PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA (PPGFON)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167831

Notícias


Banca de DEFESA: THAIS MENDONÇA MAIA WANDERLEY CRUZ DE FREITAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THAIS MENDONÇA MAIA WANDERLEY CRUZ DE FREITAS
DATA: 10/03/2020
HORA: 14:00
LOCAL: LABORATÓRIO (LIEV)
TÍTULO: RESULTADOS PRELIMINARES DE UM PROGRAMA DE TERAPIA SONORA PARA ZUMBIDO
PALAVRAS-CHAVES: Zumbido; Perda Auditiva; Aparelho Auditivo de Amplificação Sonora; Aconselhamento
PÁGINAS: 2
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fonoaudiologia
RESUMO: INTRODUÇÃO: O zumbido, som percebido na ausência de fonte sonora externa, é um sintoma que tem se tornado comum na população mundial. Sua causa múltipla, avaliações subjetiva e consequentemente variadas possibilidades terapêuticas têm dificultado êxito em seu tratamento. Pesquisas têm apontado eficácia para a terapia sonora acompanhada de aconselhamento. OBJETIVO: Diante desta problemática, a presente pesquisa objetivou avaliar o perfil das produções cientificas em Aparelho Auditivo de Amplificação Sonora com Gerador de Som e aconselhamento. Como também, verificar os resultados preliminares da aplicabilidade de um protocolo de terapia sonora para zumbido e perda auditiva. METODOLOGIA: Para tanto, foram desenvolvidos dois artigos. O primeiro consta de uma análise bibliométrica da literatura, que buscou estudos publicados sem restrição de ano e foi realizada nas bases de dados Pubmed/Medline, Lilacs, Web of science e Cochrane, utilizando como estratégia de busca os descritores (counseling) AND (tinnitus) AND (hearing aids). O outro artigo direcionou-se a um ensaio clínico não randomizado (quase experimental), analítico (causa e efeito), considerado um estudo caso controle e longitudinal que verificou a aplicabilidade de um protocolo de terapia sonora para zumbido e perda auditiva. RESULTADOS: Na revisão, foram identificados 169 artigos e, destes, 37 cumpriram os critérios de elegibilidade e 17 estudos foram selecionados para realização da análise bibliométrica. No ensaio clinico, o questionário de handicap do zumbido (escore Total), diminuiu ao longo da avaliação até a quarta reavaliação, e ainda nas escalas emocional e catastrófica. Houve aumento de uso do aparelho da primeira reavaliação até a quarta. E o escore total do questionário do zumbido foi significante na comparação entre os grupos na quarta reavaliação. CONCLUSÃO: A revisão atual sobre a temática demonstrou que os estudos estão se tornando cada vez mais frequentes, envolvendo pesquisadores de vários países, mas ainda existem lacunas. E os resultados da terapia sonora mostram que o protocolo sugerido é promissor. Sugere-se a aplicabilidade em um grupo maior.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FÁTIMA CRISTINA ALVES BRANCO-BARREIRO
Interno - 1742384 - GIORVAN ANDERSON DOS SANTOS ALVES
Interno - 2634755 - LEONARDO WANDERLEY LOPES
Presidente - 1679256 - MARINE RAQUEL DINIZ DA ROSA
Externo ao Programa - 3054906 - SUELLEN MARY MARINHO DOS SANTOS ANDRADE