PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA NUTRIÇÃO (PPGCN)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone:
32167417

Notícias


Banca de DEFESA: LYDIANE DE LIMA TAVARES TOSCANO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LYDIANE DE LIMA TAVARES TOSCANO
DATA: 26/09/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório da Pós-graduação em Educação Física
TÍTULO: EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO COM SUCO DE UVA TINTO SOBRE O DESEMPENHO FÍSICO E ESTRESSE OXIDATIVO DE CORREDORES E A INFLUÊNCIA DE POLIMORFISMOS GENÉTICOS
PALAVRAS-CHAVES: uvas roxas, alimento ergogênico, antioxidantes, nutrigenética, nutrigenômica.
PÁGINAS: 109
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
RESUMO: Estudos recentes tem demonstrado a capacidade ergogenica do suco de uva tinto pela melhoria do desempenho fisico e aumento da atividade antioxidante em atletas recreacionais. Entretanto, as respostas a suplementacao sao divergentes, pois uma minoria de atletas nao responde a intervencao, e nos responsivos ha uma grande variabilidade na magnitude das respostas ao desempenho fisico. Uma perspectiva para esclarecer esta variabilidade e a avaliacao de polimorfismos geneticos. Nesse sentido, o presente estudo investigou se os polimorfismos SOD3 Arg213Gli e PPARα 7G/C influenciam nos efeitos da suplementacao cronica com suco de uva tinto sobre o desempenho fisico e balanco redox, em corredores recreacionais. Adicionalmente, investigar os efeitos de uma unica dose de suco perante desempenho fisico, estresse oxidativo, inflamacao e desgaste muscular. Para os efeitos cronicos e a influencia dos polimorfismos foi realizado um ensaio clinico-controlado com 30 homens corredores (34±1 anos; VO2pico: 50,8±1 ml/kg/min) suplementados com suco de uva (10ml/kg/dia) e 10 ingeriram bebida controle (35±2anos; VO2pico: 50,0±2,2 ml/kg/min, por 28 dias. Para os efeitos agudos realizou-se ensaio clinico, randomizado, duplo-cego e placebo-controlado com 14 homens corredores recreacionais (39 ± 9 anos; VO2pico = 55,9 ± 6,5 ml.kg.min) randomizados para suco de uva e bebida placebo (10ml/kg/dia). Coletas sanguineas foram realizadas nos momentos basal e 48 horas apos o 28º dia de suplementacao, no procedimento cronico. Enquanto para as respostas agudas, foram coletadas antes da suplementacao, duas horas pos-suplementacao, e imediatamente apos o teste de exaustao. Os parametros avaliados no estudo cronico foram tempo de exaustao na corrida, capacidade antioxidante total (CAT), superoxido dismutase (SOD), carbonilacao de proteinas e malondialdeido (MDA), alem dos polimorfismos genetico SOD3 Arg213Gli e PPARα 7G/C. Enquanto para dose unica foram avaliados tempo de exaustao, CAOT, MDA, creatinaquinase (CK), lactato desidrogenase (LDH), alfa-1-glicoproteina acida (A1GPA) e proteina-C reativa ultrassensivel (PCR-us). Adicionalmente avaliou-se estado nutricional, cargas de treino, comportamento psicometrico, sono e descanso/recuperacao, para ambos os ensaios. Observou-se para doses multiplas de suco, independente da genotipagem, melhorou o tempo de exaustao (9,2±2,6 minutos; p=0,02). Porem, atletas com alelo GG do PPARα tiveram piora do tempo (-0,3±1,8 minutos), enquanto atletas com alelo C aumentaram 8,7±6,0 minutos (p=0,02), sem modificacoes para estresse oxidativo. O gene da SOD3 revelou apenas uma tendencia de melhor desempenho para o alelo CC (p=0,06), com menor carbonilacao para CC e menor MDA para o alelo G. A dose unica de suco aumentou o tempo de corrida ate a exaustao (↑18,7%; p=0,008) e aumentou CAOT (↑43,6%; p=0,000) no momento pos-exercicio. MDA, A1GPA, PCR-us, CK, e LDH nao apresentaram modificacao. Conclui-se que o suco de uva apresenta efeitos ergogenicos tanto para multiplas doses como para dose unica. Adicionalmente acompanhada de aumento da protecao antioxidante agudamente, enquanto varias doses mostrou uma tendencia consistente para CAOT e SOD. Nossos achados confirmam a variabilidade das respostas e apontam que atletas com genotipo GG nao obtiveram os efeitos ergogenicos do suco de uva no teste de corrida ate exaustao, indicando que a nutrigenetica e uma variavel que merece ser considerada para o desempenho esportivo.
MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALINE TELLES BIASOTO MARQUES
Interno - 1860244 - DARLENE CAMATI PERSUHN
Externo à Instituição - FERDINANDO OLIVEIRA CARVALHO
Interno - 1553557 - JAILANE DE SOUZA AQUINO
Presidente - 335378 - MARIA DA CONCEICAO RODRIGUES GONCALVES