PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL (PPGECAM)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167393

Notícias


Banca de DEFESA: GLAUCO FONSÊCA HENRIQUES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GLAUCO FONSÊCA HENRIQUES
DATA: 30/09/2022
HORA: 10:00
LOCAL: Videoconferência (https://meet.google.com/ppr-ekyc-kdj)
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO DA MICROESTRUTURA DE CONCRETOS ESTRUTURAIS ANTIGOS DE BARRAGEM: ESTUDO DE CASO DA HIDRELÉTRICA DE PAULO AFONSO IV - PA IV
PALAVRAS-CHAVES: CHESF, complexo Paulo Afonso, testemunhos de concreto, manifestação patológica, reação álcali-sílica, etringita.
PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
RESUMO: Dentre os diversos materiais da construção, o concreto destaca-se como o mais utilizado em todo o mundo. Historicamente, dentre os principais tipos de obras com uso de concreto, sobressaem-se as estruturas hidráulicas, como barragens e hidrelétricas. A durabilidade e desempenho do concreto nessas obras é afetado pelo acúmulo de dano induzido pelo carregamento externo em conjunto com efeitos ambientais, tais como desgaste de superfície, lixiviação de cálcio, ataque de sulfato, reações álcali-agregado, corrosão do aço, etc. Vários estudos sobre a capacidade do concreto para resistir à deterioração foram realizados em condições laboratoriais padronizadas, no entanto se torna complexo comparar seus resultados com o desempenho do concreto de campo, visto que os períodos de tempo dessas pesquisas são curtos em comparação à vida útil de obras hidráulicas. Dessa forma, no intuito de analisar e caracterizar antigos concretos retirados da barragem de Paulo Afonso IV (PA IV), o objetivo deste trabalho é avaliar a microestrutura dos testemunhos da barragem por meio de microscopias (MEV), espectroscopias (EDS), análises de zoneamento superficiais (MAZE) e difrações de raios X (DRX) comparativas, destacando fases, composições, produtos encontrados, diferenças em relação à profundidade de extração, etc. Foram analisadas cinco amostras de três furos de extração diferentes da barragem PA IV, estes com no mínimo 40 anos de existência. Os resultados e discussões microestruturais mostram a presença de fases agregado alcalinas, matriz cimentícia com cálcio aluminatos e cálcio silicatos diversificados, fissuração e poros de variados tamanhos, além de regiões de concentração de etringita.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1683197 - RENNIO FELIX DE SENA
Externo à Instituição - ROMUALDO RODRIGUES MENEZES
Presidente - 3581068 - SANDRO MARDEN TORRES