PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA (PPGFON)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
32167831

Notícias


Banca de DEFESA: DAVIANY OLIVEIRA LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DAVIANY OLIVEIRA LIMA
DATA: 26/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Plataforma Google meet
TÍTULO: FUNCIONALIDADE E FATORES PREDITIVOS DO ZUMBIDO
PALAVRAS-CHAVES: Zumbido,Funcionalide,qualidade de vida; Avaliação do Impacto na Saúde;fatores associados
PÁGINAS: 1
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fonoaudiologia
RESUMO: INTRODUÇÃO:O zumbido é um sintoma comumente conceituado como uma percepção sonora endógena que pode se manifestar nos ouvidos ou na cabeça sem que haja uma fonte externa geradora de som. Acomete cerca de 15 % da população mundial, com maior prevalência em idosos e possui etiologia multicausal.Diante da dificuldade em estabelecer a sua casuística e a subjetividade do sintoma, o tratamento nos dias de hoje se mostra um desafio. Neste sentindo ,o conhecimento dos fatores associados e das comorbidades do zumbido é importante para fornecer o manejo adequado nesses indivíduos.OBJETIVO: investigar e os principais fatores preditivos associados ao sintoma zumbido.MÉTODOS: Estudo observacional, analítico, de delineamento transversal, de caráter retrospectivo ,a coleta de dados foi realizada através da análise dos prontuários de 315 pacientes atendidos em um serviço de zumbido, foram coletas informações referentes a analise descritiva do perfil dos pacientes e dos resultados do THI.RESULTADOS: Dentro os fatores relacionados ao zumbido, o barulho 48,6% apresentam como o fator de piora predominante. A hipersensibilidade a sons 61%(n=192), plenitude auricular 59%(n=186) e hipoacusia 54,3%(171) se apresenta como os fatores mais associado ao zumbido.Com maior interferência do zumbido do sono (43,5%) seguido da concentração (42,2%) e dos aspectos emocionais(36,8%).Dentre as comorbidades a DTM predominou.Observou-se ainda associação entre hipoacusia em pacientes com zumbido constante,a piora com exercícios(p=0,016), tontura(p=0,002) e hipersensibilidade auditiva (p=0,013).Assim como associação entre a sensação de plenitude auricular e hipersensibilidade(p=0,001).Já nos resultados do grau do THI m observou-se associação significativa com interferência no sono(p=0,012), emocional(p=0,013) ,concentração(p=0,002) e cervicalgia (p=0,033).Conclusão A compreensão dos principais fatores associados, é importante para entender melhor o impacto do zumbido na vida do sujeito.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1668545 - ANNA ALICE FIGUEIREDO DE ALMEIDA QUEIROZ
Externo à Instituição - ELIANE SCHOCHAT
Externo à Instituição - FÁTIMA CRISTINA ALVES BRANCO-BARREIRO
Presidente - 1679256 - MARINE RAQUEL DINIZ DA ROSA