PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL (PPGECAM)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167393

Área de Concentração e Linhas de Pesquisa

Doutorado

  • ENGENHARIA URBANA
    • Linhas de Pesquisa:
      • CONFORTO E SALUBRIDADE DO MEIO URBANO
      • Reúne pesquisas envolvendo variáveis do meio urbano relacionadas com as condições térmicas e acústicas e sua adequabilidade ao conforto humano. Compreende estudos de: a) variáveis urbanas como morfologia, densidade, materiais, usos e os impactos sobre a transmissão e propagação do calor e ruído; b) estudos de soluções de sombreamento, isolamento e atenuação da transmissão de calor e ruído; c) estudos sobre metodologias de análise e simulação do comportamento térmico e acústico em meios urbanos.

      • TRANSPORTE URBANO E IMPACTOS AMBIENTAIS
      • Objetiva investigar aspectos relacionados à mobilidade urbana em suas diversas modalidades, assim como os impactos por ela gerados. Ênfase se dá aos estudos sobre transportes públicos, circulação e acessibilidade, segurança e infraestrutura viária. Foco em particular é dada aos efeitos de ruído causado por veículos, com investigações envolvendo tanto pavimentos alternativos menos ruidosos quanto interposição de barreiras acústicas.

      • PLANEJAMENTO E ENGENHARIA URBANA: INTERAÇÕES
      • Investigações que têm por objeto o planejamento urbano, suas interações com a engenharia urbana e as interações entre os componentes desta, tais como gestão do sistema de provimentos para qualidade de vida e aspectos históricos da evolução urbana. Englobam a dinâmica de estruturação intraurbana, por intermédio dos processos de dispersão e fragmentação espacial, focalizando a periferização e as localizações territoriais mais avançadas da cidade, assim como o estudo dos modos, das formas e usos ao longo dos espaços periféricos e bordas intraurbanas, em termos dos espaços livres públicos e edificados.

  • ESTRUTURAS E MATERIAIS
    • Linhas de Pesquisa:
      • TECNOLOGIA DOS MATERIAIS E ADEQUAÇÃO AMBIENTAL
      • Objetiva buscar a racionalidade do emprego dos materiais e sistemas construtivos em consonância com a questão da adequação ambiental, adequando o uso destes aos recursos naturais e humanos para se conseguir melhores eficiência energética e material. Envolve o desenvolvimento e a caracterização de materiais construtivos convencionais e alternativos inovadores, em especial aqueles de baixo impacto ambiental (com incorporação de resíduos, terra crua), assim como o desenvolvimento de novos materiais.

      • MODELAGEM NUMÉRICO-EXPERIMENTAL DE ESTRUTURAS
      • Um dos focos é a geração de algoritmos numéricos estabelecidos nas filosofias dos métodos clássicos (elementos finitos e/ou elementos de contorno) voltados para análise estática ou dinâmica de estruturas reticuladas, laminares planas, cascas assim como para interação solo-estrutura. Outro foco desta linha de pesquisa é a realização de testes experimentais em estruturas ou de seus componentes em escala real ou em modelos físicos reduzidos. Além disso, a mensuração e a distribuição de ações externas especiais (tais como as cargas causadas por pessoas, por cargas veiculares e outras) e seus efeitos nas estruturas também desperta especial interesse. Os resultados dos testes experimentais são confrontados com os numéricos obtidos com o uso dos algoritmos produzidos localmente ou por pacotes comerciais, como o Ansys, com o intuito de entender e aprimorar o comportamento estrutural.

      • DESEMPENHO E RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS
      • Objetiva avaliar o comportamento das estruturas e seus componentes, considerando as condições de uso para as quais foram projetadas, bem como propor métodos de intervenção que permitam reestabelecer as suas condições de desempenho. Reúne pesquisas no âmbito da avaliação em serviço de estruturas, envolvendo durabilidade, deformabilidade e avaliação de vibrações. Concomitante à avaliação, estão incluídas pesquisas relacionadas à identificação de dano e recuperação de estruturas degradadas, considerando as peculiaridades dos fenômenos de degradação envolvidos. Aspectos cobertos pela Norma de Desempenho, no que tange ao desempenho estrutural e materiais de construção são também objeto das pesquisas aqui desenvolvidas.

