Cuiá, descrita nos trabalhos de diversos pesquisadores, tais como, Melo (2001), Silva (2007), Reis (2010), Costa (2013), entre outros, apresentam o processo histórico de sua ocupação e/ou, os resultados dessa ocupação, de forma generalizada ou com foco em um único tipo de impacto. Para que se possam solucionar os problemas identificados na ZEP da bacia, decorrentes principalmente da sua urbanização, se faz necessário identificar quais são e onde se localizam os conflitos de uso e ocupação do solo. Desta forma, essa pesquisa vem a complementar os demais trabalhos realizados e contribuir como um suporte técnico e científico para intervenções futuras no local. Para tanto, foram utilizados os seguintes procedimentos básicos da investigação científica: pesquisa bibliográfica, vistoria in locu, registro fotográfico, técnica da observação analítica, tendo como base a concretização de análise investigatória e descritiva. As investigações dessa pesquisa poderão contribuir para compreensão do fenômeno da urbanização dispersa, enquanto processo que faz parte de uma transformação social das cidades, a exemplo de João Pessoa, e das suas implicações ambientais.
  • NICOLLE DE BELMONT SABINO ROCHA
  • EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA PARA DIFERENTES PRESSÕES DISPONÍVEIS NAS ENTRADAS DAS EDIFICAÇÕES
  • Data: 19/09/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Agua e energia sao dois recursos essenciais para a sociedade e possuem uma forte interdependencia. Dentre os grandes consumidores de energia, o setor de saneamento se destaca como um dos usuarios de maior demanda. A energia eletrica esta entre os tres principais itens de custo das companhias e, em muitos casos, representa a segunda despesa, perdendo apenas para as despesas com pessoal. Alguns estudos estimam que o consumo de energia para bombear, tratar e distribuir agua para as populacoes urbanas representa de 2 a 3% do total de energia eletrica consumida no mundo. Diante da busca por alternativas mais eficientes, este trabalho tem como objetivo o estudo comparativo da eficiencia energetica de sistemas de abastecimento de agua para diferentes pressoes disponiveis nos pontos de entrada das edificacoes. Basicamente, o estudo compara os custos de implantacao e operacao dos sistemas de distribuicao de agua projetados para atender edificacoes com instalacoes abastecidas diretamente e indiretamente pela rede. No primeiro sistema, as instalacoes possuem reservatorios para armazenamento da agua proveniente da rede de distribuicao, em seguida esta e bombeada por meio de um sistema de impulsao proprio para um reservatorio elevado, e dai a agua chega ao consumidor final por gravidade. Enquanto o segundo sistema adota um sistema de bombeamento direto nas edificacoes, dispensando o uso de reservatorios domiciliares. A metodologia empregada neste trabalho adotou o dimensionamento otimizado de redes de distribuicao atraves do metodo LENHSNET, que determina o dimensionamento otimo dos sistemas e instalacoes, e o modelo de simulacao EPANET. Posteriormente, foram calculados e avaliados os custos de implantacao e operacao das alternativas. Os resultados obtidos mostraram que, em termos economicos, o sistema com bombeamento direto para as instalacoes e mais caro, em virtude do sistema requerer que as bombas funcionem 24 horas por dia.
  • MARÍLIA SILVA RANGEL MEIRA
  • AVALIAÇÃO HIDROMORFOLÓGICA E PAISAGÍSTICA DO BAIXO RIO JAGUARIBE NA ZONA COSTEIRA DO ESTADO DA PARAÍBA”
  • Data: 10/09/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os impactos negativos causados pelo processo de uso e ocupacao do solo nas margens e planicie de inundacao dos rios vem deteriorando as condicoes de salubridade das aguas, do ambiente e com repercussao nas paisagens. No meio urbano, em particular, se observa a degradacao dos rios e da qualidade da agua e da biota aquatica. O interesse em restabelecer os ecossistemas dos cursos d’agua, tanto nas areas urbanas quanto na rural, esta se expandindo em todo o mundo, especialmente nos paises desenvolvidos. De forma semelhante, a ocupacao de areas na zona costeira, as que apresentam tendencias de maiores e mais densas ocupacoes, tem sido objeto de preocupacao de diversos governos. Assim, modelos para avaliacao ambiental de rios tem sido desenvolvidos e aperfeicoados para permitir o diagnostico e a selecao de acoes de restauracao fluvial. O metodo alemao, denominado Mapping and assessment methods for the structure of Waters, desenvolvido na Bavaria, e utilizado para o mapeamento da estrutura da qualidade dos cursos d’agua como medida da sua integridade ecologica e indica se o mesmo e capaz de suportar os processos dinamicos de seu leito. Para a zona costeira, a metodologia do projeto Orla, desenvolvida pelo Ministerio do Meio Ambiente do Brasil, se utiliza das unidades de paisagem como elementos de analise em termos de ocupacao urbana e oferece subsidios para a analise da paisagem alem dos limites fluviais, podendo complementar a analise fluvial. Ambas as metodologias contribuem para se realizar um diagnostico mais amplo da situacao atual de degradacao ambiental, e podem indicar em quais trechos e unidades paisagisticas haveria necessidade de intervencao buscando a restauracao ou requalificacao dessas areas. Neste trabalho, foram utilizados esses modelos para o mapeamento da estrutura da qualidade do leito fluvial, referente a sua morfologia, compreendendo a dinamica do rio principal e a dinamica das varzeas, alem das areas marginais do baixo rio Jaguaribe em seu antigo leito nos municipios de Joao Pessoa e Cabedelo, na zona costeira Sul do estado da Paraiba. Os resultados apontaram trechos do rio variando do estado totalmente alterado a pouco alterado,segundo o trecho e a ocupacao lateral da calha fluvial. As areas marginais estendidas foram classificadas nas tres tipologias A, B, C do projeto Orla, apresentando concordancia com a classificacao obtida do sistema fluvial.
  • LÍVIA LIMA NORONHA
  • ELEMENTOS CONSTRUTIVOS E DE PROTEÇÃO TÉRMICA À BASE DE GESSO E RESÍDUOS AGROINDUSTRIAIS
  • Data: 14/08/2014
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O conceitoconstruçãosustentável tem despertado a atenção em todo o mundo, visto que já se está diante da escassez de recursos naturais e de energia, geração de resíduos sólidos e emissão de gases que danificam cada vez mais o Planeta. Este estudo investigou a possibilidade do uso de fibras vegetais do pseudocaule da bananeira e polpa de embalagens de cimento para o desenvolvimento de compósitos que se destacam por suas propriedades de reforço e térmicas.O aproveitamento de materiais renováveis pode ajudar a reduzir as agressões ao meio ambiente. As embalagens de cimento Portland são em papel tipo Kraft e na sua grande maioriasão descartadas no meio ambiente. No entanto, elas contêm fibras na forma de polpa (celulose) que podem ser utilizadas como reforço em matrizes. Para a obtenção da polpa oriunda de sacos de cimento, estes foram cortados em pedaços e passados em um triturador de papel. Em seguida o material triturado era imerso em água e passado em liquidificador industrial. Nas misturas elaboradas com a fibra de bananeira foram testadas porcentagens da fibra em 2% e 4% e relação água/gesso variando de 0,4 a 0,7. O traço com 4% de fibra e relação água/gesso 0,5 conduziu a uma resistência de 2,80 MPa, enquanto que o traço com 2% de fibra e 0,4 de relação água/gesso produziu um compósito com resistência de 5,87 MPa. Observa-se que ao diminuir a proporção de fibra no compósito e a relação água/gesso, a resistência aumentou devido aos vazios que também diminuíram. Para a otimização das misturas realizadas com a polpa variou-se relação água/gesso. Os traços foram moldados sempre para a proporção de 1 kg de gesso/0,08 kg da polpa /0,01 do aditivo retardador. A variação da relação água/gesso foi testada até se chegar nas melhores resistência e trabalhabilidade. A melhor relação água/gesso é de 0,7. Através dos resultados obtidos pelo método de placa quente protegida, constatou-se bons resultados das propriedades térmicas principalmente dos compósitos elaborados com gesso e polpa de embalagens de cimento. O teste de condutividade térmica do compósito utilizando o método da placa quente mostrou que houve redução em relação ao gesso sem reforço.
  • ANA LUISA PIRES GOUVEIA GUEDES
  • Avaliação da geração de resíduos da construção civil e suas implicações em bairros populares: o caso do bairro de Gramame em João Pessoa-PB
  • Data: 09/06/2014
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Os gestores das cidades têm encontrado dificuldades tanto para gerenciar de forma eficaz a geração dos resíduos da construção civil (RCCs), quanto para solucionar o problema das disposições irregulares que comprometem a qualidade de vida da população e acarretam sérios problemas socioambientais e sanitários. Pelo exposto e devido ao crescimento habitacional impulsionado pelos incentivos do Governo Federal, através do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), o objeto do estudo deste trabalho foi avaliar a geração dos resíduos de construção civil oriundos das construções populares em dois loteamentos localizados no bairro Gramame no município de João Pessoa-PB, baseados nas Resoluções do Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA Nº 307/2002 e Nº431/2011, e na Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS (Lei Nº 12.305 de 2010). A metodologia do trabalho foi de caráter qualitativo e quantitativo e teve as seguintes etapas: Pesquisa Bibliográfica (levantamento, revisão e análise crítica da literatura nacional e internacional); Pesquisa Documental (visitas a administração pública, a empresas que implementaram os loteamentos Parque Sul II e Novo Milênio e empresas beneficiadoras de RCCs); Pesquisa de Campo (Entrevistas com aplicação de questionários, Reconhecimento das áreas de estudo, Mapeamento e Quantificação dos RCCs), Seleção e Organização dos Dados e Análise e Interpretação dos Dados. De cordo com a Lei Nº 11.176/07 do município de João Pessoa, os RCCs gerados no canteiro devem ser segregados durante a execução das obras. Entretanto, foi verificado que os resíduos não são submetidos a nenhum tipo de segregação. Baseado no mapeamento realizado, durante 03 meses, nos loteamentos foi encontrado uma média de 14 pontos de disposição irregular de RCCs. Conforme a quantificação dos resíduos na etapa de fundação o resíduo mais descartado é a areia (69%), na etapa de estruturas o resíduo mais gerado é a argamassa (58%). Já na alvenaria, o tijolo cerâmico (42%) é o mais descartado e na etapa acabamento o resíduo mais gerado é gesso (25%). Dessa forma, o presente trabalho pretende contribuir para que haja uma conscientização maior sobre o problema apresentado por partes dos geradores e que ocorra uma fiscalização mais eficiente por parte dos órgãos competentes. Propõem-se medidas para redução do desperdício, para reutilização dos RCCs gerado e para a reciclagem na própria obra e mostra como o projeto pode influenciar na minimização.
  • CLEYTON OLIVEIRA DA SILVA
  • MODELAGEM DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA COM ÊNFASE NO CONTROLE DE PERDAS
  • Data: 09/06/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O presente estudo dissertativo tem por objetivo a modelagem e calibração de um sistema de distribuição de água real, com ênfase na identificação das perdas de água. O estudo de caso foi o sistema de abastecimento da comunidade de Juatama, em Quixadá localizada na região central do Estado do Ceará. A rede de distribuição em estudo foi instada recentemente e vem operando com estabilidade, o que possibilitou o desenvolvimento de um modelo que descreve satisfatoriamente o sistema real. O processo de calibração foi realizado por meio do aplicativo LenhsCalibra, que utiliza um algoritmo de otimização baseado na técnica de algoritmos genéticos. O programa possibilitou a calibração multivariada, incluindo como variáveis de buscar a demanda e a rugosidade das tubulações, cujos valores foram ajustados através de simulações a partir dos níveis de vazão e pressões reais. O modelo calibrado do sistema apresentou resultados satisfatórios, além de identificar o registro de descargas utilizadas para limpeza da rede e pontos na rede com demandas superiores às que, efetivamente, são consumidas pelos clientes.
  • JUSSARA FREIRE DE SOUZA
  • ANÁLISES DAS MUDANÇAS DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO, VARIABILIDADE DA TEMPERATURA E DO SALDO DE RADIAÇÃO EM JOÃO PESSOA-PB.
  • Data: 27/05/2014
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho analisou a influência do uso e ocupação do solo na variabilidade da temperatura da superfície e no saldo de radiação na cidade de João Pessoa. Para tanto, foram utilizadas técnicas de sensoriamento remoto, Sistemas de Informações Geográficas e o algoritmo SEBAL. Para a classificação do uso e ocupação do solo e a determinação dos valores de emissividade, albedo, NDVI, IAF, SAVI, temperatura de superfície e saldo de radiação à superfície, foram utilizadas imagens do satélite Landsat 5-TM referente aos dias 5 de novembro de 1991, 26 de agosto de 2006 e 8 de outubro de 2010.A análise do uso e ocupação do solo da cidade de João Pessoa apontou que no decorrer dos anos de 1991, 2006 e 2010 a cidade teve um considerável crescimento da malha urbana sobre áreas de vegetação herbácea e solo exposto. A temperatura da superfície apresentou maiores valores sobre área urbana e solo exposto nos três anos, sobretudo em 1991 que obteve valores máximos de temperatura, com média de 31,4ºC sobre área urbana e de 31,1ºC sobre solo exposto. As imagens do saldo de radiação e os valores estatísticos mostraram que os maiores valores de Rn foram encontrados sobre vegetação arbórea/arbustiva e água para todos os anos, sobretudo em 2010 onde foram obtidos os maiores valores de Rn para todos os usos do solo, cujas médias foram de 717,5W/m² sobre água e 703,2W/m² sobre vegetação arbórea/arbustiva. A relação entre o albedo dos usos do solo (urbano e vegetação herbácea) com a temperatura e o saldo de radiação, mostrou-se satisfatórios, indicando a eficiência do método na estimativa dos parâmetros citados com os alvos analisados para a cidade de João Pessoa. Os resultados de temperatura e saldo de radiação encontrados nesta pesquisa, obtidos através do SEBAL e das imagens de satélite, permitem concluir que os valores apontaram variações condizentes com os apresentados na literatura para usos do solo similares.
  • ANDREA KARLA GOUVEIA CAVALCANTI
  • INVESTIGAÇÃO SOBRE O USO DO SOLO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO GRAMAME CONSIDERANDO OS CENÁRIOS ATUAL E POTENCIAL
  • Data: 16/05/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Com o crescimento economico acelerado que tem ocorrido nas ultimas decadas nos paises em desenvolvimento como o Brasil, ha uma busca cada vez mais intensa por areas que possam ser empregadas em atividades agricolas, pecuarias e industriais. A ocupacao dessas areas de maneira inadequada e uma das principais causas de processos como a degradacao dos solos, pois, em geral, nao e estudada a aptidao das terras antes de destinar um uso para as mesmas. Dessa forma, esse trabalho teve como objetivo investigar sobre o uso do solo na bacia hidrografica do rio Gramame, a montante do reservatorio Gramame-Mamuaba, apontando conflitos, e gerando informacoes para o planejamento por meio da aplicacao da metodologia de determinacao da propensao ao risco a perda de solo e da definicao dos usos potenciais com base no calculo do coeficiente de rugosidade para pequenas bacias, alem de classificar os conflitos identificados. Os resultados encontrados apontaram que o cenario potencial de uso das terras obtido para a area de estudo provoca uma maior perda de solo do que o uso do solo encontrado atualmente na bacia hidrografica analisada. Foi observado tambem que a ausencia de conflito de uso do solo foi predominante na area de estudo, estando presente em 47,13% das areas. Os conflitos considerados positivos foram assim classificados em 34,56% da area da bacia hidrografica. A situacao em que o uso do solo atual e mais adequado do que o sugerido, conforme os criterios do coeficiente de rugosidade, caracterizando conflitos negativos, ocorreu em apenas 18,31% do total.
  • ALEXLEIDE SANTANA DINIZ SOARES
  • AVALIAÇÃO DAS ESTIMATIVAS DE CHUVA DO SATÉLITE TRMM NO ESTADO DA PARAÍBA" NO DIA15/04/2014
  • Data: 15/05/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A variabilidade temporal e espacial, que é um elemento característico da precipitação pluvial se configura como um fator de complexidade para as pesquisas sobre chuvas. Além disso, a baixa densidade de postos pluviométricos e os equívocos nos processos de coleta em campo aumentam as dificuldades na execução de estudos nessa área de pesquisa. No entanto, tais pesquisas são essenciais tendo em vista que é a partir delas que se pode fazer previsão de enchentes e estiagens, compreender o regime hidrológico dos rios, a umidade do solo, as mudanças de temperatura, dentre outras. Assim, as estimativas espaciais de precipitação realizadas por satélites são técnicas importantes, pois, embora contenham incertezas, quando comparadas com valores pontuais medidos em solo podem fornecer bons indicativos da distribuição espacial das chuvas para uma determinada área. Nesta pesquisa, avalia-se o potencial das estimativas de chuva do satélite TRMM, versão 7 e 3B42 (Tropical Rainfall Measuring Mission) para representar a variabilidade espaço-temporal da precipitação no Estado da Paraíba, no Nordeste do Brasil. No estudo considerou-se séries temporais de dados diários para um período de 14 anos (1998-2011) fornecidas pela AESA (Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba) referentes a 269 postos pluviométricos e dados estimados pelo satélite TRMM numa malha espacial de 198 pontos que cobrem o Estado da Paraíba e que foram interpolados para os locais de observação de campo pelo método do inverso do quadrado da distância. As comparações foram realizadas considerando a chuva acumulada em diferentes períodos: diário, três dias, sete dias e mensal. Com relação aos fatores espaciais, os comparativos foram desenvolvidos com base em valores pontuais nos locais de observação, médias espaciais considerando sub-bacias, mesorregiões, e perfil topográfico. As análises estatísticas de comparação entre a chuva observada e a estimada foram desenvolvidas a partir das médias de chuva, das correlações lineares, do erro médio absoluto e da raiz do erro médio quadrático considerando cada período acumulado. Nas análises da chuva diária a maioria dos postos (91%) apresentou índices de correlação variando de 0,5 a 0,7. Esta correlação aumenta para os acumulados de 3 dias, com valores que variam de 0,5 a 0,7 em 56% dos postos pluviométricos e de 0,7 a 0,8 em 42% dos postos. Nos acumulados de 7 dias, 58% dos pluviômetros apresentaram correlações que variam de 0,7 a 0,8 e nos acumulados mensais 95% dos postos apresentam correlações superiores a 0,8. Portanto, os resultados indicam que o satélite TRMM apresenta melhores estimativas quando os dados estão acumulados em intervalos maiores de tempo. Na análise mensal verificou-se que março e abril são os meses mais significativos de estimação e que nos primeiros meses do ano os valores estimados e observados apresentam melhores aproximações para todos os tipos de análises. Identificou-se também bom potencial de estimação na análise da variabilidade sazonal de precipitação. Além disso, observou-se que o satélite apresenta os maiores erros para as áreas onde ocorrem os maiores volumes de chuva. Nas sub-bacias e nas mesorregiões do Estado, o regime de chuvas foi estimado com bastante fidelidade em todas as formas analisadas. Conclui-se que o satélite TRMM apresenta bom desempenho para reproduzir as chuvas observadas em pluviômetros no Estado da Paraíba, configurando-se como uma importante fonte de dados para o auxílio no planejamento e na tomada de decisões relativas aos recursos hídricos.
  • ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA DA CUNHA CASTRO
  • INTERFACES RODOVIÁRIO-URBANAS NA PRODUÇÃO DA CIDADE: ESTUDO DE CASO DO CONTORNO RODOVIÁRIO DE JOÃO PESSOA-PB.
  • Data: 03/04/2014
  • Hora: 10:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As rodovias desempenham função importante no processo de estruturação das cidades, por facilitar os deslocamentos interurbanos. Quando necessário, eram construídos contornos que supostamente facilitam a conectividade entre a cidade e a rodovia. No entanto, quando absorvidas pelo tecido urbano das cidades, estes trechos de contornos rodoviários desenvolvem dinâmicas particulares com o espaço intraurbano no qual está inserido, com a alteração da acessibilidade, da morfologia e do uso e ocupação da terra urbana. Estas interfaces ocorrem durante o processo de crescimento da cidade e durante os estágios subsequentes. Com base nesse contexto, esta pesquisa de mestrado tem por objetivo analisar as dinâmicas entre a implantação do contorno rodoviário da BR-230 e o processo de produção do espaço intraurbano da cidade de João Pessoa, na Paraíba, entre os anos de 1963 e 2013, em termos de morfologia, uso e ocupação do solo urbano. Para tal, foi empregado o método da lógica evolutiva do tecido urbano de Panerai, que divide a evolução urbana em três estágios: superação de limites, crescimento e combinação e conflitos. O método foi associado a ferramentas analíticas, como a sintaxe espacial e o uso de softwares de Sistema de Informação Geográfica. Os resultados mostram que a rodovia impulsionou o processo de espraiamento da cidade para o sul, que produziu uma malha urbana tentacular, sendo esse setor o que mais cresceu naquele período, onde também se puderam identificar o padrão de crescimento espacial horizontal e fragmentado, alterações na acessibilidade com base na morfologia e no padrão de uso e ocupação dos espaços lindeiros à rodovia.
  • ELIAMIN ELDAN QUEIROZ ROSENDO
  • DESENVOLVIMENTO DE INDICADORES DE VULNERABILIDADE À SECA NA REGIÃO SEMIÁRIDA BRASILEIRA
  • Data: 31/03/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O Nordeste brasileiro tem sido caracterizado, desde o início de sua história, pelo estigma das secas periódicas. Entretanto, a maioria das pesquisas sobre a temática da seca normalmente são desenvolvidas com o olhar voltado para os aspectos físicos como sua severidade, extensão, periodicidade, negligenciando muitas vezes os aspectos sociais, econômicos, culturais e produtivos da região. Tendo em vista a importância de se analisar os fatores climáticos conjuntamente com estudos das vulnerabilidades existentes na região semiárida brasileira. Este trabalho buscou evidenciar as vulnerabilidades à seca nos municípios de Picuí, Sumé e Sousa, respectivamente situados nas microrregiões do Seridó Oriental, Cariri Ocidental paraibano e Sertão do estado da Paraíba. Isso foi feito por meio de uma adaptação dos indicadores de Bhattacharya e Dass (2007), que versam sobre a vulnerabilidade, e seus fatores de exposição, sensibilidade e capacidade adaptativa, utilizando-se dados dos municípios principalmente do ano de 2010, em órgãos governamentais e não governamentais, na internet em sites oficiais e por meio de trabalhos de campo. Concluiu-se por meio da análise dos resultados que o município de Picuí obteve a maior exposição, com um índice de 0,39043 e pior desempenho à sensibilidade, com o índice de 0,2515. Já em relação ao indicador de Capacidade Adaptativa o município de Sumé foi o que mais se destacou negativamente, obtendo o índice de 0,3155. Em termos gerais o município de Picuí foi o que apresentou maior vulnerabilidade (0,3467), seguido do município de Sumé (0,2973) e do município de Sousa (0,2876). Os Indicadores de Exposição, Sensibilidade e Capacidade Adaptativa mostraram-se como ferramentas úteis para a análise das características intrínsecas da seca, características das populações, das atividades produtivas e o modo de como elas são praticadas. Sobre o Índice de Vulnerabilidade, este se configurou como um instrumento adequado para o estudo holístico da gestão de riscos a desastres socioambientais, que pode ser utilizado para a formulação de políticas públicas por parte dos gestores e tomadores de decisão e podem auxiliar a elaboração de planos locais de preparação, convivência e mitigação das intempéries da seca.
  • LÍVIA DOS SANTOS FALCÃO
  • ASSENTAMENTOS INFORMAIS E REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA: O CASO DA COMUNIDADE CASA BRANCA, EM BAYEUX/PB
  • Data: 28/03/2014
  • Hora: 15:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa propõe a investigação da aplicação do instrumento de regularização fundiária em assentamentos informais no Brasil, por meio da análise de um aporte teórico, legal e prático de discussões e experiências, onde a partir de uma leitura técnica, política e social, busca-se estudar o processo de regularização fundiária da comunidade Casa Branca, localizada em Bayeux/PB, e compreender os possíveis entraves e atores responsáveis pela não concretização deste. Sob o recorte temporal de 2006 a 2013, onde o primeiro destaca-se pelo ano de início do processo, a pesquisa debruça-se sobre duas hipóteses levantadas quanto a não conclusão deste processo especificamente, sendo estas, a falta de integração entre os atores envolvidos, que são a Prefeitura Municipal de Bayeux (PMB), a Superintendência de Patrimônio da União/PB (SPU/PB) e a Associação de Moradores da comunidade Casa Branca (AMCB), e a desorganização dos documentos públicos, como causas da lentidão. Com base no objeto empírico analisado, o método de cenários foi estabelecido como forma de análise, onde foram aplicados procedimentos qualitativos e quantitativos, utilizando-se de ferramentas como à aplicação de questionários, nos atores envolvidos, na análise do processo de forma detalhada, para assim, serem estabelecidos os possíveis cenários futuros, positivos ou não, que concretizem o processo analisado. Os resultados obtidos confirmaram que impedimentos técnicos, de ordem da SPU/PB, e políticos, envolvendo a PMB, seriam os principais entraves do processo, e que a SPU/PB, seria o principal ator inibidor das etapas. Entretanto, a hipótese de falta de integração entre os agentes envolvidos como fator da lentidão foi negada, e confirmada que a desordem dos documentos públicos, juntamente com impedimentos técnicos e políticos levantados, seriam os principais motivos da não concretização do processo de regularização da comunidade Casa Branca.
  • ERIVONE SOEDJA VERIATO MANGUEIRA
  • "PRODUÇÃO DE CARVÃO ATIVADO A PARTIR DE ENDOCARPO DE COCO DA BÍA 9Cocos nucifera) APLICADO AO PROCESSO DE ADSORÇÃO DO HERBICIDA METRIBUZIN"
  • Data: 28/03/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • RESUMO Neste trabalho foram preparados carvões ativados utilizando como material percursor o endocarpo de coco da baía (cocos nucifera) em que o sulfato de alumínio foi o agente químico ativante e o vapor d’água o físico. As características químicas e texturais e a aplicação na remoção do herbicida metribuzin foram avaliadas e comparadas com outros tipos de carvões por meio de ensaios de isotermas de adsorção. As amostras foram ativadas com diferentes concentrações do agente químico ativante e carbonizadas a 780ºC. Sendo que o carvão ativado apresentou área superficial de aproximadamente 610 m2.g, valor inferior ao carvão comercial e ao carvão ativado fisico-quimicamente com vapor de água e ácido fosfórico, que foram usados como comparativos. Todos os carvões foram caracterizados através da determinação da umidade, cinzas, pH, área superficial específica de BET, microscopia eletrônica de varredura e estudos cinéticos de adsorção com o objetivo de alcançar a adsorção máxima do herbicida. O equilíbrio de remoção de metribuzin foi expresso em termos de isotermas de adsorção, sendo que os dados experimentais se ajustaram melhor ao modelo de Freundlich. Os experimentos cinéticos foram realizados para verificar o tempo necessário para se atingir o equilíbrio, que foi da ordem de 30 a 36 horas. Dos modelos cinéticos estudados, o que melhor se ajustou aos adsorventes propostos foi o modelo de pseudo segunda-ordem. A capacidade dos adsorventes em estudo foi proporcional à área superficial, ao volume de microporos e também ao caráter mais alcalino da superfície, tendo em vista a maior afinidade do metribuzin por carvões de superfícies básicas. As capacidades de adsorção dos carvões ativados apresentaram a seguinte ordem: CAFQ 4:1> CACarb > CAFQ 3:1 > CAFQ 2:1 > CAAcF, quando se utiliza um grama em 48 horas de adsorção.
  • SILVANIO SOARES DA COSTA JUNIOR
  • Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Federal da Paraíba para obtenção do grau de Mestre
  • Data: 28/03/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O trabalho investigou o tratamento de um efluente têxtil industrial por processos físico-químicos combinados, coagulação/floculação – carvão ativado. Ensaios em ―jar-test‖, utilizando o mesmo tempos de mistura e sedimentação, aperfeiçoaram e verificaram a eficiência de remoção de poluentes do efluente em relação aos coagulantes (Al2(SO4)3 e FeCl3) empregados, a caracterização do tratamento para a concentração ótima encontrada foi por meio das análises de SST, DBO, DQO, COT, nitrato, surfactantes e turbidez. Para os parâmetros investigados, o percentual de remoção de acordo com o melhor ensaio de otimização foram de 85,6%, 88,9% e 96,2% para DQO, DBO e turbidez, respectivamente, utilizando o coagulante FeCl3. Para o tratamento adsortivo do efluente têxtil pré-tratado foi produzindo carvões a partir do endocarpo de coco da baia (Coccus Nucifera) ativados quimicamente com Al2(SO4)3 e fisicamente com vapor d’água. Analisou-se o efeito da proporção ativante/precursor, temperatura de carbonização, tempo de retenção e tipo de ativação sobre as propriedades texturais dos carvões produzidos. Os carvões foram caracterizados por adsorção de N2 para determinar: SBET, SM, VP, VM, VMS e D. O carvão CAQ232FQ apresentou maior microporosidade e SBET (1009 m2.g-1), sendo utilizado nos experimentos de adsorção. O carvão CAQ232FQ foi caracterizado também por: MEV, Boehm, FTIR, TG, DTA, pH, pHPCZ, e dens. aparente. Ensaios de adsorção com o carvão CAQ232FQ foram feitos para o efluente têxtil pré-tratado e para o efluente sintético. O pH não foi ajustado durante a adsorção e a temperatura foi mantida em 26oC. As isotermas obtidas para ambos os efluentes se ajustam melhor ao modelo de Freundlich, no entanto o processo de adsorção para o efluente industrial pré-tratado segue o modelo cinético de pseudo-segunda ordem, diferentemente do efluente industrial sintético que segue modelo de pseudo-primeira ordem. Em suma os ensaios de adsorção com o carvão CAQ232FQ se mostraram eficientes visto que a taxa de adsorção do corante foi superior a 97% para ambos os efluentes e a taxa de amenização dos parâmetros analisados foi superior a 99% para o efluente têxtil industrial.
  • JOSE DORIVALDO FLORENCIO DE OLIVEIRA
  • ESTUDO COMPARATIVO ENTRE REATORES DE CRESCIMENTO ADERIDO E DISPERSO PÓS TANQUES SÉPTICOS TRATANDO ESGOTOS DOMICILIARES.
  • Data: 27/03/2014
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Estudou-se a eficiência de remoção de demanda bioquímica de oxigênio (DBO5), demanda química de oxigênio (DQO), sólidos suspensos totais (SST) e sólidos suspensos voláteis (SSV) em dois reatores anaeróbios que recebiam efluentes semi-regularizados (vazão limitada a algo em torno de 3,2 vezes a vazão média) de um tanque séptico, sendo um deles de crescimento aderido (R1, com leito de brita n°4) e o outro de crescimento disperso (R3, sem material suporte para crescimento microbiano). Este sistema foi instalado na Residência Universitária da UFPB, em João Pessoa-PB. O esgoto a ser tratado era proveniente de dois banheiros que atendiam a uma população teórica de 4 habitantes. Foram realizadas 11 coletas do efluente do tanque séptico e dos efluentes dos reatores 1 e 3, no período compreendido entre 28/02/2013 e 10/12/2013. A temperatura e o pH nos reatores se apresentaram na faixa 24,5 - 28,1 °C e 7,3 - 8,1, respectivamente, valores estes, propícios ao tratamento anaeróbio de esgotos domiciliares. As eficiências de remoção de DBO5 (32,8 e 27,1%, em R1 e R3, respectivamente), DQO (43,4 e 33,0%, em R1 e R3, respectivamente), SST (56,2 e 48,0%, em R1 e R3, respectivamente) e SSV (54,7 e 46,2%, em R1 e R3, respectivamente) foram elevadas. Isto demonstra a aplicabilidade desses sistemas de baixo custo a unidades habitacionais desprovidas de sistema coletivo de esgotamento sanitário, na redução da carga poluidora lançada em corpos aquáticos. Um teste de análise de variância demonstrou não haver diferenças significativas ao nível de 5% entre as médias dos parâmetros correspondentes nos dois reatores, sugerindo que, para reatores que recebam vazões com atenuação dos picos, não há necessidade do meio suporte, podendo representar diminuição nos custos envolvidos.
  • ALYSSON PEREIRA DE LUCENA
  • USO DO IVDN NO ESTUDO DA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL DE BACIAS HIDROGRÁFICAS DO LITORAL SUL DO ESTADO DA PARAÍBA
  • Data: 27/03/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esse trabalho teve como objetivo a aplicacao do Indice de Vegetacao da Diferenca Normalizada (IVDN) no estudo da degradacao ambiental das bacias hidrograficas do rio Gramame e dos rios Abiai-Papocas, ambas situadas no litoral sul do Estado da Paraiba. A pesquisa foi realizada a partir de imagens do satelite Landsat 5 TM, dos anos de 1989, 2001 e 2006. Inicialmente foram realizadas correcoes atmosferica e radiometrica. A partir das imagens corrigidas extraiu-se e confeccionou-se os mapas tematicos de faixas do IVDN, que destacaram a densidade da cobertura vegetal. Em seguida foram realizadas visitas in loco, nas quais foram coletados pontos amostrais, adotados como representativos na classificacao supervisionada por regioes, das imagens de satelite, que resultou na confeccao dos mapas tematicos de uso do solo. Com informacoes topograficas do Modelo Digital de Elevacao (MDE) de imagens The Shuttle Radar Topography Mission (SRTM) foram confeccionados os mapas tematicos da descricao do terreno a partir da altura de cada pixel em relacao rede de drenagem, utilizou-se o algoritmo Height Above the Neareast Drainage (HAND). Em seguida, foram realizados cruzamentos dos dados do IVDN com os de uso do solo e com os do HAND, objetivando justificar as repostas do IVDN, assim como, avaliar a relacao deste com os usos do solo e com o desnivel em relacao a rede de drenagem. A partir do cruzamento do IVDN com o HAND foi verificada a presenca de vegetacao com maior biomassa nas regioes mais baixas. Com o cruzamento dos mapas do uso do solo e do IVDN observou-se que grande parte das areas com solos expostos apresentaram valores de IVDN na faixa de -0,25 a 0,15. Quanto a degradacao da vegetacao nas bacias hidrograficas, houve uma diminuicao dos valores de IVDN de 1989 para 2001 e uma regeneracao de 2001 para 2006. Observou-se um aumento da convergencia da vegetacao natural em terras agricolas e em expansoes urbanas sem planejamento; e que grande parte das areas degradadas sao proveniente da pratica da mineracao e da agricultura sem a utilizacao de tecnicas conservacionistas do solo. Verificou-se ainda, que dados obtidos na pesquisa possibilitou a geracao de informacoes que poderao ser utilizadas em outras pesquisas, no auxilio a tomadores de decisao e na formulacao de politicas publicas voltadas para a minimizacao da degradacao ambiental nas bacias hidrografica estudadas.
  • SOFIA FERNANDES LEMOS DE SOUZA
  • INFLUÊNCIA DO USO DE UM DISPOSITIVO LIMITADOR DE PICOS DE VAZÃO NA PERFORMANCE DE FILTROS ANAERÓBIOS PÓS TANQUES SÉPTICOS
  • Data: 27/03/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • São muitas as tecnologias que buscam soluções eficientes e de custo compatível para minimizar o problema gerado pelo lançamento de efluentes. Em casos de baixa densidade de ocupação, ou ainda de comunidades periurbanas, onde um sistema coletivo de esgotamento sanitário é de difícil implantação, as soluções individuais podem funcionar satisfatória e economicamente. O tanque séptico tem sido a principal solução alternativa adotada para suprir a inexistência de rede de esgotamento sanitário e o tratamento complementar de seu efluente através de filtros anaeróbios constitui um sistema combinado que pode atingir boas eficiências de remoção de matéria orgânica biodegradável. Entretanto, para estes sistemas individuais pressupõe-se implantação no local de geração do efluente, estando, portanto, sujeitos a picos de vazão mais acentuados que os sistemas coletivos, devido à proximidade com que são instalados das fontes geradoras de esgoto. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da atenuação de picos de vazão na performance de filtros anaeróbios pós tanques sépticos. Efetuou-se um estudo comparativo entre dois filtros idênticos preenchidos com brita granítica Nº 4, sendo apenas um deles, o filtro 1, precedido por um dispositivo que proporciona limitação dos picos de vazão. Estes filtros foram instalados em paralelo e alimentados com efluente de tanque séptico. O monitoramento da vazão e de parâmetros físico-químicos dos efluentes foi feito durante um ano. Ao longo deste período, a inclusão da caixa limitadora de vazão antecedendo o filtro 1 proporcionou uma redução média na vazão de pico de 48,6%, entretanto, isto não influenciou significativamente a eficiência de remoção de DQO, DBO, turbidez, SSed, SS e SSV. Ambos os filtros propiciaram bons resultados na remoção de matéria orgânica e sólidos. As eficiências de remoção do F1 foram de 32,8% para DBO5, 43,3% para DQO, 49,8% para turbidez, 97,8% para SSed, 56,2% para SS e 54,7% para SSV. Para o filtro 2, as eficiências de remoção foram de 31,5% para DBO5, 40,3% para DQO, 45,1 % para turbidez, 86,7% para SSed, 52,3% para SS e 50,9% para SSV. Desta forma, pode-se concluir que apesar de a literatura relativa ao tema apontar para uma interferência da carga hidráulica sobre a eficiência do reator em casos de biomassas adaptadas a outros regimes de vazão que não os encontrados nesta presente pesquisa, e biofiltros alimentados por cargas orgânicas mais elevadas que as estudadas neste presente trabalho, variações de vazão espontâneas decorrentes do uso de instalações sanitárias não influenciam significativamente a eficiência do tratamento de filtros anaeróbios alimentados com concentração média de DQO de 192 mg/L. Paralelamente, a inclusão do dispositivo limitador de vazão, ainda aumentou a ocorrência de obstrução do meio suporte, de modo que pode-se concluir que o uso deste dispositivo não é necessário, podendo mesmo ser considerado indesejado.
  • ANNE STEPHANIE OLIVEIRA DE LIMA
  • O Processo de formação e ocupação do Bairro dos Estados em João Pessoa-PB
  • Data: 06/03/2014
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esta dissertação tem por objeto a formação e a evolução física do Bairro dos Estados, situado em João Pessoa, capital da Paraíba, que nos anos de 1970 e 1980 era o local de moradia preferido pelas famílias de classe média e alta da cidade. Ela persegue dois objetivos principais: (a) explicar como as terras do bairro foram sendo parceladas de modo a gerar as vias, quadras e lotes que o constituem hoje; e (b) mostrar como suas quadras e lotes foram sendo gradativamente ocupados por edificações. O estudo que a gerou baseou-se, sobretudo, em análise de imagens variadas – fotografias aéreas, outras fotos, plantas da cidade e projetos de loteamentos -, e o principal método nele empregado foi o comparativo. Foram comparadas principalmente as situações retratadas por tais imagens nos anos de 1976, 1989, 1998 e 2008. Eis alguns fatos marcantes da história revelada pela dissertação: o bairro tem sua origem num plano de arruamento aprovado nos anos de 1920; parte dele começa a ser ocupada com casas no final da década seguinte; em fins da década de 1960 só alguns pequenos trechos do bairro não estavam ainda loteados; após 1970 numerosas famílias de renda média e alta se instalaram no bairro, dando-lhe um status privilegiado; em fins dos anos 1980 o bairro já constitui um tecido urbano consolidado, com boa infraestrutra e poucos vazios, mas começa a sofrer a concorrência dos bairros da orla marítima; nas duas décadas seguintes ele conhece uma perda de prestígio e uma certa estagnação; ultimamente ele readquire um certo prestígio devido à substituição de muitas de suas casas por altos prédios de apartamentos ou estabelecimentos comerciais e de serviços. Por ser o primeiro estudo do bairro com o enfoque aqui adotado, este trabalho propõe-se a dar uma contribuição para a compreensão do crescimento urbano da capital paraibana durante as últimas nove décadas.
  • ALINE CAROLINA DA SILVA
  • Análise da gestão de Resíduos Sólidos Urbanos em Capitais do Nordeste Brasileiro: o caso de Aracaju/SE e João Pessoa-PB."
  • Data: 25/02/2014
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A Lei Federal Brasileira nº 12.305, de agosto de 2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), estabelece prazos ou limites temporais para algumas ações, como a eliminação de lixões e a consequente destinação final ambientalmente adequada dos rejeitos até 2014. Contudo, a implementação desta Lei, marco histórico na gestão ambiental do País, enfrentará grandes desafios que necessitam de comprometimento entre os entes da federação brasileira para que as metas sejam alcançadas. Neste contexto, o estudo objetivou analisar a gestão dos resíduos sólidos nos municípios de Aracaju (SE) e João Pessoa (PB), ambos localizados na região nordeste, focando as formas de disposição final, os programas de coleta seletiva e os problemas enfrentados para o cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Para alcançar o objetivo principal do estudo foi necessário a elaboração de um diagnóstico quanto à gestão e o gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos das capitais Aracaju e João Pessoa, de modo a elencar as dificuldades técnicas, econômicas e socioambientais que englobam a temática. Para isso, foram levantadas informações acerca das formas de disposição final e sistemas de coleta seletiva dos municípios, dos planos, das ações, das legislações municipais e das práticas realizadas, assim como das infraestruturas instaladas. Esses dados permitiram uma análise comparativa entre os municípios estudados. A metodologia utilizada para levantamento das informações foi de ordem primária e secundária, tendo como instrumentos de coleta a pesquisa de campo (observação direta extensiva) e o formulário de entrevista aberta. Os métodos de análise dos dados foram quantitativos e qualitativos, representados através de estatística simples em gráficos, tabelas, quadros e fluxogramas. Os resultados mostraram que os municípios apresentam semelhanças quanto às perspectivas de elaboração de projetos para implementação da Política, porém ambos enfrentam dificuldades relacionadas à capacitação técnica, a recursos financeiros, a sensibilização ambiental e aos cumprimentos dos prazos estipulados pela Lei em questão. Também, foi possível constatar que, de modo geral, as questões políticas no Brasil influem nas tomadas de decisões, pois afetam o planejamento dos sistemas de gestão de resíduos impossibilitando experiências exitosas. Verificou-se, ainda, que falta um sistema de coleta de dados consistentes, compreensivos e padronizados sobre quantidades, composições de resíduos sólidos e indicadores de qualidade que possibilitem o alcance e eficiência da gestão de resíduos. Salienta-se que se faz necessária a reestruturação em todas as instancias executivas direta ou indiretamente responsáveis por tal temática no Brasil. Só assim será possível atingir as metas estabelecidas na legislação e viabilizar uma fiscalização efetiva para que haja continuidade nas ações a serem implementadas.
  • VAGNER DA COSTA MARQUES
  • ANÁLISE DAS PROPRIEDADES DE MISTURAS ASFÁLTICAS COM PELETE E AGREGADOS DE RESÍDUOS DE CONCRETO
  • Data: 21/02/2014
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esta dissertacao esta inserida na problematica de reaproveitamento de residuos solidos na pavimentacao, buscando o emprego de agregados de residuos de concreto e pelete em revestimentos asfalticos. O objetivo da pesquisa foi analisar a viabilidade tecnica de misturas asfalticas feitas com agregados de residuos de concreto e pelete, em substituicao parcial aos agregados naturais de mistura asfaltica convencional tipo CBUQ, a partir de ensaios de caracterizacao fisica dos agregados e de desempenho mecanico das misturas asfalticas. Os materiais empregados foram brita 19, brita 12, po de pedra, agregados de residuos de concreto, pelete e CAP 50/70, obtidos de empresas do Estado da Paraiba. Para os agregados naturais foram realizados a granulometria, abrasao Los Angeles, absorcao e densidade. Para os agregados de residuos de concreto foram realizados os ensaios de granulometria e massa especifica, e para o pelete foi realizada a granulometria. Seis misturas asfalticas foram realizadas, sendo uma mistura de referencia com os agregados naturais (brita 19, brita 12 e po de pedra) e CAP 50/70; as demais misturas foram feitas com substituicoes parciais do po de pedra pelos agregados de residuos de concreto e pelete, nas proporcoes: i) 25% de agregados de residuos de concreto; ii) 2% de pelete; iii) 4% de pelete; iv) 23% de agregados de residuos de concreto com 2% de pelete, e v) 21% de agregados de residuos de concreto com 4% de pelete. A faixa granulometrica utilizada foi a faixa C, que foi escolhida com base na norma DNIT 031/2006 – ES. As dosagens realizadas foram por meio do metodo Marshall. Os ensaios mecanicos realizados foram estabilidade Marshall, resistencia a tracao por compressao diametral, modulo de resiliencia e o ensaio Lottman. A mistura asfaltica tipo CBUQ com 75% de agregados naturais, 23% de agregados de residuos de concreto e 2% de pelete se apresentou com maior numero de parametros em conformidade com as normas tecnicas, o que evidenciou sua maior viabilidade tecnica em relacao as demais misturas asfalticas modificadas.
2013
Descrição
  • LUCIA HELENA AIRES MARTINS
  • A INFLUÊNCIA DO SOMBREAMENTO E DA ABSORTÂNCIA DA ENVOLTÓRIA NO DESEMPENHO TÉRMICO E ENERGÉTICO DE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS MULTIPAVIMENTOS NA CIDADE DE JOÃO PESSOA-PB.
  • Data: 30/09/2013
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Diante da importância da adequação da edificação ao clima em busca de edificações mais eficientes termicamente e energeticamente, este trabalho avalia a influência dos dispositivos de sombreamento e do coeficiente de absorção solar da envoltória no desempenho térmico e energético de edifícios residenciais multipavimentos localizados no bairro de Manaíra, município de João Pessoa-PB, através de simulações computacionais, utilizando o programa DesignBuilder. O trabalho compreendeu o desenvolvimento de uma metodologia para o levantamento das principais características de edifícios residenciais multipavimentos no recorte urbano em estudo. Foram analisados 25 edifícios com relação à: frequência de ocorrência de números de pavimentos, forma do terreno e da edificação, área dos apartamentos tipo, percentual de área de janela e de parede nas fachadas, orientação das fachadas, existência de elementos de proteção solar e características construtivas gerais. Com base nos dados levantados, um modelo representativo da realidade construtiva foi elaborado, denominada de tipologia predominante e utilizada como caso base das simulações. Um conjunto de tipologias foi simulado, determinado a partir de alterações de variáveis construtivas, como proteção solar e coeficiente de absorção da envoltória, assim como, a variável urbana obstrução do entorno. As variáveis de análise consideradas foram a temperatura do ar interna, o ganho solar através dos fechamentos opacos e transparentes e a carga necessária para resfriamento. Observou-se que o sombreamento provocado pelo entorno contribui para a redução da temperatura interna e ganho de calor, porém nem sempre o balanço é favorável, alguns modelos analisados apresentaram um aumento no ganho solar pelos fechamentos opacos. Assim como, o adensamento do entorno, pode elevar a temperatura do ar e o consumo de energia nos ambientes internos. O uso da veneziana nas aberturas resultou no melhor desempenho térmico e energético, superior à adoção de baixo coeficiente de absorção (_=0,20).
  • CHARLITON FERREIRA DA COSTA
  • ANÁLISE GEOESPACIAL DOS PROBLEMAS SOCIOAMBIENTAIS URBANOS DA ZONA DE MANGUEZAL DO MUNICÍPIO DE BAYEUX - PB E DOS CASOS DE HANSENÍASE DE 2001 a 2011.
  • Data: 30/09/2013
  • Hora: 08:03
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O Processo de urbanização ocorrido nas últimas décadas tem gerado diversos problemas de gravidade considerável, relativos ao uso e ocupação do solo nas cidades. A grande concentração populacional, as atividades econômicas e os padrões tecnológicos existentes têm potencializado a degradação do ambiente urbano, sendo consequência do estilo de desenvolvimento que leva ao uso predatório dos recursos naturais. Florestas, lagos, rios e manguezais são ambientes que têm suas características naturais constantemente modificadas pela ocupação indevida. O manguezal no Brasil tem se destacado no tocante ao nível de intervenções, sobretudo em função da sua localização, uma vez que esse ecossistema se localiza ao longo da região de maior concentração populacional do país, a região costeira. Também vale ressaltar, que a má qualidade ambiental pode contribuir na mortalidade por doenças infectocontagiosas servindo de exemplo para estudos de grande valoração no campo da saúde ambiental, pois procuram identificar e avaliar o impacto de condições ambientais adversas sobre a saúde em curtos períodos de tempo. A hanseníase é uma doença infectocontagiosa, causada pela bactéria Mycobacterium leprae, de evolução crônica que se manifesta por lesões cutâneas com diminuição de sensibilidade térmica, dolorosa e tátil. Esta doença se apresenta como um grave problema de saúde pública no Brasil. Neste sentido, este trabalho teve como objetivo identificar os principais problemas socioambientais resultante do avanço da ocupação urbana sobre a região de manguezal e realizar uma análise geoespacial dos casos de hanseníase no município de Bayeux. Essa pesquisa se utilizou do geoprocessamento e revelou importantes resultados no que se refere à identificação dos graves problemas de ordem socioambiental, como também à localização real dos casos de hanseníase no município de Bayeux, mostrando-se, dessa forma, como uma importante ferramenta para a implantação de políticas adequadas e para o direcionamento de campanhas e ações sociais, que possam intervir de forma significativa e positiva no controle da hanseníase no município em estudo. Com isso, após a visualização espacial da endemia, foi possível esclarecer as dúvidas no que tange à localização real dos casos, explicitando e explicando que os casos da doença estão agrupados em bolsões localizados na porção centro/norte do município de Bayeux, onde reside grande parte da população com baixo padrão socioeconômico.
  • ADRIANA MOURA MARTINS
  • "Análise de série de vazão de captações de nascentes na bacia Hidrográfica do Rio Gramame-PB"
  • Data: 25/09/2013
  • Hora: 08:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A bacia hidrográfica do rio Gramame, no litoral sul paraibano, tem grande importância e requer bastante atenção, no que diz respeito à manutenção da sua disponibilidade hídrica, por ser responsável por aproximadamente 70% do abastecimento urbano de água da região metropolitana de João Pessoa, capital do estado da Paraíba. Apresenta diversas nascentes perenes com vazões significativas que atendem comunidades locais. Este trabalho teve como objetivo analisar quatro séries de vazões de captações de nascentes na bacia hidrográfica do rio Gramame e dados pluviométricos, quanto a sua homogeneidade. Os trabalhos foram realizados nas áreas de captação das nascentes Cabelão, Cacimba da Rosa, Nova Aurora e Fazendinha, todas localizadas no alto curso da bacia hidrográfica, no município de Pedras de Fogo, PB. Os dados mensais de pluviometria e de vazão foram coletados no período de janeiro de 2010 a março de 2013. Os dados pluviométricos foram obtidos em órgãos públicos da região. As medidas das vazões mensais foram realizadas utilizando os métodos para captações em poços rasos e para captações de nascente de encostas utilizando drenos com tubo. Para as análises das homogeneidades das séries de vazões e de pluviometria, foram empregados curvas de tendências das séries; o teste de Pettit, para determinação dos possíveis pontos de ruptura da homogeneidade das séries, teste “U”, para verificação da estacionariedade das séries. Como principais resultados, tem-se que a captação que se apresenta como a mais vulnerável às influências externas na produção de água é a captação Cabelão, cujo coeficiente de variação (CV) foi igual a 0,72; a captação Cacimba da Rosa, foi a que apresentou menos vulnerabilidade com o CV de 0,17; foi constatado da aplicação do teste de Pettit para verificação de possíveis rupturas nas séries temporais que houve ruptura em todas as series de vazão entre os meses de abril e junho; as médias das sub-séries de precipitação pluviométricas analisadas, não foram iguais, pelo teste “U”, ao nível de significância de 5,6%, o que explica a ruptura nas séries de vazão verificada pelo teste de Pettit.
  • ADRIANA MOURA MARTINS
  • "Análise de série de vazão de captações de nascentes na bacia Hidrográfica do Rio Gramame-PB"
  • Data: 25/09/2013
  • Hora: 08:30
  • Mostrar Resumo
  • A bacia hidrográfica do rio Gramame, no litoral sul paraibano, tem grande importância e requer bastante atenção, no que diz respeito à manutenção da sua disponibilidade hídrica, por ser responsável por aproximadamente 70% do abastecimento urbano de água da região metropolitana de João Pessoa, capital do estado da Paraíba. Apresenta diversas nascentes perenes com vazões significativas que atendem comunidades locais. Este trabalho teve como objetivo analisar quatro séries de vazões de captações de nascentes na bacia hidrográfica do rio Gramame e dados pluviométricos, quanto a sua homogeneidade. Os trabalhos foram realizados nas áreas de captação das nascentes Cabelão, Cacimba da Rosa, Nova Aurora e Fazendinha, todas localizadas no alto curso da bacia hidrográfica, no município de Pedras de Fogo, PB. Os dados mensais de pluviometria e de vazão foram coletados no período de janeiro de 2010 a março de 2013. Os dados pluviométricos foram obtidos em órgãos públicos da região. As medidas das vazões mensais foram realizadas utilizando os métodos para captações em poços rasos e para captações de nascente de encostas utilizando drenos com tubo. Para as análises das homogeneidades das séries de vazões e de pluviometria, foram empregados curvas de tendências das séries; o teste de Pettit, para determinação dos possíveis pontos de ruptura da homogeneidade das séries, teste “U”, para verificação da estacionariedade das séries. Como principais resultados, tem-se que a captação que se apresenta como a mais vulnerável às influências externas na produção de água é a captação Cabelão, cujo coeficiente de variação (CV) foi igual a 0,72; a captação Cacimba da Rosa, foi a que apresentou menos vulnerabilidade com o CV de 0,17; foi constatado da aplicação do teste de Pettit para verificação de possíveis rupturas nas séries temporais que houve ruptura em todas as series de vazão entre os meses de abril e junho; as médias das sub-séries de precipitação pluviométricas analisadas, não foram iguais, pelo teste “U”, ao nível de significância de 5,6%, o que explica a ruptura nas séries de vazão verificada pelo teste de Pettit.
  • ERIKA GONCALVES SALES
  • Impacto das culturas da cana-de-açúcar e do abacaxi nas propriedades hidrodinâmicas de solos da bacia hidrográfica do Rio Gramame-PB
  • Data: 26/07/2013
  • Hora: 08:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Nesse estudo foram determinadas a condutividade hidráulica e a retenção em solos da bacia hidrográfica do rio Gramame, mediante comparação com os solos das áreas nativas de mata atlântica, utilizando o método Beerkan. Para a aplicação desse método foi necessário à realização de ensaios em 36 pontos da bacia hidrográfica. O método Beerkan se baseia em experimentos de campo, utilizando propriedades estáticas e dinâmicas do solo, como a curva granulométrica e a curva de infiltração da água no solo, onde são realizados ensaios simplificados de infiltração para determinar os parâmetros hidrodinâmicos. No Beerkan, as curvas de retenção de água no solo θ(h) e condutividade hidráulica K(θ) podem ser descritas por cinco parâmetros, dois de forma e três de normalização. Os parâmetros de forma são obtidos a partir da curva de distribuição dos tamanhos das partículas F(D) e da porosidade, enquanto que os parâmetros de normalização são determinados a partir de experimentos de infiltração. Os resultados obtidos nas áreas de cultivo foram comparados com os resultados das áreas de mata atlântica. Verificou-se que a área central da bacia hidrográfica apresentou as maiores respostas referente à condutividade hidráulica, com destaque para os maiores níveis localizados nas áreas remanescentes de mata atlântica. Do total de pontos, 18 foram descartados devido as curvas não obedeceram a um padrão específico, não ocorrendo à estabilização da lâmina infiltrada. Concluiu-se que mesmo uma parcela dos solos sob cobertura vegetal tendo apresentado resultados semelhantes aos das áreas cultivadas, a maior parte dos pontos localizados na zona que compreende as maiores condutividades são pontos na área de mata atlântica. Logo, percebe-se certa atividade impactante por parte das culturas ao solo, situação de menor representatividade nas áreas remanescentes de mata atlântica, tendo em vista que os maiores valores da condutividade hidráulica estão nessas áreas, devido à proteção exercida pela cobertura vegetal.

