PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA NUTRIÇÃO (PPGCN)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone:
32167417

Notícias


Banca de DEFESA: ANA CRISTINA ALVES GOMES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA CRISTINA ALVES GOMES
DATA: 24/04/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Coordenação do Programa de Pós-graduação em Ciências da Nutrição - Não Presencial
TÍTULO: EFEITO DE QUITOSANA E EXTRATOS FENÓLICOS DE SUBPRODUTOS DO PROCESSAMENTO DE ACEROLA E JABUTICABA NO CONTROLE DA PODRIDÃO CAUSADA POR Lasiodiplodiaspp. EM MAMÃO. Link para acesso à sessão de defesa pública: https://meet.jit.si/DefesadeAnaCristinaAlves
PALAVRAS-CHAVES: Revestimento;Polímero; Extratos vegetais;Fitopatógenos;Frutas tropicais;Podridão peduncular.
PÁGINAS: 81
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
RESUMO: A podridão peduncular causada por espécies de Lasiodiplodiaconstituiuma das principais doenças causadorasde perdaspós-colheita em frutos demamão.Um dos métodosde controle de Lasiodiplodiaspp.é o uso de fungicidas sintéticos, no entanto estes não têm sido totalmente eficazes. Com isso, surgea importância da busca por novas tecnologias para o controle da podridão peduncular em frutos de mamão. A quitosana é umbiopolímero com propriedades antimicrobianas, baixa toxicidade ecapacidade de formar gel, o que possibilita o seu uso comorevestimentoem frutas. A incorporação de compostos antimicrobianos naturais,como compostos fenólicos, na formulação derevestimentospode ser uma alternativa para controle da podridão peduncular em frutos de mamão. Diante disso, esse trabalho tevecomo objetivo avaliar o efeito da quitosana e extratos fenólicos dos subprodutos do processamento de acerola e jabuticaba no controle da podridão causada por diferentes espécies de Lasiodiplodia(L.theobromae,L.pseudotheobromae, L.euphorbicola, L.viticola, L. hormozganensis)em mamão. Para isso, foramrealizadas análises da identificação dos componentes dos extratos fenólicos dos subprodutos do processamento de acerola e jabuticaba, assim como a ação in vitroisolada e em combinação desses extratos e da quitosanasobre o crescimento micelial radial das espécies de Lasiodiplodia. Ensaios in situforamrealizados para avaliar o efeito de revestimentos formulados com quitosana e extratos fenólicos sobre a severidade da podridãocausada por Lasiodiplodiaspp.em mamão. Análises físico-químicas (cor, perda da massa fresca, firmeza, acidez titulável, pHe sólidos solúveis)foram realizadas para avaliar os efeitos dos revestimentos sobre a qualidade pós-colheita dos frutos. Flavonoides foram o grupo majoritário presente nos extratostestados, sendoidentificadosvinte e três diferentes compostos fenólicos. A quitosana(3, 4e 5 mg/mL)e extratosde acerola (75e 100 mg/mL) e jabuticaba(50, 75e 100 mg/mL) inibiram o crescimento micelial de todos os isolados de Lasiodiplodia. Aaplicação combinada de diferentes concentrações de quitosana(3 ou 4 mg/mL) eextratos de acerola (50 ou 75 mg/mL) ou jabuticaba (75 ou 100 mg/mL) apresentaram interações do tipo aditiva na inibição dos isolados fúngicos. A aplicação dos revestimentos com quitosana (4 mg/mL) e extratos de acerola (50 ou 75 mg/mL) oujabuticaba(75 ou 100 mg/mL) retardaramo desenvolvimento da podridão em mamão infectado artificialmente com isolados de Lasiodiplodiadurante 8 dias de armazenamento em temperatura ambiente(25 ± 1 °C). Revestimentos com 4 mg/mL de quitosanae 75 mg/mL de extrato de acerola ou 100 mg/mL de extrato de jabuticaba foram os mais eficazes no controledo desenvolvimento da podridão emmamão, independentemente da espécie de Lasiodiplodiatestada. Os revestimentos com quitosana(4 mg/mL) e extrato de acerola (75 mg/mL) ou extrato de jabuticaba(100 mg/mL) não afetaram negativamente os parâmetros físico-químicos indicativos da qualidade pós-colheita de frutos de mamão durante o armazenamento.Estes resultados indicam que revestimentos formulados com concentrações aditivas de quitosana e extratos fenólicos de acerola oujabuticaba podem ser novas estratégias para o controleda podridão pós-colheita causada por Lasiodiplodiaem frutos de mamão.
MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2380741 - EVANDRO LEITE DE SOUZA
Interno - 1860341 - MARCIANE MAGNANI
Externo ao Programa - 2647139 - INGRID CONCEICAO DANTAS GUERRA