  • RECURSOS HÍDRICOS E SANEAMENTO AMBIENTAL
    • Linhas de Pesquisa:
      • PLANEJAMENTO E GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS
      • Análise de ferramentas e instrumentos para incrementar o processo de tomada de decisão e a avaliação de diferentes alternativas de intervenção na bacia de drenagem e nos usos da água, como sistemas computacionais de suporte à decisão, métodos de otimização e aspectos jurídico-econômicos.

      • GERAÇÃO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE SANEAMENTO E TRATAMENTO E FONTES DE ÁGUAS DE ABASTECIMENTO

      • EFEITOS DO CLIMA E DO USO DO SOLO SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS

      • AVALIAÇÃO DE EFEITOS DE USO DA TERRA E ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS
      • Simulação dos efeitos de cenários de intervenções antrópicas na bacia (alterações do uso e ocupação da terra) e de alterações climáticas sobre os recursos hídricos, através de modelagem matemática, e avaliação do impacto quanto à disponibilidade hídrica. Também são avaliados cenários de eventos extremos hidroclimáticos, com avaliação de impactos e identificação de áreas susceptíveis.

      • GESTÃO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS
      • Trata da questão da gestão dos resíduos sólidos urbanos e industriais, assim como de seus subprodutos líquidos e gasosos, envolvendo a geração, caracterização, transporte, tratamento, reciclagem e aproveitamento dos mesmos. Especificamente, a taxa de geração e flutuação, e composição de resíduos sólidos domiciliares, quantificação dos resíduos de construção civil e identificação dos principais fatores que influenciam em tal geração. levantamento custos e receitas de uma usina de reciclagem de resíduos sólidos domiciliares

      • TRATAMENTO E REUSO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS
      • Estuda a viabilidade técnica dos processos convencionais e avançados de tratamento de esgotos sanitário e industriais, bem como avalia a qualidade de águas subterrâneas e superficiais, outras fontes de água para fins de reuso, como água de chuva e efluentes tratados como o lodo e, também estuda a reologia dos efluentes e seus resíduos, de modo a poder lhe dar de forma segura uma disposição final, respeitando o meio ambiente

      • GERAÇÃO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE SANEAMENTO
      • Estuda a questão das perdas de água e energia em sistema de abastecimento de água bem como a geração de energia a partir de fontes alternativas, como o biogás de aterros sanitários. Envolve o desenvolvimento de sistemas de controle automático para a operação otimizada de sistemas de abastecimento de água, com vistas à redução de perdas de água e do consumo de energia, bem como o o desenvolvimento de modelos computacionais para melhor direcionar o gerenciamento das regras de operação de sistemas de abastecimento de água.

      • TRATAMENTO E FONTES ALTERNATIVAS DE ÁGUA DE ABASTECIMENTO
      • Aborda problemas das técnicas convencionais e alternativas de baixo custo para tratamento de água de abastecimento e o uso de fontes alternativas, como as águas pluviais. Inclui também estudo da captação e aproveitamento de água de chuva para fins não potáveis em espaços urbanos, assim como avaliação da qualidade da água subterrânea na área de influencia de antigos lixões e outras fontes poluentes.

      • MONITORAMENTO E SIMULAÇÃO MATEMÁTICA DE PROCESSOS HIDROLÓGICOS SUPERFICIAIS E SUBTERRÂNEOS
      • Avaliação de processos hidrológicos superficiais e subterrâneos, e interação superficiais-subterrâneos, quanto à distribuição espaço-temporal, relação com características físicas da bacia de drenagem, visando explicar o comportamento observado e aprimorar metodologias de representá-lo matematicamente. Incluem- se áreas de drenagem no meio rural e bacias urbanas, com a representação dos sistemas de drenagem urbana.

      • MONITORAMENTO AMBIENTAL E REMEDIAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS
      • Foca no monitoramento ambiental das águas e do solo e de processos de recuperação de áreas degradadas por resíduos sólidos e líquidos. Envolve avaliação de degradação ambiental causada por atividades antrópicas como assentamento de favelas, invasões do manguezal, deposição de lixo e despejo de esgotos, assim como aplicação de novos métodos para aumentar a taxa de eliminação de compostos persistentes, a exemplo de compostos usados em produtos de higiene pessoal, surfactantes, e produtos farmacêuticos, bem como vários aditivos industriais, e estudar a eficiência de tais métodos.

