PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA SOCIAL (PPGPS)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Teléfono/Extensión
83 3216.7006/7006

Noticias


Banca de QUALIFICAÇÃO: SUIANE MAGALHÃES TAVARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SUIANE MAGALHÃES TAVARES
DATA: 11/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO: O efeito da crença no mundo justo, da vitimização secundária e do sexismo societal no apoio a violência contra a mulher
PALAVRAS-CHAVES: Crença no mundo justo; vitimização secundária; sexismo societal, violência contra a mulher.
PÁGINAS: 46
RESUMO: A violência no namoro praticada contra mulheres é definida como ameaça ou uso real de abuso físico, psicológico, verbal/sexual, patrimonial e moral. A maneira pela qual vemos essas situações pode impactar na vida das pessoas envolvidas e nas relações interpessoais. A teoria da Crença no Mundo Justo e seus correlatos: vitimização secundária tem um papel no entendimento desse fenômeno complexo. No entanto, nenhuma pesquisa, até onde sabemos, investigou o efeito da CMJ, da vitimização secundária e do sexismo societal no apoio a violência contra a mulher nas relações de namoro. Levantamos as hipóteses de que o fenômeno da vitimização secundária medeia a relação entre o sexismo societal e o apoio a violência e, em um segundo momento, hipotetizamos a CMJ como moderadora dessa relação. No Estudo 1 (N = 200), manipulamos o sexismo societal (individual vs. sociedade) e verificamos que pessoas com níveis altos de sexismo vitimizaram secundariamente uma vítima de violência. No Estudo 2 (N = 204), além da manipulação do sexismo societal, incluímos a manipulação da CMJ. Verificamos o impacto da vitimização secundária no apoio a violência mais uma vez, a hipótese da CMJ foi de encontro aos resultados esperados. Finalmente, para ajudar a entender o processo anterior, realizamos o Estudo 3 (N = em andamento), manipulamos uma situação que desafia a CMJ, em comparação a uma situação controle. Os resultados desse estudo ainda estão em fase de análise. No geral, o que encontramos até agora confirma os resultados de achados anteriores, bem como estende a contribuição para pesquisas psicológicas do fenômeno em questão.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2014467 - CARLOS EDUARDO PIMENTEL
Interno - 2483066 - PATRICIA NUNES DA FONSECA
Externo à Instituição - JAQUELINE GOMES CAVALCANTI