  • ALZIRA GABRIELLE SOARES SARAIVA
  • AVALIAÇÃO DE ERROS E DE EFEITOS DE ESCALA PARA A REDE DE DRENAGEM DETERMINADA DO MODELO DIGITAL DE ELEVAÇÃO (MDE) DO SRTM
  • Data: 10/05/2013
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O MDE do SRTM tem sido largamente utilizado na derivação da rede drenagem e aplicado a diversos tipos de estudos ambientais. No entanto, muitas vezes não é possível trabalhar com a sua resolução original. Isso ocorre quando o estudo é aplicado a grandes áreas e devido ao elevado processamento computacional é necessário a mudança de escala para baixa resolução.  Dependendo do método utilizado para a derivação da rede de drenagem obtida de baixa resolução, pode-se adquirir um produto de melhor ou de pior qualidade. A escolha incorreta do método aliada a perda de informação existente nesse processo pode resultar em uma rede incoerente quando comparada a uma rede de drenagem considerada como referência. Esta pesquisa identificou erros nos traçados e nas características físicas de quatro bacias hidrográficas (Paraíba (20.000 km2), São Francisco (640.000 km2), Tapajós (500.000 km2) e Uruguai (207.000 km2)) e nos seus principais afluentes de forma qualitativa e quantitativa. As comparações das redes extraídas das imagens do SRTM em diferentes escalas e métodos (reamostragem, upscaling direto, upscaling gradual) foram realizadas em relação à rede de drenagem de alta resolução obtida do MDE para as análises qualitativas e para as comparações quantitativas com a rede vetorizada das imagens do ETM+/ LANDSAT 7. Verificou-se que os traçados da drenagem obtidos por reamostragem apresentaram várias incoerências principalmente quando a mudança de escala foi maior, esses erros refletiram sobre área, formato de bacias e traçados da rede de drenagem. Os erros foram mais graves nas bacias de maior área de drenagem. Já as redes de drenagem obtidas por upscaling de direções de fluxo foram de melhor qualidade para mudança de escala por essas se apresentarem mais coerentes com a drenagem de alta resolução. O método de upscaling gradual foi o que apresentou melhor desempenho em três bacias das quatro analisadas. As análises quantitativas referentes a área e distância média entre as redes de drenagem, extraída do MDE, e a vetorizada da imagem LANDSAT, apresentaram-se coerentes com as análises qualitativas, apontando o método de upscaling de direções de fluxo na modalidade gradual com melhor desempenho e o método de reamostragem com os piores resultados. Observou-se que as áreas das bacias mostraram-se coerentes com a análise visual, indicando que os métodos de upscaling nas modalidades direta e gradual se aproximaram mais das bacias de alta resolução e apresentaram valores muito próximos entre si, tanto qualitativamente quanto quantitativamente. A modalidade direta de upscaling foi a que apresentou melhor desempenho e o procedimento de reamostragem foi o que apresentou mais incoerências. Por se descaracterizar das bacias de referência, principalmente para o São Francisco e Tapajós para as quais se trabalhou com mudança de escala maior. Percebeu-se que a influência dos métodos e da mudança de escala sobre os valores dos comprimentos e sinuosidade dos rios, algumas vezes repercutiram sobre a métrica gerada não conseguindo expressar a real qualidade da rede de drenagem analisada, mascarando o resultado. Isso pode ser evidenciado quando confrontado a análise estatística e a qualitativa para o método de reamostragem. No entanto, apesar de encontrar alguns rios com essas incoerências, os upscaling direto e gradual conseguiram apresentar um maior número de rios com melhor desempenho. Conclui-se que independente das características das bacias estudadas, o método de reamostragem do MDE não é o procedimento mais adequado na obtenção de redes de drenagem de baixa resolução espacial. O método de upscaling de direções de fluxo nas modalidades direta e gradual são mais indicados para essa finalidade, sendo o gradual o que apresentou melhor desempenho na avaliação dos traçados para as bacias estudadas nesta pesquisa.