      • PLANEJAMENTO, GESTÃO, MONITORAMENTO E MODELOS MATEMÁTICOS EM RECURSOS HÍDRICOS

      • GESTÃO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS

Mestrado

  • ENGENHARIA URBANA
    • Linhas de Pesquisa:
      • TRANSPORTE URBANO E IMPACTOS AMBIENTAIS
      • Objetiva investigar aspectos relacionados à mobilidade urbana em suas diversas modalidades, assim como os impactos por ela gerados. Ênfase se dá aos estudos sobre transportes públicos, circulação e acessibilidade, segurança e infraestrutura viária. Foco em particular é dada aos efeitos de ruído causado por veículos, com investigações envolvendo tanto pavimentos alternativos menos ruidosos quanto interposição de barreiras acústicas.

      • PLANEJAMENTO E ENGENHARIA URBANA: INTERAÇÕES
      • Investigações que têm por objeto o planejamento urbano, suas interações com a engenharia urbana e as interações entre os componentes desta, tais como gestão do sistema de provimentos para qualidade de vida e aspectos históricos da evolução urbana. Englobam a dinâmica de estruturação intraurbana, por intermédio dos processos de dispersão e fragmentação espacial, focalizando a periferização e as localizações territoriais mais avançadas da cidade, assim como o estudo dos modos, das formas e usos ao longo dos espaços periféricos e bordas intraurbanas, em termos dos espaços livres públicos e edificados.

      • CONFORTO E SALUBRIDADE DO MEIO URBANO
      • Reúne pesquisas envolvendo variáveis do meio urbano relacionadas com as condições térmicas e acústicas e sua adequabilidade ao conforto humano. Compreende estudos de: a) variáveis urbanas como morfologia, densidade, materiais, usos e os impactos sobre a transmissão e propagação do calor e ruído; b) estudos de soluções de sombreamento, isolamento e atenuação da transmissão de calor e ruído; c) estudos sobre metodologias de análise e simulação do comportamento térmico e acústico em meios urbanos.

Mestrado

  • ESTRUTURAS E MATERIAIS
    • Linhas de Pesquisa:
      • DESEMPENHO E RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS
      • Objetiva avaliar o comportamento das estruturas e seus componentes, considerando as condições de uso para as quais foram projetadas, bem como propor métodos de intervenção que permitam reestabelecer as suas condições de desempenho. Reúne pesquisas no âmbito da avaliação em serviço de estruturas, envolvendo durabilidade, deformabilidade e avaliação de vibrações. Concomitante à avaliação, estão incluídas pesquisas relacionadas à identificação de dano e recuperação de estruturas degradadas, considerando as peculiaridades dos fenômenos de degradação envolvidos. Aspectos cobertos pela Norma de Desempenho, no que tange ao desempenho estrutural e materiais de construção são também objeto das pesquisas aqui desenvolvidas.

      • MODELAGEM NUMÉRICO EXPERIMENTAL DE ESTRUTURAS
      • Um dos focos é a geração de algoritmos numéricos estabelecidos nas filosofias dos métodos clássicos (elementos finitos e/ou elementos de contorno) voltados para análise estática ou dinâmica de estruturas reticuladas, laminares planas, cascas assim como para interação solo-estrutura. Outro foco desta linha de pesquisa é a realização de testes experimentais em estruturas ou de seus componentes em escala real ou em modelos físicos reduzidos. Além disso, a mensuração e a distribuição de ações externas especiais (tais como as cargas causadas por pessoas, por cargas veiculares e outras) e seus efeitos nas estruturas também desperta especial interesse. Os resultados dos testes experimentais são confrontados com os numéricos obtidos com o uso dos algoritmos produzidos localmente ou por pacotes comerciais, como o Ansys, com o intuito de entender e aprimorar o comportamento estrutural.

      • TECNOLOGIA DOS MATERIAIS E ADEQUAÇÃO AMBIENTAL
      • Objetiva buscar a racionalidade do emprego dos materiais e sistemas construtivos em consonância com a questão da adequação ambiental, adequando o uso destes aos recursos naturais e humanos para se conseguir melhores eficiência energética e material. Envolve o desenvolvimento e a caracterização de materiais construtivos convencionais e alternativos inovadores, em especial aqueles de baixo impacto ambiental (com incorporação de resíduos, terra crua), assim como o desenvolvimento de novos materiais.

