PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SOLO (CCA - PPGCS)

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (CCA)

Telefone/Ramal
33622300

Notícias


Banca de DEFESA: RAYANE AMARAL DE ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAYANE AMARAL DE ANDRADE
DATA: 30/09/2020
HORA: 14:00
LOCAL: meet.google.com/nmc-uqdz-gno
TÍTULO: EFICIÊNCIA NUTRICIONAL PARA FÓSFORO E ENXOFRE NO ABACAXIZEIRO ‘PÉROLA’ EM FUNÇÃO DAS DOSES
PALAVRAS-CHAVES: Ananas comosus, eficiência nutricional, adubação mineral, cv. „Pérola‟
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Ciência do Solo
RESUMO: O abacaxizeiro é uma planta que tem uma demanda nutricional bastante elevada principalmente dos nutrientes primários, por isso há a necessidade de adotar um sistema de adubação adequada de acordo com a demanda da cultura, diminuindo os custos de produção e favorecendo o meio ambiente e o produtor. Com isso, objetivou-se estabelecer índices de eficiência nutricional para fosforo e enxofre no abacaxizeiro „Pérola‟, em função da aplicação de doses destes nutrientes cultivados em Argissolo Vermelho-Amarelo da região abacaxicultora do Estado da Paraíba localizado no município de Itapororoca, PB. O experimento foi conduzido em condições de sequeiro, entre dezembro de 2014 e dezembro de 2015, em delineamento de blocos casualizados com 26 tratamentos e três repetições totalizando 90 unidades experimentais. A unidade experimental constou de três fileiras duplas, contendo 12 plantas em cada fileira simples, totalizando 72 plantas por parcela, em 13,44 m2 . No entanto, foi considerada como parcela útil a fileira dupla central, num total de 24 plantas. Os tratamentos foram arranjados conforme matriz experimental Plan Puebla III modificada (2k + 2k + 1 + 1) com baconiana e resultarão da combinação de cinco doses de P (0,48; 2,8; 4,8; 6,7 e 9,1 g/planta P2O5), cinco doses de S (0,48; 2,8; 4,8; 6,7 e 9,1 g/planta). Utilizaram-se mudas tipo „filhote‟ da cultivar Pérola plantadas em sistema de fileiras duplas, no espaçamento de 0,90 × 0,35 × 0,35 m, resultando numa população de 45.714 plantas ha-1 . Foram avaliados as seguintes variáveis: matéria seca; teores e acúmulos de P e S nas partes morfológicas de raiz, caule, folha, muda e fruto; taxas de recuperação de P e S pelo abacaxizeiro „Pérola‟ e índices de eficiência nutricional de uso, utilização, conversão, translocação e absorção para P e S. As doses crescentes de P e S aumentaram o percentual de matéria seca, teores e acúmulos destes nutrientes nas respectivas partes morfológicas da planta. A média de recuperação para P e S decresceu com a aplicação crescente destes nutrientes.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1640320 - ALEXANDRE PAIVA DA SILVA
Interno - 335523 - ROBERTO WAGNER CAVALCANTI RAPOSO
Externo à Instituição - JOSINALDO LOPES ARAÚJO