  • JULIE EUGENIO DA SILVA FRANCISCO MEDEIROS
  • Análise da Massa Coletada de Resíduos Sólidos Urbanos Domiciliares no Município de João Pessoa entre os anos 2003-2010
  • Data: 24/04/2013
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A adequada gestão de resíduos sólidos urbanos, ou a falta dela, tem sido razão de preocupação para comunidade mundial, em cidades de portes diversos. Isso ocorre, em parte, ao grande aumento na geração do lixo conjugado ao consumo de bens materiais. Esta pesquisa tem como objetivo geral analisar a variação espaço-temporal da massa coletada dos Resíduos Sólidos Domiciliares (RSD) dos bairros de João Pessoa no período entre os anos de 2003-2010, desde a abertura do aterro sanitário ao último ano do recenseamento populacional. O estudo foi desenvolvido levando em consideração toda a massa coletada de 55 bairros do município de João Pessoa-PB envolvendo um total de 93,4% dos habitantes da cidade. A metodologia adotada abrangeu inicialmente uma etapa de análise preliminar dos dados da coleta de RSD, estimativa populacional para anos sem dados de censo, análise espacial e temporal da evolução da massa coletada de RSD em termos absolutos e per capita. Foram também analisadas correlações (de Pearson, r, e de Spearman rk) para o ano de 2010 entre dados de massa de RSD por unidade espacial e variáveis relativas à renda e educação, como também consumo de energia e água. Utilizando a abordagem IPAT, onde I é o impacto ambiental considerado como massa coletada de RSD, P é a população, A é o poder aquisitivo e T é o fator tecnológico, foram traçados três cenários futuros de projeção de massa coletada de RSD para João Pessoa em um horizonte de 20 anos. De 2003 a 2010, a massa total de RSD coletada passou de 150.982 t para 199.870 t, um aumento de 32%. No mesmo período, a população aumentou 15%. A massa de RSD coletada per capita aumentou de 0,70 kg/hab/dia em 2003 para 0,81 kg/hab/dia em 2010. Correlação considerada forte foi encontrada entre RSD e consumo de energia, enquanto para o consumo de água tal correlação foi de menor intensidade. Os cenários futuros traçados indicam projeção de massa de RSD variando de 312.060 t a 650.757 t em 2030, o que significa aumento entre 36% e 69% em relação a 2010. As projeções estimaram entre 0,81 e 1,69 kg/hab/dia de massa coletada de RSD em 2030. Apesar das lacunas existentes em alguns dados e limitações da metodologia utilizada, os resultados obtidos neste trabalho permitem estabelecer uma perspectiva da realidade em termos da quantidade de RSD coletados ao longo de oito anos no município. Tais informações podem abalizar as entidades responsáveis, visando um melhor acompanhamento das coletas de Resíduos Sólidos Domiciliares, dimensionamento e otimização de equipamentos, recursos humanos e gestão como um todo, bem como analisar essas informações, monitorando e comparando as.