Mestrado

  • RECURSOS HÍDRICOS E SANEAMENTO AMBIENTAL
    • Linhas de Pesquisa:
      • GERAÇÃO E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE SANEAMENTO E TRATAMENTO E FONTES DE ÁGUAS DE ABASTECIMENTO

      • EFEITOS DO CLIMA E DO USO DO SOLO SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS

      • AVALIAÇÃO DE EFEITOS DE USO DA TERRA E ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS SOBRE OS RECURSOS HÍDRICOS
      • Simulação dos efeitos de cenários de intervenções antrópicas na bacia (alterações do uso e ocupação da terra) e de alterações climáticas sobre os recursos hídricos, através de modelagem matemática, e avaliação do impacto quanto à disponibilidade hídrica. Também são avaliados cenários de eventos extremos hidroclimáticos, com avaliação de impactos e identificação de áreas susceptíveis.

      • GESTÃO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS
      • Trata da questão da gestão dos resíduos sólidos urbanos e industriais, assim como de seus subprodutos líquidos e gasosos, envolvendo a geração, caracterização, transporte, tratamento, reciclagem e aproveitamento dos mesmos. Especificamente, a taxa de geração e flutuação, e composição de resíduos sólidos domiciliares, quantificação dos resíduos de construção civil e identificação dos principais fatores que influenciam em tal geração. levantamento custos e receitas de uma usina de reciclagem de resíduos sólidos domiciliares

      • MONITORAMENTO E SIMULAÇÃO MATEMÁTICA DE PROCESSOS HIDROLÓGICOS SUPERFICIAIS E SUBTERRÂNEOS
      • Avaliação de processos hidrológicos superficiais e subterrâneos, e interação superficiais-subterrâneos, quanto à distribuição espaço-temporal, relação com características físicas da bacia de drenagem, visando explicar o comportamento observado e aprimorar metodologias de representá-lo matematicamente. Incluem- se áreas de drenagem no meio rural e bacias urbanas, com a representação dos sistemas de drenagem urbana.

      • TRATAMENTO E FONTES ALTERNATIVAS DE ÁGUA DE ABASTECIMENTO
      • Aborda problemas das técnicas convencionais e alternativas de baixo custo para tratamento de água de abastecimento e o uso de fontes alternativas, como as águas pluviais. Inclui também estudo da captação e aproveitamento de água de chuva para fins não potáveis em espaços urbanos, assim como avaliação da qualidade da água subterrânea na área de influencia de antigos lixões e outras fontes poluentes.

      • MONITORAMENTO AMBIENTAL E REMEDIAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS
      • Foca no monitoramento ambiental das águas e do solo e de processos de recuperação de áreas degradadas por resíduos sólidos e líquidos. Envolve avaliação de degradação ambiental causada por atividades antrópicas como assentamento de favelas, invasões do manguezal, deposição de lixo e despejo de esgotos, assim como aplicação de novos métodos para aumentar a taxa de eliminação de compostos persistentes, a exemplo de compostos usados em produtos de higiene pessoal, surfactantes, e produtos farmacêuticos, bem como vários aditivos industriais, e estudar a eficiência de tais métodos.

      • PLANEJAMENTO E GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS
      • Análise de ferramentas e instrumentos para incrementar o processo de tomada de decisão e a avaliação de diferentes alternativas de intervenção na bacia de drenagem e nos usos da água, como sistemas computacionais de suporte à decisão, métodos de otimização e aspectos jurídico-econômicos.

      • TRATAMENTO E REUSO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS
      • Estuda a viabilidade técnica dos processos convencionais e avançados de tratamento de esgotos sanitário e industriais, bem como avalia a qualidade de águas subterrâneas e superficiais, outras fontes de água para fins de reuso, como água de chuva e efluentes tratados como o lodo e, também estuda a reologia dos efluentes e seus resíduos, de modo a poder lhe dar de forma segura uma disposição final, respeitando o meio ambiente

      • PLANEJAMENTO, GESTÃO, MONITORAMENTO E MODELOS MATEMÁTICOS EM RECURSOS HÍDRICOS

      • GESTÃO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS