PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO (PPGAU)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
Não informado

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA ROSA SOARES NEGREIROS FEITOSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA ROSA SOARES NEGREIROS FEITOSA
DATA: 31/10/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO: Arqueologia de uma sala de aula: Práticas artísticas como campo experimental e crítico do ensino e da aprendizagem da Arquitetura e do Urbanismo
PALAVRAS-CHAVES: Ensino-aprendizagem; Arquitetura e Urbanismo; Práxis pedagógica.
PÁGINAS: 177
RESUMO: O presente trabalho traz reflexões sobre a teoria e a prática do ensino da arquitetura e do urbanismo nas graduações, permeadas por práticas artísticas como campo experimental e crítico. Partindo do entendimento das responsabilidades sociais do arquiteto e do professor de arquitetura, orienta-me aqui os questionamentos: como tornar as ações de ensino/aprendizado pertinentes aos problemas contemporâneos da nossa área? E, efetivamente, qual seria então o lugar da sala de aula no processo de formação da estrutura, do corpo de conhecimento do arquiteto e urbanista? A pesquisa está sendo construída no percorrer de caminhos metodológicos baseado na investigação das experiências e na reflexão sobre estas, realizadas durante a docência na disciplina Oficina de Plástica, habitando a ‘Sala 562’, entre os anos de 2011 a 2019, na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Piauí. Ao resgatar as camadas para compreensão dos processos, a estrutura desse trabalho está sendo montada ao lado de produções artísticas desenvolvidas por discentes, em propostas didático-pedagógicas, documentações das ações, imagens com suas potências, uma síntese intelectual de um processo individual e coletivo. Sendo o estudo organizado em capítulos principiados por breves histórias, as quais rememoram situações do cotidiano e peculiaridades ocorridas durantes aulas e, em seguida, discussões sobre os temas que elas instigam. Buscando, assim, realizar uma prospecção, tendo a ‘sala de aula’ como território da formação, tempo-espaço para a possibilidade da experiência, para a compreensão da sua colocação nos processos de fundamentação da arquitetura e dos processos do conhecimento. Apoiando-se na pedagogia de Paulo Freire, reflexionando sobre o ensino como invenção de si e de mundo, onde a arte é campo experimental para a liberdade.
MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3208395 - CAROLINA SILVA OUKAWA
Presidente - 1349730 - FRANCISCO DE ASSIS DA COSTA
Externo à Instituição - WASHINGTON LUIS LIMA DRUMMOND