  • ELISANGELA GARCIA SANTOS RODRIGUES
  • CARACTERIZAÇÃO E TRATAMENTO DO EFLUENTE DE LAVAGEM EM EMPRESA DE RECICLAGEM DE PLÁSTICOS PARA FINS DE REUSO
  • Data: 27/03/2013
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Nas etapas do processo de reciclagem, a lavagem dos plásticos produz um efluente de elevada carga orgânica que requer tratamento para o descarte. Com intuito de avaliar a carga orgânica, os parâmetros físico-químicos foram analisados possibilitando estabelecer a melhor forma de tratamento para reciclagem do efluente tratado, gerado na lavagem dos plásticos de uma recicladora para fins de reuso. A coleta foi feita no tanque de lavagem no final de cada ciclo de lavagem em torno das 12h00. A partir dos resultados obtidos surge à necessidade do tratamento do efluente, tanto para enquadrá-lo nos parâmetros de descarte estabelecidos pela legislação do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), quanto para reusá-lo dentro da própria recicladora. Como proposta foi utilizado para o tratamento do efluente de lavagem o processo de coagulação/ floculação, sendo aplicados três tipos de coagulantes (cloreto férrico, sulfato de alumínio e policloreto de alumínio) em dosagens na faixa de 5mg.L-1 a 65mg.L-1 e o processo oxidativo avançado Fenton. Para o efluente em estudo, concluiu-se que o cloreto férrico tem uma maior eficiência na redução dos parâmetros analisados pH, turbidez, Demanda Química de Oxigênio (DQO), Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO), Sólidos Suspensos Totais (SST), Carbono Orgânico Total (COT) em relação ao sulfato de alumínio e o policloreto de alumínio, quando comparados as características físico-químicas do efluente bruto. Através das análises foi possível constatar que o processo Fenton apresentou uma eficiência em média 92% de turbidez e 94% de DQO, DBO 90,5% em tempo de reação de 60 minutos com agitação em que o efluente tratado apresenta valores compatíveis para o reuso.

  • IVANHOE SOARES BEZERRA
  • ANÁLISE DE RISCOS À PERDA DE SOLO PARA CENÁRIOS DE USO E OCUPAÇÃO ATUAL E POTENCIAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ABIAÍ-PAPOCAS
  • Data: 27/03/2013
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • A bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas é considerada essencial, pois nela se inserem os principais mananciais para o reforço ao abastecimento da Região Metropolitana de João Pessoa – Paraíba. Os elementos determinantes para que essa venha cumprir seu papel como fonte hídrica são a manutenção da capacidade de produção hídrica e a manutenção da qualidade das águas, sendo a análise do risco à perda de solo um estudo que a caracteriza fisicamente e indica áreas instáveis ou estáveis. A bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas possui área de 462,36km² e localiza-se entre os paralelos 7°32’S e 7°18’S e os meridianos 36’08’O e 34’48’O, na interface entre a Zona da Mata paraibana e pernambucana. A análise do risco à perda de solo se pauta no conceito de unidade de paisagem que agrupa um determinado espaço ambiental com suas características físicas, os eventos e interações que neste ocorrem. É essencial em seu estudo o conhecimento da gênese, constituição física, forma e estágio de evolução e cobertura vegetal. O resultado das diversas interações então é representado em forma de imagens. Na avaliação do risco à perda de solo para a bacia hidrográfica Abiaí-Papocas construíram-se cenários que consideraram a situação atual, bem como uma situação potencial ou planejada, mapeando os temas geologia, geomorfologia, pedologia, clima e uso e ocupação do solo atual e potencial, aos quais se associam valores. A média aritmética relaciona a propensão a uma escala de risco à perda de solo que varia conforme a categoria morfodinâmica. Em ambiente SIG (Sistema de Informações Geográficas), para cada aspecto das unidades territoriais básicas, foram definidos os índices estabilidade e nstabilidade aos quais estavam submetidos, sendo posteriormente realizada a

    álgebra de mapas entre essas temáticas para definição do risco à perda de solo da bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas. Para a análise espacial que permitisse uma definição exata das porções do território onde a adoção de um cenário planejado diminuiria o risco, utilizou-se a álgebra de mapas, definindo-se uma equação empírica que compara ambos cenários e identifica em que porções do espaço ocorrem as menores propensões ao risco. A análise dos aspectos permitiu inferir que na bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas, para o cenário atual, há predominância de níveis moderados de risco, enquanto que para o potencial ocorre predominância de níveis medianos, com equilíbrio entre a estabilidade e a instabilidade. Na comparação dos cenários atual e potencial, o atual, em maior proporção, torna o ambiente mais instável e logo propenso a maiores perdas de solo por processos erosivos que o potencial, ocorrendo algumas áreas onde a sua manutenção resultaria em níveis mais estáveis de perda de solo.

  • IVANHOE SOARES BEZERRA
  • ANÁLISE DE RISCOS À PERDA DE SOLO PARA CENÁRIOS DE USO E OCUPAÇÃO ATUAL E POTENCIAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ABIAÍ-PAPOCAS
  • Data: 27/03/2013
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas é considerada essencial, pois nela se inserem os principais mananciais para o reforço ao abastecimento da Região Metropolitana de João Pessoa – Paraíba. Os elementos determinantes para que essa venha cumprir seu papel como fonte hídrica são a manutenção da capacidade de produção hídrica e a manutenção da qualidade das águas, sendo a análise do risco à perda de solo um estudo que a caracteriza fisicamente e indica áreas instáveis ou estáveis. A bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas possui área de 462,36km² e localiza-se entre os paralelos 7°32’S e 7°18’S e os meridianos 36’08’O e 34’48’O, na interface entre a Zona da Mata paraibana e pernambucana. A análise do risco à perda de solo se pauta no conceito de unidade de paisagem que agrupa um determinado espaço ambiental com suas características físicas, os eventos e interações que neste ocorrem. É essencial em seu estudo o conhecimento da gênese, constituição física, forma e estágio de evolução e cobertura vegetal. O resultado das diversas interações então é representado em forma de imagens. Na avaliação do risco à perda de solo para a bacia hidrográfica Abiaí-Papocas construíram-se cenários que consideraram a situação atual, bem como uma situação potencial ou planejada, mapeando os temas geologia, geomorfologia, pedologia, clima e uso e ocupação do solo atual e potencial, aos quais se associam valores. A média aritmética relaciona a propensão a uma escala de risco à perda de solo que varia conforme a categoria morfodinâmica. Em ambiente SIG (Sistema de Informações Geográficas), para cada aspecto das unidades territoriais básicas, foram definidos os índices estabilidade e nstabilidade aos quais estavam submetidos, sendo posteriormente realizada a

    álgebra de mapas entre essas temáticas para definição do risco à perda de solo da bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas. Para a análise espacial que permitisse uma definição exata das porções do território onde a adoção de um cenário planejado diminuiria o risco, utilizou-se a álgebra de mapas, definindo-se uma equação empírica que compara ambos cenários e identifica em que porções do espaço ocorrem as menores propensões ao risco. A análise dos aspectos permitiu inferir que na bacia hidrográfica do Abiaí-Papocas, para o cenário atual, há predominância de níveis moderados de risco, enquanto que para o potencial ocorre predominância de níveis medianos, com equilíbrio entre a estabilidade e a instabilidade. Na comparação dos cenários atual e potencial, o atual, em maior proporção, torna o ambiente mais instável e logo propenso a maiores perdas de solo por processos erosivos que o potencial, ocorrendo algumas áreas onde a sua manutenção resultaria em níveis mais estáveis de perda de solo.

  • HEBERT HENRIQUE SOUZA LIMA
  • Tratamento Físico-Químico da Vinhaça com uso de Carvão Ativado Obtido do Bagaço da Cana de Açúcar
  • Data: 27/03/2013
  • Hora: 09:20
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As indústrias sucroalcooleiras se caracterizam por grande demanda de água e geram volumes proporcionais de resíduos a serem descartados. No processo produtivo do etanol, a vinhaça surge como um efluente, ou seja, para cada litro de etanol produzido são gerados 15 litros de vinhaça, sendo caracterizada como um efluente de elevado poder poluente, cerca de cem vezes maior que o do esgoto doméstico. Seu potencial poluidor decorre da sua riqueza em matéria orgânica, baixo pH, elevada corrosividade e altos valores de Demanda Química de Oxigênio (DQO). Este trabalho teve como objetivo caracterizar a vinhaça in natura e avaliar a utilização de diversos coagulantes como FeCl3, Al2SO4 e CaO, com o intuito de tratar preliminarmente a vinhaça. Após o processo de coagulação/ floculação, analisado em função da concentração dos coagulantes, foi realizado o tratamento com carvão ativado produzido a partir do bagaço de cana, sendo determinada a estrutura porosa do carvão e adsorção de N2(g). A eficiência do tratamento foi quantificado em termos de remoção de DQO, DBO5, sólidos totais, cor e turbidez. Os resultados experimentais mostraram que o processo de coagulação/ floculação com concentração de coagulante de 10 g.L-1 removeu uma quantidade significativa de carga orgânica, cor e turbidez. A etapa subsequente com o tratamento do carvão ativado completou satisfatoriamente a purificação da vinhaça, gerando eficiência de remoção superior a 90% para a DQO e 99% para cor e turbidez.

  • FABIANA DA SILVA
  • APLICAÇÃO DO MODELO PRESSÃO-ESTADO-RESPOSTA (PER) EM ÁREA SUSCEPTÍVEL À CONTAMINAÇÃO COM RESÍDUOS DE ÓLEOS LUBRIFICANTES
  • Data: 27/03/2013
  • Hora: 08:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A preocupação com impactos ambientais envolvendo derivados do petróleo, a exemplo dos lubrificantes, é um fato na atualidade. Os lubrificantes automotivos sofrem deterioração devido ao seu uso, o que modifica sua composição e propriedades, passando a ser denominado: óleo lubrificante usado ou contaminado – OLUC. Este resíduo oleoso é considerado um perigoso contaminante dos ecossistemas naturais quando descartado de forma indevida. Assim, este trabalho realizou, no Distrito Mecânico da cidade João Pessoa/PB, um estudo sobre o gerenciamento do OLUC, desde a geração até a sua disposição final, bem como avaliou os aspectos ambientais da área face à disposição destes resíduos. Os dados coletados foram classificados com base no conceituado modelo PER – pressão-estado-resposta. Concluiu-se que os procedimentos formais de coleta do OLUC não estão sendo realizados conforme estabelece a Resolução do CONAMA nº 362/2005, os estabelecimentos carecem de medidas preventivas de derramamento de OLUC, entre outros. A construção de um quadro baseado no modelo PER pode ser considerada um ponto de partida para elaboração de projetos que visem melhorias locais, ajudar a esclarecer e identificar as causas de problemas ambientais com o OLUC e contribuir para sustentabilidade da área local e remotas que estejam sob a influência das atividades antrópicas praticadas no Distrito Mecânico.
  • EUDES DE OLIVEIRA BOMFIM
  • Sustentabilidade Hidroambiental de Áreas de Captações de Nascentes na Bacia Hidrográfica do Rio Gramame/PB
  • Data: 25/03/2013
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este estudo objetivou determinar o nível da sustentabilidade hidroambiental de áreas circunvizinhas às captações de nascentes situadas na bacia hidrográfica do rio Gramame, município de Pedras de Fogo/PB. Para tanto, foi necessário elaborar o diagnóstico ambiental da área de estudo (entorno das nascentes); apresentar um sistema de avaliação da sustentabilidade para essas áreas de captações; determinar o índice e analisar a sustentabilidade hidroambiental das áreas pesquisadas. Foram escolhidas quatro nascentes para o desenvolvimento desta pesquisa: Cacimba da Rosa e Cabelão, na zona periurbana; Nova Aurora e Fazendinha, na zona rural. A metodologia utilizada para obtenção do índice de sustentabilidade foi baseada nos trabalhos de Calório (1997) e Daniel (2000). Utilizou-se o gráfico tipo radar, pelo qual foi possível comparar de forma dinâmica todas as variáveis pesquisadas. Assim, considerou-se quanto maior a área do triângulo formado no gráfico, maior a sustentabilidade do indicador. A base de dados foi composta por pesquisas de campo, análises experimentais, informações do projeto Restauração de nascentes do rio Gramame/PB, executado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), além dos dados disponibilizados por setores censitários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Diante disso, elaborou-se um quadro de indicadores para avaliação da sustentabilidade hidroambiental das áreas estudadas. Compõem esse quadro vinte indicadores, distribuídos em quatro dimensões: social, econômica, ambiental e institucional. Foram atribuídos pesos de 0 a 1 aos resultados obtidos para cada indicador. Esse sistema de tratamento de dados foi desenvolvido através de uma planilha eletrônica capaz de receber os dados e processá-los automaticamente, convertendo-os em índices. Os índices finais revelaram que a área em torno da nascente Nova Aurora obteve os melhores desempenhos de seus indicadores. A metodologia aplicada neste estudo se destacou tanto pela facilidade de uso, quanto pela clareza na representação dos resultados e pela mensuração da condição de sustentabilidade das áreas. O sistema de indicadores utilizado neste estudo deve embasar as tomadas de decisões para melhorar a sustentabilidade hidroambiental das nascentes e ser reaplicado para acompanhamento do desempenho dos indicadores e seus índices.
  • ALEXANDRE FERREIRA DA SILVA
  • AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES HIDROMORFOLÓGICAS DO RIACHO GUARAÍRA - PB PELO MÉTODO BÁVARO
  • Data: 20/03/2013
  • Hora: 14:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como objetivo a avaliação hidromorfológica do riacho Guaraíra, através do método Bávaro. A bacia hidrográfica do riacho está localizada dentro da bacia hidrográfica do Gramame, porção sul do Estado da Paraíba. Para tanto, o riacho foi divido em 47 trechos de 100 metros. Durante o período de levantamento das características do riacho foi possível observar o nível de modificação antrópica ao longo de seu percurso. Esses levantamentos levaram em consideração as dinâmicas do rio e da várzea e com a junção das dinâmicas se obtém o grau de modificação que varia de 1 (inalterado) a 7 (completamente alterado), a partir da utilização do método Bávaro. O riacho Guaraíra possui 81% do seu percurso inalterado, apesar de estar em uma bacia hidrográfica com 33,63% de sua área modificada pelas culturas da cana de açúcar e do abacaxi. Os 19% de alteração foram devido, a obras de engenharia e, como já citado anteriormente, a cana de açúcar também influenciou nessa alteração do estado natural. Com o método, fica claro que investimentos para restauração de locais antropizados são mais eficazes, devido à divisão do riacho em trechos. Dessa forma, economizam-se recursos financeiros e tempo agindo no cerne dos problemas. 

