PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA (PPGH)

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Telefone/Ramal
(83) 3216-7915

Notícias


Banca de QUALIFICAÇÃO: DIEGO AMORIM NOVAES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DIEGO AMORIM NOVAES
DATA: 14/12/2020
HORA: 09:30
LOCAL: Plataforma Virtual
TÍTULO: Estou pensando sempre em fazer a vontade dos outros, mas os outros não pensam nunca em fazer a minha vontade’: a trabalhadora doméstica negra em Lygia Fagundes Telles (1965-1989)
PALAVRAS-CHAVES: Lygia Fagundes Telles; Trabalho doméstico; História; Literatura; Feminismo negro.
PÁGINAS: 57
RESUMO: Nosso objetivo é investigar a construção das personagens de trabalhadoras domésticas assalariadas negras nas obras da escritora paulista Lygia Fagundes Telles (1923-atual). Trabalhamos quatro obras da autora: o conto Antes do Baile Verde (1965), o romance As Meninas (1973), o conto Noturno Amarelo (1977) e o romance As Horas Nuas (1989). Como ferramenta teórica, utilizamos a noção do feminismo negro na perspectiva da interseccionalidade pela sua articulação com as categorias de classe, gênero e raça (AKOTIRENE, 2019). As principais teóricas que nos embasam são Silvia Federici (2019) e Lélia Gonzalez (2018) nos dando uma perspectiva feminista-marxista do trabalho doméstico e uma critica de raça do mesmo no Brasil. Também é essencial ao nosso trabalho a noção de doméstico capitalista, presente em Perrot (1988) e Federici (2019). Lygia constrói suas personagens com o objetivo de destruir esse doméstico e por isso subverter a imagem da família nuclear feliz chefiada por um homem. Ao inverter essa pirâmide social do doméstico, a autora, no entanto, não se exime de marcar suas personagens com os atributos que as oprimem no mundo real.
MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1610491 - ANA CLAUDIA FELIX GUALBERTO
Interno - 1679249 - SURYA AARONOVICH POMBO DE BARROS
Presidente - 3126590 - TELMA CRISTINA DELGADO DIAS FERNANDES