2012
Descrição
  • JOSE AGNALDO PEREIRA MOTA JUNIOR
  • Diagnóstico Ambiental de Cemitérios-Estudo de caso São Luís do maranhão
  • Data: 21/12/2012
  • Hora: 16:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Essa pesquisa tem como tema os impactos ambientais gerados pelos cemiterios com um estudo de caso de Sao Luis do Maranhao, em seus onze estabelecimentos. O objetivo e analisar os impactos ambientais gerados pelos cemiterios do municipio de Sao Luis, observando as implicacoes oriundas da contaminacao do solo, ar e aguas subterraneas, para formar um banco de dados atualizados para futuras pesquisas sobre os impactos ambientais gerados pelos cemiterios. Atraves de um panorama historico a pesquisa aborda desde a passagem dos enterros nos interiores das igrejas, passando pelo surgimento dos primeiros cemiterios ate a atualidade. Ha uma analise sobre os cemiterios existentes em Sao Luis e as sua adequacao a legislacao vigente, em especial a norma CETESB e as Resolucoes CONAMA, concluindo com uma proposta de alternativa menos impactante para a disposicao final de residuos solidos dos restos mortais humanos. Palavras
  • ROMILDO TOSCANO DE BRITO NETO
  • AVALIAÇÃO DA DISPONIBILIDADE DE ÁGUA EM AQUÍFEROS POR MEIO DE ANÁLISES ESPAÇO-TEMPORAIS
  • Data: 21/12/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O crescimento da exploração de águas subterrâneas para suprir demandas de abastecimento, agricultura e indústria faz com que a extração frequentemente exceda a recarga natural, resultando num declínio de seu volume, deterioração do solo e qualidade da água. O objetivo geral deste trabalho é avaliar a disponibilidade de água na porção do aquífero Ogallala contido no Estado do Texas (EUA), onde a explotação tem alcançado níveis acima dos valores de recarga. Para isto, inicialmente, foram utilizados dados de nível da água de poços com uma série de 53 anos (1960 a 2012), criando-se 53 superfícies por cada método de interpolação espacial (krigagem e spline). Em seguida, foi realizada uma comparação entre as técnicas de interpolação pelos métodos leave-one-out e holdout de validação cruzada, além de verificar as diferenças nas estimativas do volume total do aquífero. Os dois métodos de interpolação produziram resultados semelhantes e desempenhos satisfatórios; entretanto, recomenda-se o spline para processar múltiplas superfícies de nível da água de modo automatizado e a krigagem para quando se demandar maior acurácia dos resultados. De posse das superfícies de nível da água, foi estimada a camada saturada do aquífero e o volume pixel a pixel, para toda a série histórica, o que permitiu a partir dos resultados espaciais, realizar análises temporais. Em paralelo, foi selecionado um conjunto de 492 séries temporais de variação do nível da água para se analisar tendências (teste de Mann-Kendall) e agrupá-las por meio de análise de cluster (método hierárquico e k-means). A partir destas análises temporais, foi verificada a distribuição espacial dos resultados, constatando que o grupo de clusters com a maior tendência de decrescimento converge com áreas críticas identificadas. Além disso, foi verificada a influência de áreas cultivadas na variação do nível da água, mostrando que existe uma forte relação entre os dois fenômenos. Por fim, os resultados mostram que houve uma redução de 33,9% do volume total em 53 anos, 74,39% das séries analisadas indicaram tendência decrescente e observou-se que o nível da camada saturada vem reduzindo gradativamente.
  • FRANKLIN MENDONÇA LINHARES
  • VULNERABILIDADE INTRÍNSECA E RISCO DE CONTAMINAÇÃO DO QUÍFERO LIVRE DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO GRAMAME-PB
  • Data: 18/12/2012
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O mapeamento de vulnerabilidade e a análise de risco de contaminação das águas subterrâneas são fundamentais para a orientação dos planos de gerenciamento de bacias hidrográficas. Atualmente, novos critérios de enquadramento das águas subterrâneas são exigidos pela Resolução do CONAMA Nº 396/2008 e justificam a o presente estudo. O mapeamento da vulnerabilidade do aquífero livre foi da realizado na bacia hidrográfica do rio Gramame. Para a construção do mapa de vulnerabilidade, foi utilizado o método DRASTIC, acrônimo dos fatores a serem analisados: Depth to the water table, Net Recharge, Aquifer media, Soil media, Topography, Impact of the unsaturate zone, Hydraulic Condutivity. Já para o mapeamento do risco à poluição foi utilizado o DRASTIC modificado, onde são consideradas (também) as características de uso e cobertura do solo. Cada fator do DRASTIC é construído de forma dinâmica, como uma camada, no Sistema de Informação Geográfica (SIG) a partir de características do meio que são especializadas e, na fase final, integrada para gerar o mapa de vulnerabilidade. A análise preliminar de risco é feita pela sobreposição do mapa de vulnerabilidade como os mapas de cobertura do solo e uso do solo da bacia hidrográfica do rio gramame. Gerou-se com essas informações um banco de dados necessário à confecção dos mapas de vulnerabilidade intrínseca e de risco de contaminação. Os dados dos níveis estáticos dos 27 poços foram coletados mensalmente durante um ano hidrológico (2010/2011), o que permitiu dividi-los em dois períodos: chuvoso e estiagem. Com essa determinação foi possível realizar uma analise comparativa entre os mapas de vulnerabilidade para estes dois períodos distintos. Identificou-se nesta pesquisa que, no período chuvoso, a vulnerabilidade é maior que no período de estiagem. O resultado do mapa de vulnerabilidade intrínseca no período chuvoso revelou que a região central e sudoeste, onde está localizada a cidade de Pedras de Fogo, apresenta vulnerabilidade alta. O mapa de risco de contaminação identificou essas mesmas regiões como de áreas risco muito alto, devido à ação antrópica. Esses dados podem ser usados para delimitar e direcionar recursos para as áreas que necessitem de proteção, bem como subsidiar a gestão municipal e Estadual na tomada de decisões quanto ao uso do solo, elaboração de ações e medidas que assegurem a qualidade ambiental das águas subterrâneas da bacia hidrográfica do rio Gramame.
  • GARDENIA AZEVEDO SILVA
  • ESTIMATIVA DA GERAÇÃO DE BIOGÁS NO ATERRO SANITÁRIO METROPOLITANO DE JOÃO PESSOA ATRAVÉS DO TESTE BMP.
  • Data: 14/12/2012
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O estudo da conversão biológica com fins energéticos em aterros de resíduos sólidos urbanos representa um grande avanço para a sociedade, sendo considerada de extrema importância ambiental e econômica. Diante dessa ostentação foi realizado um estudo no aterro sanitário metropolitano de João Pessoa, visando estimar a produção de biogás e do seu principal componente, o metano. Por não existir um protocolo oficial do Teste do Potencial Bioquímico de Metano (Teste BMP) para a previsão dos gases gerados, foram realizadas pesquisas bibliográficas e adaptada uma metodologia fundamentada nas caracterizações e monitoramentos dos principais fatores envolvidos no processo de degradação. As etapas do trabalho foram as seguintes: caracterização gravimétrica dos resíduos, caracterização físico-química e aclimatação do inóculo e o Teste BMP, o qual inclui a inoculação dos meios de reação, o monitoramento do volume de biogás produzido, o controle quantitativo e qualitativo da geração dos gases que compõem o biogás e consequentemente a estimativa de geração do biogás no aterro. Os resultados mostraram que a caracterização gravimétrica dos resíduos sólidos urbanos, a qual utilizou o método francês MODECOM, trouxe definições de dados mais precisos, dando confiabilidade à composição dos resíduos. A metodologia proposta para o teste BMP mostrou-se eficiente na obtenção dos resultados, pois produziu no resíduo biodegradável um volume acumulado de biogás de 282,66 NL.kg-1MS em 90 dias, condizente com a bibliografia, possibilitando uma produção favorável de biogás no aterro sanitário metropolitano de João Pessoa. Por ter sido considerado uma excelente ferramenta experimental para determinação do potencial de geração de biogás nos RSU, o teste BMP, viabiliza a elaboração para um procedimento oficial.
  • JOSE ARIOSVALDO DOS ANJOS AGUIAR
  • A Participação Social no Processo de Planejamento Urbano: Um Estudo sobre o Plano Diretor Participativo do Município de Santa Rita – PB
  • Data: 12/12/2012
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As novas regras da política urbana do país, estabelecidas a partir da Constituição de 1988 e regulamentadas pelo Estatuto da Cidade (2001), tornaram obrigatória a participação da sociedade civil no processo de elaboração de planos diretores municipais, que passaram a ser o instrumento básico da política nacional de desenvolvimento urbano. Este trabalho tem como objetivo analisar em que nível se deu a participação da sociedade civil, em especial dos segmentos sociais populares, nos espaços de diálogo estabelecidos no processo de elaboração do Plano Diretor Participativo de Santa Rita - PB, bem como avaliar em que medida as propostas apresentadas foram incorporadas na Lei do referido Plano. Para avaliar a participação social nas diversas etapas de elaboração do Plano Diretor, adotou-se estudos sobre níveis de participação social, relacionados ao grau de empoderamento e poder de decisão dos segmentos sociais, na sua relação com o setor público. No desenvolvimento da pesquisa, optou-se por uma abordagem quantitativa e qualitativa, a partir de registros documentais e entrevistas, utilizando-se também a técnica da análise de conteúdo. Como resultado, verificou-se que, nas várias fases do processo de elaboração do Plano Diretor Participativo de Santa Rita, a participação social se deu em vários níveis, que vão desde situações de não-participação a momentos em que ocorreu algum nível de participação dos segmentos sociais populares. Isso demonstra que há um longo caminho a ser percorrido pelas organizações sociais locais, para se ter uma participação mais efetiva nos processos de tomadas de decisão relativas ao planejamento e gestão de políticas urbanas, no município de Santa Rita, na perspectiva de uma participação cidadã, num exercício democrático efetivo de uma sociedade de direitos, na construção de uma cidade mais justa e democrática, uma cidade de todos.
  • RICARDO FRANKLIN CAVALCANTI SOBRAL
  • Viabilidade econômica de usina de reciclagem de resíduos da construção civil: estudo de caso da USIBEN – João Pessoa-PB
  • Data: 04/12/2012
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A indústria da construção civil é o setor produtivo que mais gera resíduos sólidos. O reaproveitamento dos resíduos oriundos da construção e demolição pela própria indústria da construção civil provoca, direta e indiretamente, a redução do uso de recursos naturais não renováveis, da geração de novos resíduos sólidos, do desperdício de materiais construtivos, do próprio consumo de energia elétrica, além de contribuir para a redução considerável do impacto ambiental, comumente decorrente da deposição irregular destes materiais no solo urbano. Dentro destes princípios e em decorrência da Resolução Nº. 307 do CONAMA, a Prefeitura Municipal de João Pessoa – PMJP, capital do estado da Paraíba, instituiu o Sistema de Gestão Sustentável de Resíduos da Construção Civil e Demolição e o Plano Integrado de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil, através da Lei Municipal No. 11.176/2007, possibilitando a implantação da Usina de Beneficiamento de Resíduos da Construção Civil - USIBEN, no ano de 2007, com capacidade para processar até 20 toneladas/hora de resíduo. Todo agregado reciclado produzido pela USIBEN é utilizado pela própria Prefeitura Municipal, mantenedora da USIBEN. Neste trabalho foram desenvolvidos estudos mais detalhados do processo produtivo da Usina, buscando avaliar o empreendimento quanto a sua viabilidade financeira. Foram empregados vários métodos de análise econômica, utilizando, para tanto, dados obtidos diretamente junto à Usina e à EMLUR/PMJP. Foi possível encontrar o custo de produção do agregado reciclado, que ficou, no ano de 2008, em R$ 17,39 (dezessete reais e trinta e nove centavos) por m3, sendo este também denominado de ponto de lucro. O Valor Presente Líquido - VPL encontrado, considerando um horizonte de planejamento de 20 anos, foi de R$ 1.292.424,77 (hum milhão duzentos e noventa e dois mil quatrocentos e vinte e quatro reais e setenta e sete centavos), sendo um método considerado eficiente no cálculo de viabilidade econômica de empreendimentos desta natureza. Nesta mesma situação, o Tempo de Retorno do Capital empregado ficou em 3,24 anos, considerando, no cálculo, o Valor Presente Líquido do período projetado. O Índice Benefício/Custo - IBC encontrado ficou em 2,61 enquanto que a Taxa Interna de Retorno - TIR foi calculada em 26,24 %, tudo isto considerando um cenário onde foi desprezada a contribuição, na receita bruta, dos custos referentes ao transporte do volume de resíduos recebidos pela Usina. Em um segundo cenário, foi levada em consideração a contribuição, à Receita Bruta, do valor estimado dos custos evitados de transporte de todo o volume recebido de RCC pela Usina, sendo, neste caso, os índices econômicos ainda mais animadores, comprovando a viabilidade econômica do empreendimento também nesta segunda simulação. Este estudo serve como elemento norteador ao Administrador Público nas tomadas de decisão em assuntos diretamente ligados à USIBEN e, por conseguinte, à própria gestão dos resíduos da construção na cidade de João Pessoa.
  • PATRÍCIA GIGLIOLA DE QUEIROGA RESSA
  • Quatro Décadas de grandes expansões planejadas na Capital Paraibana – 1913-1953
  • Data: 28/09/2012
  • Hora: 15:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esta dissertação mostra (a) como as expansões planejadas com 50 ou mais hectares contribuíram para o crescimento físico da capital paraibana entre 1913 e 1953 e (b) que foram elas a origem da maior parte do tecido urbano ou suburbano agregado à cidade nesse período. Ela analisa com profundidade essas ampliações, tratando as-pectos como traços geográficos do sítio planejado, características do traçado e seu nível de integração com os tecidos adjacentes. Tal estudo não havia sido feito ainda e é essencial para a história urbanística de João Pessoa. O alicerce teórico da disserta-ção é o exame que ela fez de mais de vinte grandes expansões projetadas na Europa e nas Américas até 1910. O método adotado para a realização da parte mais relevante do estudo das expansões foi a análise morfológica dos seus planos. Sete grandes am-pliações agregaram 770 hectares à cidade entre 1913 e 1953, o que é mais da metade da expansão total dela nesse intervalo. Dois planos de expansão não se concre-tizaram, exatamente os concebidos por dois urbanistas respeitados: Saturnino de Brito e Nestor de Figueiredo.
  • JOSE RODRIGO VIANA MONTEIRO
  • INFLUÊNCIA DA ENVOLTÓRIA VERTICAL OPACA DE EDIFICAÇÕES NAS TEMPERATURAS INTERNAS DO AR
  • Data: 28/09/2012
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • KATIA CRISTINA DO VALE
  • Avaliação Pós-Ocupação do Conjunto Residencial Gervásio Maia – PB
  • Data: 27/09/2012
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O direito à moradia não se restringe apenas à posse de uma unidade habitacional, compreende também o direito à qualidade de vida, traduzida no acesso ao lazer e à cultura, à infraestrutura urbana, aos bens e serviços, à segurança, à saúde, à educação e ao trabalho. Nesse contexto, o Conjunto Gervásio Maia, localizado na região sudoeste do município de João Pessoa na Paraíba, foi escolhido como objeto de estudo por inserir-se no programa governamental de erradicação do déficit habitacional do país. O conjunto abriga famílias de baixa renda cadastradas no programa de auxilio à moradia da Prefeitura Municipal de João Pessoa. O trabalho consiste na avaliação pós-ocupação (APO) do referido conjunto, tendo como objetivo caracterizar o acesso dessa população ao lazer e à cultura, à infraestrutura urbana, aos bens e serviços, à segurança, à saúde, à educação e ao trabalho, através de pesquisa documental, visitas in loco e aplicação de questionários. Os questionários foram aplicados no local, com usuários de 100 unidades habitacionais, distribuídas aleatoriamente em todo o conjunto. A pesquisa documental e as visitas in loco foram aplicadas a todo o conjunto. Como principais resultados destacam-se: a) elevado repasse de casas dos beneficiados a terceiros; b) baixa segurança - percebida através da predominância de muros altos e colocação de grades de proteção; d) mobilidade reduzida devida à baixa oferta de transporte público e ao custo das passagens, variável que afeta o acesso ao lazer e à cultura (inexistente no local), bem como ao trabalho, bens e serviços; e) iluminação pública precária e inexistência do serviço de correio.
  • ANA CAROLINE AIRES V DO NASCIMENTO
  • A CONSTRUÇÃO DO INFORMAL: uma análise morfológica das favelas da cidade de João Pessoa
  • Data: 27/09/2012
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Esta dissertação identifica, caracteriza e classifica, em uma perspectiva urbanística, as favelas da cidade de João Pessoa, capital da Paraíba, através de um diagnóstico da situação desses aglomerados. Com o aumento de pessoas habitando nesse tipo de assentamento precário, é necessário estabelecer informações precisas que direcionem as políticas públicas de melhoramento urbano. Para tanto, este trabalho constrói um panorama histórico do processo de formação e crescimento das favelas da cidade, desde o século XIX, e investiga como esse fenômeno contribuiu para a expansão do tecido urbano municipal. O objeto de estudo está conceituado de acordo com os critérios de posse de terra, urbanização, infraestrutura e habitação, tendo, como características definidoras, a ilegalidade fundiária, a configuração orgânica, a ausência de pelo menos um dos serviços públicos básicos e a precariedade das habitações. O método utilizado parte da análise comparativa de elementos textuais (livros, revistas, jornais) e gráficos (mapas, plantas, fotografias), pressupondo que as favelas são constituídas a partir de uma lógica, não sendo produto natural do meio. O resultado desse exercício são fichas com a denominação de cada favela, sua localização, sua área, o número de seus domicílios e ocupantes, seu tempo de vida, sua situação fundiária, a tipologia de suas construções, sua infraestrutura existente, seu condicionante ambiental e seu zoneamento de uso do solo. Finaliza com duas classificações gerais, levando em consideração a configuração geográfica e urbanística de cada favela, destacando aquelas localizadas em zona de preservação ambiental.
  • Paula Karenina de Macêdo Machado Freire
  • “O uso da transformada WAVELET na previsão de vazão”
  • Data: 17/08/2012
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • O sistema energético brasileiro é fortemente baseado na energia hidroelétrica, a qual é altamente dependente da disponibilidade hídrica das bacias hidrográficas. A fim de minimizar os riscos de falha que afetam o aporte de água aos mananciais, esse sistema é interligado, pois, nas épocas secas, tem-se um menor volume armazenado nos reservatórios, o que leva a uma menor produção de energia, e antes das épocas de cheias, para atender ao uso múltiplo dos recursos hídricos, deve-se deixar um volume operacional no reservatório, o que também diminui o seu nível de água e tem impactos na geração de energia. Para efetuar o controle de cheias, o setor elétrico prevê a disponibilidade de um volume de espera nos reservatórios, capazes de absorver parcelas das afluências, para evitar, com um risco prefixado, que sejam causados danos a jusante. É nesse cenário que surge o problema destacado no presente trabalho, a previsão da vazão afluente a um reservatório, a fim de se ter uma alocação criteriosa desses espaços vazios nos reservatórios para o controle de cheias. Diante do exposto, o objetivo geral deste trabalho é analisar o uso da transformada wavelet para realizar previsões das vazões diárias afluentes ao reservatório de Sobradinho – BA com sete dias de antecedência, por meio de um sistema híbrido wavelet-RNA, sendo os objetivos específicos: (a) eliminar os ruídos presentes nas séries históricas de vazão através da análise wavelet; (b) definir o nível ótimo de decomposição dos sinais; (c) determinar a wavelet-mãe adequada para este tipo de previsão com RNAs; e (d) realizar simulações com o sistema híbrido wavelet-RNA proposto e comparar os resultados com as previsões realizadas sem a aplicação da transformada wavelet. Utilizou-se dados de médias diárias de vazões naturais do período de janeiro de 1931 a dezembro de 2010. Diante dos resultados apresentados, observa-se que o sistema híbrido wavelet-RNA proposto obteve resultados melhores de previsão para sete dias de antecedência que o sistema utilizando a RNA com os dados brutos, sendo a aproximação A3 da waveletmãe Meyer Discreta a que obteve o melhor resultado na validação (R2 = 0,9977; Nash = 0,9954 e RMS = 96,4523 m³/s), enquanto que a previsão utilizando os dados brutos forneceu os seguintes resultados: R2 = 0,9481; Nash = 0,8971 e RMS = 456,7712 m³/s; i.e., o RMS diminuiu quase 80%, enquanto que os coeficientes R2 e Nash tiveram um aumento maior que 5% e 10%, respectivamente, em relação às previsões com os dados brutos.
  • Paula Karenina de Macêdo Machado Freire
  • “O uso da transformada WAVELET na previsão de vazão”
  • Data: 17/08/2012
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O sistema energético brasileiro é fortemente baseado na energia hidroelétrica, a qual é altamente dependente da disponibilidade hídrica das bacias hidrográficas. A fim de minimizar os riscos de falha que afetam o aporte de água aos mananciais, esse sistema é interligado, pois, nas épocas secas, tem-se um menor volume armazenado nos reservatórios, o que leva a uma menor produção de energia, e antes das épocas de cheias, para atender ao uso múltiplo dos recursos hídricos, deve-se deixar um volume operacional no reservatório, o que também diminui o seu nível de água e tem impactos na geração de energia. Para efetuar o controle de cheias, o setor elétrico prevê a disponibilidade de um volume de espera nos reservatórios, capazes de absorver parcelas das afluências, para evitar, com um risco prefixado, que sejam causados danos a jusante. É nesse cenário que surge o problema destacado no presente trabalho, a previsão da vazão afluente a um reservatório, a fim de se ter uma alocação criteriosa desses espaços vazios nos reservatórios para o controle de cheias. Diante do exposto, o objetivo geral deste trabalho é analisar o uso da transformada wavelet para realizar previsões das vazões diárias afluentes ao reservatório de Sobradinho – BA com sete dias de antecedência, por meio de um sistema híbrido wavelet-RNA, sendo os objetivos específicos: (a) eliminar os ruídos presentes nas séries históricas de vazão através da análise wavelet; (b) definir o nível ótimo de decomposição dos sinais; (c) determinar a wavelet-mãe adequada para este tipo de previsão com RNAs; e (d) realizar simulações com o sistema híbrido wavelet-RNA proposto e comparar os resultados com as previsões realizadas sem a aplicação da transformada wavelet. Utilizou-se dados de médias diárias de vazões naturais do período de janeiro de 1931 a dezembro de 2010. Diante dos resultados apresentados, observa-se que o sistema híbrido wavelet-RNA proposto obteve resultados melhores de previsão para sete dias de antecedência que o sistema utilizando a RNA com os dados brutos, sendo a aproximação A3 da waveletmãe Meyer Discreta a que obteve o melhor resultado na validação (R2 = 0,9977; Nash = 0,9954 e RMS = 96,4523 m³/s), enquanto que a previsão utilizando os dados brutos forneceu os seguintes resultados: R2 = 0,9481; Nash = 0,8971 e RMS = 456,7712 m³/s; i.e., o RMS diminuiu quase 80%, enquanto que os coeficientes R2 e Nash tiveram um aumento maior que 5% e 10%, respectivamente, em relação às previsões com os dados brutos.
  • CELIA MEDEIROS MARQUES
  • Proposição de sistema de aproveitamento de água de chuva para o Campus Campina Grande do IFPB: estudo da viabilidade econômica
  • Data: 19/06/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A expectativa de escassez de água potável para os próximos anos tem sido fator motivador de busca de alternativas para suprir a demanda das futuras gerações,promover o uso racional da água e reduzir o seu desperdício. Visto que a água está diretamente ligada à manutenção e qualidade de vida da população,comprometendo também, toda espécie de vida no nosso planeta, é imperativo que toda a sociedade civil, empresarial, industrial, como também o Governo e suas Instituições Públicas, busquem mecanismos para preservá-la. O tema deste trabalho foi propor um sistema de aproveitamento de água de chuva para o Campus Campina Grande do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB e analisar a viabilidade econômica de sua implantação. O objetivo geral foi avaliar a possibilidade do aproveitamento de águas de chuva para uso não potável em descargas de vasos sanitários, lavagens de veículos e rega de jardins, como mecanismo sustentável de uso racional da água a fim de minimizar o desperdício de água potável, reduzir os custos de água comprada pela instituição e cumprir com os critérios de sustentabilidade exigidos pela Instrução Normativa n° 01/2010 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão - MPOG. A abordagem metodológica escolhida e elaborada foi baseada nos parâmetros descritivos e exploratórios, com dados obtidos in loco através de registros fotográficos e documentais do referido campus do IFPB. Para desenvolver esse estudo foram coletados dados referentes à oferta de água de chuva na região, feito o levantamento do consumo anual de água no referido campus, bem como a estimativa das demandas de água não potável e o dimensionamento do reservatório de armazenamento. Em seguida, foi realizada a análise econômica do investimento por meio de ferramentas da matemática financeira, que apresentou para um reservatório de capacidade de 787 m³, custos de investimento de R$ 180.447,44, relação Benefício/Custo igual a 2,52, o Período de Retorno de Capital de 9,83 anos e Valor Presente Líquido de R$ 274.701,45. Dessa forma foi comprovada, a viabilidade econômica da implantação do sistema de aproveitamento de água de chuva, que mostrou ser atrativo, principalmente quando se requer grandes demandas de água para fins menos nobres, como é o caso. O sistema proposto permite obter um volume de água armazenada em reservatório proveniente das chuvas da região, que atende a uma demanda de 94 % do consumo não potável do referido campus, o que proporcionará uma economia significativa de água comprada mensalmente à Companhia de Água da Paraíba - CAGEPA.
  • WILLIAM VIEIRA FERNANDES
  • “Uso da bucha vegetal (Luffa cylindrica) como meio de crescimento bacteriano em filtro anaeróbio tratando esgoto doméstico”,
  • Orientador : GILSON BARBOSA ATHAYDE JUNIOR
  • Data: 18/06/2012
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  •  

    O afastamento em relação aos centros urbanos, em geral, é o maior responsável por
    inviabilizar economicamente a implantação de uma rede coletora de esgoto nas
    comunidades periurbanas. Sistemas simplificados e de alta relação benefício/custo
    podem se mostrar bastante vantajosos como solução sanitária. No Brasil, o filtro
    anaeróbio tem sido frequentemente utilizado em sequência ao tanque séptico para
    tratamento da fração solúvel do efluente, atendendo aos critérios técnicos e
    econômicos. A aplicação da Luffa cylindrica, ou bucha vegetal, como meio suporte
    em reatores anaeróbios, em especial nos biofiltros, ainda necessita de maior
    investigação. O objetivo deste estudo é analisar a viabilidade técnica da utilização
    deste material em filtros anaeróbios como uma alternativa de baixo custo para o
    tratamento de efluentes domésticos. Foi construído um sistema composto por
    tanque séptico, caixa separadora de vazão e três filtros anaeróbios em paralelo, no
    Campus I da UFPB. O filtro F1 foi preenchido com bucha vegetal, o F2 com aparas
    de eletroduto e o F3 com brita. O monitoramento da vazão e de parâmetros físicoquímicos
    dos efluentes foi feito durante um ano. Foram obtidas eficiências na ordem
    de 37,5%, 36,2% e 52,1% na remoção de DBO5 e 44,4%, 34,4% e 40,0% na
    remoção de DQO para os filtros F1, F2 e F3, respectivamente. Não foi observada
    degradação apreciável na bucha vegetal. Pode-se concluir que o desempenho dos
    sistemas foi semelhante, demonstrando que a Luffa cylindrica pode ser utilizada
    como meio suporte alternativo em filtros anaeróbios.

    O afastamento em relação aos centros urbanos, em geral, é o maior responsável porinviabilizar economicamente a implantação de uma rede coletora de esgoto nascomunidades periurbanas. Sistemas simplificados e de alta relação benefício/custopodem se mostrar bastante vantajosos como solução sanitária. No Brasil, o filtroanaeróbio tem sido frequentemente utilizado em sequência ao tanque séptico paratratamento da fração solúvel do efluente, atendendo aos critérios técnicos eeconômicos. A aplicação da Luffa cylindrica, ou bucha vegetal, como meio suporteem reatores anaeróbios, em especial nos biofiltros, ainda necessita de maiorinvestigação. O objetivo deste estudo é analisar a viabilidade técnica da utilizaçãodeste material em filtros anaeróbios como uma alternativa de baixo custo para otratamento de efluentes domésticos. Foi construído um sistema composto portanque séptico, caixa separadora de vazão e três filtros anaeróbios em paralelo, noCampus I da UFPB. O filtro F1 foi preenchido com bucha vegetal, o F2 com aparasde eletroduto e o F3 com brita. O monitoramento da vazão e de parâmetros físicoquímicosdos efluentes foi feito durante um ano. Foram obtidas eficiências na ordemde 37,5%, 36,2% e 52,1% na remoção de DBO5 e 44,4%, 34,4% e 40,0% naremoção de DQO para os filtros F1, F2 e F3, respectivamente. Não foi observadadegradação apreciável na bucha vegetal. Pode-se concluir que o desempenho dossistemas foi semelhante, demonstrando que a Luffa cylindrica pode ser utilizadacomo meio suporte alternativo em filtros anaeróbios.

  • NATALIA CIBELY BEZERRA SANTANA
  • “Qualidade das águas de chuva em João Pessoa-PB: estudo comparativo com diversos padrões de qualidade para uso residencial”, defendido e aprovado no dia 18 de junho de 2012".
  • Data: 18/06/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O acelerado crescimento populacional em diversos países e a escassez dos recursos
    hídricos têm se tornado uma preocupação crescente em todo o mundo. De acordo com a
    ONU, a demanda de água cresce com velocidade duas vezes maior que o crescimento
    da população, desta forma haverá sérios problemas de disponibilidade hídrica em
    muitos países e que será um desafio para os governos assegurar um adequado
    abastecimento de água potável a toda população. Dentre as fontes alternativas para o
    abastecimento de água uma das mais promissoras é a captação de águas pluviais para
    aproveitamento, onde a água potável é substituída por uma água menos cara e mais
    acessível, preservando assim o seu uso onde não seria necessária a potabilidade. Assim,
    o objetivo desta pesquisa é de analisar a qualidade da água de chuva na cidade de João
    Pessoa, para fins de comparação com diversos padrões de qualidade conforme os usos
    da água em residências. No sistema de captação montado para o estudo foram coletadas
    amostras em 5 pontos do sistema, quais sejam: coleta direta da atmosfera, após
    escoamento sobre o telhado, nos dispositivos de descarte dos primeiros milímetros de
    precipitação, e em 2 reservatórios de acumulação. Os resultados mostraram que a
    qualidade da água pluvial em seu estado bruto e antes de entrar em contato com a
    superfície de captação é boa, compatível com os padrões estabelecidos pelas NBR’s Nº
    15.527/07 e Nº 13.969/97 (classes 1, 2 e 3), pela ANA/05 (classe 1) e pela Resolução
    CONAMA Nº 357/05 (classe 1 de água doce). Ao escoar pelo telhado a qualidade da
    água se deteriora devido ao acúmulo de impurezas, principalmente após um período de
    estiagem. Entretanto, verificou-se que promovendo tratamento simplificado à água de
    chuva, como a filtração simples ou o descarte das primeiras chuvas, a qualidade dela
    volta a ser satisfatória, podendo ser aproveitada para fins não potáveis, tais como
    descarga de vasos sanitários, lavagem de pisos e veículos, irrigação de jardins. Em
    relação à Portaria do Ministério da Saúde Nº 2.914/11, verificou-se o não atendimento
    apenas aos padrões de potabilidade estabelecidos para os coliformes totais e fecais, não
    devendo, portanto, a água ser utilizada com finalidades potáveis.

  • JULIANA CARVALHO CLEMENTE
  • VAZIOS URBANOS E IMÓVEIS SUBUTILIZADOS NO CENTRO HISTÓRICO TOMBADO DA CIDADE DE JOÃO PESSOA - PB
  • Orientador : JOSE AUGUSTO RIBEIRO DA SILVEIRA
  • Data: 04/06/2012
  • Hora: 15:20
  • Mostrar Resumo
  • Essa dissertação tem por objetivo identificar, quantificar e caracterizar os vazios urbanos e
    imóveis subutilizados presentes na área do Centro Histórico de João Pessoa, tombada pelo
    IPHAN. O objeto de pesquisa foi delimitado a partir do questionamento sobre a existência de
    um estoque imobiliário passível de reutilização na Poligonal de Tombamento rigorosa do IPHAN
    para o Centro de João Pessoa. Entende-se, aqui, o vazio urbano como o espaço (lote ou
    edifício) que não foi concebido como espaço livre público, localizado em área urbanizada, sem
    ocupação e/ou sem uso, e que, por sua improdutividade, tem uma “conotação negativa” no
    meio intraurbano, mas que traz consigo o caráter expectante, representando a possibilidade de
    transformação futura. O termo subutilizado figura no texto para definir aqueles imóveis que
    ainda têm uso e/ou ocupação, mesmo que parciais ou temporários, e onde se verifica um
    processo de desestabilização, deterioração ou ociosidade. A partir da distinção conceitual,
    foram traçadas categorias de análise (edificações não utilizadas, lotes não utilizados,
    edificações subutilizadas e lotes subutilizados) para a classificação e caracterização dos
    imóveis da Poligonal de Tombamento. Posteriormente, foi elaborado um banco de dados com
    as informações coletadas sobre os imóveis e procedeu-se o diagnóstico da área. De cada imóvel
    levantado, foram observados aspectos como dimensões, domínio, vacância, estado de
    conservação, uso e valores imobiliários.
    Foi necessário, também, estudar, brevemente, os processos de mudança de uso do solo nas
    áreas centrais, a relação desses processos com as intervenções nas áreas históricas e como isso
    contribuiu para a formação e a permanência dos vazios urbanos e imóveis subutilizados na área
    tombada. Por fim, foi feito um diagnóstico quantitativo e qualitativo da Poligonal de
    Tombamento, que foi subdividida em três setores de análise: setor I (Varadouro/Porto do
    Capim), Setor II (Setor de ligação/Rua da Areia) e setor III (Cidade Alta).

  • LEILA SOARES VIEGAS
  • “Blocos para execução de alvenaria de vedação empregando garrafas PET: avaliação mecânica e termo-acústica”
  • Data: 30/05/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A reciclagem e o reaproveitamento de materiais são vistos como as soluções mais
    evidentes em relação ao desenvolvimento sustentável. Um dos aspectos relevantes para
    este desenvolvimento refere-se à inserção da engenharia para conceber meios que
    propiciem a reutilização de materiais considerados como lixo, mas com grande potencial
    de aplicabilidade na própria indústria da construção civil, através da geração de produtos
    e tecnologias apropriadas que podem ser uma alternativa para a habitação de interesse
    social. Neste contexto, a presente pesquisa tem o objetivo de propor o uso de blocos
    incorporando garrafas PET para a execução de alvenarias de vedação que proporcionem
    isolamento termo-acústico visando seu emprego em habitações de interesse social. Para
    a execução dos blocos, as garrafas PET foram inseridas e centralizadas em formas de
    madeira de fácil confecção, que foram posteriormente preenchidas com argamassas.
    Foram executadas três paredes em alvenaria convencional com tijolos cerâmicos e três
    paredes com blocos em PET, para comparação dos desempenhos térmico, acústico e
    mecânico, variando-se o traço da argamassa. O ensaio térmico consistiu em se preparar
    painéis com altura de 1,20 m e largura de 1,00 m, instrumentados com cinco termopares
    em ambos os lados, medindo-se as temperaturas na superfície de incidência da fonte de
    calor e no lado oposto. Já o teste de comportamento acústico foi feito de duas maneiras
    distintas, uma mais simples e outra mais complexa, usando-se câmara reverberante,
    sempre colocando-se fonte sonora em um dos lados e medindo-se a pressão sonora
    após as ondas atravessarem as paredes já testadas termicamente. Para obtenção do
    desempenho mecânico os mesmos painéis foram ensaiados à compressão em
    laboratório de estruturas. As alvenarias executadas com blocos em PET apresentaram
    nos ensaios de desempenho térmico, comportamento semelhante aos obtidos nas
    alvenarias convencionais. Nos ensaios de avaliação acústica, as alvenarias executadas
    com blocos em PET apresentaram desempenho superior ao das alvenarias com os
    blocos cerâmicos. Já no que diz respeito ao desempenho mecânico, todas as três
    paredes com blocos PET chegaram a maior carga de ruptura que aquelas com blocos
    cerâmicos, portanto os blocos em PET podem ser usados como blocos de vedação. Seu
    processo de fabricação é simples e poderia ser aplicado por populações carentes
    organizadas, com apoio de alguma entidade, para produzirem esse elemento de
    construção, com a geração de emprego e renda.

  • GABRIELLE DE MELO RODRIGUES
  • Qualidade dos parques de vizinhança e parques de bairro: uma proposta de índices de avaliação.
  • Data: 30/04/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O presente trabalho visa avaliar a qualidade dos parques de vizinhança e parques de bairro através da obtenção de índices qualitativos, viabilizando diagnósticos que possam subsidiar ações de planejamento. Partindo do pressuposto de que as modalidades parques de vizinhança e parques de bairro pertencem ao sistema de áreas livres e verdes dentro da estrutura urbana e que a ausência de um padrão de avaliação qualitativa dificulta a pesquisa e análise de tais espaços, buscou-se definir os indicadores de qualidade necessários para composição da metodologia de avaliação técnica. Particularizado para as funções ecológica, urbanística, estética, social e de lazer, baseou-se a escolha dos atributos qualitativos em referências teóricas de vários autores que consideram a importância qualitativa dos elementos citados na metodologia de avaliação, bem como na participação de especialistas ligados à temática urbana, os quais auxiliaram no desenvolvimento e definição através do preenchimento de um questionário no qual puderam avaliar os elementos que são considerados imprescindíveis na composição dos parques de vizinhança e de bairro. O objeto de estudo são os parques de vizinhança e parques de bairro tendo em vista sua relativa padronização ou semelhança programática. Sendo assim, serão apresentados, na forma de índices de qualidade, os resultados obtidos através da aplicação desta metodologia. A unidade da paisagem escolhida para aplicação da metodologia foram os bairros da Madalena e da Torre, em Recife, no Estado de Pernambuco, Brasil, no ano de 2011. O levantamento amostral foi definido primeiramente pela relação que cada região político-administrativa (RPA) do Recife possui com o quantitativo de praças em área total (m²). Sendo a RPA 04 a região político-administrativa que possui a maior concentração de praças, em metros quadrados, foram selecionados através de sorteio, dois bairros localizados nesta RPA. A definição das unidades básicas de estudo foi considerada a partir da função como suporte de recreação e de convívio social e dos seguintes critérios: localização e dimensão, resultando a seleção de um parque de vizinhança no bairro da Madalena e um parque de bairro, na Torre. Assim, a adoção dessa metodologia para avaliação da qualidade dos parques de vizinhança e parques de bairro permitiu testar o grau de universalização e adequação dos parâmetros das avaliações. Os resultados mostraram que os níveis de qualidade obtidos através da aplicação da metodologia de avaliação técnica qualitativa foram compatíveis com a percepção de qualidade atribuída pela comunidade. Constatou-se que os sistemas de indicadores do índice de qualidade de parque de vizinhança (IQPV) e índice de qualidade de parque de bairro (IQPB) mostraram-se adequados e coerentes para mensurar os aspectos qualitativos, particularizados para as funções ecológica, urbanística, estética, social e de lazer, fornecendo desta maneira, subsídios válidos para o planejamento urbano e ambiental.
  • TASSIO BARRETO CUNHA
  • ANÁLISE INTEGRADA DE SALUBRIDADE AMBIENTAL E CONDIÇÕES DE MORADIA: APLICAÇÃO NO MUNICÍPIO DE ITAGUAÇU DA BAHIA
  • Data: 11/04/2012
  • Hora: 14:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A salubridade ambiental é um dos aspectos mais importantes para se alcançar qualidade de
    vida humana satisfatória. Está relacionada diretamente a serviços de saneamento ambiental,
    oferecidos normalmente pelo poder público, a uma adequada condição de moradia e a
    existência de adequadas políticas socioeconômicas e culturais. Dessa forma, o presente
    trabalho busca aglutinar aspectos concernentes à relação da salubridade ambiental de uma
    população com uma boa condição de moradia. É desenvolvida uma metodologia
    multiobjetivo para realizar a análise integrada das variáveis representativas da salubridade
    ambiental, aplicando-a na sede do município de Itaguaçu da Bahia e mais três povoados
    (Barreiros, Fazenda Almas e Rio Verde I). Incluem-se critérios para priorizar ações que
    possam melhorar o que se define como QAM - Qualidade do Ambiente e da Moradia. É
    utilizado o Indicador de Salubridade Ambiental – ISA proposto pelo Conselho Estadual de
    Saneamento do Estado de São Paulo – CONESAN (SÂO PAULO, 1999) e o Indicador de
    Condições de Moradia – ICM, desenvolvido por Silva (2006). A análise integrada dos
    resultados dos Índices de Salubridade Ambiental e de Condições de Moradia foi feita segundo
    a metodologia integradora em que se lança mão da representação bidimensional do campo das
    soluções possíveis dos indicadores envolvidos. O estado conjunto dessas variáveis é descrito à
    semelhança da metodologia para análise ambiental integrada de bacias hidrográficas utilizada
    pela UNESCO (1987). As quatro localidades analisadas apresentaram resultados similares no
    que diz respeito ao baixo estado de salubridade ambiental em que se encontravam, e
    coincidentemente, apresentaram déficit nos serviços ligados ao saneamento ambiental e a
    aspectos socioeconômicos. O ICM teve uma maior variação entre as localidades estudadas e
    os maiores índices prevaleceram nas localidades com maior Produto Interno Bruto - PIB per
    capita (Sede e Rio Verde), fator diretamente associado a uma adequada condição de moradia.
    No que diz respeito às ações propostas na análise integrada, melhorias nos serviços de
    saneamento e na estrutura das habitações foram as mais apontadas nas quatro localidades
    estudadas visando obter qualidade do ambiente e da moradia mais favorável.
    Palavras-chave – salubridade ambiental, condições de moradia, qualidade do ambiente e da
    moradia

    A salubridade ambiental é um dos aspectos mais importantes para se alcançar qualidade devida humana satisfatória. Está relacionada diretamente a serviços de saneamento ambiental,oferecidos normalmente pelo poder público, a uma adequada condição de moradia e aexistência de adequadas políticas socioeconômicas e culturais. Dessa forma, o presentetrabalho busca aglutinar aspectos concernentes à relação da salubridade ambiental de umapopulação com uma boa condição de moradia. É desenvolvida uma metodologiamultiobjetivo para realizar a análise integrada das variáveis representativas da salubridadeambiental, aplicando-a na sede do município de Itaguaçu da Bahia e mais três povoados(Barreiros, Fazenda Almas e Rio Verde I). Incluem-se critérios para priorizar ações quepossam melhorar o que se define como QAM - Qualidade do Ambiente e da Moradia. Éutilizado o Indicador de Salubridade Ambiental – ISA proposto pelo Conselho Estadual deSaneamento do Estado de São Paulo – CONESAN (SÂO PAULO, 1999) e o Indicador deCondições de Moradia – ICM, desenvolvido por Silva (2006). A análise integrada dosresultados dos Índices de Salubridade Ambiental e de Condições de Moradia foi feita segundoa metodologia integradora em que se lança mão da representação bidimensional do campo dassoluções possíveis dos indicadores envolvidos. O estado conjunto dessas variáveis é descrito àsemelhança da metodologia para análise ambiental integrada de bacias hidrográficas utilizadapela UNESCO (1987). As quatro localidades analisadas apresentaram resultados similares noque diz respeito ao baixo estado de salubridade ambiental em que se encontravam, ecoincidentemente, apresentaram déficit nos serviços ligados ao saneamento ambiental e aaspectos socioeconômicos. O ICM teve uma maior variação entre as localidades estudadas eos maiores índices prevaleceram nas localidades com maior Produto Interno Bruto - PIB percapita (Sede e Rio Verde), fator diretamente associado a uma adequada condição de moradia.No que diz respeito às ações propostas na análise integrada, melhorias nos serviços desaneamento e na estrutura das habitações foram as mais apontadas nas quatro localidadesestudadas visando obter qualidade do ambiente e da moradia mais favorável.

  • RICARDO VASCONCELOS GOMES DA COSTA
  • Taxa de geração de resíduos da construção civil em edificações na cidade de João Pessoa
  • Data: 10/04/2012
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Diante do crescimento acelerado da construção civil em João Pessoa e da disposição irregular dos RCC gerados, determinou-se a taxa de geração de RCC em kg/m² de área construída, visando auxiliar ações de fiscalização e acompanhamento da destinação final dos RCC. Foi escolhida uma amostra das edificações em fase de construção em João Pessoa para coleta das características de cada obra e do volume gerado de RCC. Durante a fase de construção, foi passado para cada empresa uma ficha de acompanhamento e anotação do volume de descarte dos RCC ao longo de todo o cronograma de execução da construção. A partir do volume descartado pelas construtoras, foi determinada a massa de RCC gerado em cada obra, utilizando a massa unitária de 1.025 kg/m³, obtida através da média das pesagens de RCC. Foi feita uma análise estatística dos dados utilizando dois grupos: grupos das obras controle, sendo estas as que foram acompanhadas pelo mestrando diariamente, e o grupo das demais obras de modo a validar a amostra. A amostra foi considerada válida e assim, foi determinada a taxa de geração de RCC de todas as obras concluídas. Os resultados indicaram uma taxa de geração de RCC de resíduos classe A de 86,27 kg/m², não tendo sido encontradas diferenças significativas entre tal taxa em obras particulares (residenciais) e obras públicas. Foram calculados os limites inferior e superior 90% de confiança para a média aritmética da taxa de geração, sendo estes valores de 62,31 e 136,02 kg/m², respectivamente. A partir desses valores, o controle da geração e disposição de RCC pode ser realizado pelos órgãos competentes, dando o indicativo de quais obras podem estar infringindo a Lei Municipal 11.376, bem como a resolução CONAMA 307.

  • BRUNNA LIMA DE ALMEIDA
  • PROCESSO DE LICENCIAMENTO DE POLOS GERADORES DE VIAGENS: UMA VISÃO MAIS SUSTENTÁVEL AO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA
  • Data: 30/03/2012
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • O estudo sobre sistemas de transportes descreve diversos empreendimentos
    como potenciais pontos de atração para a população, denominados Pólos Geradores de
    Viagens (PGV´s) ou Pólos Geradores de Tráfego (PGT´s). O processo de atratividade
    desencadeado por empreendimentos interfere diretamente no sistema de transporte.
    Dentre os impactos negativos pode-se destacar o adensamento na capacidade do sistema
    de transporte. Este impacto no sistema de transportes deve ser previsto no processo de
    licenciamento dos PGV´s. Os métodos adotados no Brasil para caracterizar os
    empreendimentos PGV são tradicionais e estimulam o uso do veículo privado como
    meio de transporte, priorizando a oferta de estacionamento com capacidade para atender
    este perfil de usuário. Mudanças têm sido observadas em alguns países desenvolvidos,
    notadamente na Europa, acerca das políticas de gestão do tráfego urbano adotadas na
    avaliação de empreendimentos tidos como Geradores de Viagens (Trip Generator).
    Nesta pesquisa analisa-se um panorama internacional e nacional de alguns processos de
    licenciamento existentes para PGV´s, obtendo-se como resultado uma comparação entre
    os diferentes processos e identificando os pontos positivos e negativos. Adotando duas
    metodologias de diferentes autores que estudam índices e indicadores de Mobilidade
    Urbana Sustentável, foi feita uma identificação sobre quais indicadores podem sofrer
    influência da implantação de um PGV. A partir desta identificação são apresentadas
    ações que possam ser agregadas ao processo de licenciamento de PGV´s no município
    de João Pessoa que estejam em consonância com as novas políticas de mobilidade
    urbana sustentável desenvolvida pelo Ministério das Cidades.
    O estudo sobre sistemas de transportes descreve diversos empreendimentoscomo potenciais pontos de atração para a população, denominados Pólos Geradores deViagens (PGV´s) ou Pólos Geradores de Tráfego (PGT´s). O processo de atratividadedesencadeado por empreendimentos interfere diretamente no sistema de transporte.Dentre os impactos negativos pode-se destacar o adensamento na capacidade do sistemade transporte. Este impacto no sistema de transportes deve ser previsto no processo delicenciamento dos PGV´s. Os métodos adotados no Brasil para caracterizar osempreendimentos PGV são tradicionais e estimulam o uso do veículo privado comomeio de transporte, priorizando a oferta de estacionamento com capacidade para atendereste perfil de usuário. Mudanças têm sido observadas em alguns países desenvolvidos,notadamente na Europa, acerca das políticas de gestão do tráfego urbano adotadas naavaliação de empreendimentos tidos como Geradores de Viagens (Trip Generator).Nesta pesquisa analisa-se um panorama internacional e nacional de alguns processos delicenciamento existentes para PGV´s, obtendo-se como resultado uma comparação entreos diferentes processos e identificando os pontos positivos e negativos. Adotando duasmetodologias de diferentes autores que estudam índices e indicadores de MobilidadeUrbana Sustentável, foi feita uma identificação sobre quais indicadores podem sofrerinfluência da implantação de um PGV. A partir desta identificação são apresentadasações que possam ser agregadas ao processo de licenciamento de PGV´s no municípiode João Pessoa que estejam em consonância com as novas políticas de mobilidadeurbana sustentável desenvolvida pelo Ministério das Cidades.

  • HERLLANGE CHAVES DE BRITO
  • A RECEPTIVIDADE DO TRAFFIC CALMING NO BAIRRO DE MANAÍRA, JOÃO PESSOA-PB
  • Data: 30/03/2012
  • Hora: 14:00
  • Mostrar Resumo
  • Resumo

    Esta dissertação analisa a possibilidade de aplicação da técnica Traffic Calming nos dias atuais no bairro de Manaíra, na cidade de João Pessoa, com a intenção de mitigar as transformações ocorridas no mesmo, ocasionandas pelos impactos gerados pela circulação de veículos. O trabalho se desenvolveu a partir da pesquisa de campo que foi dividida em duas etapas, a primeira teve intuito de obter a opinião da população do bairro sobre os problemas relacionados à circulação dos veículos e a segunda de investigar a receptividade da técnica Traffic Calming. Após a caracterização do bairro, a pesquisa baseou-se principalmente na opinião dos moradores através das entrevistas sobre a escolha dos modelos propostos de estudo de caso. Como resultado esta dissertação propõe-se a dar uma contribuição para futura aplicação da técnica de Traffic Calming em áreas residências na cidade, a partir da receptividade da população sobre as propostas apresentadas.

  • ANA GOMES NEGRAO
  • PROCESSO DE PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO DA CIDADE: UM ESTUDO SOBRE OS ESTÁGIOS EVOLUTIVOS AO LONGO DOS ESPAÇOS ESTRUTURADOS PELO CORREDOR DA AVENIDA DOM PEDRO II, JOÃO PESSOA, PARAÍBA
  • Data: 30/03/2012
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • RESUMO
    Esta dissertação resulta da pesquisa cujo objetivo foi de investigar o histórico de evolução do tecido urbano do setor sudeste de João Pessoa – PB, a partir de um vetor de expansão intraurbana, o corredor da Avenida Dom Pedro II e os bairros que se localizam em seu entorno imediato. O recorte espacial englobou desde o bairro da Torre até o conjunto Mangabeira, território localizado no final do seu último trecho, no período que se inicia em finais da década de 1930 – com o surgimento da Torre, primeiro bairro a influenciar diretamente no corredor –, seguindo até a contemporaneidade – ano de 2011. A análise apóia-se no “modelo da lógica evolutiva de um tecido urbano”, proposto por Castex, Depaule e Panerai (1980; 2005; 2006), e é complementada pelo estudo da dinâmica de segregação intraurbana, elaborado por Corrêa (1989). Os resultados obtidos foram apresentados segundo a metodologia principal adotada, e mostram que esse setor da cidade, formou-se a partir de investimentos da esfera federal, com ênfase nos conjuntos habitacionais populares. Atualmente, esse espaço intraurbano concentra 20% da população da cidade, de média e baixa renda, reflexo do modelo de ocupação adotado, que foi imposto pelo Estado.

    RESUMO

    Esta dissertação resulta da pesquisa cujo objetivo foi de investigar o histórico de evolução do tecido urbano do setor sudeste de João Pessoa – PB, a partir de um vetor de expansão intraurbana, o corredor da Avenida Dom Pedro II e os bairros que se localizam em seu entorno imediato. O recorte espacial englobou desde o bairro da Torre até o conjunto Mangabeira, território localizado no final do seu último trecho, no período que se inicia em finais da década de 1930 – com o surgimento da Torre, primeiro bairro a influenciar diretamente no corredor –, seguindo até a contemporaneidade – ano de 2011. A análise apóia-se no “modelo da lógica evolutiva de um tecido urbano”, proposto por Castex, Depaule e Panerai (1980; 2005; 2006), e é complementada pelo estudo da dinâmica de segregação intraurbana, elaborado por Corrêa (1989). Os resultados obtidos foram apresentados segundo a metodologia principal adotada, e mostram que esse setor da cidade, formou-se a partir de investimentos da esfera federal, com ênfase nos conjuntos habitacionais populares. Atualmente, esse espaço intraurbano concentra 20% da população da cidade, de média e baixa renda, reflexo do modelo de ocupação adotado, que foi imposto pelo Estado.

  • GERALD NORBERT SOUZA DA SILVA
  • REGIONALIZAÇÃO AUTOMATIZADA DE PARÂMETROS DE MODELOS CHUVA-VAZÃO INTEGRADA A UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS
  • Data: 30/03/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • RESUMO

    Uma das maiores dificuldades para os estudos de pequenas bacias hidrográficas é a falta de séries históricas de dados hidrológicos, principalmente porque a fluviometria em pequenas bacias hidrográficas não é monitorada. Outra questão importante é que, os modelos chuva-vazão disponíveis quase sempre são desenvolvidos com foco em bacias de médio e grande porte. Estudos de regionalização se tornaram uma ferramenta importante para tentar superar essas limitações. A regionalização de parâmetros de modelos chuva-vazão, usando características específicas das bacias hidrográficas, é adequada para a maioria dos estudos hidrológicos. Uma ferramenta foi desenvolvida em um Sistema de Informação Geográfica, que determina automaticamente as características físicas das bacias hidrográficas a partir de um modelo digital de elevação, e, em seguida, gera os parâmetros do modelo chuva-vazão com redes neurais artificiais. Este trabalho usa dados de pequenas barragens na região semiárida do Nordeste do Brasil. A metodologia desenvolvida é aplicada e avaliada utilizando também o método da bacia meta para a estimativa dos parâmetros. Os resultados mostram que a ferramenta desenvolvida pode ser muito útil para o estudo da relação chuva-vazão em bacias hidrográficas de pequeno porte.

  • DIEGO FERREIRA TARGINO
  • ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DA QUALIDADE DA ÁGUA SUBTERRÂNEA DA BACIA DO RIO GRAMAME/PB
  • Data: 29/03/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho teve como objetivo a avaliação espaço-temporal da qualidade da água subterrânea do aquífero livre da bacia do rio Gramame, localizado na região litorânea do estado da Paraíba. O estudo foi realizado através de poços rasos perfurados no aquífero livre da bacia, que é a principal fonte de abastecimento da população rural. Alguns destes poços estão nas proximidades de banheiros e fossas negras, como também de áreas de culturas de cana-de-açúcar e abacaxi. Culturas nas quais se faz a utilização de diversos defensivos agrícolas e fertilizantes. Com a análise geral dos resultados pôde-se observar que alguns parâmetros, entre eles nitratos, turbidez e cor, apresentaram valores acima do máximo permitido pela Resolução CONAMA n° 396/2008 e pela Portaria n° 2.914/2011 do Ministério da Saúde do Brasil. Os resultados da variação temporal mostraram picos de concentração de nitratos em alguns poços no período de estiagem. Na espacialização da qualidade da água subterrânea do aquífero livre da bacia do rio Gramame, há áreas de concentração de dureza, cloretos e nitratos. Verificou-se na espacialização dos poços, sobreposta ao mapa de uso e ocupação do solo, que os poços, encontram-se localizados em áreas onde se cultivam cana-de-açúcar e abacaxi. A região estudada apresenta uma variação alta na concentração de parâmetros de qualidade. Fatores locais como o uso e ocupação do solo e aspectos naturais (hidrogeologia) potencializam estas concentrações em alguns poços.
  • MATHEUS PEIXOTO DE PAULA MARQUES
  • Análise da eficiência de elementos de proteção solar em relação ao sombreamento e a iluminação natural - estudo de caso: salas de aula do Campus I de UFPB".
  • Data: 29/03/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Este trabalho aborda temas como elementos de proteção solar, sombreamento e iluminação natural. Tem como objetivo a verificação da eficiência de proteções solares encontradas em edificações de salas de aula no Campus I da UFPB, no que diz reipeito ao sombreamento e à iluminação natural. Os resultados da investigação centram-se no diagnóstico das soluções encontradas no estudo de caso, através da utilização de modelos tridimensionais (3D) e simulação computacional. Os modelos digitais foram construidos a partir de dados coletados em levantamento de campo. Os programas computacionais utilizados foram o Solar Tool, Daysim e o Ecotect. Em paralelo, foi investigado um conjunto de situações hipotéticas, considerando todas as soluções encontradas no levantamento, com objetivo de identificar o desempenho das soluções em outras orientações. A avaliação dos modelos foi feita a partir de medidas de desempenho como o percentual de sombreamento, percentual de visibilidade do céu e do useful daylinght iluminances (UDI). Com os resultados obtidos foi possível obervar que: a) fachadas com aberturas sem proteção orientadas para o Sul geram ambientes com melhores níveis e distribuição da iluminação natural; b) em grande parte das orientações analisadas, exceto na Noroeste e Leste, mais de 50% da amostra obteve um bom desempenho da iluminação natural; c) o percentual de sombreamento não é suficiente para afirmar se um sombreamento é eficaz ou não, podemos gerar conclusões equivocadas quando utilizado isoladamente; d) a correlação da performance da iluminação natural e do desempenho do sombreamento com o percentual de visibilidade do céu, mostrou que para cada orientação existe uma relação ideal do percentual de sombreamento com o percentual de visibilidade do céu, sendo que para as orientações analisadas os valores destas medidas se encontram, em geral próximo de 88,7% de sombreamento da abertura e 8,1% de visibilidade do céu.

  • JULIANA RAYSSA SILVA COSTA
  • ANÁLISE DA VULNERABILIDADE E GESTÃO DE RISCO A DESASTRES POR INUNDAÇÃO EM MUNICÍPIOS DO VALE DO AÇU/RN
  • Data: 28/03/2012
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • As inundações são fenômenos que acontecem frequentemente deflagradas por chuvas rápidas, excessivas ou intensas e de longa duração. Os problemas ocasionados por este fenômeno irão depender, por exemplo, do grau de ocupação das áreas do entorno dos corpos hídricos pelas populações, bem como, da frequência com que as inundações ocorrem. São os desastres ditos “naturais” mais comuns que afetam as sociedades ao redor do mundo. Tal acontecimento pode causar vítimas fatais ou danos irreparáveis à integridade física da população atingida, bem como, a destruição das áreas de ocorrência destes e o aumento da pobreza devido aos danos no capital social e produtivo Devido a estes fatores, se faz necessário realizar pesquisas para avaliar a vulnerabilidade e o risco existente à inundação. Isto implica em dimensionar e medir o risco, com o fim de determinar a eficiência das medidas de intervenção, para que se existam atividades compatíveis com a capacidade de suporte do ambiente, para assim promover o desenvolvimento sustentável. Este trabalho tem como objetivo analisar a gestão institucional e a vulnerabilidade a desastres no que concerne a inundação em municípios do Vale do Açu/RN por meio dos Índices de Desastre Local (IDL e IDL’), do Índice de Gestão de Risco (IGR) e do Processo de Análise Hierárquica (PAH). Os municípios estudados foram Açu, Ipanguaçu, Alto do Rodrigues, Pendências e Carnaubais. Esta área de estudo foi escolhida devido ao fato de que, com o passar dos anos esse fenômeno está sendo cada vez mais recorrente. Os dados utilizados neste estudo foram baseados nos documentos de Avaliação de Danos (AVADAN), realizados pelos municípios para a Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Norte e por meio da aplicação de questionários com os gestores municipais, relativo à gestão institucional do ano de 2009. Os resultados mostram que os maiores valores de IDL foram encontrados para os municípios de Açu (99,86), Carnaubais (99,63), Ipanguaçu (99,44) e Pendências (98,63), e o menor para o município de Alto do Rodrigues (46,77), estando este último, portanto, menos vulnerável a desastres ocasionados por inundações. No que concerne ao IDL’, o município que obteve a menor concentração de perdas foi o Alto do Rodrigues (0,67199), seguido por Pendências (0,70522) e Carnaubais (0,71632). Os municípios que apresentaram a maior concentração foram Açu (0,80459) e Ipanguaçu (0,74569). Quanto ao IGR, os municípios que melhor gerenciam o risco a inundação são Ipanguaçu (25%) e Açu (22,9%), sendo qualificados como razoáveis. Na sequência tem-se: Pendências (13,9%), Alto do Rodrigues (10,4%) e Carnaubais (7,6%) qualificados como ruins. E quanto ao PAH, os resultados (sugestões) mostram-se diferentes para cada município, pois cada um investe em ações de forma divergente. Por último, este estudo mostra que tais metodologias são ferramentas úteis e recomendáveis para a análise econômica e setorial, com o fim de promover políticas de desenvolvimento, ordenamento territorial local, intervenção e proteção de bacias hidrográficas, justificar a transferência de recursos para o nível local com fins específicos de gestão de risco e a criação de redes de segurança social. 

  • MARCELA FERNANDES SARMENTO
  • O PROCESSO DE OCUPAÇÃO URBANA DE UM SETOR LITORÂNEO DE UMA CAPITAL BRASILEIRA: O CASO DO BESSA EM JOÃO PESSOA-PB.
  • Data: 27/03/2012
  • Hora: 09:30
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  •  

    Esta dissertação analisa o processo de ocupação urbana do Bessa, o maior setor
    litorâneo (quase 638 hectares) do município de João Pessoa, desde seu início, por
    volta de 1950, até 2011. Antes disso o setor era uma área rural subdividida em sítios
    e fazendas, sendo hoje uma área urbana, composta de três bairros – Jardim
    Oceania, Aeroclube e Bessa -, que concentra mais de 3.700 edificações. Para
    explicar tal ocupação, foi mostrado como se processou o parcelamento do solo para
    fins urbanos, através da análise de cada um dos onze loteamentos que o
    compuseram, e foi traçado um histórico do processo de ocupação edilícia do setor,
    onde se detalhou o estágio por ele atingido em épocas selecionadas. A pesquisa
    baseou-se principalmente num levantamento efetuado nos arquivos da PMJP
    (Prefeitura Municipal de João Pessoa) e na análise de projetos de loteamentos e de
    plantas da cidade e fotografias aéreas existentes. Com o estudo do caso em foco,
    esta dissertação se propõe a dar uma contribuição significativa à compreensão do
    fenômeno da urbanização de setores litorâneos das cidades brasileiras.
    Palavras chaves: urbanização litorânea, parcelamento do solo, Bessa – João
    Pesso

     

    Esta dissertação analisa o processo de ocupação urbana do Bessa, o maior setorlitorâneo (quase 638 hectares) do município de João Pessoa, desde seu início, porvolta de 1950, até 2011. Antes disso o setor era uma área rural subdividida em sítiose fazendas, sendo hoje uma área urbana, composta de três bairros – JardimOceania, Aeroclube e Bessa -, que concentra mais de 3.700 edificações. Paraexplicar tal ocupação, foi mostrado como se processou o parcelamento do solo parafins urbanos, através da análise de cada um dos onze loteamentos que ocompuseram, e foi traçado um histórico do processo de ocupação edilícia do setor,onde se detalhou o estágio por ele atingido em épocas selecionadas. A pesquisabaseou-se principalmente num levantamento efetuado nos arquivos da PMJP(Prefeitura Municipal de João Pessoa) e na análise de projetos de loteamentos e deplantas da cidade e fotografias aéreas existentes. Com o estudo do caso em foco,esta dissertação se propõe a dar uma contribuição significativa à compreensão dofenômeno da urbanização de setores litorâneos das cidades brasileiras.

  • JESUS CHARLES DO AMARAL NOGUEIRA
  • “MELHORIA DAS PROPRIEDADES DO GESSO COM ADITIVO SINTÉTICO E COM LÁTEX DE EUPHORBIA TIRUCALLI E DE HEVEA BRASILIENSIS PARA USO NA CONSTRUÇÃO DE HABITAÇÕES DE INTERESSE SOCIAL”
  • Data: 05/03/2012
  • Hora: 09:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • Um dos grandes desafios da humanidade é utilizar o ambiente em que vive de forma
    racional, de modo a não comprometer a sua existência nem a das gerações futuras.
    Toda atividade de construção e de ocupação de áreas gera um impacto ambiental
    que pode ser irreversível, exaurindo recursos naturais ou contaminando a terra, o ar
    ou os cursos d’água. O trabalho que se apresenta teve como objetivo aprimorar a
    técnica de utilização do gesso através da adição de produtos de fonte natural,
    renovável, eco-eficientes e não agressivos ao meio ambiente, de modo a
    potencializar a sua aplicação na construção de habitações de interesse social, de
    baixo custo e baixo consumo energético. A pesquisa demonstrou a viabilidade da
    utilização de látices vegetais na melhora das propriedades do gesso. Foi pesquisada
    a utilização do látex de duas plantas da família das Euphorbiáceas, a Hevea
    brasiliensis, conhecida como seringueira e a Euphorbia tirucalli, conhecida como
    Aveloz, além de um aditivo de uso corrente, superplastificante para concretos e
    argamassas de cimento Portland. Através de ensaios de laboratório e revisão
    bibliográfica ficou comprovado o efeito benéfico do látex de Euphorbia tircucalli às
    pastas de gesso, o qual conferiu-lhes maior plasticidade, redução do calor de
    hidratação, extensão do tempo de pega, e em seu estado endurecido, maior
    resistência a ação da água nas perdas por erosão e maior resistência à compressão.
    Os resultados obtidos com a adição dos látex foram comparados aos obtidos em
    pastas e corpos de prova endurecidos, com reduzida relação água/gesso, sem a
    utilização de aditivos e com a adição do aditivo superplastificante para concretos e
    argamassas. O estudo através da Microscopia Eletrônica de Varredura e da Difração
    de Raios X demonstrou não haver modificação na estrutura dos corpos de prova
    moldados com adição de látex. Por fim, os resultados encorajaram o registro de
    patentes de dois produtos aditivos com a finalidade de conferir as peças de gesso,
    maior durabilidade, resistência à compressão, maior compacidade e menor absorção
    d’água. A documentação de solicitação já foi depositada no Instituto Nacional de
    Propriedade Industrial - INPI.

  • JESUS CHARLES DO AMARAL NOGUEIRA
  • “MELHORIA DAS PROPRIEDADES DO GESSO COM ADITIVO SINTÉTICO E COM LÁTEX DE EUPHORBIA TIRUCALLI E DE HEVEA BRASILIENSIS PARA USO NA CONSTRUÇÃO DE HABITAÇÕES DE INTERESSE SOCIAL”
  • Data: 05/03/2012
  • Hora: 09:00
  • Mostrar Resumo
  • Um dos grandes desafios da humanidade é utilizar o ambiente em que vive de forma
    racional, de modo a não comprometer a sua existência nem a das gerações futuras.
    Toda atividade de construção e de ocupação de áreas gera um impacto ambiental
    que pode ser irreversível, exaurindo recursos naturais ou contaminando a terra, o ar
    ou os cursos d’água. O trabalho que se apresenta teve como objetivo aprimorar a
    técnica de utilização do gesso através da adição de produtos de fonte natural,
    renovável, eco-eficientes e não agressivos ao meio ambiente, de modo a
    potencializar a sua aplicação na construção de habitações de interesse social, de
    baixo custo e baixo consumo energético. A pesquisa demonstrou a viabilidade da
    utilização de látices vegetais na melhora das propriedades do gesso. Foi pesquisada
    a utilização do látex de duas plantas da família das Euphorbiáceas, a Hevea
    brasiliensis, conhecida como seringueira e a Euphorbia tirucalli, conhecida como
    Aveloz, além de um aditivo de uso corrente, superplastificante para concretos e
    argamassas de cimento Portland. Através de ensaios de laboratório e revisão
    bibliográfica ficou comprovado o efeito benéfico do látex de Euphorbia tircucalli às
    pastas de gesso, o qual conferiu-lhes maior plasticidade, redução do calor de
    hidratação, extensão do tempo de pega, e em seu estado endurecido, maior
    resistência a ação da água nas perdas por erosão e maior resistência à compressão.
    Os resultados obtidos com a adição dos látex foram comparados aos obtidos em
    pastas e corpos de prova endurecidos, com reduzida relação água/gesso, sem a
    utilização de aditivos e com a adição do aditivo superplastificante para concretos e
    argamassas. O estudo através da Microscopia Eletrônica de Varredura e da Difração
    de Raios X demonstrou não haver modificação na estrutura dos corpos de prova
    moldados com adição de látex. Por fim, os resultados encorajaram o registro de
    patentes de dois produtos aditivos com a finalidade de conferir as peças de gesso,
    maior durabilidade, resistência à compressão, maior compacidade e menor absorção
    d’água. A documentação de solicitação já foi depositada no Instituto Nacional de
    Propriedade Industrial - INPI.

2011
Descrição
  • PETLEY DE MEDEIROS ARRUDA
  • OTIMIZAÇÃO DE MODELO HIDROSSEDIMENTOLÓGICO PARA REGIÕES SEMIÁRIDAS
  • Data: 24/11/2011
  • Hora: 10:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A degradação qualitativa e quantitativa da água está entre os grandes problemas ambientais enfrentados pela sociedade atual. Gestores ambientais utilizam a modelagem computacional para simular e melhor compreender os fenômenos naturais que ocorrem nas bacias hidrográficas, auxiliando no planejamento de uso e preservação dos recursos naturais. Entre vários modelos existentes, o WESP (Watershed Erosion Simulation Program) foi desenvolvido com a finalidade de simular a resposta hidrológica de pequenas bacias hidrológicas. Considerando estes e outros fatos, o objetivo do presente estudo é avaliar o desempenho de dois algoritmos de otimização na calibração do modelo WESP para simulação de processos hidrossedimentológicos no semiárido paraibano. Esta calibração foi realizada utilizando o método de otimização RPS (Repulsive Particle Swarm) e o método de otimização DE (Differential Evolution), na expectativa de encontrar o melhor conjunto de parâmetros usados na modelagem. Posteriormente, foi realizada a comparação entre as lâminas escoadas observadas e calculadas, e também a comparação dos resultados da produção de sedimentos gerados por estes escoamentos com os valores da produção observada. Os resultados mostram que a rotina de calibração automática RPS obteve um conjunto de parâmetros mais satisfatório, além de convergir com uma quantidade reduzida de interações em comparação com o método de otimização DE.
  • JAKELINY COSTA FALCÃO
  • AVALIAÇÃO DA AUTODEPURAÇÃO DO RIO TAMBAY NA CIDADE DE BAYEUX – PARAÍBA/BRASIL
  • Data: 17/08/2011
  • Hora: 14:00
  • Visualizar Dissertação/Tese   Mostrar Resumo
  • A água é comumente classificada como um recurso natural renovável em quantidade, mas não em qualidade. Tanto a qualidade quanto a quantidade da mesma vão depender da forma que o homem a usa, embora seja sabido que o homem utiliza muito esse recurso de forma inadequada, causando danos muitas vezes irreversíveis. O Rio Tambay está localizado no município de Bayeux, Estado da Paraíba - Brasil, servindo em alguns pontos como limite intermunicipal entre os municípios de Bayeux e Santa Rita, tendo a sua foz localizada na cidade de Bayeux no Rio Paroeiras e a sua nascente no mesmo município, no bairro Alto da Boa Vista. O referido rio tem extensão de aproximadamente 3,51 km da nascente à foz. Este trabalho tem como objetivo geral avaliar o processo de autodepuração do Rio Tambay na cidade de Bayeux – Paraíba/Brasil, utilizando-se como parâmetros de qualidade da água o oxigênio dissolvido (OD) e a demanda bioquímica de oxigênio (DBO5). Nas proximidades da nascente existe o Açude Santo Amaro, que há alguns anos teve seu vertedouro rompido e, atualmente, apresentam-se como dois corpos d’água distintos. A poluição das águas origina-se de várias fontes, dentre as quais se destacam os efluentes domésticos, os efluentes industriais, o deflúvio superficial urbano e agrícola estando, portanto, associada ao tipo de uso e ocupação do solo. Observou-se que a população residente na bacia utiliza a água do rio para os mais diversos usos, tais como: irrigação, dessedentação de animais, despejos de efluentes, descarte de resíduos sólidos, lazer, dentre outros. Para realização da pesquisa alguns parâmetros foram analisados: pH, turbidez, cor, sólidos totais dissolvidos, nitrito, nitrato, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio e coliformes termotolerantes. Os parâmetros OD, DBO5 e coliformes foram utilizados para avaliar e identificar as zonas de autodepuração do rio em estudo. Para tanto foram construídos perfis sanitários ao longo do curso do rio, contudo foi possível correlacionar os parâmetros citados. Os resultados obtidos dessas análises foram comparados com os valores máximos permitidos pela Resolução no 357/2005 do Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA, para Rio de Águas Doce - Classe II, na qual está inserido o rio Tambay. Observa-se que os parâmetros nitrito, nitrato, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, coliformes termotolerantes, se comportaram na maioria das vezes acima do valor permitido pela Resolução supracitada. A poluição orgânica de um curso d’água pode ser avaliada pelo decréscimo da concentração de oxigênio dissolvido e/ou pela concentração de matéria orgânica em termos de concentração de oxigênio necessário para oxidá-la. O oxigênio dissolvido (OD), a demanda bioquímica do oxigênio (DBO5) e os coliformes termotolerantes foram utilizados como parâmetros para avaliar a autodepuração do Rio Tambay. Foram feitas avaliações do perfil de poluição orgânica através de coletas de água realizada num período de um ano e cinco meses e foram identificadas as zonas de autodepuração, ao longo do curso do rio, onde foi possível correlacionar o OD com a DBO5. De acordo com os resultados obtidos o Rio Tambay encontra-se em péssimo estado, assoreado, bastante poluído e sem condições de se autodepurar.
  • JOSE YURE GOMES DOS SANTOS
  • Data: 28/07/2011
  • Hora: 00:00

  • IEURE AMARAL ROLIM
  • Contribuição para determinação do incremento dos níveis de ruído devido a sonorizadores transversais em vias urbanas
  • Data: 30/06/2011
  • Hora: 10:00
  • Mostrar Resumo
  • Os sonorizadores sao dispositivos fisicos empregados para a seguranca viaria. No entanto, a emissao de ruidos gerados durante a sua operacionalizacao compromete a qualidade sonora do ambiente do entorno e acarreta incomodos aos moradores da vizinhanca gerando conflitos para gestores e autoridades. Este estudo busca determinar o incremento do ruido que o sonorizador padrao brasileiro proporciona com relacao aos niveis de intensidade sonora do trafego em dB(A), bem como, se os valores encontrados atende aos niveis de intensidade sonora adotados como criterios pela legislacao. A partir dos dados obtidos nas medicoes dos niveis de pressao sonora em dB(A) registrados nos ensaios realizados no campo de prova instalado no interior da Universidade Federal da Paraiba com varios tipos de veiculos com velocidades conhecidas interceptando ou nao o sonorizador transversal a via. Com os resultados, foi desenvolvido um procedimento a partir da passagem individual de cada veiculo fora do sonorizador pertencente as tres classes adotadas (leve, passeio e pesados) e estruturado um modelo de predicao de ruidos capaz de estimar o nivel de pressao sonora em dB(A) para uma composicao de trafego conhecida facilmente encontrada em circulacao nas vias urbanas e calcular o incremento do ruido em dB(A) quando o sonorizador padrao brasileiro for instalado na via. Para avaliar a confiabilidade do modelo encontrado foram selecionados seis modelos disponiveis na literatura sendo estes: Kinsler et al., (1982), HMSO, (1988), Celenk et al., (1997), Calixto et al., (2001), Pamanikabud et al., (2002), Tansatcha et al., (2005). Para calibracao dos modelos foram adotadas 03 vias urbanas do municipio de Joao Pessoa tendo-se comprovado que o modelo desenvolvido apresenta resultados muito proximos dos modelos do Kinsler e do HMSO; como resultado foi calculado o incremento no nivel de pressao sonora com a instalacao do sonorizador padrao brasileiro na via, sendo este de 6 dB(A) para o entorno. Este estudo, podera servir para suprir algumas lacunas da legislacao em vigor a exemplo da distancia que as edificacoes lindeiras devem ficar do sonorizador sem que estejam expostas aos disturbio sonoros, contribuindo na construcao de um modelo sustentavel de gestao do trafego urbano a partir da identificacao dos corredores de trafego responsaveis pela alteracao da qualidade sonora do ambiente urbano.